Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justiça arquiva investigação de delação da Odebrecht contra FHC

Emílio Odebrecht havia citado repasses por meio de caixa 2 às campanhas de FHC ao Senado nos anos 1980 e à Presidência da República em 1993 e 1997

A Justiça de São Paulo arquivou o pedido de investigação envolvendo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), com base no desmembramento da lista do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, elaborada a partir da delação de Emílio Odebrecht.

Em despacho assinado nesta quarta-feira, o juiz federal substituto da 8ª Vara Criminal Federal de São Paulo, Márcio Assad Guardia, determinou o arquivamento do caso por reconhecer a prescrição da pretensão punitiva estatal – ou seja, o estado perdeu o direito de punir FHC porque o fato relatado é muito antigo.

Em depoimento à força-tarefa da Lava-Jato,  Emílio contou que FHC lhe solicitou ajuda financeira quando concorreu ao Senado, na década de 1980, e nas duas vezes em que disputou a Presidência da República (1993 e 1997). Os pedidos foram atendidos – e o repasse de recursos ocorreu “por dentro” e “por fora”. “Com certeza teve ajuda de caixa oficial e não oficial. Se ele soube ou não (do caixa 2), eu não sei”, disse Emílio.

O juiz acolheu manifestação da Procuradoria da República e levou em conta o prazo prescricional máximo de 20 anos. Como FHC tem mais de 70 anos, Guardia derrubou o prazo pela metade e declarou extinta a punibilidade de FHC.

Segundo Flávia Rahal, que defende o ex-presidente, não há qualquer indício de que FHC tenha cometido algum crime ou recebido vantagens nas campanhas à Presidência da República. “O próprio Emílio Odebrecht inocenta na delação Fernando Henrique, ao declarar não ter constatado nada de ilícito”, disse.

Segundo a advogada, o delator nunca “relatou pagamentos de valores não contabilizados” envolvendo FHC. “Não houve a indicação de nenhum fato que justificasse uma investigação porque a fala do delator não aponta nada, não descreve nada e isenta o ex-presidente”, afirmou a advogada. “Nunca houve imputação de qualquer crime ao ex-presidente.”

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Elias Estevam

    Nenhuma novidade nessa notícia. Quando o implicado em falcatruas é membro do PSDB, o judiciário no Brasil se faz de morto até que se prescrevam as denúncias. E assim seguimos assistindo essa excrecência política no país.

    Curtir

  2. Francisco Narciso

    Ou a Justiça tem sangue azul ou todos são paus mandados desse PSDB. Ainda não vi nenhum peessidebista na cadeia, mesmo depois de tantas provas.

    Curtir

  3. Bruna Scalon

    É incrível como esse seboso, arrogante, esnobe, MENTIROSO, SONSO, dissimulado, esquerdopata, PSEUDO- intelectual , CíNICO, e BANDIDÃO enrustido consegue se safar dr tudo. Deve ser um dos chefões dessa máfia narco-clepto-esquerdista, com certeza. Quiçá até é o chefăo de Luladrăo e Dilma! Sócio?, com certeza!!!!!
    #FHC, LULA, TEMER, DILMA (Renan, Sarney, Collor, Jucá, Dirceu, Rui, etcetcetcetc…)
    NA CADEIA
    #SOMOS TODOS LAVAJATO-MORO-PF-FFAA!!!!!
    #NOSSA BANDEIRA JAMAIS SERÂ VERMELHA.

    Curtir

  4. Bruna Scalon

    É incrível como esse seboso, arrogante, esnobe, MENTIROSO, SONSO, dissimulado, esquerdopata, PSEUDO- intelectual , CÍNICO, canalha, e BANDIDO ‘enrustido’ consegue se safar dr tudo. Deve ser um dos chefões dessa máfia narco-clepto-esquerdista, com certeza. Quiçá até é o chefăo de Luladrăo e Dilma! Sócio?, com certeza!!!!!
    #FHC, LULA, TEMER, DIúLMA (Renan, Sarney, Collor, Jucá, Dirceu, Rui, etcetcetcetc…)
    NA CADEIA
    #SOMOS TODOS LAVAJATO-MORO-PF-FFAA!!!!!
    #NOSSA BANDEIRA JAMAIS SERÂ VERMELHA.

    Curtir

  5. Cadeia nele também! Cadeia para todos os corruptos, não interessa o partido ou o cargo! Inclusive nos crápulas do STF!

    Curtir

  6. José Delcinir Esperandio

    FHC, por fora pela viola, por dentro pão bolorento.

    Curtir