Aécio: “Discurso de Dilma sobre Copa na TV foi campanha”

Presidenciável do PSDB acusou a presidente de usar dinheiro público e se aproveitar do sucesso da seleção brasileira para se promover como candidata

O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves (MG), acusou a presidente Dilma Rousseff de ter feito campanha eleitoral antecipada durante o pronunciamento sobre a Copa do Mundo transmitido em rede nacional de televisão na noite desta terça-feira.

“É triste a presidente da República querer fazer reviver os tempos da ditadura, se apropriar do sucesso da seleção, como fez ontem, acintosamente, em mais uma ilegal convocação de cadeia de rádio e televisão para avisar ao Brasil que vamos ter Copa a partir desta quinta-feira. Isso é usar dinheiro público para fazer campanha eleitoral”, afirmou o tucano durante o velório do ex-governador do Rio, Marcello Alencar (PSDB), nesta quarta.

Aécio também rebateu as críticas feitas pela presidente nas convenções dos partidos aliados PMDB e PDT. “As participações da presidente da República foram absolutamente patéticas, falando de medo, culpando a oposição pela inflação e pelo baixo crescimento econômico. Ela esquece que o passado são eles, o passado dos últimos 11 anos são esses que estão no poder”, disse.

2º turno – Na última pesquisa Ibope, divulgada nesta terça, Aécio subiu 6% na intenção de voto, enquanto Dilma recuou 2%. Otimista com o desempenho, o tucano ironizou a presidente nesta quarta, ao afirmar que ela pode nem chegar à segunda etapa das eleições. A pesquisa ainda mostra, porém, Dilma como a favorita à reeleição com 38% de preferência; Aécio tem 22%. O pré-candidato do PSB, Eduardo Campos, é o terceiro colocado com 13%.

Leia também:

Dilma sobe ao palanque e inaugura metrô incompleto em Salvador

(Com Estadão Conteúdo)