Tarja desafios brasileiros saúde pública

Proibição

Anvisa suspende venda de suplemento alimentar

OxyElite Pro possui substância proibida em sua composição, que pode causar graves danos à saúde e, em alguns casos, levar até à morte

OxyElite Pro

Oxyelite Pro: suplemento contém estimulante que pode trazer graves danos à saúde (Reprodução)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a distribuição, divulgação, comércio e uso do suplemento alimentar OxyElite Pro. O motivo divulgado foi que o produto possui a substância dimetilamilamina (DMAA), que pode causar graves danos à saúde e, em alguns casos, levar até à morte. A DMAA é um estimulante usado, principalmente, no auxílio ao emagrecimento e aumento do rendimento atlético. Segundo a Anvisa, a empresa que produz o suplemento é desconhecida.

A DMAA tem efeitos estimulantes sobre o sistema nervoso central e pode causar dependência, além de outros efeitos adversos, como insuficiência renal, falência do fígado e alterações cardíacas. A Anvisa incluiu a DMAA na lista de substâncias proibidas no país na semana passada. Produtos que  contêm a substância também são proibidos na Austrália e na Nova Zelândia.  

Além do OxyElite Pro, a DMAA é encontrada na composição de outros suplementos, como Jack3D e Lipo-6 Black. "O forte apelo publicitário e a expectativa de resultados mais rápidos contribuem para uso indiscriminado dessas substâncias por pessoas que desconhecem o verdadeiro risco envolvido", afirma o diretor de Controle e Monitoramento Sanitário da Anvisa, José Agenor Álvares.
 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados