Mais Lidas

  1. Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

    Brasil

    Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

  2. Renan Ribeiro, do 'The Voice', morre em acidente de carro

    Entretenimento

    Renan Ribeiro, do 'The Voice', morre em acidente de carro

  3. Japão: Pais abandonam filho na floresta para castigá-lo e criança desaparece

    Mundo

    Japão: Pais abandonam filho na floresta para castigá-lo e criança...

  4. Suspeitos de envolvimento no estupro coletivo de adolescente são considerados foragidos da Justiça

    Brasil

    Suspeitos de envolvimento no estupro coletivo de adolescente são...

  5. Filho de Temer, Michelzinho tem R$ 2 milhões em imóveis em SP

    Brasil

    Filho de Temer, Michelzinho tem R$ 2 milhões em imóveis em SP

  6. Cara Delevingne seria pivô de briga entre Johnny Depp e Amber Heard

    Entretenimento

    Cara Delevingne seria pivô de briga entre Johnny Depp e Amber Heard

  7. Laudo tardio feito em vítima de estupro coletivo não aponta violência

    Brasil

    Laudo tardio feito em vítima de estupro coletivo não aponta violência

  8. "Quando encontrar meu corpo, avise meu marido e minha filha"

    Mundo

    "Quando encontrar meu corpo, avise meu marido e minha filha"

Preço de imóveis cresceu o dobro da inflação em 2013

Segundo a Fipezap, a menor variação em 2013 foi registrada em Brasília; a maior foi em Curitiba

- Atualizado em

Placas de vende-se
Em São Paulo, maior mercado imobiliário do país, os preços cresceram 13,9% em 2013(Futurapress/VEJA)

O preço médio dos imóveis residenciais no país subiu 12,7% em todo o ano de 2013, pouco abaixo do aumento de 2012, de 13,7%, de acordo com o Índice Fipezap, divulgado nesta segunda-feira pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). A pesquisa é feita a partir dos anúncios do site Zap em sete capitais brasileiras.

Considerando o índice ampliado, com o levantamento de preços em dezesseis cidades, o indicador de preços de moradias avançou 13,7% em 2013. Até junho de 2012, apenas sete cidades faziam parte da pesquisa e, por isso, não é possível comparar os dois anos. Mesmo assim, ambos vão ficar bem acima do inflação, cuja projeção de economistas ouvidos pelo Banco Central para o relatório Focus, de 5,7% para 2013.

Leia mais:

Inflação do aluguel acelera em dezembro e sobe 5,51% no ano

Shopping Iguatemi tem o 14º aluguel mais caro do mundo

A menor variação dos preços no ano de 2013 foi registrada em Brasília, onde o preço médio subiu 4,2%. As demais cidades tiveram aumentos variando entre 9,5% em São Bernardo do Campo (SP) e 37,3% em Curitiba.

Em São Paulo, maior mercado imobiliário do país, os preços cresceram 13,9% em 2013, patamar abaixo dos 15,8% de 2012. No Rio de Janeiro, a alta foi de 15,2%, resultado levemente superior aos 15% do ano anterior. Belo Horizonte encerrou 2013 com alta de 9,7% nos preços dos imóveis residenciais, Salvador com 10,7%, Fortaleza com 14,1%, e Recife com 13,4%.

(com Estadão Conteúdo)

TAGs:
Preço
Inflação
Imóveis