Mais Lidas

  1. Justiça de SP envia a Moro pedido de prisão de Lula

    Brasil

    Justiça de SP envia a Moro pedido de prisão de Lula

  2. Barraco na comissão do impeachment: 'Vamos falar lá fora, seu m...'

    Brasil

    Barraco na comissão do impeachment: 'Vamos falar lá fora, seu m...'

  3. 'Game of Thrones' pode mostrar cena decisiva no próximo episódio

    Entretenimento

    'Game of Thrones' pode mostrar cena decisiva no próximo episódio

  4. Sasha Meneghel vai fazer faculdade nos Estados Unidos

    Entretenimento

    Sasha Meneghel vai fazer faculdade nos Estados Unidos

  5. Justiça do Rio envia ao STF arquivos da Lava Jato com referência a Dilma

    Brasil

    Justiça do Rio envia ao STF arquivos da Lava Jato com referência a...

  6. Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

    Brasil

    Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

  7. Justiça nega recurso do WhatsApp e mantém bloqueio por 72 horas

    Vida Digital

    Justiça nega recurso do WhatsApp e mantém bloqueio por 72 horas

  8. Grupo da família Bin Laden demite 77 mil na Arábia Saudita

    Economia

    Grupo da família Bin Laden demite 77 mil na Arábia Saudita

BC pode elevar taxa de juros em 2013, diz agência

Segundo fonte ouvida pela Reuters, alta da Selic será necessária para permitir o cumprimento da meta de inflação

- Atualizado em

Alexandre Tombini, presidente do Banco Central
Alexandre Tombini, presidente do Banco Central(Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr/VEJA)

O Banco Central vai elevar a taxa básica de juros Selic em 2013 para viabilizar o cumprimento da meta de inflação, apesar da posição do Ministério da Fazenda, que não vê necessidade de elevação, afirmou à Reuters uma fonte da equipe econômica. "O Banco Central não trabalha com meta de taxa de juros, nem com trajetória futura de taxa de juros. O Banco Central trabalha com o regime de meta de inflação, tem que cumprir a meta de inflação", disse a fonte, que pediu para não ser identificada. "Esse é o objetivo do Banco Central. Para isso, se é preciso subir os juros, vai ter que subir", acrescentou.

A meta de inflação deste ano e de 2013 é de 4,5%, com 2 pontos porcentuais de tolerância. A Selic está 7,5%, seu nível mais baixo. Em entrevista publicada no último domingo, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que "não há necessidade de alta de juros", ao ser perguntado sobre 2013. "A inflação está sob controle", acrescentou o ministro. Na segunda-feira, em evento em São Paulo, o secretário-executivo da Fazenda, Nelson Barbosa, foi na mesma linha.

Desde que o Banco Central iniciou o atual ciclo de afrouxamento monetário, em agosto de 2011, alguns críticos têm dito que o BC tem deixado de lado o regime de metas de inflação, sem se preocupar com seu cumprimento, e focado no crescimento econômico.

Leia mais:

Alta da Selic em 2013 começará em abril, prevê Focus

que registrou alta de 0,41%

o mercado espera uma inflação de 5,50%

(Com Reuters)

TAGs:
Banco Central
Juros
Selic