Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Motorista que atropelou pedestres em NY disse que ‘ouviu vozes’

Richard Rojas foi acusado pelo homicídio da jovem de 21 anos que morreu após o atropelamento e pela tentativa de homicídio de outras 20 pessoas

O motorista que atropelou uma multidão na Times Square, em Nova York, nesta quinta-feira, sofre de transtornos psicológicos e afirmou que “ouviu vozes” antes do incidente, de acordo com a polícia local. Richard Rojas, de 26 anos, dirigiu seu carro em alta velocidade na contramão por 3 quadras e invadiu a calçada da popular avenida da metrópole americana, matando uma pessoa e ferindo 22 outras.

O veterano da Marinha dos Estados Unidos, que está sob custódia da polícia, já havia sido preso duas vezes anteriormente por dirigir embriagado. Segundo a agência Reuters, após ser capturado pelos oficiais no local do atropelamento, Rojas disse que deveria ter morrido. “Vocês deveriam ter atirado em mim”, afirmou.

Rojas foi acusado pelo homicídio da jovem de 21 anos que morreu após o atropelamento e deve comparecer a um tribunal ainda nesta sexta-feira. Além disso, vai ser julgado pela tentativa de homicídio de outras 20 pessoas.

A Times Square, uma das mais turísticas avenidas do mundo, estava lotada quando o carro avançou contra os pedestres, por volta do meio dia do horário local (13h em Brasília). O Honda de Rojas só parou quando bateu contra um poste.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Luiz Peixoto

    É preciso dar mais assistência aos veteranos que voltam da guerra, para que isso não ocorra mais. Esse pessoal voltam com muitos traumas e a maioria deles são jovens, que não fazem a mínima noção do que é uma guerra e quando chegam lá e vêem os horrores que é uma guerra, aí eles saem de órbita. São muitos traumas.

    Curtir