Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chelsea Clinton defende filho de Trump e Melania agradece

Site de notícias criticou o caçula do presidente americano por usar roupas casuais

“Já é hora de Barron Trump começar a se vestir como alguém que está na Casa Branca”, escreveu na segunda-feira o site de notícias americano Daily Caller. O texto criticava o filho mais novo do presidente Donald Trump, de onze anos, por trajar camiseta e bermuda ao embarcar no Air Force One no último domingo, com destino a Washington.

“O Trump mais novo não tem nenhuma responsabilidade como filho do presidente, mas o mínimo que ele pode fazer é vestir peças adequadas quando sai em público”, dizia o artigo.

A publicação teve grande repercussão nas redes sociais e provocou a reação de Chelsea Clinton, filha da ex-candidata Hillary com o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, opositores de Trump. “Já é hora da mídia e todos mais deixarem Barron Trump em paz e permitirem que ele tenha a infância particular que ele merece”, escreveu a jovem no Twitter.

A primeira-dama Melania, prontamente agradeceu a defesa pública de seu filho, também via Twitter. “Obrigado @ChelseaClinton – é muito importante apoiar todas as nossas crianças em serem elas mesmas!”

Hoje com 37 anos, Chelsea tinha apenas doze quando se mudou para a Casa Branca após a eleição de seu pai, em 1993 e conhecendo de perto o peso da exposição pública. Apesar das tentativas dos Clinton de mantê-la longe dos holofotes, conviveu com o escrutínio da mídia e enfrentou, inclusive, sátiras sobre sua aparência.

Esta não foi a primeira vez que a ex-primeira-filha defendeu o filho dos Trump publicamente. Em janeiro, quando a comediante americana Katie Rich tuitou que Barron se tornaria “o primeiro atirador de uma escola em casa”, Chelsea também intercedeu em favor do garoto.

 

(Reprodução/Reprodução)

“Barron Trump merece a chance que toda criança tem de ser criança”, escreveu então Chelsea em suas redes sociais.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Realmente, atacar um jovem de 11 anos pela posição social que o pai dele tem é extrema covardia.

    Curtir

  2. célio alvarenga marques

    não creio que o motivo do ataque seja a posição política de mr.trump,pois o daily caller é um site conservador!

    Curtir