Violão roubado de John Lennon é leiloado por R$ 9 milhões

Instrumento, surrupiado em 1963, foi usado para gravar sucessos dos Beatles como 'P.S. I Love You' e 'Love me Do'

Um violão roubado de John Lennon em 1963, após um show dos Beatles em Londres, foi leiloado em Los Angeles por 2,4 milhões de dólares (mais de 9 milhões de reais), informou a casa Julien’s Auctions neste domingo. Trata-se de um dos maiores preços alcançados por um instrumento musical utilizado no rock and roll, e superou amplamente os 965 000 dólares (mais de 3 milhões de reais) do leilão do violão que Bob Dylan utilizou no Folk Festival, em Newport, em 1965.

LEIA TAMBÉM:

Registros de punições escolares de John Lennon vão a leilão

John Lennon resistiu a assinar dissolução dos Beatles, diz ex-assistente

Morre aos 75 anos Cynthia, a primeira mulher de John Lennon

Paul McCartney relembra morte de John Lennon: ‘Horrível’

O instrumento, um Gibson J-160E, foi usado para gravar sucessos dos Beatles como P.S. I Love You e Love me Do e, depois de surrupiado, passou 51 anos sumido, até ser identificado, no ano passado, por seu último proprietário, que viu semelhanças entre ele e outro, um violão presente em um artigo sobre a coleção particular de George Harrison, ex-colega de Lennon. Lennon e Harrison compraram dois violões idênticos em Liverpool, em 1962. O violão do autor de Imagine também foi usado na gravação do vídeo de I Want to Hold Your Hand, de 1963.

Um especialista confirmou a autenticidade do violão, cujo comprador pediu anonimato. Metade do valor do instrumento será destinada à Spirit Foundation, organização beneficente criada por John Lennon e Yoko Ono.

(Com agência EFE)