Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Temer escolhe Paulo Rabello de Castro para assumir BNDES

Em nota, o Planalto afirmou que Castro aceitou o convite e começará seu trabalho na instituição já na próxima semana

No mesmo dia em que Maria Silvia Bastos Marques renunciou à presidência do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social ), o governo de Michel Temer (PMDB) anunciou o nome do economista Paulo Rabello de Castro para assumir o cargo.

Castro era presidente do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) desde junho do ano passado, quando o novo governo tomou posse. O economista é ligado a Temer e foi um dos defensores das reformas que o presidente tenta aprovar, como a da Previdência, por exemplo.

Em nota, o Planalto afirmou que Castro aceitou o convite e começará seu trabalho na instituição já na próxima semana.

“Assumo essa missão como um ibegeano que sou. Não recuo diante de missão difícil”, declarou, em nota, Paulo Rabello de Castro.

Interlocutores do Planalto reconheceram que, em meio à crise política, era preciso escolher um sucessor o mais rápido possível para evitar um desgaste com o mercado financeiro.

Auxiliares de Temer admitem que a saída da presidente do BNDES neste momento “é uma baixa importante”. Logo após o anúncio da demissão, Temer reuniu-se com os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira.

Maria Silvia renuncia

A gestão de Maria Silvia vinha sendo criticada por muitos empresários, mas Michel Temer a prestigiava sempre que podia. No primeiro pronunciamento que fez após a delação da JBS, Temer a citou como uma das peças que estava funcionando no governo.

Nos bastidores, Maria Silvia vinha demonstrando um profundo desconforto com a conversa entre Temer e Joesley Batista. Ela alegou ‘problemas pessoais’ para abrir mão do cargo.

Em conversa gravada, o empresário Joesley Batista, da JBS, se queixou da atuação da executiva ao presidente Michel Temer. “Está bem travado”, disse ele em referência a atuação do banco de fomento na concessão de crédito.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ataíde Jorge de Oliveira

    Tradução :
    B U LL I $H
    — parece mas não é => “B@STA_DE_freeBOY”

    Curtir

  2. Me parece então, que a saída dela foi pelo que o Temer não disse, em seu favor… só espero que o mesmo agora não tenha colocado um que “destravará” as coisas, como o pilantra lhe disse…

    Curtir

  3. Cético, muito cético

    Lamentável. O JBS foi falar com o Temer para pressionar que o BNDES estava demorando para liberar mais uns 8 bilhões. Bons tempos os do Lula/Dilma, não? O que fez Temer? Nada. Assim Maria Silvia saiu, para que o velho esquema volte a toda. Que país de MMMMMM. Que gente de MMMMMM.

    Curtir

  4. Mauro Giller

    Pelo que sei ela não estava incomodada com a gravação que não diz coisa com coisa, mas com a CPI que esta sendo montada para apurar a caixa preta de 01 trilhão de dolares movimentada durante 13 anos… Ela não vai querer se envolver numa chicana dessas. Mulher inteligente.

    Curtir

  5. Desconforto por causa do Temer ou com medo do novo escândalo de UM TRILHÃO de Reais no BNDES?

    Curtir

  6. José Carlos Lopes de Oliveira

    Espero que ele não seja mais um da imunda quadrilha de sem-vergonhas que assolam o poder.

    Curtir

  7. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Uma ótima escolha. Competente e conhece muito.

    Curtir

  8. Será que vai abrir o ralo de novo? Vai não! Ou vai? Tem várias friboi querendo um cascalho pra investir nos USA.

    Curtir