Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Suco de laranja atinge preço recorde nos EUA

O preço do suco de laranja registrou um recorde nesta terça-feira no mercado em Nova York, diante das preocupações por uma eventual suspensão das importações procedentes do Brasil, devido à suposta presença de fungicidas nas embalagens.

A libra (0,450 gramas) do concentrado do suco de laranja para entrega em janeira atingiu 2,13 dólares no IntercontinentalExchange, algo nunca visto, segundo a agência Dow Jones Newswires. O preço representa uma alta de 9,8% em relação à segunda-feira.

Segundo Michael Smith, da empresa T&K Futures and Options, o mercado está preocupado com a presença de fungicidas nas embalagens.

“Os Estados Unidos poderão proibir as importações” da América do Sul, que é a “primeira zona de produção, o que representa um grande problema”, disse Smith à AFP.

Segundo uma carta publicada nesta terça-feira pela Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA), a agência governamental foi alertada, no final de dezembro, por uma empresa que produz suco de laranja, sobre a presença de pequenas quantidades de carbendazima no concentrado.

Este fungicida, cujo uso é permitido no Brasil para combater parasitas, está proibido nos Estados Unidos.

A Agência de Proteção Ambiental americana (EPA) concluiu que, em pequenas quantidades, o fungicida não representa risco.

“A FDA não prevê adotar medidas para retirar o suco de laranja do mercado americano que apresente baixos níveis de carbendazima, mas realizará seus próprios testes (…) e se identificar níveis de carbendazima prejudiciais à saúde, alertará o público e tomará as medidas necessárias para retirar os produtos do mercado”, destacou a EPA.

Em caso de níveis elevados de carbendazima, a FDA suspenderá as importações do suco de laranja procedente do Brasil.

Smith destacou que os preços também são puxados pelas geadas que atingiram o estado da Flórida na semana passada, principal produtor nos Estados Unidos.

Desde outubro, os preços do suco de laranja subiram 40% no mercado a termo em Nova York.