Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lucro do Facebook surpreende, cresce 186% e atinge US$ 2 bi

Desempenho no segundo trimestre ficou bem acima do que esperavam os analistas; aumento de receitas publicitárias puxaram bom resultado

O Facebook informou nesta quarta-feira que seus lucros subiram 186% no segundo trimestre em comparação com o mesmo período de 2015 e atingiram 2 bilhões de dólares. O resultado superou a maioria das previsões dos analistas.

No período, as receitas da empresa tiveram um salto de 59%, para 6,44 bilhões de dólares, em sua maioria pela publicidade on-line. Os analistas esperavam que o volume de negócios chegasse a 6 bilhões de dólares.

“Nossa comunidade e os negócios tiveram outro bom trimestre”, disse o fundador do Facebook e presidente da companhia, Mark Zuckerberg. As ações do Facebook subiram 7% nas operações eletrônicas da Bolsa de Nova York.

Leia mais:
Apple chega a 1 bilhão de iPhones vendidos; reveja modelos
De goleiro a dormir de conchinha: apps criam ‘aluguel de gente’

O Facebook tem se beneficiado da migração de anunciantes, que deixam de colocar dinheiro na TV para investir na internet e em plataformas móveis. A empresa tem elevado presença no mercado de vídeos móveis, no qual Snapchat e Youtube são fortes concorrentes.

Sua base global de usuários ativos mensais, uma medida chave para as redes sociais, chegou a 1,7 bilhão. O número é 15% maior que o do mesmo período de 2015. No trimestre anterior, seus seguidores somavam 1,65 bilhão.

O Facebook domina o mercado de redes sociais e a publicidade online do setor. Além disso, ele cresce em diversas áreas como mensagens instantâneas e realidade virtual.

A empresa de pesquisa de mercado eMarketer estima que o Facebook tenha dois terços das receitas de publicidade em meios de comunicação, à frente de concorrentes como o Twitter, que nesta semana apresentou resultados decepcionantes.

(Com AFP e Reuters)