Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Grécia tem dia decisivo; ministros europeus estão otimistas

Eurozona vai tentar encontrar uma solução para evitar calote financeiro no país

Os ministros das Finanças da Eurozona decidem nesta segunda-feira se aprovam um pacote de resgate financeiro de 130 bilhões de euros (296 bilhões de reais) para a Grécia. Reunidos em Bruxelas, as autoridades discutirão as contrapartidas do país e avaliarão a redução, em bilhões de euros, da dívida grega perante bancos privados.

O pacote tem como objetivo evitar um calote de 14,5 bilhões de euros da Grécia, correspondentes aos títulos gregos que vencem em 20 de março. Na semana passada, o Parlamento grego havia aprovado medidas de austeridade exigidas pela União Europeia, FMI e Banco Central Europeu como precondição para liberar o pacote de resgate.

O ministro de Finanças da França, François Baroin, declarou nesta segunda-feira que foram reunidos “todos os elementos necessários” para se chegar a um acordo sobre como evitar a quebra da Grécia dentro de um mês. “Isso é o que afirmarei aos ministros de Finanças nesta tarde”, disse Baroin à Rádio Europe 1, referido-se à reunião do Eurogrupo que acontece em Bruxelas nesta segunda-feira.

Para resgatar de uma vez por todas a Grécia da quebra, a Eurozona terá que convencer alguns de seus sócios a desistir de expulsar esse país da União Monetária. Vários dirigentes europeus expressaram sua confiança de que os ministros de Finanças dos 17 países da zona do euro darão sinal verde em Bruxelas ao desembolso de 130 bilhões de euros à Grécia, pendentes desde outubro de 2011.

(Com agência France-Presse)