Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gasto de turista brasileiro no exterior bate recorde em julho

Os brasileiros gastaram 1,53 bilhão de dólares em viagens no mês passado

Os brasileiros não economizaram em suas viagens internacionais nas férias de julho. Um relatório divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central revela que os gastos dos turistas brasileiros no exterior totalizaram 1,53 bilhão de dólares no mês passado – um recorde em toda a série histórica, iniciada em 1947.

Ainda segundo o BC, os brasileiros já gastaram no exterior 8,586 bilhões de dólares no acumulado deste ano – uma alta de 56% em relação ao mesmo período de 2009 e outro recorde da série histórica. O valor registrado nesses sete meses já se aproxima do valor total calculado em 2009: 10,89 bilhões de dólares.

De acordo com o BC, o gasto dos brasileiros no exterior é favorecido tanto pelo aumento da renda do país quanto pela estabilização do câmbio – o dólar tem se mantido abaixo dos 2 reais nos últimos meses.

Essa alta, porém, mantém o saldo das contas externas do Brasil no vermelho. Isso porque, enquanto o brasileiro gasta mais lá fora, os turistas estrangeiros estão gastando pouco por aqui. O relatório do BC mostra que as despesas dos estrangeiros no Brasil somaram 3,37 bilhões de dólares de janeiro a julho.

Contas externas – A conta corrente do balanço de pagamentos registrou em julho déficit de 4,499 bilhões de dólares, segundo os dados divulgados pelo Banco Central. O resultado foi bastante superior ao déficit registrado em julho de 2009, que havia ficado em 1,623 bilhão de dólares. Em junho de 2010, o resultado negativo foi de 5,180 bilhões de dólares.

Segundo o BC, o déficit do mês passado foi gerado pela conta de serviços e rendas, que amargou saldo negativo de 6,053 bilhões de dólares. Esse valor foi parcialmente compensado pelo resultado da balança comercial, que registrou superávit de 1,357 bilhão de dólares, e pelas transferências unilaterais correntes, positivas em 197 milhões de dólares.

De janeiro a julho deste ano, a conta corrente acumula déficit de 28,261 bilhões de dólares, o equivalente a 2,51% do Produto Interno Bruto (PIB), ante os 8,8 bilhões de dólares em igual período de 2009. Nos 12 meses encerrados em julho, o saldo de transações correntes é negativo em 43,764 bilhões de dólares (2,24% do PIB).