Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fluxo cambial tem saldo negativo de US$ 2,07 bi em maio, diz BC

Retirada de dólares do país ocorre após dois meses de ingressos: em março e abril, houve saldos positivos de US$ 2 bilhões e US$ 13,1 bilhões

A saída de dólares do país superou a entrada em 2,07 bilhões de dólares em maio, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira, pelo Banco Central (BC). A retirada de recursos ocorre após dois meses de saldos positivos: em março e abril, respectivamente, a entrada de dólares no país superou a saída em 2 bilhões e 13,1 bilhões de dólares.

No acumulado dos cinco primeiros meses deste ano, houve mais ingresso do que saída de recursos do país. Neste período, US$ 15,79 bilhões de dólares entraram no Brasil. No mesmo período de 2014, 4,02 bilhões de dólares haviam ingressado na economia brasileira.

Em maio, a saída de dólares do Brasil superou a entrada pela conta financeira, no valor de 5,56 bilhões dólares, a maior saída desde dezembro do ano passado. Pela conta comercial, houve o ingresso de 3,48 bilhões de dólares em maio, maior ingresso desde abril de 2014, o que compensou, em parte, a fuga de recursos.

A conta financeira inclui operações como investimentos estrangeiros diretos e recursos para aplicações financeiras, além de remessas de lucros e dividendos e empréstimos tomados lá fora. Já a conta comercial incorpora operações de exportação e importação.

A alta do dólar tem favorecido a saída de recursos no país, já que, com menos moeda americana no mercado, a tendência do preço é subir. Em maio o dólar acumula valorização de 5,78%. Além disso, pesam as sinalizações sobre aumento dos juros pelo Fed (banco central dos EUA), o que deve provocar uma fuga de recursos de países em desenvolvimento.

Leia mais:

Entrada de dólar supera saída em US$ 3,90 bilhões em janeiro

Levy discute com senadores reforma do ICMS – mas não detalha seu impacto

Levy aumenta a lista de impostos que podem ter alta neste ano

(Da redação)