Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dow e S&P500 sobem; Nasdaq recua à espera da Apple

Por Renan Carreira

Nova York – Os índices Dow Jones e S&P subiram após resultados positivos de companhias blue-chip, mas a fraqueza dos papéis da Apple ajudou a derrubar o índice Nasdaq. O Dow Jones subiu 74,39 pontos (0,58%), fechando a 13.001,56 pontos. O S&P registrou avanço de 5,03 pontos (0,37%), fechando a 1.371,97 pontos. O Nasdaq, porém, recuou 8,85 pontos (0,30%), fechando a 2.961,60.

As ações do setor de telecomunicações lideraram a alta do S&P. AT&T teve alta de 3,6% após a companhia informar que os ganhos do primeiro trimestre cresceram 5,2%, uma vez que menos clientes cancelaram serviços da empresa, embora a receita da companhia tenha aumentado menos do que o esperado. Verizon Communications subiu 2,4%.

Os papéis da 3M avançaram 1,6% após o conglomerado blue-chip reportar lucro acima do esperado no primeiro trimestre. United Technologies registraram alta de 0,1%. As ações de tecnologia ficaram no campo negativo nesta terça-feira. A Apple caiu 2% antes de anunciar seus resultados do segundo trimestre. Netflix recuou 14% após a companhia projetar um crescimento de assinantes abaixo das expectativas.

Nos EUA, os preços das residências nas 20 maiores áreas metropolitanas do país caíram 3,5% em fevereiro, na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo pesquisa da S&P/Case-Shiller. É o menor nível desde outubro de 2002. A previsão dos analistas ouvidos pela Dow Jones era de uma retração de 3,3%.

Além disso, o índice de confiança do consumidor norte-americano, medido pelo Conference Board, caiu para 69,2 em abril, da leitura revisada de 69,5 em março – que antes havia sido calculada em 70,2. A previsão dos economistas ouvidos pela Dow Jones era de que o índice ficaria em 70,0.

Por outro lado, as vendas de moradias novas nos EUA caíram em março, mas o dado de fevereiro foi bem melhor do que o calculado inicialmente, de acordo com números divulgados pelo Departamento do Comércio. A queda em março foi de 7,1%, para a taxa anual sazonalmente ajustada de 328 mil, e o resultado de fevereiro foi revisado para vendas de 353 mil moradias novas – a taxa mais alta desde novembro de 2009 – em vez de 313 mil. As informações são da Dow Jones.