Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Catho polemiza ao citar demissão de Ceni: passo maior que a perna

Empresa compartilhou em rede social link com o título "Não aceite uma vaga que não é para você" e uma foto do ex-treinador do São Paulo

A Catho criou polêmica ao usar a demissão do técnico Rogério Ceni, ex-São Paulo, para falar sobre carreira e mercado de trabalho. Com o post “Não aceite uma vaga que não é para você”, a empresa de recrutamento diz que o candidato precisa ter experiência antes de querer virar chefe.

Assim como no futebol não se deve começar treinando um time grande, pode não dar certo querer ser chefão em 6 meses”, escreveu a empresa em postagem no Facebook.

O artigo que a empresa compartilhou diz que a pressa é inimiga da perfeição e que os profissionais devem ter cuidado para não dar um passo maior que a perna.

“Rogério teve pressa ao começar como treinador em um dos maiores times do país e ao assumir um desafio que estava fora do que a carreira dele o preparou para encarar. Apesar de toda a sua grandiosidade como jogador, para continuar brilhando na nova fase, mais aprendizados seriam bem-vindos”, diz o artigo.

Segundo a empresa, a regra “vale para a carreira de todo profissional”. “É natural termos grandes ambições. Elas são essenciais para traçarmos rotas e alcançarmos o sucesso. Só é preciso fazer uma coisa de cada vez. Assim como no futebol não se deve começar treinando um time grande, não dá pra querer ser chefão em 6 meses. Antes de topar um novo desafio, garanta que passou por todo o processo de aprendizagem e de que adquiriu as técnicas necessárias. Depois de tudo pronto, entre em campo e faça o seu gol de placa.”

 

A dica da empresa para quem aspira a postos de chefia: “É preciso investir em aperfeiçoamentos e subir um degrau de cada vez” (leia a íntegra).

A postagem dividiu as redes sociais. De um lado, os rivais do São Paulo aprovaram a postagem. Já os são-paulinos se irritaram com a postagem.

Em nota, a Catho informou que o artigo não é uma brincadeira e que o NaLabuta é um portal de conteúdo da empresa. “As matérias do NaLabuta sempre repercutem assuntos do momento com um tom voltado para carreira, o do Rogério foi um deles”.

Veja como o  caso repercutiu nas redes sociais:

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. wilson de souza lima

    Não sou torcedor do São Paulo, mas entendo que trata-se de uma tremenda bola fora esta da Catho. De um oportunismo atroz esse artigo publicado! Em se tratando de futebol, há técnicos que, por mais experiência que tenham, acabam muitas vezes não dando certo em algumas equipes, mesmo quando têm ótimas condições estruturais pra realizar seu trabalho. Vemos isto acontecer o tempo todo com muitos profissionais, e no mundo inteiro. E os resultados obtidos por Rogério nem foram assim tão catastróficos. A Catho, ao fazer esse tipo de publicidade disfarçada, pisou na bola!

    Curtir

  2. Nem Catho, nem Ceni e nem São Paulo….

    Curtir

  3. Só que o Ceni vai receber 5 milhões de multa de contrato ,
    enquanto essa empesa cobra para indicar vagas furadas!!

    Curtir

  4. Pacífico Guerra

    Essa Catho botou foi pra fu dê com o Ceni.

    Curtir

  5. quanto mimimi…. Que mundo politicamente correto chato esse…

    Curtir

  6. Ataíde Jorge de Oliveira

    KTüKª
    ºPAϪ
    CaTuCaMã&
    #CaTuCaBAmBY,Tï@

    Curtir

  7. Soh uma diretoria amadora ou sócia do cara, para contratar, com multa recisória milionária, um cara que nunca na vida havia exercido o cargo, que exige muita competência e experiência.
    A Catho está certa, mas numa empresa, o mané incompetente sairia só com as minguadas verbas previstas na CLT, nunca com os 5 milhões do clube trouxa.

    Curtir