CÂMBIO-Dólar anula queda da manhã e fecha perto da estabilidade

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 3 de novembro (Reuters) – O dólar fechou perto da estabilidade nesta quinta-feira, anulando a queda inicial em outra sessão dominada pela instabilidade provocada pela crise da dívida da zona do euro.

A moeda norte-americana fechou em alta de 0,25 por cento, a 1,7419 real para venda.

O dólar chegou a recuar a 1,7142 real, em baixa de mais de 1 por cento, após o Banco Central Europeu (BCE) diminuir a taxa de juros em 0,25 ponto percentual, a 1,25 por cento, com a visão de que o crescimento econômico da região será bem menor do que o previsto anteriormente por causa dos problemas de dívida em países como Grécia e Itália.

O euro também chegou a cair, mas se recuperou no final do dia e subia quase 0,7 por cento às 17h.

Em meio à volatilidade internacional, dois operadores citaram a possibilidade de que a saída de dólares tenha prevalecido sobre as entradas, especialmente no começo do dia.

“Na abertura, acredito que teve um pouco de saída, descolou um pouco. Mas o mercado está com bastante volatilidade”, disse o operador da corretora Renascença, José Carlos Amado.

O fluxo cambial já tem sido negativo desde a semana passada, de acordo com dados do Banco Central divulgados nesta quinta-feira. Na semana passada, houve saída líquida de 3,972 bilhões de dólares, levando o saldo do mês para o campo negativo, em 105 milhões de dólares.

A taxa Ptax , calculada pelo Banco Central e usada como referência para os ajustes de contratos futuros e outros derivativos de câmbio, fechou a 1,7270 real para venda, em queda de 1,35 por cento ante terça-feira.

(Edição de José de Castro)