Caixa reabre programa de demissão para cortar 5.500 vagas

Os funcionários que aderirem à demissão voluntária receberão um pagamento de caráter indenizatório equivalente a dez remunerações

A Caixa Econômica Federal abriu nesta segunda-feira um novo programa de demissão voluntária. A expectativa é cortar 5.500 vagas até 14 de agosto – prazo final para adesão dos funcionários. Segundo a empresa, o objetivo do PDV é ajustar a estrutura do banco ao cenário competitivo e econômico atual.

O desligamento dos funcionários deve ocorrer entre 24 de julho a 25 de agosto, de acordo com cronograma divulgado pela Caixa. Podem participar do programa, sem exigência de tempo mínimo de trabalho, os aposentados pelo INSS até a data da demissão e os que estão aptos a se aposentar até 31 de dezembro de 2017.

Outros funcionários que queiram aderir devem ter no mínimo 15 anos de serviço na empresa ou fazer parte do grupo dos que recebem adicional por incorporação de função.

Os funcionários que aderirem à demissão voluntária receberão um pagamento de caráter indenizatório equivalente a dez remunerações, em uma só parcela, com limite de 500 mil reais. No último programa de demissão voluntária foram demitidos 4.429 funcionários.