BTG demite 18% de seus funcionários em programa de redução de custos

Ao todo, 305 pessoas foram demitidas; plano da instituição é reduzir despesas em 25%

O Banco BTG Pactual anunciou nesta quinta-feira a demissão de 305 funcionários, número que corresponde a 18,5% do total de 1.653 que a instituição tem no Brasil. A medida integra um programa de redução de sua estrutura de custos. O plano é reduzir o total de custos em 25%.

Segundo o comunicado distribuído pela instituição, nenhuma linha de negócios do banco foi ou será desativada. O BTG tenta se reorganizar após o abalo sofrido com a prisão de André Esteves, em novembro de 2015. Na ocasião, Esteves era o controlador e principal executivo do banco.

Depois que Esteves renunciou ao comando do banco, dias após sua prisão, o BTG passou a ser comandado por Persio Arida, sócio-fundador da instituição. O banco encerrou 2015 com lucro líquido de 4,61 bilhões de reais, montante 35,3% maior que o do ano anterior.

Leia mais:

No ano da prisão de André Esteves, lucro do BTG sobe 35%

(Da redação)