Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barbosa:no momento, governo não estuda reduzir IOF e compulsório

RIO DE JANEIRO, 10 Mai (Reuters) – O secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, afirmou nesta quinta-feira que o governo não estuda, neste momento, fazer reduções nas alíquotas do Imposto sobre Operações Financeiras ou nos compulsórios bancários para estimular a economia.

“Redução de compulsório e de IOF já entra na âmbito da política macroeconômica, depende de espaço fiscal e da programação monetária do Banco Central. São iniciativas que neste momento não estão sendo consideradas”, afirmou Barbosa a jornalistas após participar de seminário no Rio.

O secretário informou ainda que a recente alta do dólar frente ao real não fere o cumprimento da meta de inflação do governo, de 4,5 por cento pelo IPCA.

“(A alta do dólar) tem alguns impactos em alguns setores, alguns impactos nos preços, mas não é nada que comprometa a manutenção da inflação na meta e a estabilidade da economia”, disse ele.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)