Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lua e Terra podem ser mais antigas do que se pensava

Cientistas concluíram que a colisão que originou a Lua ocorreu cerca de 60 milhões de anos antes do que se calculava, o que aumenta também a idade do nosso planeta

A Terra e a Lua são 60 milhões de anos mais velhas do que se pensava. É o que mostra uma pesquisa apresentada nesta terça-feira na Conferência da Sociedade de Geoquímica, que acontece esta semana na Califórnia. Os autores concluíram que a colisão entre a Terra e um corpo planetário, que originou a Lua, ocorreu cerca de 60 milhões de anos antes do que se calculava, o que aumenta também a idade do nosso planeta.

Como a Terra ainda não tinha uma superfície sólida na época de sua formação, não é possível determinar quando ela se formou por meio de análise de rochas. Os pesquisadores então utilizam outros métodos, como medir a composição de diferentes gases que estavam presentes na atmosfera no passado e sobrevivem em rochas atuais.

Leia também:

“Teste de paternidade” aponta que a Terra sozinha deu origem à Lua

Lua pode ter se originado a partir de material do manto terrestre

Eles chegaram à conclusão de que o impacto que originou a Lua é 60 milhões de anos mais antigo do que se pensava. Isso também afetou a idade da própria Terra – o impacto deve ter acontecido antes da formação da atmosfera, pois ela não teria sobrevivido à colisão.

A estimativa anterior era de que a Terra teria se formado 100 milhões de anos depois do Sistema Solar. Com 60 milhões de anos a mais, supõe-se agora que ela se originou 40 milhões de anos depois do Sistema Solar.