Senador denuncia retaliação por voto e pede a renúncia de Temer

Hélio José (PMDB-DF) tem dois apadrinhados demitidos após votar contra reforma trabalhista e diz que governo é ‘corrupto’ e precisa de ‘vergonha na cara’

Um dos três votos da base aliada que ajudaram a derrotar a reforma trabalhista em comissão do Senado na terça-feira, o senador Hélio José (PMDB-DF) afirmou nesta quarta-feira ter sido alvo de retaliação do governo com a demissão de dois indicados seus em órgãos do Executivo.

Em um discurso de oposição, acusou o presidente Michel Temer (PMDB) de chantagem e cobrou sua renúncia. “Nós não podemos permitir que o governo transforme votações em balcão de negócios. Esse governo está podre. Esse governo corrupto tinha que ter vergonha na cara e renunciar”, afirmou.

O peemedebista surpreendeu o governo ao votar contra o relatório do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) sobre a reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). Um texto alternativo, contra a reforma, do senador Paulo Paim (PT-RS) foi aprovado por 10 votos a 9.

“A reforma trabalhista é equivocada. Vem precarizar ainda mais as relações de trabalho. É inadmissível que um governo mergulhado nesse emaranhado de corrupção tome esse tipo de atitude de retaliação de quem quer fazer as coisas de forma adequada. É uma falta de consideração”, afirmou Hélio José.”Não dá para ser coagido, chantageado, por causa de posto no governo.”

Os indicados de Hélio José exonerados hoje foram Vicente Ferreira, que deixou a Diretoria Planejamento e Avaliação da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), e Nilo Gonsalves, exonerado do cargo de superintendente do Patrimônio da União no Distrito Federal (SPU-DF).

“Acho que o governo está para o que der e vier. Eles enlouqueceram. Pegar um senador da República e retaliar com duas indicaçõezinhas não é justo. Não é um governo correto.”

(Reprodução/Reprodução)

Exonerações de aliados de Hélio José (PMDB-DF) publicadas no Diário Oficial da União (Reprodução/Reprodução)

Posição conhecida

Segundo Hélio José, sua posição contrária à reforma já havia sido externada a parlamentares do seu partido. Ele admite a influência do líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), em seu voto. O ex-presidente do Senado tem adotado posições críticas às reformas propostas pelo governo.

“Nós não podemos permitir que o governo transforme votações em balcão de negócios. Esse governo está podre. Esse governo corrupto tinha que ter vergonha na cara e renunciar”

Senador Hélio José (PMDB-DF)

Questionado se houve alguma ameaça de que poderia perder cargos antes da votação na comissão, o senador afirmou que o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), o havia alertado para não votar contra a proposta. Ele disse, no entanto, que não havia conversado com o correligionário após a votação de terça-feira.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Esse safado nunca me enganou. Sempre foi do lado do governo Dilma e contra tudo. Votou contra o impeachment. Deveria fazer então um favor: sair do PMDB e se filiar no PT.

    Curtir

  2. Manoel da Silva Filho

    Sujos falando de mal lavados.

    Curtir

  3. Esse senhor age como parlamentar da oposição e quer ser tratado como rei pelo governo? Ou ele se faz de sonso entendendo que os seus apadrinhados foram guindados a cargos comissionados no governo porque ele compactua com que pensa a oposição? Não seria mais digno da parte dele, se não concorda com os pressupostos reformistas do governo, ir para um partido oposicionista? Está na cara que se trata dum pau mandado do senador Renan Calheiros, portanto, um sujeito de personalidade fraca, duvidosa. Estar no governo tem seu preço. Só esse senador Hélio José não sabe, pelo jeito.

    Curtir

  4. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    A reforma trabalhista é necessária e urgente. Só ao PT e as esquerdas não interessa, pois querem continuar manipulando os trabalhadores e assim tendo votos e mamatas de sindicatos. O Brasil está atrasado em tudo e o senhor traiu a oportunidade de uma reforma. Deveria então fazer um grande favor: SAIA do PMDB e filie-se no PT. Não entendo como pode ser contra seu partido. O senhor é um esquerda camuflado de pemedebista.

    Curtir

  5. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    A reforma trabalhista é necessária e urgente. Só ao PT e as esquerdas não interessa, pois querem continuar manipulando os trabalhadores e assim tendo votos e mamatas de sindicatos. O Brasil está atrasado em tudo e o senhor traiu a oportunidade de uma reforma. Deveria então fazer um grande favor: SAIA do PMDB e filie-se no PT. Não entendo como pode ser contra seu partido. O senhor é um esquerda camuflado de pemedebista.

    Curtir

  6. Hermes Alves de Matos

    Sujeito descarado! Mais sem-vergonha do que os outros e não se enxerga… Égua!!!

    Curtir

  7. Esse senador é sindicalista de categorias de funcionários públicos. Já o assisti defendendo a inclusão de servidores de sua categoria em maiores benefícios, e então não dizia que o governo era corrupto. Ele está contra as reformas porque elas atingem com muita justiça os privilégios dos servidores e o imposto sindical. Fez muito bem o governo. Quer ser oposição ou independente, não indique ninguém para fazer parte do governo que combate.

    Curtir

  8. paulo roberto carmesini

    Esse capacho do PT e do Renan quer ainda manter os apadrinhados em cargos no governo, saia do partido. Quando o barco está afundando, os ratos são os primeiros a pularem do navio. Saí traidor

    Curtir