Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasília terá portões eletrônicos de controle migratório

Por AE

São Paulo – Será lançada hoje a primeira fase do projeto piloto para uso de portões eletrônicos de controle migratório no Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília. Conhecido como Reconhecimento Automático de Passageiros Identificados Documentalmente (Rapid), o sistema visa a tornar mais ágil e segura a circulação de viajantes. A intenção é estudar a adoção de novas tecnologias no controle migratório brasileiro para utilização em aeroportos das cidades sede da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016.

O projeto resulta de um acordo da Polícia Federal (PF) com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) de Portugal. Foram cedidos pelo governo português dois portais, que estão instalados no aeroporto de Brasília. Um deles está na área de embarque e outro no desembarque internacional.

Na primeira fase, brasileiros e portugueses com passaportes eletrônicos diplomáticos ou oficiais (com chip) poderão realizar o controle de imigração nos portões eletrônicos disponíveis nos aeroportos de Brasília e Lisboa. Há previsão de que até o fim do ano os brasileiros que tenham o novo passaporte brasileiro comum eletrônico (com chip) também possam passar pelos chamados e-gates.

Os portões eletrônicos já existem em países como Portugal, Inglaterra e Austrália. O equipamento verifica a autenticidade do documento de viagem e captura dados qualificativos do passageiro para realização de pesquisa em bancos de dados e registro do movimento (saída ou entrada do país). Além disso, confere se o documento apresentado pertence ao viajante.