Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

 Temer desiste de elevar IR, mas quer um rim de cada recém-nascido

Técnicos chegaram a defender a retirada dos dois rins

Depois de recuar da proposta de aumentar a alíquota do imposto de renda, o governo Temer conseguiu chegar a uma nova fórmula. Agora viver no Brasil não custará mais os olhos da cara. Mas custará um rim.

Técnicos chegaram a defender a retirada dos dois rins. Médicos, porém, argumentaram que dessa forma a sobrevivência seria impossível. Economistas lembraram que isso é um detalhe e que o importante é manter as contas em dia. Ainda assim, a proposta não passou, mas ficou acertado que o rim seria de recém-nascidos, zero-­quilômetro.

A reunião para conter o déficit aconteceu no gabinete do presidente. Durante o almoço, foram servidos camarões do tamanho de bananas-da-terra. Alguém chegou a propor a redução das despesas, mas ninguém entendeu nada, já que essa língua não é falada em Brasília.

Publicado em VEJA de 16 de agosto de 2017, edição nº 2543

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s