Blogs e Colunistas

UFBA

20/09/2011

às 19:21

Flagrantes do estado de conservação da Universidade Federal da Bahia, que concede hoje ao Apedeuta o título de doutor “honoris causa”. Faz sentido! Ou: A obra de Fernando Gugu Dadá Haddad

Lula recebeu hoje o título de doutor hororis causa da Universidade Federal da Bahia. Batizei a láurea de “doutor Honoris Apaídeutos Causa” e lembrei que a UFBA enfrenta os mesmos problemas de infraestrutura das suas congêneres federais, embora exista um silêncio quase sepulcral a respeito na imprensa, que compra a balela de que os petistas expandiram enormemente o ensino federal. Os números provam que não.

Tirei um sarrinho porque, embora Fernando Haddad fique inaugurando os campi de papel e saliva por aí, muitas unidades estão caindo pelas tabelas. Mais: parte dos funcionários da UFBA, a exemplo do que ocorre em mais da metades das instituições federais (universitárias e técnicas), está em greve há quase quatro meses.

Houve um fulano que ficou bravinho. Recorreu a um site financiado pelo oficialismo para me atacar. Pesquisei um pouco e descobri que é ligado ao “partido” e conseguiu, ora vejam!, verba especial para criar um “laboratório” ligado a estudos de “mídia”, que tem até prédio próprio. Estou apurando detalhes. Mas já deu pra sentir a “independência” dos que ficaram irritados com o meu post, não é mesmo?

Abaixo, seguem algumas imagens de uma das faculdades da Universidade Federal da Bahia, a Escola de Belas Artes. É o método petista de gestão. Enquanto quem é da turma ganha verba para “projetos especiais”, quem não é vai lidando com o que tem. As imagens, que me foram enviadas por um professor — omitirei o nome para evitar retaliações —, falam por si mesmas. Foram feitas nesta terça.

Tirem as crianças de perto do blog. Agora, a Universidade Federal da Bahia de verdade. A Escola de Belas Artes fica ao lado da reitoria, onde o Apedeuta recebeu o título. Alunos me contam que havia batedores da Polícia Militar e que um helicóptero sobrevoou a universidade. Era, enfim, o chefe do estado petista. A situação de conservação nas demais unidades não é muito diferente.

Equipamentos de carpintaria e marcenaria sucateados vão sendo deixados pelos corredores

Equipamentos de carpintaria e marcenaria sucateados vão sendo deixados pelos corredores

Salas de aula tiverem seus vidros quebrados e sem vidro ficaram

Salas de aula tiverem seus vidros quebrados e sem vidro ficaram

Lixo e sucata se espalham no entorno da faculdade e... da reitoria

Lixo e sucata se espalham no entorno da faculdade e... da reitoria

Os caminhos pelos quais transita a educação na UFBA

Os caminhos pelos quais transita a educação na UFBA

Aqui, um exemplo de zeladoria e rigor: ambiente agradável...

Aqui, um exemplo de zeladoria e rigor: ambiente agradável...

Este prédio, ao lado da faculdade, está em construção há um ano...

Este prédio, ao lado da faculdade, está em construção há um ano...

Reparem na instalação elétrica: título honoris causa para o eletricista

Reparem na instalação elétrica: título honoris causa para o eletricista

Um orelhão; se olharem bem, há um adesivo ali com um número: ligue... 13133

Um orelhão; se olharem bem, há um adesivo ali com um número: ligue... 13133

Eis a biblioteca da Escola de Belas Artes, com livros empilhados nas carteiras. Já foi assaltada duas vezes só neste ano

Eis a biblioteca da Escola de Belas Artes, com livros empilhados nas carteiras. Já foi assaltada duas vezes só neste ano

Como se nota, tudo remete a uma manutenção rigorosa e segura

Como se nota, tudo remete a uma manutenção rigorosa e segura

Por que Lula não mereceria o título de doutor honoris causa? É justo! É justíssimo.  Fernando Haddad quer ser prefeito de São Paulo. Ele promete fazer isso com a cidade.


Por Reinaldo Azevedo

20/09/2011

às 17:22

O Apedeuta canta as próprias glórias na Universidade Federal da Bahia. E trata láurea com certo desdém

Estudantes da Universidade Federal da Bahia organizaram um protesto no dia em que o Apedeuta recebeu da instituição o título de doutor honoris causa. Para variar, Lula deu um jeito de elogiar um pouco mais do que já o estavam elogiando e ainda tratou com desdém a láurea com que lhe puxaram o saco. Recebi algumas fotos das instalações da UFBA. Estou enfrentando alguns problemas técnicos para publicá-las. Mas chego lá. Leiam o que informa Tiago Décimo no Estadão Online. Volto depois.

Estudantes da UFBA protestam em homenagem a Lula

Foi sob protestos de um grupo de cerca de 100 estudantes ligados ao Diretório Central da Universidade Federal da Bahia (UFBA) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu, no início da tarde de hoje, o título de doutor honoris causa da instituição. O grupo chegou ao prédio da reitoria da instituição para cobrar aumento para 10% do Produto Interno Bruto (PIB) o montante a ser obrigatoriamente investido em educação no País.

Como não havia espaço no salão onde ocorria o evento, os estudantes tiveram de ficar do lado de fora. Depois, conseguiram entrar no salão, onde acompanharam o fim das homenagens a Lula e voltaram a gritar palavras de ordem – enquanto pegavam autógrafos do ex-presidente nos próprios cartazes nos quais estavam escritas as reivindicações.

“Essa é uma reivindicação nova”, disse Lula. “Até outro dia, os estudantes falavam em 7% (do PIB) – o que foi colocado no plano de governo da presidente Dilma (Rousseff) até 2014. Eu até brinquei, dia desses, que se fizessem essa reivindicação antes, enquanto eu era presidente, talvez a gente tivesse atendido.”

Para Lula, é natural que o montante do PIB destinado à educação cresça gradualmente. O ex-presidente, porém, disse que seu governo conquistou “muitos avanços” na área. “Nós fizemos 14 universidades federais novas, 126 extensões universitárias, 214 escolas técnicas, um Reuni e ainda o Prouni”, enumerou. “Ainda é preciso fazer muito para a educação chegar aonde a gente quer. Nós não queremos continuar sendo apenas exportadores de produtos in natura ou de commodities. Nós queremos ser exportadores de conhecimento, de inteligência.”

Sobre a condecoração oferecida pela UFBA, Lula disse já ter aceitado 67 títulos como esse. “E vou continuar aceitando os que me forem oferecidos”, afirmou. “Certamente existe uma parcela da elite retrógrada deste País que não se conforma. Se eles souberem que vou receber, no dia 27, o título de doutor honoris causa da Sciences Po Paris (Instituto de Ciências Políticas de Paris) é que eles vão ficar doentes. Eu serei o primeiro latino-americano a receber esse título.”

Livro
Durante seu discurso, Lula também disse ter a intenção de fazer um livro sobre seu governo. “Todo ex-presidente que acaba de deixar o mandato em seis meses está com um livro pronto”, brincou. “Eu resolvi que não era correto eu mesmo fazer um livro, porque o livro de um ex-presidente nunca vai ser verdadeiro. Não sei se vocês leram o livro do (ex-presidente americano Bill) Clinton. A Monica Lewinsky (estagiária com quem Clinton teve um caso) não está lá. Um livro meu também não ia contar tudo – e eu não ia fazer um livro para contar apenas o que vocês já leram no jornal.”

Voltei
“Elite retrógrada” é todo mundo que não concorda com ele. José Sarney, Renan Calheiros e Romero Jucá são, evidentemente, “elite progressista”. Não vai ele mesmo escrever o livro? Não brinque! Nem poderia, não é? Com quais instrumentos? Esse doutor de múltiplos títulos só é mesmo especialista na arte de falar bem de si mesmo — e em linguagem de palanque.

A referência a ex-presidentes que escrevem livros, obviamente, nada tem a ver com Clinton. Está tentando dar uma cutucada na sua obsessão: FHC — que não assinou nenhuma auto-indulgência, não. Organizou, sim, memórias e não driblou nenhum assunto espinhoso. O tucano escreveu também “Cartas a Um Jovem Político – Para Construir um País Melhor”, tratando de temas que remetem à política como ciência e à sociologia. Nem que quisesse, Lula conseguiria.

Quanto a contar tudo… Vai dizer a verdade sobre o mensalão? Vai revelar como um dos filhos, monitor de jardim zoológico quando ele chegou à Presidência, enricou como empresário, depois de receber a “colaboração” da então Telemar? E os bastidores dos aloprados, a maioria composta de amigos seus, gente de sua confiança?  Saberemos, finalmente, detalhes da operação sórdida? Tenham paciência!

De resto, notem que ele trata com certo desdém a láurea de hoje. O que, segundo ele, deixará os adversários furiosos é o título da universidade francesa. Que sirva de lição aos áulicos. Lula nunca acha que lhe puxam o saco o bastante, com uma sujeição compatível com a sua grandeza. Já fiz uma certa especulação psicanalítica sobre esse comportamento.  Lula é tão autocentrado que deve sentir inveja daquilo que ele imagina que seja o… Lula! Ele é o seu grande ídolo. Ele é a sua grande referência! A sua oceânica ignorância não lhe permite enxergar nada além do próprio nariz.

Por Reinaldo Azevedo

20/09/2011

às 4:49

Alô, professores e alunos da Universidade Federal da Bahia: podem mandar fotos mostrando como está a instituição. E o título para o Apedeuta

Escrevi ontem um post sobre o título de doutor Honoris Apaídeutos Causa que Lula recebe hoje da Universidade Federal da Bahia, onde parte dos funcionários está em greve, a exemplo do que ocorre em mais de metade dos campi federais universitários e de ensino técnico. Chamei a atenção para as precariedades da universidade. Para não variar, alguns puxa-sacos, gente da base do partido, ficou brava. Alguns vigaristas tentam fazer de conta que ataquei, calculem vocês, a Bahia! Outro cretino me acusa de “denegrir” a imagem da universidade — usando, de resto, uma palavra com conteúdo racista naquele que deve ser o estado mais negro do Brasil. É a esquerda reacionária se manifestando; é a esquerda fascista; são os herdeiros do stalinismo que, uma vez no poder, não toleram a crítica. Um desses sites dinheiristas, alimentado com grana pública, afirma que uma foto que postei é velha e não reflete a realidade da universidade e coisa e tal…

Recebo de um professor da Universidade Federal da Bahia um comentário, a saber:
Como professor da UFBA, posso, melhor do que ninguém, atestar o seu abandono. É uma vergonha o estado em que se encontra a universidade. No meu campus, faltam colegas professores e material para ensino e pesquisa, a biblioteca está defasada, e há baixos salários. Tio Rei, mais uma vez, está de parabéns (…) Se você quiser, posso lhe mandar as fotos tiradas amanhã da minha unidade para que você possa constatar o abandono e ver que em nada difere da foto por você publicada.

Voltei
O professor citou um site vagabundo aí que me atacou. Omito o nome porque não dou trela a penas de aluguel. Pode me mandar a foto, sim. Aliás, se outros professores e estudantes das federais do Brasil inteiro quiserem fazer o mesmo, estarão prestando um serviço à educação. Como já demonstrei aqui, em nenhuma área da gestão federal se mente tanto — e de maneira tão organizada. Os quase quatro meses de greve simplesmente não foram notícia.

Ajudem, então, os leitores a contar a verdade sobre as universidades federais.

Por Reinaldo Azevedo

19/09/2011

às 15:02

Com infiltração, obras inacabadas e greve de funcionários há quase quatro meses, Universidade Federal da Bahia concede a Lula o título de doutor Honoris Apaídeutos Causa

Luiz Inácio Lula da Silva recebe amanhã o título de doutor Honoris Apaídeutos Causa da Universidade Federal da Bahia. É um título concedido a todo aquele que colabora de modo definitivo para que o mundo tenha uma visão mais bronca da ciência, das artes, da educação, da cultura e do humanismo…

É o 6º na carreira de Lula. Vêm mais uns 300 por aí. Quando ele superar FHC, então chegará em sua casa e, em vez de ficar feliz da vida, vai se olhar no espelho e pensar: “Mas ele disputou duas eleições comigo e ganhou no primeiro turno”. E cairá em depressão… Parafraseando Camões, não há títulos Doutor Honoris Apaídeutos Causa o bastante que contentem o ego do gigante…

Aí o petralha que vive hoje em clima de “Deu na Newsweek” berra: “A universidade francesa Sciences Po também vai conceder o mesmo título a Lula, seu invejoso”. É verdade! Será no dia 27, um dia depois do possível encerramento da greve de funcionários — em muitos caos, de professores também — de mais da metade de institutos federais de educação (universidades e ensino técnico). A paralisação terá durado quatro meses.

O bom da Sciences Po é que está livre da ação iluminista de Lula. Pelo menos não enfrenta as dificuldades que também atingem a Universidade Federal da Bahia, como se vê em foto abaixo, com seus prédios corroídos por infiltração e suas obras inacabadas.

O Doutor Honoris Apaídeutos Causa é o maior criador de universidades de papel e saliva do mundo. Deveria ganhar títulos honoríficos de cursos superiores de propaganda e maketing do mundo inteiro — dos maus cursos, claro! Que o bom marketing e a boa propaganda não enganam ninguém; dão é um jeito de fazer com que as reais qualidades de um produto ou de uma personalidade sejam conhecidos pela maioria.

ufba

Por Reinaldo Azevedo

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados