Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

MPF dá ultimato a JBS: só aceita leniência com multa de R$ 11 bi

Procuradoria informa que a companhia tem até às 23h59 de hoje para concordar com o valor, senão o acordo será desfeito

|Na VEJA.com:

O Ministério Público Federal informou nesta sexta-feira que só aceitará fechar um acordo de leniência com o grupo J&F, dono do frigorífico JBS, se ele concordar em pagar 11,1 bilhões de reais em multa pelos esquemas de corrupção nos quais se envolveu nos últimos anos. Os pagamentos seriam parcelados em até dez anos. Em tom de ultimato, a procuradoria divulgou uma nota, dizendo que a companhia tem até às 23h59 de hoje para se pronunciar, senão o acordo será desfeito.

Segundo o Ministério Público Federal, o grupo J&F quer fechar a leniência em 1 bilhão de reais. Procuradores se reuniram nesta sexta-feira com dirigentes da área jurídica da empresa em São Paulo, mas não chegaram a um consenso. A assessoria da JBS informou que não irá comentar o assunto.

O acordo de leniência é uma uma espécie de delação premiada firmada com pessoas jurídicas. O acerto prevê o abrandamento de punições no âmbito civil em troca da confissão de irregularidades e da promessa de indenizar o erário. Na prática, serve para manter a empresa idônea — ou seja, habilitada para contratar com o poder público.

Se for aprovado nestes termos, o acordo superará o que a procuradoria fechou com a Odebrecht, que se comprometeu a pagar 6,7 bilhões de reais de multa em 20 anos — o maior do mundo até agora em valores monetários.

O acordo de leniência com a JBS começou a ser negociado com a procuradoria no fim de fevereiro de modo simultâneo à delação premiada, cujo teor foi divulgado nesta semana com relatos, gravações e vídeos que implicam figurões da política nacional, como o presidente Michel Temer, o senador Aécio Neves, os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, entre outros.

O MPF baseia o valor de 11,1 bilhões no porcentual de 5,8% do faturamento do grupo J&F em 2016 — a proposta da empresa, por outro, equivale a 0,51% do seu faturamento no mesmo ano. A Lei Anticorrupção estipula como parâmetro um porcentual que varia de 0,1% a 20%.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Roberto Negromonte Santos Negromonte

    Este valor deveria ser arredondado para 30 bilhões, pois os magarefes que enricaram com o nosso dinheiro via BNDES, estão tentando arrebentar de vez com o Brasil dos brasileiros.Fora isso, são dois crápulas vigaristas, que precisam ser presos exemplarmente.

    Curtir

  2. Cadeia para eles!

    Curtir

  3. QUANDO VÃO PRENDER O MANTEGA ????Esse VAI CANTAR TUDINHOOOOO

    Curtir

  4. Pergunte ao açougueiro ,é Friboi ????Se a resposta for sim <Então não quero ,É PODRE !!!!

    Curtir

  5. Não estou defendendo ou acusando ninguém. Cada um que arque com as consequências de seus atos. Mas que esse acordo (relâmpago) da JBS está muito mal explicado , está.

    Curtir

  6. Dalvo José Rossi

    #NãoCompreFRIBOI
    Vamos fazer a nossa parte.

    Curtir

  7. A JBS já disse que não paga.
    A PGR, Janot e Fachim deixaram a bandidagem desaparecer (é o termo correto).
    E agora José? Ficamos nos, brasileiros, com cara de idiotas vendo nossa justiça com os trinta dinheiros na sacola.

    Curtir