Blogs e Colunistas

29/03/2012

às 15:54

VEJAM ESTE FILME, SENHORES DEPUTADOS! Às vésperas da votação do Código Florestal, por que não ouvir quem vive da terra?

Boa parte ecologismo radical deve achar que comida nasce nas gôndolas do Pão de Açúcar e do Carrefour. Não nasce, não! Tem de ser plantada. Já conversei com amigos da natureza que não saberiam distinguir um pé de alface de capim. Abaixo, segue um depoimento de Almerita Francisca da Silva. É uma agricultora de Igarapé Preto, no Amazonas. Seu depoimento foi colhido em Boca do Acre (AM). Por favor, vejam até o fim.

Eis aí. Volto a uma questão muitas vezes tratada aqui. Aquilo a que chamam “agronegócio” — as grandes empresas, especialmente papeleiras e o setor sucroalcooleiro — já têm a sua situação regularizada segundo o Código Florestal em vigência ou o que está para ser votado. Quem está em situação considerada ilegal e precisa ter sua vida regularizada é o pequeno, é o agricultor pobre.

Essa gente não mobiliza os “amigos da natureza” e os caridosos ecologistas. O jornalismo também lhes vira as costas porque prefere pensar que estamos numa luta do bem (os preservacionistas) contra o mal (os desmatadores). Ignora-se o Brasil real. Dona Almerita é do Acre, conterrânea de Marina Silva. Mas essa porta-voz da “nova política” não lhe dá bola.

Acho que o que vai acima explica, em boa parte, o fato de a então candidatado PV à Presidência (ela já deixou o partido) ter ficado em terceiro lugar no seu próprio estado na eleição presidencial de 2010. Obteve 23,58% dos votos, contra 52,18% de José Serra e 23,74% de Dilma Rousseff.

Dona Almerita quer plantar. Mas o onguismo verde e a Fundação Ford a querem pendurada no Bolsa Família!

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

112 Comentários

  1. pericles

    -

    08/04/2012 às 16:01

    Isso é o que eu chamo de REFORMA AGRÁRIA

  2. Messias Alves

    -

    01/04/2012 às 9:55

    O Ibama faz a mesma coisa na Baia de Angra dos Reis aplicando altíssimas multas aos pescadores artesanais/amadores. A Estação Ecológica de Tamoios foi mais um absurdo no Governo Collor. Sem ouvir a população privou-se milhares de caiçaras da pesca. Todos estão indo para o bolsa-família. Já os proprietários de iates ou luxuosa casas em ilhas da Estação não são incomodados. Reinaldo, caso sobre tempo, neste mar de ilegalidades em que o Brasil vive, estou a sua diposição para uma justa matéria. Ajude os pobres de Angra e Parati.

  3. Euzebio da Silva Tresse

    -

    31/03/2012 às 13:05

    É muito triste saber que a mídia não aborda todos os interesses em jogo. Precisava ficar claro para saber “Quem financia quem”.

  4. mauro hideki issomoto

    -

    31/03/2012 às 7:15

    eu! do japão.
    isso não vai aparecer nos noticiários, capas de primeira páginas dos jornais, em noticiários da net, nem em blogs.
    Isso é o BRAZIL real…………
    Que pena………
    mas que bom que existe você …REINALDO AZEVEDO para nos mostrar isso.
    obrigado.

  5. maudie chiarini

    -

    30/03/2012 às 21:13

    Vendo essa barbaridade que os “salvadores da pátria” estão fazendo com a pobre gente brasileira, não consegui conter as lágrimas e rezei para que Deus “afaste de nós esse cálice” e proteja os desvalidos, que são a cada dia mais dominados por essa gente horrível e inescrupulosa.

  6. Idevam

    -

    30/03/2012 às 18:31

    Governo Imoral e Revoltante a Situação em que está o Brasil será que ninguém persebel que não estámos mas em um país democrático

  7. Segetto

    -

    30/03/2012 às 15:38

    Vai ver estão querendo mais terras para colocaram índios, pois índio não planta, não produz, só fica vivendo de esmola governamental, não vai desmatar, né? A não ser que tenha madeira para venderem.

  8. ConnorMcleod

    -

    30/03/2012 às 14:53

    Precisamos urgentemente no Brasil de um combate a “pragas”. Em especial a praga chamada “Onguismo Verde-Vermelho”. Trata-se de organismo que se desenvolve com grande velocidade e que se nao for freado, vai levar mais fome aos rincoes do pais, pois vai provocar o encarecimento da comida alem de diminuir o superavit primario, com queda das exportacoes de comodities agricolas. O “Onguismo VV” esta muito bem estruturado, pois tem suporte financeiro estrangeiro ilimitado, suporte operacional verde dos “ecoprofissionais” e suporte politico vermelho dos “esquerdopatas” de plantao. Portanto uma praga que deve ser combatida com varios tipos de veneno. Tarefa ardua!!!!

  9. VALENTI

    -

    30/03/2012 às 14:48

    o ibama achou elea é isso?
    E A ASSISTENCIA TÉCNICA RURAL:
    E AS EQUIPES DE VACINAÇÃO?
    E O MAQUINÁRIO DA PREFEITURA E DO ESTADO SÓ VAI ONDE JÁ TÁ TUDO CERTO?
    AINDA BEM QUE O BOLSA FAMILIA A ACHOU ,AMS, ACHO QUE ELA TEVE QUE IR PRA CIDADE E UM POLÍTICO DE OLHO EM SEU VOTO RESOLVEU ESSE PROBELMA,MAS, A
    SOLUÇÃO ESTÁ EM CIMA DO MEU TEXTO, EDUCAÇÃO RURAL , ASSISTENCIA TECNICA RURAL, ESTRADAS E SAÚDE RURAL, QUANDO?
    ESTADO QUE ABANDONA E SÓ PUNE O POBRE ESSA É A REALIDADE DOS RINCOES DO BRASIL.
    É COM ESSA GENTE QUE PODEMOS CONTAR COM A TAL DEFESA DO NOSSO TERRITÓRIO , ELES DEVERIAM TER TOADA A EGALIA SÓ POR ESTAR NAS FRANJAS DO BRASIL!

  10. Paula

    -

    30/03/2012 às 13:57

    Este é o nosso Brasil! Um país q empurra a tentos quantos queiram viver honestamente, de seu trabalho, para a ilegalidade.
    Vc é pai e corrige seus filhos para q eles não se voltem ao q não presta? Vc é um criminoso.
    Vc é estudante e, na falta de bibliotecas decentes, copia um livro para poder estudar? Vc é um criminoso.
    Vc não teve oportunidade de estudo e tenta viver da terra, ao invés de pendurar-se no bolsa MST? Vc é um criminoso!
    Não adianta nem se indignar! Indignar-se e não fazer nada dá gastrite!

  11. Fernando

    -

    30/03/2012 às 13:23

    Prevejo a médio prazo um processo semelhante ao da deskulakização que aconteceu na Rússia.

  12. Cezar

    -

    30/03/2012 às 11:47

    Reynaldo. O fato e a cena que o retrata são deprimentes. Lembro-me do Dr. Roberto Campos, que disse: “Para uns, a ecologia é uma ciência,para outros, uma curtição e, para outros, uma devoção.”
    É muito bonito decidir-se destino dessa gente nos gabinetes refrigerados de Brasília, ou nos apartamentos de luxo da Vieria Souto. Creio que impera, hoje, a força da militância ecológica por curtição e por devoção, não entendendo que o sofrimento dessa gente.

  13. Tony

    -

    30/03/2012 às 11:44

    Que tristeza! O que quer a corja é que pessoas iguais a Dona Almerita, seja dependente das bolsas misérias para ficar presa ao cabresto. Demonstra que pessoas simples não querem ajuda de bolsa qualquer coisa, querem apenas o direito de trabalhar honestamente para colocar comida na mesa.
    Mas, a corja quer que os pobres viva sob as suas asas, dependendo da esmola concedida pela gangue para nas eleições fazer terrorismo dizendo que se não ganharem perderão a esmola.
    QUE VERGONHA!

  14. brasileiro preocupado

    -

    30/03/2012 às 9:16

    PARABENS REINALDO, UMA GRANDE OPORTUNIDADE DE ESCLARECER QUEM SÃO OS VERDADEIROS ATINGIDOS PELAS ONGS INTERNACIONAIS QUE MANIPULAM A AREA DE MEIO AMBIENTE NO BRASIL; COM A PALAVRA A CAMARA FEDERAL, ABS

  15. MAYA

    -

    30/03/2012 às 9:05

    Pobre e honesto sofre na cidade no mato e sei lá mais aonde.
    Pena que os que mais reclama e sofre,são enganados pela propaganda
    enganosa do governo. E tome voto no pt
    Pior se você falar mal do lula pra eles ,correra o risco de se linchado .
    Se não acredita tenta pra ver .

  16. Paulo Gomes

    -

    30/03/2012 às 8:13

    Sou do sudeste mais precisamente do sul de Minas divisa com São Paulo, o IBAMA que atua na região e o IEF só atuam através de denuncias e o Engenheiro Florestal do IEF praticamente atuam a pedido da promotoria e poder judiciário, não sobra tempo para atuar preventivamente principalmente orientando e prevenindo ações de pessoas frágeis e ignorantes que praticam procedimentos seculares de plantio numa agricultura secular, esses pobres coitados pressionados vem perdendo suas terras para os “grandes”empresários e agricultores de fim de semana que vem para o campo imbuídos de sentimento de culpa por contribuírem pesadamente na poluição dos meios urbanos,como no Amazonas, aqui também temos as nossas Franciscas da Silva injustiçadas pelos nazistas e poderes ditatoriais e insensíveis de autoridades constituídas.

  17. Juliana

    -

    30/03/2012 às 7:30

    Reinaldo, sabe o que algumas pessoas pensarão como resposta ao problema daquela senhora? Assistencialismo! Via a recém criada Bolsa Verde, em 2011 (http://blog.planalto.gov.br/lei-que-cria-o-bolsa-verde-e-sancionada-pela-presidenta-dilma-rousseff/). Triste.

  18. Gabriela

    -

    30/03/2012 às 6:15

    Acho que muitos confundem dois problemas diferentes. Se a lei é mal adaptada e injusta e deve ser revista para não que fatos lamentáveis como o dessa senhora não se reproduzam, não quer dizer que não precisemos de uma lei ambiental que proteja nosso patrimônio verde. Nem que o IBAMA deve ser extinto. Reinaldo Azevedo fala do agronegocio, pois este é o problema. Grandes propriedades, cada vez maiores e mais destrutoras, que pagam um salário de miséria aos trabalhadores e que estão acabando com o Pantanal para plantar soja transgênica. Nesses ninguém toca. O que falta no Brasil é educação e uma divisão justa de nossos recursos! Acho que os que falam de ecochatos também nunca saíram da cidade grande, nunca viram um documentário sobre o desmatamento e outros problemas ecológicos que se passam no mundo inteiro. Acho que compram seus produtos enlatados sem nem pensar da onde eles vêm e como são produzidos, muito menos quanto ganham os que os fazem. Sem os ecochatos para pôr a boca no trombone, os grandes não teriam freios – estes não estão preocupados com a qualidade dos alimentos, nem com um uso sustentável da terra, e sim com o lucro rápido e com as cotações de seus bens.

  19. Anónimo

    -

    30/03/2012 às 2:08

    Apesar do recorte ser de novembro de 2008,o IBAMA continua abusando em 2012.
    Deputado denuncia abusos do Ibama, PF e Força Nacional
    Constrangimentos, emprego da força desnecessariamente, pressão psicológica e abuso de autoridade. Assim classificou o deputado estadual Miguel Sena (PV) segundo vice-presidente da Assembléia Legislativa de Rondônia a operação do Ibama, Polícia Federal e Força Nacional que está sendo executada nos municípios de Guajará-Mirim e Nova Mamoré. Lamentou o parlamentar que enquanto falta policiamento para atuar na região de fronteira e combater o roubo de veículos, o narcotráfico e o tráfico de mulheres, monta-se uma gigantesca operação de guerra para massacrar humildes agricultores.

    Diante das inúmeras denúncias que recebeu por parte de agricultores, o deputado Miguel Sena vai passar este final de semana nos municípios de Guajará-Mirim e Nova Mamoré, dando apoio e prestando solidariedade as vítimas desta operação. Ele informou que na segunda-feira vai encaminhar denúncia ao Ministério da Justiça e a direção nacional do Ibama.

    No entendimento do deputado, trata-se de uma operação de massacre, pois está sendo operacionalizada com extremo rigor, pressão e impondo a humilhação de colonos amedrontados diante do aparato policial empregado para fiscalizar simples trabalhadores rurais em suas propriedades. Disse ainda o deputado que em Nova Mamoré, segundo denúncia, um colono foi retirado de sua propriedade e levado para fora da cidade para ser pressionado a reconhecer uma multa.

    Destacou Miguel Sena que a operação está levando ao desespero milhares de agricultores, pois num simples sítio que no máximo pode ser avaliado em R$ 100 mil, os agentes do Ibama estão aplicando multa que varia entre R$ 300 mil e R$ 2 milhões. “Nem o agricultor vendendo sua única propriedade terá condições de quitar estas multas astronômicas”, concluiu.

  20. Vera Lucia

    -

    30/03/2012 às 1:21

    Alguem tem que pagar pela falta de capacidde e competencia desse orgão que só persegue as pessoas honestas. Para nada mais serve esse orgão… Qunto esse orgão arrecada de multa dos exploradores e e exportadores de madeira …..
    Sem mais comentários….

  21. bandida

    -

    30/03/2012 às 1:07

    Sr. Reinaldo! Não sei como funciona o IBAMA em outros estados. Sei que no estado de SP, não basta apenas pagar a multa. Se não pagar, é criminoso e a multa fica ativa e se pagar, confessou o crime, não há saída. O processo se divide em três partes, ou seja, processo penal, processo administrativo e processo ambiental. O produtor vive um tormento tão grande e indescritível que alguns cometem suicídio. Haja dinheiro para advogados na questão da defesa e dificilmente ganham a causa.O produtor sente-se terrivelmente violentado no mais profundo do seu ser.Veja a expressão de Almerita, como exemplo. Semblante dócil, sorriso luminoso, franca, no entanto, sente-se tão injustiçada que chega a fazer promessas de morte caso seja presa e lhe tirem suas terras. Esta provocação interior, causada por pessoas sem escrúpulos, capaz de alterar sua índole de pessoa honesta e batalhadora,e pelo abuso de poder, muda todo o percurso de sua luta pela sobrevivência, sinceramente, rouba nossa paz. É lamentável que essas ideias assassinas, de tirar o bem que é de outro de modo tão vil, sejam alimentadas por tubarões

  22. leitor diário

    -

    29/03/2012 às 23:08

    Coitada, é de dar pena, “errou” inocentemente para sobreviver, pena que ao ligar o “ráidio” vai ouvir Brasilia, o discurso oficial e votar no PT, quem sabe outra vez.

    Há tempos que não somos mais dono de nosso próprio negócio, nossas terras, nosso carro, nosso teto, tudo foi engolfado pelos impostos.

    O Olavo está certíssimo, estamos cercados e só falta a capitulação, duvida?

  23. BPI

    -

    29/03/2012 às 22:52

    O Brasil tem mais de 5.500 municípios e duvido que tenha um único município que preserve as matas ciliares dentro da área urbana; um único município que preserve a Área de Preservação de Mananciais (APM); um único município que faça conservação de encostas.
    Os fiscais terão oportunidade de multar mais de 20 prefeitos por dia útil e arrecadar R$bilhões por ano por crimes HEDIONDOS ambientais e por um custo por multa muito menor.
    Para aplicar a multa de R$60.000,00 na pobre família trabalhadora deve ter gasto mais de R$100.000,00 em barcos, combustíveis, “burrocracias”, fiscais e demais burrocratas.
    Foram multar justo uma família trabalhadora que labuta 7 dias/s, sem MÍNIMA assistência governamental e sem mínima infraestrutura para sobreviver.
    Será que é porque trabalhando e produzindo não preenche condição de receber a bolsa família (bolsa geradora de vagabundos)?
    Que dê assistência por tempo definido e condições de produzir para que dentro de 4 ou 5 anos consigam sobreviver sem bolsa vagabundo.
    Ou será que isso é CONTRAPRODUCENTE para ANGARIAR VOTOS e implantar a “DEMOCRACIA CUBANA” ONDE A POLÍCIA SECRETA É “MEMBRO DA CRUZ VERMELHA* e que os nossos esquerdopatas tanto ADMIRAM a ponto de doar U$1,3bilhões para construção de porto em Cuba. Não é financiamento porque Cuba não tem mínima condição de quitar a dívida.
    Os nossos portos estão em petição de miséria a ponto de ter o custo de aportamento mais caro do mundo mas não há verba para financiamento das reformas.
    A única preocupação dos lulopetistas é a formação de condições para implantar a DEMOCRACIA COMUNISTA.
    A DÚVIDA é se seremos DITADURADOS pela DINASTIA LULADASILVA ou DIRCEUDASILVA após a implantação da ‘DEMOCRACIA VERMELHA” e final sangrenta da luta pelo PODER.

  24. MCE-RJ

    -

    29/03/2012 às 22:49

    Caro Reinaldo,
    Estou aqui aos prantos com o depoimento de Dona Almerita e vendo que meus problemas não são nada perto do que essa senhora está passando. A simplicidade, humildade e dignidade dela me comovem. Caso haja alguma coisa concreta que eu possa fazer para ajudá-la, por favor, me avise.

    Um grande abraço.

  25. wilson

    -

    29/03/2012 às 22:44

    Pessoal quer coisa mais larápia e pilantra que a malandragem de “orgânico” custa os olhos da cara e voce
    ainda ganha de brinde uma cólera, que emoção!!!!
    Ou então a birra contra os transgenicos parecem babalaôs
    dizendo mandigas e necedades sobre os alimentos.
    Enquanto isto os pobres agricultores são espezinhados
    por estes ecochatos.

  26. Heitor

    -

    29/03/2012 às 22:35

    Voces não imaginam como essas coisas são comuns nesse nosso querido Brasil. Lamentével!

  27. Democracia Vacina Anti-Petralha

    -

    29/03/2012 às 22:19

    ISSO É UM FATO MAIS DO SABIDO ,QUEM PLANTA PARA TODOS COMEREM ,SÃO OS PEQUENOS AGRICULTORES E PONTO FINAL , AS GRANDES PLANTAÇÕES DE SOJA ,MILHO,ARROZ,TRIGO E MUITAS OUTRAS ALÉM DE ALIMENTAR O POVO DAQUI ,ALIMENTAMOS A NOSSA ECONOMIA E ISSO QUE DEIXA OS EUROPEUS COM RAIVA E QUEREM IMPEDIR QUE POSSAMOS AVANÇAR E ELES FICAREM NOSSOS DEPENDENTES E ISSO TAMBÉM SERÁ OUTRO FATO A SE CONFIRMAR E ISSO INCOMODA MAIS AINDA E POR ISSO QUE DEVEMOS SER LIVRES E SOMOS O ÚNICO PAÍS A TER ESSA FONTE DE RIQUEZA COM QUALIDADE ,TEMOS A MELHOR CARNE ,O MELHOR AÇÚCAR E MUITO MAIS E ALÉM DE USARMOS POUCAS ÁREAS PARA A NOSSA AGRICULTURA E ELES DERRUBARAM TODAS AS SUAS FLORESTAS E AS NOSSAS SÃO A GRANDE MAIORIA E ELES QUEREM PRESERVAR PARA ELES E TOMAR DE NÓS ,ESSA HISTÓRIA É MUITO ANTIGA E A TRANSAMAZONICA FOI CONSTRUÍDA POR ISSO MESMO ,PORQUE OS EUROPEUS QUERIAM TOMAR DO BRASIL PARA ELES E OS MILITARES NÃO PERMITIRAM E ABRIRAM A ESTRADA DE CABO A RABO E TRANSFORMARAM O AMAZONAS E ZONA FRANCA PARA DESENVOLVER O OUTRO LADO DO PAÍS QUE ESTAVA ABANDONADO TOTALMENTE ,MANAUS E ACRE ,RORAIMA E RONDONIA ,ERA TERRA DO NADA E ESTAVAM DE OLHO EM NOSSAS TERRAS E ISSO FOI ASSUNTO DE PEDIDO NA ONU E OS MILITARES QUE GOVERNAVAM A ÉPOCA NÃO PERMITIRAM E AGORA O PETISMO QUER FERRAR OS NOSSOS PEQUENOS AGRICULTORES E DÃO OUVIDOS A MARINA DA SILVA ,UMA TRATANTE QUE TRABALHA EM NOME DAS ONGS ESTRANGEIRAS QUE PROLIFERAM AQUI NO NORTE E NORDESTE E CENTRO OESTE ,MOREI EM MANAUS E JÁ HAVIA MUITAS DELAS ROUBANDO INFORMAÇÕES SOBRE AS NOSSAS RIQUEZAS COM A DESCULPA DE ESTAR FAZENDO PESQUISA E EM MANAUS MUITA GENTE SABIA DISSO E MUITO MAIS ,NO INTERIOR DO AMAZONAS ESTÁ CHEIO DE INVASORES ESTRANGEIROS DE OLHO EM NOSSA FAUNA ,FLORA E MINÉRIOS QUE SE ENCONTRAM EM GRANDE ESCALA ,POR ISSO DEVEMOS EXIGIR QUE PROTEJA SIM ,MAS OS NOSSOS PEQUENOS AGRICULTORES E ENSINAR COMO PROTEGER AS NOSSAS RIQUEZAS ECOLOGICAS SEM JOGA-LOS NO LIXO EM DEFESA DOS EUROPEUS,BRASIL SÉRIO É UM BRASIL QUE NÃO ABRE MÃO DE SUAS RIQUEZAS PARA FAVORECER GENTE QUE MENTE ,POR SEUS INTERESSES COMERCIAIS.

  28. Quando todos sairem do campo para a cidade...

    -

    29/03/2012 às 22:09

    Os parlamentares, os políticos, militantes e fiscais do governo irão para o campo e produzirão como nunca antes nestepaíz foi produzido.
    Haddad, com o apoio do Mercadante, saberá formular um Plano de Educação voltado à proteção ambiental a partir da produção de alimentos adubados com os gases efuentes dos escapamentos dos veículos, mais irrigação com chuva ácida sobre a reciclagem dos esgôtos.

  29. Anónimo

    -

    29/03/2012 às 21:44

    É por isso (e outras) que tenho dito que temos que acabar com ONGs, IBAMA, INCRA, FUNAI… e mais meia dúzia de órgãos que só causam dano aos brasileiros, ao país, e à democracia.

  30. André

    -

    29/03/2012 às 21:40

    Essa gente nunca é levada em conta quando se faz política ambiental,os ecologistas do Leblon e do Itaim Bibi querem salvar a ararinha azul,o mico leão dourado,o tatu bola… Gente?Gente que? se dene,até porque se não fosse os seres humanos a natureza estaria preservada não é mesmo?

  31. Descontaminador

    -

    29/03/2012 às 21:14

    A quantidade de eco teórico querendo aparecer dentro dessa onda verde é absurda. Os bancos só aderiram a onda verde para fazer uma enorme economia no envio de extrato bancário e tem correntista idiota achando isso ótimo, achando que os bancos estão preservando.
    Estão enganados os que acham que é a indústria de papel que consome arvores para fabricar papel, pois o consumo de arvores é para a produção de celulose muito exportada.
    Maioria das industrias de papeis do Brasil são recicladoras.
    Acredito que são todas, mas se não for todas, a grande e esmagadora maioria das industrias de celuloses no país, plantam muito mais arvores do que cortam para transformação.
    Sou contra a sacola plástica, vivo da venda de caixas de papelão e sacos de papel, mas acho que os supermercados de São Paulo deram um tiro no pé ao abolir as sacolas, tem muita gente consumindo menos e deixando de comprar novidades em supermercados pelas dificuldades que vão ter em transportar. Ah deixaram também de fazer uma propaganda barata nas sacolas.
    A história comovente desta senhora do vídeo é a mesma de um pescador que teve prisão sem direito a fiança por estar com sua varinha pescando para comer.
    O povão é dominado pela mídia, os governos criam um monte de multas para evitar dar uma educação adequada e os políticos eleitos pelos dominados e sem educação fazem leis para satisfazer os financiadores das suas campanhas eleitorais.
    Uma vez e faz tempo vi o sapo barbudo gritando PLANTE E COMA SE NÃO O JOÃO TOMA reclamando do presidente João Figueiredo sobre os impostos que eram altíssimos. No governo petralha os impostos são muito mais elevadíssimos e pelo visto NEM PLANTAR VAI RESOLVER.
    Vou montar a ONG green business para tentar ficar rico.
    Esses esquerdopatas covardes ou atacam em bando como fizeram hoje em frente ao clube militar ou atacam aqueles que eles acham fracos. Se enganaram com a Almerita Francisca da Silva, essa mulher é FORTE!
    PS. A candidata do Acre só teve aquela quantidade de votos pq os internautas se reuniram para fazer ela subir com intuito de levar as eleições para segundo turno. Conseguimos!

  32. Nilson Gabriel

    -

    29/03/2012 às 20:51

    Porque o bando de bicho grilo fumador de maconha, que se diz a favor do meio ambiente, não vai à roça da Almerita carregar os sacos de arroz pra limpar na cidade? Marina Silva, cadê você? Será que consegue ajudar esta pobre coitada a carregar arroz nas costas? Porque não tira do fundo partidário os R$ 60 mil pra pagar a multa que ela levou? Greenpeace, se habilita a pagar?? Bando de cretinos!

  33. Julio

    -

    29/03/2012 às 20:44

    Chamou-me particularmente a atencao a seguinte frase:”roubar, eu nao vou!” Ai esta o desmentido cabal da teoria sociologica muquirana defendida pelos “inteliquituais” da esquerda: nem pobreza nem desepero levam ao crime; decidir ou nao por isso depende de uma coisa meio esquecida:principios morais, dos quais essa senhora nos da um exemplo maravilhoso.

  34. Anonimo

    -

    29/03/2012 às 20:41

    Já vi este vídeo no Coturno Noturno e fiquei revoltado. Hoje mais ainda.
    Peço a Deus que tenha misericórdia dessa criatura e de todos que vivem nas mesmas condições.
    Puxa vida, não tem alguém que possa ajudá-la a pagar essa multa obscena? A época que eu vi o vídeo no coronel pedi a Kátia Abreu que ajudasse Dona Almerita.
    Isso me dá nojo. Eeeeeeccccaaaaaaaaaaaaaaa!!!

  35. fontana

    -

    29/03/2012 às 20:38

    Esta é a imagem do Brasil real,do povo heróico e lutador, não aquela de um malandro vestido de preto.

  36. Hellyétt F.

    -

    29/03/2012 às 20:37

    Esses cretinos estão mamando nas tetas da nação e só sabem atormentar a vida dos pobres lavradores…É revoltante ouvir o depoimento dessa pobre mulher e não poder fazer nada.

  37. ivaldo

    -

    29/03/2012 às 20:24

    É COMOVENTE DEMAIS O DEPOIMENTO DESSA HUMILDE AGRICULTORA ! ESSE É O SALDO DE 10 ANOS DE Governos PETISTAS E DE 30 ANOS DE CULTURA ESQUERDISTA ! GENTE HONESTA , TRABALHADORA ,sendo submetida a humilhação, ao constrangimento de não ter o direito de trabalhar em sua propria terra e desse jeito sendo condenada a viver da ”bondade” do governo federal ! O BRASIL FOI REDUZIDO AO ULTIMO GRAU DA HUMILHAÇÃO ! BRASILEIROS COMO ESSA POBRE SENHORA SÃO TRATADOS COMO ESCÓRIA POR ESSE GOVERNO AMALDIÇOADO , CANALHA E FACISTA DO PT !

  38. jota

    -

    29/03/2012 às 20:19

    Que vergonha! Ver odesespero desta pobre mulher trabalhadora rural. Cadê os direitos humanos tão pregoados pelo governo ou aqui há sim “DIREITOS CUBANOS”.

  39. Rolando

    -

    29/03/2012 às 19:58

    Esse pessoal que vive com a cabeça nas nuvens achando que as mudanças no código florestal são ruins deveriam ver depoimentos como esse.

  40. Netto

    -

    29/03/2012 às 19:39

    Reinaldão, fosse você fazer uma viagem para ver in loco como vive esse povo, você voltaria estarrecido. Essa mulher, sim, é lutadora, corajosa, honesta, trabalhadora, mas, o sistema a ignora.

  41. Fidel Novais

    -

    29/03/2012 às 19:37

    É revoltante ver uma pessoa que não se acomoda com o Bolsa Família, ser multada em 60 mil reais, a própria terra ela disse que vale 30 mil reais.Marina Silva, você nunca me enganou,caso V.Senhoria tivesse princípios desfiliava do PT quando surgiu o mensalão.

  42. mauricio lima fraga

    -

    29/03/2012 às 19:33

    Reinaldo, sou engº egronomo e trabalho em consultoria agropecuária e ambiental na região serrana do Espírito Santo, que pode nãp parecer, mas é uma grande produtora de alimentos do país. Aqui a maioria das propriedades são familiares onde existe total ojeriza aos petralhas e seus programas demagógicos. Todos trabalham na terra e dela tiram o sustento de suas famílias, e meu município – Venda Nova do Imigrante – apresenta uma dos melhores IDHs do estado e até mesmo do país. Essas pessoas é que vivem marginalizadas por uma legislação que os mantém num estado permanente de stress em função das “chantagens” a que são submetidas pela classe política e órgãos de fiscalização. Como você bem lembra, as grandes empresas do agronegócio já estão com sua questão ambiental resolvida ou próxima disso. E nossos pequenos agricultores (e por que não os médios também) que não conseguem fazer lobby nem tem ongueiros para lhes defender, tal qual a Sra. Almerita? Será que o Brasil não sorri para aqueles que não estão sempre à frente dos holofotes?

  43. JB

    -

    29/03/2012 às 19:32

    Reinaldo, infelizmente isso acontece no país inteiro.
    Veja por exemplo esse caso em SC: um site de leilões anunciando o leilão de UMA CARROÇA. Isto mesmo. A justiça federal teve o desplante de penhorar uma carroça de um pobre coitado por “crime ambiental”, seja lá que diabo isso signifique. O aparato restatal epressor canalha em prol do ambientalismo, tira até de quem não tem nada.
    .

    CUMPRIMENTO DE SENTENÇA Nº 2009.72.06.000468-8/SC
    EXEQÜENTE : INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVAVEIS – IBAMA
    EXECUTADO : PEDRO MUNIZ DOS SANTOS
    ADVOGADO : JOAO CARLOS DA SILVA RAMOS

    EDITAL N.º 4174251
    EDITAL DE PRAÇA/LEILÃO E INTIMAÇÃO N. 02/2012
    DESCRIÇÃO DO(S) BEM(NS): 01 carroça de tração animal.
    VALOR DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 2.500,00 (dois mil quinhentos reais).
    ÔNUS: nada consta
    LOCALIZAÇÃO DO(S) BEM(NS): BR 116, acesso na altura do Km 223 (1ª entrada
    a esquerda, depois do cemitério, sentido Correia Pinto/Lages, percorrer
    cerca de 2Km de estrada de chão, Correia Pinto/SC.
    DEPOSITÁRIO: Pedro Muniz dos Santos
    OBS.: cor verde e roda de madeira.
    http://www.casadoleilao.com/jf%202012%202.htm

  44. Creso

    -

    29/03/2012 às 19:32

    Pode deixar que o Carlinhos Cachoeira e os 40 ladrôes paga essa conta.

  45. TONINHO MINEIRO

    -

    29/03/2012 às 19:29

    Lamentavel! Essa senhora merece é ACOLHIMENTO do Estado!!!!

  46. DIZ

    -

    29/03/2012 às 19:27

    Marina Silva(na terra dela-Acre) obteve 23,58% dos votos, contra 52,18% de José Serra e 23,74% de Dilma Rousseff.Precisa dizer mais????

  47. JB

    -

    29/03/2012 às 19:19

    Que país canalha!
    O ambientalismo é isso aí mesmo: uma máquina infernal de destruição dos mais pobres, principalmente com aquilo que eles chamam de “passivo ambiental”, QUE SÃO AS MULTAS DADAS PELOS PRÓPRIOS ÓRGÃOS REPRESSORES GOVERNAMENTAIS, formados por covardes armados de fuzis e metralhadoras para humilhar gente “perigosíssima” como Dona Almerita.

  48. José

    -

    29/03/2012 às 19:16

    Reinaldo, essa gente não quer “preservação da natureza, coisíssima nenhuma.
    Todas essas “ONGs” estão a serviço de interesse estrangeiro, com o intuito de obrigar as populações locais a abandonarem a área, para que as riquezas fiquem disponíveis à exploração de suas matrizes
    Os eco-chatos e eco-terroristas tupiniquins levantam a bandeira em t5roca de migalhas ou simplesmente algum prestígio, a Soberania Nacional pouco importa e, como esquerdopatas que são, vale o lema “Quanto pior, melhor” e “isso não é problema meu”, quando lhes apresentamos as consequências de suas propostas insanas.
    E o governo do PT ainda financia essa máfia, para ajudar a destruir o Brasil.
    Não acredito que seja apenas burice, comunista não faz nada sem que isso leve a algum resultado desejado, no futuro.
    Desgraçadamente, tudo o que foi investido e construído, ao longo de décadas, mormente no período do governo Militar, em termos de integração da Amazônia ao restante do território nacional, para garantir nossa soberania sobre a área, essa corja comunista está destruindo.
    Devem estar levando uma boa propina, para agirem assim.
    Isso é crime de lesa-Pátria.

  49. Domenico DiCocco

    -

    29/03/2012 às 19:09

    Enquanto isso, na esquina da AV. PAULISTA X RUA AUGUSTA, os abduzidos e idiotas jovens enchendo o saco, todo santo dia, com seus coletes fashion do Greenpeace. Quando passo, todo dia, fazendo minha caminhada, sempre digo alto e bom som, VADA AO MATO, CAMBADA!

  50. Reinaldo Gaspar

    -

    29/03/2012 às 18:56

    Caro Reinaldo
    Que vergonha! Revoltante o caso da dona Almerita. Quanto abuso de poder!
    Retrato nu e cru de um País governado por quem desconhece a realidade do povo brasileiro.
    O caso dessa senhora me emocionou.
    Força dona Almerita: A senhora não tem noção do bem enorme que está fazendo ao Brasil ao resistir bravamente contra essa absurdo. É por causa de pessoas como a senhora que não podemos desistir.
    Que cada um de nós se espelhe na dona Almerita.
    Abraços
    Reinaldo Gaspar

  51. Emerson

    -

    29/03/2012 às 18:46

    REINALDO, PETRALHA NA ÁREA!!!!

    Tales – 29/03/2012 às 17:36

    REINALDOX NO CANALHA!!!


    REINALDO AVISA

    Reinaldox pegou a Cascuda

  52. Claudio de bsb

    -

    29/03/2012 às 18:45

    Prezado Reinaldo,
    Essa senhora, pequena agricultora de Boca do Acre no estado do Amazonas, que foi multada pelos fiscais, totalmente despreparados, do IBAMA deve ser vinculada a um Sindicato de Trabalhadores Rurais e por tanto é eleitora do PT e deve idolatrar o Lula. Esses sindicatos rurais da Amazônia foram todos cooptados pelo PT. com certeza a Sra. Almerita não sabe que o IBAMA é um orgão federal vinculado ao governo do PT. Portanto na próxima eleição ela deverá votar novamente em um candidato do PT.
    A situação da Sra. Almerita é semelhante a de 99% das pequenas propriedades ruraris da Amazônia, que não tem documentação legal da terra e, portanto, não podem leagalizá-las do ponto de vista ambiental.
    Dessa forma qualquer atividade, seja agricultura, pecuária ou extrativismo, do ponto de vista ambiental, estará irregular.
    Ainda que sua pequena propriedade estivesse legal, do ponto de vista fundiário, é muito provável que ela estairia ilegal em relação à legislação ambiental. Se não vejamos: pelo Código Florestal atual, dos 100ha de sua pequena propriedade ela teira que destinar 80ha (80%) para reserva legal. Dos 20% restante teria que descontar as áreas de preservação permanente lá se vai de 5 a 10ha a mais. Sobrariam uns 12 ha que ela poderia utilizar para suas atividades produtivas.
    Acontece que esses 12ha que ela podria desmatar, teria que pedir permissão para o IBAMA. Como é muito provável que em Boca do Acre não deve ter um escritótio do IBAMA para que ela pudesse fazer essa solicitação, então ela teria que se deslocar até Manaus munida da documentação da terra, mapa da propriedade identificando as APPs e Reserva Legal, devidamente averbadas em cartório.
    Para piorar a situação, Boca do Acre fica a mais de mil kilômetros de Manaus. Portanto seria impossível que a Sra. Almerinta pudesse escapar de uma fiscalização PREDATÓRIA DO IBAMA.
    E ela só estava plantando macaxeira, arroz e faijão. Mas para o IBAMA éla é uma CRIMINOSA AMBIENTAL.
    Dona Almerinta, já que para o governo a senhora já é criminosa mesmo, plante logo MACONHA E COCA e ponha na conta do Lula, da Marina Silva e do PT.

  53. ALERTA! ALERTA!

    -

    29/03/2012 às 18:44

    Petralha em 29/03/2012 às 17:36

    REINALDO AVISA

    Reinaldox pegou a Cascuda

  54. ze amarelinho

    -

    29/03/2012 às 18:30

    Aqui nosertão somos assim gostamos de trabalhar, para passar o tempo, não temos shopp e rodovias congestionadas.
    mas ibama e ongs não deixam.

  55. JAM

    -

    29/03/2012 às 18:26

    Para o Tales – 29/03/2012 às 17:36

    Quando os imigrantes chegaram ao Brasil nos séculos 19 e 20, as condições eram mil vezes piores do que hoje, não havia bolsa família, nenhum tipo de ajuda e tiveram que trabalhar muito para, honestamente, adquirirem patrimônio e transformar este país em uma terra de gente trabalhadora, pois o segredo do sucesso é o trabalho sua anta ou você quer que as pessoas vivam às custas do governo a vida inteira ?

    Aliás, vai trabalhar vagabundo e não volte mais aqui.

  56. Ferreira

    -

    29/03/2012 às 18:25

    O pt usou o coitadismo brasileiro para chegar ao poder.Chegou.Agora é pé no traseiro da pobreza inocente e desinformada.Se esta senhora fosse uma soldado da tropa do MST,armada de foice , facão ou uma bandeira vermelha de baderna,algum “petralha ambientalista”já estaria nas TVs.

  57. PAULO ROBERTO URBANO DA CRUZ

    -

    29/03/2012 às 18:22

    Tales existe uma grande diferença entre a Dona Almerita e os bardeneiros e bandidos do MST, ela quer trabalhar na terra que é dela, ela não invadiu nada. Já os teus amiguinhos do MST além de não saberem a diferença entre uma foice e um terçado, eles só querem e bagunçar e invadir terra produtiva e de preferencia bem localizada, terra que exija trabalho esta eles não invadem. E antes que eu esqueça quem é voce para criticar os comentarista deste blog, e vá lamber sabão e pare de comer capim estragado pois não faz bem para o cerebro. E se que ler alguma coisa engraça da tem o blog de anão de botas cor de rosa onde voce pode ler conversa fiada.

  58. @Sommers@

    -

    29/03/2012 às 18:10

    Todo mundo odeia o IBAMA governista!O IBAMA de agora serve ao corporativismo mafioso que tem como forma de aliciamento esse bolsa familia.Isso é só para arrecadar votos.Eles querem o povo sendo escravos e vivendo de esmola.Felizmente o voto dessa Senhora e dos vizinhos dela eles já perderam kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

  59. fabiano alves

    -

    29/03/2012 às 18:06

    caro Reinaldo

    cade o moderador ??? estão invadindo seu blog, mais um xarope que acha que vai salvar o mundo, por educação não vou mandar esse mala do TALES a merd………..desculpe, impossivel!!!! TALES VÁ A MERD…….OU NÃO SAIA DELA PARA ENCHER O SACO, ESQUERDOPATA!!!!

  60. MINEIRIN INVOCADIN

    -

    29/03/2012 às 18:04

    Reinaldo,precisamos ressuscitar a princesa Isabel e Joaquim Nabuco,antes que banânia em peso seja “escravizada” pelos JEGs, asnos e jumentas que pretendem continuar a “dar os peixes” ao mesmo tempo em que quebram as “varas de pesca”!

  61. To Fora

    -

    29/03/2012 às 18:01

    Tales, idiota ‘as 17:38.
    Deve ser um ecomala bolsaditadura as custas de quem trabalha.

  62. os396

    -

    29/03/2012 às 18:00

    Tales – 29/03/2012 às 17:36

    Acho que escapou uma cascuda….

  63. os396

    -

    29/03/2012 às 17:57

    Realmente é uma tremenda violência contra essa família humilde e trabalhadora. Estou chocado com tanta brutalidade contra os pobres agricultores que não se encaixam no perfil das Ongs, fundações não sei lá do que e ecologistas radicais.

  64. Ana Lucia

    -

    29/03/2012 às 17:51

    Atenção Srs. do Conselho!

    Este vídeo é de 11 de março de 2011, a essa altura a Dna. Almerita já era. Ou foi morta pelos jagunços que trabalham para as ONGs estrangeiras que são o verdadeiro governo local, talvez por indígenas que também naquelas paragens são reis, ou o mais provável que tenha sido escorraçada para bem longe de suas terras que com certeza havia algum poderoso nelas interessado. Seria bom que algum correspondente da “VEJA” naquela área, pudesse realizar uma busca por Dna. Almerita para saber o que aconteceu depois que ela gravou o depoimento. Com certeza aí haverá uma boa matéria.

  65. Navarro

    -

    29/03/2012 às 17:51

    Revoltante. O que buscam esses ongueiros comunistas? Será que é um quadro como o da grande fome chinesa 1958-1961?

  66. J.R.Machado

    -

    29/03/2012 às 17:49

    país rico é sem miséria. Câmara dos deputados e Ongs estão cheias de pessoas de um espírito pobre.(conhecem legumes e vegetais só nas mesas fartas compradas com o suado dinheiro desta coitada)Leis p/ multar quem desmata p/ sobreviver existe, mas p/ fazer os corruPTos devover o dimdim da ladragem não!….

  67. Tales

    -

    29/03/2012 às 17:36

    REINALDOXX!!!

  68. Antonio - SP

    -

    29/03/2012 às 17:33

    Este ambientalistas nunca viveram na roça e muito menos nas favela. Não sabem o quê é a pobreza, não sabem o quê é o trabalho duro no campo.

  69. santanowiski

    -

    29/03/2012 às 17:30

    Não tenho palavras, só dores.

  70. Roberto Domingos

    -

    29/03/2012 às 17:29

    Falar o quê? O Brasil esta cheio de Almeritas que só querem trabalhar.

  71. paulo boccato

    -

    29/03/2012 às 17:29

    PRODUTORES RURAIS PODERÃO PERDER O DIREITO DE DEFESA E SUAS TERRAS

    Tramita na Câmara dos Deputados um projeto de lei que põe diretamente em risco a defesa e a propriedade de imóveis rurais no país. Trata-se do PL 1557/07 (íntegra), em iminência de entrar em pauta de votação e que tem por objetivo regulamentar a expropriação de glebas onde houver milícias armadas, definidas na própria proposta com…o “toda associação, organização ou reunião de pessoas armadas, de qualquer forma, paramilitar ou não, inclusive oriunda de empresas de segurança, independente da finalidade ou objetivo”.

    Sem esforço, nota-se que o projeto – verdadeiramente absurdo – deixa completamente desprovidas de segurança as propriedades rurais, pois que sequer empresas especializadas serão admitidas para sua preservação. E além de impedir que proprietários rurais defendam suas terras, o PL ainda prevê a expropriação “sem qualquer indenização aos proprietários e sem prejuízo de outras sanções previstas em lei”, violando o constitucionalmente consagrado direito à propriedade privada.
    A proposta, mais uma vez, demonstra que ninguém está a salvo da horda desarmamentista, que inverte de forma assustadora os valores de nossa sociedade, rasga nossa constituição e tripudia do nosso ordenamento jurídico.

    A autoria do PL é do Deputado Ivan Valente, conhecido defensor do MST. O relator será o deputado Enio Bacci, ao qual enviaremos, nos próximos dias, farto material para que ele peça a imediata rejeição da proposta.

    FONTE: MOVIMENTO VIVA BRASIL

  72. Pantaneiro

    -

    29/03/2012 às 17:26

    Ter que caminhar 7 quilometros com um saco de farinha para vender e comprar sal,açucar,oleo ,farinha de trigo ,para dar de comer aos filhos,ai vem um imbecil do Ibama e multa o agricultor por que desmatou 3 alqueires para plantar e ter do que viver dignamente.Tem que prender o fiscal e jogar a chave da cela fora.Tem que mandar essas ONGs embora do Brasil de uma vez por todas.

  73. Rodolfo

    -

    29/03/2012 às 17:26

    Eu vivo dizendo e repito: ou o Brasil acaba com esse CÂNCER MALDITO chamado PT(podem colocar essas ONGs e a Marina Silva no pacote) ou eles acabam com o NOSSO BRASIL!
    É muita DOENÇA, muita MALDADE o que estão fazendo com o pequeno agricultor brasileiro!

  74. theo

    -

    29/03/2012 às 17:24

    Depoimento simples e autêntico que deveria ser mostrado no plenário da câmara. Antes de ficarem cantando músicas gospel deveriam assistir a vídeos reais como esse.

  75. Papai Sabetudo

    -

    29/03/2012 às 17:22

    Dramático depoimento! E onde está o governador Tião Viana que não faz nada em defesa dessa pobre agricultora? Com certeza, nem a recebe. E a Marina? Parece um anjo de candura! Por que não mexe uma palha?
    Gostaria de ajudá-la.
    É uma mulher de valor. Quanto carisma! Gostei muito do seu sotaque indígena (com certeza!), atropelando as palavras numa velocidade incrível, que lhe dá um charme todo especial. Como ela consegue, mesmo diante de tantas dificuldades, manter esse brilhante sorriso? Certamente nunca provou dos sucrilhos e todinhos tão em uso nessa geração net. Se as pessoas daqui de casa lessem isso iriam morrer de ciúmes! Mas, não é nada disso, é só respeito e admiração por mulher tão valorosa. É uma pena que viva nesse estado sem lei.
    Alguma coisa está sendo feita em sua defesa, felizmente. Este vídeo fala por si. Torço por ela.
    Os políticos não estão nem um pouco interessados na sua particular situação. Só se fosse para extrair subsídios políticos, como alguém que conhecemos, que adoraria fazê-lo!

  76. Spitfire

    -

    29/03/2012 às 17:20

    Taí Reinaldo,

    Marina Silva é mais uma petista incompetente, saiu do PT, mas tem o DNA petista. Sua falta de visão é tal que se omitiu em apoiar o Serra no 2º turno, apesar de, como Ministra no governo lulla, só ter recebido bananas de Dilma e lulla. Dona Almerita é uma heroína brasileira cuja força e tenacidade está sendo combatida pela incapacidade de gestão da presidente Dilma e pelos petistas no poder. Gostaria de poder ajudar Dona Almerita. O governo brasileiro nos envergonha! Em vez de cuidar do povo, eles pensam que é só dar bolsa esmola e tudo bem, já garantem os votos. É preciso trabalhar muito, se inteirar dos problemas do povo, da economia,da educação da indústria, da saúde. Como fazer isso se, irresponsavelmente, só nomeiam bandidos sem vergonha e incompetentes para ministérios, secretarias, etc. ? Ficam perdendo tempo em se perpetuar no poder, fazendo dossiês, tentando controlar a liberdade de expressão, revanchismos ultrapassados há longa data. Cada passo, neste desgoverno petista, é difícil pois têm que contentar gregos e troianos. Os fiscais que a multaram são outro bando de idiotas ou são agentes de bandidos que querem roubar a terra de Dona Almerita.

  77. Claudio Manoel

    -

    29/03/2012 às 17:18

    Calma querido Reinaldo… Não é assim também não… Ao meu juízo, temos que questionar aí é a atitude totalmente aloprada do IBAMA – cabide de emprego para incompetentes – o caso dessa coitada aí, não serve para calarmos diante dum assunto tão complexo como esse.
    Volto a repetir: Nasci e cresci na beira de uma linda vereda que não existe mais… Ainda existe alguma??

  78. EstIve

    -

    29/03/2012 às 17:17

    Reinaldo, :

    “Alckmin autoriza obras do monotrilho em SP” , os Simpsons já previram direitinho ( http://www.youtube.com/watch?v=AEZjzsnPhnw )

  79. QUALÈ?

    -

    29/03/2012 às 17:14

    Não opino sobre o tal Código Florestal pois Nintendo nada disso,prefiro jogar Super Mario. Mas o que estão fazendo com essa trabalhadora é pura sacanagem do Brasil Maravilha petista.”Paíz riko e paíz cem probleza”como disse a “genia” criada pelo Mollusco Mentiroso.

  80. aldo soares

    -

    29/03/2012 às 17:14

    O Brasil de verdade não está na capital,Brasilia; lá é só “negócios”. quem nasceu no interior e às vezes vai lá , sabe (norte/nordeste)a monocultura acabou, quem manda são grupos poderosos sucroalcooleiro que domina toda extensão de terras planas e férteis; com o aval, claro! dos governantes que são donos ou sócios. Que o diga o Dep. joão lira em AL. E,… País sem fronteiras as ONGs aproveitadoras deitam e rola.

  81. Luís

    -

    29/03/2012 às 17:14

    Caro Reinaldo,

    É a D. Almerinda deve continuar ali a ganhar o seu sustento na sua roça.

    Ela depôs que a sua renda não daria para pagar R$ 500,00 por ano.

    A multa aplicada é “facilmente” paga no prazo de 120 anos, sem juros ou correção, é claro.

    E o lema do governo federal ainda é PAÍS RICO É PAÍS SEM MISÉRIA!?

    Pois é, uma miserável feita a D. ALMERINDA não merece um tratamento desses por querer trabalhar a terra para comer e dar sustento para os seus filhos.

    O governo federal só se preocupa é com os “cumpanheiros”! quem não é… olha o resultado.

  82. Sabah

    -

    29/03/2012 às 17:13

    O vídeo revela a dor, a miséria perpertrada.
    Isso é o que se chama “tapa com luvas de pelica”!
    D. Almerita Francisca da Silva é transparente e tem completo domínio da realidade. D. Marina da Silva é que é alienada, não há como contestar. Eu queria ver esse País pensando direito, sabendo o que faz.
    A vaidade dos políticos se confunde com soberba. Perderam a noção de justeza, venderam-se ao capitalismo a que acusam de selvagem e cruel, tenham dó.

  83. Sergio S. Oliveira

    -

    29/03/2012 às 17:11

    É uma vergonha, VERGONHA! Sem dizer que também é revoltante. Quanta canalhice existe neste país, meu Deus do céu….

  84. Fábio

    -

    29/03/2012 às 17:03

    É o fim da picada essas pessoas, político, jornalistas, ongueiros e aproveitadores fazem política a custa do trabalhador rural. Essas pessoas são desprezíveis.
    Muito triste essa situação.

  85. hermes dutra

    -

    29/03/2012 às 17:01

    Pessoal ! Temos que colocar esse vídeo em todas as redes sociais. Coloque o seu facebook, envie para amigos, pois é a única forma de protestar contra esse verdadeiro barbarismo que estão fazendo com essa mulher.Fiquei com vergonha, pois afinal ela é uma brasileira. Talvez seu erro seja extamente esse: trabalhar.

  86. Teresinha

    -

    29/03/2012 às 17:00

    É de dar nó no peito e na garganta ver a brasileira com disposição para o trabalho sendo impedida com tamanha indiferença e impiedade.
    Gostaria de saber se as Ongs estrangeiras também recebem dinheiro do governo brasileiro, elas estão dominando em tantos setores da nossa sociedade.

  87. Shariat

    -

    29/03/2012 às 16:58

    GREENWAR !

  88. Juan

    -

    29/03/2012 às 16:57

    R$60.000 é a multa por derrubar algumas árvores para sobreviver.
    R$50.000 foi a maior fiança de que tive notícia por dirigir embriagado e matar duas pessoas.

    A vida humana não vale nada à luz da burocracia.

  89. Observadordepirata

    -

    29/03/2012 às 16:55

    O aparelho repressor para quem é honesto no Brasil é infindável. Já para os ASSALTANTES DE BILHÕES DOS COFRES PÚBLICOS ele INEXISTE!

  90. Marcos F

    -

    29/03/2012 às 16:51

    Voltando: R$ 60.000,00 ???
    Isso é valor corriqueiro para quem rouba Bilhões dos cofres públicos.
    Não, Senhores do governo, esta Senhora vive do seu trabalho, e dele tira muito pouco. E tira muito pouco porque os Senhores roubam dela todos o seu dinheiro, seus direitos e sua vontade de viver.
    Canalhas!

  91. ricardo

    -

    29/03/2012 às 16:49

    multa de 60 mil reais para uma agricultora pobre…enquanto isso tem politico que deu como garantia em empréstimo bancário fazendas imaginarias, que jamais existiram e tudo ficou por isso mesmo…sem contar um certo jornalista que deve uma grana preta aos cofres públicos e não recebe multa alguma….isso nao eh um pais, eh o próprio inferno…

  92. Marcos F

    -

    29/03/2012 às 16:47

    Que bonita a Almerita! Lutadora, trabalhadora, dentes lindos, coerente … não serve para o Brasil do PT, da Marina, dos ongueiros …
    Imagino-a sozinha trabalhando na roça, e chega aquele monte de gente de cara feia, com o bloco de multas na mão … coisa de China de Mao – ou Cuba de Maria do Rosário.
    “Ela tem que viver do Bolsa Família. É um péssimo exemplo”

  93. Fabiano Alves

    -

    29/03/2012 às 16:47

    Caro amigo Reinaldo
    é um absurdo o que estão fazendo com esta senhora, desde já proponho que se crie uma campanha para pagar a multa dessa senhora, e evitar assim que ela fique se humilhando perante esses palhaços que acham que tirando o sustento de uma familia de trabalhadores da agricultura, estarão salvando o mundo. Vamos ajudar esta senhora a dona Almerita Francisca da Silva !!! QUEREM SALVAR O MUNDO, COMECEM ENTÃO A FAZER UMA ANALISE CRITICA DA HISTORIA DESSES MOVIMENTOS TOTALITARIOS, VAMOS DEIXAR SER GOVERNADOS POR UMA MINORIA RUIDOSA QUE NÃO RESPEITA A MAIORIA, E NEM MUITO MENOS OS MAIS DESPROTEJIDOS ??? BRASIL ACORDA !!!! COMO DIRIA CAZUZA ……….BRASIL MOSTRA A TUA CARA !!!!

  94. fabrice

    -

    29/03/2012 às 16:46

    Essa mulher parece uma autêntica e brava agricultora, mas muita gente assim já foi cooptada pelas promessas de incentivos e financiamentos do governo pelo MST e sai por aí montando barraca, invadindo propriedades produtivas, matando gado alheio, depredando e sonhando em conseguir uma terra mais próxima da estrada, do escoamento da pequena produção (ou mesmo ínfima, mas bastante para o sustento honesto da família) em troca de cesta básica sob a intempérie mal protegida pela lona preta. E o quê os dirigentes do MST, sob o patrocínio do PT, ganham com isto? Verbas governamentais sem prestação de contas, dólares das ONGs europeias e americanas, eleição de vereadores, prefeitos e deputados militantes e a aprovação dos verdes como o Greenpeace e a santinha da floresta com a conivência da imprensa “oficial”. Os governantes atuais querem mudar esse padrão de ignorância e desinformação? Prá quê se é o modelito que lhes tem garantido o voto e a mão grande sobre a res publica nos últimos nove anos?

  95. Meier Ginzel

    -

    29/03/2012 às 16:43

    Ela deve ter desmatado a area para fazer uma pista de pouso para se jatinho.

  96. jose antonio

    -

    29/03/2012 às 16:40

    Suponhamos que o Estado fosse uma pessoa. Observando seu caráter diríamos que se trata de uma pessoa em que não se pode confiar, com forte tendência para o crime, para o estelionato, pessoa sem escrúpulos, que cobra pelo que não faz e intimida em vários graus de intensidade quem ousa não lhe pagar. Isso tem tipificação no Código Penal. Apenas cabe ao Judiciário valente tomar as devidas providências para acabar com essa palhaçada e começar fazer valer o verdadeiro Estado de Direito.

  97. Anónimo

    -

    29/03/2012 às 16:37

    Importante notar que, em tempos de lágrimas fáceis, Amelita não se faz de vítima e segue lutando. Simples, ela não é coitadinha, é agricultora.

  98. gilmar

    -

    29/03/2012 às 16:36

    Já escrevi aqui nesta areá de comentários mas não custa escrever de novo, a Marina não passa de um enorme engano fico pasmo ao ver que vinte milhões de brasileiros acreditaram no discurso sem fundamente nenhum que ele a prega, esteve no Instituto FHC e o deixou com queixo caído face seu radicalismo sobre o assunto ,lembra aqueles profetas do apocalipse, trata o cidadão como se todos fossem imbecis , tai a prova, em seu estado ele já não engana mais, já nos basta um lulla que enganou 85 milhões de brasileiros duas vezes.

  99. ESPECIALISTAS...

    -

    29/03/2012 às 16:29

    -
    meu avo dizia que os especialistas iriam acabar com o mundo… o que vemos – na educacoa. uma droga total, na seguranca, outra, na agricultura…. eta portugues que sabia das coisas….
    -
    ONGS
    -
    -
    onde nao governa, serrupia

  100. Sonia Regina

    -

    29/03/2012 às 16:29

    Sr. Reynaldo
    Pergunto, ninguem vai sair em passeata para ajudar essa senhora tão simples e principalmente um ser humano que quer viver do seu trabalho? Ela não quer ganhar seu dinheiro para comprar celular ou microondas e sim “açucar, sal, arroz ” essas coisinhas bobas que talves achem que podemos substituir por eletrodomesticos com IPI reduzido. Façam-me o favor esqueçam o ego e comecem a olhar em volta senhores do governo. Desculpem o desabafo mas é de doer.
    Parabens ao Sr. por levantar esses problemas que são de todos nós.
    Deus ajude essa brasileira.

  101. Sherlock

    -

    29/03/2012 às 16:29

    Rei,

    É claro que os amigos da natureza sabem a diferença entre alface e capim: alface é o que se encontra na gôndola do Carrefour (embora eu ache que já há mercado também para o capim… para ser sutil).

  102. carlos

    -

    29/03/2012 às 16:27

    A ideologia dessas ong$ contra o agronegocio é um crime contra o pais. A pf deveria estar investigando esses picaretas.
    Quanto ao ibama, que não serve para quase nada, deveria contratar pessoas como essa senhora para salvar tartarugas e capivaras.

  103. Claudius

    -

    29/03/2012 às 16:27

    Olha Reinaldo. quando ela fala em desmatar não é a devastação que conhecemos. Eles derrubam com machados as árveres pequenas, sem valaor comercial, e deixam as grandes com as castanheiras, mogno e outras mais robustas. é que no Centro da Mata, é como eles chamam o outeiro onde não inunda, tem-se que deixar as ávores de porte senã o feijão, a macacheira e o milho não suportam o sol e há baixa produtividade. Veja como a Senhora descreve; sai da comuniade, deve andar uns 30 km na canoa com o motor pec-pec de 1/2 cavalo. Vira o cotovelo, ou seja, entra num Igarapé, Iagapó ou Paraná, anda mais 10 km para chegar a plantação. É assim deste tempos imemoriais tanto com o sertanejo como antes a coivara indígena. Fico com o coração partido como vejo estas coisas. Na amazônia nem precisa a Manicucci chupara criancinha com canudinho. Elas, quando a mãe não é forte, não gestam. E se nascem fracas morrem. A amazonia foi a melhor parte do Brasil onde trabalhei. Lá não há como fazer comodidades. É acostumar-se com os pinhuns, carapanãs e o madrugador maruim.

  104. ricardo

    -

    29/03/2012 às 16:25

    seria bom esfregar esse vídeo na cara daquelas palermas globais que se prestaram a fazer aquele vídeo babaca sobre o CF sem nem ao menos saber diferenciar uma enxada de uma pá…queria ver aqueles ambientalistas do Leblon terem que plantar para comer e sustentar os filhos…ou melhor, carregar dois sacos de arroz nas costas por 7km para ganhar 80, 100 reais…

  105. Rodrigo

    -

    29/03/2012 às 16:24

    E vem aí medidas paliativas do governo para proteger a indústria,
    nada de longo prazo, nada de projeto, simplesmente reação ao mercado.
    Indústria, vai desde o produtor de laranja, do produtor da farinha, até a caixinha de suco ou o saco de farinha no supermercado!
    Não adianta protecionismo quanto a importações se para fazer a manufatura
    usa-se produtos importados na base! A Senhora no vídeo diz: carrego a saca
    de farinha no ombro, por que será? Não temos estradas, ferrovias, cooperativas
    para fazer isso? O Brasil desde que deixou a ditadura é governado por esquerdistas
    ricos, comunistas ricos, nem para ser esquerda nós prestamos.

  106. Anónimo

    -

    29/03/2012 às 16:23

    Infelizmente, a dona Amelita está fora de moda! A onda é deixar a terra nas mãos de organizações estrangeiras sobre as quais a sociedade brasileira não tem o menor controle. Arroz, feijão e milho? Importam-se, bolas! Vergonha!
    PS: Multa de R$60.000 sobre uma área que vale R$30.000 é um óbvio despautério.

  107. O locutor

    -

    29/03/2012 às 16:22

    Não tem o que comentar, ignorância e incompetência por todos os lados!!! Dna. Almerita eles pensam que estão em Cuba!!!

  108. Nina

    -

    29/03/2012 às 16:19

    Dona Almerita, deveria ser exemplo de pesoa pobra, porém é considerada uma ruralista e criminosa e por isso é multada!
    Lágrimas correm no meu rosto e só , pq não tenho como fazer nada por ela. Agora a Ministra dos Direitos Humanos, tem. Poxa esqueci que Direitos humanos é só para bandidos!
    Estou indignada!

  109. porcaz

    -

    29/03/2012 às 16:18

    Boca do Acre,AM,”dez quilometros a pé depois da fazenda de Tiãozinho” Deve ser longe pra dedéu. Mas a história é a
    mesmíssima, qualquer coisa que vc ande fora das grandes cidades. Eu mesmo frequento um local,São José Dos Buritís,300 km de BH, uma área muito visada porque faz parte do lago de três Marias.Lá só tem eucalipal de grandes empresas, não se encontra um pé de cebolinha plantado no local, é uma vergonha. N inguem na cidade trabalha, todos dependurados no bolsa família ou no tal seguro defeso da pesca, neguinho que nunca empunhou uma vara. só sabe o que é rede para dormir, todos mamando nas tetas do governo. Agora, se falar que vai derrubar um pedaço de pau para plantar qualquer coisa, ai ai ai meu Deus do céu, é helicóptero do Ibama, caminhonetaça zero KM
    do ministério da pesca, é isto, é aquilo, e as portas das vendas lotadas de vagabundos esperando o caraminguá de Tia Dilma.

  110. Renato

    -

    29/03/2012 às 16:12

    Sou biólogo e agricultor e defendo sim as alterações no Código Florestal. Por defender tal posição, sofro com alguns comentários maliciosos de alguns colegas, que se recusam a compreender o óbvio. Infelizmente tal debate de fundamental importância para o nosso país, foi criminosamente polarizado entre os “defensores do bem” e a “liga do mal” aquela responsável por botar alimentos de todos, além de evitar que a economia brasileira vá para o vinagre.

  111. Stevan Grützmann Arcari

    -

    29/03/2012 às 16:04

    Essas pessoas, que eu particularmente chamo de “ecologistas de apartamento” são os maiores inimigos da agricultura familiar brasileira.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados