Blogs e Colunistas

08/04/2012

às 7:01

Piada! Homem do MEC que tem a função de cobrar a prestação de contas dos bolsistas é… inadimplente e… não prestou contas!

É, colegas…

Vocês viram aqui há dias que Aloizo Mercadante nomeou para a Diretoria de Integração das Redes de Educação Profissional e Tecnológica do MEC um petista — Irailton Lima de Sousa — que está fazendo faculdade há… 21 anos!

Neste domingo, o Estadão informa que o diretor de programas de bolsas do estudo do MEC, Emídio Cantídio de Oliveira Filho, está inadimplente com o… programa de bolsas do estudo do MEC!!! Uma de suas funções é exatamente cobrar a prestação de contas!!! Parece piada, brincadeira, ironia barata, mas é isso mesmo.  É a qualidade de gestão Fernando Haddad! Leiam trecho da reportagem de Paulo Saldana.
*
A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes) – órgão do Ministério da Educação (MEC) responsável pelos programas de pós-graduação no País – tem um dos seus chefes inadimplente com a própria Capes. O diretor de Programas e Bolsas da Capes, Emídio Cantídio de Oliveira Filho, aparece como inadimplente em três convênios de pesquisas, dois deles desde 2007. Juntos, eles representam um investimento de R$ 66 mil.

Os convênios foram firmados em 2006, antes de Oliveira Filho assumir o cargo na Capes – o que ocorreu em meados de 2007. Ele é professor vinculado à Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), instituição da qual já foi reitor (mais informações nesta página). Os convênios tiveram os prazo de vigência expirados durante o período em que ele já estava na direção do órgão – mas até agora o responsável pelo zelo às regras da Capes não se regularizou com a instituição para qual trabalha.

A Diretoria de Programas e Bolsas da Capes, dirigida por Oliveira Filho, é responsável, entre outras coisas, pelo acompanhamento dos bolsistas e beneficiários de programas. Sob sua responsabilidade está, por exemplo, a Divisão de Acompanhamentos de Programas, que tem a responsabilidade de fazer as estatísticas sobre inadimplência de bolsistas no País. Oliveira Filho consta como inadimplente no Portal da Transparência, do governo federal. De acordo com o MEC, ele teria finalizado os três projetos e o problema seria de prestação de contas.

Após questionamento da reportagem, a pasta informou que o diretor já teria apresentado os documentos de um dos programas – os outros dois continuariam sem a regularização. A pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação da UFRPE informou ao Estado que não tinha condições de confirmar a realização dos projetos nem fornecer detalhes sobre eles.
(…)

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

16 Comentários

  1. Paulão

    -

    09/04/2012 às 15:25

    Boa tarde Reinaldo,
    A notícia diz: “Os convênios foram firmados em 2006, antes de Oliveira Filho assumir o cargo na Capes – o que ocorreu em meados de 2007”.
    Vou comentar à moda petralha: “Ah, Reinaldo, mas ele tomou o dinheiro antes de assumir uma boquinha no desgoverno, sendo inocente de qualquer acusação de reacionários invejosos de direita. Além disso, ele tem méritos, pois foi reitor da Universidade Federal Rural de Pernambuco, onde fez um excelente trabalho, recentemente detalhado aqui neste blog (Lembra? Quando é que veremos em horário nobre o esgoto a céu aberto no campus de Garanhuns da Universidade Federal Rural de Pernambuco? 01/09/2011)”

  2. Paulão

    -

    09/04/2012 às 11:06

    Bom dia Reinaldo,
    Mas bah! Nesse desgoverno petralha, agora até eu posso ser diretor da caixa federal, pois estou inadimplente com o financiamento do meu micro-apartamento.
    Pensava que ia perder o apê, mas posso ganhar um empregaço. Beleza,

  3. aluno online

    -

    08/04/2012 às 21:03

    Gente vamos acabar com esta conversa de dar dinheiro para educação, saúde, segurança e outras desgraças que me falham a memoria. Pois estes são os orgãos mais corruptos do país. Se fechar este MEC não vai fazer falta nenhuma. Seria uma benção. E principalmente agora na era das informações online via internet.

  4. chagas

    -

    08/04/2012 às 19:44

    O pt é uma esculhambação total… Se Brasilia é uma caçamba não podemos nos espantar com os lixos que vão aparecer, pois a mesma esta propensa a receber muitos entulhos…

  5. capixaba atento

    -

    08/04/2012 às 15:02

    Reinaldo, está tudo perdido no Ministério da Educação, como em outros, que tem no seus postos de direção só barbudos comunistas do PT … Aqueles comunistas sebentos e maconheiros da USP, predadores e baderneiros, certamente serão os dirigentes do Ministério da Educação amanhã … E não tem jeito ! Sai o incompetente Haddad, que acha que pode ser prefeito de SP, e entra o também incompetente Mercadante, conhecido C A P A C H O do Lula, que o consagrou como IRREvogável/revogável … A Dilma, definitivamente, não é uma Presidente séria … Pelo contrário, também com sua incompetência, só escolhe para seus ministérios os seus I G U A I S … E viva o Brasil ! ZIU, ZIU, ZIU !!!!!!

  6. José Figueredo

    -

    08/04/2012 às 13:57

    Puseram um cabrito prá cuidar dos “repôlhos”…!literalmente…!haushaushaushaus…1

  7. Rodrigo

    -

    08/04/2012 às 13:28

    Em se tratando de Mercadante, tudo é possível! Ele deveria ir a um cartório e modificar seu sobrenome para Comediante!

  8. Rodolfo

    -

    08/04/2012 às 12:56

    SEM COMENTÁRIOS! Hoje é domingo de PÁSCOA!

  9. Payxao

    -

    08/04/2012 às 12:15

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk é para rir mesmo! Os compnheiros são tão qualificado, de uma lisura de fazer inveja.
    Daqui a pouco, mesmo sem ter prestado conta, vão dizer que já está tudo ok, duvidam??????

  10. Papai Sabetudo

    -

    08/04/2012 às 12:13

    Ele não está ali para resolver nada. É um emprego que lhe foi presenteado, como quatro mil e tantos outros empregos distribuídos para os militantes do PT e partidos afins. Não precisa saber fazer nada, pois é um “emprego”, não “trabalho” que procuram! O país todo está contaminado por essa praga de barbudinhos; estão por toda parte. Em algumas funções, malgrado não produzam nada, são inofensivos, quer dizer, não fazem mal a ninguém, a não ser o nosso já tão sofrido e explorado bolso, pois somos nós que pagamos essa farra. Mas, aqui vem o pior: eles estão, também, numa área delicada, muito sensível, que não prescinde de gente preparada: a educação. Um exemplo: outro dia tomei conhecimento de uma tal de Heloísa Ramos, que escreveu um livro “Por uma vida melhor”, aprovado pelo Ministério da Educação (pois é, ele aprovou!), onde “ensina” que falar errado é certo. Não conheço essa mulher, principalmente agora que tenho razões de sobra para dela me afastar, sob o ponto de vista literário! Há uma pobreza no falar e escrever da população que se agravou com a ascensão dos “barbudinhos” ao poder. Não condeno o ato de se falar errado, especialmente quando partido de pessoas que não tiveram acesso à educação, mas o que abomino é ver uma área preciosa que é a educação contaminada por pessoas que passam para as próximas gerações o fruto do seu despreparo, como um perigoso vírus. Eu só me lembro do filme de terror “Invasores de Corpos”, que “ETs” sob a forma de planta, tomam conta de uma cidade, e não se pode cochilar porque é neste momento que se dá o arrebatamento do corpo. É mais ou menos isso que está ocorrendo com a Educação, que agora recebeu um golpe mortal com a chegada do Mercadante. Hoje é comum se ler em todos os lugares da mídia frases em que se aplicam dois tratamentos numa única oração (“Você foi premiado. Isto te agrada?”)
    Parece que os membros do PT não são muito chegados a concluir os cursos que começam, pelo menos os que vieram a publico, ficou provado que não! Pois é, eles estão nas universidades e no ensino médio ensinando a nossa juventude. Que fazer?

  11. Brasileiro de luto

    -

    08/04/2012 às 10:58

    -

    -
    -
    GOVERNO SÉIRO É ASSIM AGE ASSIM – faça o qeu mando, não faça o que faço…….
    -
    -
    -
    -“As leis que não protegem nossos adversários não podem proteger-nos.” Rui Barbosa
    -
    -
    “A ocasião faz o roubo, o ladrão já nasce pronto.” Olavo bilac
    -

  12. Antonio Augusto Carvalho

    -

    08/04/2012 às 9:49

    É piada, Reinaldo. Não brinca assim com a gente. Fala sério…

  13. João Batista

    -

    08/04/2012 às 8:38

    normal.

    BANDIDO É BANDIDO. MANÉ É MANÉ…

  14. Marcos F

    -

    08/04/2012 às 8:27

    É a pouca-vergonha institucionalizada. Viva Haddad.
    Fora Haddad!

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados