Blogs e Colunistas

19/05/2011

às 16:50

Jean Wyllys nem virou artista nem arrumou um galã; então descobriu o socialismo, virou deputado sem voto e passou a atacar o povo

Jean Wyllys, a celebridade de segunda linha que virou deputado federal, era tão ocupado como professor universitário que decidiu participar do BBB. Vitorioso, empregando a inteligente estratégia do vitimismo ilustrado — “Sou gay, culto (para o padrão da casa…), bacana e perseguido” —, encheu o bolso de dinheiro e tentou, vamos dizer assim, a carreira artístico-jornalística. É o que sempre acontece. Não foi tão bem-sucedido quanto a sua contemporânea Grazi Massafera: nem virou ator nem arrumou um namorado galã. Se não me engano, tentaram encaixá-lo no Fantástico e no programa de Ana Maria Braga, onde dividiria as atenções com Louro José. Também não rolou.

Aí ele descobriu o caminho do “Socialismo e Liberdade” e entrou no PSOL. Obteve ridículos 13.016 votos. O seu “Tiririca” foi o deputado Chico Alencar, que levou 240.671 votos. Chico é famoso por dizer as maiores barbaridades com muita seriedade.  Deputado, resolveu ser o porta-voz dos “homoafetivos”, ele próprio se expressando sempre de um modo muito “cut-cut”.

Na Câmara, descobriu quem é o verdadeiro inimigo: o povo.

Faz sentido. O povo, com efeito, é inimigo de todo o PSOL. Por isso o partido obteve, se não me engano, 0,7% dos votos na eleição presidencial. É uma gente muito ignorante mesmo! Onde já se viu rejeitar o socialismo, pô?

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

99 Comentários

  1. gaúcha indignada

    -

    20/05/2011 às 16:57

    É um idiota total. Na próxima eleição dança…..

  2. Nelson de Azevedo Neto

    -

    20/05/2011 às 16:11

    Em resposta ao discurso inflamado do Sr. Gilberto Rocha – 20/05/2011 às 8:58:

    Gilberto não esqueça que entre esse povo, que você mesmo qualificou como doente e nojento, figuram muitos gays também… E se fizéssemos um comparativo em porcentagens proporcionais entre gays e não gays, certamente perceberíamos que parcela de gays nojentos e doentes alcança um percentual bem relevante… E são muitos desses degenerados que se beneficiarão e/ou se aproveitarão das leis e outros projetos que a militância gay (que creio não representar legítimamente os cidadãos gays que merecem respeito) querem “implementar na marra”… E é, justamente, desses tipos de indivíduos gays, vis e nefastos, que queremos proteger a sociedade e, principalmente, nossos filhos… Cito gays degenerados do tipo:
    - Que se prostituem nas esquinas, seminus, e constrangendo e/ou afrontando os passantes que não compartilham do seu mundo podre;
    - Que são chefes de família, aparentemente distintos e acima de qualquer suspeita, mas que com o pretexto de ter que trabalhar até tarde, deixam suas mulheres e filhos dormindo, e saem com seus carrões em busca de “garotOs de programa” ou de aliciar com “mimos” jovens/adolescentes carentes ou mal formados, para satisfazer suas fantasias nojentas/promíscuas;
    - Que por falta de “coragem” ou “sucesso” na tentativa de conseguir um parceiro adulto do mesmo sexo, se tornam pedófilos, buscando satisfazer sua perversão com crianças inocentes do mesmo sexo por serem vítimas de fácil indução ou dominação;
    … Enfim, todo o tipo de indivíduo degenerado de orientação sexual diversa e/ou não natural que habita o submundo da sociedade ou vive uma fantasia doentia ao ponto de causar grandes danos no convívio social…
    Mas, a MILITÂNCIA GAY (LGBT) cometeu graves erros na sua degradante e dissimulada empreitada:
    1- Subestimou o nível de alerta e a capacidade de reação do povo;
    2- Misturou num pacote só todo o tipo de indivíduo de orientação sexual diversa, buscando resguardar/beneficiar indistintamente aos olhos da lei, todos os gays independentemente se o seu modo de vida pode ser danoso ao convívio social;
    3- E o principal erro… Bancaram os donos da verdade e da razão e avançaram sobre um direito pétreo das famílias, que é de orientarem seus filhos menores de idade de acordo com os seus próprios conceitos e costumes…
    … E por essa “gracinha” sem graça, acabaram dando um tiro no próprio pé… E aviso mais… O estrago já foi feito… E agora o ressentimento da sociedade ofendida acabará atingindo até os cidadãos gays que não fizeram parte dessa “PALHAÇADA ABSURDA E MAL ARTICULADA”… E o deputado arrogante, citado pela matéria, ainda se acha no direito de menosprezar o povo… VAI SE CATAR JEAN WILLIS.

  3. @Thiago_Fiago

    -

    20/05/2011 às 13:01

    Reinaldo, só vi “ad hominem”, nenhum argumento, nenhuma palavra sobre o fato de que jean Wyllys participa da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara. Não surpreende.

  4. jhunter

    -

    20/05/2011 às 12:33

    Esta figura é cria da Globo.A proposito o jornalismo da Globo está decadente, a autocensura é visivel, jornalistas petralhas (explo Cristiana Lobo -”…o prisidente Lula disse…”- e outros) são os destaques da emissora.
    O esvasiamento, a falta de um jornalismo politico investigativo e outras mazelas geradas pela autocensura, tranformou os telejornais em passatempo irrelevante.Dá pena ver,os produtores fabricando noticia como o tal JN no ar, ou o inutil “voce não sabia mas ja existe” ou ainda quando o âncora do Bom Dia Brasil é intruido via teleprompter ou outro dispositivo a cortar o assunto, o mais recente é o “affair” do enrroladissimo Paloci.
    Lamentável testemunhar uma rede de comunicação (TV aberta, a cabo e radio)que poderia exercer papel salutar para a sociedade brasileira, operar apenas como uma maquina de entretenimento de baixa qualidade, ou caixa de ressonancia para despachos o presidente da republica de plantão.

  5. doctor lusitano dom Ilário I

    -

    20/05/2011 às 11:56

    Este é um fato gravíssimo, mas será suavisado com a reforma política em curso, não devemos temer a Razão se ela deixou de ser um Marco nas nossas melhores reuniões:

    Lula CHAMA centrais SINDICAIS para discutir reforma política por Lilian Venturini

    19.maio.2011 16:32:09

    Daiene Cardoso, da Agência Estado

    Agora, ou melhor de agora em diante não podemos deixar de prestar atenção, mas esqueçam os Árabes com suas Revoltas, se nossa atenção deve se ater aos espanhois.
    A Europa está se tornando, novamente, o centro das atenções se considerarmos o ano de 1968.
    Mas o viés europeu, certamente, será outro.
    E Lennon o disse muito bem: “o sonho acabou”.

    Ou seja, o dito de Karl Marx agora (DO MANIFESTO DO PARTIDO)é de outra monta não mais veremos a espiação de Marx com essa preocupação: “Um espectro ronda a Europa, é o espectro do comunismo”.

  6. Waldicir

    -

    20/05/2011 às 11:49

    Jean Wyllys, verdadeiro produto da Rede Globo, que tem se dedicado a desestruturar a família brasileira a décadas.

  7. Sara de Sarom

    -

    20/05/2011 às 11:24

    E DIZER QUE TUDO ISTO COMEÇOU COM O “da çilva”…Até o analfabeto e vagabundo chegar ao poder, as coisas aconteciam com certa normalidade, coisa que estes ditadores comunistas detestam. O “luladrão” conseguiu dividir o País entre negros e brancos, pobres e ricos, homossexuais e héteros, colocar os bandidos contra todo o cidadão de bem que trabalha, paga seus impostos pra ver este pinóia de “brasilzinho” entrar definitivamente pro buraco. Mas nada está tão ruim que eles não possam piorar, aí elegeram a “quarenta e quatro bico quadrado” e deu no que deu. O jean, tiririca, paloci, dilma, da çilva e toda a turma deles, deveriam ser jogados na lixeira. Acabaram com o País. MILITARES, OS SRS. SÃO A NOSSA ÚLTIMA ESPERANÇA, MISERICÓRDIA.

  8. Daniel

    -

    20/05/2011 às 11:20

    Acredito que Jean Wyllys seja mesmo um “encaixado”. Logicamente que, sendo a obstinação de opiniões tão heterossexistas (né, Reinaldo?), sua imagem pública seja a de um malandro “inimigo-do-povo”. Verdade seja dita; os quilombos nunca foram locais bons, mas uma resposta a um sistema que repudiava aos negros. A misoginia ainda é bastante aplicada na política. Vejamos o Dep. Bolsonaro que, em sua missão de fé contra os homossexuais, é capaz de desclassificar qualquer mulher que se coloque em seu caminho. Nosso Brasil ainda verá um político gay que terá melhor representatividade política. Também não sou simpático ao comunismo.

  9. gerson

    -

    20/05/2011 às 11:17

    É bem feito aos eleitores idiotas que nele votaram.
    E REFORMA POLITICA JA.
    é preciso acabar com essa palhaçada de um bem votado levar mais tranqueira junto.
    Vide a palhaçada mor aqui em são paulo com o caso tiririca: um palhaço bem votado levou um circo inteiro.
    E por favor, não me venham falar em ética nem em filosofia. Aqui é uma coluna para comentários e não divagações fiolosóficas. E tenho dito!

  10. Rodrigo Tonietto

    -

    20/05/2011 às 10:41

    Depois do fim da eleição, procurei “tirar férias” de qualquer conteúdo político, pois já estava tendo problemas de raciocínio que estavam me afetando no trabalho. Além do mais, tendo me tornado pai pela segunda vez, sobrava pouco tempo para manter-me informado nas horas de folga (utilizadas sabiamente por mim para dormir hehe).

    Mas, diante das últimas notícias a respeito de “kits gay”, “heteronormalidade e preconceito lingüístico”, entre outras, fui obrigado, como pai de duas crianças em idade pré-escolar, a pelo menos saber o que poderia aguardar meus filhos no futuro. Foi quando deparei com o nome do “pai da lei anti-homofobia”, o senhor Luiz Mott. Posso ser mal-informado ou até mesmo ignorante por desconhecer este ilustre “senhor”. As aspas aí não são preconceito, mas estão aí porque, do alto de minha ignorância em assuntos homoafetivos, não sei como ele prefere ser tratado.

    Durante a minha breve atualização, deparei com alguns textos que, em outros tempos, eu qualificaria como perversão e pedofilia barata mas, como não poderei mais expressar a minha opinião, talvez sejam apenas a liberdade de expressão sexual de uma pessoa. Tais textos exibem trechos como “…estudos comprovam que ainda no útero o bebê já tem ereção e a teoria de Freud sobre a libido infantil hoje é aceita por todos…”, “…o direito ao exercício de sua sexualidade e respeito à sua livre orientação sexual. Direito inclusive que têm os jovens em escolher eventualmente um adulto como seu parceiro afetivo e sexual…” ou “que nossas leis sejam mudadas e sobretudo, que se mudem as mentalidades (…) daqueles que, sob a desculpa de proteger a inocência dos mais jovens, negam o direito inalienável das crianças e adolescentes de terem respeitadas sua livre orientação sexual e sua liberdade sexual”.

    Por mais que eu não possa me expressar contra o homossexualismo (coisa que nunca fiz), estou preocupado de, no futuro, não poder sequer me expressar contra a pedofilia, caso esta esteja inserida em um contexto “homoafetivo”. Preocupa-me também que não possa dar a educação sexual que julgo correta aos meus filhos, já que tudo indica que, em breve, um ilustre senhor como este poderá chegar na minha casa reivindicando seu direito constitucional de “primas noctes” com o meu filho homem.

    Sinceramente, estou me sentindo como uma vítima de uma pegadinha do comediante Sacha Baron Cohen, conhecido por personagens como Borat. Da mesma maneira que o “ilustre reporter do Cazaquistão” tentava constranger suas vítimas com declarações cada vez mais politicamente incorretas, testando os limites destas, parece que o governo do PT está brincando conosco, tentando testar os nossos limites. O sr. Cohen costuma parar quando os “entrevistados” partem para a agressão verbal ou física. Quando será que estes ilustres senhores vão parar?

  11. Rodrigo

    -

    20/05/2011 às 10:07

    Essa minoria pequenérrima da população querem impor todos os seus conflitos pessoais e através do Ministério da Ignorância vem o tal do Kit-Gay e o Kit do Semi-Analfabeto.

  12. Renata

    -

    20/05/2011 às 10:05

    Tio Rei,
    .
    Será que Clodovil, se ainda fosse vivo e se a lei do privilégio aos homo fosse aprovada, seria preso por ‘homofobia’?? Veja o vídeo em que ele é vaiado pelo movimento gay:
    .
    Clodovil é vaiado por movimento gay:
    .
    http://www.videolog.tv/video.php?id=570595
    .

  13. Gilberto Rocha

    -

    20/05/2011 às 8:58

    Engraçado. Família, bons costumes, moral! É doentia as justificativas desse povo doente e nojento. Como pode um brasileiro(que me desculpem os corretos) um povo tão podre de índole, moral e costumes falar sobre o que é correto, normal ou anormal? Um povo que na sua maioria sonha em galgar um emprego público por contas das “vantagens”(chegar depois do horário, faltar sem justificativa, etc, etc, etc…) A sociedade brasileira é assustadora! A Rede Globo, Record, Sbt, Band, não tem o papel de educar,isso é dever da família, raro são os casos de uma boa educação na esfera brasileira. Um brasileiro só pede por justiça quando sente na pele a dor da perda, todos os dias morrem centenas de pessoas, pobres, negras, nas emergências de nossos hospitais, enquanto médicos que estudaram em universidades públicas e que ganham salários de até 10 mil reais, alegam não ganhar o suficiente pra exercer a profissão. E o que dizer, dos Paulos Malufes, Sarneis, Antonios Carlos Magalhães, Dirceus, etc, etc, as mulheres de vereadores que recebem bolsa família, os filhos dessa burguesia nojenta que estudam de bolsa PROUNI, KKKK…Fazendo uma viagem não muito distante pergunto: Aonde estão os jovens assassinos de Brasília, aqueles que queimaram Galdino alegando estar brincando?Um há pouco tempo trabalhava para o governo, esse qual nós os honestos pagamos os nossos impostos, e os drogadinhos da zona sul carioca que espancaram a empregada doméstica no ponto de ônibus alegando achar que se tratava de uma prostituta? Prostituta não é gente?E monstro é o garoto que teve toda a sua vida pertubada por essa gente preconceituosa e cruel e em resposta a isso, matou vários jovens em uma escola pública do Rio. Só para lembrar. Moral? Vocês nunca souberam o real significado dessa palavra, sociedade podre, suja, moralista,covarde,adúltera, esse país é o berço do que há de mais podre no ser humano: a falta de respeito ao próximo.Os brasileiros sofrem de dois problemas crônicos! A impunidade e a miséria humana! Antes de olhar para fora de nossas fronteiras e criticar o comportamento de outras sociedades, olhe para dentro de casa. Um país que acha normal a corrupção, que baixa a cabeça para violência, onde uma sociedade podre das grandes cidades sustenta o tráfico de drogas. O valor do homem não se mede pela sua opção sexual e sim pelos seus atos. Aos homofóbicos e aqueles que usam o nome de Deus em nome de suas loucuras e traumas psicológicos, aí vai uma pergunta: Quantas vezes vocês respeitaram de fato o próximo, amaram de verdade o seu semelhante, espancaram a esposa, furaram a fila, jogaram lixo pela janela do carro, beberam e foram dirigir, fuderam sem camisinha fora do casamento, sugeriram o aborto a amante e a própria filha, acharam que o negrinho era o ladrão, sonegaram impostos…infinitas as vezes, claro! Gente boa da cabeça vive além dessa esfera sub-humana de pensar.

    Pobre Brasil.

  14. Luiz A.

    -

    20/05/2011 às 1:44

    Esse é o famoso “Quem????”….

  15. E. Costa

    -

    20/05/2011 às 1:25

    Tio Rei aponta quem são os canalhas, dá os nomes dos canalhas, mostra como são e por que são canalhas. É um blog, definitivamente, só para quem tem vergonha na cara. Não é por acaso que sou leitor assíduo. Meus respeitos.

  16. Danilo

    -

    20/05/2011 às 1:15

    Gostaria de comentar algo : lá estão cheio também de evangélicos ,etc,deputados, senadores, a serviço dos interesses não sei se dignos (NEM TODOS), das Igrejas do tipo Universal do Reino de Deus e semelhantes , que são eleitos, digamos assim, na “democracia da lavagem cerebral dos cultos” . Uma câmara e um senado assim também inguém merece ! Fora aqueles que pregam moral e bons costumes e que quando são pegos roubando fazem uma oração em agradecimeto ao bem/($$) recebido !

  17. Ziu

    -

    19/05/2011 às 23:22

    Reinaldo,
    Que que esse povo está pensando? Que pode rejeitar o socialismo assim como se tivesse liberdade para decidir por si mesmo? Ah é, é! Então dá-lhe Jean Willis no lombo do povo!
    Mas esses socialistas, principalmente os de araque como este deputado quase sem votos são mesmo muito abusados! Felizmente é essa presunção de importância dos Jean Willis da vida que fazem com que eles não sejam mais que um ventinho passageiro!!!

  18. Jeremias-no-deserto

    -

    19/05/2011 às 23:16

    Mais um picareta oportunista que explora uma comunidade e simula passar por seu benfeitor.Gays deveriam execrar esses tipos, pois a atuação de gente assim só faz radicalizar o ódio de parte da população contra os homossexuais.Ou “homoafetivos”, termo que é mais gracinha.

  19. Alexandre

    -

    19/05/2011 às 22:40

    Esse cidadão é ridículo, pode até ser pouco inteligente a ponto de ser professor unversitário, digo pode porque neme todos professores unversitários são reais detentores de conhecimento, tenho experiência pessoal nisso que estou dizendo, o fato de ser gay é problema dele não vou discutir isso, nem sua defesa ferrenha pelos grupos dos quais ele faz parte, pois o mesmo não consegui votos para se eleger sozinho, indo nas asas do sistema político ruim de nosso pa´si com relação a permitir que pessoas que não foram eleitas assumam cargos públicos, sendo assim não discuto com quem não tem representatividade para mim ele não adiciona nada.

  20. wilson

    -

    19/05/2011 às 22:24

    Clodovil tinha objetivo e coerência coisa que este militante de boutique não tem.

  21. Santana*100

    -

    19/05/2011 às 22:22

    Com tantas consoante no seu segundo nome, “Wyllys”. O nosso “florido aprendiz de deputado”, tem de mostra pra que veio. Ele se sente novamente no seu mundinho, ou seja, no BBB Câmara do Deputados. Só que agora tem mais, muito mais condição de abocanhar mais de um milhão de reais defendendo a única bandeira que conhece. À bandeira da veadagem.

  22. gaúcha indignada

    -

    19/05/2011 às 21:26

    DÁ-LHE BOSONARO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  23. CW

    -

    19/05/2011 às 21:16

    O tiro ainda vai sair pela culatra. Eles estão sim, tornando agora o país Homofóbico !

  24. euvi

    -

    19/05/2011 às 21:08

    O semi-deputado Jean Wyllys (sem votos, entrou no Congresso na garupa do Chico Alencar), apesar de sua fala mansa e sonsa, é um sujeito autoritário, completamente avesso à democracia.
    Por exemplo:
    Em março, Jean comunicou em seu site que estava providenciando junto aos advogados da Frente LGBT no Congresso a exclusão (censura) do perfil de um usuário do Twitter – o @crfvendramini – que simplesmente exercia o direito legítimo de criticar o Kit Gay, o PLC 122/06 e outras barbaridades promovidas pela militância gay e pelo Estado comuno-gayzista.
    Jean alegou que Vendramini estava praticando “perseguição” a ele, Marta Suplicy, Cristovam Buarque e outros.
    Vejam só a postura tirânica do deputado BBB: um simples cidadão tuiteiro, por questionar o apoio desses políticos a essas aberrações promovidas com dinheiro público, foi considerado “perseguidor” dos figurões citados, coitadinhos.
    E o Jean logo se incumbiu, orgulhosamente, de ser o paladino da moral gay e da nova democracia psolista (a mesma da dona Marinor): vociferou, ameaçou, tomou a iniciativa de calar o cidadão que cometeu o grave delito de discordar dele.

  25. anonimo

    -

    19/05/2011 às 21:00

    Esse é da escala inferior à escala de Tiriricas. Está no Congresso ‘por acaso’.
    É uma carroça vazia, faz muito barulho.
    É um histriônico oportunista.
    Reforma política já. E queremos o Ficha Limpa.

  26. Jackson

    -

    19/05/2011 às 20:15

    Tendemos a acreditar numa evolução política das sociedades, que o destino final é sempre a democracia, cada vez mais aperfeiçoada. Sei não. A Europa também era bastante desenvolvida quando foi dominada pelo nazi-fascismo, né? Espero que as instituições (ou o que sobrou delas) funcionem. Já pensaram num nazifascismo de gays, afro-descendentes e “laicos”? É de arrepiar….

  27. Dido

    -

    19/05/2011 às 20:11

    Para previnir,mandei imprimir em duas camisas a seguinte frase:N
    AO SOU HOMOSEXUAL.

  28. Aposentado

    -

    19/05/2011 às 20:11

    E por que o povo que lê, que é instruído não vai às ruas protestar e derrubar esses infames eleitos sei la por quem? Collor foi derrubado, por que deixar o PT no poder?

  29. Washington

    -

    19/05/2011 às 19:58

    Reinaldo, como gay me sinto ofendido quando esse Jean Wyllys diz que fala em nome de toda a comunidade LGBT. Não pedi a ela para falar em meu nome. Além de ser um cara insignificante, é um burguês socialista insuportável. Ainda mais pertencer a um partido que carrega no nome uma ideologia que provocou a morte de dezenas de milhões de pessoas pelo mundo – de heteros e homossexuais – em nome da distribuição da riqueza (na realidade, uma redistribuição da pobreza). Parabéns, Reinaldo. Fico feliz quando você defende os homossexuais, exige a igualdade no tratamento e nas leis, mas também dá um tapa de luva nesses picaretas aí que se autodenominam defensores da causa gay.

  30. Val

    -

    19/05/2011 às 19:54

    quem sabe nós heteros sejamos meio burrinhos, se tem um pingolim para nós é homem, viril, procriador, e é dificil imaginarmos alguem com pingolim ( para não dizer outros nomes) esconder o pingolim, não aceitar seu pingolim tão potente( que para tantos é motivo de orgulho e para tantas mulheres motivo de desejo, de extase, de delírio, além do sonho de gerar um filho). Para nós um gay é aquele que esconde, que nega seu pingolim, algo tão precioso e sagrado. È difícil entender, sabe? Por que tanto desprezo e descaso pelo desejo de um [orgão tão importante.
    É dificil aceitar o assassinato em massa dos homens, e nao podermos fazer nada…

  31. gaúcha indignada

    -

    19/05/2011 às 19:51

    Cai fora idiota, o cidadão brasileiro agradece.

  32. angela

    -

    19/05/2011 às 19:46

    o que é excludente é juntar a grupos, grupo de mulheres, de homens, de gays. Quando se une em grupos de iguais e se separa dos outros, considerando-os diferentes, isso já é preconceito. No fundo, todos somos preconceituosos, o que não se pode é ofender por isso ou querer privilégios.

  33. anonimo

    -

    19/05/2011 às 19:40

    a critica à ditadura gay é um desabafo a um sistema que oprime, que rouba a liberdade de gosto, de julgamento, de opinião, de vida e de sentimento.

  34. anonimo

    -

    19/05/2011 às 19:38

    acredito que somente os homossexuais sérios deste país poderão acabar com esse bando de aproveitadores, e deveriam agir para não sofrer por causa das burrices deles
    pensem bem!

  35. leo

    -

    19/05/2011 às 19:35

    Pare de implicar com o menino, Tio Rei. Ele ainda não entendeu o que está fazendo lá. Ainda está meio aéreo.
    Aéreo Wyllys.

  36. Luke

    -

    19/05/2011 às 19:35

    Mandou bem demais, Reinaldo. Vigarista socialista pseudo-intelectual tem que ser tratado assim mesmo.

  37. anonimo

    -

    19/05/2011 às 19:34

    Caro Veridiano, a critica á ditadura gay é uma critica aos sistema que nos ofende, a mim e a você, não homofóbica, mas esse povo está nos deixando nervosos, e claro, se a regra de legalias é para gays todos vão ser privilegiados e da mesma forma, desprezados. Quem é gay e é são ( sabemos que são muitos ) deveriam lutar contra esse movimento doentio, pois prejudica aos que não tem culpa e são pessoas dignas, que em minha convivência são muitos. só os gays responsáveis é quem poderia dar visão a esse movimento irritante e desrespeitante. Esse movimento nos agride por isso a nossa resposta, e sei que vc nos compreende pois tambem irrita vc na mesma medida.
    Desculpe pela generalização, mas quem cala consente e se voces não fizerem nada tbem poderão sofrer com isso…

  38. anonimo

    -

    19/05/2011 às 19:27

    o negocio vem assim: guela abaixo, sem direito a tempero e azeite, é para descer seco e sem sabor, de preferencia com dor. Vamos ter que engolir seco o que os gays mandar, sem direitos ou sentimentos. Os estudados obedecendo os analfabetos, e ganhando menos que estes.

  39. gaúcha indignada

    -

    19/05/2011 às 19:27

    O Jean é um idiota do PSOL (partido que consegue sem pior que o PT), sem RUMO, SEM DEMOCRACIA, SEM OBJETIVOS, ou seja, só pensam em discutir “detalhes”. O cidadão brasileiro precisa de educação, saúde, segurança pública, saneamento básico, etc…. CAI FORA IDIOTA!!!!

  40. Marcos F

    -

    19/05/2011 às 19:24

    O Jeep Wyllys é quatro por quatro.
    O povo não pode votar, porque é dois por dois.
    Bom é quem é eleito sem voto.
    Daí, bichou o Congresso.

  41. ana cruz

    -

    19/05/2011 às 19:21

    estou pensando, sabe por que passamos tanta raiva com as cacas desses policicos? por que eles não sabem o que fazem. E como vão saber? uns tem apenas o fundamental outros o ensino médio? o que esperar deles? milagres? eles tem um conhecimento muito vago, estão lá para fazer o que quem pagar mais mandar, apenas isso. O resto é dar desculpas.
    Depois deste kit gay aprovado pelo mec, eu perdi o tesão pela educação. Desconsolo e desesperança toma conta. Ganhando o que ganho para tolerar a falta de educação dos alunos e agora ter que ensinar homossexualidade, que tédio!!!!!!!!!!!!!

  42. desconfiado

    -

    19/05/2011 às 19:21

    depois que o PT descobriu que fazer terrorismo contra o brasil eas pessoas de bom senso, renderia muito junto com as
    “MINORIAS”-os distorcidos todos acham se discrriminados e conseguem talvez por forcas nao declaradas emplacar o impossivel na naturalidade ou na logica
    com isto esta colocando o mais baixo possivel de individuos nos seguimentos.
    e uma cultura do nada, de podridao insuportavel, vindo dos esgotos das imoralidades, da marginalidade.
    pessoas estao sendo mortas ou agredidas nao por opcao sexual, mas sim porque esta no meio da prostituicao.
    seu jean sai fora, voce nao tem moral para atacar o povo
    e nem ninguem!

  43. anonimo

    -

    19/05/2011 às 19:20

    Já na carta que enviou ao Jornal do Brasil, Jean Wyllys dá uma aula de não-discriminação, e aponta trechos da Bíblia que, assim como os que condenam o homossexualismo, defendem a escravidão e a violência. Um texto imperdível.

  44. Anónimo

    -

    19/05/2011 às 19:15

    O único Willys que prestou foi o Jeep, esse lixo não vale para nada.

  45. eder

    -

    19/05/2011 às 19:06

    …no final agente acaba pensando:…- deixa pra lá!…é apenas mais um!…esse ainda é peixe pequeno…os verdadeiros tubarões é que estão tentando engolir tudo que encontram pela frente!….sujeira pra tudo quanto é lado…infelizmente.

  46. joão carlos

    -

    19/05/2011 às 19:01

    Reinaldão, ainda temos sua pena afiada para desmascarar esses canalhas!

  47. Romane

    -

    19/05/2011 às 18:58

    Alguém se chama realmente Wyllys? No Brasil, nem Jeep! Na Inglaterra e ex-colônias, talvez.

  48. eli

    -

    19/05/2011 às 18:56

    ridicula, que tal em estado essa MONA DE eque nasceu?????????????????????????

  49. Levi

    -

    19/05/2011 às 18:51

    Complementando, ele é culto o suficiente para o Big Brother, mas não para a Ana Braga. Aí já é demais, né?

  50. Chiquita Bacana

    -

    19/05/2011 às 18:50

    Aproxima-se o dia em que ostentaremos no braço esquerdo a insígnia HETEROSEXUAL e carregaremos no bolso a carteirinha de controle da reciclagem em ” estratégias para desconstruir os argumentos heterosexuais e problematizar esta identidade antinatural”.
    “Durma-se com um barulho destes!!!”

  51. Escritor

    -

    19/05/2011 às 18:50

    O deputado jean é tão inculto, que nao tinha nenhuma chance no congresso, seria logo lançado ao esgoto do esquecimento. Assim, teve uma ótima idéia. Virou porta voz da comunidade GAY. Chegou lá, chama todo mundo de ignorante, critica religiões que estão na terra antes do nosso continente existir (nao disse errado não, é isso mesmo) quem discorda dele é chamado de homofóbico e precisa ir para a cadeia. Agora, não sei se voce vai publicar isso, mas eu quero que o Jean va para os quintos dos infernos junto do seus míseros 13 mil gays que o elegaram!!!!!!!!!!
    E ignorante são os eleitores dele….
    (desculpe o desabafo, normalmente sou calmo)

  52. Levi

    -

    19/05/2011 às 18:49

    O Louro José, com seu cérebro de material sintético, demonstrou maior erudição do que o deputado psol homoafetivo. Deve ter sido por isso que o socialista não deu certo na Ana Maria Braga. A alta cultura do sujeito não se encontrava no patamar mínimo exigido para participar daquele troço, ao contrário do tal Louro.

  53. LS

    -

    19/05/2011 às 18:48

    Danilo das 17:30.
    Gostei. Foi boa. he, he…

  54. Ferrabraz

    -

    19/05/2011 às 18:47

    Pois é pessoal, sorte dos brasileiros é que o PSOL só tem meio por cento dos eleitores.
    Se não estariamos todos mortos, enclausurados em alojamentos de reeducação ideológica ou caminhando para o interior do Brasil num processo de evolução sociológica do homem urbano.
    Quá,quá,quá.
    A Marinor tá brava com Bolsonaro e quer traçar o Jades Barbalho.
    ihihihihih, tá ficando divertido o circo em Brasilia.

  55. LIMA

    -

    19/05/2011 às 18:40

    REINALDO.
    ESSA GENTE SE ELEGE COM UMA M. DE VOTOS E PENSA QUE SÃO OS MAIORAIS DA INTELECTUALIDADE E DA POLITICA. O CONGRESSO NÃO VALE NADA E SEUS OCUPANTES MUITO MENOS.

  56. Anónimo

    -

    19/05/2011 às 18:37

    Reinaldo, como é triste vem um diogo mainardi piorado ter um dos blogs mais acessados do país. Nossa sociedade ainda tem muito o que evoluir. Estamos nos tornando uma versão mais pobre dos nossos vizinhos do Norte.

  57. Humberto

    -

    19/05/2011 às 18:36

    Reinaldo, me divirto lendo seu blog, vc diz a verdade de forma direta e clara ! ainda bem que temos vc pra colocar esses farsantes no seu devido lugar e com os adjetivos apropriados

  58. Robinson

    -

    19/05/2011 às 18:24

    Tenho alguns pensamentos de esquerda mas o PSOL é de extrema esquerda.
    Daí não dá pra concordar com muita coisa que dizem.
    É só pegar a campanha do Plínio pra presidente.

  59. José Abreu

    -

    19/05/2011 às 18:15

    Olá Tio Rei!!
    A coisa tá braba, a frescura tá com a corda toda.
    O que será deste país sob o comando destes “escrementos morais”?
    Será o Apocalípse?

  60. Akhenathon

    -

    19/05/2011 às 18:14

    Ele não era “professor universitário”, apenas um pseudo-chato que fazia Mestrado em Comunicação Social…

  61. Silva Júnior

    -

    19/05/2011 às 18:14

    Quem elegeu esse “homoafetivo” como representante dos gays? Os gays passaram uma procuração para ele? Esse sujeito está buscando algo para chamar a atenção e conseguir votos. A família brasileira está de olho nele.

  62. TITO

    -

    19/05/2011 às 18:08

    Reinaldo,
    Me desculpe mais noves fora,mas Xuxa causa tumulto no câmara,ao defender a aprovação da “lei das palmadas” amparada pela Rainha Silvia da Suécia (A lei já existe por lá desde 1979) e ladeada pela Maria Taurus do Rosário (PT-RS) e a musa do PC do B Manoela D`ávila.
    Eu sei que o aasunto não é novo, sendo objeto de suas análises muitos consistentes.
    A questão é a ingerência do estado na formação dos filhos o que seria uma aberração jurídica e inconstitucional.
    Se for assim prá que o ECA ? E cá entre nós isso aqui não é nenhuma Suécia e e Xuxa não é nem nunca será um exemplo edificante para se educar filhos,com a sexualização precoce de crianças e toda aquela alienação total dos programs !!!
    Mais uma vez o executivo cercea direitos inscritos na CF para cercear direitos .
    E.T – Não sou a favor de qualquer abuso contra crianças,sejam espancamentos ou abusos físicos ou morais mas essa lei é apenas mais um passo do estado legislar em causa própria, ainda mais quando se trata da educação familiar.

  63. indignada

    -

    19/05/2011 às 18:08

    Este ex-BBB é esperto. Quem votou nele como participante do BBB e agora para deputado é burro, otário, mal informado, ignorante. Pois é Reinaldo, infelizmente temos essas coisas na TV e na política.

  64. Veridiano

    -

    19/05/2011 às 18:06

    Apenas gostaria de fazer um pedido aos que tendem a fazer generalizações: não pensem que todos os gays são socialistas, amigos do PT, admiradores do PSOL, apoiadores das FARC e do MST. Entendam que, como eu, há outros gays que sabem que o PT usa os homossexuais de forma utilitária, para atingir objetivos eleitoreiros. Nem todo gay deixa ser seduzido pela ideologia retrógrada, nefasta e corrupta de petistas e dinossauros socialistas. Gostaria de lembrar que há, inclusive, a juventude gay do PSDB, que se contrapõe à ideologia petista. Também quero discordar da opinião corrente, inclusive de leitores deste blog, que diz que os homossexuais querem implantar uma ditadura gay. Pensar assim é uma tremenda estupidez. Eu só quero os meus direitos civis garantidos porque não posso ter menos direitos por ser homossexual. Alguém por acaso acha que é um absurdo pedir apenas para ser respeitado?

  65. Wittgenstein

    -

    19/05/2011 às 18:04

    Para se eleger o povo tinha informação, mas para plebiscito gay não. Essa é a visão autoritária da comunistada tupiniquim.

  66. nihil

    -

    19/05/2011 às 18:04

    Fazer o que não é? O cara ainda não descobriu nem que nasceu com sexo masculino.

  67. OhMyGod! - o verdadeiro!

    -

    19/05/2011 às 18:03

    Caríssimo.
    Ao “Desesperançado – 19/05/2011 às 17:30″
    Xíi..esse assiste ainda porcarias como BBB…
    Brincadeirinha…

  68. Fabio Carioca

    -

    19/05/2011 às 18:03

    Seremos processados juntos, Reinaldão!
    Subscrevo tudo.

  69. Fabio Carioca

    -

    19/05/2011 às 18:02

    Faltou um Marcelo Dourado naquele BBB…
    É um cretino esse Jean. Não me lembro de tê-lo visto reclamando quando levou aquela bolada (de dinheiro) no Big Brother. Quer dizer que o povo só merece ser ouvido quando dá razão a ele? Então fica combinado assim: quando o povo está de acordo, deixamos ele decidir; quando o povo está contra, deixamos para os “iluminados”…

  70. Desesperançado

    -

    19/05/2011 às 17:57

    A “lei da palmada” também tem comoo escopo oculto implodir o poder familiar.

  71. MY

    -

    19/05/2011 às 17:56

    Ele tem toda razão, o povo é tão ignorante que o elegeu.

  72. ricardo

    -

    19/05/2011 às 17:54

    o Paloffi eh que sabe o que eh socialismo…perguntem para ele…

  73. renato alberto

    -

    19/05/2011 às 17:52

    Para ser deputado tem que comprovar um pré-requisito: desvio de caráter.

  74. Desesperançado

    -

    19/05/2011 às 17:49

    Todos os Estados totalitários revolucionários buscam enfraquecer as tradições cívicas, religiosas e familiares, para se impor com menos resistência da sociedade. Assim, o partido comunista chinês persegue as tradições budistas (vide o Tibet), o soviético perseguiu o islamismo no Afeganistão (quando Osama Bin Laden foi treinado pela CIA para combatê-lo) e agora estão fazendo por aqui.

    A finalidade dessas medidas é fazer com que o Estado-Partido tenha o total controle dos costumes, da cultura, da educação e da vida dos indivíduos. Os primeiros alvos são a família e a religião predominante na sociedade alvo. Para isto, os comunistas procuram de todas as maneiras atingir e debilitar esses alvos. Os gays são apenas um dos instrumentos para que alcancem esse objetivo. Se conseguirem o domínio total da sociedade e se indispurerem com os gays, passarão a considerá-los contra-revolucionários e a persegui-los. Marta Suplicy deu um exemplo disso quando insinuou que Kassab seria gay, por interesse político eleitoral.

  75. Gabriel Moura

    -

    19/05/2011 às 17:48

    Esse Jean é um mau caráter!

  76. Rodrigo

    -

    19/05/2011 às 17:45

    E agora a Xuxa Meneghel e a Rainha Sílvia da Suécia querem a proibição das palmadas nas crianças. Então temos a proibição das sacolinhas plásticas, a tentativa de proibir a venda de armas, lei contra a homofobia, amor por metrô e trem etc etc etc.

  77. Desesperançado

    -

    19/05/2011 às 17:43

    Outra do Jean: indagado por outr BBB sobre se faria parte da luta armada, respondeu que apoiava a luta armada mas não faria parte dela por causa dos justiçamentos. Não ficou claro se ele temia ter de “justiçar” companheiros ou de ser “justiçado”. Hehe

  78. Snitram

    -

    19/05/2011 às 17:36

    Bom, se alguém me diz que sua revista preferida é a Carta esquerdopatal, não precisa me dizer mais nada. Já sei que gosta das FARC, defende a ditadura Cubana, se bobear gosta também do regime do Irã, e do Battisti, mas claro, é muito humanista. Ah, sim, perdoa as 100.000 mortes do Fidel mas não perdoa o Obama ter matado o Osama.

  79. Anônimo

    -

    19/05/2011 às 17:35

    Rei, sem voto distrital a coisa só vai piorar. Voto puramente majoritário e distrital para o parlamento é a única reforma política que pode alterar radicalmente o nível da política brasileira, eleger gente verdadeiramente representativa e baratear brutalmente os custos das campanhas.

  80. Carlos

    -

    19/05/2011 às 17:32

    Sem contar que, do modo dito, todo deputado que entrou por conta de votação expressiva da coligação não tem legitimidade pra trabalhar. Ou não? Tenho certeza que o deputado Jean Wyllys não foi o único eleito assim e não há nenhuma ilegalidade nisso, até porque está legitimado pelo processo eleitoral vigente.

  81. Danilo

    -

    19/05/2011 às 17:30

    Quem é Jean Willys, é algum tipo veículo semovente?
    O que é Psol, alguma marca de bloqueador solar feito de recicláveis?

  82. Ex-petista

    -

    19/05/2011 às 17:30

    Eu tenho um amigo “playboyzinho”, festeiro e totalmente burguês. O cara inventou de virar vereador em João Pessoa. Só achou vaga de candidato num partido de esquerda, aquele do Brizôla. Pronto, virou socialista sem nem saber o que isso significa.

  83. Desesperançado

    -

    19/05/2011 às 17:30

    Ele disse uma vez no BBB que sua revista predileta era Carta Capital. Então pensei: xiiiiii!!!! rs

  84. André

    -

    19/05/2011 às 17:27

    Biografia

    Jornalista com mestrado em Letras e Linguística pela UFBA, professor de Cultura Brasileira e de Teoria da Comunicação na ESPM e na Universidade Veiga de Almeida – ambas no Rio de Janeiro, além de escritor – Wyllys tornou-se conhecido nacionalmente após ganhar uma edição do reality show Big Brother Brasil, da Rede Globo, em 2005.
    Wyllys ajudou a criar o curso de pós-graduação em Jornalismo e Direitos Humanos da Universidade Jorge Amado, em 2004, em Salvador, na Bahia.[carece de fontes] Homossexual assumido, Wyllys afirma que defenderá os direitos humanos durante sua carreira política.[1]
    [editar]Livros

    Aflitos – crônicas e contos, vencedor do Prêmio Copene de Literatura, editado pela Casa de Jorge Amado.[carece de fontes]
    Ainda Lembro – crônicas e experiências vividas no BBB5, editado pela Editora Globo.[carece de fontes]
    Tudo ao mesmo tempo agora – contos e crônicas, lançado pela Giostro Editora.[2]

  85. Cactus

    -

    19/05/2011 às 17:24

    Há alguns meses eu comentei aqui, o fato das motocicletas da marca Honda serem vendidas com um crucifxo afixado de modo invertido, escondido dentro do farol. Ontem a fábrica da Honda demitiu 400 funcionários e existem outros 800 na corda bamba. A desculpa é o tsunami no Japão, eu digo que o trabalhinho obscuro do farol, que deve ter tirado a vida de muita gente em acidentes, está por trás disto, é o feitiço virando contra o feiticeiro.

  86. morg

    -

    19/05/2011 às 17:22

    Reinaldo, no site da Veja: “Por que ele não explicou de onde veio o dinheiro? Eu tive que explicar”. Palavras de Francenildo…
    morg

  87. Elouquisa

    -

    19/05/2011 às 17:20

    Hahahahaha!Coitado,tio Rei!Esses megalonanicos não aprendem nada,não entendem nada e ainda se acham representantes e tutores do povo!Acorda deputado de voto alheio!

  88. Leonardo

    -

    19/05/2011 às 17:18

    Reinaldo,

    Eu tenho pena do PSOL,mais dó ainda desse Jean,só conseguiu chegar lá na aba de terceiros.Rs

  89. Maria Lima

    -

    19/05/2011 às 17:18

    Parceiros de negócio
    Dois petistas eram figuras fáceis no antigo e discreto escritório de Palocci, duas pequenas salas alugadas em um prédio na Alameda Lorena.

    Luis Favre, o famoso ex-namorado argentino da Marta Suplicy, e José Genoíni, ex-deputado e atual assessor especial do ministro da Defesa, Nelson Jobim.

    Na mesma região, quem também tem escritório em um prédio da Padre João Manuel é Roberto Teixeira, o compadre do Lula.

    Alerta Total http://www.alertatotal.net/

  90. chorei antes de nascer

    -

    19/05/2011 às 17:18

    Esse menino, no congresso tá parecendo o menino do MEP, na cadeia, sua sorte, digo azar, é o Lulla não andar mais por lá

  91. Fernando

    -

    19/05/2011 às 17:15

    Ué, Reinaldo, mas o partido que ganhou as eleições se diz socialista! Logo, o povo escolheu sim o socialismo!

  92. Villegagnon

    -

    19/05/2011 às 17:15

    Reinaldo, você precisa ver este site do Movimento de Adolescentes Gays Socialistas!!

    http://www.e-jovem.com/

    Não sei se há patrocínio oficial ou se há o uso indevido e não autorizado, mas o fato é que há os logos do Governo do Estado de São Paulo e do Ministério da Cultura!

    Dá tristeza ver como essa garotada está sendo instrumentalizada para sustentar um projeto de poder asqueroso.

  93. Rodrigo

    -

    19/05/2011 às 17:12

    A esquerda sempre atacou os programas populares de tevê. Muitos são de mau gosto, concordo. Mas bastou o Jean Wyllis ganhar uma edição do BBB, e a tal de Maria ganhar outra, e a esquerda passou a ver o tal programa com bons olhos.

  94. André

    -

    19/05/2011 às 17:09

    Eu sei! Em Brasilia, visto me parece ser um país independente do Brasil, mesmo porque
    eles legislão em prol deles mesmo! Dai eu achar que e um país independente.

  95. Dawran Numida

    -

    19/05/2011 às 17:08

    Bom, não adianta sequer criticar quem votou no deputado. Ou quem deu legenda ao deputado. Ou um sistema eleitoral que permite que um seja votado e outros sejam eleitos. Ou que ele tenha ganho um programam popular. O que dá para criticar, sim, o próprio. Pouco importa o que advogue, seja ou queira ser. E o que ele quer que ocorra interessa não a ele, mas, aos cidadãos de uma forma geral. E muitos não concordam com ele. Portanto, dá, sim, para mandá-lo ter parcimônia em suas intenções. Afinal, o País não é formado só por ele ou por quem pensa igual a ele. Se ele fala em liberdade, tem de entender que a dele, por ser um agente político, termina onde começa a dos outros. E ele tem de defender isso sem qualificar a capacidade do cidadão em analisar e desejar o que bem ele entender. Não é o deputado quem decide o que os cidadãos podem ou devem ou não pensar. Caso ele não entenda isso, que pegue o boné e área.

  96. O Vampiro de Curitiba

    -

    19/05/2011 às 17:06

    O PSOL queria até o lunático do Protógenes em suas fileiras. Teve sorte que o ex-delegado foi pro PC do B. O PSOL morreu antes de nascer.
    Ah, já ia esquecendo:Vitória, Não vingança:
    http://blogdovampirodecuritiba.blogspot.com/

  97. Tomas Bottel

    -

    19/05/2011 às 16:59

    Esse Jean Wyllys esta se achando o Jeep Willys dos homo delinquentes que querem empurrar o kit gay nas escolas pública, atropelando a vontade das famílias e dando aos “preparados” professores públicos o direito de “orientar” as crianças para votarem em gente como ele, quando fizerem 16 anos…

  98. Luciano

    -

    19/05/2011 às 16:55

    Onde já se viu dar mandato para político sem voto? Em qual lugar no mundo isso ocorre, além do Brasil?

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados