Blogs e Colunistas

04/04/2011

às 6:31

Ignorantes de bom coração. Ou: quem pode queimar o quê?

A quantidade de besteira que o caso Bolsonaro vem suscitando é um espanto! A questão essencial, para mim, já disse, diz respeito à liberdade de expressão. Por mais detestáveis que sejam as suas opiniões, fazer o quê? A liberdade existe também para pessoas que dizem coisas detestáveis. Citei aqui o caso da Igreja de lunáticos nos EUA que invade velórios de soldados americanos que serviam no Iraque e no Afeganistão para agradecer a Deus pelas mortes: seriam punições porque os EUA são condescendentes com o homossexualismo!!! Pode? A Suprema Corte diz que sim! Um pastor decidiu queimar um exemplar do Corão, e o Taliban usou isso como pretexto para desencadear atos terroristas. Há gente por aqui achando que é tudo culpa do… pastor! Em breve, vamos ter de perguntar aos clérigos afegãos o que se pode desenhar, queimar, falar ou pensar no Ocidente. Além de politicamente corretos, teremos de ser “islamisticamente” corretos. A tese seria mais ou menos esta: a era das liberdades individuais esgotou o seu ciclo de virtudes. Vão se danar!!!

Eu acho correto ou aceitável que se perturbem velórios ou se queimem livros religiosos? Eu não! Essa gente é asquerosa! E daí? Mas não reconhecerei os sectários islâmicos do Afeganistão como tribunal competente para decidir o que se pode ou não se pode fazer no Ocidente!

Aos cretinos salta-pocinhas do multiculturalismo chinfrim, lembro que a liberdade que queima livros imprime milhões de livros. No Afeganistão, onde não se imprimem livros, só não se pode queimar um livro!

Voltemos a Bolsonaro.  Vamos botar a bola no chão. Vão querer puni-lo segundo a lei ou vão querer puni-lo “porque a gente não gosta dele, e faz tempo que merece uma lição”? Vão querer puni-lo segundo o estado de direito ou segundo a discricionariedade das “pessoas boas”? Digamos que seja segundo o “estado de direito”, já que o Brasil, por enquanto, é uma democracia.

No caso da acusação de homofobia, o caso está sendo superdimensionado porque existe aí uma agenda: aprovar a tal lei. Se alguém acha Bolsonaro “fascistóide”, é porque não leu o texto. O deputado diz lá as suas besteiras, mas não tenta mandar ninguém para a cadeia. Já aquilo que pretendem aprovar pode meter um sujeito em cana por expressar uma simples convicção religiosa contrária à prática homossexual.

Muito bem: ninguém pode ser punido, senhores apressadinhos, a não ser na forma da lei. E inexiste uma lei que caracterize a “homofobia”. Bolsonaro parece que não aceitaria filhos gays; acha que não correria o risco de tê-los; sugere até que uns bons petelecos na hora certa corrijam o “desvio”… São idéias, assim, “pterodáctilas”? São, sim! Mas existem pessoas assim no mundo! Devem ser encarceradas por isso? Aí o sujeito ainda mais apressado diz: “Ah, te peguei no argumento, Reinaldo! Então é por isso que precisamos ter a lei”! Vocês acham mesmo que uma lei que proibisse Bolsonaro de dizer essas coisas faria o Brasil ser mais democrático?

Então vamos ver: por homofobia, dada a inexistência de lei — vejam que ainda não toquei na imunidade parlamentar —, não haveria como puni-lo. Resta a acusação de racismo.

“Racismo” não é o que eu considero “racismo”, mas aquilo que a lei tipifica como tal. Mesmo que Bolsonaro não tivesse se enganado na resposta que deu a Preta Gil — e eu acho que ele se enganou; basta ver que o vocabulário empregado não se coaduna com a pergunta —, seria preciso dizer que artigo da lei ele transgrediu. Já tratei do assunto aqui. Não acho que seja o caso.

Atenção! Se a gritaria contra Bolsonaro estivesse circunscrita ao repúdio àquilo que ele disse, eu teria escrito aqueles meus dois primeiros textos, em que o desanquei, e parado. Mas não! Decidiram levar a questão para o terreno legal, para o questionamento sobre os limites da liberdade de expressão, para a relativização da imunidade parlamentar. Aí a coisa mudou muito de figura! Aí estão querendo combater opiniões particularmente boçais com a generalização da boçalidade antidemocrática.

“Então um parlamentar pode defender o homicídio, a pedofilia, o roubo?” Não! Não pode, não! A pergunta é burralda porque, além de tais práticas estarem devidamente categorizadas como crimes, haveria a questão do decoro, que um parlamentar não pode transgredir nem no uso da imunidade. “Ah, mas o racismo também tem uma lei que o pune”. É fato! Mas será preciso, antes, provar que houve racismo, entenderam? Provar segundo a lei, não segundo o fígado dos que não gostam do cara porque ele se opõe a cotas raciais, por exemplo.

“E o terrorismo? Um parlamentar pode defender o terrorismo em nome da liberdade de expressão?” Então… A Constituição diz que o terrorismo também é crime inafiançável e imprescritível e que será punido na forma da lei. Se o animal em questão for hábil o bastante para fazer uma defesa genérica, sem especificar atos que possam estar categorizados em leis específicas, será difícil puni-lo — a não ser por quebra de decoro. É que não temos, no Brasil, a lei que pune o terrorismo. Por essa razão, inclusive, há um monte de terroristas livres, leves e soltos, operando alegremente no Brasil, conforme fica claro da reportagem de capa da VEJA desta semana. A propósito: já se publicou resenha de livro na imprensa brasileira defendendo o terror. Ninguém protestou! Ou melhor: eu protestei!

Há várias formas de debater essa questão, inclusive a honesta e a desonesta. A desonesta tenta confundir a defesa da liberdade de expressão e da imunidade parlamentar com o endosso às besteiras que Bolsonaro diz. A honesta distingue a preservação de direitos fundamentais, inegociáveis, do conteúdo tacanho que o exercício desses direitos pode trazer à luz. Debate parecido se viu na questão do Ficha Limpa. Aprovou-se uma lei escancaradamente inconstitucional em nome do bem, e, depois, tentou-se pespegar nos defensores da Constituição a tacha de lenientes com a corrupção.

Infelizmente, boa parte dessa confusão é feita por jornalistas, que não vêem mal nenhum em propagar a ignorância, desde que seja de bom coração.

PS – Esse escarcéu todo só está em curso por aqui porque há a cultura de recorrer ao “papai Estado” para punir os meninos maus, que fazem aquilo de que a gente não gosta… Nos EUA, por exemplo, seria absolutamente impensável a hipótese de cassar um parlamentar porque ele expressou opiniões consideradas incômodas, idiotas ou incorretas. E olhem que aquela é a pátria do politicamente correto. Mas lá deixam o embate para a sociedade.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

170 Comentários

  1. Phantom

    -

    05/04/2011 às 19:46

    A relativização dos direitos é o primeiro passo para sua abolição. A filosofia do “não é bem assim”, tão diligentemente exercitada por nossos jornalistas (foi mal, Reinaldo), políticos e outros tantos “pensadores”, ainda vai custar muito caro ao nosso país. Liberdade de crença? Não é bem assim. Você só pode acreditar no que os iluminados quiserem que acredite. Liberdade de expressão? Não é bem assim. Você só pode dizer o que os iluminados quiserem que diga. Afinal, a liberdade é relativa. Não podemos esquecer do interesse público sobre o privado, certo?
    Aqui mesmo, nos comentários, li algo nesse sentido.
    Pois bem, o princípio do interesse público, esse sim, é relativo. Interesse público não significa interesse da maioria (muito menos interesse de uma minoria que se pretende representante da maioria). Significa interesse da coletividade – isto é, de todos. Logo, apenas uma interpretação tendenciosa, fundamentada na filosofia do “não é bem assim” poderia invocá-lo para reger as relações interpessoais. E, no que me consta, o que uma pessoa pensa ou fala acerca de outras pessoas está no âmbito das relações interpessoais. Não, na esfera pública.
    Concordo com o Reinaldo. O Bolsonaro tem falado muita bobagem. Mas é um prazer poder ouvir essas bobagens.

  2. Não católico

    -

    05/04/2011 às 19:20

    Outra questão grave para o ateísmo é o início do tempo. Tudo na cosmologia indica que o tempo teve um início, e isso é extremamente desconfortável para os ateus. Alguns tentaram a todo custo encontrar hipóteses que resguardessem o estado constante, mas desistiram. As esperanças do ateísmo são os universos pulsantes ou os universos simétricos, mas todas as soluções propostas até hoje mostraram-se impossíveis.

    Note que isso não é para provar que Deus não existe, é para permitir que possa haver alguma possibilidade do ateísmo manter o nariz fora d’água, continuar sendo considerado uma opção respeitável.

  3. Não católico

    -

    05/04/2011 às 19:03

    Quanto à sua afirmação de que não existe espírito, tenho de discordar. Visto que você se expressa assim, devo supor que você é ateu. Uma posição difícil de defender num debate.

    Atualmente, a principal argumentação a favor do ateísmo fica dependente da hipótese de existencia de múltiplos universos. NOTE QUE ESSA É UMA CONDIÇÃO NECESSÁRIA MAS NÃO SUFICIENTE, PARA DEFESA DO ATEÍSMO. Há duas dificuldades aqui.

    1. Se essa hipótese for verdadeira, supõe-se que nunca poderá ser provada. Não pode ser considerada, portanto, uma hipótese científica, no sentido das ciências naturais.

    2. Se os lógicos estiverem certos, a existência de um número infinito de entes reais é impossível, é ilógica. Estude isso e verá. Portanto, além de ser uma hípótese cientificamente impossível de ser provada, parece ser uma hipótese excluída pela lógica. A não ser que seja encontrada alguma falha na prova de impossibilidade citada. Mas ninguém consegui encontrar tal falha até hoje.

    continua …

  4. Não católico

    -

    05/04/2011 às 18:32

    Kaos

    Engenharia social é a própria essencia do regime totalitário. Funciona? Em grande parte sim, caso contrário nenhum regime totalitário se manteria por mais do que alguns meses. Mas quem a advoga, certamente odeia a liberdade. E odeia a república, pois um regime republicano faz do estado uma propriedade do povo. E um regime que usa da engenharia social, faz do povo um escravo do estado.

  5. Maria Dulce de Souza Almeida Prado

    -

    05/04/2011 às 16:40

    Sr. Reinaldo,

    O país precisando de tanto debate sério e as pessoas perdendo tempo com o Bolsonaro! Eu posso até estar errada, talvez esse seja um debate sério: liberdade de expressão etc. Mas, ainda assim, continuo achando perda de tempo.

  6. Não católico

    -

    05/04/2011 às 15:22

    Kaos

    Você disse: “Mas isto não é, DE MANEIRA NENHUMA, motivo para se ofender/bater/matar outra pessoa.”

    Quantas pessoas você conhece que ofendem/batem/matam homossexuais por serem homossexuais? Tenho mais de 40 anos. Faz uns 20 anos, conheci um rapaz que havia participado, quando adolescente, de uma gang de, acho que Skin reds, ou algo assim, que agredia pessoas diversas, inclusive homossexuais. Quando o conheci, ele já havia caído em sí e ambandonado esse tipo de violência.
    Considerando que tenho mais de quarenta anos, e que esse foi o único sujeito assim que conheci, devo supor que deve ser um tipo relativamente raro. A grande maioria da população não xinga ou bate em ninguém pelo fato de ser homossexual.

    Mas quem são as pessoas tipificadas pelo projeto de lei proposto como “homofóbicas”? São as pessoas que agridem homossexuais? Os proponentes do pl dizem que a imensa maioria da população (mais de 90%) são homofóbicos, apesar da imensa maioria da população não ofender nem agredir homossexuais. Logo, o espírito do projeto de lei é criminalizar não apenas a agressão aos homossexuais, mas a simples aversão ao sexo homossexual. É portanto uma lei totalitária, que talvez deixasse envergonhados e assustados Hitler, Stalin, Pol Pot e Mao.

    Quem os

  7. Kaos

    -

    05/04/2011 às 11:24

    Amor/raiva, fé/não fé, dependência química/não dependência química, alegria/tristeza, vontade/preguiça, homossexualismo/heterossexualismo, e tantas outros sentimentos/comportamentos são APENAS estados do nosso cérebro, pois não existe alma, espírito, muito menos deuses. Somos apenas animais que evoluiram durante milhões, milhões de anos e fomos inventando as tais religiões por causa do medo do desconhecido. Pena que as religiões foram levadas tão a sério em detrimento do conhecimento científico. A neurociência já está provando que sentimentos/comportamentos/pensamentos podem ser alterados, ou seja, num futuro (ou talvez já no presente) poder-se-á moldar a personalidade de uma pessoa. A famosa “lavagem cerebral” é uma técnica científica. Moral ou imoral, ética ou não ética. Simplesmente pode ser feito.

  8. Kaos

    -

    05/04/2011 às 11:06

    Não católico – 04/04/201 …. Voce está perfeito no seu raciocínio. Homem transando com homem é uma coisa repugnante. Repugnância é uma característica de todas as espécies animais, inclusive na espécie animal humana. Mas isto não é, DE MANEIRA NENHUMA, motivo para se ofender/bater/matar outra pessoa. Cada um faz o quer, dentro do seu quarto.

  9. Teresa Costa

    -

    05/04/2011 às 1:59

    Só percebo o que é DEMOCRACIA quando leio os “comentários” de seus seguidores, Reinaldo. É um blog eclético e sensato. Fantástico! Porém, repito como alguns postaram, o foco é outro: o mensalão! Vamos acordar. Bolsonaro tem sua assessoria jurídica, é só anexar em sua defesa o vídeo de Luiz Inácio, no RS etc etc. E como engoliremos se o mensalão prescrever??????

  10. Lúcia R.

    -

    05/04/2011 às 1:16

    O CQC de hoje defendeu com unhas e dentes Preta Gil.
    Debocharam do Deputado. Fizeram ele rever as gravações,
    Esegundo o Deputado, ele confundiu a pergunta, não foi sobre racismo que respondeu.Inclusive mostrou uma foto de um rapaz negro dizendo que é irmão de sua mulher, que não é racista que somente é contra as cotas, que todos somos iguais perante a lei.. Por outro lado Marcelo Tass,rebateu (bastante inflamado) mostrou uma foto de uma menina que estuda e mora nos EEUU, dizendo que é sua filha e que é gay “que a ama muito etc.e tal..)completou viu deputado?”.
    Depois de toda essa polêmica, a torcida é grande, contra o Deputado..
    Também penso como Marcelo 20:05
    A petralhada vai deitar e rolar nesse caso.Essa história de homofobia, racismo já cansou, mas elles vão insistir em ficar na pauta, e colocar mais lenha na fogueira.
    Só por Deus, que tenha piedade de nós.

  11. Marcelo

    -

    04/04/2011 às 20:05

    Pode apostar que em no máximo 20 anos as pessoas vão dar razão a esse deputado. Ele está correto quem defendo o contrário é esse bando de vagabundos que não querem mais trabalhar porque recebem bolsa tudo. Auxílio presidiário. É só nesse lixo de país mesmo. O melhor que tem a fazer quem concorda com esse deputado não é ficar discutindo com esse povo ignorante. Vamos mudar daqui e assistir de camarote em uma país que tenha cultura.

  12. terceira via

    -

    04/04/2011 às 19:28

    ninguem tem o direito de queimar o livro deles. E o que eles fizeram com as maiores estatuas de BUDA, se não me engano no Afganistão???? Os budistas, pacificos, deveriam matar alguem muçulmamo, assim a esmo. Seria justo?????

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  13. Não católico

    -

    04/04/2011 às 19:17

    Quanto à suposta necessidade de uma lei “protegendo” os homossexuais, é bastante simples perceber que a imensa maioria de agressões e homicídios sofridos por homossexuais, decorrem de fatos outros que não os chamados “homofóbicos”.

    Homossexuais morrem em brigas, em assaltos (como qualquer pessoa), agredidos por ladrões (inclusive garotos de programa, mas geralmente a imprensa oculta quando esse é o caso), agredidos por parceiros em brigas domésticas (a imprensa também oculta), atacados por seriais killers (se o serial killer for homossexual, a imprensa ocultará e dirá que o motivo foi “homofobia”).

    O Brasil é o país “em tempos de paz” com maior índice de assassintos. Todos podem ser assassinados. Mas se for um homossexual, dirão que eles precisam de uma lei específica para proteje-los.

    O único grupo de agride ou mata específicamente homossexuais pelo fato de serem homossexuais são certos garotos de pais irresponsáveis, filhinhos de papai, que também agridem negros, índios (se houver algum por perto) mendigos, nordestinos, e o número de homossexuais que eles matam é minúsculo comparado com os trabalhadores em geral, mortos por assaltantes. A solução para esse caso seria simplesmente que os assassinatos em geral fossem punidos, independentemente da condição social do assassino. Não é um problema homossexual, é um problema brasileiro.

  14. Não católico

    -

    04/04/2011 às 19:04

    Reinaldo

    Sexo é só atração ou é também aversão? A maioria das pessoas, na maioria das culturas, não faz sexo com animais. Porque? Tem aversão. A maioria das pessoas não faz sexo por dinheiro. Porque? Porque tem aversão. A maioria das pessoas não faz uma montanha de coisas que consideram estranhas e nojentas.

    Se é natural do ser humano sentir aversão, é criminoso, anti-natural, desumano e intolerante criminalizar a aversão. Inclusive homossexuais sentem aversão a determinadas coisas (muitos sentem aversão ao sexo entre macho e fêmea, que é simplesmente a forma de reprodução da espécie, que é o motivo original da existência do sexo).

    Quem criminaliza a aversão? Certamente o movimento gayzista (inventado pela esquerda) faz isso. A “lei” que querem aprovar (plc 122), na letra e na intenção, proibe toda a população do país de expressar qualquer forma de aversão a certas formas de sexo, inclusive em particular, pois poderá ser denuciado.

    O projeto de lei transforma em criminosa qualquer forma de pensamento, livros sagrados, filosofias, sentimentos, e até qualquer conhecimento cientifíco que possa vir a ser estabelecido no futuro, que não endosse o sexo homossexual.

    Claramente é um projeto totalitarista e desumano, na sua intenção. É um projeto de lei criminoso. A pretexto de protejer homossexuais de ameaças e agressões (coisas já perfeitamente tipificadas na lei), impõe sobre toda a população (a imensa maioria da qual jamais agrediu um homossexual) a ameaça de destruir a vida de pessoas inocentes, fazendo-as apodrecer na cadeia, pelo simples fato de ter expressado algum pensamento ou sentimento que não seja do agrado da militância gay-petista.

  15. David

    -

    04/04/2011 às 18:10

    Reinaldo, o pastor americano que queimou o Corão poderia ser impedido em virtude da supremacia do interesse público sobre o particular. Não é um ato conveniente para o Ocidente em geral e para os EUA em particular, porque pode suscitar novos atentados terroristas. O direito que um tem de fazer cagada termina quando começa o direito dos outros.

    Algumas vezes o respeito pela liberdade de expressão é bem relativo. Eu, particularmente, sou contra essa queima de Corões, embora não me oponha ao direito que Bolsonaro tem, como cidadão brasileiro e ser humano, de expressar suas opiniões. E o fato de eu ser católico, como se vê, poderia me orientar apenas em uma direção: aprovar ambas as condutas.

    Essa é um prova que, acima de convicções ideológicas, o bom senso deve ser preservado. Para o bem de todos. Numa sociedade plural, faz-se mister manter o equilíbrio entre o que se quer e o que se pensa; forçar a barra é cometer suicídio intelectual (não por acaso as Universidades públicas se ornaram QG’s da esquerda).

  16. joão silva

    -

    04/04/2011 às 18:09

    Desculpem-me de voltar ao tema. A medicina ainda não sabe o que é homossexualidade. Há inúmeras hipóteses. Os americanos a retiraram da classificação de doença MENTAL somente, numa votação apertada entre os psiquiatras.
    Não há estudos conclusivos sobre mais nada.
    Obrigado por dar oportunidade de poder ajudar a colocar o tema em nível de ciência e não ideológico.

  17. Thiago

    -

    04/04/2011 às 17:39

    Reinaldo, o Noblat escreveu hoje em sua coluna semanal sobre o tema. Apesar de ele defender o PLC 122, acho que foi muito bom em seu texto no que tange à liberdade de expressão, tolerância e convivência democrática. O próprio título já dá a deixa: “fascismo do bom”.
    Não sei se posso colocar o link aqui, mas deve estar publicado em seu blog, na portal do jornal O Globo. Se já não o leu, vale a pena conferir.
    Recomendo a todos.

  18. Míriam Martinho

    -

    04/04/2011 às 17:33

    Um adendo ao meu comentário anterior, sobre o fim da classificação da homossexualidade como doença, já que parece ainda haver tanta desinformação.

    Desde 1973, a homossexualidade deixou de ser classificada como tal pela Associação Americana de Psiquiatria. Em 1975 a Associação Americana de Psicologia adotou o mesmo procedimento, deixando de considerar a homossexualidade uma doença. No Brasil, em 1985, o Conselho Federal de Psicologia deixou de considerar a homossexualidade um desvio sexual e, em 1999, estabeleceu regras para a atuação dos psicólogos em relação às questões de orientação sexual, declarando que “a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão” e que os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e/ou cura da homossexualidade. No dia 17 de Maio de 1990, a Assembleia-geral da Organização Mundial de Saúde (sigla OMS) retirou a homossexualidade da sua lista de doenças mentais, a Classificação Internacional de Doenças (sigla CID). Por fim, em 1991, a Anistia Internacional passou a considerar a discriminação contra homossexuais uma violação aos direitos humanos.

  19. cecilia

    -

    04/04/2011 às 17:25

    Porque o cqc Não processa os parlamentares que lutam em favor das cotas raciais e sociais.
    A maior prova da descriminação é iludir a massa de receber um beneficio sendo qual na verdade ela esta sendo obrigando a uma confessar a sua incapacidade.
    Assim chamando todos os funcionários da rede de ensino publico de incompetente.
    São incapazes de ensinar, e por isso tem que beneficiar as pobres almas que recebem seus serviços com a promoção de cotas.

  20. indignada

    -

    04/04/2011 às 17:21

    REINADO, SERÁ QUE OS GAYS QUEREM QUE SEJA APROVADA ALGUMA LEI PARA QUE O SUS FAÇA CIRURGIAS “DE GRATIS” DE MUDANÇA DE SEXO PARA A RAPAZIADA??? SERÁ QUE A DILMA VAI TOPAR ESSA?? PARA SE MANTEREM NO PODER O PT/LULA/DILMA JÁ FIZERAM PACTO COM O DIABO. MAIS ESSA PARA QUE N’SO, CONTRIBUINTES PAGUEMOS A CONTA. ENQUANTO ISSO OS MENSALEIROS ESTÃO LIVRES, LEVES E SOLTOS, AGUARDANDO O PRAZO SER ESGOTADO E ELLES FICAREM LIVRES.
    GENTE, VAMOS MUDAR O FOCO, ISSO TUDO É JOGADA DO PT PARA ENCOBRIR O CAOS NA ECONOMIA E O BURACO NEGRO QUE O BRASIL JÁ ENTROU.

  21. Guto Borelli

    -

    04/04/2011 às 17:08

    Resumindo, tô contigo Reinaldo. Acho que a questão é a liberdade de expressão. O deputado fala besteira, cabe ao eleitor indignado expurgar o cara da vida pública , é fácil.
    Quanto á opinião, ele tem a dele e também o direito de expressar. Ponto final.

  22. Paulo Fernandes

    -

    04/04/2011 às 17:00

    Eu posso ser cntra gays, negros ou judeus desde que fique somente na expressão e a ação não se tipifique. Essa ideia absurda, muito comum por aqui, em que as pessoas não podem manifestar as suas escolhas e preferências é cultura de um povo primitivo institucionalmente e acostumado ao cabresto totalitário.
    Por que a Preta Gil pode manifestar em seu blog a sua preferência por surubas e não ser criticada? Será que é por ser filha do Gil? Isto lhe concede um valor moral maior?
    A verdadeira democracia, que inexiste no Brasi, exige muito discernimento no trato com o direito alheio e isto o brasileiro ainda está muito longe de alcançar.

  23. Dawran Numida

    -

    04/04/2011 às 16:57

    Olha, o mundo já tem complicações demais para que panacas quaisquer fiquem ai, uns provocando de uma lado e outros respondendo de outro. O pior, nessa história, é que pessoas morrem, são assassinadas. Nada pode justificar tal desatino.

  24. cecilia

    -

    04/04/2011 às 16:43

    Não existe lei que pune o medico que monstruosamente pratique a mutação neurológica do bebe no ventre da mãe.
    Se o meu filho fosse gay eu mataria o medico que me cuidou durante o pré-natal.
    Segundo o editor ALLAN BARBOSA PEASE segundo no seu livro “porque os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor” ele deixa claro essa possibilidade do crime de mutação.
    Porque esses loucos que saem querendo punir tudo e todos a qualquer custo não buscam um pouco de informação onde possam se firmar para uma defesa da própria espécie.
    A espécie Homes estão em extinção, eu não acredito em uma humanidade do do sexo feminino e muito menos nos gays.
    Vão me cassar como casa uma agulha no palheiro por causa da minha opinião.
    Graças ao PAI ETERNO os medico que curaram do meu pré-natal estão livres não se aprisionam desse mal.
    Mas não condenaria nenhuma mão que por ventura venham a praticar tal absurdo.

  25. Wunder

    -

    04/04/2011 às 16:37

    O povo de Pelotas deveria processar o LULLA.

  26. Roubocoop

    -

    04/04/2011 às 16:29

    SURUBA INTELECTUAL DOS HOMFÓBICO NO BLOG DO OUTRO LADO
    blog do Marcelo Tas que foi invadido por um monte de homofóbicos praticantes desse tipo de sacanagem.
    O OUTRO LADO DO LADO ANTERIOR
    O Bolsonaro também é exímio praticante da suruba intelectual: Afirma que se recusaria a subir num avião comandado por cotista ou a ser operado por um cotista. Ora! Um sujeito pode entrar por meio de cotas na carreira, mas ao se formar vira ex-cotista como escreveu sutilmente Reinaldo Azevedo, (que foi único a notar a incoerência que seria um prato cheio para o outro lado)
    .
    SURUBA POLITICAMENTE CORRETA
    Bolsonaro tem um cunhado e um sogro que pelos padrões politicamente corretos impostos hoje em (conceito importado dos EUA) são considerados negros. Portanto ele não pode ser acusado de racismo. Na resposta que deu a Preta-Gil evidentemente houve alguma suruba mental dele ou alguma suruba técnica do programa, que promete esclarecer tudo hoje, quando provavelmente fará nova perguntas a Bolsonaro (um prato cheio), que é portador da pior das maldades: a burrice.

  27. Zeca

    -

    04/04/2011 às 16:28

    Um jornalista da Folha no Editorial de hoje, entra com uma conversa aparentemente para defender o direito do deputado expressar sua opinião. Mas em seguida, ou misturando tudo, joga mais lenha na fogueira ainda e pior, acusa quem não reza pela cartilha gay de ser e esconder-se atrás da crítica, ou seja, mostra ser tão radical quanto o político.

  28. Jefferson Turbay

    -

    04/04/2011 às 16:20

    e mais uma….é tão errado queimar o alcorão, oq ue dizer dos Cristãos queimados vivos no oriente médio? decapitados, mortos, perseguidos….e os gays querem a mesma coisa…o taleban fundamentalista homossexual já está de prontidão para agredir as outras classes e rodar a baiana se alguém diz algo que não agrada… esse assunto de homofobia já cansou e é uma das maiores palahçadas da história desse país..

  29. nilson matias de medeiros

    -

    04/04/2011 às 16:10

    Parabéns Reinaldo pelos esclarecimentos corretos e precisos e pelos os ensinamentos para aqueles quer não compreendem que as pessoas podem e devem ter o direito de expor suas opiniões certas ou não afinal de contas isso aqui ainda é uma de,ocracia.Viva a liberdade de expressão

  30. TITO

    -

    04/04/2011 às 16:10

    Não tenho procuração para defender o Bolsonaro e não advogo muitas das suas teses,mas não sejamos hipócritas -
    ele fala o que muitos gostariam de falar mas por covardia e oportunismo, preferem o politicamente correto.Quem apoia essa frente
    parlamentar de GLT ? Os católicos,os evangélicos,os ruralistas,os defensores da família, da moral,da ética,etc…?Negativo,quem “apoia” objetivando os seus interesses partidários é a patota da esquerda !!!!
    É mais uma oportunidade de dividir a sociedade,em negros e brancos,ricos e pobres,cotistas e não cotistas,com terra e sem terras,com teto e sem tetos, vagabundos e trabalhadores…
    Se com a saída do Roger Agnelli da presidência da Vale,a Rainha Dilma e o mafioso do Mantega celebraram com champanhe, já dá prá escutar o gargalhar da petralhada com o achincalhamento do Bolsonaro.
    No que depender desse jornalismo chapa branca e das redações forradas de petralhas e gays o assunto será mantido na pauta por longa data. Tô fora !

  31. Ex-petista

    -

    04/04/2011 às 16:09

    Paulo, e parece que os “burgueses-conservadores” fracassaram, porque a corja comunista sobreviveu e, mesmo depois de 20 anos de ditadura, está aí firme e forte gerando filhotes como o Stédile, os Mensaleiros e você.

  32. joão silva

    -

    04/04/2011 às 16:08

    O que foi decidido e votado pelos psiquiatras americanos é que o homossexualismo não é doença mental. Mais nada. A medicina ainda não sabe o que o homossexualismo é na verdade.Há inúmeras hipóteses.

  33. pipoca

    -

    04/04/2011 às 16:03

    na historia deste pais nunca se avacalhou e se roubou tanto. Quanto mais pior melhor não é petralhas??

  34. Ex-petista

    -

    04/04/2011 às 16:02

    Paulo, os milhões que morreram na reforma agrária de Pol Pot no Camboja eram burgueses-conservadores?
    E as dezenas de milhões de mortos pelo Maoismo eram de elitistas reacionários?
    E Stálin matou dezenas de milhões de capachos do imperialismo ianque?
    Quer matar um comunista? Jogue nele um livro de História sério.

  35. Ex-petista

    -

    04/04/2011 às 15:51

    Ao Paulo das 12:33.

    Verdade: havia tudo isso na ditadura militar brasileira. E isso, comparando com meio século de prisão castrista, é troco de bala. Isso levando-se em conta que a população de Cuba é uma fração da brasileira. Noves fora: uma ditadura comunista no Brasil, que Jango e curriola certamente instalariam, mataria milhões de brasileiros e, muito provável, ainda estaria em vigor. Sem falar na estagnação econômica e no racionamento, de comida inclusive, que viveríamos.
    E cara, vocês têm de abandonar essa lenga-lenga de burguês, elite. Já não são muito levados a sério… falando isso, dá vontade é de dar um cucuruto pra calar a boca.

  36. diego almeida

    -

    04/04/2011 às 15:50

    o pior de tudo é ler o ancelmo góis dar pitaco e ter pose de superior…

  37. Míriam Martinho

    -

    04/04/2011 às 15:41

    Reinaldo, de fato não dá para inferir que houve racismo na fala do Bolsonaro em resposta a Preta Gil. Também acho que, por mais desprezíveis que sejam suas declarações, ele tem o direito de dizê-las assim como eu tenho direito de contestá-las. Igualmente não creio que se aplique a cassação de seu mandato parlamentar.
    No entanto, por outro lado, o direito à livre expressão está sendo usado, nesse caso, como desculpa para se referendar o comportamento incivilizado do sujeito. Se todo o mundo começar a se achar no direito de botar seus preconceitos para fora, seus bichos para fora, agredindo os outros gratuitamente, a convivência social se tornará impossível.
    A homossexualidade, que ele chama de homossexualismo como na época que ela ainda era considerada patologia (desde 1990 deixou de ser vista como tal pela CID), sequer é matéria de opinião para ele ficar criticando. A sexualidade humana é da ordem do inconsciente, das idiossincarisas, não passa pelo racional. Achar-se no direito de criticar o homossexualismo é como se achar no direito de condenar quem prefere doces só porque o crítico prefere salgados. Mas, enfim, ele tem o direito de dizer que a Terra é quadrada, não é?, ainda que ele tente mandar alguns hereges para as chamas para provar seu ponto de vista.
    Agora, o problema maior é que, além de dizer besteiras a torto e a direito, ele faz uso do mandato parlamentar para tentar obstaculizar a igualdade de direitos para a população homossexual como previsto na Constituição. Por essas e mais outras, é que foi formulado o polêmico projeto contra a homofobia.
    A propósito, não é a primeira vez que leio você afirmar que o PLC 122 “pode meter um sujeito em cana por expressar uma simples convicção religiosa contrária à prática homossexual.” Mas não há referência à religião na versão atual do projeto (ler aqui http://goo.gl/kUHHs). Havia na antiga. Depois, você sempre argumentou que o projeto é anticonstitucional, mas ele é de fato uma emenda à lei nº 7.716, de 1989, que pune o preconceito racial. Você também considera essa lei anticonstitucional?
    Como já disse em comentário anterior, tenho minhas reticências quanto ao projeto, mas ainda o apóio. Todos os pareceres prós e contras me interessam.

  38. Lucas não-petralha

    -

    04/04/2011 às 15:36

    E o Bolsonaro vai voltar pro CQC hoje. Já vi comentários de alguns integrantes do programa q o “melhor ainda está por vir”.

  39. Lucas não-petralha

    -

    04/04/2011 às 15:33

    Reinaldo, crime inafiançável e imprescritível é o de grupos armados contra o Estado democrático: art.5º,XLIV. É o q a Dilma fazia, por exemplo.

    Já o terrorismo é apenas crime inafiançável: art. 5º,XLIII. É o q a Al Qaeda faz, por exemplo.

    São crimes distintos…

  40. Polvo

    -

    04/04/2011 às 15:26

    Para

    Paulo
    -

    04/04/2011 às 12:33
    Lamentável a sua réplica, pois expressa o quanto você é, com todo respeito, recalcado e vazio de valores e não sabe julgar com equidade, o que demostra ser uma pessoa refém de uma ideologia da Morte, com capa de luta pela libedade e democracia, o que a História da Humanidade sempre mostrou o contrário.
    Quanta bobagem vem de você, pois bobagem jamais sairá de mim. Eu tenho conhecimento da Verdade, e essa me liberta da opressão do pansamento bolchevista, nazista ou fascista, pois cultuo a Verdade e não iniquidade e a injustiça. Eu não tenho recalques, pois sou cristão, que é tanto criticado e perseguido nesse mundo de politicamente “corretos” e sem valores morais e éticos, vazio de espírito.
    Seus heróis são os comunistas (Che, Lula Fidel, Gil, Caetano…), a sua fé é a teologia da libertação, o meu é Jesus Cristo e a minha fé é na vida eterna.

  41. Anónimo

    -

    04/04/2011 às 15:21

    Uma quadrilha se apossou do Brasil. Uma quadrilha que nao tem o menor escrúpulo , em tentar calar a voz do povo brasileiro.

  42. Levi

    -

    04/04/2011 às 15:11

    Estão fazendo muito barulho por nada.
    Em Pelotas-RS, o apedeuta foi flagrado dizendo que a cidade era um grande exportador de veados – ou viados, sei lá -, e a esquerdalha achou muito bonitinho, muito engraçado, muito legal e ninguém se mostrou escandalizado com a fala do molusco, nem mesmo o movimento gayzista, até onde me lembro. O mesmo molusco se jacta da história do menino do MEP e foi acobertado mais uma vez pela militância.
    O quê fez mesmo o Deputado Bolsonaro? Não vi nada de racismo naquele vídeo, escancaradamente editado para servir aos propósitos daquele programinha sem graça. Quanto ao homossexualismo, há mesmo certeza firmada sobre suas causas? Eu não sei e ainda não vi ninguém com autoridade suficiente para afirmar peremptoriamente se é inato, comportamental ou mesmo se uma mescla das duas causas. A fala do Deputado dá a entender que ele pensa que a causa do homossexualismo é comportamental.
    Por fim, ainda bem que existe um Bolsonaro no Congresso. Errado ou certo, é dos poucos capazes de enfrentar com coragem a esquerdalha militante.
    Irritante mesmo é essa afetação de dignidade ofendida, usada como arma por esses humanistas de plantão.

  43. Polvo

    -

    04/04/2011 às 15:09

    Obrigado Lúcia R., fiquei feliz e motivado em sempre expressar o meu pensamento, sempre pautando-me do respeito e da ética, numa ótica isenta de falsas ideologias. Parabéns para você também.

  44. Olegário Montes

    -

    04/04/2011 às 15:05

    “SBT libera beijo gay em nova novela
    Tiago Santiago escreveu, e Luciana Vendramini e Gisele Tigre já gravaram a cena de um beijo na boca apaixonado em “Amor e Revolução”, do SBT, que estreia amanhã. A despeito do tabu, o autor garante que a cena não será cortada. Ambientado no regime militar, o folhetim terá outros personagens homo e bissexuais e será exibido às 22h15, recomendado para maiores de 14 anos.”
    Será que algum adolescente no segundo grau desconhece que existem homosexuais de ambos os sexos e que estes são seres humanos cujas leis já existentes lhes garantem os mesmo direitos de qualquer cidadão brasileiro comum? Vamos acabar com esta palhaçada de lei contra homofobia e de orgulho gay. Isto parece mais coisa de casta! A seguirmos por este caminho, quando torcedores do time A espancarem torcedor do time B, logo teremos leis contra palmeirofobia, flamengofobia e por aí vai… Vamos nos indignar, minha gente, é com a falta de educação de qualidade para os jovens na rede pública! Isto sim é a vergonha nacional.

  45. Delmar Philippsen

    -

    04/04/2011 às 14:52

    E quando o velhaco afirmou (divulgado pela Internet o filme) que Pelotas era um grande centro exportador de veados, ninguém atacou o vigarista

  46. Fábio

    -

    04/04/2011 às 14:50

    Simplificando o pensamento comunista: no país, todos serão cordeirinhos, o governo será o pastor e os depositantes tributários será a oposição que não entende o governo.

  47. Roberto Domingos

    -

    04/04/2011 às 14:47

    Se Preta Gil prefere os brancos da Bahia porque são queimados pelo Sol e por isso sem preconceitos, segundo suas palavras. Eu como branco Carioca digo a você Preta fique longe do Rio, fique na Bahia, os brancos cariocas não são piores nem melhores que os brancos da Bahia. Preconceituosa!

  48. MLLAGO

    -

    04/04/2011 às 14:47

    Na verdade poucos sabem o que é de verdade racismo. Poucos sobreviveram aos campos de Auschwitz-Birkenau!

  49. jose oliveira

    -

    04/04/2011 às 14:40

    OhMyGod – o verdadeiro! – 04/04/2011 às 13:43
    Voce se refere a Vassoura de Bruxa, praga disseminada pela turma do pt que queria terminar com os produtores tradicionais do cacau que dominavam economica e politicamente a região. Esta história é escandalosa. Disseminar a doença. ELES SÃO CAPAZES DE QUALQUER ATROCIDADE. SOCORRO!

  50. Lúcia R.

    -

    04/04/2011 às 14:34

    Nossa como valeu a pena, ler seu Blog Reinaldo, como sempre ótimo, só não entendeu o assunto “n” vezes explicado a petralhada que precisa de “DESENHO”.
    Quero deixar aqui PARABÉNS ás pessoas de mente aberta que fizeram excelentes comentários.
    Em especial POLVO 11:55 e NANA 11:54 PARABÉNS.

  51. Julio do Carmo

    -

    04/04/2011 às 14:25

    Caro Reinaldo se já deu o que falar a entrevista do Dep. Bolsonaro no CQC imagina agora com a entrevista do Dep. à Reporte Daniela Paixão da UOL. Vai lá e veja… Nitroglicerina pura!!

  52. joão silva

    -

    04/04/2011 às 14:19

    Que época terrível de se viver e expressar-se. Se você dizer que é católico, vascaíno e não aprovar comportamento marxista-leninista será discriminado e isolado, na hora. E ainda fica com fama de debilóide.
    Parabéns ao senhor, Reinaldo Azevedo, pelo pioneirismo de ensinar a verdadeira democracia com liberdade de opinião.

  53. Ex-petista

    -

    04/04/2011 às 14:15

    Olhando bem pro lema da campanha de reeleição de Obama, não é que ele parece algo Lullesco? Esse troço de sugerir que o passado já era, que “a gente” tá fundando um novo país… é coisa de marqueteiro petista. Não duvido nada de que o Obama comece a falar mal dos que o antecederam nos últimos “500 anos”, da elite branca californiana etc.
    Alguém tem que avisá-lo de que é pouco provável que cole esse papo de “Founding Father” tardio.

  54. Victor Kroeger

    -

    04/04/2011 às 14:11

    Pimba! Ou: Uma no prego outra na ferradura!
    Discordo veementemente da atitude do pastor americano, pois presta um desserviço a todos os cristãos. No entanto, daí a deixarmos pautar nossas liberdades por uma agenda dita islâmica, aí vai muito longe!
    A mesma coisa em relação ao nobre Bolsonaro: Não concordo com a forma pela qual ele se expressa, mas é exatamente por isto que se chama “liberdade de expressão”. Ou a liberdade de expressão só existe para concordar com um determinado ponto de vista? O que isto significaria, nós sabemos perfeitamente!

  55. José Augusto - BH

    -

    04/04/2011 às 14:08

    Prezado Reinaldo: voltei.
    Como se diz aqui em Minas, “estamos gastando muita vela com pouco defunto” neste caso Bolsonaro. Esse programa CQC, assim como o que é dito nele, não merece tanta propaganda. Como seus próprios apresentadores dizem, é uma “bagaça” (no meu entender, deve ser algo descartável, restolho, inútil mesmo), e vários de seus quadros colocaram políticos no ridículo (vide Suplicy) sem grande repercussão, por mais que insistissem no assunto.
    Uma sugestão: por que não direcionar essa energia para uma campanha nacional do tipo “UM MÊS SEM FALAR NO LULA” em toda a imprensa? Ou para a divulgação maciça do Mensalão, e da situa;cão do processo no STF?

  56. Luiz Fernando

    -

    04/04/2011 às 13:59

    Será que o Wyllis vai processar o Lula pelo o que disse em Pelotas?Ah, esqueci, já deve ter prescrito.Da-lhe Brasil, do BBB, CQC, panico e outras gracinhas que muito contribuem para a alienação brasileira.

  57. Navarro

    -

    04/04/2011 às 13:50

    Reinaldo,
    O Bolsonaro não está certo nas medidas ou nas atitudes a tomar contra quem tem tendências gays, mas ele está certo que ser gay é coisa que ocorre pela convivência, com raríssimos casos sendo de nascença (Síndrome de Klinifelder). Você pensa que gay nasce feito e diz que há especialistas dizendo isso. Só se forem especialistas do lado gay. Aliás, se esse lado impuser o comportamento gay como regra, então o número de gays aumentará porque é muito mais influência do meio do que coisa genética.
    http://www.blogdonavarro.com.br

  58. Napolioni

    -

    04/04/2011 às 13:47

    Muitos querem dar o seu soco em defunto intelectual.

  59. OhMyGod - o verdadeiro!

    -

    04/04/2011 às 13:43

    Caríssimo.
    Pensando cá com os meus botões, relembrando vários posts seus…Bolsanaro, inexistência de leis contra terrorismo, “limbo” jurídico… E, de repente lembrei do ÚNICO episódio acusado de terrorismo biológico que se tem notícia no Brasil. A região cacaueira brasileira foi devastada por uma praga que não existia na região, foi trazida lá do norte… Em poucos anos, toda a elite de fazendeiros do cacau desapareceu…tudo foi reduzido a cacaueiros ressequidos e totalmente improdutivos. À época, um certo político (por acaso do PT…) foi acusado de ter introduzido a “vassoura de bruxa” (esse o nome da praga), mas nada se comprovou. O curioso é que certos elementos do grupo desse político seriam admiradores de Bin Laden…
    Curioso, não?

  60. Angela Zb

    -

    04/04/2011 às 13:33

    Gilberto Gil, pai de Preta Gil, foi reverenciado, admirado e querido por todo o Brasil, em função de seu enorme talento, inquestionável quando ouvimos musicas como, entre outras, “Super-Homem”. É muito medíocre reduzir o valor de uma pessoa à cor de sua pele, e temos brancos, negros e amarelos de sucesso e mal sucedidos em qualquer tipo de atividade, seja profissional, pessoal, amorosa… Será que Preta Gil não estaria buscando exposição na mídia?

  61. Anónimo

    -

    04/04/2011 às 13:32

    Ah, se toda esta indignação e verbosidade fosse aplicada e dirigida aos que roubam e espoliam o povo…

  62. Angela Zb

    -

    04/04/2011 às 13:18

    Acho que já passou da hora de negros e gays se ofenderem por qualquer coisa. Há mais de trinta anos, quando eu era decoradora em conceituada loja de móveis em SP (Forma), tive muitos colegas gays e negros, inclusive um que é negro gay. Não lembro de se falar tanto em preconceito e racismo àquela época: todos eram amigos, cada um tinha seus clientes e vivia-se em paz, ninguém nem notava a cor da pele das pessoas, mas sim sua qualificação profissional. Acho que essa história de preconceito e racismo foi exacerbada pelo PT, vide atuação do senador Suplicy (com a finalidade de aparecer na mídia). Hoje temos até o ministério da Igualdade Racial e dia da Consciencia Negra!!!!!!

  63. Alexa

    -

    04/04/2011 às 13:16

    Retificando:” perguntei”

  64. capitão

    -

    04/04/2011 às 13:16

    OFF-TOPIC
    ELEIÇÕES PERUANAS TEM CANDIDATO DO FORO DE S. PAULO
    Matéria da Folha diz que tem gente do PT assessorando o candidato índio Ollanta Humala, um populista que perdeu para Garcia em 2006.
    Favre e outros está lá para vender uma imagem de moderado, Olantinha paz e amor.
    Já viu isso antes?

  65. Alexa

    -

    04/04/2011 às 13:13

    Quando passei pela Bahia, havia um cursinho pré-vestibular que dizia ”Cursinho pré-vestibular somente para negros”. Se fosse somente para brancos?

    Um dia numa barraca onde vendiam camisetas 100% negro, ppergntei se tinha com 100% branco. Se não fosse um lugar turístico sei não.

    Como fica o branco e o amarelo? Será que não precisariam um Ministério?

    E a Ministra da Integração Racial continua no cargo?

  66. Anónimo

    -

    04/04/2011 às 13:13

    Sou cristão que entende a Bíblia como está escrita, respeitando sempre a regra da interpretação de um texto dentro do contexto de um capítulo, de um capítulo dentro de um livro e de um livro dentro da Bíblia em si. Não concordo com a prática homossexual, mas respeito a pessoa que queira viver dessa forma. Um dos textos que uso para fundamentar minha crença é este: “Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém. Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
    E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm; Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães; Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia; Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem” (Romanos Cap 1. 25-32) Para mim o homossexualismo é um desvio de conduta, como o adultério, o orgulho, a desonestidade, etc … Quero poder expressar essa opinião ! Da mesma forma que posso querer aconselhar uma amigo que trai a esposa por considerar esse ato errado, quero ter a liberdade de poder aconselhar um homossexual, a deixar essa prática. Mas se meu amigo não quiser parar de trair sua esposa ou o homossexual não quiser largar essa prática, eles terão que se acertar com Deus no fim das contas. Eu cumpro o meu papel: “Se eu disser ao ímpio: O ímpio, certamente morrerás; e tu não falares, para dissuadir ao ímpio do seu caminho, morrerá esse ímpio na sua iniqüidade, porém o seu sangue eu o requererei da tua mão.” (Ezequiel 33:8)

  67. green_lama

    -

    04/04/2011 às 13:04

    Reinaldo,

    acessava bastante seu blog durante o período das eleições. Suas opiniões a respeito do PT e da Dilma eram interessantes, geralmente críticas e bem elaboradas. Mas esse seu texto, sinceramente, está tortuoso. Vá lá, é uma lógica bizarra que existe aí, ressumando muito conservadorismo e preconceito. Você sabe que a constituição bem interpretada pegaria o Bolsonaro. Ele quebrou o decoro. Expressou-se como fascistóide, de fato. Se nosso congresso fosse decente, casos de discriminação aberta e cínica, como esse, seriam devidamente punidos. Mas provavelmente vai acabar em pizza.

  68. Nilson

    -

    04/04/2011 às 12:57

    Caro Ex-petista, meu parabéns pelo ex. Deviam fazer com as palestras deste sujeito, o mesmo que
    fizeram com seu filme, ou seja, não vá ouvir asneiras. Existe gente que paga para ouvir o Apedeuta? Fala Serio.

  69. Fábio

    -

    04/04/2011 às 12:53

    Reinaldo, gostaria de agradecer por abordar este tema, porque é ridícula a forma como o Dep. Bolsonaro é tratado pela imprena. Ele é um dos poucos que se manifesta contra essa roubalheira e a favor da verdadeira democracia, pois não há comunista democrático. Hoje vemos mensaleiros dizendo que lutaram pela liberdade e contra a ditadura militar. Lutaram sim, para instalar outra, mil vezes pior e mais corrupta. Fica a pergunta para os comunas de plantão: Existe algum pais que foi ou é socialista que o povo vive com dignidade? Ou com suas liberdades respeitadas? Não concordo com muita coisa que o deputado diz, mas me identifiquei muito com seu texto defendendo a liberdade de expressão. Também tem outra: Negros, brancos, amarelos, gays, seja qual for o rótulo, são iguais perante a lei. Quando se fala que um grupo é diferente, ou merece cuidado especial, está se criando uma desigualdade, um tratamento especial, ferindo a constituição. Separar um casal heterosexual se amassando em local público, como um Shopping, é sinônimo de respeito, separar um casal gay é preconceito. Está certo isso?

  70. anonimis

    -

    04/04/2011 às 12:50

    Luiz Fernando Neves
    - 04/04
    Fora o que escreveu ainda é possivel escutar, se discutir com afro-brasileiro, que você fez isso ou aquilo por que ele é negro. Vou começar a lutar pelo direito das minorias brancas (será que sou branco?)

  71. free for ever!

    -

    04/04/2011 às 12:42

    Humm… Flins, Marilu, biliepaul… condinomes de esquerda e mais Preta Gil de Bandeira da Moral, Tradição, Familia e Propriedade. Estamos atrás da Moita.

  72. Anônima

    -

    04/04/2011 às 12:39

    Reinaldo, sobre a seita de lunáticos americana, independente da posição da Suprema Corte, extrapola os limites da liberdade de expressão e constitui uma VIOLÊNCIA!

    Estas pessoas invadem velórios, atingindo pessoas já feridas pela morte de seus entes queridos.

    Não acho que seja um exemplo a ser imitado, ainda que você ache tudo o que vem dos EUA o máximo. A sociedade americana é uma das mais admiráveis do mundo, mas muito nela também é execrável.

  73. polibl

    -

    04/04/2011 às 12:37

    hoje , no programa da ana maria braga, houve simulações de assaltos
    TODOS os assaltantes eram negros
    e aí, não é racismo?

  74. márcio arruda

    -

    04/04/2011 às 12:35

    Quem é Preta gil?

  75. Paulo

    -

    04/04/2011 às 12:33

    Polvo, quanta bobagem. Vamos lá:

    1-Houve apelo apenas de setores burgueses-conservadores que estavam com medo de perder suas eternas regalias, terras griladas,etc.
    2-Havia sim censura da imprensa, ninguém iria fazer críticas por medo de ser preso ou assassinado, e muitos jornais (seus donos, é claro, não os jornalistas necessariamente) apoiavam a ditadura, como o Globo, que mesmo em 84 ainda era contra as diretas.
    3-Claro que era impedido de ir e vir, os exilados só voltaram ao Brasil após a lei da anistia em 79.
    4-Armas só geram mais violência, devem ser proibidas mesmo.
    5-Houve intervenção no sindicato dos metalurgicos do ABC por parte do exército em 79-80, inclusive Lula foi preso.
    E esse é só um exemplo.
    6-Claro, Vandré, Gil, Caetano e tantos outros que tiveram que fugir do país que o digam.
    7 a 14 – Muita bobagem, não vale a pena responder.
    15-Sim, havia inclusive uma “profissão” chamada “técnico de censura” que era quem fazia avaliações sobre o que podia ou não ser veiculado, e isso em todas as áreas de comunicação e artes.

  76. Ex-petista

    -

    04/04/2011 às 12:33

    O colega que trabalha ao meu lado é tão ou mais “homofóbico” que o Bolsonaro. Assim como o são o cara que trabalha na sala ao lado; vários do andar de cima; vários do andar de baixo; e do outro andar; e do outro.
    Ou seja, meio mundo pensa e fala como Bolsonaro. Estão errados? Vamos punir todos por não se renderem ao politicamente correto?
    Esta vai prum possível futuro fiscal de pensamento: Hoje, 2011, ainda é permitido emitir opinião livre no Brasil. Não me puna retroativamente. Oremos a Lula. Hehehehe Obrigado.

  77. Jefferson Turbay

    -

    04/04/2011 às 12:32

    O fato é que os homossexuais estão aproveitando esse momento favorável em que tudo é “homofobia” para mais um de seus espetáculos. Ué, o tom das agressões desse deputado ex-bbb são de mesmo nível para pior em todos os seus discursos. Raivosos contra os cristãos, contra os deputados que pensam diferente, contra o mundo, contra tudo e contra todos.

    a onda do momento é homofobia e tudo gira em torno disso. Não concordo com tudo o que disse bolsonaro, principalmente relacionado ao regime militar, mas uma coisa tenho que concordar. O que essa trupe homossexual tem a oferecer ao país? só rancor, casamento gay e adoção de filhos por homssexuais. Não suporto a bancada cristã, mas descobri bancadas mais vazias que a deles…

  78. Alvaro

    -

    04/04/2011 às 12:28

    Não sei se é pior Bolsonaro falando ou Tiririca mudo.
    Mas o que a petralha não aceita é existir a DIREITA que colocam Bolsonaro como ícone. Pode Tiririca, pode Cassab, mas não pode Bolsonaro. Intolrerância à opiniao contrária é o nome da doença.

  79. B.

    -

    04/04/2011 às 12:18

    Enquanto isso, a quadrilha do mensalao…

  80. vitor

    -

    04/04/2011 às 12:16

    A liberdade de expressão não é um direito absoluto. Nem o direito à vida o é. Os limites desse direito encontram-se justamente naquele terreno onde começa-se a invadir a dignidade de outrem, e me parece ser esse o caso de Bolsonaro, em relação a Preta Gil. Pessoalmente, não acredito que ele tenha se enganado. Acho que ele ouviu muito bem a pergunta. Basta a ver a maneira retrógrada como ele chama os negros, de ”afrodescendentes”. A reação da sociedade contra a estupidez de Bolsonaro me parece válida, apesar de estar atingindo níveis exagerados.

  81. Ziu

    -

    04/04/2011 às 12:11

    Reinaldo,
    O caso Bolsonaro só vem corroborar para demonstrar o quanto às esquerdas são tirânicas, pois a primeira coisa que seus integrantes e simpatizantes procuram fazer é calar pelos meios legítimos e ilegítimos aqueles que falam algo que não se coaduna com as suas idéias preconcebidas. Para essa gente liberdade de expressão é dizer somente aquilo que elas próprias acreditam como corretas. Pensamento divergente nem pensar.
    Alguém pode me dizer em que difere a fala do Bolsonaro da a de uma Preta Gil, Marta Suplicy e outro(a)s?
    Em nada! São todos intransigentes, intolerantes com o ponto de vista diferente que outros podem ter.
    A diferença é que hoje essa gente “progressista” se acha poderosa, pois está com um discurso na praça para lá de manjado, mas acha (ah, essa gente “acha”, e como “acha”), que os tolos ainda não se deram conta de suas falas oportunistas, e que o seu discursozinho ainda pode fazer efeito, e que bom mesmo, é aproveitar a oportunidade para bater num infeliz com Bolsonaro!
    Francamente, tem coisa mais velha e carcomida que “progressista” oportunista? Não, não tem!!!

  82. Marcelo

    -

    04/04/2011 às 12:09

    “está em curso por aqui porque há a cultura de recorrer ao “papai Estado” para punir os meninos maus, que fazem aquilo de que a gente não gosta…”
    Apesar de discordar de quase tudo que vc diz isso que vc descreveu acima eu vivo na pele. Fumo maconha e essa gentinha desprezível que se acha no direito de mandar na vida dos outros acha que o estado tem o dever de enviar os cães do sistema para me pegar. Só pq faço algo com a MINHA vida que eles acham errado.

  83. Paulo

    -

    04/04/2011 às 12:09

    O politicamente correto pode esbarrar facilmente na intolerância às diferenças. Se alguém define quais são as ideias, opiniões e ações aceitáveis e todo mundo precisa se guiar por esses limites estamos, claramente, vivendo uma situação de “ditadura”. Ocorre que a “ditadura” do politicamente correto parece não incomodar por ser uma imposição “do bem”. Nunca é demais lembrar que muitas ditaduras começam com o argumento da luta do bem contra o mal. Os ditadores, na maior parte das vezes, justificam a intolerância e a imposição de regras pela necessidade de extinguir o “mal que assola a sociedade”. Eu prefiro um deputado falando as bobagens ditas pelo Bolsonaro à existência de um Estado no qual não se pode ter e expressar opiniões diferentes daquelas tidas como “aceitáveis”

  84. Ex-petista

    -

    04/04/2011 às 12:02

    Mais uma da série “Palavra de bêbado corrupto não se escreve”: aquele pinguço ex-presidente, antes defensor do software livre e demonizador da Microsoft, vai palestrar num fórum promovido pela… pela… Microsoft.
    O pinguço mudou, ou foi a Microsoft que mudou? Nenhum dos dois: o pudim de cachaça vai receber US$100mil pra falar asneiras no fórum. Mas o ato meio que simboliza uma capitulação do pinguço. Mas por grana ele renega até a dona Lidu.

  85. Luiz Fernando Neves

    -

    04/04/2011 às 12:00

    O problema é que tá na moda receber indenizações milionarias por pessoas oportunistas na base do “Eu não posso perder essa boquinha”.
    Segundo, é que os homossexuais nao precisam de leis de proteção, se ja são assumidos, terão que levar sua sina até o fim e com certeza não é uma lei que vai fazer as pessoas mudarem de idéias. É preciso educação.
    Quanto ao racismo, Acredito que Preta Gil é suficientemente inteligente para ter percebido que ouve um equivoco na resposta de Bolsonaro, cabe a ela ter bom senso e deixar prá lá.
    Depois dessa lei do racismo, eu nem converso muito com afrodescentes por que posso correr o risco de dizer alguma coisa que o afrodescente se sinta ofendido e ganhar de brinde um processo judicial. Para não correr o risco eu prefiro me afastar.
    Quando criança e adolescente tinha em meu convivio muitos afrodescentes no futebol, na escola, na turma e nos davamos muito bem, confesso que com essa coisa que tudo que se fala milindra os afrodescentes confesso que tomei foi uma certa antipatia.

  86. Tiago Fernandes

    -

    04/04/2011 às 12:00

    Reinaldo,se Bolsonaro deve ser punido por ter dito tais coisas.O que deveria acontecer com o Dep Jean Willys por esse post??Isso não vejo ninguém na imprensa falar nada.

    Em sua página do Twitter, Jean publicou várias mensagens dizendo que cristãos são doentes, homofóbicos, preconceituosos, violentos, ignorantes e fanáticos, e que ele se dedicará ainda mais a eliminar a influência do cristianismo na sociedade. O deputado enfatizou que seu mandato tem como foco a defesa dos interesses da militância gay e o combate a seus “inimigos”.

    http://www.libertar.info/news/deputado%20pro-gay%20jean%20wyllys%20declara%20guerra%20aos%20crist%C3%A3os%20e%20promove%20censura%20na%20internet/

  87. Patrícia

    -

    04/04/2011 às 12:00

    Morro de vergonha dos deputados desse país. É cada aberração…

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  88. Lopes

    -

    04/04/2011 às 11:59

    Amina – 04/04/2011 às 7:59! Desde que ele garanta que a queima não provocará nenhum incêndio, problema dele! ! ! Até onde vai o meu conhecimento tanto faz ser uma Biblía ou uma revista de sacanagem….

  89. cleide bragliollo

    -

    04/04/2011 às 11:58

    Reinaldo
    O PT não descobriu nem inventou o FASCISMO DE ESQUERDA.
    Ele vem sendo desenvolvido, desde a década de 60, pelo filósofo alemão ERNEST NOLTE. Seu livro “Der Faschismus in seiner Epoch” (O Fascismo em sua época), é mais conhecido pelo seu nome na tradução inglesa: “As Tres Faces do Fascismo”.
    Mas se o PT não o inventou, aplica-o com disciplina.
    Senão, como explicar o silêncio, quando Lula apareceu num vídeo recente, fazendo graça ao dizer que “Pelotas é um pólo exportador de veados”?
    Ou quando a ministra da Igualdade Racial de Lula disse há pouco, com todas as letras: “Não vejo crime em o negro se insurgir contra os brancos….” e ficou por isso mesmo?
    Como bem definiu Ricardo Noblat em artigo de hoje, O PT tem a primazia do FASCISMO DO BEM… Perfeito!

  90. Polvo

    -

    04/04/2011 às 11:55

    Ao Paulo e aos brasileiro mal-informados:
    Durante a “ditadura militar” no Brasil:
    - Primeiro: houve apelo popular, pois o brasileiro não queria se tornar numa ditadura semelhante a da URSS, CUBA, Coreia do Norte etc, essas sim, ditaduras comunistas terríveis e assassinas.
    - algum grande jornal ou revista foi fechado no Brasil, durante o regime, como nas ditaduras comunistas?
    - alguma emissora de TV foi fechada? A maioria, inclusive a Globo, SBT surgiu nesse período?
    - alguém era impedido de sair do país, de ir e vir, como nas ditaduras comunistas? Ninguém.
    - Todo cidadão podia comprar armas sem problema nehum, sem burucracia, em lojas na esquina, e com muito menos violência do que é hoje. alguma ditadura de verdade permite isso? Qual ditadura comunista permite isso?
    - Todo cidadão trabalhador tinha suas garantias, inclusive greve.
    - Todo cidadão poderia ter sua propriedade privada.
    - Todo cidadão podia viver feliz, com liberdade religiosa, e de expressão sim, vide os artitas da MPB, os grandes festivais de música o cinema brasileiro, só não podia expressar apenas a simpatia para com o COMUNISMO.
    - Só era preso bandido e subversivo, não o cidadão de bem.
    - Era possível andar nas ruas à noite, em grandes centros ou não, sem ser assaltado.
    - A minha infância nesse período foi feliz e a maioria dos brasileiros era feliz.
    - nenhum presidente militar era vaiado em público, mas sim aplaudido espontaneamente pela população, sem que esta fosse obrigada a fazer isso, pois eles não eram políticos.
    - Ter garantia de votar é bobagem, pois eu prefiro não se robrigado a votar.
    _ Algum ex-presidente militar se enriqueceu, como nas verdadeiras ditaduras?
    _ a ditadura militar caiu ou foi entregue ao poder civil pacidicamente?
    - A anistia foi foi em que ano mesmo? 1979. Ah! Durante a ditadura.
    _ Outra,todo mundo conhece um militar ou tem alguém da família servindo às Forças Armadas, brasileiro como qualquer outro.
    _ Censura? Só se fosse para menores de 18 anos. Repressão? Só para os irresponsáveis.
    _ Estádios de Futebol? Cheios. Copa do Mundo, o Brasil todo parava (aquela corrente pra frente)
    _ Carnaval, Festas populares, músicas, festivais, tudo isso existia. Qual ditadura comunista podia ser feliz ou expressar felicidade? NENHUMA.
    _ O Brasil precisa deixar de ser hipócrita. vamos ser justos com a nossa própria história.

  91. nana

    -

    04/04/2011 às 11:54

    Preta Gil instituiu como meio de vida processar, rende bons dividendos, depois diz que doou pra esta ou aquela instituição assim permanece na mídia, faz barulho, chama atenção pros amiguinhos artistas engajados petistas a darem voz pra um governo que é só chorume, talento que é bom…niente!. Não teria condições nenhuma de ser artista pois é incapaz de respeitar a estética sobre qualquer prisma, atitude terrorista, um fiasco como ser humano. Imagine se o meio artístico repreendeu Ivete Sangalo quando no carnaval de 2010 cantou Lobo Mau ciente de que a música estimula a pedofilia. Outros artistas recusaram e continuam fora da mídia com muita dignidade. Ahhh ela deve fazer parte do rol de amigos petistas que exercita a vida com dois pesos e duas medidas. Preta Gil, como filha de ex ministro, deveria estar mais engajada com a educação, não esta partidaria que esta a ensinar ideologias, embotando as crianças com conceitos esfarrapados e sim, da educação científica, destas de fazer o cidadão a ter pensamento conectado com suas vivências e sentido próprio. Ah não, há que termos de nos sentir como vacas no pasto, cabeça socada no chão, a ruminar entre cercas elétricas e disponíveis para o abate. Se todos fossem assim que paraíso seria para a Petralhada tão Nojentos, horríveis, asquerosos, odiosos, sórdidos, malcriados, repelentes, vis, desagradáveis, indecentes, torpes, trapaceiros, vigaristas… não resisti.
    Quando virmos muito estardalhaço é porque o a sujeira que esta em baixo tá feia, o rabo esta se perdendo de podre. Enquanto isso, os ofendidinhos e amiguinhos vão saqueando o estado com seus filminhos de quinta, cantorezinhos de destestam trabalhar a ficar serpentiando os desavisados de plantão que, hoje, já não podemos mais pensar, nem nos expressar porque o estado e nem os seus filhinhos podres não querem. Isto recheado com festa, muuuuuita festa e as nossas custas. Só pra lembrar, e me perdoe a redundância Reinaldo: http://www.youtube.com/watch?v=95H1wqh96Ts&feature=related

  92. Carlos Gama

    -

    04/04/2011 às 11:52

    Eu posso chamar o juiz de “ladrão”, dizer que corintiano é bandido, que palmeirense é porco e até, que o peixeiro vive fisgado, mas não posso nem pensar em dizer, que o tricolor é multicor.
    Ai, que horror!

  93. Lopes

    -

    04/04/2011 às 11:52

    Marechal Reinaldo,

    Off-topic: que tal criar um post em homenagem aos 100 dias da Anta mostrando as promessas de campanha que já foram quebradas?

    Soldado Lopes.

  94. enaury

    -

    04/04/2011 às 11:50

    a nossa ´democracia`? que democracia é esta onde o governo interfere no cmando de empresas privadas foçando até mesmo mudança de presidente, o caso vale, que democracia onde as tvs são todas submissas ao governo, no caso do deputado está claro a falta de liberdade de expressão ou será que liberdade de expressão só pode a favor de movimentos gays ou negros, estas cotas não são uma descriminação contra quem tem um poder aquisitivo um pouco maior, e por isso é penalisado. Quando na verdade a culpa da baixa inclusão universitaria é do proprio governo que dispõe de um baiximo nivel escolar do ensino fundaental e médio, hoje está ocorrendo uma campanha principalmente na rede globo em favor dos gays, prova disto são suas novelas e seus programas temporarios como bbb, se somos obrigados a ter este tipo de programa em nossa casa porque não podemos expressar nossas opiniões, ou a lei só em favor destes movimentos, que são minoria será por isto?

  95. Rone

    -

    04/04/2011 às 11:49

    Bolsonaro foi muito burro!
    Primeiro em dar entrevista ao CQC que se aproveitou do caso para ganhar audiencia com a repercuçao que o caso se transformou, muitos vão pensar duas vezes agora em dar entrevistas ou quando as concederem nunca se saberá se estão falando a verdade se suas opiniões são essas mesmo!
    Deveria ter feito como a maioria dos politicos brasileiros

  96. Maria de Lourdes

    -

    04/04/2011 às 11:48

    Bolsonaro está incentivando a violência com suas declarações odiosas. Isto é fato. Basta comparar os números, ler nos jornais as agressões aos gays quase que diárias. Neste caso tem o agravante das câmeras espalhadas pelas ruas mostrarem o terrível: pessoas são agredidas simplesmente por serem gays ou porque seus agressores imaginam que são. Isto não pode acontecer. Homofobia é crime nos países mais desenvolvidos do mundo.
    Tenho fé que será também em nosso pais o mais breve possível.

  97. Vid

    -

    04/04/2011 às 11:48

    “A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência”. Gandhi

  98. marcos antonio

    -

    04/04/2011 às 11:38

    quetinho por ai que desfalcaram os cofres publicos e nada de cassação de mandato e prisão, pois aqui nunca será um pais sério!! o povo brasileiro precisa acordar pra coisas sérias, nosso dinheiro é todo dia jogado no ralo!! ou por corrupção diária, por sandices, por esperteza, por canalhice, por cachorrada mesmo!!!

  99. Eric K

    -

    04/04/2011 às 11:36

    Alguns comentários a respeito:

    1º – Eu não tenho nada contra homossexuais, cada um faz o que quer da sua vida, não sou eu que vou ter que sentar de ladinho ou usar uma daquelas boías de quem tem hemorróidas.

    2º Algúem que tem Preta no seu nome “artístico”, como pode processar alguém por racismo? Vai se auto-processar?

    3º Estranho, que quando o Molusco fez aquele vídeo dizendo que Pelotas é fábrica de bicha, não deu 1% da polêmica na grande imprensa.

    4º O Bolsonaro está sendo pego pelos petralhas como boi de piranha, tanto porque o Mensalão vai prescrever, quanto aquele episódio com a Maria do Rosário.

  100. Roberto Ávila Heingtz

    -

    04/04/2011 às 11:36

    No terreno legal, é crime sim voce acusar uma familia de ser e de viver em ambiente de promiscuidade, sem nenhuma prova, isso é calunia e difamação, só alguns cegos é que se recusam a ver isso…aliás, se falaram muita besteira em relação a isso, esse post desse colunista é mais uma besteira.

  101. marcos antonio

    -

    04/04/2011 às 11:35

    então meter a mão no dinheiro público pode!! embora ache a atitude do Bolsonaro desastrosa, tem muito politico quetinho por ai q

  102. theo

    -

    04/04/2011 às 11:33

    Pô Rei,
    você falou foi tudo!
    O Bolsonaro é um bobão que não tem finesse para expor um problema sensível, falta-lhe estudar mais e deixar de ser solitário.

  103. mariza tannure

    -

    04/04/2011 às 11:30

    nao sou contra nada cada um faz o que quer e sofre suas consequencias porem nao me parece decente sao os desfiles gays pois acho um atentado ao pudor sou a favor do respeito as familias

  104. BENEDITO

    -

    04/04/2011 às 11:25

    Em primeiro lugar a liberdade e os direitos fundamentais das pessoas. Divergências são da essência da humanidade a hipocrisia é que deve ser combatida não as opiniões. Houve um tempo em que a Santa Madre Igreja queimava quem ousasse divergir. Um grupo de pessoas ou qualquer instituição não pode impor seus valores. Lamentavelmente estamos nos afastando da defesa de valores fundamentais da pessoa pelo equívoco de valorizar minorias. Brancos e Negros são iguais. Se um negro tem orgulho de ser 100% negro por que um branco não pode se manifestar da mesma maneira ? Se há punição para piadas e músicas que ofedem negros também deveria haver casos similares contra as loiras, ou não? Cotas raciais vão estimular o racismo. Vamos parar com hipocrisia e gastar energia para lutar pelos valores fundamentais…de todas as pessoas

  105. cagliostro

    -

    04/04/2011 às 11:23

    Gostei do artigo. Especialmente do “o Brasil, por enquanto, é uma democracia”, porque, infelizmente é uma realidade. Mas acho que continuará sendo, mesmo que venha a ser nos moldes da antiga URSS, de Cuba, da China, etc. Cagliostro

  106. MÁRCIO

    -

    04/04/2011 às 11:20

    Não é necessário uma lei que especifique a homofobia como crime para punir Bolsonaro. O deputado pode ser enquadrado no crime de difamação e injúria, principalmente pelo uso do têrmo promiscuidade. Na difamação, imputa-se a uma pessoa uma determinada conduta que macule a sua honra perante a sociedade. Na injúria, por sua vez, imputa-se ao ofendido uma conduta que não macula sua imagem perante a sociedade, mas que lhe ofende a própria honra subjetiva. Em uma sociedade democrática, a liberdade de expressão têm limites e a imunidade parlamentar também.

  107. Paulo

    -

    04/04/2011 às 11:20

    Enquanto isso a PF trás a tona fortes ligações de Lula com o esquema criminoso do mensalao. Era tudo o que o PT queria.Uma polêmica para desviar o foco.

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  108. sil

    -

    04/04/2011 às 11:20

    Acho que tem muito artista de segunda classe que fica “loco” pra aparecer a qualquer custo, tipo ex BBB. Democracia é o direito de todos, imagine então as loiras do Brasil processando Gabriel Pensador por causa da loira burra? ou isso não é preconceito?? ou preconceito é so falar de gays e negros. Quantos japoneses, poloneses, latinos, indios não são humilhados diarimanete com adjetivos chulos? E para quem assistiu a “entrevista” foi feita uma pergunta e respondida outra coisa. Alguem entrou de gaito nesta historia.Melhor o CQC rever sua postura, para não virar um programa de caça as bruxas!!!

  109. valfrido m. chaves

    -

    04/04/2011 às 11:17

    Há coisas peores aqui em MS. Uma prostituta foi sequestrada por 3 bois, apedrejada até a morte, pura diversão. No julgamento, um absolvido porque só guiava o carro. Outro, vai ficar só dois anos na cana. Outro ainda não foi julgado, pois fugiu. “Era só uma prostituta”. As ongs sociais, nem Igreja, OAB se manifestam. E se fosse filha de um Juíz?

  110. Guerra

    -

    04/04/2011 às 11:16

    Simplesmente perfeito.

  111. Elton

    -

    04/04/2011 às 11:07

    Reinaldo, não lembro de ter havido essa discussão toda quando o Bolsonaro sugeriu fuzilar o FHC… essas pessoas que reclamam agora, o que disseram daquela vez?

  112. Magalhaes

    -

    04/04/2011 às 10:50

    As opiniões de Bolsonaro a respeito de homossexualismo e cotais raciais estão rendendo para servir de cortina de fumaça para os crimes do mensalão que estão prestes a prescrever.
    Por mais que a decisão ficha limpa esteja amparada pela constituição vejo com pessimismo o desenrolar final da quadrilha do mensalão e sobrevivencia dos fichas sujas. Lula e Dilma escolheram os ministros do STF por razões técnicas ou ideológicas?

  113. Ex-petista

    -

    04/04/2011 às 10:49

    Reinaldo,

    viu que o Obama se candidatou à reeleição? O lema, agora, é “It begins with us”. “Us” who, brown face? Hehehehe

    Do jeito que as coisas vão, com o Obama fazendo o jogo de gente que é tudo, menos democrata, torço pra que um provável segundo ato do Barack não vire um “It ends with us.”

  114. anonimo

    -

    04/04/2011 às 10:46

    PT destrói quem é contra eles.
    Artur Virgílio, ex-Senador do Amazonas e outros tantos.
    Bolsonaro expressou uma opinião e não ofendeu ninguém em particular.
    O que se vê no caso do Bolsonaro é só patrulha ideológica.

  115. Artur

    -

    04/04/2011 às 10:46

    O Artigo 129 do Código Penal criminaliza a lesão corporal e prevê que a pena deve ser aumentada se o crime for contra descendente. Bolsonaro defendeu no ano passado que filhos gays levassem “um couro” de seus pais. Não acho que “um couro” signifique uma palmada, e não acho que pais homofóbicos entenderiam que o deputado estava se referindo a uma palmada. Um dicionário registra que “passar o couro” significa “dar uma surra usando chicote ou cinta”. Que Bolsonaro acredite que os pais podem e devem agredir seus filhos em algumas situações é confirmado pela sua afirmação na entrevista do CQC de que daria “porrada” no seu filho caso ele fumasse maconha, nem mesmo fazendo questão de negar que “torturaria” seu filho. Se um deputado deveria ser cassado por defender homicídio, pedofilia ou roubo, entendo que Bolsonaro deveria ter sido cassado por essa declaração no ano passado, que é uma defesa da agressão física contra crianças e adolescentes.

  116. Miguel

    -

    04/04/2011 às 10:40

    Parabéns, Reinaldo! Texto didaticamente esclarecedor. A esquerdotralha se apega a tudo que possa lançar espuma aos ventos. Sugiro que usem a maioria obtida em ambas as câmaras do Congresso, para aprovar leis tornando crimes hediondos o desvio/roubo de recursos públicos e a sonegação fiscal, práticas que prejudicam milhões de brasileiros. Utopia? Analisem o benefício de tais medidas!

  117. Sandra

    -

    04/04/2011 às 10:34

    Minha opinião muito particular: duvido que o deputado Bolsonaro agisse assim com um filho se ele fosse gay. Eu me lembro de quando a AIDS começou e as pessoas descobriram que o vizinho, o primo, o amigo,… eram gays. Muitas pessoas com discursos semelhantes ao de Bolsonaro deram um ombro ao amigo ou parente. Mas tentar forçar aceitação pela lei parece-me mais do que inútil: tem o efeito oposto. Desde que o deputado viva e deixe viver, por mim tudo bem. Precisam tanto assim da aceitação dele?

  118. CW

    -

    04/04/2011 às 10:32

    Certo dia vi um bate-boca entre um homossexual racista e um negro homofóbico, e, agora como fica? Os dois vão presos?

  119. Malur

    -

    04/04/2011 às 10:32

    Que não lhe tirem o direito à opinião, OK. Mas quem ou o que lhe dá o direito de injuriar e difamar uma pessoa, valendo-se até de câmeras de televisão? A Constituição? A imunidade de que goza como parlamentar?Ele precisa de uma reprimenda, sim. E parece que Preta Gil já se decidiu ir à Justiça em busca dessa reprimenda. Dentro da lei.

  120. miqueias

    -

    04/04/2011 às 10:30

    olha fala serio eu desconsidero esse video do dpt começando pelas perguntas totalmente sem noção desse povo tantas coisas para se perguntar e as pessoas praticamente fazendo piada e segunda ninguém revisou o video ? affff fala serio isso foi uma piada contra o dpt e contra quem viu que a maioria não entendeu e outros só querem motivo para ficar fazendo teatrinho.

  121. Siará Grande

    -

    04/04/2011 às 10:26

    Reinaldo, como Você gosta de repetir, a ética e a memória dos petistas são seletivas, só vale se for a favor. Mesmo assim, vai uma lembrança. Lembra do avião da Air France que caiu no mar há dois anos? Na ocasião, o exLulla garantiu que a Petrobras ia achar a caixa preta fácil fácil, pois estava acostumada a furar poços de petróleo a cinco mil metros de profundidade. Disto os petistas não lembram. Ainda bem que os franceses tambem não lembram e resolveram continuar na busca sem pedir o auxilio da Petrobras.

  122. Shariat

    -

    04/04/2011 às 10:24

    Reinaldo você é imprescindível.

  123. SERGIO OLIVEIRA

    -

    04/04/2011 às 10:20

    Realmente, o vídeo de Pelotas foi postado, mas nunca é demais repetir; outra coisa: esta mesma turma que está detonando com o Bolsonaro não apóia os regimes de Cuba e do Irã? E lá, como são tratados os gays? Alguém também já deve ter comentado a respeito.

  124. Moacir Rauber

    -

    04/04/2011 às 10:18

    Pois é, nossa regressão está sendo mais rá+ida do que pensamos. Somos o sapo na água morna… Os governantes e chefes das instituições que são responsáveis pelas políticas públicas do país não conseguem entender o que Voltaire já dizia no século XVIII, “Posso não concordar com nenhuma das palavras que você deiz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-las.”

    Para isso é preciso cérebro…

  125. lucas morais

    -

    04/04/2011 às 10:12

    Por mais detestáveis que sejam as suas opiniões, fazer o quê? Promiscuidade tem valor moral e valores morais tem caráter subjetivo, por isso uma condenação do Jairzão seria preterir os direitos naturais e democráticos como a liberdade de opinão em prol de valores sbjetivos.

  126. Sandra

    -

    04/04/2011 às 10:12

    Os pais têm o direito de não aceitar que os filhos tenham um relacionamento homossexual ou que se casem com negros, brancos, cristãos, judeus, ovo-lacto-vegetarianos… Pelo que eu sei, e que não é muito, a lei só impõe limites sobre as atitudes desses pais a respeito das escolhas dos seus filhos. Ninguém pode matar ou espancar um filho porque por suas escolhas, mas a lei pode obrigar-nos a gostar de alguém?
    Quanto ao tal pastor, lamentável sua atitude, mas numa coisa ele está certo: ele não é responsável pelas mortes daqueles inocentes. Os responsáveis por elas são os assassinos.

  127. SERGIO OLIVEIRA

    -

    04/04/2011 às 10:10

    Há o famoso vídeo aquele, que vasou, em que, na campanha em 2002, em Pelotas-RS, o Lula, conversando com o Fernando Marroni, prefeito da cidade na época (hoje Deputado Federal, que assumiu no lugar da Maria do Rosário como suplente que é), disse que Pelotas “era exportadora…de veados”.
    Ninguém acusou ou acusa Lula de homofobia.

    MODERADOR LEMBRA: O Reinaldo citou esse vídeo aqui: http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/a-liberdade-de-expressao-no-brasil-esta-virando-um-direito-exclusivo-da-aristocracia-de-esquerda-ou-lula-e-os-%E2%80%9Cnordestinos-e-nortistas-feios%E2%80%9D/

  128. Paulo

    -

    04/04/2011 às 10:03

    Não, um deputado é eleito para atender ao bem-estar de todos, inclusive os homossexuais. Por isso, ele como deputado está sob algo chamado decoro, não tem liberdade pra falar o que quer não. É um representante do governo brasileiro, infelizmente eleito por alguns ignorantes, e cujas declarações podem repercutir negativamente para o país. E o faz porque não tem punição. Igual esses militares que dizem que “cumpriram seu dever” ao matar e torturar presos políticos durante a ditadura, o fazem porque aqui não tem cadeia de verdade pra esses assassinos, como na Argentina. Inclusive um dos discursos desse Bolsonaro é a defesa da ditadura e portanto da falta de liberdade de expressão, portanto você, Reinaldo, ao defendê-lo com este argumento cínico de “liberdade individual” pra cometer o crime de homofobia, se contradiz.

  129. Paulo Bento Bandarra

    -

    04/04/2011 às 10:02

    “Então um parlamentar pode defender o homicídio, a pedofilia, o roubo?”
    CLARO que pode. Para isto que ele tem a imunidade. Por acaso não existem pessoas que defendem o aborto, que é vedado pela constituição, pelos direitos humanos se divertirem? Não defendem o “controle da mídia”? Praticam o roubo e a extorsão no cargo e continuam livres? O fato de alguém defender o assassinato não o torna justificável nem automaticamente liberado. Apenas se houver um número suficiente de adeptos, a maioria qualificada, isto se tornará lei. O mais grave é que deputados e governantes não discutem as suas reais intenções com o eleitorado e chegando ao poder fazem o contrário que pregaram para serem eleitos. Escondem suas teses para só revelarem quando já se elegeram.

  130. edu

    -

    04/04/2011 às 9:59

    Não assisto a novelas, mas percebo que depois que essa novela das nove começou, o tema sobre homossexualidade ficou muito em voga no Brasil. Quem sou eu para julgar quem quer que seja, muito menos para o bem, mas o que lobrigo é que as pessoas aqui querem parecer tão ágeis que se tornam também um pouco ridículas.

  131. joao flavio

    -

    04/04/2011 às 9:56

    Concordo em tudo!

  132. TITO

    -

    04/04/2011 às 9:55

    Esse país se tornou o país da hipocrisia.
    Nessa questão do Bolsonaro,acho que o assunto já prescreveu…já encheu o saco !!!
    Cá entre nós, o deputado não faz o tipo do politicamente correto que domina o jornalismo de ocasião e nossos políticos,mas que ele tem direito a se expressar, gostem ou não, esse direito lhe assiste…Essa lei ao tentar criminalizar a homofobia é INCONSTITUCIONAL e mesmo que fosse aprovada seria contestada no judiciário e serve apenas para agravar a questão.
    O que não dá pra concordar é que nesse imbróglio em torno de gaysismo,racismo,homofobia, se fosse a plenário no congresso, não contaria com apoio da grande maioria dos nossos paralamentare,que por por convicções morais,religiosas, etc. não apoiariam as teses do deputado ex-bb,da Martaxa ou quem diria até desse monumento à pilantragem do Vaccarezza.
    Muitos que criticam o Bolsonaro,por oportunismo e pelo politicamente correto e solidariedade ao coitadismo,dizem uma coisa mas na hora do voto adivinhem com quem eles votariam ???
    Só os GLT não entenderam que a esquerdopata está usando seus interesses para atender aos seus interesses,numa manipulação ostensiva….

  133. Aprendiz de Lógico

    -

    04/04/2011 às 9:50

    “Justiça social” é uma expressão oca e sem sentido, além de geradora de injustiças reais individuais. Justiça real, autêntica, é dar a cada um o que lhe é devido, segundo o mérito (recompensa) e o demérito (punição) de cada um. “Justiça social” é uma locução inventada por influência do esquerdismo, como sinônimo de “igualdade social” que, por sua vez, tem sido usada como eufemismo para “socialismo”.

    Acreditar em “justiça social” é apoiar, consciente ou inconscientemente, o socialismo, o comunismo.

    Estudantes e profissionais sérios do Direito, não se deixem enganar com esse palavrório dos esquerdistas inimigos da liberdade individual!!!

    Digam não à “justiça social”!!!!!!

    Está lançada a campanha:

    PELA LIBERDADE INDIVIDUAL, DIGA NÃO À “JUSTIÇA SOCIAL”!!!!!!

    PROCUREM E LEIAM:

    A Miragem da Justiça Social (The Mirage of Social Justice), de L. A. VON HAYEK, publicado em 1976. Demonstra que a noção de justiça social não tem sentido numa ordem espontânea, sendo uma justificativa para a demanda de grupos particulares.

  134. valter

    -

    04/04/2011 às 9:50

    Caro Amigo RA.
    Esse programa dito humorístico já está superado.
    O artista que vai envelhecendo e ficando cada vez mais distante do sucesso, também vai ficando mais irritadinho.
    Vamos em frente Deputado Bolsonaro.

  135. Fernando Lins

    -

    04/04/2011 às 9:42

    Reinaldo, lembra do comentário que postei aqui quando daquele texto sobre a nota do exército sobre o aniversário do golpe ? Pois a Veja dessa semana trás uma matéria que você deveria comentar. Sobre o Brasil não ter mais um único partido de direita. E a Veja acha um culpado: A ditadura. Exatamente aquilo que eu falei no meu comentário de dias atrás ! Veja só esse trecho: “ A situação é única. Todas as grandes democracias do mundo têm ao menos um partido conservador forte, como o PP espanhol, o Partido Republicano dos Estados Unidos, a UMP francesa e o PDL italiano. O que teria levado a direita brasileira à lona ? Para especialistas e políticos ouvidos pelo site de Veja, a causa está na herança maldita da ditadura militar “. Naquele dia eu falei aqui que enquanto a direita insistir em ficar exaltando o golpe a ditadura, vai definhar cada vez mais. Defender o golpe hoje é como defender a volta da caça as baleia em nosso litoral. Uma coisa retrógrada, antiga, ultrapassada e impopular. Temos que nos desvincular da ditadura, Reinaldo. Ou ficaremos aqui no nosso velho mundinho da velha direita ultrapassada. Enquanto isso a esquerda, principalmente o PT, se moderniza e se atualiza. E nós aqui acghando que os esquerdistas desse novo século são comunistas, o que é uma bobagem. Vamos MUDAR para não ACABAR !

  136. Aprendiz de Lógico

    -

    04/04/2011 às 9:36

    RESULTADO DE PESQUISA FEITA PELA LEITORA CRIS AZEVEDO:

    Em 1971 saiu uma infeliz resolução do Primeiro Congresso Nacional de Educação e Cultura de Cuba, onde se decretou que “os desvios homossexuais representam uma patologia anti-social, não admitindo de forma alguma suas manifestações, nem sua propagação, estabelecendo como medidas preventivas o afastamento de reconhecidos homossexuais artistas e intelectuais do convívio com a juventude, impedindo gays, lésbicas e travestis de representarem artisticamente Cuba em festivais no exterior.” Foram então estabelecidas penas severas para “depravados reincidentes e elementos anti-sociais incorrigíveis”.

  137. marco bittencourt

    -

    04/04/2011 às 9:34

    concordo em gênero e grau. Mas independentemente da lei, temos que ter nossa posição, até porque existem leis que quero vê-las rasgadas. Claro, diria simplesmente: mudem a lei. Responderia: posso ser minoria!

  138. Aprendiz de Lógico

    -

    04/04/2011 às 9:32

    RESULTADO DE PESQUISA FEITA PELA LEITORA CRIS AZEVEDO:

    Em 1971 saiu uma infeliz resolução do Primeiro Congresso Nacional de Educação e Cultura de Cuba, onde se decretou que “os desvios homossexuais representam uma patologia anti-social, não admitindo de forma alguma suas manifestações, nem sua propagação, estabelecendo como medidas preventivas o afastamento de reconhecidos homossexuais artistas e intelectuais do convívio com a juventude, impedindo gays, lésbicas e travestis de representarem artisticamente Cuba em festivais no exterior.” Foram então estabelecidas penas severas para “depravados reincidentes e elementos anti-sociais incorrigíveis”.

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  139. Aprendiz de Lógico

    -

    04/04/2011 às 9:32

    MENSAGEM AOS HOMOSSEXUAIS MILITANTES

    Vocês estão sendo ludibriados pelos partidos de esquerda que encampam por aqui as suas bandeiras. Esses mesmos partidos apóiam os regimes do Irã e de Cuba, nos quais os gays são perseguidos e reprimidos até mesmo com a morte.

    Aqui esses partidos usam vocês com o objetivo de debilitar os valores ocidentais e judaico-cristãos, e não por aprovarem de fato o comportamento homossexual. Pensem no seguinte: se o Ocidente e as religiões ocidentais ainda manifestam alguma intolerância em relação a vocês, os radicais islâmicos – que já têm um grande peso político na Europa – e os socialistas marxistas os desprezam e os vêem como o maior exemplo de decadência moral do Ocidente capitalista.

    Portanto, não sejam tolos se deixando representar por partidos de esquerda totalitários como o PT e o PSOL.

    Caso queiram saber como Cuba trata homossexuais, assistam ao filme ANTES DO ANOITECER. Quanto ao Irã, que essa esquerda também apóia, nem preciso dizer nada.

    ABRAM OS OLHOS E NÃO CONFIEM NA ESQUERDA!!!!!

  140. Aprendiz de Lógico

    -

    04/04/2011 às 9:30

    MENSAGEM AOS HOMOSSEXUAIS MILITANTES

    Vocês estão sendo ludibriados pelos partidos de esquerda que encampam por aqui as suas bandeiras. Esses mesmos partidos apóiam os regimes do Irã e de Cuba, nos quais os gays são perseguidos e reprimidos até mesmo com a morte.

    Aqui esses partidos usam vocês com o objetivo de debilitar os valores ocidentais e judaico-cristãos, e não por aprovarem de fato o comportamento homossexual. Pensem no seguinte: se o Ocidente e as religiões ocidentais ainda manifestam alguma intolerância em relação a vocês, os radicais islâmicos – que já têm um grande peso político na Europa – e os socialistas marxistas os desprezam e os vêem como o maior exemplo de decadência moral do Ocidente capitalista.

    Portanto, não sejam tolos se deixando representar por partidos de esquerda totalitários como o PT e o PSOL.

    Caso queiram saber como Cuba trata homossexuais, assistam ao filme ANTES DO ANOITECER. Quanto ao Irã, que essa esquerda também apóia, nem preciso dizer nada.

    ABRAM OS OLHOS E NÃO CONFIEM NA ESQUERDA!!!!!

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  141. caipira mermo

    -

    04/04/2011 às 9:30

    Reinaldo
    V. matou e arrancou o couro! Parabens!

  142. José Augusto - BH

    -

    04/04/2011 às 9:28

    Prezado Reinaldo:
    Na semana passada, no auge da exploração do fato pela BandNewsFM (aproveitamento do êxito da polêmica para divulgação gratuita de seus programas), mandei um comentário ao âncora pelo site da emissora, que até hoje não foi comentado ou respondido:
    1 – o programa CQC é humorístico ou não? ao convidar um político polêmico e bombardeá-lo durante um minuto com perguntas cretinas e pessoais acompanhadas de gargalhadas equivale a depoimento sério sobre suas convicções?
    2 – a rede Band não extaria invertendo a função de seus programas? só falta o “Canal Livre” virar entretenimento com piadas e autoridades vestidas de palhaço, e o “CQC” virar programa de debates sociais, éticos, sociais, políticos e ideológicos…
    3 – a pergunta da Preta Gil (desculpem, mas é celebridade de 2ª classe), claramente capciosa e de caráter pessoal/familiar, tinha “gabarito” da resposta certa? Qual seria a resposta certa do deputado? Cada família tem seus critérios de educação e formação, e não nos interessa. Para mim, qualquer resposta estaria ERRADA ou sem interesse popular, tipo “eu aceitaria na boa uma nora negra” (intimamente mentira!), ou “o problema seria do meu filho” (hipócrita sem autoridade paterna!). Qualquer resposta seria para maculá-lo.
    Um erro do deputado foi aceitar participar de programa “humorístico” que se mostra sério nas piores circunstâncias. Isso, no máximo, somente afastará entrevistados responsáveis e o público sério de seus programas, numa emissora que não pode se dar a esse luxo.

  143. AVATAR

    -

    04/04/2011 às 9:27

    Reinaldo, nos anos 90 tinha uma música do Gabriel o Pensador cujo refrão dizia: ” Como eu já disse… Precocneito é burrice… ” Em minha opinião é a mais pura verdade. Todo precoceito é burrice. Julgar todo um grupo pela sua raça ou opção sexual, religiosa ou política é realmente de uma obtusidade e ignorância incrível. Por isso você não difere nem um pouco do bolsonar. na verdade todos aqui, pois julgam, no alto de suas arrogancia e precocneito, todos os eleiotres de Lula desonestos e safados. O s famosos petralhas, termo inventado por você, que por outro lado, tira os outros políticos e eleiotres da reta, a começar pelos tucanalhas e demonalhas. Bolsonaro faz escola nesse país, infelizmente. Somos preconceitousos e homofóbicos sim, como disse a senhora do texto abaixo.

  144. Celso

    -

    04/04/2011 às 9:19

    Olá Reinaldo. Voce falou em terrorismo. Veja só o perfil deste cidadão professor da UFABC:
    http://www.ufabc.edu.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1556&Itemid=153

  145. Chacon

    -

    04/04/2011 às 9:18

    Reinaldo o Brasil é atrasado, veja você que já se passou centenas de anos e só agora chegou a Inquisição por aqui. Ufss…, pensei que nunca chegaria. Abraço

  146. Angelo

    -

    04/04/2011 às 9:18

    Senhores,O bolsonaro diz coisas idiotas,bobagens,propaga
    ofensas sem pensar,mas,tem bom coração.É um ser humano,que
    infelizmente se tornou politico e se acha o “tal”,fazer o
    que????

  147. Alan goes

    -

    04/04/2011 às 9:03

    Concordo, quando o Deputado disse em seção na Camara que gostaria que FHC fosse Metralhado,ninguém ameaçou Bolsanaro de cassação.

  148. josevar

    -

    04/04/2011 às 9:01

    Caro Reinaldo. Irretocável sob todos os aspectos. Você não joga para a torcida e demonstra para os politicamente corretos o que vem a ser respeito aos princípios democráticos.Só falta DESENHAR. Mas como colocar isto na cabeça de um Ophir se o que ele almeja é uma cadeira no Supremo? Como colocar isto nas cabeças desses grupelhos se eles só querem continuar MAMANDO nas tetas governamentais com suas ONGS fajutas? Como colocar isto na cabeça desses políticos de merda que tomaram conta do poder no Brasil? É raro você encontrar uma reportagem inteligente nos dias de hoje, tratando desses temas, sem o proselitismo e tendências esquerdopatas.

  149. Daniel Augusto

    -

    04/04/2011 às 9:00

    Reinaldo:
    É sempre salutar lembrar que Bolsonaro está no parlamento respaldado por 120.000 votos, cujos eleitores pensam exatamente como ele. Bolsonaro não tem, portanto, um posicionamento isolado acerca dos polêmicos temas. Muita gente pensa igual.

  150. Cristão

    -

    04/04/2011 às 8:55

    Reinaldo,
    Há uma diferença enorme entre defender o que Bolsonaro diz, um absurdo para muitos, e defender o direito de ele dizê-lo, para muitos também um absurdo. Lembremos que em um sistema de democracia representativa o Congresso acaba sendo, em última análise, uma fotografia da própria sociedade. E Bolsonaro, com todas as ideias que representa, foi eleito pelo povo, uma parcela significativa da população que aprova muito do que ele diz e defende. Nesse caso, parece-me que o silêncio que tentam impor ao deputado acabará por calar também uma parte da população. E empobrecerá o debate, única forma de a sociedade entender e rejeitar preconceitos descabidos. Mas pelo nível do debate, até parece que após a ficha limpa, a moda no país agora é a boca limpa.

  151. Irene Mathias

    -

    04/04/2011 às 8:50

    Por que só utilizam os Estados Unidos para os exemplos que convém? Se vamos adotar o modelo americano de liberdade de expressão, que tal utilizarmos os exemplos das ações afirmativas? Acho que o negócio de muitos é só ficar comendo lanchinho do MC Donald´s e viajando para a Disney ou devez enquando ficar gargantiando exemplos que lhe convém…

  152. Amina

    -

    04/04/2011 às 8:42

    Ah, só uma ressalva. Lembro que um muçulmano jamais queimaria a Biblia, pois ela é também um livro sagrado para os muçulmanos, já que também tem a mensagem de Deus, enviada por nosso profeta Jesus Cristo. Isso foi só um exemplo para mostrar como seria entendido pela sociedade se um ato similar partisse de um muçulmano.

  153. Antonio Augusto Carvalho

    -

    04/04/2011 às 8:42

    Eu vou mais além na intenção desta gente, Reinaldo. A idéia é ter a lei para poder pedir, depois, uma bolsa-homofobia e coisas que o valham do “papai Estado”. Nada mais além disso.

  154. Barlima

    -

    04/04/2011 às 8:34

    Reinaldo: perfeito o emprego do verbete salta-pocinhas. Ele transformou, no meu entender, o texto com definição completa e cabal dos afetados modernos; aqueles de cabeça torta e pensamentos embotados.

  155. Marcelo

    -

    04/04/2011 às 8:34

    Aos cretinos salta-pocinhas do multiculturalismo chinfrim, lembro que a liberdade que queima livros imprime milhões de livros. No Afeganistão, onde não se imprimem livros, só não se pode queimar um livro!

    State of Art. Parabéns, Rei.

  156. Maurycio

    -

    04/04/2011 às 8:31

    Discordo plenamente ao fato de abaixarmos a cabeça para um político que se acha o dono da verdade pelo simples fato de estar no poder, diga-se de passagem que o povo elegeu infelismente um politico desta conduta, todos temos direito de expressarmos nossas opniões desde que não agride-se de maneira grosseira e irônica as pessoas ou um grupo em questão. Vivemos em uma sociedade democratica mais um politico aqui em nosso país “raramente” será um exemplo a ser seguido.

  157. antonio

    -

    04/04/2011 às 8:30

    Reinaldo. Saúde. Está parecendo a pré-estréia da tal Comissão da Verdade.

  158. Daniela

    -

    04/04/2011 às 8:12

    Acredita que tem uma droga do PT me seguindo no twitter. Que saco gente! Aquela estrelinha vermelha me dá asco.
    Bloqueei. tomara que me dêem unfollow, rapidinho, PT queima o filme de qq mortal.

  159. Daniela

    -

    04/04/2011 às 8:09

    R. Vamos por partes.
    1. a Liberdade nos EUA é levada a ferro e fogo custe a quem custar. Isso é o ideal de vida deles.
    Neste caso todos são livres para expressarem o que quiserem.
    Ok.
    2. a Liberdade no Brasil é confundida com Libertinagem, onde, só quem tem poder pode tudo, as bundas na tb podem aparecer, inclusive no carnaval com exames ginecológicos ao vivo, mulheres com corpos pintados e absolutamente incomodadas por terem de usar o minúsculo tapa sexo.
    A libertinagem em receber o dinheiro sangrento das mãos de ditadores, sorrir em frente as câmeras com abraços e beijinhos. Os mesmos que apedrejam se a mulher em seu país mostrar o dedo mindinho em público.
    Para mim não é muito diferente, o perfil de um racista, anti negros, ou anti gays, com um terrorista iraniano, taliban ou qq porcaria assassina dessas que os valha já que são tantos e nem vale a pena descrever a todos, e nem me lembro de todos.
    Uns inúteis. Bárbaros.
    Não tenho absolutamente nada contra gays, mas os heterofóbicos me enchem o saco, teve um que brigou comigo pq eu disse que não concordava com a prefeita Marta Suplicy quando morava em SP. Quer dizer, pq ela dança no trio elétrico na parada gays para obter votos ela tem valor? Ela como prefeita de SP foi um completo desastre. Acompanhei de perto a tristeza, a luta de cada cidadão paulistano para exercer o simples direito -heheheh-garantido na constituição de ir e vir.
    O fato dela ser pró-gays não significa que ela seja uma boa administradora pública.
    Além do que ela é petista. Sem maiores comentários a respeito.
    Sou vira-lata, filha de nordestiono com capixaba, nasci em SP, tenho traços de índio e negro, linda,morei numa colônia sulista no MT quando adolescente, e lá era considerada negra, em SP no subúrbio era considerada branca, casei com um descendente de alemão/israelense, me converti ao judaísmo.Para alguns judeus até hoje sou GOY (não judia).
    Moro hoje em Israel.
    Amo israel.
    Minhas filhinhas brasileiras/alemãs/israelenses são a mistura mais linda e refinada que se pode encontrar.
    Vivo minha vida feliz da vida, por ter conseguido seguir em frente apesar de tanto ter lutado contra os preconceitos a minha volta. Meu pai odiava os judeus e sempre me ensinou a odiar os judeus, Um dia o perguntei pq ele odiava os judeus, ele me respondeu que eles eram maus e roubavam o dinheiro da gente. Então perguntei mas algum judeu já roubou seu dinheiro? Ele envergonhado respondeu que nunca conheceu um judeu.
    Era para eu ser corinthiana também, mas em 1992 ví o SP ganhar a libertadores com aquele time maravilhoso, aquele jogo limpo clássico, a brilhante era Telê Santana.
    Meu pai me chamava de vira casaca, na época eu tinha 16 anos.
    Eu não era vira casaca, só parei de repetir o que ouvia, e comecei a seguir meus próprios pensamentos.
    Com todo respeito que possa ter pelo meu pai, ou qualquer outra pessoa no mundo antes respeito meus sentimentos e pensamentos , acredito que por ser uma pessoa boa, no mínimo bem intencionada procuro ver o que acontece em cada situação que me rodeia e procuro não julgar. Disse que procuro, não sou perfeita, mas tento ser justa.
    Se fosse parar minha vida a cada vez que uma pessoa que não racíocina me chamasse de negra, índia, nordestina, goy, judia, são paulina, mãe, hetero, simpatizante, afe! Não faria mais nada de útil.
    Acredito que o Bolsonaro deveria agir com respeito e decoro.
    Se não gosta de negros, o direito é dele, claro. Mas tratar com ofensa já é d+.
    Chega também dessa história de gritar no palanque, gritaria é coisa de gente restrita. Não precisam gritar e esbravejar a cada aparição. Se ele pensasse assim provavelmente a vida dele seria menos turbulenta.
    Para expor suas idéias, não grite todos darão mais ouvidos se apenas falar num tom sociável.

  160. Amina

    -

    04/04/2011 às 7:59

    Caro Reinaldo, eu te pergunto: E se um muçulmano brasileiro resolvesse queimar a bíblia em plena praça pública? Isso seria reconhecido também como um ato de liberdade de expressão? Ou como mais um ato terrorista? Será que a liberdade de expressão realmente se aplica a todos?

  161. Mariazinha

    -

    04/04/2011 às 7:53

    Esse é o verdadeiro teste para a democracia: tolerar a liberdade de expressão do outro. Concordar com quem pensa como eu é fácil.

  162. Ferreira Pena

    -

    04/04/2011 às 7:50

    O Bolsonaro terá caminhões de votos na próxima eleição. Na confusão política brasileira, muita gente pensa que ele é de direita, por não dar a mínima para os esquerdistas aproveitadores brasileiros. O que a chamada esquerda quer é cargos no governo e dinheiro. O deputado Bolsonaro fala muitas verdades que incomodam, mas está errado em suas posições sobre os gays. Precisa se informar melhor. Quem não gosta quando ele desce o pau nos petralhas? Mas a ser de direita, vai uma longa distância.

  163. JOMAZ

    -

    04/04/2011 às 7:46

    Rei.:

    Ops….

    Simplesmente….

    Sorry

    gt

  164. JOMAZ

    -

    04/04/2011 às 7:45

    Rei:

    Como ninguem se manifesta pela máxima de um presidente norte americano, a qual simplismente fundou o império:

    “Não defendo o que dizes, mas defendo até a morte o direiro de dizeres”

    GT

  165. Rodrigo

    -

    04/04/2011 às 7:23

    Esse movimento contra Bolsonaro é a esquerda se assanhando, querendo promover seu “pogrom” particular para “extirpar” a direita do jogo político. E aquele vídeo do Youtube onde Lula expressa sua homofobia sobre o povo de Campinas, como é que fica? Vão pedir explicações a molestador do MEP sobre isso também, viu?

  166. ruben

    -

    04/04/2011 às 7:17

    é impressão minha ou estamos entrando em outra Idade das Trevas? Se estivermos, será que levaremos uns 5 séculos, outra vez, para experimentarmos um Renascimento e um Ilumismo?

  167. Eliane Moura

    -

    04/04/2011 às 7:13

    O deputado que rouba não pode ser preso – nem algemado – mas o que fala besteira é cassado.
    Ah, tá!

  168. Lilí

    -

    04/04/2011 às 7:03

    O mundo tem que ser islamísticamente correto e o Brasil petísticamente correto. É a vitória das idéias tenebrosas.

  169. Rubens G Sobrinho

    -

    04/04/2011 às 6:54

    Posso não concordar com uma só palavra do que aqui voce disser mas, defenderei até o fim da minha vida, o direito de dizelas. Bonito não? isso é democracia. Democracia é como gravides, existe ou não. Ninguem fica mais ou menos gravida ou relativamente gravida entenderam petralhas?

  170. PoPa

    -

    04/04/2011 às 6:53

    Pô, Chefe, o cara é casado com uma afrodescendente, o sogro é negro, como ser racista? E, sim, tem pavio curto, o que impede que as suas boas idéias acabem sendo perdidas. Mas eu, particularmente, gostaria que o Congresso tivesse mais uns dez bolsonaros…

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados