Blog Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

sobre

Reinaldo Azevedo, jornalista, escreve este blog desde 2006. É autor dos livros “Contra o Consenso” (Barracuda), “O País dos Petralhas I e II”, “Máximas de Um País Mínimo — os três pela Editora Record — e “Objeções de um Rottweiler Amoroso” (Três Estrelas).

Escolas de SP acabam com “O Dia das Mães” e instituem o “Dia dos Cuidadores”. Viva o fim da família, prefeito Fernando Haddad!

Por: Reinaldo Azevedo

Pois é, pois é… Recebi na Jovem Pan a informação de um pai indignado, morador de São Mateus, na Zona Leste de São Paulo. Na semana passada, as instituições públicas de ensino em que seus filhos estudam deixaram de comemorar o tradicional “Dia das Mães” para celebrar o inovador “Dia de quem cuida mim”.

O jovem pai, de 27 anos, tem dois filhos matriculados na rede municipal de ensino. O mais velho, de 5 anos, é aluno da EMEI Cecília Meireles, e o mais novo, de 3 anos, do CEI Monteiro Lobato, de administração indireta.

Ele afirma que conversou com a coordenadora pedagógica da EMEI e sugeriu que fossem mantidas as datas do “Dia dos Pais” e do “Dia das Mães”, além de incorporar ao calendário esse tal “Dia de quem cuida de mim”. Ele acha que essa, sim, seria uma medida inclusiva e não preconceituosa. A resposta que recebeu dessa coordenadora pedagógica foi a seguinte: “A família tradicional não existe mais”.

Isso quer dizer que, segundo a moça, família com pai, mãe e filhos acabou. É coisa do passado.

O produtor Bob Furya foi apurar. Tudo confirmado. A assistente de direção da Escola Municipal de Ensino Infantil Cecília Meireles afirmou que a iniciativa de criar “o dia de quem cuida de mim” partiu de reuniões do Conselho Escolar, do qual participam pais e professores e de reuniões pedagógicas entre os docentes.

O pai garante que não participou de consulta nenhuma. Ele assegura, ainda, ser um pai presente. E parece ser mesmo verdade. Para a escola, o fato de se criar “o dia de quem cuida de mim” permite a crianças órfãs, criadas por parentes ou por casais homossexuais que não se sintam excluídas em datas como o “Dia das Mães” ou o “Dia dos Pais”. Para esse pai, no entanto, trata-se do desrespeito à “instituição da família”.

Em nota, afirma a Secretaria de Educação: “Hoje em dia, a família é composta por diferentes núcleos de convívio e, por isso, algumas escolas da Rede Municipal de Ensino decidiram transformar o tradicional Dia dos Pais e das Mães no Dia de quem cuida de mim.”

Não dá! Você que me lê. Pegue o registro de nascimento do seu filho. Ele tem pai? Ele tem mãe? Ou ele tem, agora, cuidadores?

Qual é a função da escola? É aproximar os pais, não afastá-los. O que é? A escola pública vai agora decretar a extinção do pai? A extinção da mãe? A democracia prevê o respeito às minorias. Querem integrar os pais homossexuais? Muito bem! Os avôs? Muito bem! Extinguir, no entanto, a figura do pai e da mãe, transformando-os em cuidadores é uma ideia moralmente criminosa.

Nessas horas, sei bem o que dizem: “Ah, lá estão os conservadores…”. Não se trata de conservadorismo ou de progressismo. Todo mundo sabe que boa parte das tragédias sociais e individuais tem origem em famílias desestruturadas.

Uma pergunta: declarar o fim da família tradicional é o novo objetivo da gestão de Fernando Haddad?

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

1.494 comentários
  1. Marcos

    Não tem muito que comentar!!!!
    Eu como pai me cinto descriminado.
    lamentável.

  2. JOSE EDUARDO

    Que coisa feia. Como é que aprovam um negócio desses! No Rio de Janeiro, a cãmara legislativa aprovou uma lei que torna obrigatório a comemoração do dia das mães. Penso que os nobres deputados de São Paulo devessem fazer o mesmo. Mãe é um negócio sagrado. Vamos viver agora dominados por grupos monoritários, eles é que vão determinar como vamos viver agora! Incrível essa!!

  3. Camilla

    ReinaldoXXXXXXXXX na cascuda!

  4. Marina

    Só sai abobrinha da boca desse cara

  5. Adelina

    Nossa que coisa mais absurda! Meu Deus! Concordo plenamente com o comentário do Gilberto Brito, afinal os termos pai e mãe existem de fato!… As crianças agora vão utilizar cuidador, cuidadora, com seus pais? Estão desorientando as crianças a meu ver… Podem existir diversas formas de família, com avós, tios, homossexuais, etc… Isso não impede que a família tradicional continue existindo, com respeito às demais… O que importa são os cuidados e o amor que recebem para se tornarem cidadãos e dignos seres humanos.

  6. Gilberto Brito

    Imaginem um casal vai adotar uma criança e a criança perguntar se estes vão ser seus pais e a cuidadora vai dizer não este é seus cuidadores, mas a criança quer um lar onde possa ter um casal que irá se preocupar com o seu futuro e lhe dar uma vida digna e não a imagem de que só vai cuidar desta criança, isto não fica meio estranho.

  7. Irene Artur Nunes

    ReinaldoXXXXXXXX na cascuda!

  8. Gabriel Vitor

    Não tô nem aí. O ser humano se deixa levar pela manipulação da mídia e depois tenta inutilmente jogar a culpa no Estado. Se a família foi destruída, compense isso fazendo muitos filhos. Vamos entupir o planeta de pessoas bem instruídas ao invés de desperdiçarmos nossa vida com a já falida família. Família que pode sim ser restaurada, mas só nas próximas gerações. A nossa geração já era, então vamos fazer filhos. Agora é um período maravilhoso para fazer MUITOS filhos, por causa da violência e das relações entre casais ter sido destruída por leis feministas. Vocês são belos otários se deixarem de fazer filhos, porque estarão caindo na estratégia comunista e também de engenharia social para redução populacional. Uma coisa é não querer ter filhos, outra é cair igual patinho na estratégia do sistema. Sim, a família foi destruída, somente as próximas gerações poderão resolver esse abacaxi. Então, povoe o planeta, a menos que você não tenha competência nem dinheiro para criar filho e arrumar uma parceira(o).

  9. Rogério

    Este é o retorno do PT para seus eleitores, o fim da família.
    Precisamos valorizar a família e os princípios novamente

  10. Mariana da Silva

    Será que o Sr. (posso chamar de Sr ou…) Fernando Haddad nasceu de uma chocadora?
    Se a mãe dele ainda está viva deve sentir um profundo sentimento pela ausência do amor de filho.
    Como é gostoso ouvir o filho chamar mamãe.
    Gostaria de testemunhar que conheço um número incontável de família, quem despreza a sua não é modelo para quem quer que seja.
    Tenho muito orgulho de ter nascido em uma família formada por pai e mãe.
    Tenho dito
    Mariana da Silva

  11. lucas sotero

    Paulistas,

    Continuem elegendo prefeitos do comunista PT para sua cidade e verão as coisas piorarem!!!
    Fim da picada! Típico de esquerda: diz que é inclusão, mas inclusão pra eles é pura e simplesmente EXCLUSÃO do tradicional…
    Fim dos tempos…
    Não contente em acabar com a economia, os comunistas do PT agora querem acabar com a família, os costumes, a tradução, etc…

  12. Paulo H.

    bem se tem presidentE e presidentA, deve ser a cuidadorA e o cuidadorO

  13. Jéferson

    isto é um absurdo estão querendo acabar com a constituição família o governo em vez de ajudar a fortalecer a união familiar estão criando leis que dividem e distanciao cada vez mais as famílias

  14. Denise

    Que escândalo! Eu como mãe me sentiria discriminada! Então não se pode mais comemorar nenhuma data religiosa pq estaríamos sendo injustos com os muçulmanos, hindus, judeus, mórmons… O povo que frequenta escola pública tem que aturar cada coisa!

  15. marilena

    Quer dizer agora que pai e mãe viraram “cuidadores”? só na cabeça do alaoprado do Haddad!

  16. Cassio Ferreira

    ESTE É UM DE TANTOS OUTROS PROJETOS SATÂNICOS DESTE PARTINDINHO pt, QUE NA VERDADE DEVERIA SE CHAMAR pd – PARTIDO DO diabo, que tem o sócio de satanás Sr. lula.

  17. Paulo Roberto Oliveira

    O governo PT dilacerando com os princípios morais e éticos da sociedade.
    O que acho estranho, que nenhuma entidade, ou a própria mídia não mostra com mais esta aberração do governo PT
    O PT acabou com a economia, a ética política e não contente agora começa a acabar com os princípios morais da sociedade.

  18. marcos servulo

    Tudo o q esse governo petista quer, é levar o povo brasileiro ao desespero, …..Quando ninguem + aguentar e partir para uma Guerra Civil, ai sim, será decretado o Estado de Sítio e haverá um clima propício para montar o regime ” COMUNISTA MARXISTA “, tão sonhado desde 1964…..Está tudo atoa, ninguem toma + nenhuma providencia, nada + funciona, e isto tudo é orquestrado, lá de fora… CUBA, e correlatos, todos de esquerda e com o mesmo objetivo….. QUEM VIVER, VERÁ !!!!!

  19. Sandro motta

    pai é pai mãe é mãe o resto é coisa do voto

  20. davi

    Eu não entendo onde eles querem chegar!!!
    Isso é preconceito contra meu pai e minha mãe.
    Uma babá é uma cuidadora, uma vó é uma cuidadora, irmãos são cuidadores…
    Pai e mãe fazem um filho e seu amor é incondicional, são muito mais, fazem muito mais do que um cuidador pode ser ou fazer.
    Desde que me conheço por gente, aprendi que a vida não é fácil e nem perfeita, muitas vezes parece injusta. A vida nos prega peças e nos ensina.
    A diferença para cada um, é a forma em que prefere encarar a vida.
    Você encara a vida e procura vencer na vida as justiças e injustiças? Ou você vai viver a vida como coitadinho ou querendo que as pessoas sintam pena de você.
    Não existe vida humana e nunca existira sem precisar de uma MÃE ou PAI.

    Respeito a minoria, mas como é estranho. Eles se sentirem coitados. Dizerem que não tem direitos, quando na verdade têm. E querer impor suas vontades a força na sociedade.
    Isso fere meus direitos.
    O DIREITO DE CADA PESSOA TERMINA ONDE COMEÇA O DIREITO DR OUTRA PESSOA.
    NÃO SABE RESPEITAR? APRENDA!

  21. de_araujjo

    Promulgada Lei Municipal de SP de autoria do Vereador Pr Edemilson Chaves que insere no calendário da cidade de SP o Dia das Mães!!!

  22. HERMES

    E´POR ESSA E MUITAS OUTRAS QUE HOJE EM DIA OS FILHOS NÃO RESPEITAM MAS NINGUÉM, NÃO SÓ PAI E MÃE,MAS EDUCADORES COMPROMISSADOS COM A FAMÍLIA,ISSO É MAS UM PROJETO DO diabo PARA ACABAR DE VEZ COM O PLANO DE DEUS.
    MAS OS QUE QUEREM POR ESSA DESGRAÇA NO BRASIL VAI SOFRER AS CONSEQUÊNCIAS SEM DUVIDADS

  23. Ciccero Klima

    Na minha igreja ontem foi pregado justamente isso o que me alertou a vir pesquisar e me deparei com esse quadro absurdo às minhas costas, como pode? Isso é criminoso e rasteiro e pode apostar nunca mais voto nesse senhor Haddad, onde já se viu substituir o pai e a mãe com a desculpa esfarrapada de incluir minorias, tenha dó eu não errei, eduquei minha família assim como fez meu pai de sorte que são todas pessoas conservadoras e de bem e exijo que eu seja pai dos meus filhos sim e não cuidador, oras bolas.

  24. Melissa

    Relativizar valores morais sempre foi um método da esquerda para minimizar a importância de instituições consolidadas e, assim, possibilitar a inserção de formas de poder que somente atendem aos seus interesses. Relativizando tudo, abre-se espaço para a bagunça geral nos valores, como se uma instituição sagrada como a família fosse secundária diante das chamadas novas formas de interação. Por que acabar com a família tradicional? Por que essa necessidade de afirmar o fim daquilo que, afinal, é o principal referencial de família? e desde quando isso excluiria novas formas de relação familiar? qual o problema desse formato? justo seria integrar novos formatos ao vigentes, mas destruir o que tem de mais importante na construção da sociedade, a família? só pode atender a intersses excusos de parcelas da sociedade que, dentro do caos, podem então instaurar suas formas de domínio. Lamentável! claro que esse pai não foi consultado! Desde quando as dcisõea da esquerda são democráticas e dão voz a quem não está de acordo? Nunca! As assembléias de greve, reuniões de decisão com a chamada “sociedDe civil”, os discursos, são sempre feitos entre iguais, quem sabidamente diverge, nào é chamado a participar. É assim que a esquerda funciona! é perverso, é desumano, é totalitário e autoritário. As famílias tinham que se unir contra essa medida e exigir que a escola pública, sustentada com os nossos recursos, as represente e não as contrarie! que se façam reuniòes de verdade e se exija que os valores da maioria sejam respeitados e que a escola seja uma extensão da família, e não uma oposição!

  25. EULINA

    ISSO SEM DÚVIDA É QUERER ACABAR DE VEZ COM A NOSSA FAMÍLIA BRASILEIRA, INFELIZMENTE PARA MELHORAR NÃO APARECE NENHUM MAIS PARA PIORAR AS COISAS SÃO MUITOS. ESTOU ESTUDANDO PEDAGOGIA MAIS NÃO APOIO ESSA MUDANÇA MÃE É MÃE E PAI É PAI.

  26. Marcio Fernandes

    Sem comentário algo assim acho que o GLBT quer impor de qualquer forma o que eles pensam, suas ideologias e querem direitos apenas para si, por isso ficam em uma luta só de causa próprias. Não respeitam e nem aceita algo contrario o que pensam, sem cometário isso deixa qualquer um indignado por que até os próprios que estão empurrado está lei nas famílias deve ter um Pai e não um cuidador.

  27. selma baugis

    A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional menciona em direitos iguais a todos, não menciona em retirar direitos da familia tradicional para favorecer uma minuria que ainda não respeita, e sim quer se impor como modelo de família sem ter nenhuma prova de exito.

  28. HEZIR PEREIRA

    Olha só, NÃO EXISTE ESSE NEGOCIO DE “CUIDADOR” ISSO É BALELA DO GOVERNO QUE QUER EMPURRAR NA NOSSA GUELA, UMA SOCIEDADE LIVRE..OU SEJA, GLS etc ETC E TAL… , SÓ PRA JUSTIFICAR ESSE GRUPO ´CLARO. PAIS QUE SE SEPARAM, MÃES SOLTEIRAS, OU PAIS SOLTEIROS, NÃO TEM NADA HAVER COM A HOMOFOBIA, NÃO HÁ DISCRIMINAÇÃO COISA NENHUMA, NÃO PODE HAVER DISCRIMINAÇÃO COM NINGUEM, POIS AI SIM É CRIME. TENHO AMIGOS E AMIGAS GLS E ADORO CONVIVER COM ELES, MAS UMA ESCOLA QUE SE PRESE, NÃO PODE TOMAR ESSE TIPO DE ATITUDE POIS, A FAMILIA É UM ATO SAGRADO DE DEUS E FOI DEUS QUE INSTITUIU E NÃO O GOVERNO DOS HOMENS. SABEMOS QUE UM DIA A “SODOMA” IRÁ TOMAR CONTA DA NOSSA VIDA, MAS ENQUANTO PUDER-MOS TER UMA FAMILIA DESCENTE E QUE PODEMSO AMAR E COMPARTILHAR UM CASAMENTO, DEUS, E QUANDO PUDERMOS EDUCAR SÉRIO, DEVEMOS SIM LUTAR PELOS NOSOS PRINCÍPIOS. SE ESTA TAL ESCOLHINHA QUER DEFINIR “DIA DE QUEM, CUIDA DE MIM” Ô FRASE XULA! QUE DEFINA NO SEU CALENDÁRIO E NÃO DESTRUA A INSTITUIÇÃO DIVINA.

  29. eduardo viana

    Bom dia Sou totalmente a favor desse pai pois sou pai solteiro e sei o quanto é importante agente ser reconhecido, seja em escola em casa ou na rua são poucos que vestem a camisa de pai.

  30. Cristiane

    eu concordo em partes!
    eu crio meu irmao de 7 anos, perdi minha mae recentemente, e nos nao temos a presença do meu pai, ou seja nao somos uma “familia tradicional”, achei interessante essa iniciativa, aproxima a familia…

  31. Girlene de Sousa (centro Educ.Rosa Mìstica Patos-PB

    Aprovo a indignação deste pai, na minha opinião um pai presente sente-se excluido. sabemos que a sociedade está passando por transformações mas tirar o direito de um bom pai ou uma boa mãe celebrar essa data com sua família é desacreditar na família tradicional eu preservo a construção da família constituida por pai,mãe e filhos.

  32. Pedro

    Sei que todos os conceitos são relacionais, mas, o que nos deixa preocupados é a escravidão artificial de um sentimento maldito, oriundo do esgoto das trevas; que esses governantes participam. Disse Jesus: Vós tendes por pai o diabo e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira. João 8:44.

  33. Eliane

    Eu penso ser justo, a família hoje não é papai mamãe e filhinho, tem vó e vô que cria , tem tia, tem madrinha, tem muita criança com pai/ mãe preso ou morto, e tem ainda os que nem sabem dos seus genitores, e tem até vizinho que cuida. Esse pai indignado é um preconceituoso!!!!!!!! Já presenciei muito aluno chorando, se sentindo constrangido com preparativos e festejos de dias dos pais ou dia das mães!!!!!!

  34. Aurélio

    Olha descordo da pedagoga Christiane, pois eu fui criado so com minha mãe, e quando tinha os dias dos pais eu não me constragia , pois minha mãe fez o papel dela direitinho de pai e mãe. Hoje tenho 48 anos apanhei muito da minha mãe , agradeço a ela por isso pois me tornei uma pessoa trabalhadora, responsável e nem por isso tive nenhum transtorno, pois o que vejo é que as crianças de hoje não se pode fazer nada que criam transtornos disso e aquilo. Faço qualquer exame para provar que não tenho problema nenhum. Se querem fazer isso acabar com o dia dos pais e das mães, uma opinião criem o dia da familia , assim ninguem sera tera problema, mas o família e uma instituição criada por Deus e não pelo homem, cuidado com que estão fazendo.

  35. Ana Maria Gobbo

    Inclusão dos avós sempre foi presente nestas comemorações, quando meus filhos eram pequenos, nestas comemorações, as avós que cuidavam de seus netos como filhos, sempre estavam presentes… não se excluíam ninguém… mas hoje em dia querem inovar, tudo é preconceito, tudo é pejorativo… Pode-se ver esta juventude de hoje, estão mais perdidos diante de tantas “evoluções” que logo não saberão se nasceram de mães e pais e poderão suspeitar ate se são seres humanos…
    Tirando o exagero, mas ficando o sentido, é a forma mais preconceituosa que estão lidando com as “diferenças”, se querem incluir, então o faça sem deteriorar o que é certo, se há algum casal de homosexual cuidando de uma criança, que decidam entre eles qual comemoração iria cada um… não se diz que mãe é aquela que cria?Acredito eu se houver um bom senso por parte dos demais pais, não irá discriminá-los… muito pelo contrário, ensinará as suas crianças a lidar com as diferenças…e elas acabarão entendendo o que se passa ao seu redor… A dúvida começa com estas leis absurdas…e estes desmandos incompetentes, que só podem sair de cabeças doentes…

  36. Edna Casanova

    Nao acho que a escola deva determinar quem a criança vai homenagear ,na ausência dos pais,a criança faz sua escolha e já vi que acertadamente homenageiam a quem lhes dá amor e carinho e não só cuidados.

  37. Ricardo Melhem Abdo

    Isso é fácil de explicar:

    O pessoal do PT e todos os seus asseclas comunistas fazem isso porque, com certeza, eles não nasceram de mães e não têm pais!!!!!

  38. Liam hamon

    Sem comentários, um cretino desse, demagogo até o último grau.Como os Paulista elegeram uma praga dessas?

  39. Caci Martins

    A Família tradicional constituída por um homem e uma mulher e filhos foi instituída por Deus e ninguém tem direito de mudar esse fato . Muito menos dar uma nova denominação para pai e mãe como ” Cuidadores de crianças”. Ninguém tem direito de fazer qualquer mudança sem consultar à sociedade , pois a maioria das pessoas não são homossexuais e merecem respeito por não serem. A maioria tem direito a decidir algo de ttão grande relevância para a sociedade.!

  40. Antonia Pires Barbosa

    Respeito a decsão do Sr prefeito da cidade de São Paulo ,se é que ele não tem família,nasceu de qualquer animal irracional se faz necessário respeitar sua decisão.Ele não tem família e tem agradecimento pela a fêmea que cuidou dele.Parabéns para esta criatura que recebe esta homenagem de gratidão e reconhecimento que será por infinitos anos.Parabéns Sr. prefeito por dar termino ao dia das mães que você não teve.No seu conceito não existe família,que pena!Como representante da metrópole São Paulo procure o que falta fazer por esta cidade que merece ser digna de maiores cuidados.

  41. Marcelo Abdul

    “Dia de quem cuida de mim”. Acho a denominação mais preconceituosa ainda. Afinal de contas o que é que tem chamar um pai homossexual de pai? Ou uma mãe homossexual de mãe? A figura paterna e materna nunca vão se extinguir da sociedade humana seja a opçãos sexual que ela tiver. Às vezes o descalabro samba do branquelo doido pseudo social do prefeito Haddad é de chorar. Esse sujeito é um fanático. Um atentado ao bom senso e ao bom equilíbrio de nossa sociedade. Em suma, suas atitudes trazem mais preconceito e conflitos do que nunca.

  42. Flavio meneses

    A ditadura homossexual que visa dirigir a maioria absoluta pelas diretrizes da minoria absoluta está ganhando cada vez mais corpo, apoiada pela inércia dos brasileiros.
    Este tipo de ação tem o efeito similar à um câncer que está destruindo tudo que tem real valor.

    Uma pergunta: a constituição é a lei maior da nação; sendo assim, como ela pode ser subjugada no seu princípio de proteção à família?

  43. ines

    a família é a base de todos os principios.ontem na missa ouvi muito essa frase.honra teu pai e tua mãe para que os dias sejam prósperos.A família é a célula fundamental da sociedade, a qual é constituída por pai, mãe e os respectivos filhos.absurdo isso.

  44. Sarah

    A “família” é a base da sociedade. Os valores devem ser preservados para que haja equilíbrio em qualquer atitude a ser tomada, isto inclui a formação de um cidadão consciente.
    Devemos atentar para que a família tenha respaldos dos governantes: na alimentação, saúde e educação. Sendo assim a família estará protegida e dará continuidade aos valores à ela resignados. Educação e Disciplina começam antes do nascimento, ao gerar já estou manifestando valores e cabem a mim para ter um homem ou uma mulher dignos de carregarem o próprio nome. Texto Bíblico: “Honra o teu pai e tua mãe para que os dias sejam prósperos.” > Efésios 6:2 e 3.

  45. Ilma d. Lopes

    É um absurdo!

  46. Arlene de Castro

    Deixe me entender: para que os(muito cuidado agora com os termos)casais homossexuais sintam se incluídos, homenageados também, aboliram os termos que homenageavam apenas casais heterossexuais? é isso? Em outras palavras a mãe q sempre foi mãe juntamente com o pai, perde esse direito para outro?

  47. Christiane

    Apesar de sempre ser contra tudo o que um membro da organização criminosa, ops, do PT faz, desta vez vou concordar com o Haddad. Como estudante de Pedagogia, estagiei em escola pública e pude perceber o quanto essas datas “constrangem” as crianças. Muitas não tem mães, mas a maioria não tem pai, nem sabem quem são. Pedir pra uma criança dessa fazer qualquer trabalho pedagógico pensando nesses pais que, muitas vezes, são ausentes ou desconhecidos, é um verdadeiro castigo pra elas, um suplício. Se o dia é do “Cuidador”, cada uma dedica a quem quiser, ou seja, avós, tios, irmãos mais velhos, etc.
    Pensando nas CRIANÇAS, eu apoio.

  48. oliveira

    Lamentavel, esse governo dá direito tirando direito, respeita as minorias, acabando com a maioria, quem cuida são pais, independente de avó, gays, pais adotivos. Isso é preconceito com a família!

  49. Maria Iramar Soares Cordeiro

    Isso não é privilégio de São Paulo. As escolas estaduais de Minas Gerais receberam um comunicado proibindo a comemoração do dia das mães ou dos pais para não constranger as crianças que tem dois pais ou duas mães. A escola que insistisse em não cumprir a determinação seria penalizada. Isso é um absurdo!!!

  50. Edmilson Nunes

    Eu não votei nem votaria nele, o sujeito foi incapaz de administrar o Ministério da Educação imagine uma cidade do tamanho de São Paulo. Eu acho que as minorias estão sendo usadas como instrumento de conseguir votos. Eu quero e tenho o direito de não aceitar uma aberração destas, não sou obrigado a ser chamado de cuidador por ninguém sou pai e quero ter o direito de não ser cuidador, ademais cuidador esta mais para quem cuida de animal. Este pessoal não tem o que fazer para o bem estar da população.