Blogs e Colunistas

06/09/2009

às 7:43

É O CURRÍCULO QUE DIZ QUEM É TOFFOLI, NÃO EU

O currículo do jovem Advogado Geral da União, José Antônio Dias Toffoli, que vai fazer 42 anos em novembro, tem 34.397 toques — sem espaço — e 6.510 palavras. É coisa pra chuchu. Impressiona. Diante de tal portento, a gente logo sente palpitar a tentação de apelar a Hipócrates, mas na versão em latim, que ganhou o mundo: “Ars longa, vita brevis” – a arte é longa, a vida é breve. É claro que o sentido original tem de passar por uma ligeira torção. O autor fazia uma espécie de lamento: tanto há a fazer, e é tão curta a vida. A julgar pelo volume do currículo, Toffoli é mais feliz do que Hipócrates: parece já ter feito tanto em vida ainda tão curta! Estaria, assim, caracterizado o notório saber que justificaria a sua nomeação para o Supremo Tribunal Federal (íntegra aqui). Será?

Algumas pessoas reclamaram: “Você está superestimando os dois concursos para juiz de primeiro grau em que ele foi reprovado; isso não quer dizer grande coisa”. Bem, já respondi devidamente: se a reprovação não impede a nomeação, não pode servir como uma distinção, não é mesmo? Se elas não negam o seu notório saber, ele não se torna notoriamente sábio por ter sido reprovado.

Estamos ainda, como se vê, em busca do notório saber de Toffoli — para ocupar uma vaga no Supremo, bem entendido! Foi o que me levou a seu currículo. É claro que ninguém é obrigado a prestar concurso para juiz de primeiro grau se quer, um dia, integrar o Supremo. Se prestar, no entanto, convém ser aprovado. Vá lá: naqueles dois anos em que fez a prova, Toffoli poderia não estar muito bem, não deu sorte, fez a prova em jejum, sei lá eu. Acontece. Então fui ao seu currículo em busca das evidências de que construiu o “notório saber” depois.

Formou-se bacharel em direito, pela Universidade de São Paulo, em 1990. O doutorado, ele o fez na… Ops! Ele não fez doutorado. Também não fez mestrado. Nada impede um advogado, mesmo sem essas qualificações acadêmicas — nem todo mundo se dá bem na carreira universitária —,  de escrever livros sobre a sua área. Eu diria até que pode haver algo de especialmente charmoso nisso. O autor se torna, assim, uma espécie de livre-pensador, articulando, muitas vezes, um pensamento original, mas vital, fora dos cânones. Acontece que Toffoli também não escreveu livro nenhum. Então estamos assim até agora:
- ele foi reprovado duas vezes em concurso para juiz de primeiro grau;
- ele não fez doutorado ou mestrado;
- ele não é autor de livro nenhum.

A justificar a sua condição de “favorito” para a vaga no STF só mesmo a sua proximidade com o PT. Advogava para Lula e para o partido quando a legenda pagou Duda Mendonça em dólares, no exterior, com “recursos não-contabilizados”. Adiante.

E como é que, sem aprovação em concurso, sem doutorado, sem mestrado, sem livros, fez-se um currículo daquele? Bem, ao ler a página, ficamos sabendo, por exemplo, que, como advogado geral da União, ele já produziu 19 súmulas, 4 pareceres e ASSINOU 3.284 manifestações protocoladas no STF e outros 280 memoriais distribuídos no tribunal.

FICA, ASSIM, CLARO QUE ELE NÃO CHEGOU NEM À ADVOCACIA GERAL POR CAUSA DO SEU CURRÍCULO. ELE FOI NOMEADO PARA PRODUZIR CURRÍCULO. O MESMO ACONTECERIA CASO FOSSE PARA O SUPREMO.

Dos 34.397 toques, nada menos de 8.136 — 23,65% — são reservados às 91 entrevistas que concedeu. Na verdade, nem é bem isso: às vezes, ele lista intervenções em programas jornalísticos de TV, em que é apenas uma das pessoas ouvidas. Há lá um item curioso chamado “Defesa de importantes políticas governamentais”: dedica-lhe 1.108 toques. É como se, sei lá, um pediatra fizesse questão de destacar: “Cuida da saúde de crianças”.

Há o item “Publicações” nesta sua biografia intelectual e profissional? Há, sim. São os 342 toques (na verdade, 267) que seguem abaixo, na íntegra, correspondendo a 1% do total:
6.1.1. A Constitucionalidade da Lei de Biosegurança (sic) – Coletânea de Estudos Jurídicos em comemoração ao Bicentenário da Justiça Militar do Brasil. Brasília, Editora STM, 2008, 1ª edição.
6.1.2. A Excelência da Advocacia Pública na Defesa do Estado e do Cidadão. Jornal Valor Econômico, 04 de fevereiro de 2009.
6.1.3. A Excelência da Advocacia Pública. Jornal O Estado do Maranhão, 08 de fevereiro de 2009.

É o que o “notório saber jurídico” de Toffoli produziu até agora em letra impressa — observando que, acima, o mesmo artigo aparece duas vezes porque publicado em jornais diferentes. O que realmente dá corpo ao documento são as palestras e participações em seminários — 113 ao todo, 14.977 toques (43,54%).

Não estou desmerecendo Toffoli. Nada mais faço do que chamar a atenção para informações que ele mesmo tornou disponíveis. E elas demonstram por que ele não tem condições — não por enquanto — de ser ministro do Supremo Tribunal Federal. Aquelas duas reprovações eram dados que NÃO CONTRIBUÍAM PARA PROVAR o seu “notório saber jurídico”; o seu currículo traz dados que PROVAM QUE ELE NÃO TEM “notório saber jurídico”.

Um candidato ao STF que tem dois míseros artigos listados no capítulo “Publicações” deveria ser o primeiro a reconhecer que se trata de um passo muito maior do que a sua perna pode dar. Insistir na postulação revela uma de duas coisas, e nenhuma é boa: ou se trata de alguém com excesso de amor próprio — incapaz de ver-se com olhos minimamente críticos — ou sem amor próprio nenhum: está disposto a cumprir uma tarefa a qualquer custo, pouco importando o ridículo por que possa passar.

É legítima a pretensão de Toffoli de integrar o Supremo. Mas ele tem de fazer por merecer. O direito tem de vir a ser grato por seus serviços. Por enquanto, gratos lhe são apenas o PT e Lula, seu cliente até outro dia.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

269 Comentários

  • Fernanda B Michelazzo

    -

    10/11/2014 às 4:22 pm

    Existe algum meio legal para impedí-lo de assumir este cargo?

  • Luiz bendazzoli

    -

    9/11/2014 às 9:58 am

    À indicação de um cara como este, mostra que o Lula trata o Brasil como se dele fosse, a esperança de fazer carreira juridica e dedicar 18 horas por dia estudando se preparando para um concurso, morre com esta indicaçao, onde hoje esta instalada a maoir ditadura da historia deste país e pior de tudo disfarçada de democracia, nos que atuamos na área jurídica deste país devemos dar uma resposta a sociedade menos informada, vamos iniciar uma mobilização jurídica contra esta ditadura hoje confortavelmente instalada, inclusive no STF.

  • Augustino Frasson

    -

    7/11/2014 às 10:09 am

    Sempre soube que os títulos de Mestre e Doutor, obtidos em Universidade devidamente credenciada pela MEC e CNPQ, mais produções científicas publicadas em revistas de âmbito nacional e internacional, são pré-requisitos para o “Notório Saber”. Até para ser professor universitário são necessários estes títulos. Fora isto, além da formação acadêmica universitária, somente longa vida profissional exercida com esmero no próprio campo do conhecimento e correspondente reconhecimento pelos pares de profissão é que atestam sabedoria para exercer cargo de tão alto escalão. Há enorme diferença nas intervenções deste Juiz do STF e os colegas da estirpe de um GILMAR MENDES, RICARDO LEWANDOWSKI, CARMEN LÚCIA, MARCO AURELIO DE MELO, e outros luminares que já passaram pelas cadeiras do STF.

  • elias

    -

    7/11/2014 às 9:50 am

    o cara é uma fralde descarada,para esse puxa saco do pt que faz tudo que o mestre mandar é elevado as alturas sem nenhum concurso, apenas com apadrinhamento porque vai servir de testa de ferro no supremo para fazer tudo o que os mestres das desgraças mandarem fazer. Esse ´é o brasil monstruoso e desfigurado ,anômalo que esta …comunista está nos deixando, um verdadeiro inferno

  • Luiz Carlos Alves

    -

    7/11/2014 às 8:50 am

    Vergonha!!! Lula sem compromisso com o Brasil. A indicação de cara como esse é uma desmoralização pra o STF.

  • Fabiano

    -

    7/11/2014 às 7:28 am

    O Brasil está um lixo, o povo se dá por satisfeito pela política do pão e circo, tenho vergonha de dizer que sou brasileiro com tanto porcaria no poder, parabéns povo brasileiro que votou no PT, vocês tornaram o Brasil ainda mais imundo com essa gestão. A esperança é o caso PETROBRAS para tirar essa porcaria da Dilma do poder.

  • edison holz

    -

    6/11/2014 às 5:07 pm

    assim que se aju8da um cumpanheiro cumpanheiro é cumpanhero o brasil que se dane!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Marcos

    -

    6/11/2014 às 3:17 am

    Lula e o PT indicaram e o Senado, que e’ onde deveria existir a fiscalização, aprovou. Acho que se existe culpado, este e’ o Senado.

  • Areobaldo

    -

    5/11/2014 às 5:03 pm

    Estamos bolivarianos. Os níveis da infecção estão muito altos. Mais um pouco, para extirparmos o virus, só matando o doente (nossa democracia na UTI).

  • Luiz

    -

    5/11/2014 às 11:46 am

    Somente o povo pode mudar essa situação da politicagem

  • claudio

    -

    5/11/2014 às 9:29 am

    Raso,oco, como quem o indicou

  • Vinicius

    -

    4/11/2014 às 8:36 pm

    Me admira que tendo curriculo tão pobre tenha sido professor universitário…
    OAB, tá baixo o nível hein!

  • André Mauricio de Oliveira

    -

    4/11/2014 às 6:36 pm

    Outra versão do curriculum vitae (de 2010) aqui: http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/sobreStfComposicaoComposicaoPlenariaApresentacao/anexo/cv_diastoffoli_2011maio18.pdf

  • diego mattos

    -

    4/11/2014 às 1:39 pm

    e o CV dele saiu do ar…

  • Alexandre

    -

    4/11/2014 às 12:33 pm

    Estamos em um momento extremamente delicado em relação ao poder publico do pais, pois a Suprema Corte que deveria policiar as atividades do governo esta sendo montadaa unicamente para satisfazer a vontade do governo (PT), independente de qualquer outro partido que fosse a fazer isto considero esta manipulação um ato grave a real e verdadeira democracia que depende da diversidade de opniões e partidos para se manter “de pé” diante de planos individuais de partidos ou pessoas que podem e comumente ferem uma grande parte ou a totalidade da sociedade e economia de um pais por inteiro, pois o STF tem que avaliar o que é bom para a nação e juridicamente correto e não o que é bom para um determinado partido ou pessoa e deixa-los fora das leis juridicas que regem o Estado Brasil.

  • Marta Machado

    -

    4/11/2014 às 12:50 am

    Tofolli é marionete de Dilma e Lula.Tenho medo de um certo petista que ocupa alto cargo em banco público,com mestrado, doutorado,ocupou cargos públicos,palestrante,etc que é um verdadeiro perigo para a nossa democracia.

  • vera

    -

    3/11/2014 às 11:11 pm

    Adorei e concordo com o artigo,correto,muito bem colocado.

  • Gertrudes D'Aguiar

    -

    3/11/2014 às 10:55 pm

    Mas seu currículo ainda está disponível na http://pt.wikipedia.org/wiki/Dias_Toffoli. Se cair tenho uma cópia. Destaque da Mata Hari de Banânia: “Acusação de envolvimento com o escândalo do mensalão no DF. Em fevereiro de 2012, em depoimento à Polícia Federal, a advogada Christiane Araújo de Oliveira, assessora do ex-deputado federal João Caldas (PSDB-AL)19 20 , declarou que, no período que antecedeu o escândalo do Mensalão no Distrito Federal, manteve relações íntimas em troca de favores com várias figuras envolvidas no caso, inclusive Dias Toffoli.21 Segundo ela, na época em que Dias Toffoli era Advogado-Geral da União, os dois se encontravam em um apartamento de Durval Barbosa, onde mantinham relações, e em uma ocasião Dias Toffoli teria solicitado um jato oficial do Governo para transportá-la. Ela teria entregue a Dias Toffoli, num desses encontros, gravações comprometendo Durval Barbosa. Por escrito, Dias Toffoli negou todas as acusações e disse que nunca frequentou tal apartamento ou solicitou avião oficial, e que só recebeu Christiane uma vez, e em seu gabinete, numa audiência formal.22 23″. Tá…

  • Gertrudes D'Aguiar

    -

    3/11/2014 às 10:47 pm

    Então este senhor é o responsável, único, por qualquer fraude que porventura adviram nas eleições, inclusive no Amapá, no Acre, nas pqpariram…tá…Toffoli você sozinho na salinha…com as maquininhas? A gente não engole…ou; urnas votando sozinhas não é mole! Ave!

  • Pedro

    -

    3/11/2014 às 10:23 pm

    tiraram o CurriculumToffoli.pdf do ar, alguém tem outro link?

  • Christian

    -

    3/11/2014 às 8:21 pm

    Quer dizer que ele se formou na SanFran com 17? Por isso que ele merece ser presidente do STF…. (ou alguma coisa esta ainda mais errada do que parece)

  • Ilda de Freitas

    -

    3/11/2014 às 5:52 pm

    Arrasou Reinaldo. E essa é apenas uma pequena prova de que o PT pode tudo. E é capaz de tudo.

  • Marcelo

    -

    3/11/2014 às 4:30 pm

    E de pensar que até o presidente da OAB BRASIL advoga pra Sra. Dilma Rousseff

  • gilberto loureiro de souza

    -

    3/11/2014 às 2:15 pm

    BRASILLLLLLL!!!!!!!!

  • André

    -

    3/11/2014 às 9:38 am

    Esse fato nada mais é do que mais um na linha da abolição da meritocracia, tão propalada pelo PT nos últimos anos. A política de cotas raciais, por exemplo, vai na mesma linha. O caso de Toffoli tem como diferencial apenas o contexto politico e de influência no judiciário. Infelizmente o país vive um momento extremamente perigoso nesse sentido. E o papel de jornalistas corajosos como você, Reinaldo, é fundamental para combater esse mal que assola o país.

  • washington

    -

    3/11/2014 às 6:17 am

    Vossa Excelência, vamos ter que matricula-lo em algum curso do Pronatec breve..

  • Rubens Romeiro

    -

    3/11/2014 às 1:02 am

    E olha que vem mais “Dias Toffoli” por aí…o STF se tornará 100% PT e livrará a turma do Petrolão da cadeia.

  • ricardo

    -

    2/11/2014 às 10:24 pm

    Lembrei-me do grande Jack Nicholson e seu Coringa no filme Batman: “tanto para fazer e tão pouco tempo”… hehe…
    Quanto ao tal juiz Toffoli, podemos entender melhor o modus operandi de nosso $enado Federal. Não é por lá que se faz a análise dos nomes indicados pelo governo? Quais os critérios utilizados na anali$e de$$e advogado petista? E não é o Congre$$o que acaba por validar a indicação? Tem hora que dá pregui$$A… desculpem-me, preguiça!!!

  • José Lindomarbde Paiva Neto

    -

    2/11/2014 às 9:38 pm

    Esse Sr. Ministro do Supremo é detentor de um grande “QI”, quem informou.

  • Isabel Passos Maracaja

    -

    2/11/2014 às 9:18 pm

    REINALDO AZEVEDO, GOSTARIA DE INFORMA-LO, QUE O RIQUÍSSIMO CURRÍCULO DE TOFFOLI, NÃO SE ENCONTRA MAIS NA PÁGINA INDICADA…TALVEZ, DEVA TER RECOLHIDO, PARA QUE O PRESIDENTE DO STE., ADITASSE, OUTROS ITENS APÓS O TÉRMINO DA ELEIÇÃO PRESIDENCIAL,

  • jonas antônio de freitas

    -

    2/11/2014 às 8:40 pm

    Pornatec nele…

  • claudio tulio

    -

    2/11/2014 às 7:24 pm

    Evaporou o curriculum

  • Diassis

    -

    2/11/2014 às 2:01 pm

    Esse é militante do PT!

  • cesar

    -

    2/11/2014 às 12:53 pm

    Ainda tem gente que defende com unhas e dentes o ministro do PT.

  • Nancy Matias

    -

    2/11/2014 às 11:03 am

    ReinaldoXXXXXXXXX na cascuda petralha!

  • Aldo

    -

    2/11/2014 às 10:48 am

    Ele deve ter feito o Pronatec…. Rs

  • Enio Antônio Frasson

    -

    2/11/2014 às 10:35 am

    Dá para confiar as urnas eletrônicas em poder desse Senhor?

  • Gustavo

    -

    2/11/2014 às 1:03 am

    Lógico, o currículo sumiu do site da AGU!

  • Jairo Paes de Almeida

    -

    1/11/2014 às 11:06 pm

    Lamentável!

  • Nadia Pereira

    -

    1/11/2014 às 10:01 pm

    Tem alguma data errada! Se ele tem 42 anos, nasceu em 1972. Portanto não se formou bacharel em 1990!

  • Itamar Vasconcellos

    -

    1/11/2014 às 6:56 pm

    SEM COMENTÁRIO! SÓ TENHO A LAMENTAR PELA PODRIDÃO QUE ATINGIU ESTE BRASIL

  • Itamar Vasconcellos

    -

    1/11/2014 às 6:50 pm

    VOCES ESTÃO QUERENDO O QUE? NESTE PAISINHO! NÃO PRECISA TER ESTUDO NEM PRA SER PRESIDENTE, PORQUE VAMOS EXIGIR QUE O DR. SEJA UM NELSON HUNGRIA, JURISCONSULTO RENOMADO, PUBLICOU DIVERSAS OBRAS E NUNCA QUIZ SER MINISTRO.
    O QUE ACONTECE QUE O PT COLOCA ELEMENTOS CHAVES PARA AJUDAR A DOMINAR O PODER.

  • KABE

    -

    1/11/2014 às 3:01 pm

    Mas….. É um tribunal ou o Depto. Juridico do PT?

  • sandra rabelo

    -

    1/11/2014 às 2:17 pm

    Ele se formou em Bacharel em Direito, gostaria de saber quando ele fez o exame na OAB, alguem teria como informar essa data, agradeço….

  • Kelvin

    -

    1/11/2014 às 11:18 am

    Olhando os comentários do Mario Dimitri – 9/4/2014 às 11:09 pm

    Onde ele diz que o povão não lê, na verdade le sim, e da respostas como do Gualter de Castro – 25/8/2014 às 10:45 pm

    Que diz que se o Toffoli esta lá, e porque teve sua competência reconhecida.
    Se não fosse de mau gosto eu diria que e uma piada.
    Infelizmente este e o pensamento dos petistas, defender com todos argumentos possíveis sua laia.

  • Luiz Henrique Gibim

    -

    1/11/2014 às 10:22 am

    Nos próximos 4 anos as coisas vão piorar muito, faltará credibilidade em todos os seguintes do governo!!!!

  • Geraldo Alaécio Galo

    -

    1/11/2014 às 8:03 am

    Lula é mesmo espertalhão. Faria inveja até à Vito Corleone ou, pior, a é seu filho predileto, Michael Corleone. Mas,um dia a casa cairá para ele e eu quero estar vivo para saborear o momento.

  • Eliana

    -

    1/11/2014 às 8:00 am

    Esse Toffoli não passa de um advogadozinho “de porta de cadeia”, ou seja, aquele que não precisa ter um currículo ilibado, tampouco ser um militante forense, basta ser inescrupuloso o bastante para aceitar defender facínoras, políticos ou não. Com dinheiro na mão é fácil fácil ludibriar a lei. Não é o que temos visto, ouvido e vivido?????

  • Marlon

    -

    31/10/2014 às 11:07 pm

    KKK… …Reinaldo. E tá q tá inspirado.

  • José Luiz

    -

    31/10/2014 às 9:34 pm

    Um dado não confere: se ele ainda fará 42 anos, nasceu em 1972 ou 1973. Logo, não pode ter se formado em Direito (curso de 5 anos) em 1990, aos 17 anos. O ingresso na faculdade com 12 anos é impossível.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados