Blogs e Colunistas

11/08/2012

às 5:57

Dilma quer o ITA fora do sistema de cotas que ela deve aprovar. A picaretagem intelectual está comprovada! Qual é a tese, presidente? Seria só covardia?

Publiquei na noite de quinta um primeiro texto sobre o absurda lei que institui cotas sociais e raciais de 50% nas instituições federais de ensino. Para quem não leu, o link está aqui. Mantenho no alto da home os dois outros posts que escrevi a respeito na noite de ontem. O absurdo, afinal, é ainda maior do que parecia inicialmente. 
*
Ai, ai…

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica, o famoso ITA, é uma das escolas mais seletivas do país. Não por acaso. O Brasil avançou bastante nessa área, e muito se deve, sim, ao ITA, que valoriza de modo obsessivo o mérito. Trata-se de uma instituição federal. Como tal, deveria, então, reservar 50% de suas vagas a alunos das escolas públicas — segundo a lei que Dilma quer sancionar —, metade das quais para alunos que pertençam a famílias cuja renda per capita é de até 1,5 salário mínimo. Tanto esses 25% de vagas quanto os outros têm de ser preenchidos segundo a cor da pele do estado em que a escola se encontra. O ITA fica em São José dos Campos, São Paulo. Segundo o Censo de 2010, o estado tem 41.262.199 habitantes. Do total, 63,9% se autodeclaram brancos, 29% se dizem pardos e 5,5 se dizem negros.

Durante a tramitação da lei, o Ministério da Defesa, ao qual o ITA (que é da Aeronáutica) é administrativamente ligado, deu um jeitinho de negociar o texto (íntegra aqui). Estarão sujeitas às cotas apenas as instituições de ensino “vinculadas ao Ministério da Educação”. Ocorre que o ITA, lamento, é vinculado, sim, ao MEC — ou não é esse ministério que dá fé aos diplomas lá expedidos?

É agora? O ITA conta, sim, com alunos oriundos do ensino público: 30% estudaram em escolas estaduais, e 7,3%, em federais. Mas passaram no concorridíssimo vestibular da instituição — QUE TAMBÉM NÃO USA O ENEM PARA ADMITIR ALUNOS, A EXEMPLO DO QUE FAZEM AS UNIVERSIDADES FEDERAIS.

Se faltasse alguma coisa para evidenciar a má-fé, a pilantragem intelectual e a demagogia da lei, já não falta mais nada. O próprio governo Dilma Rousseff, que quer instituir esse aloprado regime de cotas sociais e raciais nas universidades federais, na proporção estratosférica de 50% das vagas — ignorando até mesmo a nota do Enem (serão usadas as médias obtidas no segundo grau) —, está a dizer: “Ah, gente, no curso que consideramos realmente sério e importante, o do ITA, não vamos mexer; continuará com o seu vestibular de sempre. Afinal, engenharia aeronáutica é coisa muito complicada!”.

É inacreditável! Essa estupidez passou pela Câmara. Essa estupidez passou pelo Senado! Parlamentares hoje se borram de medo dos ditos “movimentos sociais” e mesmo de setores engajados da imprensa. Elio Gaspari deveria, agora, oferecer uma resposta no caso do ITA. E aí?

Porque recebe alguns dos alunos mais preparados do país — e, infelizmente, há mais candidatos do que vagas —, o ITA pode ministrar um curso de alta performance. A coisa por lá é tensa no que respeita ao desempenho intelectual. E assim é nos centros tecnológicos mais avançados do mundo. Ao ITA, recebendo, por óbvio, alunos muitos menos preparados, restaria, caso aderisse ao modelo, uma de duas alternativas:
a) rebaixar o seu padrão de exigência, o que significaria, por óbvio, queda da qualidade num tempo muito curto e migração das melhores cabeças, então, para cursos privados de alta performance — existem;
b) manter o seu padrão de exigência e excluir, na prática, logo no primeiro ano, os menos preparados. A escola manteria a excelência, mas formaria menos engenheiros aeronáuticos.

Escolha, Gaspari: formar o atual número de bons engenheiros, formar o mesmo número de engenheiros mais ou menos; formar menos engenheiros preparados. Qual a melhor alternativa, visto o mundo à luz daquela sua teoria da luta de classes, relida à luz dos Elevadores Atlas (andar de cima, andar de baixo…)? 

E tudo para atender a esse aloprado critério de “justiça social e racial”, que delegou às universidades públicas o papel de acabar com as desigualdades. Ainda que Dilma venha a sancionar aquela porcaria, o ITA deve ficar de fora, o que denuncia a desfaçatez da proposta.

Por que há de valer para os demais cursos do país o que não vai valer para o ITA? Só porque, administrativamente, ele está subordinado à Defesa? É medo da farda? Dona Dilma Rousseff tem certeza de que 25% das vagas do curso de Medicina da Escola Paulista de Medicina (Unifesp), um dos mais concorridos do país, devem ser ocupadas por estudantes oriundos do ensino público e de famílias com renda per capita de até 1,5 mínimo? Mas atenção: nesse grupo, 29% têm de ser pardos, e 5,5% negros. Na hipótese de haver mais gente do que vagas, aí se recorre à nota (não ao Enem, reitero!) que eles tiveram no ensino médio. Quem pegou a escola mais chulé, que exigia menos, sai na frente.  É o milagre da seleção dos menos aptos. Pergunta óbvia: um aluno com esse perfil, fazendo um curso em tempo integral, vai se sustentar como? Tem de morar, comer, se vestir, tomar um Chicabon de vez em quando…

“Ah, Reinaldo quer perpetuar a desigualdade!”, diz o idiota. O idiota, por alguma razão, se considera mais humanista do que eu! Não! Reinaldo acha — e eu sei que demora! — que é preciso qualificar a escola pública para dar aos mais pobres condições de competir. E acha, adicionalmente, que mesmo as universidades públicas precisam cobrar mensalidade de quem pode pagar, ora essa! Não! Eu não quero me conformar com o quadro atual e pronto! E qual é ele? Na média, os ricos estão em cursos gratuitos de alta performance, e os pobres estão pagando (ou o ProUni paga por eles) para estudar em faculdades de terceira ou quarta linha — lá onde só se usam cuspe e giz — e olhem lá.

É claro que é preciso pensar políticas públicas que mudem essa situação. Para tanto, não é necessário destruir o ensino público federal com a vigarice política, a má-fé intelectual e a demagogia arreganhada!

Ou o ITA participa dessa patuscada — e aí quero ver o resultado —, ou a pilantragem está consumada, senhora Dilma Rousseff, senhor ministro Aloizio Mercadante!

Vocês estão onde estão também para contrariar a militância organizada quando suas reivindicações atentam contra os interesses do povo brasileiro. E é o caso. Deixem de ser covardes!

Texto originalmente publicado às 20h36 desta sexta
Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

442 Comentários

  1. Sandra

    -

    26/12/2013 às 13:42

    Os chamados “bolsistas” deveriam abrir mão dessa “bondade federal”, pois ficarão marcados para sempre como “coitadinhos”!

  2. Renato

    -

    18/12/2013 às 14:03

    Meu filho foi bolsista pelo COLÉGIO OBJETIVO NO ENSINO MÉDIO, 90% de bolsa, passou na USP, UNICAMP, e ITA sua escolha para cursar, devemos pensar na dedicação dos nossos filhos, e não no que o governo diz como deve ser, ou ache melhor.

  3. Macedo

    -

    27/11/2013 às 20:14

    Melhor curso superior da América Latina? Rodrigo, pelo visto você não leu o meu comentário…

  4. RODRIGO

    -

    12/10/2013 às 11:34

    não adianta por cotas no ita!!
    lá o ensino requer mts alunos com uma base mt de excelencia!
    se por cota nesse vestibular no 1° semestre TODOS os alunos q passaram por cota vão ser reprovados!!
    vamos acordar brasil!!
    se for pra por cota o ensino de lá vai ser MT menos rigido do q é hj em dia
    vcs querem msm perder o melhor curso superior da america latina??
    #acordabrasil

  5. assunçao

    -

    23/09/2013 às 19:35

    Escola pública com o ensino atual, nunca dará condições de aprovação ao ITA ou IME.Em 20l2 candidatos a ESA Escola de Sargentos do Exercito, num total de l3 que não lograram êxito na seleção, ll deles foram aprovados em Faculdades Públicas

  6. Lucas

    -

    02/09/2013 às 23:42

    Eu acho incrível esse povo que diz “ah, os professores vão ter que pegar mais leve com os cotistas e bla bla bla…” eu fui cotista de um instituto federal que é tão concorrido quanto qualquer outro curso, e minhas notas são tão altas quanto qualquer pessoa que passou sem as cotas. O problema é que a minha família não tem condição de desembolsar 1000 reais por mês para pagar uma escola com um preparatório. Por isso as cotas são importantes nesse quesito. Eu gostaria de ter cotas mas eu não faço questão disso, vou me esforçar para passar nesta escola.

  7. dalila

    -

    09/03/2013 às 16:56

    Acho justo, se é para passa que passe pela capacidade, e o ITA envolve aviões, transporte aerea, é necessário que seja assim.

  8. nathan

    -

    28/02/2013 às 11:57

    Eu acho que o ita nada mais é do que um “laboratorio” de genios da aeronautica para o exercito e nasa

  9. Roberto

    -

    01/02/2013 às 9:05

    Acho possível ter cota no ITA também, desde que o cotista tire a nota mínima para passar. O aluno oriundo de escola pública que conseguir fazer a pontuação mínima no ITA deveria ir direto para o MIT ou Princeton, porque é gênio…

  10. rubens

    -

    10/01/2013 às 17:22

    existem varias universidades que podem ter cotas, mas o ITA não é uma delas. Porque quando é adicionado cotas é sujeito ao nivelde ensino das universidades rebaixarem. O ITA é uma intituição que aceita somente os MELHORES alunos do país, e, mesmo assim muitos desses melhores alunos do país, NÃO aguentam o ritmo acelerado que o ITA impõe.
    Agora eu me pergunto será que alunos advindos de redes públicas, que nem sequer conseguiriam passar pelo vestibular por sí só, aguentariam o regime de ensino do ITA sem que a escola “abaixe” o nivel e a qualidade em formação de profissionais, para que esses novos alunos consigam acompanhar o acelerado ritmo de ensino do ITA?
    E seria justo com pessoas que tinham capacidade de passar no concorrido vestibular do ITA, perderem suas vagas para pessoas que teriam vaga reservada por estudar em redes publicas?

  11. Simao

    -

    25/12/2012 às 20:05

    O impressionante é que esse governo admite o próprio fracasso com todas essas cotas e outros bla bla bla…. e complicam alunos como eu

  12. FAA

    -

    29/11/2012 às 14:27

    Só para explicar: o ITA é academicamente subordinado ao MEC e
    funcionalmente ao Ministério da Defesa.

  13. Macedo

    -

    25/11/2012 às 8:06

    Uma das coisas que esse Sr. Reinaldo Azevedo não diz é que o ITA, assim como o Instituto Militar de Engenharia (IME) e as escolas navais, não é subordinado ao MEC, mas ao Ministério de Defesa. Como a regra foi inicialmente criada para as instituições ligadas ao MEC, as instituições militares tem OPÇÃO de entrar ou não no sistema de cotas. Seguindo a mesma lógica, há universidades estaduais que optaram por não utilizar o ENEM em seus processos seletivos, visto que a obrigatoriedade é das federais. Esse discurso de que o ITA deve ficar de fora por ser “algo especial” é completamente infundado e mentiroso. Existem, inclusive, instituições de engenharia federais ainda mais conceituadas do que o ITA em determinadas áreas. Quais? Engenharia de Materiais na UFSCar; Engenharia Mecânica na UFSC; Engenharia Elétrica na UFRJ. Citando algumas estaduais, temos Engenharia Civil na USP e também Engenharia Elétrica na Unicamp, todos esses cursos mais conceituados que os do cultuado ITA. Todos os cursos citados, diga-se de passagem, tem o conceito máximo da CAPES, 7, em suas pós-graduações, enquanto o ITA é no máximo conceito 6 em cada curso.
    A maioria dos que criticam o sistema de cotas parte do princípio que o governo pretende usar ele para “salvar” a situação. Essa visão está errada. O sistema de cotas é algo complementar, e o governo sabe muito bem disso. O ensino básico deve ser sim melhorado, e muito. Esforços estão sendo feitos nessa direção. Entretanto, não vamos ter escolas públicas nos padrões suíços e japoneses do dia para a noite. E até lá, muitas pessoas carentes terão tido a oportunidade de se formar em universidades públicas de qualidade.
    O que eu critico no governo (não, eu não estou aqui para fazer propaganda) é a MANEIRA como o sistema de cotas está sendo implantado. Colocar dentro da sala de aula das universidades pessoas pouco capacitadas pode ser desastroso. Entretanto, isso não é um problema sem solução. Com o devido planejamento, é possível, por exemplo, em um primeiro semestre da faculdade dar aulas de reforço para as pessoas que entraram com notas mais baixas em determinadas áreas de conhecimento no vestibular, e que sejam fundamentais para ter um bom desempenho em determinadas cadeiras. Ou seja, o sistema de cotas pode ser SIM algo muito bom. A questão não é SE devemos fazer, e sim, COMO devemos fazer isso da maneira mais adequada.

  14. Anónimo

    -

    14/11/2012 às 17:35

    pq vocês não fazem um abaixo assinado??

  15. Renato

    -

    10/11/2012 às 19:34

    Concordo plenamente com o Senhor, essa lei de cotas nada mais é do que um “tapa buraco” um descaso total com o sistema publico de ensino . Por que não Propor mudanças por parte dos ” Tiriricas” , investir no inicio da trajetória escolar das crianças e adolescentes,com estruturas dignas,adequadas, melhores salários para os profissionais de ensino para que sejam motivados a dar o seu melhor em sala,quem sabe ai um dia mude essa imagem manchada do ensino publico Brasileiro,.”Pra que tantos impostos,juros sobre juros…? pra nada!, “educação é fundamental para o desenvolvimento do ser humano . Escolas que sejam bem preparadas,planejadas e capacitadas,ter bons professores e quem sabe assim acabar com as cotas .
    “O mundo sem o conhecimento ainda seria Quadrado”

  16. jp

    -

    31/10/2012 às 1:51

    quanto mimimi, o ita é subordinado ao ministerio da defesa, as decisoes do MEC pouco importam, e mesmo que o ITA fosse subordinado ao ministerio da educaçao, o governo nao ia destroçar uma universidade de tamanha excelencia, ja basta as federais suacateadas

  17. Eduardo Siqueira

    -

    21/10/2012 às 18:41

    Quero ver o que vai acontecer quandos alunos menos preparados não conseguirem se formar. O que fará o desgoverno petista? com certeza alfinetar reitores — e estes alfinetarem os professores — para que “peguem leve” com os cotistas.
    .
    Ou seja, teremos provas, testes e trabalhos mais brandos para cotistas, para que estes consigam se formar de qualquer maneira e, assim, não demonstrar a imbecilidade desse sistema injusto e infame, que pune quem estudou mais.

  18. Fábio Nogueira Leite

    -

    17/10/2012 às 14:48

    O regime de cotas e a degradação do ensino público brasileiro.

    As políticas públicas dirigidas ao sistema educacional estão equivocadas, pois na ânsia de se resolver a questão da ascensão social das classes econômicas baixas e das “minorias raciais” estão degradando ainda mais o ensino público brasileiro.

    Existem sim questões sociais a serem resolvidas e com certeza a educação é uma das soluções, senão a principal delas. Porém a solução não é elevar o grau de escolaridade das classes mais desfavorecidas a qualquer custo e sim dar lhes educação pública de qualidade.

    No ensino fundamental havia um alto índice de repetência de ano, causado por diversos fatores, entre eles a baixa qualidade do ensino. Porém ao invés de se investir pesadamente na capacitação profissional e na melhoria das condições de trabalho dos professores, dentre outros fatores, o que se fez foi dar um jeito do aluno não poder mais ser reprovado na escola, nem mesmo sem comparecer a maior parte das aulas. Consequência: ensino fundamental ruim, aluno despreparado para o ensino médio e, portanto sem formação intelectual adequada para o mercado de trabalho, ou mesmo sem condições para chegar à universidade.

    O Brasil precisa urgente de grande quantidade de profissionais capacitados, mas isso não significa que sejam necessários somente profissionais com nível universitário. São necessários em sua grande maioria de profissionais de nível técnico e infelizmente os cursos técnicos profissionalizantes estão sendo esquecidos.

    As universidades são estratégicas para o crescimento de qualquer país que almeje chegar ao dito “primeiro mundo”, mas não somente por formar profissionais capacitados para o mercado de trabalho, mas principalmente por elevar o nível tecnológico do país através do desenvolvimento de pesquisas e novas tecnologias nacionais. Precisamos de centros de excelência e para tal são necessários docentes e discentes de alto nível.

    Posso me considerar pardo, senão negro de acordo com a cor da minha pele. Fui criado e educado por meus avós, que tinham renda conjunta de menos de dois salários mínimos, ou seja, eram pobres. Cursei todo o ensino fundamental em escola pública estadual. Cursei o ensino médio em escola particular com a ajuda de bolsa de estudos, fui privilegiado. Entrei em universidade federal de primeira linha no primeiro vestibular que fiz. Completei o curso de engenharia civil e pouco tempo depois me tornei mestre em engenharia de estruturas por uma das melhores universidades do país. Sou um ótimo profissional dentro da minha área de atuação. Tenho hoje uma excelente condição financeira e social.

    Sinto-me indignado em perceber que o governo brasileiro me consideraria hoje incapaz de alcançar o que alcancei sem um “empurrãozinho” de sua parte. Não iria querer as esmolas do governo, pois todos os brasileiros têm o direito constitucional de terem acesso a um ensino público, gratuito e de qualidade.

    Qualidade!

    Fábio Nogueira Leite.
    Engenheiro civil pela Universidade Federal de Uberlândia.
    Mestre em engenharia de estruturas pela Universidade Federal de Minas Gerais.
    Mais de 18 anos trabalhando com cálculo e projeto de estruturas metálicas, tendo participado diretamente de grandes empreendimentos dos setores comercial e industrial.

  19. Rafael Gomes

    -

    16/10/2012 às 16:18

    Você está se equivocando, o Ita e uma instituição federal sim mas não de educação para todos os efeitos ela é primeiramente militar subordinada então ao Ministério da defesa e nao ao Ministérioda Educação, assim como o Ime, fazendo que ele opte não seguir essas leis vergonhosas.

  20. Thales - Ponte Nova

    -

    23/09/2012 às 22:33

    Dilma está se contrariando nessa lei.Além disso, um cara que forma no ITA, sendo cotista ou não, eu confio nele projetando um avião. E acredito que alguém com potencial para formar no ITA tem plenas condições de passar no vestibular, que por mais difícil que seja, é bem mais fácil que passar por toda a graduação!
    Para alguém ter noção de como as cotas não fazem sentido principalmente quando dizem a respeito de raça,é só para pra pensar no caso dos esportes,imagine se em uma peneira, negros/índios tivessem um certo tanto de vagas.
    Acabem com as cotas e melhorem a educação.

  21. Larissa de Sales

    -

    20/09/2012 às 21:58

    O ministério da educação precisava melhorar o ensino nas escolas públicas, e não aumentar as cotas. Todos precisam ter as mesmas opurtunidades de ingressar no ensino superior, mesmo estando em uma escola pública ou particular.

  22. Fernanda Santa Catarina

    -

    18/09/2012 às 22:38

    Reinaldo, pesquise suas fontes, por que essa é quente: na semana anterior à aprovação dessa famingerada lei de cotas, os Reitores das Fundações Universitárias, que se declaram sem fins lucrativos, mas cobram mensalidades, estiveram em Brasília negociando suas dívidas. Não conseguiram o que queriam, mas em seguida ganharam 14 anos de mensalidades de alunos de classe média, que conseguiam passar nas Universidades Federais, mas que agora, com a nova lei de cotas, serão prejudicados e terão que engrossar os bancos dessas Fundações de péssimo ensino. Negociaram o nosso salário!

  23. Rayssa

    -

    18/09/2012 às 12:00

    O retirada do beneficio das cotas do ITA, só nos mostra a verdadeira intençao por baixo dessa sujeirada toda. Se o ITA é uma universidade federal e está vinculada ao MEC deve portando seguir o criterio de todas as outras instituiçoes. A questão das cotas é injusta, pois se o Brasil investisse na educaçao das escolas publicas não precisaria arranjar tantas desculpas para enfiar dentro das federais alunos despreparados.

  24. Loraynne Araujo Burjaily

    -

    16/09/2012 às 16:41

    Essa decisão da Dilma demonstra o quanto é descabível a ideia de cotas em universidades. Não se deve abaixar nível dos alunos que entram na federal, mas sim aumentar o nível das escolas pública.
    Em alguns casos de pessoas que entram na faculdade por cotas não conseguem completar o curso universitário.

  25. Bruno Viana

    -

    16/09/2012 às 15:56

    Os bons alunos de escola pública que ingressavam nas faculdades pela ampla concorrência, agora ocuparão as vagas dos cotistas, dessa forma não solucionando o problema que as cotas deveriam atender.Com isso, ela provou a falta de consideração com a educação brasileira,e também,a pobreza da educação pública.É revoltante o fato do nosso governo fomentar a incompetência e explorar a já abundante ignorância para permanecer no poder.

  26. Mateus Lanna

    -

    16/09/2012 às 15:31

    Se o governo queria que todas as pessoas entrassem nas universidades, ele esta conseguindo fazer isso, e a cada ano que se passa o sistema de seleção fica mais ridículo. Já que o governo quer democratizar o ensino, não é melhor acabar com essa vergonha que é o Enem, e apenas abrirem inscrições nas universidades, e os primeiros a se inscreverem estariam no curso desejado?! e esse sistemas de cotas, isso é uma vergonha para o pais, se com o sistema de cotas atual, os alunos cotistas, em sua maioria, desistem do curso logo no primeiro semestre, imagina sendo 50% das vagas reservadas aos cotistas?! Já que o governo criou esse sistemas de cotas, é porque sabe que o ensino fundamental e médio publico não é o ideal, então por que, ao invés de melhorar o ensino básico publico, o governo esta piorando o ensino superior?

  27. Gabriel Piuzana

    -

    16/09/2012 às 10:18

    Os bons alunos de escola pública que ingressavam nas faculdades pela ampla concorrência, agora ocuparão as vagas dos cotistas, dessa forma não solucionando o problema que as cotas deveriam atender. Quanto ao ITA , seria de extrema falta de bom senso de um governante deixar uma das poucas instituições_ que despertam das pessoas a criatividade e a inovação tecnológica e elaborações de novos métodos( essas pessoas chamadas de cabeças pensantes)_ diminuir seu rendimento, pois como um aluno despreparado vai entrar em uma instituição e atender seu rigoroso sistema, que cobra em seu exame de seleção algumas questões de níveis até mais alto do que o ensino médio?

  28. Shaieny Carvalho

    -

    16/09/2012 às 10:05

    Em primeiro lugar sou totalmente contra os sistemas de cotas das universidades federais pois, para mim, é a prova que o país vive em total desigualdade! A presidenta está correta em não aprovar o sistema de cotas para o ITA,por se tratar de uma instituição federal de alto nível deve sim,preservar o nível de seus alunos. Se no lugar das cotas fossem criadas escolas públicas de alto nível,remodelando a educação do país não precisaríamos viver este drama de cotas.

  29. Felipe Lobo

    -

    15/09/2012 às 20:27

    Dilma provou a falta de consideração com a educação brasileira,e também,a pobreza da educação pública. O ITA,uma das universidades mais gabaritadas do Brasil e do mundo “não pode ser conhecida por admitir alunos despreparados” isso na visão de nossa presidente. Então,por que ela instituiu a lei dos 50 % de cotas nas universidades ?
    O governo só está se complicando,a população está voltada para educação,reivindicando seus direitos,e vendo uma falta de vergonha do país e seus governantes com o descaso em relação à educação. Nós queremos justiça,e queremos para o bem da nação,precisamos de alguém preparado para investir na educação,que é a base de uma sociedade civilizada e igual…

  30. Paloma Borges

    -

    15/09/2012 às 19:56

    As cotas raciais são a reserva de vagas em instituições públicas ou privadas para grupos específicos classificados por etnia, na maioria das vezes, negros e indígenas.Mas o governo comete um equivoco pois , a distinção de etnias por lei acabaria por agravar o racismo já existente.Tudo em exagero faz mal por isso 50 % é um absurdo. A presidente Dilma Rousseff, mostrará a nação que tem e usará o bom senso, basta adotar o percentual da UNB, que é de 10% e assim não prejudicará outros alunos.

  31. Matheus Paladini

    -

    15/09/2012 às 18:13

    Acho que o sistema de cotas está muito elevado com 50%. e agora, a Dilma prioriza o ITA à não ter cotas. Sejamos justos se é para ter cotas( o que já acho muito errado ), teria que ser para todos, não só para alguns

  32. Filipe Câmara

    -

    15/09/2012 às 14:26

    O governo quer usar o tão falado sistema de cotas para que tenhamos a tão sonhada igualdade, mas nem pra fazer isso eles buscam uniformidade, por que há diferença entre uma e outra? Por que o ITA não seria obrigado a usar esse sistema de cotas e todas as UF’s seriam? Vale lembrar a questão de o ITA ser ligado à Defesa, mas isso não faz ele melhor do que os outros, a propria profissão de professor que deveria ser muito mais exaltada vai poder ser praticada por um cabeça fraca, o que gerará muitos mais, no campo médico o mesmo, e assim vai, agora se você é da aeronáutica tem privilégio? Onde está a igualdade?

  33. Kristian

    -

    15/09/2012 às 13:23

    O sistema de cotas pra começar já é um absurdo e algo totalmente incabível. E com essa nova lei em relação das cotas para escolas públicas, dando mais oportunidades a eles por não possuírem um ensino não tão bom quanto a escolas particulares, acaba sendo uma decisão bastante equivocada e também grande parte das pessoas que são beneficiadas com esse sistema, muitos não conseguem se quer terminar de exerce o curso, por falta de preparo e uma base melhor, eles simplesmente entraram em uma faculdade não pelo seu mérito próprio, mais sim com o auxilio das cotas. Sendo assim tirando a vaga de várias pessoas que realmente se empenharam e dedicaram, acabando com o sonho de muitos que passaram grande parte de seu tempo por conta dos estudos para entrarem em uma faculdade. Isso é completamente ridículo, todos somos iguais, cada um de nós possuímos sonhos, mas para que isso aconteça devemos lutar por aquilo que desejamos, mas que seja uma luta de igual para igual. Mas a realidade é que possuímos um governo, onde é oferecido benefícios que acabam beneficiando alguns e para outros acaba prejudicando.

  34. Nilson Júnior

    -

    15/09/2012 às 11:00

    O concurso constitucional e pontuação nos exames, pelo mérito, é um desafio para quem quer ser um vencedor. A Universidade precisa de alunos vocacionados e com garra, na busca da excelência, da inovação e inteligência viva. As forças armadas já experimentaram em outras épocas, as “cotas”, aceitando alunos por requerimento simples por parte de militares(sem provas) e outros civis por convite, não chegou a ser uma boa experiência, não houve o esforço intelectual e estudo, muitas vezes uma conveniência de ocupar um cargo público e estabilidade no emprego, até abandonando a especialidade de formação ao longo da carreira. Assim, as escolas passaram a exigir CONCURSO CONSTITUCIONAL transformando essas escolas militares em referência de ensino, entre as melhores do país, inclusive, atraindo alunos do exterior.
    Medida absurda e extremamente populista,visando única e exclusivamente votos que virão.È lamentável um país ser governado por pessoas que em todas atitudes calculam oque vão ganhar no futuro e brincam e utilizam a educação superior(que já nao é muito boa comparada as grandes potencias)como instrumento político.Depois querem que o brasil se torne uma potencia.

  35. Clara Lanna

    -

    14/09/2012 às 23:36

    O sistema de cotas tem o objetivo de dar oportunidade a estudantes de escolas publicas, que o ensino é bem menos qualificado do que em escolas particulares, a entrarem em faculdades, mas isso poderá causar o abaixamento do nível das mesmas. Foi uma decisão equivocada do governo, que em vez de investir no ensino de escolas publicas, promove cota a eles, tornando mais fácil a entrada de estudantes de escolas publicas que muitas vezes (quase sempre) não estão qualificados para as vagas nas universidades federais.

  36. Wellington

    -

    14/09/2012 às 23:20

    Países que hoje são desenvolvidos, usaram o sistema de cotas, por volta da década de 60, 70 e 80. Para estas nações tal prática obteve um grande sucesso, pois deu chances para grupos sociais que estavam marginalizados, seja por serem estrangeiros, pobres ou de outras minorias. No Brasil há várias deficiências nesse sistema. Em primeiro lugar, a escolas da Europa e dos EUA eram e são boas, sejam públicas ou não fazendo com que houvesse assim um bom nível, no momento dos alunos ingressarem na faculdade, garantindo assim o propósito das cotas que no caso ingressa aqueles que estão excluídos seja qual motivo o que no Brasil você vê um grande déficit nas escolas públicas fazendo com que as pessoas deste meio entrem por cotas as vezes sem o mínimo preparo, fato que abaixa o nível das universidades, que é o dilema do ITA. Outro ponto, é que os habitantes desses países mais desenvolvidos, utilizavam desse sistema, somente se precisassem, se fossem excluídos, ou marginalizados, se realmente não tivessem condições, já no Brasil vemos pessoas que não precisam usufruindo deste projeto, tirando a chances dos outros, achando um jeito mais fácil de entras nas faculdades, tornando assim mais falho tal método. Outra questão é que se é abordado o assunto da exclusão dos negros, e da dívida de 200 anos devido ao período escravocrata no Brasil e há a vontade de repará-lo, deveria-se investir na valorização da cultura afro-brasileira, e acima de tudo investir na educação não só para este grupo mas sim para toda uma nação afim de que todos tenham condições plenas e justas de ingressarem em uma universidade federal.
    O Governo Federal é ciente, do fato de que o nível de algumas universidades federais vêm abaixando e sabe muito bem que é devido a certos sistemas promovidos e por isso que em certas instituições altamente desenvolvidas e especializadas, eles não mexem no processo seletivo, como é o caso do ITA.
    Se um dia for resolvido todas estas lacunas da educação Brasileira, as cotas serão válidas ou talvez nem mais serão necessárias.

  37. Matheus Teixeira

    -

    14/09/2012 às 14:40

    O sistema de cotas se apresenta como uma forma de apresentar oportunidades a aquelas pessoas que nao possuem um ensino de qualidades, podendo parecer muito beneficiente aos alunos das redes publicas, ela prejudica a qualidade de ensino das grandes universidades federais e as cotas nao se apresentam como uma forma de melhorar a qualidade de ensino do pais, fazendo justamente o contrario quando ele abaixa o nivel de ensino das faculdades.

  38. Ana Clara Martins

    -

    12/09/2012 às 14:29

    Eu vejo o sistema de cotas como um grande equívoco. O motivo alegado é que essas pessoas são historicamente discriminadas na sociedade e por isso tem menos oportunidades. Não é verdade. As oportunidades estão ao alcance de todos aqueles que lutam e que dão valor ao estudo. Se formos refletir um pouco, o sistema de cotas é extremamente preconceituoso, pois ele basicamente oficializa que um determinado grupo da sociedade é diferente dos demais e que devido a suas condições inferiores merece um tratamento especial para que possa se igualar socialmente aos outros. A ideia de implantar o sistema de cotas serve para o Estado fugir, mais uma vez, da sua obrigação, que é oferecer uma educação igualitária para todos. A cota racial é um erro, pois a própria cota já é por si só racial. Além disso fere o princípio contitucional da igualdade.

  39. Thaís F. Messias 2 ano

    -

    12/09/2012 às 14:00

    O sistema de cotas, por si só, já é um absurdo…porque que ao invés de facilitar a entrada de estudantes com um grau de ensino baixo, diminuindo o nível das universidades, não melhoram os ensinos das escolas públicas? Quanto menos universidades forem enquadradas nesse novo sistema, melhor. O nível das universidades não pode decair só pra atender à população, sendo que pessoas que possuem maior capacidade de ingressar em uma universidade sem nenhuma facilidade, poderiam estar investindo na própria educação, conhecimento e um futuro promissor, no lugar daqueles que “roubam” as suas vagas!

  40. Sheila Domingues Rodrigues

    -

    10/09/2012 às 22:52

    A criação de escolas, a o longo dos anos, permitiu que muitas pessoas pudessem ter acesso a educação básica. Mas o que percebe-se, hoje, é que a qualidade do ensino, oferecidade pelo governo, decresse de forma rápida e assustadora. As autoridades não percebem, mas criar projetos e fazer com o que a população entre em Instituições de Ensino Superior sem nenhuma preparação é cometer o mesmo erro duas vezes.

    O sistema de cotas irá facilitar a ingressão dos jovens nas Universiades, mas será que estes conseguirão ser profissionais capacitados, e de boa qualidade?
    Facilitar a entrada de uns e dificultar a entrada de outros nas Universidades só gera polêmica. Por isso, é importante se preocupar com a questão da entrada do jovem nas Universidades, mas mais importante ainda é investir na qualidade do ensino básico e superior para que o jovem consiga uma boa formação e seja um profissional capacitado.

  41. Shana

    -

    10/09/2012 às 19:35

    Agora, nas inscrições para o vestibular, teremos duas filas: a dos egressos das escolas particulares e a dos que estudaram em escolas públicas. Está institucionalizada a discriminação. Ignorância dos legisladores, ignorância dos defensores dos direitos humanos.

  42. souza233

    -

    31/08/2012 às 17:08

    Gente é faci facin Brasil país do jeitim , matricula pública, garante disputa nos 50% mais despreparados , e paga escolaa de qualidade, e faz junto , pois Pública, n precisar ter frequência e nem estudar,, tem aprovação automática .Vaga garantida Federais .. ah não esquece que tem que ter renda 1,5 salários máximo, será seria que difícil provar isso aqui Brasil…????

  43. Marcelo Lima

    -

    29/08/2012 às 23:04

    Se você tem, ou não credibilidade (este ultimo o mais sensato dos citados) eu não sei, sei apenas que com uma opinião dessa categoria, com argumentos tão partidários, e utilizando críticas de nível absurdo, sem antes se dar ao trabalho de entender o dia a dia de um aluno com condições acima da exigida para participar do sistema de cotas você não tem noção sobre o que fala -no mínimo- e digo mais, não tem direito para pesar esse tipo de decisão se nem do corpo de excelência que aprovou-a faz parte. Uma coisa é aumentar o número de vagas para cotistas (que também discordo, diga-se de passagem) em instituições de nível superior com critérios avaliativos dados em ensino médio, que mesmo com altas concorrências ainda assim não medem o nível de candidatos. Outra coisa totalmente diferente é, diminuir-se pela metade o número de vagas para os concorrentes de etnia, classe social, que não se enquadram na categoria já comentada (cotistas), de uma instituição de reconhecimento MUNDIAL, com método avaliativo a nível de conhecimento elevado nas ciências exatas, exigindo em parte, conteúdos dados em cursos de nível superior, o que garante a reputação da mesma e o progresso das áreas em que ela atua. O que também nos permite dizer que neste vestibular ficam apenas os que sabem, pois não há como um aluno sem preparação, ser aprovado. Se quer uma briga política… que se candidate, ou que vá ao progresso lutar pelo seu ponto de vista; não tentando levar ao CAOS um lado desse Brasil que vem progredindo tanto.

  44. Ramón

    -

    26/08/2012 às 18:00

    Não é por nada não, mas há uma desinformação explícita aí. O ITA e o IME não são ‘instituições federais’ não. Não instituições militares e, portanto, não necessitam seguir a risca as regras do MEC. Ambas as escolas seguem a Portaria da Educação das Forças Armadas, que não abrange cotas.

  45. Eduardo Rodrigues

    -

    25/08/2012 às 11:22

    Caro Antonio Baracat, concordo, a lista só aumenta, mais será que os filhos destes governantes vão estudar nas Universidades, Institutos ou vão para as escolas militares?
    Acredito que irão para as escolas militares é claro!!!

  46. Antonio Baracat

    -

    24/08/2012 às 15:48

    Já que só as universidades vinculadas ao MEC estão incluídas, os cursos de Engenharia do IME também ficam de fora, assim como o bacharelado em Ciências Militares da AMAN, dentre outras. A lista está crescendo…

  47. Lia Costa

    -

    18/08/2012 às 21:47

    Reinaldo, admiro sua combatividade incansável contra a mediocridade instituicinalizada neste país desde o governo Lula. Confesso que perdi a esperança de ver o Brasil caminhando por um rumo que privilegie o mérito e a dedicação. Fui professora universitária e com o passar dos anos me desiludi quanto à capacidade de formar profissionais competentes, pois os alunos que ingressam hoje nos cursos tem um nível tão precário de conhecimentos básicos que só complicam o nosso trabalho, pois temos que reduzir conteúdos e ensinar o básico para que eles consigam acompanhar e ao mesmo tempo penalizamos os alunos competentes que ficam à mercê de grupos despreparados e não são devidamente estimulados. É lastimável! Eu desisti. Mudei de emprego. Não queria mais conviver com a infelicidade de fazer parte dessa hipocrisia.

  48. Víctor

    -

    18/08/2012 às 12:27

    e não tem problema desmoralizar as outras instituições? É melhor ser operado por um médico despreparado do que andar em um avião projetado por um despreparado? Nâo faz sentido isso ae. As duas coisas se equiparam.

  49. Víctor

    -

    18/08/2012 às 12:25

    A prova do IME é mais difícil, as questões. E nem é tanto, pois agora a primeira fase é de múltipla escolha. Entretanto o concurso vestibular do ITA é muito mais difícil, pois quase ninguém abandona o ITA, e, no IME, tem sempre outras chamadas. Deixa de inventar história que ITA é ITA e IME é IME. Nem todo mundo que faz turma ITA que IME, pois o IME é meio paia.

  50. edilei link de macedo

    -

    18/08/2012 às 0:15

    E o IME? Como é que fica?
    O vestibular do IME é ainda mais difícil do que o do ITA!
    Os engenheiros formados pelo IME sempre tiveram avaliações tão boas, e muitas vezes melhores do que os do ITA exceto, é claro, engenharia aeronáutica que o IME não tem. A única certeza é que se a melanina(a origem deste absurdo) prevalecer as duas instituições serão desmoralizadas pela (sub)qualidade dos alunos e “engenheiros” que entraram/saíram pela janela.

  51. David

    -

    14/08/2012 às 18:45

    Isso também ocorre porque o caro ministro e praticamente todos os outros que foram votaram favor dessa idea não estão nem um pouco empenhado em fazer um bom trabalho e só aprovaram a ideia para praticar populismo barato. O próprio ministro não tem o mínimo interesse em melhorar a educacão e só usa o ministério para fazer o nome dele e depois abandonar o cargo às moscas assim que surgir uma vaga melhor, exatamente como ele estava fazendo ao considerar a prefeitura de São Paulo.

    Se a atitude do governo tivesse um pingo de consideração quanto a qualidade do ensino superior ele iria permitir às faculdades exigir uma nota de corte mínima para os alunos cotistas. É obvio que uma boa quantidade dos alunos que se formam nas escola públicas são praticamente analfabetos funcionais devido ao descaso do governo quanto ao ensino público básico, preferindo passar alunos de ano só para melhorar as estatísticas, então é seguro assumirque que uma parcela dos cotistas selecionados vão entrar na universidade sem o mínimo preparo, levando ou a reprovações em massa ou então forçando as universidades à baixar o nível.

    Se o governo realmente acha que é preciso aumentar o número de alunos pobres nas univerdades ele deveria passar a oferecer bonus de nota, e não cotas, assim é mais seguro garantir que uma pessoa que entre em medicina na USP, por exemplo, garantiu a sua vaga de forma mais justa ja que a diferença de pontuação dele e do primeiro colocado é muito pequena devido à concorrência.

  52. Fernando

    -

    14/08/2012 às 9:37

    É revoltante o fato do nosso governo fomentar a incompetência e explorar a já abundante ignorância para permanecer no poder.
    Brevemente teremos tantos “doutores horroris causa” – do tipo Lula – num pais sem futuro.
    Até quando?

  53. Maurício Pazini Brandão

    -

    14/08/2012 às 8:00

    Reinaldo
    Como professor do ITA, permita-me uma pequena corrigenda em seu parágrafo “Durante a tramitação da lei, o Ministério da Defesa, ao qual o ITA (que é da Aeronáutica) é administrativamente ligado, deu um jeitinho de negociar o texto (íntegra aqui). Estarão sujeitas às cotas apenas as instituições de ensino “vinculadas ao Ministério da Educação”. Ocorre que o ITA, lamento, é vinculado, sim, ao MEC — ou não é esse ministério que dá fé aos diplomas lá expedidos?”. O ITA tem competência para emitir seus diplomas, que são registrados no COMAER, fora, portanto, do MEC. Vide Lei nº 2.165, de 5 de Janeiro de 1954.

  54. Lucas Rafael

    -

    14/08/2012 às 4:21

    Não da idea Reinaldo ! Se essa moda pega eu não entro mais em avião no Brasil !

  55. interrogações à distância

    -

    14/08/2012 às 0:20

    AcordA Brasil!!!
    A universidade “à porteiras abertas” foi um dos métodos CASTRISTAS para se vingar da burguesia esclarecida.
    Tal qual o Brasil pré-lulista, a ELITE da Ilha pré-castrista sempre se honorou em ser originária do “melting-people”. Sim, por mais brancos ou menos brancos que fossem -, todo mundo era mestiço sem complexo.
    Mas, em vista do ‘terror revolucionário’ e a progressiva eliminação/fuga dos “melhores” nada como abolir o mérito e decididamente promover “os últimos como os primeiros”.
    EM TEMPO: o tal de FIDEL continua à ser tratado por médicos estrangeiros. Isso, sem mencionar o famigerado bolivariano também nas mãos de brasileiros, russos & C°-, pode!?
    Enfim, o governo PT não é apenas o desastre que vem avacacalhando com o Brasil. Ao lado da Argentina (e outros aliados não tão menos ocultos) quer à GUERRA. E por aí vai amealhando seus soldados e os mais incontáveis e medíocres agentes-secretos (tipo “médicos cubanos” – há ainda quem desconheça o fato ?).

  56. welington paulista

    -

    13/08/2012 às 21:31

    Medida absurda e extremamente populista,visando única e exclusivamente votos que virão.È lamentável um país ser governado por pessoas que em todas atitudes calculam oque vão ganhar no futuro e brincam e utilizam a educação superior(que já nao é muito boa comparada as grandes potencias)como instrumento político.Depois querem que o brasil se torne uma potencia.

  57. Ricardo Miranda

    -

    13/08/2012 às 19:57

    rcpn – 13/08/2012 às 15:18
    “Dessa vez tô com a Dilma. Engenheiro cotista projetando avião vai dar m… Sai de baixo!”

    Que comentário infeliz. Pra começar, a Dilma ta sendo altamente hipócrita e controversa nessa lei, como dito no texto do Reinaldo. Além disso, um cara que forma no ITA, sendo cotista ou não, eu confio nele projetando um avião. E acredito que alguém com potencial para formar no ITA tem plenas condições de passar no vestibular, que por mais difícil que seja, é beem mais fácil que passar por toda a graduação!
    Essa lei ridícula que está prestes a ser aprovada vai contra os princípios da meritocracia. Lamentável.

  58. Heloisa

    -

    13/08/2012 às 18:24

    Achei simplesmente espetacular esse texto, expressou, com claras palavras toda a minha indignação quando ouvi dizer esse absurdo que é o sistema de cotas. Sou professora e sei que muito deve ser feito para que as pessoas tenham igualdade de disputa nos vestibulares, mas, definitivamente, as cotas nem passam perto de resolver, muito pelo contrário, pois aumentarão a evasão escolar e ainda mais a desigualdade. Como não tinha condições para pagar um cursinho, me nesta situação, pois não tinha meios para passar em uma UF, então tive de tentar PROUNI e trabalhar para pagar os outros 50%, imagine se meu curso fosse integral? Não teria me formado. Infelizmente nós somos desfavorecidos e sofremos por causa dessas políticas públicas meia-bocas.

  59. A Velhinha de Goiás

    -

    13/08/2012 às 17:57

    Detesto quando as pessoas fecham seus posts colocando o chavão ‘Simples assim.’ Mas, reconheço, ele nunca se aplicou tanto quanto a essa colocação de Tio Rei: “Reinaldo acha — e eu sei que demora! — que é preciso qualificar a escola pública para dar aos mais pobres condições de competir. E acha, adicionalmente, que mesmo as universidades públicas precisam cobrar mensalidade de quem pode pagar, ora essa! Não! Eu não quero me conformar com o quadro atual e pronto! E qual é ele? Na média, os ricos estão em cursos gratuitos de alta performance, e os pobres estão pagando (ou o ProUni paga por eles) para estudar em faculdades de terceira ou quarta linha — lá onde só se usam cuspe e giz — e olhem lá.”

  60. Waldineia Cunha Pena

    -

    13/08/2012 às 15:53

    Espero que os militares não deixem essa demència enfiltrar suas ‘hostes’. Alguém tem que barrar a “marcha da insesatez” que tomou posse desse país. Por ser essa uma atitude incoerente, talvez leve a mais discussões.

  61. rcpn

    -

    13/08/2012 às 15:18

    Dessa vez tô com a Dilma. Engenheiro cotista projetando avião vai dar m… Sai de baixo!

  62. Wanda

    -

    13/08/2012 às 14:37

    Entre a cruz e a caldeirinha! Se ela colocasse o ITA no sistema de cotas, seria coerente, seria criticada do mesmo jeito. Alguma noção de absurdo ela demonstra ter.

  63. Thiago Trivelato

    -

    13/08/2012 às 14:31

    o que estamos querendo ? um Brasil desenvolvido ou pessoas desqualificadas no mercado de trabalho? é muito fácil pedir por igualdade e reclamar no futuro!! Está estampado na cara de vocês que a educação é o canal para esse país ir para frente, a igualdade será consequência… Não podemos deixar!!

  64. João Batista

    -

    13/08/2012 às 13:21

    Há casos de famílias de baixa renda (baixa classe média) que fazem todo o sacrifício do mundo para mater seus filhos no ensino fundamental e médio particular. Fazem isso como uma demonstração de amor aos filhos porque sabem que estão dando uma educação de melhor qualidade. Como ficam agora essas pessoas? Pelas regras elas estão fora das cotas.

  65. ALOISIO

    -

    13/08/2012 às 12:30

    O que precisa, eles não fazem, é melhorar o ensino público na base (fundamental e médio), agora jogar alunos da escola pública que é falida para dentro das Universidades ai é brincadeira demais com a população.O nível vai cai e muito,imagine médicos e dentitas com baixo nível o que não vai morrer de gente.Área de saúde não é brincadeira é vida ou morte. Esses que aprovaram esse escandalo será que pensaram nisso ? Aluno de Escola pública estadual não tem condições pra isso.

  66. Cris Azevedo

    -

    13/08/2012 às 12:12

    Rei, sério!

    Depois que algumas ” univeçidadi” andaram distribuindo titulo de Horris Coisa de baciada, deveríamos ter entendido que Educação, no Brasil, é politicagem barata e só.

  67. Antonio

    -

    13/08/2012 às 11:27

    Olá
    Reinaldo
    A mulher a exemplo do Lula vem praticando a mesma politica com intuito de enganar a população é aquele muro sujo que os caras de pau do PT da um jeitinho dele ficar bonito só que pintam com uma tinta porcaria enquanto não chove o muro sempre ficara bonito, mas basta à primeira chuva ela lava todo o muro e com isto a tinta vai se embora sem contar na dinheirama gasta na tinta e para fazer o serviço.
    Com relação ao ITA o aluno pode até passar no vestibular pelas cotas etc. e tal, mas o mais complicado é este conseguir completar o curso, pois tem estar muito bem preparado senão cai fora antes.
    O PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER ENXERGAR

  68. tadeu

    -

    13/08/2012 às 10:52

    aquele tempo não volta mais: tínhamos o pré-primário, o primário, o “admissão, espécie de vestibulinho para entrar no ginásio”, o ginásio, o científico, e, finalmente, o vestibular para o ensino superior. aí, vieram os geniais reformadores; escangalharam com tudo, e o ensino virou uma porcaria mesmo, com raras e honrosas exceções. está cheio de universidades que matriculam e dão diploma por telefone. agora, parece que os políticos têm medo de avião. Tenham não, “presidenta” (“enta”). até que o ITA comece a derrubar aviões em decorrência da queda da qualidade do ensino, vocês já estarão fora do poder, e voltarão a ser criaturas terrestres.

  69. Eduardo

    -

    13/08/2012 às 10:34

    O Fim do Muro de Berlim das 23:02;
    A reação militar em 64 – o contragolpe – somente aconteceu após o engajamento da sociedade no processo, diante de tanta desordem, em curso, promovida pelos ditos comunistas de então. A MARCHA COM DEUS PELA LIBERDADE é o marco representativo do porquê da tomada de atitude do Exército: manter a ordem e a defesa da constituição. Dessa marcha participaram muitos políticos da direita, a igreja católica e outros segmentos da sociedade, nos quais os militares tiveram grande apóio para a realização do dito CONTRAGOLPE.
    E não é que, os militares tomaram um gosto danado pelo poder e resolveram permanecer no governo indefinidamente, o que não era o combinado; ato contínuo, anularam as principais lideranças da direita, igreja, e por aí afora.
    Pela formação positivista dos militares – prima muito próxima do marxismo -, denota-se o autoritarismo havido ( até o nome da coisa é emblemático: REVOLUÇÃO 64, ai, ai,ai).
    E, por mais incrível que pareça, fizeram vista grossa com os comunistas, os mais perigosos, permitindo que eles infiltrassem em tudo que é importante na sociedade: universidades, imprensa, igreja, política, sindicatos, etc., taí o resultado. Resumindo: os esquerdistas aplicaram a desinformação, criando a guerrilha do araguaia, e com isto, desviaram o foco dos cabeças pensantes que se reuniam lá no campo de São Cristovão RJ, USP, e outros lugares para desenvolverem o programa melancia do antonio gramsci, simples assim, os militares foram na onda das marxlenas.
    O trem é tão brabo! que o Geisel eliminou, enquanto presidente, toda e qualquer reação da direita dentro da agremiação, com a destituição do Sílvio Frota; ao mesmo tempo em que promovia a maior estatização governamental; espírito alemão, cê sabe né?, SOCIALISTA E NACIONAL, inhaca purinha. Esse positivismo dentro do Exército é um atraso; citando Drummond: ” os homens envelhecem, mas não melhoram”.

  70. Anonimo Veneziano

    -

    13/08/2012 às 10:27

    Não restam dúvidas que o objetivo do PT é destruir o Brasil.

  71. Jotinha

    -

    13/08/2012 às 9:08

    A governanta – diga-se de passagem, “nunca antes vista na história desta Galáxia” – apenas cumpre o segundo mandamento petralha: “Educação não faz diferença”. O primeiro – como é do conhecimento do povo que perdeu a vergonha na cara, se já teve alguma – é: “O crime compensa”. A reeleição de Apedelta, a eleição da governanta Dilmarionete e o caso MENSALÃO DO PT são pedrinhas de gelo que fazem parte de um gigantesco iceberg de podridão “nunca antes visto na história destepaiz”.

  72. João Arthur Pereira de Mello

    -

    13/08/2012 às 8:30

    Fui Gratuito -Orfão do Colégio Militar do Rio de janeiro. Sofri para ser aprovado em muitas ocasiões, mas cheguei na Faculdade com base suficiente para ir até o Doutorado. Todos os dias de minha vida agradeço a formação que tive e não deixo de comparecer todo o dia 6 de maio(aniversário do CMRJ)para revenrenciar o nível daquela instituição. Éramos negros, pardos, brancos e amarelos, toidos passando as mesmas dificuldades de pais separados, falecuidos ou despossuidos. Vencemos e perdemos na vida como qualquer vivente, mas a cobertura do uniforme é que igualava a todos, não a cor ou a renda.
    Obrigar as universidades a rebaixar o seu nível é condena-las ao ostracismo intelectual, pois desprezaremos o mérito para buscar consertar o ensino no seu topo, quando é óbvio que precisamos faze-lo na sua base. Apoiado Reinaldo!!

  73. Helena

    -

    13/08/2012 às 8:10

    CARA DE PAU É POUCO!!!!! FALTA DE VERGONHA NA CARA TB!!! É MUITA DESCARAMENTO E INFINITA INCOMPETÊNCIA! ISTO SIM!!!
    TODO PETRALHA É SAFADO E INCOMPETENTE.

  74. Sergio S. Oliveira

    -

    13/08/2012 às 8:07

    A hipocrisia e ordinarice não têm tamanho neste governo escroto. E essa mer… vai passar, vai vingar? Esse regime de cotas vai mesmo nos segregar definitivamente?

  75. Eduardo Queiroz

    -

    13/08/2012 às 7:06

    O que estão a fazer com a Educação no Brasil está de acordo com a filosofia comunista/esquerdista: NIVELAR POR BAIXO!

  76. Exilado

    -

    13/08/2012 às 5:52

    Dilma deve querer o ITA fora do regime de cotas pois sabe que alguem precisa fazer PIB crescer. PIB nao cresce com batucata, samba, pagode, universitarios analfabetos e outras coisas politicamente corretas e tao fundamentais para o espetaculo do crescimento (lembram desta?). Talvez Dilma entenda que para construir novos aeroportos, estradas, portos, fabricas, hospitais, etc, o Brasil precisa de engenheiros, economistas, administradores, medicos, que saibam ler e escrever ANTES de chegar na faculdade, senao nao da’ tempo (em 5 anos) para ensinar Calculo I (para quem nao sabe somar, mas e’ da raca privilegiada).

    E assim teremos engenheiros analfabetos e ficaremos nos perguntando (a) porque as pontes caem e os predios desabam? Facam uma CPI (isso vai ajudar…), (b) Porque precisamos a industria brasileira nao e’ competitiva (hum, Dilma, porque sera’ nao e’ mesmo? Crie um bolsa-industria as custas da classe media burguesa, isso vai ajudar!) (c) porque os alunos de maior potencial saem do pais (e nao ficam no Brasil para ajudar o pais a crescer)?

    Hum Dilminha, pq talvez eles achem que ESFORCO, MERITO e CAPACIDADE tem algum valor. Algumas universidades (dentro e fora do Brasil) parecem concordar, mas voce, dentro da sua sabedoria, ESTA’ VENDENDO O FUTURO DO PAIS POR POPULARIDADE!

  77. Absurdo!!!!

    -

    13/08/2012 às 3:51

    http://g1.globo.com/parana/noticia/2012/07/espetaculo-de-natal-em-curitiba-deve-continuar-diz-ministerio-do-trabalho.html

    Você leram essa???? O coral de Curitiba está sendo ameaçado porque alguns iluminados acham que as crianças do coral estão sendo escravizadas????
    ONDE ESTE PAÍS VAI PARAR????
    Porque não mandam estes próceres da cultura e do humanismo para a Rússia para que eles acabem com o Bolshoi também?

  78. Passou na TV

    -

    13/08/2012 às 2:36

    Alguém assistiu o Canal Livre da BAND? Professor da FGV x Professor da USP, na minha opinião 10×1 para o da FGV e olha que não concordo totalmente com ele.
    O assunto era guerra na Síria, a professora da USP disse que as forças internacionais devem intervir, todavia a intervenção só se dá por interesses das potencias internacionais (tradução: o maior mal de todo o universo em todos os tempos, os Estados Unidos), ou seja, não fiquei sabendo se na opinião dela a intervenção externa seria boa ou ruim !? Acho gozado, na hora do pau chama o Capitão Nascimento, depois que ele assume a enrascada diz que ele é truculento, interesseiro, etc.
    Os professores das universidades públicas deviam se concentrar em fazer o que sabem: greve.
    Me decepcionei com desnível do debate, esperava que ao menos num debate em rede nacional um professor de universidade pública conseguisse se abster de aspectos ideológicos, nem que fosse para não perder o debate, só empatar.

  79. silvio maciel

    -

    13/08/2012 às 1:47

    Quando o José de Alencar (lembram dele – o vice do Lula) fez uma cirurgia no Sirio Libanes e o CC (centro cirurgico) foi fechado para que curiosos? não vissem a tal cirurgia que era a última palavra em cirurgia de cancer já dava pra notar que o sistema de cotas é só para o que se chama de baixa classe media. Não há curiosos em CC o que há são estudantes e médicos querendo aprender!

  80. nena

    -

    13/08/2012 às 1:02

    Não existe nenhuma medida que possa ser tomada para barrar esta ignorância que grassa no governo petista? Ignorância que faz pose de sabedoria, passando por cima de qualquer lógica e de qualquer um, e que vai sendo aprimorada para o cada vez pior. Não existem leis de contenção, ou tribunais, instituições, que possam dar um basta nessa baderna? Temos uma população que foi amestrada pelo rancor petista por décadas e que hoje aí está, atuante. E os que estão sendo ideologizados agora, como se portarão no futuro próximo? A dignidade humana está sendo massacrada, a vergonha toma conta daqueles em quem resta um pouco de raciocínio e os valores vão sendo destruídos um a um. Já não há o ridículo e o grotesco, já não é cômica a canalhice, só resta a dizimação de um povo pelos absurdos que os apedeutas, pai e filha, impõem ao Brasil, simplesmente porque gostam disso e do que não tem nenhum conhecimento de causa.
    Recuperar tal perda levará décadas, por isso, a pergunta: não há freios para essa hecatombe?

  81. Rapel

    -

    13/08/2012 às 0:19

    Tio Rei,por favor investigue:Estão querendo desmobilizar o PARASAR,unidade de elite da FAB.Militares altamente treinados,nos EE.UU.,Colombia estão sendo retirados da unidade.Tem mêdo desta unidade altamente qualificada.Desde o epísodio Burnier,o ódio não arrefeceu.Vamos puxar o fio da meada Tio Rei.Eles tem mêdo e “melancias” estão querendo imobilizar,guerreiros altamente qualificados.Estão com mêdo.Veja o que está acontecendo em Campo Grande.Grato

  82. UNK

    -

    13/08/2012 às 0:00

    Reinaldo e amigos,
    >>>>>>>>>>>>>>>>> A VEJA AMANCEBOU-SE?<<<<<<<<<<<<
    será que a nossa VEJA entrou para a ESGOTOSFERA JEG- BESTA DO JORNALISMO!!!
    A CAPA BAJULATIVA DA SUPER INCOMPETENTE DILLMA não tem sentido, se não vejamos:
    o país está sem comando, greve de policiais federais, policiais rodoviários, professores das universidades federais, PREJUÍZO DA PETROBRÁS onde ela indicou aquela fera da Graça, DESINDUSTRIALIZAÇÃO ACELERADA DO Brasil causada pelos 10 anos de Lulla-PT-dillma como gerentona do Lulla!!, as mentiras della e da eleição fajuta, a conivência com o Mensalão (se o Lulla sabia e ella era a gerentona do Lulla , ella não só sabia como se beneficiou da falha incrível das oposições ao não pedir o impeachment do Lulla e da sua gerentona incompetente Dillma!,….ME AJUDA AÍ! Ô!!
    Esta incompetente que nomeou sete ministros , não foi um nem dois , foram sete ministros demitidos, um horror,
    mantem o Mantega, o Mercadante que conseguiu ser mais incompetente que o Haddad, o PIMENTEL, a Dillma afinou com os militares ao voltar atrás com as penalidades indevidas, e agora esta cota de 50% (menos no ITA é claro, e também não bota as patas nas estaduais de São Paulo).ORA, ora, ora, que madame INCOMPETENTE!!
    Sem falar no fiasco dos esportes e das olimpíadas ao lotear a área do esporte para o PC do B o partido que faz o trabalho sujo para os PETISTAs que saíram do sindicato e foram se infiltrar e impregnar na máquina do estado…………….DEU NO QUE DEU!!!
    ========================================================.ORA , ORA ORA, O QUE O EDITOR DA VEJA ESTAVA TOMANDO QUANDO AUTORIZOU A CAPA DA SUPER DILLMA!?
    É UM ESCÂNDALO….OU A VEJA ESTÁ EM DÍVIDA COM O FISCO?
    Entendo que quem determina a capa é o departamento de marketing, "ah, o mensalão já encheu o saco do leitor, etc etc" , mas daí bajular a DILMA!! ME AJUDA AÍ..ô!!
    coloca o LUlla na capa , e os advogados do mensalão falando que o Lulla sabia de tudo. SEGUNDA FEIRA AGORA É DIA 13 DE AGOSTO E O ADVOGADO DO ROBERTO JEFFERSON VAI FALAR A SUPREMA CORTE DO BRASIL PARA INCLUIR O LULLA COMO RÉU…..que azar hein Lulla, dia 13 PT 13 e voce vai para réu…..VEJA, VEJA ISTO!
    ========================================================
    …fora LULLA, FORA PT, ..FORA DILL-MÁ..IMPEACHMENT JÁ!
    ========================================================

  83. O Fim do Muro de Berlim

    -

    12/08/2012 às 23:02

    Eduardo das 22:59h, no post que coloquei as 18:13h não é mencionado golpe, nem contragolpe e menos ainda algo assemelhado, só falei que a única linguagem que a esquerda entende é aquela que os militares utilizaram com ela em 64,certo?

  84. ivaldo

    -

    12/08/2012 às 23:02

    Não meu caro REinaldo, a Dilma e o Mercadante não estão sendo covardes , eles estão sendo coerentes com aquilo que querem para o país , ou seja : um padrão Lula de qualidade, gente sem um menor preparo para nada , como no caso dele , chega aos mais altos cargos publicos! É A ignorãncia audaciosa !

  85. Incisiva

    -

    12/08/2012 às 22:50

    Nuncaantesnestepaís… é de estarrecer!!!
    E os esmoleiros, cada vez mais amortecidos, elegem a VIGARICE!!!
    Não tenho cabresto e meu voto não vai para o lixo petralha!
    Mas, vejam que notícia: estava, eu, em Barra Mansa, neste sábado, e a campanha da Inês Pandeló, de massa mal feita, estava acompanhada de Lindberg Faria, “O Pilantra”. Fecharam um salão de uma churrascaria para comemorações. A um dado momento, um rapaz diz para Lindberg, vai começar a gravação de depoimentos. Aí, o asno passa correndo por mim, e diz ao rapaz: “o que co falo?”
    Aí, tremi até os pés e gritei: isso é um SENADOR da República! É de chorar, gente!

  86. Decepção com o ensino

    -

    12/08/2012 às 22:39

    Li uma matéria no guia do estudante alguns anos atrás que a proporção entre engenheiros e técnicos na Alemanha era, digamos (não me lembro detalhes), várias vezes o número de técnicos para cada engenheiro e no Brasil era quase o inverso. Infelizmente esta tentativa de universalizar o ensino superior atualmente parece ser uma iniciativa global, uma iniciativa ruim no meu ponto de vista.
    Bem, naquela época já conheci mestre e doutores desempregados, pois é, isto existe. É logico que existem estatísticas provando que quanto maior o número de anos de estudo de uma população maior sua renda e, obviamente, acredito nisto.
    Mas há considerações a fazer, sei por experiencia própria que diploma sem experiencia prática não serve para muita coisa. E diploma que não signifique sequer ensino de boa qualidade serve para menos ainda. Na Europa já há rumores que tem muito diplomado e doutor desempregado.
    Acho que se o Brasil mantivesse apenas as 10 melhores universidades e investisse o resto em educação fundamental e ensino médio, nós já teríamos ganhado algum Nobel e seríamos destaque em várias áreas tecnológicas e aí sim experimentaríamos um efeito Schumpeter na nossa economia.
    O universitário deveria estar na universidade devido a grandes expectativas advindas em função da sua formação acadêmica. Em virtude disto se esforçaria para aprender e assumir grandes responsabilidades, compatíveis com as suas expetativas de retorno profissional. Mas o que se vê hoje em dia é que o diploma superior se tornou apenas um critério de corte do tipo nivelamento por baixo, ou seja, para uma vaga mediana surgem 200 ou 300 candidatos, 80% tem diploma superior (mesmo que mais de 30% deles tenha deficiência de alfabetização) e portanto os 20% que não tem estão fora.
    Alguém acha que um estudante de nível superior vai se esforçar e estudar de maneira compatível com as exigências profissionais de alguns cursos para depois cair numa peneira ridícula como esta? Pior, para muitas vagas hoje se está exigindo nível superior apenas porque há disponibilidade no mercado, não que seja uma necessidade do cargo, prova disto é que há algum tempo poucos formandos conseguiam trabalhar na sua área de formação, não sei como está isso atualmente, mas não creio que tenha mudado muito, visto que o Brasil sozinho forma por ano mais advogados do que o mundo inteiro.
    Não estou dizendo que o estudante não deva se esforçar, pelo contrário acho que deve se esforçar mais do que antes, mas no mundo real todo mundo sabe que não é isto que acontece numa situação dessas, nunca antes neste país o lema “os professores fazem de conta que ensinam e os alunos fazem de conta que aprendem” vai ser tão contundentemente a face da realidade.
    Digo por experiencia própria: este modelo de ensino superior brasileiro “frustra” o aluno logo no começo do curso, daí as nossos grandes índices de evasão das faculdades, o objetivo do curso para o aluno passa a ser simplesmente obter um papel chamado “diproma”. Daqui uns dias vão pedir diploma universitário para o cidadão trabalhar em cargos que 30 anos atrás não se pedia alfabetização. E já está provado que esta vaga, assim como antigamente, poderá vir a ser ocupada por um semianalfabeto, só que diplomado.

  87. Hugo Stiglitz

    -

    12/08/2012 às 22:37

    Início de semestre na escola de engenharia. O aluno iniciante, ao final da aula, se dirige a mim e pede ajuda.
    Diz que não entendeu nada das demonstrações básicas envolvendo conhecimento de física do colegial. O conteúdo da primeira aula era bem simples e não foi problema para os demais alunos. Eis a realidade do aluno “ad hoc” ou cotista.

  88. Alcilene Monteiro

    -

    12/08/2012 às 22:29

    Caro Reinaldo
    Parabenizo pela matéria. As IFES deveriam parar contra essa maldita lei. Sou Professora de uma IFES e da área de Engenharia e abomino cotas. Meritrocacia deve prevalecer sobre qualquer tipo de cor, renda, etc. Estudei em escolas publicas, quando eram boas, necessitamos melhorar o ensino básico e fundamental e não gerar mais discriminação. Porque na minha visão isso é sim discriminar.
    Você escreveu o que comento sobre esse assunto sempre. Estamos pagando caro com os cotista na área de engenharia, imagine medicina. Devemos dizer aos políticos que um diploma não se ganha, conquista-se.
    Um abraço
    Alcilene Monteiro – Florianópolis

  89. NScabofrio

    -

    12/08/2012 às 22:10

    da tal “patuscada”, deveriam, ter sido extensivo, tbm, as: acadêmias de formação de ofíciais da: aeronáutica, exército, PM e bombeiros; colégios: naval e militar e escolas técnicas federais.

  90. NAUSEADA

    -

    12/08/2012 às 22:07

    POIS É…O R7 ENCERROU COM CHAVE DE OURO:
    DISSE QUE NÓS TEMOS TANTA CULTURA…TANTA… QUE SERIA IMPOSSÍVEL DESFILAR TUDO EM TÃO POUCO TEMPO.
    TEVE CAPOEIRA,MULATAS,ÍNDIOS,ETC…MAS FALTOU SACI PERERÊ E A “PEQUENA NOTÁVEL” DAS BANANAS NA PASSARELA DO MINI CARNAVAL LONDRINO.OU ESTARIA SE REFERINDO AOS BLOCOS DA CULTURA DA MALANDRAGEM NO STF…PUXADOS PELO ZECA HABITÁCULO DO CAPETA + BUFÃO APEDEUTA E SEUS ASSECLAS?

  91. Tereza

    -

    12/08/2012 às 21:44

    Rei, cadê você??
    Você sempre avisa, por isso a gente fica preocupada quando você passa um dia inteiro sem postar…

  92. Beto gaúcho

    -

    12/08/2012 às 21:24

    Reinaldo, Dias Tófoli ofende o blogueiro Noblat, dizendo palavras de baixo calão. Não aceitou as críticas de que não deveria julgar o mensalão?
    Esse acontecimento mostra nível de destempero desse ministro, abaixo da dignidade do cargo.

  93. Ivã Reis

    -

    12/08/2012 às 21:16

    O Breno Neiva (11/08/2012 às 23:58) é um analfabeto funcional. Não entendeu o que você escreveu e acha que o seu objetivo é destruir o ITA.

    Talvez merecesse uma dose de REINALDOX para deixar de escrever besteiras.

    Reinaldox na cascuda!

  94. Ivã Reis

    -

    12/08/2012 às 21:09

    Desconfio que você resolveu aproveitar os dia com suas filhas.

    Feliz Dia dos Pais.

    Que Deus sempre lhe acompanhe.

  95. vinicios

    -

    12/08/2012 às 20:57

    ola,tambem poderia fazer igual ao jornalista paulo santana. no meu caso pedir para não ser mais comentarista..;afinal eu errei quando escrevi sobre o crescimento do país o [ipeia]anunciou que o crescimento ficara em 1,6%.com isso errei escrevi que seria um por cento.mas sigo e tomara que não consigam fazer valer uma lei que não tera serventia,isto valendo para uma classe que não tem muito a dar,no qual quando vai sendo medida por institutos,ela tropeça, no quais o brasil é campeão em gastos inúteis.medalha de lata aos manos que não ob conhecimento das materias. no que ficara é o creú mesmo e o gosto D posar nas fotos com as branquelas.creú,credoooo!

  96. Brasilsempre

    -

    12/08/2012 às 20:56

    A esquerda é burra, mas está dominando o mundo. Ou alguém acredita que Obama sairá em defesa das instituições democráticas? A Democracia tem os dias contados dentro da nova ordem mundial, e talvez, devido a isto mesmo, o caos já tenha se instalado. Aqui, pelo Brasil, os petralhas são apenas agentes do desmanche, extremamente eficazes, por sinal.

  97. Alexandre

    -

    12/08/2012 às 20:55

    E o fim do mérito. Eo fim do crescimento intelectual. Vamos premiar a incompetência. Tamo f… neste pais.

  98. xLuiz

    -

    12/08/2012 às 20:44

    Mestre Rei
    Tudo em exagero faz mal. É o caso da reserva de cota no percentual de 50%. Todos concordamos que é um absurdo, claro. A presidente Dilma Rousseff, mostrará a nação que tem e usará o bom senso(esperamos?), basta adotar o percentual da UNB, que é de 10%. Pronto, atende a todos e salva o programa do exagero populista, pois da forma que está trará prejuízos e não benefícios. Lembremos, o programa da UNB completará 10 anos, mostrando excelentes resultados. Portando, basta copiá-lo com as devidas melhorias e pronto, todos ganham. Se a roda existe, não precisa criá-la, basta copiá-la.

  99. Brasileiro Lúcido

    -

    12/08/2012 às 20:21

    Pelo andar da carruagem, considerando a generalização do caos programado pelo “governo”, o futuro do Brasil passará necessariamente pela gradual instituição do Estado marxista. O melhor é ir aprendendo o hino da internacional socialista….

  100. MarceloBP

    -

    12/08/2012 às 20:12

    Reinaldo, depois se você puder dá uma lida e comenta a entrevista que o professor Celso Antonio Bandeira de Mello concedeu ao site Consultor Jurídico. Fala do mensalão, governos Lula e FHC, dentre outrs coisas. Fiquei estupefato. Não imaginava que um medalhão do direito come ele pudesse ter uma mentalidade tão arcaica. Abraço.
    http://www.conjur.com.br/2012-ago-12/entrevista-celso-antonio-bandeira-mello-advogado-constitucionalista

  101. Sonia

    -

    12/08/2012 às 19:39

    COVARDES! Essa eh a palavra certa para esse bando de medíocres que não se vexa em manipular o futuro da educação, portanto, do pais, em seu proveito.
    COVARDES!

  102. haddad, o BONECÃO do KIT GAY

    -

    12/08/2012 às 19:29

    … Tem cota para petistas ???????????

  103. Luiz Fernando

    -

    12/08/2012 às 19:19

    para Roubozinho petralha das 12:33

    O nome é “JÁBURLAMOS”

  104. TheAdmiral

    -

    12/08/2012 às 19:07

    Hipocrisia pouca é bobagem. E falando nisso, você poderia comentar essa notícia: Líder do Hamas, que pede a destruição de Israel dia sim e outro também, manda seu parente passar por cirurgia delicada em… Israel. http://www.foxnews.com/world/2012/08/12/hamas-leader-kin-gets-israeli-medical-aid-even-as-terror-group-blasts-jewish/?intcmp=trending

  105. alberto santo andre

    -

    12/08/2012 às 19:03

    praticamente toda oposicao foi contra ,porem em jogo de cartas marcadas, como e hoje o congresso nacional,e isto esta no mesmo indice de escolaridade do brasileiro segundo a onu, ou seja, como nao podia deixar de ser, o governo tem os mesmos setenta e quatro por cento de senadores e deputados em sua base, ou o mesmo numero de analfabetos plenos e fucionais existentes no brasil, hoje ,sendo que aa maior capacidade intelectual, nao e fator multiplicador em votos no congresso,o rolo compressor da mediocridade intelectual do povo brasileiro, traduzida em votos que elegem seus espelhos ,nao dao margem para que saiam leis que realmente vicejem a favor dos reais trabalhadores ,que hoje arcam com uma das maquinas mais corruptas no mundo atual que e o governo federal brasileiro.

  106. Rinaldo

    -

    12/08/2012 às 17:59

    Governo federal abandona programa de combate ao tráfico usando aviões-robôs. Equipamentos de projeto no qual já foram gastos R$ 73 milhões estão parados em hangar.

  107. Raissa pedra

    -

    12/08/2012 às 17:35

    Reinaldo.
    É de se chocar os termos usados pelo Ministro Toffoli, se referindo a Noblat que os escutou a viva-voz, conforme consta do seu Blog, TOFFOLI ATACA NOBLAT COM PALAVRAS.
    Palavreado de baixo calão, que não é aceitável para um marginal fora do seu ambiente, quanto mais para um Ministro do Supremo, numa reunião social. O TSF não pode deixar passar em branco, pois mostra a pascionalidade desse julgador, que não sabe controlar sua raiva.
    É no que dá, uma pessoa galgar um posto para o qual não esta qualificado, de vez que foi reprovado por duas vezes para Juiz de Primeira Instância e hoje se encontra no ápíce da carreira pelos serviços prestados ao PT, e/ou critério pessoal do “Dr Honoris Causa”, que só fez o nível fundamental.
    Presume-se que quando estudou não existia o “sistema de quotas”, e o comportamento do profissional,(ao não saber aceitar críticas), já mostra as consequências pela não obediência da exigência legal de “notável saber e reputação ilibada”, dá para avaliar o que será o Brasil
    futuro onde a capacidade é o que menos importa.

  108. Paulo

    -

    12/08/2012 às 17:25

    Reinaldo, tudo bom? Cadê você? Torço por ti e admiro teu trabalho. Quando sumir, avise antes (sem necessariamente justificar-se).

  109. Ana

    -

    12/08/2012 às 17:10

    Cadê você hoje, Reinaldo?

  110. Escola sem Partido

    -

    12/08/2012 às 17:07

    Reinaldo,

    Não deixe de ler o editorial da Gazeta do Povo de hoje (domingo): Por um Enem sem ideologia. http://goo.gl/rBZFU

  111. DIROFF

    -

    12/08/2012 às 17:02

    Bem comentado pelo Marcus Meyer (8:36). E totalmente apoiado o comentário do Nepomuceno (8:11). Sou oriundo de Escola Militar, e não consigo vislumbrar o caos a se estabelecer por lá. Alias, consigo sim. Oficiais afundando navios, bombardeando alvos errados e aviões caindo sozinhos. Triste fim para uma NAÇÃO.

  112. Anonimo Veneziano

    -

    12/08/2012 às 16:37

    Não pode. Se é lei é para todas as universidades federais: ITA, IME, Escola Naval, tudo. O PT fez a m3rd@, agora a coma.

  113. Razumikhin

    -

    12/08/2012 às 16:32

    O PT trabalha para destruir o Brasil!

  114. Anonimo Veneziano

    -

    12/08/2012 às 16:30

    Ao Ribeiro – 12/08/2012 às 8:40
    “Toda a indignação já foi colocada. Correto! Mas, a tal Lei foi aprovada no Congresso Nacional. Onde está a oposição que ficou caladinha e deixou o assunto passar fazendo de contas que não tem nada a ver com a questão?”

    E por acaso o amigo não sabe? Não o informaram não?

  115. Claudio Gorri

    -

    12/08/2012 às 16:22

    Sou só eu ou mais alguém também percebeu que o primeiro efeito prático dessa lei será o aumento da violência contra o professor de escola pública, que agora passa a ser responsável último e direto pela entrada de seus alunos na universidade pública? Alunos violentos ganharam do governo um ótimo atalho para a universidade. É só tirar nota boa! “Aê fessor, revisa essa nota pra nóis aê. Tá certo isso não, tá ligado? Aê, meu, isso vai dá treta…”

  116. "pardalzinho mimoso"

    -

    12/08/2012 às 16:01

    Eis o relato que um mimoso pardalzinho fez a mim , após ter ouvido a conversa entre dois ‘expoentes’ de seus respectivos poderes ,quando -por acaso- pousou suas finihas perninhas no peitoril de uma indiscreta janela:
    “_Seu Milico, tenho uns coitadu de uns excluídu,o sr. sabi…iscola pública no Brasil…pobreza,miséria… racismu,abandonu desdi 500 anus atrais…essas coisa de desdi sempri…(arguns nem cumpretaram us anu dus curso,mas vá lá,a genti manda preenchê uns papé i ta tudo certu …)Será que u Sr. num abri mão dumas vaga no Ita pra elis ??!! Sabi cumé:’Mãe, tô nu Ita !!’ ‘-Ita do norte,meu fio ?’ ‘-Num é o barcão,não,mainhê…é aquela famosa de uma iscola militá…’
    Pois bem ,eis a resposta de sr. Milico :
    -”Na -ni-na – NÃO !! Aqui não Geralda ! Cês tão pensando o quê?? Que somos a casa da sogra? Aqui ninguém vem fazer cortesia com chapéu alheio . Nós criamos a excelência, nós somos responsáveis pela segurança de nossos trabalhos,nós não deixaremos que suas malucas ideologias nos contaminem ! E reajam , se puderem !!”

  117. m

    -

    12/08/2012 às 15:44

    Os MELÂNCIAS foram os primeiros a serem dominados.
    Estes feudinhos aplicados não significam nada.
    Este exército, desequipado e desarmado, não é páreo nem para o do Chile.
    A Marinha, com seu reator e centrífugas que nunca funcionaram, com seus novos submarinos franceses, caríssimos e ineficientes, só se dedicam a não borrar os uniformezinhos externos brancos.
    E a Aeronáutica, sem caças, à espera do Godot francês, também caríssimo e ainda mais ineficiente, só consegue voar em céu de brigadeiros aqui, neste país do futuro, com suas carcaças voadoras, comprados pela azul americana. Sim, porque todo avanço que conseguiram, sem dúvida importante, não passa da fabricação de carcaças. Tudo o mais, ainda muito mais altamente tecnológico, é importado.
    Não se produz nada de nobre neste país.
    Nem homens, tampouco mulheres, ao menos em escala significativa.
    Entre os milicos, farta produção de MELÂNCIAS, boa parte enrustida, muitos no armário, outros, nos comandos, já entregando plácidamente o país.
    2012 … …
    Sds.,
    m

  118. Ziegler

    -

    12/08/2012 às 15:41

    http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,desempenho-de-cotistas-fica-acima-da-media,582324,0.htm Pequeno dado que precisa ser lembrado: os alunos cotista têm desempenho acadêmico superior aos não cotistas. Esse argumento que as cotas diminuirão o nível dos profissionais formados não condiz com a realidade. Particularmente, tenho dúvidas sobre a adoção das cotas, mas entendo que alguns argumentos contrários a elas estão sendo erroneamente abordados pela mídia.

  119. Marcio A.

    -

    12/08/2012 às 15:40

    Reinaldo, confira o editorial que a Gazeta do Povo, de Curitiba, publicou hoje sobre o Enem: http://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/conteudo.phtml?tl=1&id=1285586&tit=Por-um-Enem-sem-ideologia

  120. Tião bento,Rj

    -

    12/08/2012 às 15:15

    Coisa pouca. O mundo desaba em Hiroshima, um velhinho com um cordão na mão, murmura que só acionou uma descarga. Tá tudo correto. Coisa de quem não tem o que fazer é que criticam bondades. Quem tem coragem de tomar uma dose NaCl?. Ora bolas ,pão com bromato de potássio? impensável. Nada existe quando você não quer. Colunistas e jornalistas que ganham muito bem, não nos deixam mentir. Sério, até isso está nos está sendo subtraído. Que coisa. Dilma é a mulher mais bonita do mundo. Pronto. vou ver se durmo.

  121. Observadordepirata

    -

    12/08/2012 às 14:55

    errata – SAIR

  122. Observadordepirata

    -

    12/08/2012 às 14:54

    off topic
    Pede pra sai ministro!
    Dias Tóffoli, ministro do STF, me agride com palavrões e baixaria
    Noblat

    http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2012/08/11/dias-toffoli-ministro-do-stf-me-agride-com-palavroes-baixarias-459803.asp#.UCe2iIFdHPE.facebook

  123. ESBOFETEADOR

    -

    12/08/2012 às 14:39

    QUE VERGONHA! HA’ MUITOS ANOS VENHO ALIMENTANDO NA MINHA CABEÇA A CONVICÇAO DE QUE NÅO HA’ CHANCE DAS COISAS MELHORAREM NO BRASIL. A DELINQUENCIA DE GENTE INCOMPETENTE E’ TAMANHA QUE NAO HA’ COMO ESTE PAÍS IR PRA FRENTE COM ESSA GENTE NO PODER. VÅO CRIAR UMA RESERVA DE MERCADO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS PARA GENTE INCAPACITADA PARA SE FORMAR POR ABSOLUTA FALTA DE EDUCAÇAO DE BASE E AQUILO QUE AS GRANDES EMPRESAS JA’ ENFRENTAM HOJE, DEPOIS DE 10 ANOS DE PT NO GOVERNO FEDERAL, SIMPLESMENTE VAI SAIR TOTALMENTE DO CONTROLE E COM ISSO NÅO HA’ COMO FICAR OTIMISTA COM UM PAÍS DESTE. ESTAO JOGANDO AQUILO QUE HA’ DE MAIS SAGRADO NUMA SOCIEDADE QUE E’ O DIREITO DE TER BOA EDUCAÇAO NA VALA DA INCOMPETENCIA TOTAL. ENQUANTO ISSO OS CHINESES E ASIATICOS EM GERAL MANDAM UMA PARCELA GRANDE DOS SEUS JOVENS ESTUDAR NOS EUA, AUSTRALIA, INGLATERRA E VÅO SIMPLESMENTE DOMINAR A TECNOLOGIA NO MUNDO E NÓS AQUI VAMOS CHORAR O LEITE DERRAMADO POR 10 ANOS DE GOVERNO DE GENTE DELINQUENTE, INESCRUPULOSA GERINDO OS RUMOS DESTA NAÇAO O QUE NOS LEVARA’ A UMA VENEZUELA DE MAIORES PROPORÇOES.

  124. IbN

    -

    12/08/2012 às 14:00

    Caro Sr. Reinaldo,
    uma vez que não há outra forma de entrar em contato, utilizo os comentários para sugerir que o Sr. exponha a participação do Brasil nas Olimpíadas de Londres 2012, quanto custou cada medalha que nossos atletas ganharam, quatro anos de investimento, mais viagens e etc, valeu a pena?

  125. Andre

    -

    12/08/2012 às 13:56

    O FIASCO DAS OLIM-PIADAS DA DIÚMA PETRALLHA:
    —- ESTE É O BRAZIÚ PETRALLHA, TIRANIZADO, SAQUEADO, CORROMPIDO E AVACALLHADO POR UMA QUADRILLHA SATÂNICA CHAMADA PT: TORRAM 2 BILHÕES DE REAIS NAS OLIMPÍADAS DE LONDRES E TRAZEM 3 MEDALHINHAS CHINFRINS DE OURO, OCUPANDO O VERGONHOSO 23o LUGAR,,,,,,, FICO IMAGINANDO QUANTO DESTES 2 BILHÕES, NÃO FOI DESVIADO PARA OS “CUMPANHÊROS” PETRALLHAS INFILTRADOS EM TUDO, ATÉ NA CÚPULA DO ESPORTE BRASILEIRO,,,, TEMOS QUE APEAR ESTES CANALLHAS DO PODER…. JÁ NESTAS ELEIÇÕES…. BASTA DE DERROTAS E FRACASSOS,,, PT NUNCA MAIS!!

  126. Setembrino Aparecido de Jesus da Silva

    -

    12/08/2012 às 13:40

    Você está certo nessa questão, ainda mais que tocou num ponto importantíssimo que é a gratuidade das federais para todos, inclusive para os bem dotados financeiramente que sempre estudaram nas melhores e mais caras escolas particulares e, quando chegam à universidade, optam pela pública que é pra não precisar pagar, tomando assim vagas de quem está também razoavelmente preparado mas não pode pagar por um curso superior particular. Mas, por outro lado, é um certo exagero querer comparar os cursos de altíssima precisão do ITA e do IME com um curso de direito, por exemplo. Naqueles nenhum erro pode ser permitido, sob pena de ser fatal. Já um aluno que não foi tão bem assim em seu período escolar ou que teve uma preparação mais fraca em decorrência de ter frequentado uma escola mais fraquinha, com esforço pode vir a ser um bom advogado. E, mesmo se não vier a ser, ninguém estará com a sua segurança em risco por conta disso. O prejuízo, no máximo, será patrimonial.

  127. Blumenau.

    -

    12/08/2012 às 13:34

    Rei.
    Concordo 100% com você grande mestre.
    Mas dá nojo.
    Penso que quem passa no enen ,uns 85% vão empacotar pipoca.
    Temos em Blumenau a Furb,Faculdade Universitária Regional de Blumenau.Tem uns 40 anos,e sempre teve uma campanha para federalizção,hoje tem enquete no Jornal de Santa Catarina perguntando por que isso não acontece…
    Furb tem peso.Os imóveis nas imediações da Furb são os mais caros de Blumenau.Furb é ponto de referência e muita gente batalha para ser aluno ali.
    Embora tenha outras Faculdades Particulares novas e boas em Bl.,a Furb ainda é a mais qualifiquada.Já foi melhor.
    Fico imaginando… se a dillma quer bons engenheiros no ITA,o que ella pensa nos médicos,químicos,advogados,professores e outros milhares de profissionais que virão para atender a população?
    Depois do diploma terão de aprender a escrever o nome.
    Tudo meia boca,pelas beiradas.
    ella acha que todo brasileiro é petralha e empurra a vida com a barriga e os bolsos cheios do nosso dinheiro.
    Ridícula e ignorante ao quadrado.

  128. andorinha solitária

    -

    12/08/2012 às 12:55

    Agora, nas inscrições para o vestibular, teremos duas filas: a dos egressos das escolas particulares e a dos que estudaram em escolas públicas. Está institucionalizada a discriminação. Ignorância dos legisladores, ignorância dos defensores dos direitos humanos. Desrespeito à Constituição. Políticos de araque. Não sabem nem o que estão fazendo. Precisamos de critérios para aprovar candidaturas de políticos. Que tal exames psiquiátricos também?

  129. Marcelo Costa

    -

    12/08/2012 às 12:54

    Caro Reinaldo,
    A forma mais cretina, vergonhosa e irresponsável de se ausentar da responsabilidade de investir na educação publica de qualidade, é a que está fazendo mesmo. Com isto consegue massagear o ego das instituições de defesa da “minorias” e das “injustiçadas” pela história.

  130. Ex-esquerdista

    -

    12/08/2012 às 12:53

    Quando bem jovem, andei pelas ditas esquerdas, atraído pela cantilena da “justiça social”.
    Em pouco tempo, me dei conta de que se tratava de um bando de psicopatas, frustrados que queria assumir o poder pelo poder.
    Tudo para mandar nos outros e se vingar dos supostos “opressores”.
    Passei a ter asco da esquerdalha, porque eles não estavam interessados em justiça social coisa nenhuma. Queriam era “fuzilar a família do tzar” para simplesmente se vingarem do símbolo de suas invejas e pesadelos.
    Queriam era assumir lugar dos “opressores” e neutralizar o povo, a fim de não incidirem no mesmo “erro” que viabilizou a “queda da burguesia”.
    Queriam era se aboletar no poder eternamente,tudo sob a premissa de que o fim justifica os meios, mesmo quando os meios são o assassinato, o genocídio, a mentira, a morbidez!
    Gentalha podre de doente!
    Acorda Brasil!
    Impressionante como não “cai a ficha”!
    A Sociedade demonstra já estar anestesiada!
    Há uma espécie de “anencefalia” generalizada.
    Tirando Reinaldo Azevedo e muito poucos outros, parece que pensar é poder ou habilidade de alienígenas.
    Quando é que vão se dar conta de que “esculhambar” a sociedade e o Estado é item essencial da agenda esquerdopata? Isto é mais do que evidente! Mais do que evidente! Basta ir às fontes primárias dos programas, das atas de foros, dos pronunciamentos.
    Por quê e para quê?
    Para, instaurado o “anarquião”, a corja ter o motivo fático suficiente para “suprimir as liberdades” – tal como nos ditos “regimes de exceção -, agir livremente (das leis) e assumir sem resistência nenhuma o poder totalitário completo de modo definitivo (eterno), pondo em prática a implementação do Estado-marxista, segundo a concepção de sua doutrinária idiota.
    A sociedade já demonstra claramente estar desintegrada!
    O Estado está caminhando celeremente para isto.
    O fato de o STF estar a cabresto e a serviço dessa psicopatia totalitarista não é mera coinciência!
    Acordem!
    Tem que ser muito desligado para pensar que, de repente, um bando de incompetentes subiu do inferno por coincidência e foi guindada também por coincidência aos mais altos postos do País!
    A esquerdopatia não é incompentente como muitos pensam.
    Ao contrário, sua ação é pré-agendada. O PT é o único partido que segue seu programa partidário e o segue a risca, mediante itens pré-agendados “step by step”.
    Nessa “intentona”, existe uma parte formal, estratégica, menor, que consiste em “entrar no jogo”, ganhar eleições, fingir que governa, inviabilizar o governo de outros partidos, enquanto outra parte subreptícia e que obra na ilegalidade está trabalhando no desmonte do Estado e da Sociedade. E comandando as ações visíveis do formalismo legal.
    Por isto a ilicitude e imoralidade grassa solta nestes tempos!
    É o chamado “item da desconstrução”, considerado atualmente pré-requisito essencial à instalação e instauração do Estado-marxista e que visa não apenas assumir o poder, mas assumi-lo para a toda eternidade e condicionar a população a não resistir jamais, retirando-lhe toda capacidade de reação. Fulminados os valores de uma nação, torna-se presa fácil dos inescrupulosos!
    Acorda, Brasil!

  131. Carlinhos Lima

    -

    12/08/2012 às 12:39

    Aluno branco de escola privada tem nota 21% maior que negro da rede pública

    http://politicaeesport.blogspot.com.br/2012/08/aluno-branco-de-escola-privada-tem-nota.html

  132. Cris Azevedo

    -

    12/08/2012 às 12:39

    REI, REI! ESTOU EMOCIONADA!

    Vc leu no Estadão “Enem demonstra abismo entre alunos brancos e negros

    Recorte do ‘Estado’ mostra que brancos de escola privada têm nota maior que negros da rede pública”"

    Ai, é tão lido ver um jornal fazendo Justissaçosiau, rapaz! E ficando de 4 assim, com tanta vontade, né?

    O Estadão só faltou PROVAR por A+B que negros são ïnferiores”, não? Dar a entender, ele deu.

  133. esther correa

    -

    12/08/2012 às 12:35

    Tio
    Cadê você????????? Não estava sabendo que hj vc não apareceria. Que pena! Mas, segue abaixo o meu comentário.
    Como disse o Cláudio Abramo na Globo News o Congresso é “INÚTIL”, já que vive para servir o Executivo e fazer Leis sem a menor serventia, como por ex. “o dia do Sací Pererê proposto pelo “incrível” Aldo Rebelo, o dia do Boné, esta no RJ e por aí vai. Jamais vi um Congresso tão irrelevante e Governo tb.
    Fala aí, tio, qual a moral e relevância que tem a oposição para se eleger nos dias de hj, já que nada faz e a nada se opõe, deixando essa barbaridade, temerária mesmo Lei de cotas ser aprovada no Congresso? Até eu que sempre votei no PSDB estou jogando a toalha. Cadê o Álvaro Dias, o Aécio, o Aloízio Nunes e Cia Ltda que nada fazem? Isto falando só da “pseudo” oposição que está no Congresso deixando estas barbaridades acontecerem. Ai, ai, cansei!

  134. Anhangüera®

    -

    12/08/2012 às 12:31

    Pensando bem…
    Por que não adotamos também o sistema de cotas para o idolatrado FUTEBOL? Esse negócio de escolher jogadores para os times por sua habilidade já era. Vamos preencher plantel do Corinthias, do Flamengo e da Seleção usando cotas raciais, só estudantes que tiveram boas notas no Enem e cumpanhêros petralhas. Né não?
    Repetindo a pergunta: NÉ NÃO?

  135. ROUBÔZINHO PETRALHA

    -

    12/08/2012 às 12:23

    é off topic , mas necessário :

    Noticia quente e importante > A Globo está fazendo uma campanha para dar nome á bola da copa de 2014. Os “genius” da globo escolheram 3 nomes terrivelmente ridiculos que eu me recuso e citar.
    Portanto a partir de hoje todo internauta está convocado a detonar os nomes que a globo quer colocar na bola.
    DIGAM NÃO AOS NOMES DA GLOBO.
    Eu particularmente prefiro a homenagem que querem fazer ao osMar santos e batizar a bola de “Gorduchinha” .É um ome ruim , mas MUITO MELHOR DO OS 3 DA TV GLOBO.

    Aglobo está com crise de criatividade .CHAMEM O BONI !

  136. Laerte

    -

    12/08/2012 às 12:11

    Fico pensando nesses entendimentos de que as cotas vão acabar com a competência profissional no Brasil. Me parece que cotas já fazem parte da história deste país, quem sabe desde as capitanias hereditárias ou mesmo de uma especie de seleção eugenista para a imigração, etc… Então cotas, sim, mas não pra todo mundo, não é? E o resto é retórica, e esse povo é bom nisso uma enormidade.

  137. vicente.alonso

    -

    12/08/2012 às 11:50

    Os Engenheiros elitistas do ITA deram base para o desenvolvimento da aviação regional no Brasil. Essa por sua vez está permitindo que todo mundo vá de SPaulo a Fortaleza em 3 horas pagando um terço da passagem de ônibus que demora 60 horas.

  138. Anhangüera®

    -

    12/08/2012 às 11:42

    Tio Rei, discordo da construção de uma assertiva sua: “…infelizmente, há mais candidatos que vagas…”.
    “INFELIZMENTE”, por que? A existência de muito mais candidatos que o número de vagas é que garante que na instituição entram os melhores. E se não superarem um limite mínimo de conhecimento e de capacidade de raciocinar, não preencherão todas as vagas. Portanto, FELIZMENTE existem mais candidatos que vagas. Os cursos com mais vagas que candidatos são plenos de incompetência e de falta de senso crítico.
    A tensão emocional do concurso vestibular, a necessidade de superar os concorrentes e a sí mesmo fazem a diferença para muita gente. O parto do saber – como todo parto – normalmente causa alguma dor. Faz parte do processo.

  139. Rodrigo Carvalho

    -

    12/08/2012 às 11:32

    Concordo, com praticamente tudo que está neste texto, sou aluno do 1º ano do ensino médio de uma escola pública de MG, a situação é ruim, até diria péssima, professores descompromissados, colegas que ñ querem nada com a vida, e só atrapalham os outros no estudo, além da má estrutura das escolas, como laboratório de biologia e etc. Acho que devido ao governo saber q a escola pública é um lixo eles ficaram com remorso, de ver o pobre se foder todo ano por que não teve condições de ensino tão boas quanto a de um aluno de uma escola particular. Mas o governo está errado, estão dando um salário a que não quis trabalhar e o que ralou o mês todo recebe a mesma coisa, o jeito correto de fazer o pobre entrar em escolas federais é investir nas escolas de públicas estaduais e municipais, pois assim todos teriam um ensino bom e não precisariam ser empurrados. Eu não sei porque a escola é de responsabilidade de um estado, seja ele municipio, ou do governo federal, mas a escola deveria ser um conjunto, governo federal, estadual e municipal juntos investindo nos estudos dos jovens antes deles tentarem entrar na faculdade, para não precisar empurrar depois.

  140. Ana Eliza

    -

    12/08/2012 às 11:31

    Os poderosos que aprovaram essa lei esdrúxula estão pouco se importando com o nível dos futuros profissionais. Quando eles precisarem de médicos, continuarão recorrendo ao Circo Libanês. A nós, pobres seres inferiores e obedientes, restará recorrermos aos médicos que dirão frases do tipo: “nós pega os peixe.”

  141. Luiz Fernando

    -

    12/08/2012 às 11:27

    Olimpíadas são a clara demonstração de competência.Por isso vamos tal mal.Se o sistema de cotas, for transferido para atletas, no Rio pioraremos, para alegria dos imbecis e idiotas que pregam a tal “igualdade social”

  142. Nostradamus

    -

    12/08/2012 às 11:13

    Por falar em quotas uma revista semanal sem leitores cujo nome eu prefiro não citar esgotou numa reportagem de capa sua quota de injustiças contra o corretíssimo Jornalista Policarpo Junior.
    .
    Impressionante a falta de solidariedade entre os senhores jornalistas expondo e demonizando as relações dos seus colegas com as fontes.
    .
    Nós, os leitores deste blog, precisamos hipotecar nossa solidariedade ao dedicado Policarpo Junior que não deve se preocupar com essas injustiças. Os cinco milhões de leitores da Veja confiam, acreditam e colocam a mão no fogo pelo Policarpo. O resto é espuma e inveja.

  143. gerson pinna

    -

    12/08/2012 às 11:11

    Ilmo Sr Rei,
    Tive a chance, oportunidade (?), prazer de ser amigo de três egressos-ôps- do ITA. Dos dois que restaram num digo nada, sei que estão vivos e bem, há controvérsias sobre o entorno.
    Já o finado, Haroldo Barradas, conseguiu ser expulso do ITA,anos 70, indagado, por mim, anos depois ele só disse : “eles eram muito certinhos”. Ele e os egressos e/ou aspirantes a ingressar não são birutas (de aeroporto), malucos (beleza) et caterva, normais eles não são – tem lá suas idiossincrasias- mas são cintilantes (ai, ui epa, não é bem assim}

  144. jose mauricio lage libanio

    -

    12/08/2012 às 11:02

    Essa questão de cotas é politicagem… Esse argumento de que os nossos políticos estão promovendo a justiça social é pura demagogia! Qualquer pessoa com mínimo de discernimento entende que o problema está na qualidade do ensino público médio e fundamental. Parabéns pelo excelente artigo postado por Reinaldo Azevedo.

  145. lgn

    -

    12/08/2012 às 10:39

    Seria cômico se não fosse trágico, mas todas as pretensões que alimentam a esquerda levam à destruir valores. Onde quer que esse sonho, ou utopia, tenta se fazer concreto, vira desespero.

  146. Wagner Patriota

    -

    12/08/2012 às 10:36

    AIRTON SENNA GANHOU DE LAVADA NO CONCURSO MAIOR BRASILEIRO DE TODOS OS TEMPOS CONTRA O “EX QUE SE ACHAVA UM DEUS<O TAL LULLA CORRUPTO DA SILVA"…DÁ-LHE SENNA,O MAIOR BRASILEIRO DA HISTÓRIA!!!

  147. David

    -

    12/08/2012 às 10:16

    Caro Rei,

    Onde estão os líderes militares?
    Um silêncio profundo de quem não quer, ou tem medo de se pronunciar.
    Onde está o Comando na verdadeira acepção?
    Estamos falidos.

  148. advogado feliz

    -

    12/08/2012 às 10:10

    VAi ser uma enxurrada de ações na justiça garantindo que alunos cotistas sejam diplomados. Vão alegar que a LEI concedeu o benefício e a universidade é obrigada a aprová-los…o nível vai cair e o nome das universidades públicas maculado, inclusive no exterior. É tudo que o PT quer, se já não bastasse um presidente apedeuta e mensaleiro.

  149. Mauro Moreira

    -

    12/08/2012 às 10:04

    É injusto! Pagamos escola de qualidade para nosso neto. Mensalidade equiparada a uma faculdade. Mais transporte, mais material escolar, mais uniforme, mais eventuais despesas que sempre aparecem. A coisa vai longe. Não somos ricos e tamouco da alta classe média. É um sacrifício muito grande pagar a escola e o convênio médico do nosso tesouro, que está com 10 anos de idade. A grana é coontadinha. Mas está valendo muito a pena, ele é estudioso, inteligente, com notas excelentes. Sempre que tem uma atividade extracurricular na escola, ele quer participar. Aí nos temos que buscá-lo pelo menos uma vez por semana, pois aí a “van” não pode esperá-lo. É um bom menino, muito educado, uma criança normal, de boa índole, que não gosta de violência. Até o momento, o sacrifício está valendo muito a pena. Esperamos que ele possa mesmo um dia, por seus próprios meritos, ingressar em uma universidade de qualidade. Seria injusto ele não entrar em uma universidade apenas por ser branco e não estudar em uma escola pública, assim como seria ijusto ele entrar em uma universidade pelo sistema de cotas, pois embora sendo branco como a neve , tem traços de anemia falciforme, anomalia das células de origem hereditária que segundo informações, só acontece em pessoas de cor negra. Acontece que pelo lado materno, o avô era pardo e a bisavó negra. A avó materna, minha sogra, era branca de olhos verdes, daí minha esposa ser branquinha de olhos castanho-esverdeados. Minha filha, mãe de meu neto é branca como a neve. Ando meio preocupado, tenho agora uma netinha de um ano três meses, linda (sou vovô coruja, não nego)e não será possível fazer por ela o que fazemos pelo garoto. Primeiro porque pelo problema financeiro, depois, porque não sei se estaremos aqui até lá. A minha esperança é que o garoto, se bem formado e com uma carreira bem estruturada, aquela que ele escolher, possa um dia ajudar os pais a cuidarem da formação da irmã.

  150. Luiz Andrade

    -

    12/08/2012 às 9:43

    Algum defensor desta política insana seria capaz de explicar por que um deles terá todas as benesses e o outro encontrará praticamente fechadas as portas da universidade?

    http://extra.globo.com/noticias/rio/zona-oeste/pai-de-gemeos-um-negro-outro-branco-diverte-se-com-historias-curiosas-dos-filhos-5761820.html

  151. Marcello Castellani

    -

    12/08/2012 às 9:39

    Pois é. O governo petê tem um propósito definido. Pretende democratizatar a mediocridade, nivelar tudo e todos por baixo. E pior! Tem cons studio seu intento. Nossos médicos, com algumas exceções são medíocres. Nossos engenheiros incompetentes (n?o me interpretem mal, sei que tem vários muito bons!), nossos políticos são a escória saída das escolas mequetrefes. Ano a ano nossa cultura regride 10 anos. Sob a batuta petista o que era ruim piorou 1000, 2000, 5000 por cento. Tudo está ideologizado sob a ótica esquerdista. O errado virou certo e o certo virou errado. Vai levar um século para consertar o estrago, isso se o petê for defenestrado imediatamente do poder. O grande problema é que as alternativas ao petismo estão tão medíocres quanto. Será que temos saída?

  152. Sandra

    -

    12/08/2012 às 9:39

    Reinaldo, feliz Dia dos Pais!
    E você, que foi abençoado com o dom da palavra, bem que poderia escrever um daqueles posts lindos sobre a paternidade!

  153. di Carvalho - Minas/ Sul

    -

    12/08/2012 às 9:36

    Você, tio Rei, foi maximo co seu texto. Parabéns.

  154. Ribeiro

    -

    12/08/2012 às 8:40

    Toda a indignação já foi colocada. Correto! Mas, a tal Lei foi aprovada no Congresso Nacional. Onde está a oposição que ficou caladinha e deixou o assunto passar fazendo de contas que não tem nada a ver com a questão? E a imprensa que diz ser isenta e defensora do interesse público? Dá para observar que o tema é muito mais sério do que se pode imaginar em um primeiro momento. Não há, sequer, a quem apelar. Ou melhor: tem que “descarregar” no blog do Reinaldo.

  155. Marcus Meyer

    -

    12/08/2012 às 8:36

    Acho emblemática a forma com que a população encare a questão das cotas. Muito pouca gente está ligando se o engenheiro que vai construir a escola em que o filho vai estudar é competente ou completamente inapto para a função; se o professor tem capacidade para ensinar ou está ali somente porque preenchia critérios sociais ou escalas de cor, Não há preocupação em saber se o médico será capaz de diagnosticar corretamente uma doença ou não, porque todos tem direito à um diploma, não importando a capacidade intelectual que deveria ser exigida. Mas, meu amigo, ai do sujeito escolhido como técnico de futebol se não ganhar o campeonato! Vi uma enquete do UOL, agora há pouco, e o que tem de gente pedindo a cabeça do Mano porque é burro e não ganhou o ouro em Londres é coisa que presta! Parece que o futebol é o único lugar aonde o mérito dever ser o critério exclusivo para a escolha de jogadores e técnicos. Não existe espaço para cotas, segundas chances ou para se apostar em esquemas diversos. Só pode ficar no cargo quem for considerado extremamente capaz! Parece que o futuro do futebol é muito mais importante do que o futuro real do país, que se dá no dia-a-dia, com saúde, educação e desenvolvimento. Quem se importa com estradas malfeitas, escolas inapropriadas, gente sem preparo com diploma na mão ou corruptos controlando o poder? A única coisa que importa é se conquistamos ou não mais um troféu!

  156. Nepomuceno

    -

    12/08/2012 às 8:11

    Péra aí!

    A Escola Naval, a Academia da Força Aérea e a AMAN também são universidades federais, logo, também deverão ter cotas, pois são reconhecidas pelo MEC.

    A promoção para os altos postos da Forças Armadas deverá ser feita com base no sistema de cotas. Idem para o STF.

    O número de funcionários das empresas também deverá ser feito com base no sistema de cotas.

    A seleção brasileira de futebol, basquetebol, volleybol, natação, esgrima, etc.

    Minha pergunta é essa: até onde essas bestas querem chegar?

  157. Tião bento,Rj

    -

    12/08/2012 às 7:59

    Não se preocupe tanto, amigo, a coisa tá feia, mas ainda tem muito mais por vir. No que se trata de travar o Brasil, com justa causa, o petismo é imbatível.

  158. Gilvan

    -

    12/08/2012 às 7:51

    Quando do lançamento do navio João Cândido ao mar no estaleiro em Pernambuco, só para a platéia ver, o navio começou a entrar água. So um ano e meio depois e que o navio foi inaugurado realmente. Isso ilustra bem a fantasia e incompetência desse governo falastrão que só pensa em se perpetuar no poder enganando os incautos e ignaros.

  159. naldig

    -

    12/08/2012 às 7:27

    “Elles” não querem aceitar o fato natural de que as diferenças e assimetrias fazem parte da condição humana. Tentar o nivelamento pelo topo é , simplesmente, ridículo! Nunca vão aceitar a meritocracia! Sempre culparão as desigualdades sociais, terreno onde operam a forma mais cruel de demagogia.

  160. Nuno Alves

    -

    12/08/2012 às 7:26

    O Governo do PT faz de tudo para evitar que as pessoas se formem de verdade e se desenvolvam como gente qualificada. Quanto mais ignorantes, idiotas, imbecís e gente que lhes deve o diploma, o bolsa família, a cesta básica, melhor. Só assim eles continuar˜åo no poder pelas décadas que se propuseram ficar.

  161. ONobrega

    -

    12/08/2012 às 6:50

    Caro Reinaldo,

    O sistema de cotas a ser implantado nas universidades federais ira facilitar a entrada nas universidades de alunos filhos de pais com recursos suficientes para pagar um bom cursinho, senão vejamos: O aluno seria matriculado na escola publica para cumprir as exigencias legais do MEC e seria matriculado num cursinho de boa qualidade para adquirir os conhecimentos necessários para uma boa educação. Nesses casos as chances desdes alunos não adentrarem nas melhores faculdades seriam reduzidissimas.

    A solução para o nosso problema educacional é investimento no ensino fundamental por um longo período, ai sim, teriamos os resultados que queremos obter agora sem investimentos em qualidade.

    Um abraço.

  162. Rocha

    -

    12/08/2012 às 3:12

    O Brasil tem é que assimilar e aplicar aqui o que tem de melhor nos modelos educacionais de países como Coreia,estados Unidos,China,etc..
    Em vez disso,nossos governantes levam tudo de barriga,na brincadeira.
    Já que esses esquerdistas amam tanto o comunismo,deveriam aplicar aqui um pouco da seriedade com que a China tem com a educação.
    Em vez disso,o negócio é transformar as escolas em parques de diversão.
    A coisa aqui é botar as crianças prá bater latas e dançar balé e se a gente deixar eles voltam com o kit gay.
    A maioria de nossos professores não tem motivação para ensinar, não tem preparo e também leva o ensino na brincadeira.
    O aluno sabe que não pode ser reprovado e não está nem aí.
    As universidasdes estão cheias de professores porra loucas que preferem fazer discursos de esquerda que ensinar.
    Esta lei de cotas sintetiza a insanidade deste governo petralha e deixa evidente o descaso dos congressistas com a educação e com o futuro de nosso país.
    Os políticos estão interessados mesmo é no dinheiro das emendas,nos altos salários e falcatruas,aprovando assim que qualquer porcaria.
    Ficamos assim:vamos dar marcha ré, nivelar tudo por baixo e levar tudo numa boa,afinal,vivemos num paraíso petralha.
    Se Dona Dilma aprovar essa bizarrice vamos fazer uma campanha internacional para que ela receba o prêmio Nobel de burrice,vai ser mais que merecido.

  163. FERNANDO

    -

    12/08/2012 às 2:55

    Nobre Reinaldo, o “Noblat” no blog dele no site do “O globo) em 11/08/2012 às 12:55h (sábado), faz uma denúncia e narrativa acerca da “Baixaria, Xingamentos e Palavrões” proferidos pelo ministro do STF, “Antônio Dias Tóffoli”, contra ele(Noblat) na presença de pessoas na saída de uma festa em Brasília/DF. Se fez com o “Noblat” que às vezes sai em defesa da PTralhada, imaginem com os que não os defendem.

  164. O Asno

    -

    12/08/2012 às 2:10

    estudar e
    aprender o que se estuda
    requer muitíssimo esforço, tempo certo e determinado.
    Estudar dá muito trabalho… dá muito trabalho mesmo…
    agora,
    carregar pedra o dia todinho apenas cansa e não dá trabalho… dá trabalho não, apenas cansa muitão.
    É
    sabença geral, aqui e alhures, inclusive no meio dessa esquerdopatia stalinista sanguinária da pedagogia do oprimido que além de oprimdo ainda por cima é um lascado,
    porque em cima de queda, coice,
    que
    as estruturas cerebrais são formadas e desenvolvidas no decorrer dos anos,
    e se uma pessoa não estuda o que é para estudar
    nas épocas próprias, então essa pessoa muitíssimo dificilmente aprenderá o conhecimento humano nas suas variadas e sofisticadas formas.
    E,
    se ainda alguém estudar bastante nos tempos e épocas próprias da vida e aprender bastante o conhecimento humano, mesmo assim com o passar dos anos esquecerá um monte de cousas que estudou, e no futuro não será capaz de acompanhar o desenvolvimento do conhecimento humano na sua plenitude, em face da perda da elasticidade do cérebro, cousa normal que sempre acometeu, acomete e acometerá todos os HOMOS PIZZA ERECTUS.
    Contudo,
    todavia,
    entretanto,
    aqui nas banânias resolveram todos os “poblemas” do conhecimento humano e da sua oprimida pedagogia do oprimido,
    e foi fácil assim:
    se alguém não estudou como era para ter estudado, nas épocas próprias, e claro, não aprendeu as 4 operações aritméticas e não sabe ler nem escrever direito,
    porém
    foi classificado pelo TRIBUNAL COTIAL (tribunal das cotas) como “pobre”, “coitado” e “oprimido”, então pode ir direto para uma universidade que bem lhe convier, e se matricular em qualquer curso que vai “dá certo”, porque, segundo os teóricos cotistas do TRIBUNAL COTIAL (tribunal das cotas), se uma pessoa ainda não aprendeu é porque aludida pessoa não teve oportunidades na vida… mesmo que essa pessoa tenha 90 anos de idade e nunca tenha aproveitado oportunidade alguma da sua vida…
    é fé demais… é fede demais, digo,
    é fé demais da conta… fé demais… fé demais…
    sei… entendo… claro… ôce tem razão…
    agora assim:
    pega um analfabeto funcional de escola pública, na faixa etária ou fora de faixa etária, e paga além da bosa família uma bolsa para ele estudar numa universidade do exterior, onde realmnente se exige dos alunos, e certamente esse analfabeto funcional nunca conseguirá pagar ao menos uma disciplina lá no exterior.
    Bom.
    Deixa para lá… deixa para lá… deixa… deixa…
    no
    futuro os pais e os familiares dos pais das cotas serão cirurgiados pelos cotistas de hoje,
    e
    nas futuras salas de cirurgias, do futuro, claro,
    ver-se-á se realmente as cotas de hoje são justas ou não são justas…
    mas isso só lá no futuro bem distante, viu?
    No futuro bem distante… bem distantão mesmo…
    bem simpres assim… bem simpres assim…
    porque na vida tudo é bem simpres mesmo… bem simpres…
    se alguém não estudou, então não aprendeu,
    e não tem cota que dê jeito, viu? Tem não… tem não…
    mas
    isso tudo só lá no futuro, viu?
    No futuro bem distante… bem distantão, viu?
    Todavia,
    não fique tristinho não… fique tristinho não…
    porque ainda há uma saída para os que têm algum juízo…
    ainda há uma saída… ainda há uma saída…
    a saída do aeroporto mais próximo da casa de cada um…
    para mim tá faltando grana, mas quando tiver…
    putis, vai ser legal… vorto aqui mais nunquinha não…
    adespois vorto, viu? Adespois…
    só não disse nada do Alfred dessa vez porque ainda não falei com ele, mas assim que falar vorto aqui para dizer as notícias mais alviçareiras do concurso para alcaide de Gotham City… ele ganha não, viu? Ganha não… ganha nada… pode ficar com raivinha… mas ganha não… ganha nada…

  165. Lucaveira

    -

    12/08/2012 às 2:01

    O Brasil merece o Brasil.

  166. luiz fernando

    -

    12/08/2012 às 1:56

    Comunidade, cidadania e excluidos – as três palavras podres que destruiram o Brasil.

  167. Júnior

    -

    12/08/2012 às 0:26

    Falou tudo, sem tirar nem o que por, VERGONHA!

  168. Susie

    -

    12/08/2012 às 0:13

    Não é novidade, aliás já ha quase 50 anos, que eles querem implantar uma ditadura comunista. Então é só mais um passo do plano. Imagine que a minha costureira era fiscal terceirizada de uma escola pública no subúrbio ferroviário de Salvador e pediu demissão por causa da violência dos alunos. Serão estes os futuros doutores da Ufba? O que mais me espanta é o empresariado que apoia este governo canalha. Será que eles não têm filhos, netos? O Foro de São Paulo está aí para dizem para o que viram. Fico imaginado estas privatizações que irão acontecer agora. Quando estiver tudo funcionado bem e rentável e eles se sentirem os todos poderosos com a massa ignorante, estatizam tudo de volta. Quem viver verá!

    Quanto ao post do Noblat, está acontecendo algo estranho. Já tinha clicado nos comentários, que já são quase 500, mas deixei para ler depois. Quando tentei agora, os comentários são sobre um post sobre o Civita, a maioria metendo o pau na Veja. Bem estranho!!!!

  169. Breno Neiva

    -

    11/08/2012 às 23:58

    Reinaldox na cascuda!

  170. Everton

    -

    11/08/2012 às 23:52

    Quem não conseguir ser aprovado no percentual da quota vai ter que ajudar empresários donos de faculdades, pagando-os altas mensalidades.

  171. celia regina de paulo quinto

    -

    11/08/2012 às 23:48

    Aqui em Poços de Caldas, eu soube de um caso de atestado
    falso de renda familiar. É assim, passou por causa da cota
    (cor), tinha renda para custear, a Puc, mas conseguiu
    o comprovante de emprego doméstico, para bolsa integral.
    É assim que funciona.

  172. Everton Te/PI

    -

    11/08/2012 às 23:30

    Grande sacanagem o que acabei de presenciar no SBT. O jornalista Carlos Nascimento está apresentando na noite de hoje, sábado 11/08, o programa que vai eleger o Brasileiro de todos os tempos. Lá estava duas torcidas. Uma fazendo apologia a Airton Sena e outra fazendo para o Lula. As câmeras passeavam por todo o cenário. Ocorre que a imagem do Lula era a mais mostrada. O certo é que eu desliguei a tv e saí para não assistir aquele absurdo, que para mim, é um programa montando para eleger o ex-presidente como a maior personalidade de todos os tempos. Parece que o PT está de bem com o SBT. O Lula já foi no Ratinho… Cadê o TSE do Lewandowski?

  173. Janine

    -

    11/08/2012 às 23:07

    Reinaldo vc viu o que o Noblat publicou sobre o Toffoli??? Ele deve ter gravado o episodio … que coisa feia que o ministro fez … que linguagem!

  174. Eduardo

    -

    11/08/2012 às 22:59

    Me juda Reinaldo!, o que houve em 64, foi um contra-golpe; explica isso para o 18:13 “O fim do muro de Berlim.”

  175. Hugo Stiglitz

    -

    11/08/2012 às 22:51

    Reinaldo,
    Breaking News!
    Saiu no Coturno Noturno: Toffoli ataca Noblat com palavrões.
    O que o Noblat está postando é impublicável, sobre referências aos berros feitas contra ele pelo ministro do STF, José Toffoli.
    http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2012/08/11/dias-toffoli-ministro-do-stf-me-agride-com-palavroes-baixarias-459803.asp

  176. Eduardo

    -

    11/08/2012 às 22:48

    Oi Moi das 18:23;
    manda o molusco de 9 tentáculos ir se tratar com o cotista lá de São Bernardo SP.

  177. leo

    -

    11/08/2012 às 22:33

    Caros amigos, meus diplomas pouco representam, mas servem apenas como demonstração mais de experiência, vivência, do que de conhecimento. Sou pós-graduado pelo ITA. Independentemente de minha posição quanto a ser favorável ou contra esta política de cotas, é possível afirmar, COM TODA CERTEZA, SEM MEDO DE ERRAR que, um aluno, ao chegar ao ITA, seja este cotista ou não, assim que pegar uma turma (E É IMPOSSÍVEL QUE ISSO NÃO ACONTEÇA!) com um daqueles mestres cascudos, velhas-guardas, pós-doutorados no exterior, com orientações em trabalhos de alto nível em instituições de renome, na Alemanha, nos EUA, na Rússia etc, não vai conseguir ficar uma semana no curso, se não tiver uma base muito sólida, conquistada na base do estudo e dedicação ferrenhas e não simplesmente por ter sido alçado a condição por graça. Assim que este receber uma “lista de exercícios”, com 10 folhas, cheias dos problemas os mais “cabeludos” já vistos por um ser humano, tendo de dar o pronto até o próximo dia, pela manhã, vai pedir arrego, rapidinho, rapidinho. E posso garantir: os próprios mestres não aliviarão a mão, por que faz parte da ética de cada um deles, que não muda nem se curva na base da canetada. O meio acadêmico é pródigo de profissionais que que tem orgulho do que fazem. Alguns o “orgulho bom”, a felicidade e o valor correto do que conquistaram na vida e, outros, o “orgulho mal”, aquele que serve para jogar na cara dos outros. Duvido que quaisquer destes dois tipos de profissionais do ensino se curvem a uma “ordem de cima” para aliviar a mão, pegar leve com alunos menos aptos, ou com maior dificuldade para acompanhar o conteúdo exposto. Não será assim e, creio que será muito triste para aqueles alunos que pensarão estar capazes de acompanhar um curso deste nível. Não estarão. Para que se tenha uma idéia, no ITA, é realizado uma feira onde grandes empresas vem disputar a contratação de alunos que estão no último ano da graduação. Ou seja, não dá e não se pode simplesmente avacalhar, jogar por terra, tudo o que uma instituição deste porte alcançou em dezenas de anos de trabalho sério de homens e de mulheres que, acima de tudo, o fizeram por consideração às pessoas e amor à Pátria.

  178. Ayn

    -

    11/08/2012 às 22:33

    É o início de atlas shrugged no brasil.

  179. Marcos

    -

    11/08/2012 às 22:26

    Reinaldo;

    O que acha de instituirmos o regime de cota para os atletas brasileiros nas olimpíadas?

  180. m

    -

    11/08/2012 às 22:16

    O ITA e o IME já tem cores sim – MELÂNCIA !>
    Melâncias aplicados, mas, sem dúvida, novos mellâncias.
    Sds.,
    m

  181. João Carlos

    -

    11/08/2012 às 22:12

    Minha filha estudou em escola pública, em BH. EE Silviano Brandão, segundo grau no Estadual Central e foi pro vestibular na UFMG. Moleza? Quotas? Privilégio? Nada disso: ralou mas passou em Biologia. Fez graduação e e mestrado. Nunca paguei escola para ela. Seguindo a vida fez um concurso público onde só tinha uma vaga para biólogo. Passou, é funcionária federal. Não é coisa de papai coruja. Conto porque aconteceu dentro de minha casa. Seria humilhação se minha filha tivesse alguma bolsinha ou quotinha para entrar na universidade. Ela competiu de igual prá igual, eu tenho o maior orgulho disso.

  182. Willian

    -

    11/08/2012 às 22:00

    Não exportamos o SUS, não exportamos pontes e edifícios, não exportamos bacharéis em direito.

    O Brasil se orgulha de fabricar aviões. Esses sim, não podem cair. Não se admite um profissional mais-ou-menos. Eles devem ser os melhores. A Embraer não pode funcionar com gente que recebeu um empurrãozinho para passar de ano.
    Aí está a importância de manter um centro de excelência em engenharia aeronáutica.

    Um “médico” com formação precária vai no máximo matar alguns pacientes na fila do SUS.
    Um mau engenheiro certamente vai contruir pontes e prédios que caem. Mas isso já vem ocorrendo há tempos pelo nosso hábito de negligenciar as construções. O risco de morte é mínimo.

    Não precisamos de bons engenheiros porque 80% da nossa indústria trabalha com tecnologia estrangeira. Os que aqui são formados servem para executar projetos de engenheiros estrangeiros.

    Sabe-se que o diploma estava servindo somente para comprovar que alguém sentou nas cadeiras de uma faculdade.
    As empresas já estavam fazendo uma pré-seleção de candidatos, que antes era dispensada pelo simples fato do sujeito ter estudado em uma boa faculdade.

    A política do governo é óbvia: transformar o ensino superior num faz-de-contas em que o professor finge que ensina, o aluno finge que estuda, o governo contabiliza o semianalfabeto como graduado e todos ficam felizes.
    Seremos uma nação de analfabetos diplomados.

    P.S.: Mandaram-me um email com o excerto de uma lei em que há um erro tão grosseiro, mas tão grosseiro que custei a acreditar. Tive de visitar o site do governo para comprovar. Sim, alí estava a expressão “BAIXARÉIS EM DIREITO”, dentre outras aberrações.
    Um sintoma precoce da “analfabetização” da sociedade? Só o futuro dirá.
    Para quem quiser se espantar, basta buscar a Lei Complementar nº 136/2011 do Estado do Paraná.

  183. Parcialmente triste

    -

    11/08/2012 às 21:33

    As esquerdas conseguiram o poder, e agora estão transformando a educação numa espécie de celeiro da discórdia, pois vão transformar um ensino claudicante em um centro de conflitos de raças, classes e ideologia, talvez na esperança, que no momento que acharem mais adequado o caos aflore e apareça um herói comunista, mas com uma mascara de salvador e a cubanização estará completada.

  184. B

    -

    11/08/2012 às 21:23

    Já existe cota na UNIFESP desde 2006. E o resultado é que se esperava. São fracos, puxam o nível para baixo, indice de reprovação alto. Em alguns anos ou estarão fora, ou estarão clinicando.

  185. pentefino

    -

    11/08/2012 às 21:11

    Mestre Rei: Evidentem,ente vc não deixará passar em brancas nuvens o affaire Toffoli x Noblat. O que deduzir desse insólito episódio? Se verdadeiro, tem o ministro de Marília o direito de equiparar o STF ao puteiro da Eny de Bauru? Nunca antes…

  186. pentefino

    -

    11/08/2012 às 21:04

    Mestre: Ajude-nos a tirar cuma conclusão. O Min. Dias Toffoli tem condições de permanecer na Suprema Corte após p q

  187. Murilo

    -

    11/08/2012 às 20:59

    EU ACREDITO QUE O BRASIL PODERIA MELHORAR COM O SISTEMA DE COTAS APLICADO AO CONGRESSO NACIONAL (CAMARA E SENADO). QUE TAL 50% PARA PESSOAS COM RENDA MENOR QUE 2 SALÁRIOS MINÍMOS? ESTA REGRA TAMBEM SERIA APLICADA AOS MINISTÉRIOS.
    tAMBEM PODERIAMOS TER UM COTA NO JUDICIÁRIO: METADE DAS VAGAS DE DESEMBARGADORES E MINISTROS DEVERIAM SER RESERVADOS PARA PESSOAS DE RENDA BAIXA, OUTRA PARTE DEVERIA SER RESERVADAS PARA INDIOS, PARDOS E NEGROS. aSSIM TAMBEM COMO NO ALTO COMANDO DAS FORÇAS ARMADAS, TAMBEM ENTRE OS PILOTOS DA NOSSA FORÇA AÉREA. tENHO CERTEZA QUE ASSIM TERÍAMOS MELHORES DISTRIBUIÇÃO DE RENDA E DARÍAMOS MAIS CHANCES AOS EXCLUÍDOS! cOMO FAZER PARA ISSO SE TORNAR LEI? TENHO CERTEZA QUE A NOSSA SOCIEDADE FICARIA FELIZ COM ESTAS MODIFICAÇÕES. É CLARO QUE DEVE TER APRIMORAMENTO DESTA PROPOSTA. EU NÃO COSEGUI BOLAR UMA MANEIRA DE ESTENDER ISSO AOS CARGOS DE GOVERNADORES E PREFEITOS!! CONTA COM SUA AJUDA PARA A APROVAÇÃO DESTA IDEIA E APRIMORAMENTO DELA!

  188. SAULO - PE

    -

    11/08/2012 às 20:33

    Tio rei, o que falar sobre o Sistema COLÉGIO MILITAR? (pena que São Paulo não tenha esse reduto da competência de direita). É um tapa de luva de pelica na cara dos esquerdopatas.

  189. O Asno

    -

    11/08/2012 às 20:07

    estudar,
    aprender o que se estuda,
    requer muitíssimo esforço, tempo certo e determinado.
    Estudar dá muito trabalho… dá muito trabalho mesmo…
    agora,
    carregar pedra o dia todinho apenas cansa e não dá trabalho… dá trabalho não, apenas cansa muitão.
    É
    sabença geral, aqui e alhures, inclusive no meio dessa esquerdopatia stalinista sanguinária,
    que
    as estruturas cerebrais são formadas e desenvolvidas no decorrer dos anos,
    e se uma pessoa não estuda o que é para estudar
    nas épocas próprias, então essa pessoa muitíssimo dificilmente aprenderá o conhecimento humano nas suas variadas e sofisticadas formas.
    E,
    se ainda alguém estudar bastante nos tempos e épocas próprias da vida e aprender bastante, mesmo assim com o passar dos anos esquecerá um monte de cousas que estudou, e no futuro não será capaz de acompanhar o conhecimento na sua plenitude, em face da perda da elasticidade do cérebro, cousa normal que acometeu, acomete e acometerá todos os HOMOS PIZZA ERECTUS.
    Contudo,
    todavia,
    entretanto,
    aqui nas banânias resolveram todos os “poblemas”,
    e foi fácil assim:
    se alguém não estudou como era para ter estudado, nas épocas próprias, e claro, não aprendeu as 4 operações aritméticas e não sabe ler nem escrever direito,
    porém
    foi classificado pelo TRIBUNAL COTIAL (tribunal das cotas) como “pobre”, “coitado” e “oprimido”, então pode ir direto para a universidade e se matricular em qualquer curso que vai “dá certo”, porque, segundo os teóricos cotistas do TRIBUNAL COTIAL (tribunal das cotas), se uma pessoa ainda não aprendeu, é porque aludida pessoa não teve oportunidades na vida… mesmo que essa pessoa tenha 90 anos de idade…
    é fé demais… é fede demais, digo,
    é fé demais da conta… fé demais… fé demais…
    sei… entendo… claro… ôce tem razão…
    agora assim:
    pega um analfabeto funcional de escola pública, na faixa etária ou fora de faixa etária, e paga uma bolsa para ele estudar numa universidade do exterior, onde realmnente se exige dos alunos, e certamente esse analfabeto funcional nunca conseguirá pagar ao menos uma disciplina lá no exterior.
    Bom.
    Deixa para lá… deixa para lá… deixa… deixa…
    no
    futuro os pais e os familiares dos pais das cotas serão cirurgiados pelos cotistas de hoje,
    e
    nas futuras salas de cirurgias, do futuro, claro,
    ver-se-á se realmente as cotas de hoje são justas ou não são justas….
    mas isso só lá no futuro bem distante, viu?
    No futuro bem distante… bem distantão mesmo…
    bem simpres assim… bem simpres assim…
    porque na vida tudo é bem simpres mesmo… bem simpres…
    se alguém não estudou, então não aprendeu,
    e não tem cota que dê jeito, viu? Tem não… tem não…
    mas
    isso tudo só lá no futuro, viu?
    No futuro bem distante… bem distantão, viu?
    Todavia,
    não fique tristinho não… fique tristinho não…
    porque para quem tem juízo ainda há uma saída…
    ainda há uma saída… ainda há uma saída…
    a saída do aeroporto mais próximo da casa de cada um…
    para mim tá faltando grana, mas quando tiver…
    putis, vai ser legal…
    adespois vorto, viu? Adespois…
    só não disse nada do Alfred porque ainda não falei com ele, mas assim que falar volto aqui para dizer as notícias mais alviçareiras do concurso para alcaide de Gotham City… ele ganha não, viu? Ganha não…
    pode ficar com raivinha… mas ganha não… ganha nada…

  190. Michele Gastão

    -

    11/08/2012 às 20:05

    Até quando fecharemos os olhos para o verdadeiro problema da educação no país: as séries iniciais. Se a educação oferecida nas escolas públicas fosse de boa qualidade, todos estariam em condições de igualdade para concorrer às vagas das universidades públicas. Meus filhos (tenho um casal) são inteligentes e dedicados aos estudos, mas, até ingressarem na universidade, encontrarão uma concorrência cada vez mais desleal, visto que não disputaram a vaga por mérito.

  191. O Fim do Muro de Berlim

    -

    11/08/2012 às 20:03

    Confio mais no açougueiro da esquina do que em médico cotista.

  192. Ciência

    -

    11/08/2012 às 20:01

    É necessário mais seriedade, esse povo parece que não estuda, não sabem as consequencias, cavam buracos em lugares completamente escuros. o que esperam? igualdade? é uma pouca vergonha, serão mais discriminados ….

  193. Matheus Vieira

    -

    11/08/2012 às 19:55

    Pela primeira vez concordei com algo que o senhor escreveu:

    “Reinaldo acha — e eu sei que demora! — que é preciso qualificar a escola pública para dar aos mais pobres condições de competir. E acha, adicionalmente, que mesmo as universidades públicas precisam cobrar mensalidade de quem pode pagar, ora essa! Não! Eu não quero me conformar com o quadro atual é pronto! E qual é ele? Na média, os ricos estão em cursos gratuitos de alta performance, e os pobres estão pagando (ou o ProUni paga por eles) para estudar em faculdades de terceira ou quarta linha — lá onde só se usam culpe e giz — e olhem lá.”

    Tenho a mesma opinião. Isso é uma medida paliativa. O problema está na base. Sempre esteve, e vai demorar muito pra resolver, se resolverem.

  194. Brincanagem

    -

    11/08/2012 às 19:46

    É pessoal, as cotas são politicagem. Será sacrificada a qualidade dos futuros profissionais para conseguir votos.
    Porque só uma pessoa muito ignorante irá dizer que o profissional que entrou com nota 5 em uma universidade terá a mesma qualidade do que entrou com nota 8. Se for assim, acabemos agora com o ensino médio! Já que aparentemente não é necessário dominar seu conteúdo para ser um bom profissional. Bora por na faculdade todo analfabeto. O que o governo vai conseguir com isso? Futuros profissionais das públicas serão rejeitados pelo mercado. O que o governo “popular” está fazendo é privatizando o ensino superior, já que logo, será como no ensino médio, o único capaz de formar bem o estudante.

  195. Gisele

    -

    11/08/2012 às 19:42

    Rei,
    Vamos criar um “Dicionário da Era LullaDillma”?
    Já temos alguns verbetes:
    Petralha
    Dillmagogia
    JEG
    Mediocrecracia…
    Vai marcar uma época, não vai?

  196. paulo

    -

    11/08/2012 às 19:33

    Escola é base. Base é sucesso. Não tem site ou rede social que substitua a boa educação. A palavra é condição para estudar: transporte, sala, alimentação, e professor que realmente abraçe a causa (e receba justamente por isto). Precisamos de mais “atletas olímpicos” para que este país encontre a sua virada científica.

  197. DIZ

    -

    11/08/2012 às 19:24

    É a mediocridade ganhando terreno nos governos de esquerda.Que Deus nos salve dos cotistas.

  198. fan_do_cara

    -

    11/08/2012 às 19:24

    O ITA tem uma história interessante. Os militares brasileiros, lutando na 2ª Guerra Mundial ao lado dos americanos, perceberam claramente o valor da tecnologia na guerra moderna. A criação do CTA e o ITA em São José dos Campos foi justamente o resultado dessa percepção dos oficias esclarecidos (e empreendedores) da FAB. A criação do ITA teve como modelo o MIT, cujas raízes em tecnologia aerounáutica remontam, obviamente, aos trabalhos dos irmãos Wright. Como o ITA foi crucial para a criação da Embraer, pode-se dizer que a nossa indústria aeronáutica é filha dos irmãos Wright, e não de Santos Dumont, ao contrário do que pensa a maioria dos brasileiros.

  199. Hugo Stiglitz

    -

    11/08/2012 às 19:15

    Um recado para os políticos brasileiros: PAREM DE SABOTAR O BRASIL !!!

  200. joao

    -

    11/08/2012 às 18:55

    Reinaldo,

    Sugiro que consulte o twitter e o facebook de uma docente da Escola de Medicina da USP, lá a discussão também pegou fogo http://twitter.com/anamariasiriani. Estão bombardeando a professora por apresentar opinião contrária as cotas

  201. Leibton

    -

    11/08/2012 às 18:55

    Prezado Reinaldo,

    Não esqueça, estamos no momento (“a esperança é a última que morre” …) em um país tipo “educar é usar o universo do educando, transformando-o em um saber” … Poético, não? Lindo!, não? Qual universo do educando, no entanto, tem em seu contexto a percepção do que seria, por exemplo, um seno hiperbólico? Ou, de como integrar o inverso da função (1 + x4), que o próprio Leibnitz – criador do Cálculo – achou dificil? “Alfabetização dialética” … huuummm … Alguém já lembrou: “A dialética é o triunfo do demônio na filosofia”.

    O projeto 180/2008-73/1999 representa um ataque dos despreparados/desqualificados (mentores) às ciências “duras” (as ciências “moles” já foram toamadas de assalto há bastante tempo!). Está lá na sua JUSTIFICATIVA: “A partir da década de sessenta, o ensino educacional brasileiro entrou em declínio” … Impressionante, não?, a desfaçatez. Ver uma visão interessante relacionada em http://www.abc.org.br/article.php3?id_article=698.

    É preciso grandes mudanças no país!

    Saudações leibnitz-newtonianas,

  202. ELF

    -

    11/08/2012 às 18:52

    O PT está criando universidades para formar “ZUMBIS” que serão manipulados por elles depois. Espero que, no enredo final deste filme de terror, as criaturas se voltem contra os criadores…
    Obs.: É apenas um humor negro feito por uma pessoa sem esperanças de um futuro melhor para as próximas gerações, caso este País continue com os políticos que se perpetuam no poder.

  203. ALFREDO

    -

    11/08/2012 às 18:48

    DE OUTRO POST SEU:”O STF RESPONDE POR PARTE DO ABSURDO”
    Neste SUPREMO não existe um ministro -nem mesmo Gilmar Mendes-que nos faça mudar de opinião só de saber como êle votou.
    TIPO:”Se o Miguel Reali votou contra o que eu penso é lógico que o errado sou eu”

  204. Moi

    -

    11/08/2012 às 18:44

    O pior não só isso. Eles vão obrigar o Governo de São Paulo instituir cotas nas universidades do Estado. Marilena Chauí vai adorar ter alunos analfabetos que acreditarão e aplaudirão tudo que ela disser.

  205. Anónimo

    -

    11/08/2012 às 18:36

    Meu comentário vai para o “Henrique – 11/08/2012 às 14:51″ Parabéns pelos seus comentários e por sua postura. Você, com apenas 15 anos, (Que saudades dessa idade!, mas deixa pra lá) tem mais discernimento que a, quase, totalidade de nossos políticos – Incluindo a nossa presidenta. Espero, sinceramente, que continue a pensar assim e torço para que você conquiste seus sonhos.
    Go ahead!!!

  206. Moi

    -

    11/08/2012 às 18:23

    Nem doente mais nós poderemos ficar. Já pensou ser tratado por um médico cotista?

  207. O Fim do Muro de Berlim

    -

    11/08/2012 às 18:13

    A única linguagem que as esquerdas entendem é aquela que os militares utilizaram com elas em 64, pois na do bom senso, da civilidade, da urbanidade e da democracia com responsabilidade é que não!

  208. Ailton São Paulo

    -

    11/08/2012 às 18:05

    O Brasil produziu grandes intelectuais oriundos de escola pública, sem precisar de cotas; um dos maiores geógrafos do mundo, reconhecido internacionalmente por ter revolucionado a Geografia, o Dr. Milton Santos, era negro, foi oriundo de escola pública e nunca precisou de cotas. As cotas são uma forma de humilhação, não conheço ninguém que tenha entrado em uma universidade pública por meio das cotas, que assuma que está lá porque é cotista. A própria universidade não divulga a relação de aprovados em separado – cotistas e não-cotistas. E por quê? A resposta é óbvia: para não constranger os cotistas. O argumento de que se está promovendo “igualdade”, “justiça social”, é mentira! O que se busca, com as cotas, é eximir estados e municípios da responsabilidade de promoverem um ensino público médio e fundamental de qualidade. A União, com este governo de canalhas, toma para si, no âmbito de suas atribuições – através das instituições federais de ensino superior – a tarefa de fazer ingressar neste mesmo dito “ensino superior”, ainda que contrariando o bom senso!, estudantes sem mérito e sem capacidade. Sem mérito e sem capacidade não em função de sua raça, etnia ou origem social, mas em função do péssimo ensino público. Não por acaso é que se constatou que 34% dos estudantes universitários são “analfabetos funcionais”. Não conseguem interpretar corretamente o que leem ou o que escrevem… Isto quando leem e quando escrevem! Com as cotas, os professores municipais e estaduais continuarão sendo mal pagos, as escolas continuarão sucateadas, os prefeitos continuarão roubando o dinheiro que deveria ir para a educação, os governadores ficarão felizes por não precisar assumir qualquer responsabilidade com os estudantes do ensino médio, e os cretinos da “vendetta de classes” continuarão chafurdando em seus chiqueiros socialistas, felizes com suas pequenas vilanias.

  209. Teresa Q

    -

    11/08/2012 às 18:03

    É o Brasil rumo ao precipício. Lá vamos nós rumo ao apagão educacional. Quanto anos serão necessários para restabelecer o caos provocado pela corja petista?

  210. Chris-SP

    -

    11/08/2012 às 17:57

    Henrique – 14:51
    Você está de parabéns pelos seus argumentos. Ainda bem que, por estudar em escola pública, que não é demérito nenhum, você não foi cooptado por canalhice petralha. Dedique-se sim aos estudos e você terá sucesso.

  211. Chris-SP

    -

    11/08/2012 às 17:50

    Reinaldo,
    O absurdo maior foi o deselengante liguajar do “ilustre” Min. Toffoli dirigido ao Noblat. Para usar o palavreado de baixíssimo calão, impublicável aqui, deveria estar em algum lugar frequentado só por petralhas. Jogou a conduta ilibada na lata do lixo. Uma vergonha para um ministro.

  212. AdRiaNa

    -

    11/08/2012 às 17:38

    Reinaldo, discordo quando diz que os mais ricos deveriam pagar a universidade publica.Os mais ricos , depois de pagar anos e anos de imposto e não utilizar as escolas publicas (que em sua maioria não prepara o aluno para entrar na universidade) deve receber pelo menos a universidade do governo, como forma de compensação.

  213. indignada

    -

    11/08/2012 às 17:25

    A INDIGNAÇÃO É GERAL. ALGUNS FALAM QUE DE QUALQUER MANEIRA OS COTISTAS IRÃO, NUM DETERMINADO MOMENTO NA FACULDADE SE DEPARAR COM A ELIMINAÇÃO. COMO O ENSINO MÉDIO É PÍFIO NA FACULDADE ESSES COTISTAS TERÃO MUITA DIFICULDADE DE ACOMPANHAREM O CONTEÚDO DO CURSO E AI SERÃO ELIMINADOS. A MENOS QUE O PT E A DILMA QUEIRAM CRIAR MAIS UMA LEI PARA QUE OS COTISTAS SEJAM APROVADOS NA UNIVERSIDADE SEM EXIGÊNCIA DE NOTAS E DE CAPACITAÇÃO.
    E EU PERGUNTO: COMO FICAM ESSAS VAGAS E ESSE TEMPO QUE FOI DESTINADO AOS COTISTAS, COMO FICA O VALOR INVESTIDO COM ESSE ESTUDANTE QUE É INCAPACITADO? MAIS UM TIRO NO PÉ DO PT E DA DILMA.

  214. Francisco

    -

    11/08/2012 às 17:21

  215. Tião bento,Rj

    -

    11/08/2012 às 17:16

    A quase maioria das pessoas que comentam neste espaço sabem muito bem o que querem, não reconhecem o mundo que esta esquerda quer nos deixar. Este mundo nunca foi possível; não porque não quiséssemos.Mas por que é assim, injusto e malvado, recheado de coisas boas, apesar de tudo. Isso somos nós. Tudo o que estão tentando nuca deu certo. Não vai dar de novo. Só sabe quem aprende, não dá para forçar isso.

  216. Cansanção

    -

    11/08/2012 às 17:12

    Pois é, Reinaldo Azevedo, já viu essa nora publicada no Blog do Noblat? A ser verdade, e eu acredito que é, chegamos ao fundo do poço em matéria de moral. Mas como dizia o Millôr, “Quando se chega ao fundo do poço, sempre se pode cavar mais um pouquinho.”

    Enviado por Ricardo Noblat – 11.8.2012| 12h55m

    Dias Tóffoli, ministro do STF, me agride com palavrões e baixarias

    (Nota originalmente publicada às 3h52m de hoje)

    Acabo de sair de uma festa em Brasília. Na chegada e na saída cumprimentei José Antônio Dias Tóffoli, ministro do Supremo Tribunal Federal.

    Há pouco, quando passava pelo portão da casa para pegar meu carro e vir embora, senti-me atraído por palavrões ditos pelo ministro em voz alta, quase aos berros.

    Voltei e fiquei num ponto do terraço da casa de onde dava para ouvir com clareza o que ele dizia.

    Tóffoli referia-se a mim.

    Reproduzo algumas coisas que ele disse (não necessariamente nessa ordem) e que guardei de memória:

    - Esse rapaz é um canalha, um filho da puta.

    Repetiu “filho da puta” pelo menos cinco vezes. E foi adiante:

    - Ele só fala mal de mim. Quero que ele se foda. Eu me preparei muito mais do que ele para chegar a ministro do Supremo.

    Acrescentou:

    - Em Marília não é assim.

    Foi em Marília, interior de São Paulo, que o ministro nasceu em novembro de 1967.

    Por mais de cinco minutos, alternou os insultos que me dirigiu sem saber que eu o escutava:

    - Filho da puta, canalha.

    Depois disse:

    - O Zé Dirceu escreve no blog dele. Pois outro dia, esse canalha o criticou. Não gostei de tê-lo encontrado aqui. Não gostei.

    Arrematou:

  217. Tião bento,Rj

    -

    11/08/2012 às 17:03

    Simples. Dois amigos saem para caçar e um deles é mordido por uma víbora naquele lugar, o amigo preocupado corre até a cidade, que é pequena, em busca do único médico. Encontrado em um parto difícil, o médico instrui o companheiro no que pode ser feito para salvar o amigo ofendido, sucção direta na picadura da cobra. No que voltou , viu o amigo já nem tão bem,que lhe pergunta: e aí? que que o médico lhe disse. Depois de passar a mão no rosto, respondeu: que você vai morrer. Quantos já não foram expirados no governo da companheirada?

  218. Pública é a mais petista

    -

    11/08/2012 às 17:01

    Não vejo nada mais petista no Brasil tanto quanto universidade pública. E com um perigo terrível: produz os ares de ¨científico¨ a tudo quando é petista. Não por acaso, e dentro da escala moral do petismo, Lula foi até mais severo com os mensaleiros do que Chauí. Não quero dizer que não há exceções, há, mas são apenas isso e nada muda no global. Qualquer cientista político medianamente sério derruba com um simples estudo de caso a tese dos mensaleiros de que o governo não precisava pagar petista, por exemplo, para votar nos seus projetos. Preciasva e por uma razão bem simples: votando nesses projetos, os quais eram os mesmos que combatiam nos tempos de FHC, portanto, elegeram-se com base nisso, perdiam muito de sua base eleitoral e precisavam recompor isso com votos de outras plagas. Tanto é assim, que mensaleiro antes deputato federal até concorreu para cargo menor.
    Cota é tal qual: Foram essas que implantaram até contra lei e produziram tudo que alimentou todas as feras que interviram depois.

  219. Marco - SP

    -

    11/08/2012 às 16:41

    -Parabéns, HENRIQUE!
    Quisera ver mais atitudes como a de Henrique -11/08/2012 às 14:51. Espero que a coisa não fique somente nisso, e os estudantes de bem protestem a plena voz contra essa injustiça e palhaçada arquitetada por um governo que só pensa em palanque. Minha filha fez um curso de matemática aplicada em Oxford, gratuitamente, sendo pinçada da escola entre milhares de alunos, e posso garantir a todos que, apesar de ela ser branca e ter estudado em escola particular, a escolha da bolsa foi em função da meritocracia e empenho nos estudos todos esses anos. Dentro de escolas pagas tá cheio de boyzinhos e patricinhas que não fazem nada a não ser passar de ano, mostrando seus belos BMWs e calças de milhares de Reais. Além disso, minha filha fez o tal curso ao lado de outros “brancos”, asiáticos, “afrodescendentes”, indianos, etc. -Cor e bolso NÃO SÃO E JAMAIS SERÃO uma exata régua de escolha de alunos, e sim seu EMPENHO. Se ela teve a felicidade de ter curso em escola privada, é porque tanto eu como sua mãe rachamos de fazer dívida pra isso. Deixamos de TER coisas pra FAZER coisas pela nossa filha, podem apostar. Tenho dito.

  220. CSP

    -

    11/08/2012 às 16:30

    Estava lendo o blog do Noblat, sobre o rolo dele com o Toffoli, e olhem o que achei lá: uma tal @zumalta – ela diz ser juíza aposentada. Vejam o nível desse mulher! Onde será que ela aprendeu Direito e ética? No esgoto? É inacreditável que um ser desse tenha passado por uma cadeira da magistratura.

  221. Marcos

    -

    11/08/2012 às 16:29

    “mais” leia-se “mas”

  222. Marcos

    -

    11/08/2012 às 16:28

    Parece incrível, mais os ditadores ainda tentam censurar a internet:
    http://www.youtube.com/watch?v=AMe5lL-4Luc&feature=plcp

  223. Tá no sangue

    -

    11/08/2012 às 16:25

    Num pais em que governo financia pesquisa em pública que até tira sangue supondo que nota baixa deriva de doença genética, portanto, limpa a culpa de todos e coloca tudo na artéria dos estudantes, nada mais fica admirável.

    ======

    SEM HABILIDADE COM NÚMEROS, Junia Oliveira, O Estado de Minas, 08/06/2010

    Fonte: http://wwo.uai.com.br/EM/html/sessao_18/2010/06/08/interna_noticia,id_sessao=18&id_noticia=141062/interna_noticia.shtml

    Consta em relatos disto em:
    http://www.exkola.com.br/scripts/noticia.php?id=34579041
    http://blog.opovo.com.br/educacao/sem-habilidade-com-numeros/
    http://isaude.net/z9h8, europsicologia e genética decrifram causas e
    consequências da discalculia, Saúde Pública
    http://vghaase.blogspot.com/, acesso, ag/10
    - http://discalculialnd.blogspot.com/, acesso, ag/10
    - Decifrando uma incógnita, http://www.ufmg.br/boletim/bol1698/4.shtml, acesso, ag/10
    - Pesquisa dos Laboratórios de Neuropsicologia e de Genética da UFMG pode ajudar a desvendar causas e consequências da discalculia, 7 de junho de 2010
    http://www.ufmg.br/online/arquivos/015678.shtml
    - Neuropsicologia e genética decrifram causas e consequências da discalculia,
    ISaúde.Net, Saúde Pública, http://isaude.net/z9h8, acesso ag/10

    Doença que dificulta aprendizado de matemática é alvo de especialistas

    http://saude.ig.com.br/minhasaude/doenca+que+dificulta+aprendizado+de+matematica+e+alvo+de+especialistas/n1597074737032.html

  224. Suzy Mixed

    -

    11/08/2012 às 16:19

    Reinaldo, como funcionará a lei para os “mestiços”? Têm os mestiços de índios, negros e de ambos com brancos…Esta lei é a maior injustiça para os brasileiros! Nivela aqueles que sempre trabalham e estudam para conseguirem vagas nas universidades e aqueles boas-vidas que nem estudam nem trabalham!

  225. sheila

    -

    11/08/2012 às 15:51

    Vou sair totalmente do tema para que seja divulgado o palavriado de baixo nível do Ministro Dias Tofolli ou Toffoli, não me interessa nem saber como se escreve o nome desse sujeito que desrespeitou de forma absurda o Ricardo Noblat.Entrem no facebook do nasruas e confiram.

  226. cansera

    -

    11/08/2012 às 15:47

    colocar vagabundos que nao querem estudar e ainda pagar nossos parcos impostos pra sustentar esses sem futuro, ao inves de colocarmos os melhores e garantirmos mais tecnologia no futuro, e’a tonica de alguns do pt que mandam neste pais. esses burros nao se conformam que os que tem dinheiro sao mais inteligentes e trabalhadores dos que os que nao nao tem, e inventam modas que faliram todos, eu disse todos , os paises socialistas. ainda bem que a dilma em alguns aspectos, nao da’ouvidos a essa cambada de idiotas e , por exemplo, mandou privatizar tudo essa semana e mandou a tese estatista do pt pra aquele lugar, que afinal ja deveria ter ido a muito tempo. acho ate’que dilma vai aproveitar essas greves e vai mandar um projeto de lei para o congresso para mudar a lei dos servidores publicos para serem iguais ao s trabalhadores do setor privado e mandar esses vagabundos trabalharem. rei, aos poucos essa cambada esta sumindo, e com eles o lulala e os 40!!!!

  227. Filipe

    -

    11/08/2012 às 15:46

    Essa lei tira completamente a possibilidade do Brasil,ser um pais um de futuro,seremos sempre uma grande fazenda, sem demerito para os fazendeiros,é uma opcção.Acabar com os meritos é inacreditavél.O nosso lema será os ultimos serão considerado os primeiros,então para que estudar.

  228. Eduardo

    -

    11/08/2012 às 15:25

    Na primeira argüição de constitucionalidade, essa … vai pro brejo; a questão é simplesmente axiológica por parte da governanta; os projetos de maior envergadura desenvolvidos no Brasil, e, portanto, que guardam grande responsabilidade para com a vida, foram executados por engenheiros de várias Universidades brasileiras, muitas delas bem avaliadas – quando o MEC era sério.

  229. Marcus

    -

    11/08/2012 às 15:19

    Sou professor de universidade federal.
    É terível viver na idade das trevas. A história terá que ser reescrita, acrescentando depois da idade da pedra a idade dos lulas, quando imperou a escuridão.

  230. CLAUDIUS

    -

    11/08/2012 às 14:59

    A Dilma era do Conselho Administrativo do Petrobrás. O que temos hoje: um prejuízo de mais de um bilhão e uma políotical de faltança: falta álcool, falta combustível de aviação, de automóveis, diesel e demais derivados. Nos próximos 10 anos não sairemos desta faltança!
    Esta dona é ruim demais. Creio que não sabe nem a hora que está com dor de barriga. É a continuação da política de terra devastada iniciada pelo apedeDELTA Lula.
    Seria diferente no ensino? Jamais. Estamos tdosos na herda.

  231. Henrique

    -

    11/08/2012 às 14:51

    Eu tenho 15 anos, sou de escola pública e eu quero, e vou, para o ITA, custe o que custar. E é o seguinte: sou de escola pública, não daquelas “ralés”, mas uma de boa qualidade E EU NÃO ADMITO QUE ESSA DROGA SEJA APROVADA, MESMO QUE EU SEJA BENEFICIADO COM ISSO. Eu não quero saber de ter que estudar com pessoas que não se esforçaram o tanto que eu estou me esforçando para entrar lá, e se entrar não quero saber de ter que receber menor qualidade de educação por causa das pessoas que não vão conseguir acompanhar os estudos por lá, porque isso para mim já basta todo período do fundamental até o Ensino Médio.
    Isso que a Dilma quer fazer é ridículo! As pessoas tem que ganhar as coisas por mérito, não pela cor da pele. Para que dizem tanto sobre “igualdade para todos” se estão fazendo essa coisa de forma desigual? Quer que os alunos de escola pública sejam do nível dos de escolas particulares? MELHORE A EDUCAÇÃO DO SEU PAÍS, ENTÃO, EM VEZ DE FICAR CRIANDO COTAS, PORQUE ISSO É RIDÍCULO. E MAIS RIDÍCULO AINDA É QUEM APOIA A DILMA, QUEM AJUDOU ELA A CHEGAR NO PODER SÓ PORQUE FOI INDICADA PELO LULA.

  232. rpaulistano

    -

    11/08/2012 às 14:45

    Se houvesse decências e outras coisas positivas de nossos governantes/políticos, o correto seria que por exemplo a UNIFESP e as demais universidades devessem se igualar a um ITA e não o contrário, ou seja, MELHORIA prá valer do ensino básico e fundamental,

  233. Mauris F. Guímara

    -

    11/08/2012 às 14:44

    Reinaldo, é triste dizer mas argumentos racionais não “colam” pra essa turma. O mau caráter desse povo tem fundo patológico grave. O quadro sintomático é caracterizado pelo fingimento, delírios de grandeza, total desprezo pelo ser humano e regras sociais e, repare bem, ausência de lógica elementar. É uma sociopatia…Não tenho muita esperança de as coisas se resolverem facilmente.

  234. Wagner Patriota

    -

    11/08/2012 às 14:43

    Onde o pilantra corrupto do Lula mete o bedelho como no caso de o mesmo meter o bedelho no futebol Brasileiro escalando esse incompetênte do Mano Menezes para técnico da seleção pelo simples fato de ser corintiano petista junto com a máfia da CBF dirigida até pouco tempo pelo ladrão Ricardo Teixeira só poderia dar de novo no que deu: Casa desarrumada,bagunça generalizada e incompetência pura como todo bom Petista corrupto gosta… FHC nos deu 2 títulos mundiais,o de 1994 e o de 2002, já o molusco pilantra conseguio até o feito de acabar de vez com uma seleção que até 2002 era impressionantemente vitoriosa… Fora Lula corrupto, o futebol Brasileiro não suporta mais as tuas intromissões demagógicas e populistas!!!

  235. Claudio

    -

    11/08/2012 às 14:40

    Sou pela cota de 50% de brancos na seleção brasileiras de futebol. Tem muito mulato e negro lá atualmente. Isso é injusto!

  236. Rafael Wieler

    -

    11/08/2012 às 14:35

    O PT merece os parabéns. Está conseguindo demolir o pouco que existe de meritocracia nesse país…

    Eu me pergunto: “Onde estão os militares para nos salvar?”

  237. Claudio

    -

    11/08/2012 às 14:34

    Pensando bem, mandem os pardos-negros-índios-cotistas-petistas lá para o ITA. Não passam do 1o semestre! Até os alunos mais bem preparados do país passam sufoco quando estão lá dentro.
    Seria o maior massacre acadêmico-racial da história dessepaiz!

  238. RobertoPC

    -

    11/08/2012 às 14:28

    A partir de agora com as cotas no ITA, veremos toda semana avião caindo no Brasil. rs

  239. Maurício (MG)

    -

    11/08/2012 às 14:28

    Reinaldo

    Será que existem dados estatísticos sobre o abandono de curso por cotistas? Uma comparação com os não cotistas seria interessante, não obstante, imagino, não seja possível captar a queda da qualidade dos cursos para atender aos alunos menos preparados.

  240. Simples

    -

    11/08/2012 às 14:27

    Até mesmo uma anta teme tomar um avião na cabeça.

  241. sombrero

    -

    11/08/2012 às 14:18

    Não deixem de ler no NOBLAT o encontro Noblat – Toffoli. Este é um Juiz do Supremo do PT.

  242. Fernando (mega anti-corruPTo)

    -

    11/08/2012 às 14:13

    Deixa o pessoal despreparado entrar, mas não deixa sair.
    Pena que vão ocupar a vaga de quem merece!

  243. NAUSEADA

    -

    11/08/2012 às 14:09

    E O CHOQUE DE CAPITALISMO?
    DEVE SER DA LAVRA DE JOÃO SANTANA PRA COLHER EM 2014.
    COMEÇOU A LARGADA PRA ENGANAR OS TROUXAS.ELES GOSTAM E MERECEM.
    NO PAÍS DO ETERNO VIR A SER QUE NUNCA CHEGA(E AGORA ATÉ NO FUTEBOL),DOS PROJETOS SEMPRE ATRAZADOS E MAL- AJAMBRADOS,NUNCA REALIZADOS,REQUENTADOS PARA ELEIÇÕES,SÓ SE FOR O CAPITALISMO DOS CACHOEIRAS E MENSALEIROS.ESTE SIM,É O ÚNICO CRÍVEL E GARANTIDO NA BANÂNIA FEITA NAS COXAS,DA INCOMPETÊNCIA E MALANDRAGEM.
    A “SOLUÇÃO” PARA INDIGÊNCIA EDUCACIONAL SÓ VEM CONFIRMAR ISSO.

  244. Claudio

    -

    11/08/2012 às 13:48

    Perai! Deixar o ITA e o IME de fora dessa suruba eu até que concordo, afinal pornografia tem limites.
    Mas o que dizer de uma Escola Politécnica da UFRJ? Uma Escola Paulista de Medicina? Essas podem ser avacalhadas?

  245. João Moura

    -

    11/08/2012 às 13:48

    Reinaldo, o diploma do ITA assim como o meu, da AFA, necessita sim do crivo do MEC, entretanto ambos são vinculados e subordinados à FAB. O ITA, assim como o IME, também recebe verba do MCT. Eles não são vinculados ao ME, apenas o mesmo dá fé ao diploma, como você mesmo afirmou. Isso foi objeto de muitos problemas no passado. Nos formávamos na AFA e não éramos reconhecidos oficialmente como nível superior. Após o “crivo” do ME, isso mudou. É uma palhaçada, mas verdade. Abraço.

  246. ze do matogrosso

    -

    11/08/2012 às 13:32

    …sou totalmente a favor de cotas…mas, para as olímpiadas de 2016… Por decreto ou medida provisória, estaremos em todos os pódios, pricipalmente quendo o quesito for corrupção, ladroagem, políticos. Haja ouro e prata. Garfartemos todas. Brasil, um país sem miséria e sem atletas. Saravá, aigarô….

  247. me

    -

    11/08/2012 às 13:32

    Onde tem mão petralha a vaca vai para o brejo. Tchau, mérito, nas universidades federais.
    Espero que o ITA ao menos continue fora do alcance dessas mãos peludas.
    Eleitores, parem de votar nessa gente. Socorro.

  248. Cris Azevedo

    -

    11/08/2012 às 13:15

    Já pensou que desespero, o cara ganhar 1600? Por 100 pilas, perde a boquinha!

  249. Luiz Fernando

    -

    11/08/2012 às 13:07

    Nossos senadores e deputados estão à serviço dos inimigos do Brasil.Com as condições que temos em terras, clima, teríamos potencial para liderar o mundo em vários aspectos.Nos falta tecnologia e conhecimento para avançar e se depender dessa horda que está no “pudê” continuaremos recebendo espelhos em troca de nióbio.Será que alguém ainda insiste em dizer que o Brasil é o país do “furturo”?

  250. Raissa pedra

    -

    11/08/2012 às 13:06

    Reinaldo, boa tarde.
    Dilma sabe muito bem que não é a escola Pública ou Privada
    que interfere na qualidade do ensino, pois estudou nun dos grandes educandários pagos de BH, no entanto sua cultura e até mesmo princípios éticos deixam a desejar.
    Conheço pessoas que estudaram no mesmo colégio,em época similar à dela, que conhecem bem a nossa língua, têem lógica e princípios éticos. Petistas e comunistas não se preocupam de verdade com a cultura, mas sim com votos e dominação das massas, não importando como, para alcançar é o fim a que se propõem. Pode parecer não ter nenhuma correlação a comparação de cultura, ética, cor e posição social que citarei, Ministros Joaquim Barbosa e Lewandowski. Não conheço o passado social dos dois, mas Joaquim Barbosa vem provar que cor não é fator fundamental para inclusão beneficente de uma pessoa em cotas para ingresso em uma faculdade em detrimento da capacidade, pois dada sua idade, naquela época nem se pensava que tamanho absurdo e demagogia poderiam nortear o ensino. No entanto, o que estamos presenciando mostra bem a diferença de cultura, independência, respeito ao cargo que ocupa independente da cor. Parabéns Joaquim Barbosa, grande parte da população sente orgulho e respeito pela sua pessoa.

  251. Nelson Simas

    -

    11/08/2012 às 13:04

    Este governo é bastante competente na arte de desorganizar o Brasil, parece que toda energia é consumida nesta tarefa, obras do PAC, estradas, portos, aeroportos, ferrovias, nadica de nada, simplesmente não consegue colocar nada em funcionamento, tudo parado, tudo atrasado muito bons entretanto o PT, Lula e sua troupe são na inaugurar pedras fundamentais, lançamento de programas e projetos.
    Atentai bem brasileiros, atentai bem,como dizia um velho político louco: ou Brasil acaba com o PT ou o PT vai acabar com o Brasil.

  252. duduvieira10

    -

    11/08/2012 às 13:03

    Prezado Tio Rei;
    Eu não sou muto inteligente, mas salvo engano essa é a forma mais primitiva de preconceito, que a meu ver o preconceito o racismo está sempre onde sempre esteve, na cabeça de quem os tenham!!

  253. Dalton C. Rocha

    -

    11/08/2012 às 12:55

    Eugenismo no passado, como hoje era monopólio da esquerda. Leonel Brizola, D. Hélder Câmara,etc. nãoeram só eugenistas; eram nazistas também.

  254. Augusto

    -

    11/08/2012 às 12:51

    Rei,
    .
    Não resisto, então, segue mais um comentário:
    .
    O Brasil do PT entrou para a história por instituir a MEDÍOCRECRACIA!!!
    .
    Uma nova palavra para o dicionário!!!
    .
    Abraços!!!

  255. Augusto

    -

    11/08/2012 às 12:47

    Rei,
    .
    Como estamos no fim de semana, meu comentário de hoje será uma tese muito bem elaborada, com várias laudas:
    .
    FORA PT!!! FORA DILMA!!!
    .
    Abraços!

  256. Mairalur

    -

    11/08/2012 às 12:44

    Malditos, não ponham a mão em nossa Poli!! Reitor Grandinas, resista e nos chame para apoiá-lo.

  257. FJ

    -

    11/08/2012 às 12:33

    O que deveria ser proposto e colocado em prática é a melhoria do ensino e o isentivo do estudo nas escolas públicas; e não um “jeitinho brasileiro” de ingressar no Ensino Superior. A mesma capacidade que eu tenho de ter um bom desempenho no vestibular, é a mesma para uma pessoa de outra raça.
    O isentivo ao estudo em nosso país é tão pouco que jovens ao irem para escola torcem para que o professor falte para simplesmente não assistirem aula. (Cena que acontece frequentemente nas manhãs e tardes de todas as escolas públicas do nosso lindo país).
    O ponto chave da situação é que primeiramente, o sistema de cotas não deveria ter sido colocado em prática, e sim, a melhora no ensino fundamental e médio das escolas publicas, para que os alunos tivessem base intelectual, tendo como consequência uma bom desempenho no vestibular.

  258. Marcelo Dornelas

    -

    11/08/2012 às 12:29

    Muitos políticos da oposição são contra as cotas,mas por medo dos ditos “movimento sociais” de araque e da “imprensa petista” votaram a favor.Falta de personalidade a meu ver;votaram não com a consciência mas preocupados com eleição.Que falta faz um Carlos Lacerda na politica,aquele sim tinha personalidade e não se preocupava com populismo eleitoreiro barato.Apesar dele ser esquerdista,meus parabéns ao Aloysio Nunes,mostrou personalidade.

  259. Curioso

    -

    11/08/2012 às 12:28

    O absurdo é que eles mesmos (o governo) ao tentarem retirar o ITA, mostram para os brasileiros que os que entrarem na Universidade, neste molde, são alunos despreparados. Não consigo entender como o povo votou neste governo e neste congresso e senado.
    =====
    Como todos são iguais pela lei, haverá muitos mandatos de segurança, para entrar no ITA conforme a esta lei aprovada.
    =====
    Meu Deus, é muita ignorância de um povo, pois estão aceitando escolas primárias e secundárias que não conseguem ensinar com requisitos de um país de 1o. mundo.
    =====
    O que salta os olhos, é que o governo quer um país de ignorantes, e o povo também assim o quer.

  260. Anderson Soares

    -

    11/08/2012 às 12:23

    Em 10 anos os governantes da Coréia do SUL revolucionaram a educação de seu país!
    Em 12, o PT irá arrasar com aquela razoavelmente competente que temos no Brasil!
    Parabéns aos trouxas que acreditaram nesses cretinos.

  261. Anderson Soares

    -

    11/08/2012 às 12:17

    Reinaldo:
    Você colocou o dedo na ferida da “igonorança” dos cretinos, mais uma vez, hehehe.
    Gostaria de chamar a atenção a um ponto lógico que você levantou:
    “rebaixar o seu padrão de exigência, o que significaria, por óbvio, queda da qualidade num tempo muito curto e migração das melhores cabeças, então, para cursos privados de alta performance — existem”
    Depois de ler seu primeiro texto sobre essa trapalhada da lei de cotas, pensei o seguinte: E SE ISSO AI FOR UMA MEDIDA ENGANA TROUXA- OS TROUXAS DEFENSORES DA IGUALDADE SOCIAL – PARA ESCULHAMBAR DE VEZ O ENSINO UNIVERITÁRIO DO PAÍS, EMPURRANDO OS ALUNOS PARA UNIVERSIDADES PRIVADAS? Quer uma prova?

    Conhecidos meus tem viajado o país, a convite do governo federal – MEC, para avaliar universidades privadas, para fim de credenciamento no MEC. Dizem que estão vendo cada vez mais escolas bem preparadas, com laboratórios bem equipados, predios e salas arrumados e bibliotecas recheadas de livros. Pensemos então: o grande concorrente dessas instituições de ensino são as universidades federais, públicas e gratuitas, certo? Acabando com a concorrência pública, sobrará quem?- AS PRIVADAS, É CLARO!

    Outra coisa. Será que foi mesmo por acaso que essa lei imbecil saiu da pena de uma senadora suplente, que não entende basicamente nada de educação? Alías, o mérito da senhora Lobona é pertencer à alcatéia dos lobos do Maranhão!

    E os idiotas pró-cotas estão a aplaudir a tal “medida inclusiva”…. hahahaha

  262. rastilho

    -

    11/08/2012 às 12:17

    Não,hoje nosso sistema de ensino é chulé.os brasileiros não tinha que entrar a justiça pra resolve..; mas afinal seria muito não é mesmo, afinal somos brasileiros o que parece covarde,professores até que c esforçam.mais cá pra nos uns nem condições tem de ensinar.o que se nota hoje é que a sede pelo estudos fica na garganta de ter um pelé e só o que vemos é um cabelo do neymar fazendo chiliques nos congresista, tá louco meu; hehehe, não sei não! hehe”jamais algo tão pavoroso,isso,atalhos para se licenciar dos estudos,vamos sim ganhar medalha,mas dos burroshashuas,hora muitos jovens sabem dessa possibilidade, o gov. admite estes metodos para depois fazer a cirurgia em um cérebro com titica de galinha.

  263. tuca

    -

    11/08/2012 às 12:08

    A saída para esta pataquada é fazer como a OAB, exames para exercer a profissão, principalmente medicina e engenharia, pouis lidam diretamente com vidas.

  264. no chá das 5

    -

    11/08/2012 às 12:05

    universidade meia-boca,sim!!!as que têm os militares à frente,…esqueça!!ela não é besta;ainda mais neste momento!!
    tomara que as outras universidades percebam a picaretagem,que custará seus “nomes”,e desistam deste conto do vigário!!endossado,inclusive,pelo STF!!!

  265. Surfista Prateado

    -

    11/08/2012 às 11:59

    É, vou ter que discordar. Quer dizer que o filho do fulano que ganha R$ 1.500, é isento do IR, chega na universidade pública e não precisa pagar “mensalidade”, mas o filho daquele que ganhar R$ 10.000 (por seus méritos), que deve andar pagando aí por volta de R$ 2.000 de IR, e que ainda assim não tem NENHUM direito a mais que o que não paga IR, tem que chegar na escola pública e ainda pagar “mensalidade” por ela? Bah, não dá, mesmo. Ou todos pagam, ou ninguém paga.

  266. Anderson Soares

    -

    11/08/2012 às 11:59

    PUTZ, os caras fazem um lei que contém critérios que ridicularizam ela mesma? Só podia ser aqui no Brasil, mesmo!
    Isso não deveria ter passado no senado de maneira nenhuma- reflete, pois, a “bela” qualidade de nossos congressistas!

  267. Noah

    -

    11/08/2012 às 11:58

    Hoje do jeito que está já formamos analfabetos funcionais em todas as áreas, inclusive médico, advogados, juízes, etc. Imagina com essa patuscada aí?

  268. Noah

    -

    11/08/2012 às 11:56

    Perfeito. O Brasil está caminhando para o famoso VOO DA GALINHA.
    .
    A propaganda enganosa das ESTATAIS, Governo Federal e Empresas Aliadas ao Projeto Lulo-Petista passaram a impressão que o Paraíso tinha se instalado nesse País.
    .
    Acabou a bonança Econômica e o Apedeuta não pode mais pisar na jaca, pois não há mais dinheiro, o que restou?
    .
    Greves e mais greves. Arroxo, inflação alta e uma crise sem precedentes. E a coisa só está no seu inicio.
    .
    Além das cotas, que vai rebaixar ainda mais a qualidade no ensino e tirar vagas da classe média que é o burro de carga nesse País, temos também um desvio de aspirações de nossos jovens.
    .
    Hoje, um garoto deseja antes de tudo arrumar uma boquinha na máquina pública, melhor se for Federal. Ou seja, enquanto Malásia, Coreia do Sul, Israel, Singapura são potencias em tecnologia e empreendedorismo, o bananão quer viver de renda, trabalhar pouco e ter estabilidade.
    .
    Isso para não contar os desvios culturais, como o jeitinho, o levar vantagens em tudo, passar por cima dos outros, malandragem, etc.
    .
    O Brasil é um País que terá muito trabalho para ser um dia Desenvolvido.

  269. Douglas Morais

    -

    11/08/2012 às 11:55

    HAHAHAHHAHA !!!!!!!!!
    A DILMA quer deixar o ITA fora do Regime de COTAS. Qual será a tese ? Me fez lembrar daquele video onde aparecem Sergio Cabral, Lula e um jovem “afro descendente” durante a visita a um Complexo Esportivo do Rio. O jovem questiona não poder jogar tênis naquele local e LULA responde : “tênis é esporte da burguesia, porra”.
    Então deve ser isso. Engenharia Aeronáutica é para “azelite”. Na prática só estão reconhecendo o óbvio: Cor da Pele e Origem Social não constitui Capacidade e Competencia. “Afinal, engenharia aeronáutica é coisa muito complicada!” kkkkkkkk. “Que cursem história, geografia, filosofia, etc, que tá bão de mais”. Só pode ser isso que está passando pela cabeça dos nobres.
    O detalhe é que 37,3% dos alunos do ITA vieram de escolas públicas e entraram no ITA sem recorrer sequer ao ENEM pq o ITA não o adota.

  270. Anderson Soares

    -

    11/08/2012 às 11:51

    Reinaldo:

    Não sei se entendi errado, mas você afirma que o ITA não aceita o ENEM, assim como as universidades federais (veja lá, quarto parágrafo). Quem não aceita o ENEM são as estaduais, certo?

  271. Leitor atento

    -

    11/08/2012 às 11:47

    Não acredito que E. Gaspari passe no teste múltipla escolha que o Reinaldo formulou no comentário. Ele vai tomar bomba.

  272. Só o voto consciente resolve. Voto distrital não muda nada

    -

    11/08/2012 às 11:46

    A única coisa pior do que essas cotas é acreditar no “ choque de capitalismo de Dilma “ . Não quero nem ler bobagens desse tipo

  273. Silvio Thomas

    -

    11/08/2012 às 11:45

    ESSA É A DEFINIÇÃO MAIS PERFEITA QUE JÁ LI ATÉ HOJE, SOBRE O PT…
    O governo Petista é igual à camisinha:
    A camisinha permite inflação, impede produção, destrói a próxima geração, protege um bando de porras
    e ainda transmite um sentimento de segurança…
    Enquanto, na verdade,
    alguém está sendo ferrado…!!!
    Incontestável…

  274. Paranaense enojada

    -

    11/08/2012 às 11:40

    Conheço bem a realidade dos professores universitários. A classe sempre foi fá do PT. Votaram maciçamente na dillma. Talvez agora com a queda brutal no nível de ensino (cotas, PROUNI, proliferação desenfreada de universidades federais)com o corte do ponto para os grevistas), a ficha caia. Uma coisa é certa: todos já estão bem treinados a conseguir verbas fazendo exatamente o que o PT ama: estudar GL, genero, excluidos, MST, indios….Assim como os alunos nas redações do ENEM….

  275. S.S.D.

    -

    11/08/2012 às 11:33

    Pesquisem a respeito do programa Ciência Sem Fronteiras (parceria do MEC e do MCTI) para entenderem como a Dilma usa o pretígio do ITA ao seu favor (em especial, para fazer frente a instituições de primeira linha como o MIT) e não quer vê-lo manchado pelo sistema de cotas.

  276. satyrojr

    -

    11/08/2012 às 11:32

    União Africana = União SulAmericana = Brasil, com qualidade Brasil!

  277. O Fim do Muro de Berlim

    -

    11/08/2012 às 11:32

    Nas universidades públicas federais, os alunos capacitados intelecto e culturalmente (universidades selecionam seus participantes por esta razão, tal qual há o peneirão no futebol, há o vestibular nas universidades) diferenciam-se, no aproveitamento e no discernimento, de tal forma dos alunos cotistas, que se eu fosse um cotista teria profunda vergonha, pois tenho vergonha na cara. O abismo que há entre cotistas e universitários é a diferença que tem um jogador perna de pau de um craque em futebol, mas querem igualar isto. Cotas também no futebol, assim vai ter mais lugar para brancos, porém os times vão ficar bem piores do que já são!

  278. mameluco

    -

    11/08/2012 às 11:30

    Sabe como é, o ex presidente Lula operou a garganta, e com isso deve evitar falar. Aconselhado pelos aúlicos que lhe acompanham, tenta aprender a linguagem dos sinais, mas como lhe falta um dedo continua a falar errado. There is no problem. Utiliza agora a ventriloquia. Um de seus bonecos encontrou o Noblat ontem em Brasilia, vejam no blog do Noblat o que aconteceu.

  279. satyrojr

    -

    11/08/2012 às 11:28

    União euorpéia Oops! Africana com qualidade e adm brasileira!

  280. joseaguiar

    -

    11/08/2012 às 11:26

    Sou contra a cobrança de mensalidades na Universidades Públicas, elas devem ser ” gratuitas e de qualidade”, assim diz o discurso de longa data e que tem alimentado a carreira de inúmeros picaretas. SOU PELA COBRANÇA DE VAGAS NO ESTACIONAMENTO DAS CHAMADAS UNIVERSIDADES.”Fora os mercantilistas da educação e da sáude”.

  281. Anónimo

    -

    11/08/2012 às 11:23

    E de que adianta os cotistas com os diplomas na mão, sem base? Onde vão arrumar emprego, quando se sabe que a seleção feita pelas firmas existe, principalmente devido a disputa cada vez maior de empregos? Os alunos pobres não terão condições de comprar livros para estudar. O governo populista burro está fazendo os cotistas pobres de palhaços. Por que não aumentar as escolas técnicas para que os alunos pobrem possam trabalhar e financiar as suas próprias despesas na faculdade? Este governo populista explora os pobres massageando os seus egos. Não ajuda em nada os cotistas, apenas criam mais problemas para êles, prejudicando os alunos mais capacitados que não poderão se desenvolver nas faculdades, pois serão nivelados por baixo.

  282. satyrojr

    -

    11/08/2012 às 11:21

    Toda familia deveria ter acesso (ter) a uma enciclopedia e um atlas em ksa!

  283. Eduardo Pozzobon

    -

    11/08/2012 às 11:20

    E o IME (Instituto Militar de Engenharia), como fica? É o vestibular mais difícil do Brasil, já que tem todas as engenharias, exceto aeronáutica e naval, salvo engano. Meu irmão formou-se lá. Fizemos vestibular no mesmo ano. Eu pra medicina, ele engenharia. Estudei normalmente e passei fácil pra UFRJ. Meu irmão tinha aula no falecido colégio Impacto, de segunda a sábado, com provas todos os domingos, de fevereiro a novembro! Foi assim que deu pra passar. Imagine alguém vindo do ensino público e aprovado pelas cotas! Será reprovado na aula inaugural!

  284. The Cure

    -

    11/08/2012 às 11:17

    Definitivamente, o Brasil é um país que quer avançar com o atraso.
    .
    O que será que vem mais por aí? Que paura!

  285. Willian

    -

    11/08/2012 às 11:16

    A esquerda tem outra visão de educação. Os filósofos do bem sabem que a “democratização” do ensino que propõem compromete a qualidade. Por isso, como querem que restem algumas instituições de excelência, deixarão o ITA e o IME fora dessa revolução marxista, evidenciando, mais uma vez, a sua histórica falta de coerência.
    Porém, não acredito que o último prego do caixão da educação pública tenha sido pregado. Aqui em São Paulo, por exemplo, a qualidade das Etecs caiu um pouco com a vinda das cotas de 10% para estudantes de escolas públicas e com as cotas raciais, mas a maioria das escolas públicas brasileiras com bom desempenho no Enem é de São Paulo – e são justamente as Etecs.
    Acredito que as federais utilizarão a opção b: filtrar os alunos dentro da sala e formar menos profissionais para não comprometer a tradição da universidade.
    Para ter uma ideia do que acontecerá, basta pesquisar sobre a UFABC, que já tem um sistema semelhante ao que será aprovado. Lá, a evasão de alunos é muito alta.
    Certamente muitos alunos empurrados para a universidade evadirão. Não acredito que as universidades vão pisar em sua tradição, ainda mais depois de perceberem que o governo sequer negocia com eles em uma greve de dimensão nacional.

  286. antonio sergio baptista

    -

    11/08/2012 às 11:14

    Sr.Reinaldo
    Pergunto-me porque não propor a reserva de 20% das vagas para desembargadores, juizes e mesmo no concurso da OAB, para negros?? Também para almirantes, coroneis e brigadeiros. Há poucos negros nestes cargos, não é? Santa Madre de Dios!!!

  287. The Cure

    -

    11/08/2012 às 11:12

    Quais os nomes dos excelentíssimos paspalhos do Congresso que aprovaram essa estrovenga, uma bomba de efeito retardado.
    .
    Vou-me embora para Pas…, quer dizer, Paraguay.

  288. Saraiva

    -

    11/08/2012 às 11:11

    Em um paiz (sic), onde o ex-presidente, e muito popular, se gaba de nunca ter lido um livro…Tá explicado. Durante o curso de Engenharia, tive o prazer de ter aula com dois professores militares, formados no IME e pesquisadores do exército. Quem não estudava dançava!!! Se fosse pego colando, podia trancar a matéria e tentar no próximo ano. Não se tolerava falta de respeito, picaretagem, etc. Aluno que entrar por cota, acostumado com a vida mansa do nosso sistema de ensino que não reprova ninguém e que trata professor como se fosse lixo, não se cria nem no ITA e muito menos no IME.

  289. Saraiva

    -

    11/08/2012 às 11:06

    Tive dois professores do IME nos meus tempos de Engenharia. Formados lá, militares, professores e pesquisadores. Quem não estudava, dançava! Quem colasse podia voltar só no outro ano por que não teria chance. É neste tipo de escola que aluno que entrou por cota, dessa nossa rede pública que não repete ninguém e tolera todo e qualquer abuso contra os professores (dentro e fora das salas de aula) vai se criar?

  290. nena

    -

    11/08/2012 às 11:03

    Na verdade, o que temos é uma presidentA que deveria voltar aos bancos da escola e começar a sua alfabetização no primeiro grau: aprender a ler, a se expressar, a escrever, a interpretar textos, a fazer as contas fundamentais, ser reprovada quando não estudar, a se integrar socialmente. Isso já poderia fazê-la um pouquinho melhor. Depois o segundo grau e depois, ainda, fazer o vestibular, sem direito a cota, não é? já que não é negra, nem índia, nem parda. Nesse trajeto seria proibida de cabular aulas para ficar montando/desmontando metralhadoras, ou brincar de lojinha, ou fazer parte das associações da mulher excluída; ou ficar fazendo picnic para visitar os amiguinhos e/ou aloprados. Não sou psiquiatra, mas creio que exercícios mentais metódicos podem fazer despertar neurônios adormecidos em berço esplêndido. Porque do jeito absurdo que a coisa vai não dá mais! Chega de tomar como parâmetro o modelo analfabeto petista e nivelar o ensino tão por baixo.
    Quando até ministros do STF apelam para as consequências de uma condenação para réus mulambentos, salientando suas condições humanas(?) e familiares(?), vale lembrar a mesma condição dos milhões de brasileirinhos que estão sendo CONDENADOS a não chegar a lugar algum e a ser a miséria intelectual e profissional ambulante.
    E a situação se torna ainda mais patética e revoltante com a conivência do legislativo e do judiciário que aprovam esses insigths de uma mente maluca.

  291. Augusto

    -

    11/08/2012 às 11:01

    Isso é sim, DILMAGOGIA, pura DILMAGOGIA!

  292. Saraiva

    -

    11/08/2012 às 11:00

    Só que no ITA, colar da expulsão. Média baixa, rua. E a nota de corte deve ser de 8 pra cima…Quanto tempo duraria uma aluno que entrou por contas das contas e não por competência?

  293. Barnabé do serviço público

    -

    11/08/2012 às 10:57

    A DELTA repassou entre 2010 e 2011, segundo a CPI/CPMI do cachoeira: R$ 2,5 bilhões de caixa 2 para políticos (e, lógico, CAIXA 3=na cueca e,=em paraísos fiscais), mas não tem dinheiro para pagar com dignidade os servidores concursados. Será que desta vez os servidores públicos concursados humilhados pelo PT vão escolher esses políticos para representá-los novamente, votando nos candidatos do partido e aliados nas eleições de 2012? A esperança para minimizar essa perversidade do governo, é a condenação e prisão imediata dos mensaleiros no STF, companheiros em prioridade absoluta do governo na liberação das verbas públicas (sem crise na Europa) tentando salvar esses companheiros-de-armas, devido aos custos elevados com advogados, emendas de parlamentares que vão para ONGs companheiras, “obras” superfaturadas e com muito mensalão… as greves generalizadas são uma resposta da sociedade contra o mensalão. O MENSALÃO é crime contra a humanidade, segundo o IBGE o Brasil tem uma taxa de homicídios de 25 para cada grupo de 100 mil habitantes, a OMS considera epidêmica a taxa acima de 10, o PT está 150 % acima do limite. Os BILHÕES desviados dos nossos impostos poderiam ter sido investidos na SEGURANÇA PÚBLICA e, ainda dava para pagar salários dignos aos servidores concursados.
    Brasileiros milionários guardam em paraísos fiscais um terço do PIB brasileiro, sonegando impostos aqui no Brasil, em consequência a sexta economia do planeta estabelece um salário-mínimo muito abaixo dos R$ 2.400,00/mês calculados pelo DIEESE e, considerados na CONSTITUIÇÃO FEDERAL como necessários para o trabalhador viver com o mínimo de dignidade. O próprio governo comunista-mensaleiro do PT é o fomentador das aplicações em paraísos fiscais isentas de impostos, pois o governo oferece o mensalão e garante a blindagem do dinheiro nas transferências para bancos nesses paraísos fiscais, pior, esse dinheiro volta ao Brasil como investimento estrangeiro e remunerado com as maiores taxas de juros do mundo, sem rastreamento da origem desse dinheiro para não comprometer a companheirada. O governo americano chegou a enviar um CD-ROOM com o nome dos brasileiros com contas em paraísos fiscais em trânsito dentro dos EUA, a fim de subsidiar as investigações da CPI do BANESTADO, mas o governo mandou abafar tudo, obviamente, devido aos nomes companheiros da relação fornecida. Ou seja, quando o consumidor comunizado pelo PT paga a maior taxa de juros do planeta nos empréstimos e crediário, quem enriquece indiretamente são os brasileiros milionários com dinheiro no exterior, mas quem leva a culpa é a crise na Europa. Hoje, o endividamento da família brasileira e inadimplência batem recordes, com perdas de patrimônio das pessoas para pagar dívidas absurdas e, quem sai ganhando? O PT está acabando com a Nação-Brasil!

  294. Jorge Silva

    -

    11/08/2012 às 10:57

    Respeito a opinião de todos neste blog que em sua maioria maioria é contra este tipo de política. Mas eu sou a favor de que metade das vagas sejam para estudantes das escolas públicas.
    Essa história de melhorar o ensino público é muito bonita mais extremamente complexa porque envolve todos os Estados e Municípios, vontade política, e uma série de mudanças. Qualquer decisão neste sentindo levaria no mínimo uns 15 anos pra começar a surtir efeito.
    Eu pergunto: e esta geração atual fica como? Ah eles já eram?
    Defendo que metade das vagas sejam para escolas públicas mas com um critério claro e objetivo(ENEM).
    Temos que dar esta chance aos melhores estudantes das escolas públicas, a maioria deles não teria condições de pagar uma particular, as Universidades são Públicas, é justo que reservem metade das vagas aos que não tem condições financeiras. Não pode dar chances somente aos que tem condições de colocar seus filhos nas caras escolas particulares e depois estudar de graça nas universidades públicas.
    Sei que não é a medida ideal, mas é a possível diante do quadro extremamente injusto da educação neste país. O que poderia ser feito é dar um prazo de validade a esta medida que deveria ser tomada junto com políticas eficientes para melhorar o ensino público.

  295. Anónimo

    -

    11/08/2012 às 10:55

    Quais os nomes dos excelentíssimos paspalhos do Congresso que aprovaram essa estrovenga, uma bomba de efeito retardado?

    Vou-me embora para Pas…, quer dizer, Paraguay.

  296. Ricardo

    -

    11/08/2012 às 10:52

    Gente boa envolvida com educação deu uma piscadela para o diabo, e agora ele veio para ficar. É o preço de ter de se ajoelhar perante a militância organizada. O ensino superior brasileiro, que jáera ruim, vai piorar.

  297. Marcelo Dornelas

    -

    11/08/2012 às 10:44

    O estado é muito inchado,por isso tantos impostos e tarifas altíssimas,e ainda assim é um saco sem fundo,sempre falta dinheiro e competência.

  298. joao alberto

    -

    11/08/2012 às 10:42

    Reinaldo, um canal de TV está fazendo uma enquete sobre quem foi o maior brasileiro e o Lulanico, apesar de todos seus arroubos e mentiras, perdeu feio para o Ayrton Senna. Bravos !!!!!!! Quem tem pés de barro, não se sustenta por muito tempo.

  299. Marcelo Dornelas

    -

    11/08/2012 às 10:41

    Eu sou da opinião de que o ensino médio e superior deveriam ser privados,o governo daria bolsa de estudo pra quem não tivesse condições de pagar,já o ensino fundamental seria integralmente público,assim o governo poderia investir pesadamente no ensino fundamental,oferecendo inclusive escola em tempo integral.Esta é a fórmula asiática que dá muito certo e foi bastante defendida por Roberto Campos na década de 90.

  300. Eurico Marques

    -

    11/08/2012 às 10:38

    É a ditadura etno-cromática no ensino brasileiro, que, excluindo-se exceções como IME e Ita, é a nata, o extrato fino do lixo mundial.Zimbabwe é melhor com seus alunos.
    A lata de lixo da história está a esperar Dilmas e Mercadantas, para o premio NObel da Boçalidade.

  301. CerradoemChamas

    -

    11/08/2012 às 10:37

    Reinaldo,hoje ficou claro. As únicas instituições e serias no Brasil de hoje são as Forças Armadas. A Igreja Católica está se recuperando aos poucos com o isolamento dos padres de passeata, que querem criar um MUNDO MELHOR(???). Nós somos criaturas, nunca criadores. Salve as Forças Armadas do Brasil!

  302. celeraman+

    -

    11/08/2012 às 10:34

    Intervalo de jogo e o placar gravado no iPhone destaca:
    > Noblat 1 x 0 Ministro Tóffoli
    .
    Aguardemos o segundo tempo.

  303. Nassau

    -

    11/08/2012 às 10:31

    Isso nao existe em nenhum país com boas universidades. EUA, Uniao Europeia, China, Japao, India e Rússia, todos têm algum tipo de selecao, seja geral, valendo para todas as universidades – como nos Eua e na Alemanha -, ou específico para uma universidade.

    Esse sistema de cotas consegue ser mais escandaloso do que qualquer outro do qual já tenha tido notícia. Agora pardo também vai ter cota?????????????? Puxa, que beleza para o sul da Europa, né? Afinal de contas, para um alemao os habitantes daquela regiao sao pardos.
    E faz diferenca se é um pardo com ascendência indígena ou africana? E qual deve ser a procentagem de genes indígenas e africanos? Os afro-descendentes no Brasil constumam ter mais genes de origem europeia do que africana. Todos os estudos genéticos da populacao brasileira confirmam isso – o que vale até para a Bahia. E a mesma predominância é atestada nos descendetes de índios.
    Para completar o desastre, haverá uma corrida de boa parte da populacao para as piores escolas. Pobre do professor e diretor de escola que resolver ser criterioso com aluno fraco. Se Dilma aprovar essa monstruosidade, o Brasil acaba de se tornar oficialmente a Jumentolândia.

  304. Al

    -

    11/08/2012 às 10:29

    Que ITA e IME o quê, Reinaldo. Quero ver cotas é na Seleção Brasileira! Que história é essa de precisar saber jogar futebol para estar na Seleção?

    Cotas na Seleção já!

    Talvez assim o Brasil acordasse para certos absurdos…

  305. celeraman+

    -

    11/08/2012 às 10:29

    Cota mesmo só para gênios!

  306. MINEIRIN INVOCADIN

    -

    11/08/2012 às 10:28

    Reinaldo,efetiva e lamentavelmente a passagem do furacão,ou seja, a chegada ao TRONO do porco do TORNO,com “seu jeito estúpido de ser”,arrotando,com a costumeira e vagaBUNDA petulância,que sua condição de “SEM DEPROMA” não o impediu de chegar a “prisidente”,dava o tom de como passaria a ser tratada a EDUCAÇÃO nestepaís! Aliou-se a incompetência à safadeza,ao baguncismo,às práticas espúrias e populistas,ao sucateamento dos quadros e espaços,com a proliferação de “universidades fede mais”,meras rotulagens,reles propaganda mais do que enganosa de uma escória irresponsável e inconsequente! Brasil,um país de tolos!

  307. RUBENS JACYZIN

    -

    11/08/2012 às 10:25

    *POIS BEM!COTAS …O ASSUNTO É TÃO REDICULO QUE NEM MERECE SÊR DISCUTIDO!
    *QUE COLOQUEM COTAS NAS CADEIAS!LÁ TEM MAIS BRANCOS DO QUE NEGROS,INDIOS E MAMELUCOS!
    *PARA QUEM GOSTA DA “LIVRE INICIATIVA”QUE ACORDE E ACOMPA
    NHEM O ANDAR DA CARRUAGEM!A DEMOCRACIA ESTA EM RISCO!

  308. Ricardo D

    -

    11/08/2012 às 10:23

    Eles realmente pensam que vão manter o ITA descolado da realidade brasileira?
    Infelizmente a degradação vai infectar todos os aspectos da educação brasileira. Nem tentando “salvar” o ITA com essa diferenciação vai funcionar.
    A alternativa seria importar cérebros eternamente.

  309. Cris Azevedo

    -

    11/08/2012 às 10:20

    Agora, só entrará nas Federais quem souber tudo sobre o Livro Vremeio (ou seria “vermeio?”)do Mal! Viva o PT e sua “revolução cultural”!

  310. Cris Azevedo

    -

    11/08/2012 às 10:19

    É a Revolução Cultural by PT! Queimem os livros!

  311. Edgard

    -

    11/08/2012 às 10:19

    Estes revolucionários de bala de festim que chegaram ao poder e não tinham competencia para mante-lo, trataram primeiro de copiar, plagiano ideias vitoriosas da gestão do ex Presidente Fernando Henrique, em seguida, trataram de cooptar seguimentos da nossa sociedade que de alguma maneira viviam marginalizados ou eram discriminados. Este plano B sucedeu ao projeto inicial da compra de voto o famigerado “mensalão” que foi desmascarado pelo Roberto Jeferson. Se o “mensalão” não tivesse fracassado, a maioria dos programas sociais não seriam incrementados.
    Cotas, bolsas, casamento gay, idade penal, abono presidiario, quilombolas, a farra das demarcações indigenas, MSTs, descriminalização da droga e etc, etc e tal. Somando todas essas “bondades” esta turma conquistou um patrimonio eleitoral que teoricamente lhes garantiram muito tempo no Poder.
    Se preocupar com educação pra que? Se um semi analfabeto chegou a Presidencia da Republica. Jose Neumanne no seu livro retrata o Lula que poucos conhecem.

  312. Dobrar o número de vagas

    -

    11/08/2012 às 10:18

    Jeitinho brasileiro:
    Dobre-se o número de vagas. A metade (cotas) não vai passar do 1o. ano. Logo, a partir do 2o. ano, tudo fica como antes.

  313. José Antônio

    -

    11/08/2012 às 10:17

    Só falta agora o Brasil propor ao comitê organizador do Nobel, uma cota para algum cientista brasileiro. há há há há há -É mui difici!

  314. José Antônio

    -

    11/08/2012 às 10:13

    Se um cotista que entrou pela janela, não conseguir acompanhar um curso considerado difícil (engenharia, ciência da computação e etc)- o nível do curso vai cair pra facilitar o coitadinho, ou ele será reprovado sem dó? E se for reprovado, quem paga a conta de todo dinheiro público investido no aluno “errado” durante os anos do curso??

  315. Carlos Emiliano

    -

    11/08/2012 às 10:10

    Tio Rei, estamos entrando aqui em terreno perigoso quando se trata de desempenho do aluno na escola pública. No caso do sistema de lançamento de notas e faltas do estado do Paraná, o SERE, vários do serviço administrativo, como o diretor, secretários, ou que trabalham na secretaria, têm acesso às notas e podem, em qualquer tempo, modificá-las, e isso sem precisar que o professor saiba. Por exemplo, um aluno que tenha tirado 8,5 no 1º bimestre e precise de uma nota maior pra entrar em determinado curso. Alguém mal intencionado pode entrar no sistema, coisa que não é difícil, aliás, é bem simples, pois pode ser feito de qualquer lugar, e modificar, lá em dezembro, essa nota pra 100. Já imaginou se uma vaga em medicina da UFPR depender de uma nota a que um monte de gente tem acesso? Nós somos honestos o suficiente pra isso? Já imaginou o possível comércio que isso pode gerar? Quanto valerá um login e senha do SERE no mercado de vagas das federais? Ou somos ingênuos o suficiente pra crer que isso não acontecerá?

  316. Adriano

    -

    11/08/2012 às 10:08

    Politicagem eleitoreira.

  317. Luciano

    -

    11/08/2012 às 10:06

    Em primeiro lugar, as universidades federais e estaduais não são gratuitas, são subsidiadas com nosso dinheiro. Se é pra ser assim então quero 50% do meu dinheiro de volta para poder pagar por um cursinho preparatório para o ITA, ou para os outros 50% de vagas, aquela parte das vagas decidida pelo mérito mesmo. Ou ainda para pagar a mensalidade de uma PUC. Quanto à sua idéia de mensalidade nas universidades públicas Reinaldo, discordo da forma como queres que sejam cobradas as mensalidades. Hoje as mantemos com nossos impostos. Ou implementa-se a mensalidade (mais barata que de uma particular) e diminui-se o imposto total pago pela população ou mantem-se o imposto e não seja cobrada mensalidade. Concordo que há uma injustiça aí sim, mas acho que seria melhor que na declaração de imposto de renda, o indivíduo indicasse quais universidades e colégios públicos devem receber prioritariamente seu dinheiro. Isso criaria um senso de comunidade e permitiria maior autonomia das mesmas e uma relação maior entre elas e a comunidade seria reforçada. Porém já entrei em outro mérito, o de uma República federativa verdadeira, descentralizada…

  318. O Fim do Muro de Berlim

    -

    11/08/2012 às 10:05

    O tico e o teco da Dilma sabem que as cotas são injustas, burras e bananeiras, por isto quer o ITA fora disto. O Brasil literalmente está sendo nivelado por baixo, o capital internacional agradece pelo espírito de commodities ,principalmente do “plantation”, que estes governos subdesenvolvidamente de esquerda estão direcionando o Brasil.

  319. Marcos F

    -

    11/08/2012 às 10:00

    Dilma foi à Inglaterra e viu Marina desfilar à sua frente.
    Ao seu lado, a Rainha. Dilma reclamou-lhe, e a soberana lhe explicou:
    “- Você no trouce alumnos parra Oxford, my Dear, why not?”
    “- Xá cumí dona rainha, vô fexá, vô fexá repitu, todaziscola particulá do Brasil, qui rico vem pra k” – disse Dilma.
    Nota: Mercadante também falou, mas como sempre é irrelevante.

  320. Anonimo Veneziano

    -

    11/08/2012 às 9:50

    #FORATOFÓLE

  321. Wilker Delgado

    -

    11/08/2012 às 9:44

    Para mim esse coisa que chamam de ‘ensino público’ é uma baita imundice. Querem uma solução real e efetiva para a educação no Brasil? ACABEM com o MEC! Fechem aquela porcaria! Usem os prédios construídos pelo governo – aquilo que chamam de colégio/escola – para reunir os líderes do bairro/comunidade e deixem que os próprios pais eduquem seus filhos.

  322. Janaína

    -

    11/08/2012 às 9:42

    Caro Reinaldo,
    sou neta de índios e estou concluindo o Doutorado na Universidade Federal – sempre baseado na meritocracia. No meu tempo de graduação, não havia essa obscenidade. Pois! Também quero uma casquinha da patuscada! Minha mãe sempre quis um filho advogado, acha bonito. Talvez seja a minha oportunidade de, sem grande diligência, realizar o sonho da matriarca. Saudações de Janaína, filha de Peri.

  323. Guilherme

    -

    11/08/2012 às 9:40

    Grande Reinaldo,

    Como médico, já vivencio a piora do nível de minha profissão de forma assustadora, muito pela remuneração que exige atendimento rápido e em grande volume, sobrando pouco tempo para estudo e preparação. Também a facilitação de entrada com a criação de inúmeras escolas de medicina piorou bastante o nível. Isso não é corporativismo, é a realidade. Sei que uma boa remuneração não faz uma pessoa se preparar melhor, mas facilita. Sei, também, que talvez você não concorde com essa tese, mas a verdade é que a maioria absoluta dos médicos trabalha para os planos de saúde e sofre essa realidade. Se você atender de forma diferente, não paga as suas contas. Agora, com a novidade da seleção petralha, imagino o futuro dentro de uma ou duas décadas. Além de médicos atendendo mal, a população será atendida por uma geração de incompetentes.

  324. CW

    -

    11/08/2012 às 9:27

    Simples. As demais escolas federais serão cabides de votos, e o ITA, cabide de propaganda da “eficiência” do governo!

  325. Roberto

    -

    11/08/2012 às 9:23

    Perfeito. Só uma ressalva: não conheço cursos privados de engenharia aeronáutica de alta performance. Não neste país.

  326. Sandra

    -

    11/08/2012 às 9:19

    Teremos dois tipos de diplomas: um equivalente a mérito e outro que não serve para nada.

  327. duduvieira10

    -

    11/08/2012 às 9:15

    Caro RA;
    Sem dúvida é um retrocesso sem precedente, voltamos a idade média, a época das trevas, da escuridão, onde as pessoas eram queimadas na fogueira por puro preconceito.
    O Brasil caminha para uma perigosa rota de colisão, uma total inversão de valores;
    -Meio Brasil em greve e ninguém sabe onde vai parar, o governo já perdeu o controle, está com medo de enfretar as cobras que eles mesmos criaram, e o tal índide de popularidade cair ladeira abaixo.
    -Em Goiânia a Polícia prende e algema cinegrafista de TV no pleno direito de suas funções, cantor famoso tb preso e algemado porque estava fazendo festa em sua casa com som alto. Solta bandidos e traficantes em flagrante delito porque Polícia está de greve.
    -Hostiliza, desdenha uma nação amiga, vizinha e que temos negócios e muitos interesses como o Paraguai somente por capricho do Asssessor (3º escalão) Marco Aurélio Garcia, o Estado não pode misturar questão pessoal com negócio de Estado. Lametavelmente meu caro Tio Rei é assim a República dos companheiros!!

  328. Ricardo

    -

    11/08/2012 às 9:09

    50% de cotas… faz-se necessário incluir também
    A APROVAÇÃO AUTOMÁTICA NAS FEDERAIS.
    ESCULHAMBAÇÃO TOTAL!

  329. Luciano

    -

    11/08/2012 às 9:05

    Reinaldo, não se esqueça das outras engenharias, mecânica, civil e elétrica. A posição atual do CREA, contrário a realização do exame de suficiência para engenheiros, tecnólogos e técnicos, torna-se insustentável com a promulgação da lei das cotas, com ou sem a inclusão do ITA e do IME. Haverá falta de profissionais no mercado, mas isso é melhor do que colocar obras e serviços nas mãos de incompetentes.
    .
    Nossa responsabilidade agora é encontrar meios de corrigir a injustiça cometida e colocar para estudar quem for abandonado do lado de fora da universidade pública. Por exemplo, as escolas particulares podem fazer um protesto inteligente, concedendo bolsas para aqueles que, tendo sido aprovados no vestibular, forem excluídos das salas de aula pelo sistema de cotas.

  330. Torcedor

    -

    11/08/2012 às 9:03

    O mercadante aloprado é dono dilma má ideia. Ninguém sobe uma escada começando pelos degraus de cima. Cuidem primeiro do ensino básico que é uma vergonha.

  331. Anonimo Veneziano

    -

    11/08/2012 às 9:01

    Não restam mais dúvidas, o PT quer acabar com o Brasil.

  332. Alexandre Gonçalves

    -

    11/08/2012 às 8:56

    Brinquei com isso dias atrás, logo que o Senado aprovou mais cotas racistas. Vc não sabe, Tio Rei, mas o meu plano e do meu pai era que eu entrasse no ITA, tinha tudo para entrar. Mas caiu um piano na minha cabeça e, logo após, uma guitarra. hehe
    Tuitei que queria cota pra entrar no ITA.
    Touchê! Diuma não quer negro cotista no ITA, ora essa…

  333. razumikhin

    -

    11/08/2012 às 8:56

    Só existe uma universidade no Brasil, presidanta Diuma?
    E o IME?

  334. jota

    -

    11/08/2012 às 8:46

    O problema é que tudo que é convencional, ainda que eficiente,útil, o populismo nivela por baixo. É assim nesta república neo-bolivariana.

  335. Yuri

    -

    11/08/2012 às 8:45

    Se seu filho não é negro ou pardo, não é pobre, não é deficiente e não é gay, é compulsório que ele se dedique mais do que seus ímpares ..

  336. Lucerna Juris

    -

    11/08/2012 às 8:45

    Axo muito çerto quere essa coisa de igualdade çoçial. Essas desigualdade é coisas de direita. Tudo isso que aí está: capassidade, esforsso, inteligenssia, tudo isso é coisa de direita. Temos que nivelá, todos tem que ser igual. Tem que inclui o ITA e todos os curso superior nas cota. Paiz rico é paiz sem pobreza.

  337. MALDONADO

    -

    11/08/2012 às 8:44

    CONTRA “US GRANDES SABUS DI HONÓRIS PETRÁGLIA”, NUM TÊM “GUEITO” QUE DE “GUEITO”, OU O BRASIL ACABA COM ELES, OU ELES ACABAM COM O BRASIL.
    NOTA: “I NUM DUS MELHOR EXEMPLO MAIS FORTE/PATENTE DU CRISTALINO DA SILVA, LÁ VAI “U” FILHO DESSE “GRANDE/SABU EXPOENTE LULA/PETRÁGLIA DI HONÓRIS”, QUE NEM PRECISOU DESSE NEGÓCIO AI DE COTA, “I DU” DIA PRÁ NOITE, PASSOU DE PENTEADOR DE MACACO, A UM “DUS HOMI” MAIS RICO DO BRASIL (E AJA MUITA IDIOTICE/MENSALÃO “PRODUZIDA NAQUELAS TARDES FAGUEIRAS”, “NUS SALÃO” DO BANCO RURAL, “PRÁ SUSTENTAR ESSA DAI”, SOMADA A PATETICE/ONTÁRIA DU CUNTRIBUINTE/ELEITOR/NACIONAL”, E “ENRICAR” O CABOCLO DE “VEZ”, E É PARA ISSO QUE SERVE ESSE SISTEMA DE COTAS, SENÃO EMBURRAR MAIS AINDA O CIDADÃO, QUE JÁ VÊM DA ESCOLA PRIMÁRIA, SEM BASE ALGUMA).

  338. Yuri

    -

    11/08/2012 às 8:43

    Para um não cotista, ingressar numa universidade mediana será talvez tão difícil quanto ingressar no ITA, no entanto os capacidades dos concluintes terão diferenças brutais.

  339. arqueleu

    -

    11/08/2012 às 8:41

    Sabe Reinaldo, mesmo sendo pobre, não aprovo esse negócio de cotas. O que se deveria fazer era dá, em n´vel de igualdade, escolaridade de boa qualidade para todos; branco, negro, pobre, rico. Ou mão somos todos brasileiros???

  340. olho vivo

    -

    11/08/2012 às 8:39

    Para que serve o JUDICIARIO? Eles são os CULPADOS

  341. Fernando (mega anti-corruPTo)

    -

    11/08/2012 às 8:38

    É o pt acabando com o ensino público!

    Brasil, um país de TOLOS!

  342. Yuri

    -

    11/08/2012 às 8:35

    Se seu filho não é negro ou pardo, não é pobre, não é deficiente e não é gay, é compulsório que ele se dedique mais do que seus ímpares .. Vou começar a explicar isso ao meu amanhã ..

  343. Buckler

    -

    11/08/2012 às 8:33

    É o fim! O discurso não é que o ITA tem que ficar fora disso ou daquilo. É claro que o ITA é uma instituição diferenciada. O discurso é: A Dilma está acabando com a educação! Ela está sucateando o ensino federal no Brasil, e o ITA não tem nada a ver com isso. E nada poderia fazer, se caso ela quisesse que ele adentrasse à esse ultraje. Nem o ITA, nem ninguém, deve aceitar à isso. Estamos assistindo de camarote à destruição completa da educação no Brasil, que atingirá todos os seus ramos. Inclusive, o privado.

  344. Moi

    -

    11/08/2012 às 8:32

    Vamos formar milhões de Lulas. FHC nunca mais. Fora com os cultos e ilustrados. Onde já se viu pessoas com alto grau de educação, isso é coisa dos brancos de olhos azuis.

  345. André Luis

    -

    11/08/2012 às 8:27

    É incrível esta indigência moral do congresso e do governo federal quanto à educação. E é assim que o governo do PT “pretendia” transformar o Brasil numa potência mundial? Basta inventar diplomas de 3º grau, como se isso fosse o mesmo que competência. Desastre total.

  346. Paulo

    -

    11/08/2012 às 8:17

    O comentarista CAPC tem uma visão curta.
    Por decreto, o MercadAntA e a presidAntA vão mandar abaixar o nível das provas para até o MercadAntA e a presidAntA poderem ter doutorado (o dela apagado do currículo).
    No final, vai ser bom para mim. Minha escolinha dá aulas de administração financeira supostamente avançada. Supostamente porque eu estudei isso no meu curso básico de administração. Os meus alunos nunca viram isso antes.
    É bom que Marina Silva continue na luta para manter o verde e a natureza, porque a quantidade de AntAs e de asnos, e burrinhos de qualquer sorte vai aumentar.
    O capim não vai ser suficiente para todos.

  347. João Lavador.

    -

    11/08/2012 às 8:13

    No meu entendimento: Os convênios internacionais podem salvar essas duas instituições.Agradeçamos!

  348. Burduna Nelles !!!

    -

    11/08/2012 às 8:09

    petralha nasce na m… quer arrastar todos para lá por conta de sua incapacidade é assustador o que esses infelizes conseguem pensar e executar. Chamem os doutos de esquerda das universidades para ver o que eles pensam, irão exigir que o IME e o ITA entrem na dança da desmoralização.

  349. josé alberto

    -

    11/08/2012 às 8:07

    Com ministro da educação do quilate do Mercadante, o que se poderia esperar? Quando ele foi escolhido, já se previa o que viria a seguir! Agora a bobagem está feita, a menos que Marte se aproximando à menor distância da Terra nesse agosto corrente, traga algum alento às nobres cabeças pensantes e mandantes do Planalto!

  350. Paulo

    -

    11/08/2012 às 8:05

    Lentamente, mas certamente, vamos todos nos oprimindo.
    Esse empoderamento baseado na discriminação cristaliza e trasforma uma situação de desconforto em uma estrutura de opressão.
    Hoje fui atacado por um desses oprimidos. Porque ele estava bebado. Não se pode criticar um desses, porque tem a cor da pele a lhe empoderar.
    No começo da semana, tivemos que reavalizar uma demissão porque o funcionário preguiçoso era também ligado ao sindicato.
    Cada vez que isso acontece, o que era apenas um desconforto se transforma em um testemunho. Se transforma em um fato.
    Agora não é uma tese, não é uma anedota distante. É um fato que aconteceu.
    Por outro lado, lendas e contos fantásticos se transformam em leis e em direitos líquidos e certos. De jure e de fato.
    Quando tudo se inverte assim, sobra a fome como guia da verdade. A fome é o denominador comum da irracionalidade. Quando ninguém pensa, a fome pensa por todos. E a fome virá.
    Tenho para mim que o futuro será com menos sindicalistas e menos outras gentes ao meu redor. Lamentável porque perderei a oportunidade de conhecer muita gente boa. Mas não posso e não quero experimentar com a fome somente para dar uma chance.
    Darei a chance para outras pessoas, tem gente demais querendo trabalhar e pouca gente trabalhando.
    Estou pessimista com a humanidade.

  351. MCE-RJ

    -

    11/08/2012 às 8:05

    Não sou a favor de cotas para nada, mas para consertar essa confusão e evitar um desastre anunciado, deveria-se, pelo menos, exigir uma nota mínima para aprovação que garantisse que quem entrasse na universidade teria condições de cursá-la, seja por cota ou sem cota.

  352. marciano

    -

    11/08/2012 às 8:04

    Dias Tóffoli, ministro do STF, me agride com palavrões e baixarias
    Acabo de sair de uma festa em Brasília. Na chegada e na saída cumprimentei José Antônio Dias Tóffoli, ministro do Supremo Tribunal Federal.

    Há pouco, quando passava pelo portão da casa para pegar meu carro e vir embora, senti-me atraído por palavrões ditos pelo ministro em voz alta, quase aos berros.

    Voltei e fiquei num ponto do terraço da casa de onde dava para ouvir com clareza o que ele dizia.

    Tóffoli referia-se a mim.

    Reproduzo algumas coisas que ele disse (não necessariamente nessa ordem) e que guardei de memória:

    - Esse rapaz é um canalha, um filho da puta.

    Repetiu “filho da puta” pelo menos cinco vezes. E foi adiante:

    - Ele só fala mal de mim. Quero que ele se foda. Eu me preparei muito mais do que ele para chegar a ministro do Supremo.

    Acrescentou:

    - Em Marília não é assim.

    Foi em Marília, interior de São Paulo, que o ministro nasceu em novembro de 1967.

    Por mais de cinco minutos, alternou os insultos que me dirigiu sem saber que eu o escutava:

    - Filho da puta, canalha.

    Depois disse:

    - O Zé Dirceu escreve no blog dele. Pois outro dia, esse canalha o criticou. Não gostei de tê-lo encontrado aqui. Não gostei.

    Arrematou:

    - Chupa! Minha pica é doce. Ele que chupe minha pica.
    http://oglobo.globo.com/pais/noblat/post.asp?cod_post=459803&ch=n

  353. Wagner G Fernandes

    -

    11/08/2012 às 7:45

    Esses senhores estão querendo é destruir não só o ensino, mas a sociedade como um todo, com a finalidade de se perpetuarem no poder sem a necessidade de golpe e sim através da ignorancia e a luta de classes.

  354. Rone Cezar

    -

    11/08/2012 às 7:45

    Rei

    Vamos começar uma campanha com o seguinte lema: “Eu quero estudar no ITA já”. Mesmo que não tenha condições nenhuma pra isso. Ô governo ruim gente, Deus me livre!

    abraços, Rone Cezar

  355. sombrero

    -

    11/08/2012 às 7:41

    Atualisando a frase completa de Monteiro Lobato seria ” País que tem cotista, não tem frio e dá mandioca não tem jeito”

  356. Adriano da Ilha

    -

    11/08/2012 às 7:40

    Reinaldo, a primeira coisa que pensei após ouvir a notícia sobre esta porcaria de cotas foi justamente o ITA. Se eu fosse advogado, pegaria uns garotos de escola pública que tem vontade de estudar e entraria na justiça para fazer cumprir o direito deles.
    Como se vê, este partido prima pela quantidade e não pela qualidade. Faz esta tremenda bobagem e não consegue sequer cuidar de suas universidades que continuam em greve e em péssimas condições de funcionamento.

  357. sombrero

    -

    11/08/2012 às 7:32

    A gente devia assumir logo a nossa identidade que é o país do Samba, da irresponsabilidade, do Futebol, da corrupção, do Carnaval, da preguiça, da senvergonhice, do escracho, da sujeira, da pobresa, da indecência, da vagabundagem, da ignorância, do oportunismo, mandar tudo á MERDA e viver feliz. Razão tinha Monteiro Lobato que dizia (mas não escrvia) que país que não tem frio e dá mandioca não tem jeito.

  358. Manhães

    -

    11/08/2012 às 7:30

    É de chorar, o que essas pessoas estão fazendo? Esta insuportável, é uma inclusão social ao inverso e a sociedade não tem consciência mais para reagir a estes psicopatas.

  359. ALFREDO

    -

    11/08/2012 às 7:10

    ——–SÔBRE PAGAMENTO DE ENSINO SUPERIOR
    Em 1966,tendo pai que recebia salário de juiz,entrei para o curso de engenharia da UFRJ.Estudei de graça.
    Em 1975,já formado em engenharia,ganhando em tôrno de 20 salários mínimos,resolvi estudar Psicologia e entrei para a UERJ(do estado).Estudei de graça de novo.
    Na minha turma havia mais quatro engenheiros, sendo que três ganhavam os excelentes salários de Petrobrás e Furnas.
    Se eu quizesse teria estudado Direito ou Economia de graçatambém
    É A JUSTIÇA SOCIAL DO PC do B

  360. MB011

    -

    11/08/2012 às 7:08

    Estou muito curioso para saber quantas turmas já com cotistas cursando chegarão ao fim com mais de 50% dos alunos diplomados. Isso provará a validade do sistema de cotas. Ou será que vão dar moleza “prus pobrieoprimidu”? Será que vão conseguir acabar com as universidades também? A única coisa que AINDA prestava no ensino público. PT = PERDA TOTAL

  361. Carla Lacerda

    -

    11/08/2012 às 7:08

    REIIIIIIIIII, O TOFFOLI AGREDIU O NOBLAT NUMA FESTA…

  362. Carla Lacerda

    -

    11/08/2012 às 7:07

    Rei, amigos, mudando de assunto, o Noblat foi agredido pelo TOFFOLI, o ministro impedido que teima em julgar o mensalão a mando dos petralhas. TÔ CHOCADA….

  363. Angelo

    -

    11/08/2012 às 6:38

    Reinaldo,
    A rede JEGuisa criminosa passou do limite ontem. No panfleto oficial do PT na internet, um jornalista empolado, rancoroso e ex-apoiador da ditadura, faz acusações contra a Veja. Deve haver um clima de estresse com o julgamentos dos bandidos e os pelegos estão com medo de perder a boquinha dos anúncios oficiais.

  364. atlas

    -

    11/08/2012 às 6:30

    o q falta no brasil é foco. um país abaixo da média em leitura e matemática devia estar preocupado em resolver isso. uma coisa de cada vez. mas não vai lá e mexe no ensino superior. ensino superior é ensino de elite. de elite intelectual. e ai ao invés dela nivelar por cima melhorar o ensino fundametal e médio público vai diminuir o nível intelectual dos alunos de universidade pública. lentamente governante após governante estão acabando com a educação e a saúde pública em todos os níveis. não sei como essa discipula do apedeuta tem indices altissimos de popularidade. investiga pra gente reinaldo? abraço

  365. Carla Lacerda

    -

    11/08/2012 às 6:20

    o problema é que acabaram com as escolas de primeiro e segungo grau, relegando aos professores o papel de família, coisa que não é da sua competência e agora ta aí, o buraco negro da força;

  366. Marcus Meyer

    -

    11/08/2012 às 5:33

    Para os demais, excluídos do exame por falta de performance, a Dilma vai criar o ITA do B, especializada no desenvolvimento de aviões de papel! Será o instituto mais desenvolvido nesta área, fomentando a tecnologia da dobradura de papel como nunca antes na história deste país!

  367. Porém...

    -

    11/08/2012 às 5:13

    Olá Reinaldo e todos. Trabalho na área de exatas numa pública e já tive como aluno ex do ITA, reprovado, e nennhum deixou de configurar entre os excelentes. E sei porque dou liberdade desses falarem, assim como se declarar reprovado no ITA não perde quase nada da admiração dos colegas, pois ter ingressado é uma glória imensa. O quê o ITA oferece?
    a) Uma prova honesta;
    b) alojamento, comida e livro;
    c) Excelentes professores;
    d) bolsa, indepedentemente se quer ser militar ou não.

    Por causa disto, encontro jovens no interior da amazônia se matando de estudar e isso é quase literalmente.

    A minha universidade dita pública, de fato é um feudo até para certas laias, é exemplo cabal do descalabro e só vou colocar um exemplo: não tem nada disto que citei do ITA e, entretanto, quanto tinha milhões extra no cofre, dado pelo seu Haddad, preferiu construir auditório dos mais luxuosos do mundo e não alojamento para aluno carente. E como dois detalhes:
    a) não é auditório, maas centro de convenção;
    b) Procurei muita gente para tentar convencer reitor e turma de gastarem tais recursos com essas necessidades básicas para aluno carente e, por óbvio, não achei um, quanto menos no dito movimento estudantil. Depois, esses menos encontro no movimento cotista e… de negro tição virei para essa turma um galeginho dos olhos azuis.

    E bem lembrando o caso de Portugal. Sabe quem era o ¨ITA¨ deles que permitiram avançar em grandes navegações? A Escola de Sagres. Era só uma ecola comum? Não. Na épcoa, nessa se estudava geometria euclidiana e esférica(a referência mais famosa é de Sacrobosco, a qual é apleicada em cálculo de grande naveções marítma, aeronáutica, até satélite). Por que será que Portugal é ao lado da Finândia territorialmente, mas em termos de educação o PISA diz que Portugal é tal qual alguns paíesse africanos?

  368. Rodrigo

    -

    11/08/2012 às 3:23

    Uma pequena correção: o ITA não forma só engenheiros aeronáuticos (esses são +- 1/4 dos formados) :)

  369. Firmino

    -

    11/08/2012 às 2:35

    Os pais de crianças no início do curso básico já podem praticamente garantir a futura entrada delas numa universidade federal: matriculem o filho numa escola pública e também numa particular (em off), para garantir o aprendizado e as notas. Nem é preciso ser muito assíduo na escola pública.

  370. Gilberto Hauer

    -

    11/08/2012 às 2:17

    Considerando o
    Capítulo III
    DOS DIREITOS BÁSICOS DO CONSUMIDOR
    Art. 6º São direitos básicos do consumidor:
    I – a proteção da vida, saúde e segurança contra riscos provocados por práticas no fornecimento de produtos e serviços considerados perigosos ou nocivos;
    II – (omitido pelo autor deste texto)
    III – a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta da quantidade, características, composição, qualidade e preço, bem como sobre riscos que apresentem;
    IV – a proteção contra a publicidade enganosa e abusiva, métodos comerciais abusivos ou desleais, bem como contra práticas e cláusulas abusivas ou impostas no fornecimento de produtos e serviços.
    Considerando, ainda, o
    Art. 5º da Constituição Federal, em seu item XXXIII, que garante: “todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu interesse particular ou de interesse coletivo e geral (…)
    Considerando, ainda, que os necessitados de cotas apresentam, inevitavelmente, atraso no desenvolvimento cognitivo, o que compromete a qualidade da construção de novos conhecimentos, como é fácil provar, através da obra do genial Piaget.
    Então, exijo e lanço, aqui, com a permissão do Reinaldo que a tal lei das cotas, venha acompanhada de outra lei que:
    obrigue profissionais como médicos e advogados, por exemplo, beneficiados por cotas, a expor, de forma bem visível em seus consultórios ou escritórios, os seus respectivos diplomas, com o carimbo: “Beneficiado por cota”.

  371. Igor

    -

    11/08/2012 às 2:14

    As cotas serão usadas apenas para fabricar militantes profissionais que se colocarão no papel de vítimas do sistema para tentar assegurar privilégios para o seu grupinho de pressão. Com o ITA ou o IME do Rio é diferente né? Um engenheiro não precisa ter a mesma verve vitimista-interesseira de um “sientistassoçial”. Dilma sabe disso. Mercadante sabe disso. Até a distintíssima senhora Lobão sabe disso. Se o Brasil não fosse um país pré-adolescente algum candidato à Presidência em 2014 poderia utilizar a falência do ensino superior brasileiro que os governos do PT ajudaram a decretar e pregar a total privatização do ensino brasileiro. Mas aí faltaria (como é mesmo?) condições políticas para se falar em privatização. Afinal a maioria esmagadora dos brasileiros está muito satisfeita em ter que arcar com a carga tributária da Alemanha tendo o IDH do Equador…

  372. Maria

    -

    11/08/2012 às 1:12

    Tem que pensar nos concursos públicos também, Reinaldo!!! Por que não colocam cotas para a magistratura??? Ou para as policias (federal, civil e militar)?? Não pode-se esquecer da ABIN!!! E o magistério?? Cotas para os professores!!! Nossa educação pública já está aquela maravilha mesmo!!!! Vamos colocar como um dos quesitos para ser bolsita do CNPQ! Boa ideia não acha??!?! :(
    Deus tome de conta!

  373. Gabriel

    -

    11/08/2012 às 0:56

    Caro Reinaldo,

    somente com muita satisfação é que posso ler seus textos sobre este e tantos outros temas. Você desenvolve, com a clareza habitual, alguns argumentos que, lamentavelmente, têm sido solenemente ignorados por aqueles que não têm demonstrado compromisso com a conservação ou criação de instituições de excelência, que já são tão raras.
    Apenas me permito especular, contudo, que não haja nenhuma impropriedade na forma escolhida pelo Ministério da Defesa para excluir o ITA e o IME do sistema de cotas. Refiro-me à forma, deixo claro; o mérito de toda a lei é condenável. Isto porque tais instituições são entidades da administração indireta, e a lei que as instituiu deve estabelecer a qual órgão do Poder Executivo ficam elas sujeitas para fins de controle administrativo. Pode ser (tudo depende da lei que as criou) que realmente não se vinculem ao Ministério da Educação, e, sim, a outro Ministério. O artifício, de qualquer forma, denuncia com toda clareza a inconsistência do projeto que institui tais cotas, em total violação à autonomia universitária.

  374. danilo

    -

    11/08/2012 às 0:19

    Eu estudo na Fatec de São José dos Campos no curso de Banco de Dados e Redes, e lá ja temos dois ditados. “Facil de entrar, dificil de sair” ou “As pessoas que o vestibular não elimina, as aulas de algoritimo do Massa (professor) elimina (isso no primeiro semestre)” A qualidade dos cursos lá não são nem parecidas com as do ITA, porém os professores tentam impor o mesmo rigor e qualidade, a maioria deles se formou no ITA e um ou outro dão aula lá. Agora imagina se essa lei de cotas passa a valer lá tbm!? Mais da metade vai desistir do curso no primeiro semestre, a outra vai ser expulsa por colar (cola no ITA gera expulsão segundo alguns professores meus que estudaram lá). Hoje em dia os melhores dos melhores estudam lá e ja passam muitas dificuldades, imagina se abrir a porteira pra qualquer um entrar!? O ITA vai a falência…

  375. Carlos Pommer

    -

    10/08/2012 às 23:59

    Pobre não tem como frequentar universidade em periodo integarl. Isso é fato. Ele tem de trabalhar cedo para sobreviver e ajudar sua familia. Privatizando todas as universidades sobraria dinheiro para pagar bolsas para todos os jovens que passassem no Enem para que escolhessem as universidades que quisessem e ainda daria para ter um auxílio para viver. Tudo pago, mas com bolsas para os pobres com talento e esforço.

  376. Alzira

    -

    10/08/2012 às 23:59

    Há que encarar esses absurdos com bom humor! Mas dá uma aflição que, como uma maldição, estepaíz não consegue andar para a frente. Antes foram dois mandatos de luiz inácio da silva. Agora são os anos DILeMA. Essa mulher, antes de beber um gole de sua água tem de perguntar ao apedeuta. É MESMO uma insegura incompetente. Nasceu para ser pau-mandado. Se o STF absolve o zé, ele vai passar como um rolo compressor sobre dona dilma. Se condenar, teremos luiz inácio de novo, com uma pá. Para irmos mais fundo no poço. Lixo de país!

  377. Leopoldo Dogher

    -

    10/08/2012 às 23:50

    O Brasil foi banalizado.
    É o fim da picada!

  378. Romulo

    -

    10/08/2012 às 23:28

    Tem um lado que pode ser positivo já que para o sistema de cotas funcionar e não ocorrer evasão em excesso o governo vai ter que investir mais em educação para o que o programa não se torne um desastre e piore a instituição.

  379. Damien

    -

    10/08/2012 às 23:26

    Excelente texto!

  380. Paulo Eneas

    -

    10/08/2012 às 23:24

    A pres. Dilma ja demonstrou algumas vezes ser capaz de se guiar por pensamento proprio, e nao seguir a orientacao politica tacanha, obscurantista e anti-democratica dos petistas. Ele ja fez isso ao sepultar as iniciativas de cerceamento da liberdade de imprensa travestida da famigerada discussao sobres “controle social dos meios de comunicacao”.

    Ela tambem faz isso agora ao jogar duro com o lobby sindical corporativista do setor publico, que vem chanteando a populacao ha dias com diversos movimentos grevistas irresponsaveis e ate mesmo ilegais.

    É de se esperar que a presidente agora use da mesma lucidez e firmeza para enfrentar o lobby obscurantista ideologico que a cerca e decida nao so vetar como sepultar de vez essa estupida discussao racista e reacionaria sobre cotas raciais para o ensino superior.

  381. Leandro

    -

    10/08/2012 às 23:19

    Simples, no IME/ITA os alunos ruins certamente seriam expulsos. Conheço gente muito boa que foi jubilada e os cotistas seriam sérios candidatos a engrossar essa estatística.

  382. junior boina

    -

    10/08/2012 às 23:18

    apostaria com qualquer um que o apedeuta não sabe o que significa “hebdomadário”

  383. celeraman+

    -

    10/08/2012 às 23:17

    Na mosca! Knockout! Sem comentários! Explique-se aí, GovernAnta!

  384. Igor Montenegro

    -

    10/08/2012 às 23:13

    Reinaldo, sou engenheiro formado no ITA e reitero que o ITA, assim como outras escolas militares, tem utilizado o subterfúgio do ‘não estamos vinculados ao MEC’ há tempos, inclusive para manter a liberdade na elaboração da grade curricular ou mesmo do próprio vestibular (p. ex., o ITA exerce quase anualmente o direito de testar conteúdos que não constam na grade curricular do ensino médio em seus vestibulares). Pra mim sempre foi um alívio que o ITA estivesse apartado (pelo menos na prática) das sandices do MEC, e espero que assim continue por dois motivos:

    1) Para não correr o risco de ter o seu nível de exigência degradado. Pelo que conheço da cultura de lá isso é altamente improvável, mas sabe-se lá o que anos seguidos de petismo são capazes de fazer;

    2) Caso a lei seja sancionada e as escolas militares sejam poupadas, a patifaria fica ainda mais evidente. É pena que cada universidade federal não possa estrategicamente se desvincular do MEC…

    Abraço,
    Igor

  385. Raphael Aguiar

    -

    10/08/2012 às 23:09

    Hum, então fica assim: todo o resto é de menor importância!
    Fazer avião pruzamericanu requer meritocracia… já abrir barriga de pobre no bloco cirúrgico, nem tanto!

  386. Seavon

    -

    10/08/2012 às 23:09

    Pelo que temos visualizado no correr diário do que se passa no governo Dilma, é que está muito “encantada” de ser notícia pouco importando se está certa ou errada.
    Faz parte de quem é neófito mas que foi indicada por quem fez e aconteceu como nunca na históriadessepaíz.
    Mesmo com os acontecimentos negativos que são mostrados pelos meios de comunicação com tanta gente que em vez de estar trabalhando estão reividicando melhoria para seus padrões de vida e com isso prejudicando enormemente o bom andamento na vida diária, parece que para a presidente tudo está andando a mil maravilhas.
    Dá impressão que sua chegada ao mais alto poder público surgiu como sendo domínio da herarquia petista e seja lá o que esteja acontecendo mesmo próximo ao seu redor, ela está se lixando, afinal para tal participou até de guerrilha armada até os dentes.
    Seria por isso que a presidente está se preocupando tanto com os banquelas e se mostrando tão sorridente?
    Pode ser.

  387. Zeno Fernandes

    -

    10/08/2012 às 23:08

    Tudo isso está perfeitamente em conformidade com o pensamento (?) exdrúxulo, preguiçoso e retrógrado da esquerda. Nivelar por baixo dá menos trabalho. E como elles são preguiçosos! Tanto que a maioria se torna funcionário público (claro que ainda existem alguns bons)ou partem para o roubo puro e simples de dinheiro público. vide Lulla e sua camarilha. Dá muito trabalho corrigir a porcaria que está a escola básica pública. Mais fácil acabar com o ensino superior, que já não é grande coisa, mas pode piorar sem mto trabalho. Só fazer o que elles estão fazendo. E sem a reação das cabeças pensantes deste país. Triste fim de prevê!

  388. Timba

    -

    10/08/2012 às 23:01

    Mas é lógico que a D. Dirma vai aprovar essa Lei. Ela também é burra.

  389. Anónimo

    -

    10/08/2012 às 22:58

    A quadrilha tem feito de tudo para destruir a educação, tanto pública como particular. Nisso, são “especialistas”. Têm um “arsenal” de “venenos”.

  390. joão

    -

    10/08/2012 às 22:57

    Treinar? treinar pra que se ja sei como fazer? Se o Apedeuta não tem nível superior, chegou a ser Presidente e ainda conseguiu título de doutor?

  391. João Filho

    -

    10/08/2012 às 22:56

    Caro Reinaldo,
    Nota 1000 para o que disse do “medo da farda” do poste de terninho. Uma vez covarde, sempre covarde.

  392. Mateus

    -

    10/08/2012 às 22:50

    “Me desculpe, você acertou 80% das questões, mas infelizmente sua vaga foi preenchida por um cotista que acertou 30%”. Vamos estabelecer um sistema de cotas também para o exame da OAB. Depois, um sistema de cotas para a Câmara, para o Sena
    do e para as Assembléias. Um outro sistema de cotas poderia ser criado para o check-in dos aeroportos, outro para os camarotes da Sapoucaí, etc..
    E, como na Alemanha de Hitler, identificar os cotistas com símbolos ostensivos, para não haver usurpação de seus ‘direitos’. …um projeto para emburrecer o país. O Brasil continua andando para trás. Lamentável!

  393. Rodolfo

    -

    10/08/2012 às 22:46

    O pior, o que eles não aguentam ouvir é que praticamente TODA INFRA-ESTRUTURA brasileira foi construída ainda pelos MILITARES!
    Até Itaipu, que o VAGABUNDO do Lula deixou que reajustassem as tarifas e que agora vão acabar reajustando ainda mais!

  394. Rodolfo

    -

    10/08/2012 às 22:44

    “Qual a melhor alternativa, visto o mundo à luz daquela sua teoria da luta de classes, relida à luz dos Elevadores Atlas (andar de cima, andar de baixo…)?”
    ========================================================

    Ahahaha, passei mal de rir! Luta de classes à luz dos Elevadores Atlas! Ahahah!
    Não adianta, Reinaldo, os caras são PÉSSIMOS, INCOMPETENTES, PILANTAS e VIGARISTAS e querem nivelar todo mundo POR BAIXO e criar uma legião de VAGABUNDOS dependentes das ESMOLAS do ESTADO!
    Isso é nítido há anos!

  395. jota

    -

    10/08/2012 às 22:42

    Se o IME e o ITA tiverem incluidos nesta historia de cotas ai a degradação do ensino superior no Brasil chega ao topo da falta de discernimento.

  396. Felipe

    -

    10/08/2012 às 22:39

    Moro em São José dos Campos, cidade onde fica o ITA, aqui ao invés de deixar pessoas “despreparadas” frequentarem a universidade foi criada uma escola gratuita de cursinho administrada pelos alunos do ITA e pela Prefeitura que presta cursos pré-vestibulares somente para pessoas que comprovem baixa renda (a escola se chama CASD) no intuito de ajudar essas pessoas a alcançarem o nível de ensino necessário para estudar em uma universidade pois essas pessoas não teriam condições de pagar um cursinho.

  397. Filipe Cipriano

    -

    10/08/2012 às 22:35

    “Ah, gente, no curso que consideramos realmente sério e importante, o do ITA, não vamos mexer; continuará com o seu vestibular de sempre. Afinal, engenharia aeronáutica é coisa muito complicada!” Essas são as palavras da nossa Presidente. Para nossa desgraça!

  398. Santana*100

    -

    10/08/2012 às 22:26

    Em resposta a gaga – 10/08/2012 às 21:49h.
    O ITA foi fundado em 1950. Já o PT não tem fundo, vive dos fundos alheios! Ou seja, roubando!

  399. Jorge Nei

    -

    10/08/2012 às 22:19

    Quer apostar o que que daqui algum tempo vai surgir alguma associação ou entidade qualquer exigindo cotas no ITA e no IME, ainda vai cobrar na justiça?

  400. Paulo Bulle

    -

    10/08/2012 às 22:13

    Reinaldo, sempre mostrei para meus filhos o princípio do mérito, sempre insisti para eles praticassem esportes na adolescência, mas esporte de alto nível, como ex: natação, onde eles sempre participaram de camapeonatos paulistas e brasileiros, onde em cada competição eles iam moldando o caráter, o aprendizado das vitórias e das derrotas e vendo que para obter bons resultados teriam que treinar, treinar e treinar. Estes princípios eles vão levar para o resto da vida profissional, não basta ser mais um, tem que ser bom para sobreviver. O mais velho esforçou-se nos estudos e hoje é médico, formou-se na USP ( teve que ralar muito para entrar ), o mais novo esta fazendo cursinho preparatório para tentar entrar na USP. Fico extremamente revoltado com este atual governo, promovendo esta baderna na educação. O artigo 5 da Constituição determina que todos somos iguais perantes a lei, então porque este governo não promove a melhoria do ensino médio. NUnca reclamei do Imposto de Renda e de todos os impostos pagos, mesmo tendo que pagar por educação, saude, transporte e segurança para os meus filhos, sei que pessoas menos favorecidas poderiam estar sendo beneficiadas com o meu imposto, mas quando vejo que além de pagar, as vagas irão ser preenchidas por outros meios que não sejam por mérito realmente me da nojo deste nosso país. Sempre fui nacionalista, conheço o Brasil inteiro a trabalho e tenho amor por ele, mas infelizmente os nossos governantes me decepcionam a cada dia que passa.

  401. Anonimo

    -

    10/08/2012 às 22:04

    Reinaldo, gostaria que comentasse o movimento liderado por uma jovem chamada Cibele Baginsk que quer recriar a ARENA – ALIANÇA RENOVADORA NACIONAL, o partido do Regime Militar.

  402. Eduardo

    -

    10/08/2012 às 22:02

    Nunca mais votarei num esquerdista; Heitor de Paola está certo: isso aí tudo que acontece, é resultado das atitudes mesquinhas e equivocadas do psdb e seus acólitos; por mais incrível que pareça, ninguém, mas ninguém mesmo consegue saber a posição dos srs FHC e Zé Serra, a respeito das idéias de antonio gramsci (comunista de quatro costados) que estão sendo implementadas, no Brasil, pelo purotrambique.

  403. Eliseu

    -

    10/08/2012 às 22:00

    A lógica de Aristóteles que se referia a um tempo em que os privilégios eram invertidos, server para elucidar essa questão apenas invertendo os novos donos dos privilégios.

    Aqueles que se dizem aristocratas e que perseguem ou falam mal das classes menos favorecidas, numa sociedade mais sábia, justa e esclarecida, como a da Grécia antiga, correriam o risco de serem repudiados e expurgados do seio da verdadeira aristocracia. Segundo Aristóteles, na acepção política da palavra, ‘a aristocracia é o governo dos melhores, sem distinção de riqueza ou nascimento’.

  404. CLAUDIUS

    -

    10/08/2012 às 21:54

    Na mesma linha: o critério de cotas vale para as escolas de formação de oficiais das três armas e polícias militares?

  405. Santana*100

    -

    10/08/2012 às 21:53

    Discordo de você Anônimo – 10/08/2012 às 21:17h.
    Os portugueses são muito inteligentes. – Foram grandes Construtores Navais, Conquistadores e Navegantes. E a grande maioria dos brasileiros são apenas petistas! – Os brasileiros não são burros, são ASNOS! o ASNO é mais burro que o burro!

  406. CLAUDIUS

    -

    10/08/2012 às 21:50

    o Instituto Militar de Engenharia e a FGV. Um é de milico e a outra é para a formação de assessores técnicos para o Governo Federal.

  407. Gustavo Silva

    -

    10/08/2012 às 21:50

    Olá Reinaldo,
    venho lhe indicar este artigo científico sobre o desempenho dos alunos do ITA no ENADE: ANÁLISE DO DESEMPENHO DOS ALUNOS DO ITA NO ENADE
    Marcos Luciano de Oliveira Santos e
    Armando Zeferino Milioni

    Minha intenção é apenas mostrar que, talvez, você tenha uma visão “exagerada” da excelência do ITA.
    Abraços.

  408. gaga

    -

    10/08/2012 às 21:49

    Foram necessários quantos anos de ensino de excelência para que os resultados projetados na criação do ITA,dessem resultados?
    Quantos anos foram necessários para que a Coréia do Sul saisse da condição de economia agrícola para produtor de alta tecnologia?
    O Brasil precisa olhar os exemplos que deram resultado.
    O único projeto que o PT tem é o projeto de poder. Projeto de Brasil é só eleitoeiro.

  409. CLAUDIUS

    -

    10/08/2012 às 21:48

    A justificativa de Dilma é tranquila. Os orelhões do CTA/ITA não estão funcionando como funcionou o da padaria quando ela acompanhava aflita a mortandade na Serra fluminense. Quem não gostar ela fala com o Pezão, ora, bolas.
    E no Norte de Minas? Ela, em visita, nem ouviu o pessoal da Universidade dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri. O maior engodo já praticado contra os mineiros.
    Garanto que ela não sabe em quanto fcou o consultório odontológico móvel e que não há dentistas e nem práticos para atender. O Zé do Buticão, grande prático com Registro e 98 anos, anda muito ocupado botando ouro na boca de petistas. Aliás é a única região onde se encontra um prático. Nem que seja clandestino! Quem duvidar de mim que fale com o Hermógenes ou o João Concliz naquele grande sertão:verdas.

  410. Guilherme

    -

    10/08/2012 às 21:47

    O certo é Instituto Tecnológico DE Aeronáutica, e não Instituto Tecnológico DA Aeronáutica. Instituto também saiu sem o último T, sem querer. Saudações, Guilherme

  411. Celso

    -

    10/08/2012 às 21:46

    O ITA e o IME poderiam adotar sistemas de quotas, ampliando o número de alunos, na exata medida destas vagas. Estas vagas, quase certamente, serão abandonadas em meses.

    Não é só o vestibular do IME e ITA que são diferenciados.

    Os cursos também são. Alunos bons já sofrem horrores para acompanhar. Alunos fracos não vão entender NADA.

    A picaretagem populista tem limites, quando esbarramos em instituições REALMENTE comprometidas com a qualidade.

  412. MAGO

    -

    10/08/2012 às 21:44

    Concordo com tudo o que vc coloca Reinaldo pois se a escola pública tiver qualidade os pais poderão juntar dinheiro para pagar o ensino superior. No momento, pagamos impostos que teoricamente deveriam reverter em saúde, educação, etc mas além de não termos nada disso não podemos nem descontar do imposto de renda o que somos obrigados a investir em educação e saúde.

  413. me

    -

    10/08/2012 às 21:41

    As universidades federais, na grande maioria e em especial as recém criadas pelo apedeuta já nasceram para não vingar. Passam a ser gráficas impressoras de papéis que enrolarão em forma de canudos e com as letras “deproma”.
    Moços e moças, fujam dessas faculdades populistas.

  414. Strix

    -

    10/08/2012 às 21:41

    Simples: ITAdoB, pronto.

  415. José Geraldo Dangelo(Jota Dangelo)

    -

    10/08/2012 às 21:40

    O absurdo dos 50% de vagas para oriundos da escola pública é a confissão mais completa de que o ensino médio público está nos níveis sofríveis. Fosse bom, os alunos estariam em condições de concorrer a qualquer vestibular de universidade federal, sem vantagens extras, sejam de renda familiar, de coloração da pele ou rendimento escolar no curso médio. O que eu nunca vi nenhum petralha propor é que todo aquele que se formar numa universidade federal, com ensino pago por nós, contribuintes,deveria, depois de formado, prestar serviços ao Estado, onde fosse necessário, pelo menos por um ano, ainda que dignamente remunerado. Afinal, fomos nós que pagamos o seu curso. Ainda que a Constituição possa ser aventada para impedir a aplicação do que estou segerindo, Constituição também pode ser emendada ( e como tem sido…), se não se trata de clásula pétrea.

  416. Claudio Almeida

    -

    10/08/2012 às 21:40

    Reinaldo

    Sabe qual é o Filme que expressa o ideal desta turma?
    Idiocracy ! vale a pena ver, pois é para onde nos caminhamos ( nao os EUA ) !

    Sem mais

  417. militar reformado

    -

    10/08/2012 às 21:39

    O concurso constitucional e pontuação nos exames, pelo mérito, é um desafio para quem quer ser um vencedor. A Universidade precisa de alunos vocacionados e com garra, na busca da excelência, da inovação e inteligência viva. As forças armadas já experimentaram em outras épocas, as “cotas”, aceitando alunos por requerimento simples por parte de militares(sem provas) e outros civis por convite, não chegou a ser uma boa experiência, não houve o esforço intelectual e estudo, muitas vezes uma conveniência de ocupar um cargo público e estabilidade no emprego, até abandonando a especialidade de formação ao longo da carreira. Assim, as escolas passaram a exigir CONCURSO CONSTITUCIONAL transformando essas escolas militares em referência de ensino, entre as melhores do país, inclusive, atraindo alunos do exterior.

  418. capc

    -

    10/08/2012 às 21:38

    Vamos supor que essa “loucura” entre em vigor.
    Somente os “top” brancos (50%) serão aprovados. Isso é bom. (A qualidade vai aumentar nesse segmento).
    Um percentual considerável dos “cotistas- 50%” terão que estudar muito para acompanhar. Isso é bom. Somente os capazes sobreviverão.
    RESULTADO.
    POSITIVO: Somente os “cotistas” capazes sobreviverão.
    NEGATIVO: Reprovação ou evasão em massa.
    — vai sobrar vagas nas federais.

  419. O Vampiro de Curitiba

    -

    10/08/2012 às 21:37

    Boa, Reinaldo!
    Eu, particularmente, creio que este país, depois de 8 anos de Lula e mais 4 de Dilma, está fadado inexoralvelmente ao fracasso. Nem por isso deixo de perceber que pessoas inteligentes e capacitadas existem, ainda, neste bananão. Estes dão um último respiro ao ler este seu texto.
    Fomos esmagados pela demagogia mais idiota possível, mas ainda existimos.
    Senado, Câmara Federal, Executivo e Judiciário estão tomados por idiotas compulsivos. Ainda, entretanto, lemos textos como este seu.
    Um pouco de oxigênio para alguém que está na UTI de Banânia.
    Obrigado!

  420. Yuri

    -

    10/08/2012 às 21:36

    Todo pai de bem, que não tenha bala para bancar o filho no exterior, DEVE pelo menos incentivar e mostrar a qualidade das escolas militares. IME, ITA, AFA, Escola Naval. Aos pais que estão lendo, deixem o filho ao menos ficar sabendo de existência dessas escolas, que sao muito superiores a qualquer federal e estadual.

  421. Antonio

    -

    10/08/2012 às 21:33

    Reinaldo,coloca o Instituto Militar de Engenharia(IME) nesse bolo.
    E no caso extremo, a AMAN, AFA, Escola Naval.

  422. Cristiano

    -

    10/08/2012 às 21:29

    Brilhante post tio Rei, só pra não variar. Matou a cobra e mostrou a cobra.

  423. kel

    -

    10/08/2012 às 21:26

    Escolha, Gaspari: formar o atual número de bons engenheiros, formar o mesmo número de engenhos mais ou menos;
    Favor corrigir a palavra “engenho”.

    PS: Estarrecedora essa situação. Que encrenca o país se meteu com essa gente no poder…

  424. Santana*100

    -

    10/08/2012 às 21:23

    Acredito que não só no ITA, mas, também no IME – Instituto Militar de Engenharia – Ou outras quaisquer instituição militar de ensino com certeza a ESTUPIDEZ deste governo não vai por a mão. Os militares levam muito a sério suas instituições para deixar que um bando de estúpidos ignorante às manipulem. Com eles não passarão!

  425. Messias

    -

    10/08/2012 às 21:21

    Se ser contra as cotas para estudantes de ensino médio é ser contra que esses estudantes não tenham curso superior, então:
    ser contra cotas para estudantes de ensino médio para o ITA é ser contra que esses estudantes estudem nessa instituição.
    Isso, de acordo com a lógica dos defensores das cotas.

  426. Mauro Moreira

    -

    10/08/2012 às 21:18

    O IME também esta nessa situação de exclusão, tal como o ITA? O IME também é excelência no ensino, no mesmo nível do ITA. Há uma outra complicação, não sei se em todas as especialides, alunos do ITA saem como oficiais da reserva não remunerada.

  427. Anônimo

    -

    10/08/2012 às 21:17

    Resposta que deu o 1º lugar na categoria cotista para o futuro calouro do ITA, em 2013:
    O “10 com louvor” foi dado pela
    Professora Dilma-Racutaia, a Louca: Rainha do Nordeste
    .
    Vamos à resposta campeã, na categoria Cálculo Diferencial (versão discursiva, para cotistas):
    .
    “OS 4 EVANGELISTAS
    ERAM 3:
    ESAÓ E JACU”
    .
    brasileiro, o povo mais burro do mundo…
    muito mais que o português…

  428. marla

    -

    10/08/2012 às 21:16

    Nas escolas públicas só se fala em INCLUSÃO…a quantidade de alunos que fazem uso de ritalina é absurda. Sou professora e a pressão que sofremos diuturnamente para aprovação desses alunos é ostensiva.Temos bons alunos que estão sendo prejudicados por essa corrente de pensamento. Pior, que os poucos professores que lutavam contra isso, estão desistindo. A situação é gravíssima…

  429. vera

    -

    10/08/2012 às 21:15

    Reinaldo, por ser um estado do nordeste o Ceará é um caso atípico: São seus alunos os que mais conseguem aprovação no ITA. Claro que alunos oriundos dos melhores colégios particulares de Fortaleza

  430. helbert campos

    -

    10/08/2012 às 21:06

    Reinaldo, você é foda!

  431. BLOG DA CAMBADA DEMOCRÁTICA

    -

    10/08/2012 às 21:06

    A FARSA DE INVESTIMENTO PETISTA EM EDUCAÇÃO É DE TAL MONTA QUE NÃO ENCONTRAMOS EM NENHUM LUGAR QUE POSSAM APRESENTAR COMO EXEMPLO DE AVANÇO EDUCACIONAL ,BEM E O TAL PROUNI ,UM TREMENDA ENGANAÇÃO E ENRIQUECIMENTO DE DONOS DE FACULDADES MEDÍOCRES PARTICULARES QUE METEM A MÃO EM RECURSOS PÚBLICOS E OFERTAM EDUCAÇÃO LIXO E AS COTAS SÃO OUTRA FORMA DE DESTRUIR MAIS AINDA O POUCO DA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE QUE RESTA E ASSIM SEREMOS O PAÍS DO RECORDE DE FORNECIMENTO DE DIPLOMAS APENAS O PAPEL E OS DIPLOMADOS SEM SABER ESCREVER E SEM SABER SOMAR ,ASSIM O PETISMO COM SEU OPORTUNISMO VIGARISTA TENTA SE MANTER NO PODER E MANTER AS FAIXAS DE POBRES ,FAIXAS DE CORES E FAIXAS DE IDIOTAS COM APENAS O PAPEL E O CONHECIMENTO DEPOSITADO EM ALGUM LUGAR DO PASSADO QUE NÃO EXISTIU PORQUE NÃO SE INVESTIU NA EDUCAÇÃO DA BASE ,AONDE O ENCONTRO DO CONHECIMENTO SABE ENCONTRAR O CAMINHO DA PROSPERIDADE POR SUA E UNICA FORMA DE SER ALGUÉM EM QUALQUER LUGAR EM PÉ DE IGUALDADE SEM SER COTISTA OU RACIALISTA OU IMBECIALISTA O MAIS COMUM AO PETISMO ,BRASIL SÉRIO ERRADICA ESSA PRAGA QUE ESTÁ QUEBRANDO O BRASIL DE CABO A RABO.

  432. Gilson

    -

    10/08/2012 às 21:03

    Graças a Deus que de acordo com o mesmo critério também o IME (Instituto Militar de Engenharia), a AMAM (Academia Militar das Agulhas Negras), a AFA (Academia da Força Aérea) e a Escola Naval deverão ficar fora das cotas.

  433. Fernando

    -

    10/08/2012 às 20:57

    Texto maravilhoso. Observações muito pertinentes! Por que não incluir o ITA também, ora essa? Será que a Dilma desconfia que se tiver cota no ITA os cotistas não conseguirão acompanhar? Vai cair o nível?

  434. Newman

    -

    10/08/2012 às 20:56

    Reinaldo, quer deixar esses defensores das cotas apavorados e ao mesmo tempo despertar a população sobre os prejuízos que elas trazem? Passe a defender a reserva de cotas para negros, indios e homossexuais nos leitos de hospitais públicos.

  435. Ernani - SP

    -

    10/08/2012 às 20:56

    A gerenta teme que, se permitisse analfabetos funcionais adentrar no ITA, ninguém vai querer comprar os super tucanos – além de temer a própria instituição que é gerida pelos milicos.

  436. morg

    -

    10/08/2012 às 20:56

    Reinaldo, o mesmo vale para o IME.
    morg

  437. Heitor

    -

    10/08/2012 às 20:55

    Este país dá uma tristeza de Jeca-Tatu

  438. aldo

    -

    10/08/2012 às 20:53

    Reinaldo, vc reclama demais. Vamos pensar positivo, o Brasil está na frente da Coréia do Norte no quadro de medalhas. Já ganhamos 6 medalhas de ouro: judô, argolas, corrupção, hipocrisia, ignorância e tontarias no judiciário (ativismo judiciário). Opa, estão me dizendo aqui que estas 4 últimas modalidades não são esporte olimpíco. Pô, sacanagem com o Brasil. Estão nos roubando… Roubaram a Honduras!!! Ops… quer dizer, roubaram o Brasil.

  439. Einesellesenie

    -

    10/08/2012 às 20:45

    Espero que o Exercito livre o meu IME desta bobagem também.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados