Blogs e Colunistas

17/09/2013

às 5:17

Celso de Mello ainda não disse “sim”, e todas as correntes do PT já se unem no ataque a ministros do STF; em defesa de criminosos, partido transforma os juízes em réus. Decano é que dará resposta a esse jogo truculento

Está mais do que claro, a esta altura, que o ministro Celso de Mello, decano STF, que vai dar o voto de desempate no caso dos embargos infringentes, dispõe de amparo na lei para fazer uma coisa ou outra; para dizer “sim” — recolocando o Brasil na trilha viciosa da qual parecia ter se distanciado, ao menos na sua corte suprema — e para dizer “não”, dando um pouco de alento a um país de muitas carências, poucas delas tão graves quanto o déficit de justiça, especialmente quando se trata de proteger os donos do poder, tornados, nas palavras do próprio ministro, “marginais do poder”. Que trilha ele vai adotar? Os indícios, sugeridos por fragmentos de entrevistas, não são muito animadores.

O comando do PT, desde o começo, como é público, declarava a inocência dos agora condenados, a suposta “pressão da mídia”, a conspiração sabe-se lá de quantas forças contra essa plêiade de puros, mas o fazia com algum senso de limite e algum decoro — dentro dos critérios extremamente lassos com que o partido entende uma coisa e outra. Agora, na reta final, a um dia da decisão, o PT já se coloca como juiz dos juízes.

Nesta segunda, num debate entre os candidatos a presidente da legenda ocorrido em sua sede, em São Paulo, o Supremo Tribunal do PT não hesitou em transformar em réus os ministros que condenaram José Dirceu, José Genoino, Delúbio Soares e João Paulo Cunha, entre outras expressões do patriotismo. Leiam, a propósito, reportagem na Folha desta terça.

Rui Falcão, que concorre à reeleição, não economizou já na abertura do evento: “Quatro companheiros de maior valor estarão dependendo da decisão de um homem, que está sendo pressionado pela grande mídia para que não acolha os embargos infringentes, que darão a possibilidade de um novo julgamento para esses companheiros que foram condenados injustamente, linchados moralmente”. Como se percebe, o chefão petista não pressiona ninguém, certo? O deputado Paulo Teixeira (SP), secretário-geral, foi ainda mais explícito. Ele nem pensa mais se haverá ou não infringentes; ele já procura antecipar o resultado. Quer os infringentes “para que possam ser revistas as condenações e possa se fazer justiça a todos aqueles companheiros”. Teixeira, é certo, conta com os votos de Teori Zavascki e Roberto Barroso no caso de um novo julgamento. Os ministros são considerados “de confiança” pelos petistas.

Valter Pomar, que está à esquerda de toda essa gente, preferiu um trocadilho forte a uma ideia que fosse ao menos original. Ele quer que se “faça valer o Estado de Direito, e não o Estado da direita, como parte dos ministros prefere”. Devo entender que os membros do STF que tentaram livrar a cara de Dirceu o fazem em nome de um “estado de esquerda”?

Ousadia
Que grande ousadia a desses caras! Poderiam, vá lá, ter defendido a inocência dos “companheiros” — a despeito dos fatos —, mas sem um ataque frontal ao Supremo e a seus membros. E por que optam pelo confronto? Porque acham que podem; porque, como já começaram a dizer nos bastidores, estão diante da “hora da virada”. Porque acreditam que, finalmente, o STF está prestes a exibir aquela maioria com a qual Lula sempre sonhou. O Apedeuta jamais se conformou com o resultado do julgamento do mensalão, embora ele e Dilma tenham nomeado, juntos, nada menos de 11 ministros: toda a corte atual, com exceção de Celso de Mello, Marco Aurélio e Gilmar Mendes, e três outros que não mais estão lá: Eros Grau e Ayres Britto se aposentaram, e Menezes Direito morreu em 2009.

Lula sempre se sentiu cercado de traidores; acredita firmemente que, não fossem ele e seu partido, aqueles senhores e aquelas senhoras não ocupariam aquelas cadeiras. Jamais escondeu que esperava, quando menos, gratidão. A decepção virou ódio em pelo menos três casos: Ayres Britto, Joaquim Barbosa e Luiz Fux. Lula sabe que, certa feita, chegou a sugerir a Barbosa, e havia testemunhas, que este lhe devia um favor. Quando ficou evidente que o agora presidente do tribunal não faria as vontades dos companheiros, teve início, então, o processo de satanização do ministro. O antes exaltado “primeiro negro do STF” — o que nem e verdade — passou a ser tratado na rede suja como um cotista ingrato, numa mistura repugnante de truculência e racismo.

Mas ainda não se tem a instância de feição bolivariana, conforme o pretendido. Se Dilma for reeleita, vai nomear os sucessores do próprio Celso de Mello, que deixa a Casa em 2015 (se não antecipar a aposentadoria) e de Marco Aurélio, que sai em 2016 (sim, também os de Rosa Weber e Teori Zavascki, já nomeados por ela, que se aposentam em 2018). Aceitos os embargos infringentes, é grande a chance de que o processo do mensalão ainda esteja em curso. Nesse caso, Gilmar Mendes restará como único ministro não indicado por um petista.

Para encerrar
Todos os regimes autoritários latino-americanos só se instalaram para valer quando passaram a dominar suas respectivas cortes supremas. A nossa ainda resiste. Os petistas, no entanto, prometem que não será por muito tempo. O ataque aos ministros independentes agora é frontal, sem pudor.

Quem vai dar a resposta a esse jogo truculento é Celso de Mello.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

403 Comentários

  1. Jack

    -

    03/10/2013 às 7:24

    O Estado de Direito, obviamente, é o Estado da DIREITA sim! Quem propugnava um Estado Social, muito próximo às feições soviéticas, atropelava o Direito posto em nome de um Estado utópico onde tudo seria dado e oferecido, como se o esbulho fosse moral e socialmente justificável – só não diziam de onde viria a grana. Moral da história: a esquerda, historicamente alimentada pela inveja e sobrevivente graças à ingenuidade, sempre desprezou a liberdade e a propriedade privada visando parir uma sociedade igual, onde as diferenças seriam anuladas e o demérito seria recompensado. Hoje, isso sobrevive no mundo civilizado (Europa e EUA) sob o nome de progressismo. Infelizmente, ainda sofremos com uma visão ainda mais retardada e criminosa: o esquerdopatismo.

  2. washington P de Oliveira

    -

    02/10/2013 às 8:34

    Já que os ladrões mores do Brasil vão a novo julgamento, mais de que suspeito, pois com a participação de de uns três Ministros suspeitos e Impedidos, deve o Procurador Geral de República pedir o impedimento e a suspeição de Dias Tófolli e Ricardo Lewndowiski, pelas conhecidas ligações partidárias e até profissionais entre eles o PT e alguns delinquentes já condenados.

  3. Yasmin Baron

    -

    20/09/2013 às 3:06

    https://fbcdn-sphotos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/q77/1239978_10201411032451518_1519017544_n.jpg

    Olha isso Reinaldo, não se pode mais nem expressar descontentamento que os piratas petralhas já começam a agir. Quanto ódio mal direcionado…

  4. marcos cezar

    -

    18/09/2013 às 14:33

    Errata
    Ontem (17/09 as 9:31)escrevi que o roubo no Ministerio do TRABALHO E DE APROXIMADAMENTE 40 MILHOES (ISSO E O QUE PEGARAM).Recebi inumeros E-MAILS E TELEFONEMAS ME CORRIGINDO QUE ROUBO DE 40 MILHOES NO bRASIL E DA ESFERA DOS vereadores DE PEQUENAS CIDADES E QUE O CORRETO E 400 MILHOES

  5. JUCA BALA

    -

    18/09/2013 às 14:17

    Algum colega comentarista mais letrado juridicamente sabe informar se o julgamento do mensalão, após acatados os embargos infringentes, pode estipular penas MAIORES do que aquelas que já foram impostas ??

  6. Gaetano

    -

    18/09/2013 às 14:11

    Começou o julgamneto que todos ja sabem a decisao

  7. CORRPUÇÃO É, MORALMENTE(ainda), CRIME HEDIONDO: VOTAR ALINHADO COM INTERESSES DE DELINQUENTES, É NO MÍNIMO, SER... CONIVENTE!!!

    -

    18/09/2013 às 12:24

    Brother Reinaldo, boa tarde.
    .
    - Veja que, O ALINHAMENTO COM OS QUE JA VOTARAM A FAVOR DOS INTERESSES DOS DELINQUENTES QUADRILHEIROS, SE RESUMIRÁ, NA PERCEPÇÃO DO MUNDO, A CONIVÊNCIA COM AS PRÁTICAS DE CORRUPÇÃO POR ELES PRATICADAS, COM O AGRAVANTE, DE QUE, CORRUPÇÃO RESULTA EM CRIME HEDIONDO, PELO MENOS, POR ENQUANTO, MORALMENTE.
    .
    - Não tem essa de que o ministro Celso de Mello tem moral para votar o que quiser – ele terá que fazer uma escolha, se pelo regimento interno do STF ou pela Constituição, se pela força da LEI MAIOR, ou se, por sua ‘hermenêutica particular’.
    .
    - Hoje saberemos se o ministro em foco, é destemido enquanto um guardião da justiça, ou se ficará com medo dos outros votantes inimigos do Brasil, que votaram escandalosa e cinicamente, com argumentos em defesa da bandidagem.
    .
    O quê iremos pensar do ministro se ele votar com os covardes que venderam a alma e as nádegas para estarem onde estão, e por isso mesmo comprometidos com os delinquentes que eles defendem?
    .
    - NÃO TEM ESSA, DE QUE, O QUE VOTAR O MINISTRO CELSO MELLO SERÁ PROBLEMA DELE PELO FATO DE ELE PODE ESCOLHER O QUE QUISER E ELE SERÁ SEMPRE O MESMO, POR CAUSA DA VIDA PAUTADA NO STF, NÃO! – VOTAR ALINHADO COM A BANDIDAGEM É FAZER APOLOGIA À DELINQUÊNCIA, À EXAUSTÃO, EM ÚLTIMA INSTÂNCIA!
    .
    - Pior que votar com a bandidagem é, COM UM VOSSO DESSE, DESDIZER TUDO O QUE ELE PRÓPRIO FALOU DURANTE TODO O PROCESSO, E PATROCINAR UM OUTRO JULGAMENTO E PROCESSO, PARA FINALIZAÇÃO NA… ETERNIDADE!, tempo esse que ele próprio nem estará presente…
    .
    . ……… SENHOR MINISTRO, POR FAVOR, NÃO EXPONHA AS NÁDEGAS DO POVO, EXECRAÇÃO É PARA BANDIDO, O POVO NÃO TEM CULPA NESSE TITICA – LUGAR DE DELINQUENTE É NA CADEIA!!!
    .
    NÃÃÃÃÃÃÃÃÃO AO ALINHAMENTO DE VOTO PARA DEFENDER BANDIDOS!!!..
    .

  8. Basiglia

    -

    18/09/2013 às 3:55

    O executivo nomear juízes para o STF é democracia? Nem aqui nem na China. Por que a mídia não inicia a campanha desde já? Mesmo começando agora – e vai levar um tempão – é que é um ato de cidadania. Ficar a vida tida escrevendo artigos e se lamentando vai adiantar? Azevedo, Setti, que tal começar a malhar nesse ferro frio até esquentá-lo? E olhem que as “massas” vão participar. E depois de alguns anos a coisa pode mudar. Eis a sugestão.

  9. Dany

    -

    18/09/2013 às 3:52

    Não creio, Reinaldo, não creio que o César de Mello irá passar para a história como alguém que, podendo fazer diferença, se acovardou. Se isso se confirmar, não há mais por que acreditar no Judiciário, o último Poder da República que ainda não tinha se rendido integralmente de joelhos ao PT. Vai-lhes restar o governo de São Paulo para sacramentar a Venezuelização em larga escala. Celso de Mello tem a chance de escolher se quer passar à história como herói ou covarde. Não acho que seja uma “escolha de sofia” para alguém tão culto e já deu um voto anterior contra os mensaleiros tão exemplar. Essa escolha está fácil. Nada poderia explicar a reviravolta pró-mensaleiros. Ou há algo que ainda não sabemos?

  10. Silvio Baptista

    -

    18/09/2013 às 3:17

    Se for rejeitado os embargos, sera o ultimo suspiro deste supremo.

  11. João Alves

    -

    18/09/2013 às 1:52

    Se o decano Celso compactuar com a soltura dessas pessoinhas, embora chefetas do mensalão, se escondendo num tecnicismo de regulamento interno do STF frente ao que diz a própria Constituição, ao considerar-se que o Delúbio Pau-Mandado será preso e, portanto, os verdadeiros responsáveis é que ficarão em liberdade, a festejar com sarcasmos e churrascos a fartar às custas do povo, a consternação neste país será pior do que aquela quando o Brasil perdeu a copa de 1950 em plena inauguração do Maracanã… será o caos… será o início da Primavera Brasileira, a iniciar-se em 23 de setembro próximo, daqui a 5 dias, portanto !

  12. affonso

    -

    18/09/2013 às 0:38

    “Bem-aventurados os que têm fome e sede justiça;eles serão saciados”.Muitos creem assim;também eu.Nobre missão foi outorgada pelo Alto aos juízes:a de fazer a justa justiça.Não o fazendo,colherão,certamente,os maus frutos de sua omissão.Grande prejuízo material-e moral principalmente-causaram os mensaleiros aos desvalidos de nosso país.Não puni-los é como ser coniventes a seus atos criminosos.Senhores ministros:reflitam e consultem suas consciência e verifiquem se não estão pecando por omissão.

  13. ALEXANDRE TADEU

    -

    17/09/2013 às 23:57

    Parafraseando o Petralha-mor, a esperança pode vencer o medo, pois o Ministro Celso de Mello, nesse mesmo julgamento, AP 470, mudou de entendimento acerca da possibilidade de uma decisão condenatória, por si só, gerar a imediata perda de mandato parlamentar. Em precedentes na década de 90, o posicionamento de Celso de Mello era diferente do que foi adotado nesta Ação Penal. Sempre existe a possibilidade de evolução do pensamento de um Ministro do STF.

  14. affonso

    -

    17/09/2013 às 23:32

    Formalismos jurídicos não podem se sobrepor à essência do processo.Provados e comprovados foram e estão os atos criminosos dos mensaleiros.Direito de ampla defesa foram-lhes concedidos.Potentados da advocacia,pagos a peso de ouro,acorreram em defesa dos réus;réus,diga-se de passagem,sem os recursos suficientes para pagar referidos advogados(o que é,para nós,um mistério maior do que o da Santíssima Trindade).Em suma:embargos infringentes,a esta altura do campeonato,nada mais é,ou mais são,.do que expediente chicaneiro protelatório.

  15. Regina M

    -

    17/09/2013 às 23:03

    Os petistas se sentirão confortáveis em implantar o que quiserem neste paisinho, até mesmo o comunismo, dependendo do voto do decano.
    Está em suas mãos o destino do país, excelência.

  16. bpistelli

    -

    17/09/2013 às 22:17

    O placar da votação pode ser mudado ATÉ DEPOIS DO APITO FINAL DO JUIZ, um ministro pode se incomodar com tanto trabalho e o APELO DE VOSSA MAJESTADE ETÍLICA que o processo do “zimbargu enfrigenti” durará 2014 inteiro e será enorme PROPAGANDA ELEITORAL DA OPOSIÇÃO ANTI-PT e sangrará Dilma e até O REI LUIZ 51 TATUZINHO ETANOL DA SILVA está CONTRÁRIO A JULGAMENTO EM 2014, quer em 2015 e neste tempo o BARBOSA PODERÁ DECRETAR A PRISÃO DOS MENSALEIROS ( TRANSITADOS EM JULGADO ) por não haver nenhuma ação contesttória. NÃO EXISTE PRESCRIÇÃO pois os réus já foram condenados ( CELSO DE MELO ) pois se o prazo de prescrição se reabrisse O DECANO JAMAIS VOTARIA A FAVOR DA PRESCRIÇÃO, ele que falou contra impunidade, tribunais bolivarianos, “supremo circo federal”, etc…
    -
    A Rosa Vermelha Webber e até o petralha Zavasky pode mudar o voto e acabar o SANGRAMENTO DO PT E CANDIDATURA DILMA.

  17. João Barbosa

    -

    17/09/2013 às 21:29

    Nós brasileiros de quatro cores esperamos ansiosamente que nosso decano na hora H não mije para trás igual égua votando à favor dos embargos infringentes e consequentemente à favor dos mensaleiros condenados.

  18. Claudio Amaral

    -

    17/09/2013 às 21:26

    Seria oportuno, que a FFAA, desse apoio ao ministro Celso de Melo, para que o mesmo não sofra pressão, da parte desses canalhas e PTralhas. Afinal, para que serve as forças armadas, se não para defender a nossa soberania e instituições? Portanto, o Peri deveria deslocar para a corte, uma pelotão do exército, para garantir sem pressão de arruaceiros e paus-mandados, o seu voto, que eu e os brasileiros dignos e honrados, queremos ouvi-lo pronunciando! Porém, sem pressão do poder dominante!!! Se não sair agora, cadeia para os ladrões do erário público, pode mandar fechar a corte, pois ainda era o único poder que não tinha se agachado para os PTralhas! Portanto, só nos restará então, fazermos um belo funeral para a nossa democracia! Contudo, eu ainda acredito no Ministro Celso de Melo!!!

  19. Beatriz

    -

    17/09/2013 às 21:18

    Com sua licença sr. ministro Celso Melo, hoje eu conversei com uma pessoa ílibada, conhecedora profunda de sua biografia, e ´pelo momento atual essa pessoa me contou como o sr.é uma pessoa séria e que foi um grande presidente do STF, POR TUDO ISSO EU NÃO ACREDITO QUE NESSE MOMENTO EM QUE A MAIORIA DOS BRASILEIROS ACREDITAM NA JUSTIÇA DO STF, VOSSA EXCELENCIA VÁ SE DOBRAR DIANTE DE CORRUPTOS, QUE TODOS NÓS COM UM PEQUENO ENTENDIMENTO SABEMOS QUE QUE ESSES CORRUPTOS SÃO CULPADOS SIM POR TODA AS ROUBALHEIRAS DO MENSALÃO, SEI QUE VOSSA EXCELENCIA TAMBÉM SABE DISSO, E ESTAMOS CANSADOS DE TUDO ISSO, POR TUDO ISSO EU ACREDITO QUE O SR. VOTARÁ EM FAVOR DO BRASIL E DOS BRASILEIROS , E NÃO A FAVOR DOS CORRUPTORES DO MENSALÃO!

  20. conceicao

    -

    17/09/2013 às 21:17

    Ministra Rosa como foi sempre uma ministra ciente no seus julgamentos éticos, pelo Brasil, que passa por tantos horrores devidos ás corrupções que tanto prejudicam o povo brasileiro, sei que ainda há tempo para dar ao povo brasileiro À CONFIANÇA QUE SEMPRE TEVE NESTA INSTITUIÇÃO, ESPERAMOS QUE AINDA REFLITA E DÊ O VOTO NÃO. SERÁ UM BENEFÍCIO INCALCULÁVEL PARA O POVO BRASILEIRO!!!

  21. Guina

    -

    17/09/2013 às 20:23

    A argumentação dos petistas e dos advogados de que os réus não tiveram respeitados o amplo direito de defesa, apesar do tempo decorrido até o fim do julgamento, e que se o julgamento tivesse ocorrido em instâncias inferiores haveria o recurso de um novo julgamento, poderia ser demolida com a afirmação de tiveram 11 instâncias, pois foram julgados por 11 juízes.

  22. Artur.sul

    -

    17/09/2013 às 20:22

    Sabe o que mais me estupefaz. É que tudo isso está sendo feito com a omissão dos brasileiros de bem. Faltou guerra. Faltou sangue. Faltou Hiroshima. Não acredito que são 11 anos da mais absoluta Mediocridade, inclusive do que se convencionou chamar de Oposição, que simplesmente não existe.

  23. jaime

    -

    17/09/2013 às 20:05

    a culpa,em ultima análise,por esses ministros capachos é desse senado que aprova qualquer um indicado por esse governo nanico moralmente.

  24. MARCOS

    -

    17/09/2013 às 19:50

    CARO NO MEU ENTENDER O MINISTRO CELSO DE MELO VAI VOTAR A FAVOR DO PT,,,,EU CONVERSAVA COM UNS AMIGOS MEUS QUE SÃO ADVOGADOS, E ELES ESTAVAM COMEMORANDO E DIZENDO SE O MINISTRO VOTAR A FAVOR DO PT,,ELES TAVAM ME DIZENDO NÓS VAMOS SUPER-LOTAR O STF COM PEDIDO DE RECURSOS ÍNFRIGENTES DE CLIENTE NOSSOS,, QUE FORAM JULGADO PELA ULTIMA INSTÂNCIA DA JUSTIÇA E COM UMA BRÉCHA DESSA PROS MENSALEIROS NÓS VAMOS JUNTOS……O MINISTRO BARROSO E LEVANDOWISK DISSERAM NÃO SE PREOCUPAR COM A OPINIÃO PÚBLICA,,,ORA!!!!! AGORA EU PERGUNTO?? O DINHEIRO ROUBADO, DESVIADO,LAVÁDO, POR ESSES LADRÕES CANALHAS NÃO ERAM RECURSOS PÚBLICOS ???PORQUE NÃO DEVEM SATISFAÇÃO PRA OPINIÃO PÚBLICA SR.MINISTRO,,,???? EU SÓ QUERIA QUE ESSA PORCARÍA CHAMADA BRASIL FOSSE UM PAÍS SÉRIO……

  25. plinio ernani da fonseca

    -

    17/09/2013 às 19:31

    O diálogo abaixo foi extraído do livro Código da Vida, do jurista
    Saulo Ramos (falecido), entre o autor e o ministro Celso de Mello, do
    Supremo Tribunal Federal – STF, que nunca se pronunciou a respeito desse assunto.

    “Apressou-se ele próprio a me telefonar, explicando:

    - Doutor Saulo, o senhor deve ter estranhado o meu voto no caso do Presidente.

    - Claro, o que deu em você?

    - É que a F. de São Paulo, na véspera da votação, noticiou a
    afirmação de que o Presidente Sarney tinha os votos certos dos
    ministros que enumerou e citou meu nome como um deles. Quando chegou minha vez de votar, o Presidente já estava vitorioso pelo número de votos a seu favor. Não precisava mais do meu. Votei contra para
    desmentir a Folha de São Paulo. Mas fique tranquilo. Se meu voto fosse decisivo, eu teria votado a favor do Presidente.

    Não acreditei no que estava ouvindo. Recusei-me a engolir e perguntei:

    - Espere um pouco. Deixe-me ver se compreendi bem. Você votou contra o
    Sarney porque a F. de São Paulo noticiou que você votaria a favor?

    - Sim.

    - E se o Sarney já não houvesse ganhado, quando chegou sua vez de votar, você, nesse caso, votaria a favor dele?

    - Exatamente. O senhor me entendeu?

    - Entendi. Entendi que você é um juiz …!

    Bati o telefone e nunca mais falei com ele”.

    OBS.: Celso de Mello, promotor de justiça do Estado de São Paulo, foi nomeado ministro do STF pelo presidente da República José Sarney, por indicação do advogado Saulo Ramos , então ministro da Justiça.

  26. brasileirinho

    -

    17/09/2013 às 19:21

    Reafirmo que o mal maior, esta na forma como são escolhidos os magistrados, aqui no Brasil;
    Todos, sem exceção, têm que ser escolhidos pelo voto popular e com mandato definido, podendo se reeleger!
    Esse lixo que se avizinha, lá no STF, é consequência, da forma errada de como a coisa se processa.
    O judiciário, somente, será um poder de fato, no dia em que o POVO outorgá-lo;
    Não custa lembrar a “cumpanheirada” e ao Barroso, também:
    TODO PODER EMANA DO POVO E EM SEU NOME SERÁ EXERCIDO!!!
    O que temos, hoje, é um grande circo, montado pelos trabalhadores que nunca pegaram no batente;
    Nos, povo, somos os palhaços!

  27. marcello fonttes

    -

    17/09/2013 às 19:00

    O respeito e amor aos princípios de justiça não conhecem impedimentos. O homem é um ser moral, sem esse atributo ele em nada se diferenciaria das outras bestas feras. Mostra a história da civilização que o progresso ocorre em surtos entremeados por grandes confrontos de idéias que evidenciam a ganância, a estupidez e a tirania que então, estimulam o surgimento de forças que trazem ao palco da vida os embates truculentos e autoritários que colocam novamente na ordem do dia os valores morais que devem orientar o progresso, na figura direta da infância e adolescência. Tendo em vista que o progresso da humanidade não pertence a esta ou aquela ideologia e que as leis naturais possuem o seu próprio arsenal de mecanismos para manter a vida em sua trajetória com a finalidade precípua do amadurecimento e evolução, é de esperar-se e pessoalmente eu desejo que parte da população brasileira que vem se sentindo enojada e humilhada pela desfaçatez dos grupos políticos ora no poder, essa parte enojada, repito, está na hora de começar a se mexer para por um ponto final na loucura e perversão a que estamos submetidos. Quem não honra a liberdade, a justiça e os padrões morais que nos distinguem dos outros animais certamente não fazem por merecer uma liberdade que por não compreenderem e não honrarem a perderão, por pura gravitação. É só uma questão de tempo,e, acredito mesmo, que esse tempo está breve… . O ministro é uma peça importante, mas o nosso futuro não está nas mãos dele. O dia seguinte chegará e com ele as consequências.

  28. PALCOSCENICO

    -

    17/09/2013 às 18:51

    O QUE NAIS SE LAMENTA É QUE CM tenha se acovardado e esquecido todos os seus discursos inflamados, contra a corja dos mensaleiros. Ou, algo, de fato, muito grave, passou-o a assustá-lo ou perdeu, mesmo, a vergonha na cara. A senilidade já chegou e ele não notou. NÃO SE FAZ ISSO COM O POVO BRASILEIRO Doutor Mello. O seu mundo está bem mais acima, mas, a única coisa certa é que na morte, os bichos que comem o corpo ou o fogo que o incinera é exatamente igual. E quem incinera se livra dos cuidados futuros com sepulturas ou visitas monitoradas pela família.
    – Vejam esse cidadão, pego, sorridente, como quem quer fugir com “o voto do povo” embaixo do braço, na foto em: http://www.flickr.com/photos/pietro/mascagni

  29. Ricardo

    -

    17/09/2013 às 18:45

    Rei, lembra do filma EU SOU A LENDA (Will Smith), em que pessoas infectadas (mutantes), raivosas, se escondem de dia, invadem as ruas à noite e atacam humanos não contaminados? Pois os petistas são iguais a esses seres. O vampiro-mutante foge da luz como o petista foge da ética. Os infectado-mutantes atacam os sadios como os petistas destroem a reputação dos bons. De dia, o petista aproveita para se intoxicar de Galeano, Sader, Chauí e Pomar. À noite, os sanguinário saem para destruir as instituições e a sociedade, tomando conta do ambiente e eliminando qualquer “inimigo” que tente se aproximar. A cura existe, tanto para o mutante do filme como para o petista, com a diferença de que o primeiro, uma vez aplicada a vacina, aceita a volta à civilização e ao corpo sadio. O segundo, por sua vez, brande os braços e diz para si: “essa vacina é coisa de reacionário, direitista, golpista e pessedebista. Bom mesmo é poder uivar à noite, com a manada reunida, ouvindo Caetano e comendo uma banana.”

  30. ex-eleitor de Suplicy

    -

    17/09/2013 às 18:39

    Reinaldo, ficou faltando mencionar o Min. Cezar Peluso, também já aposentado. Portanto, não foram ONZE, mas DOZE, os Ministros nomeados por Lula e Dilma. Um faleceu, três se aposentaram, e oito continuam a integrar o Tribunal. abs.

  31. Raul Storino

    -

    17/09/2013 às 18:35

    Carta aberta ao Exmo. Sr. Ministro Celso de Mello.
    Brasília, 17 de setembro de 2013
    Caro Ministro
    Sei que o senhor deve ter inúmeros afazeres mas entendo ser minha obrigação cívica lhe pedir para votar acompanhando o Ministro Relator da ação penal 470 com relação a pertinência dos embargos infringentes.
    Primeiramente gostaria de agradecer pelo didatismo de seus votos, foram de muita valia para um estudante de direito com tempo escasso. Fazer uma segunda graduação aos 43 anos de idade conciliando trabalho e família com estudo não foi fácil, mas seus votos explicavam com rapidez e clareza os mais variados temas e realmente me ajudaram muito a compreender diversos conceitos que com outros doutrinadores me pareciam herméticos.
    Em que pese reconhecer seu imenso conhecimento jurídico, não posso acreditar que o Senhor entende como possível e adequado o uso dos embargos infringentes no caso em tela, a Eminente Ministra Cármen Lúcia, com habilidade franciscana, demonstrou a impropriedade dos mesmos, além dela, vários outros ministros já utilizaram argumentos teóricos de excelente fundamento que abrigam a tese denegando os embargos infringentes. Não nego que existem fundamentos teóricos de razoável valor a fundamentar os que querem desmoralizar o conceito de justiça e destruir nossas instituições ferindo de morte as esperanças de um Brasil mais justo e fraterno, baseado na liberdade e bem estar de todos.
    Não há como negar que este julgamento está temporalmente vencido; os fatos ocorreram a dez anos. Nossa Constituição preconiza a prestação jurisdicional em prazo razoável, infelizmente isto já não é mais possível e caso os embargos sejam concedidos tornam irrisórios os efeitos condenatórios deste verdadeiro atentado à Democracia Brasileira, lembro sua frase lapidar durante o julgamento dos autos: “Agentes públicos que se deixam corromper, qualquer que seja sua posição, são eles corruptos e corruptores, os profanadores da República, os subversivos da ordem institucional. São eles os delinquentes, marginais da ética do poder”
    Caso o senhor reafirme a opinião emitida a algum tempo atrás , estará decretada a vitória do cinismo e deboche. Por sua decisão o Brasil decente receberá uma ferida mortal. Os inimigos da Democracia e do Estado Democrático de Direito se utilizaram de todas as estratégias possíveis para destruir este julgamento, mentiram descaradamente sobre os fatos, utilizaram da mídia comprada a peso de outro para confundir os acontecimentos, difamaram pessoas de bem, somente para citar um, o Procurador Geral da República Roberto Gurgel corvardemente difamado, nomearam ministros no Supremo Tribunal Federal sem notório saber jurídico (DT,RL), atrasaram de maneira premeditada o processo até a aposentadoria dos Ministros Aires Britto e Cesar Peluso. O verdadeiro chefe da quadrilha usando seu descaramento e sem-vergonhice peculiares chegou a procurar ministros do S.T.F. para pedir adiamento do julgamento. Negociaram, conforme explicitado pelo Ministro Luiz Fux, cargos no Supremo Tribunal Federal e pelo visto seduziram alguns excelentes juristas, Teori Zavascki, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso, que para se tornarem Ministros sucumbiram a vaidade própria dos homens fracos e estão a colaborar com a fuga destes criminosos ao necessário acerto de contas com o império da Lei.
    Lembro que o senhor dias toffoli ( proposital em minúsculas) se negou a se declarar impedido, ele que foi advogado do PT ou funcionário do acusado de maior quilate ao longo do desenrolar dos crimes perpetrados por esta quadrilha e tem amizade pessoal e íntima com os principais acusados do núcleo político da súcia, mais ainda, sua namorada, advogou em favor de um dos réus. Os abutres e hienas já sinalizam o que farão as claras. Antes mesmo da pronúncia de seu voto, já estão pelos cantos a divulgar que não houve uso de dinheiro público e sua horrorosa cantilena tentando salvar as aparências dos crimes perpetrados. O senhor será responsável pela consubstanciação da profética frase prolatada pelo desqualificado Delúbio de que Mensalão se tornar-se-ia piada de salão.
    Por favor Ministro use sua consciência e perceba que sua obrigação história é não permitir que esta calamidade se abata sobre nós brasileiros, imensa maioria de trabalhadores honestos que esperamos uma posição firme de um homem que tenho convicção que é bom e ama o Brasil. As consequências de sua decisão serão permanentes e não há espaço para não agir, desculpe Ministro mas ao senhor não é permitido o pecado da inocência e quis o destino que a decisão divisora de aguas esteja em vossas mãos. Não se transforme em Pôncio Pilatos. Somente os idiotas não mudam de opinião, evolua nos conceitos e retifique suas idéias quanto aos embargos infringentes, fique do lado dos grandes brasileiros, Joaquim Barbosa, Cármem Lúcia, Luiz Fux, Gilmar Mendes e Marco Aurélio, os quais agradeço por não se curvarem ao poder político nefasto que dirige o país. Tenha certeza que com esta pequena inflexão o senhor humildemente estará contribuindo de maneira definitiva para a afirmação da nacionalidade brasileira causando uma enorme repercussão positiva no futuro do Brasil.
    Pedindo que Deus e o povo mais humilde do Brasil ilumine sua alma,
    Atenciosamente

  32. Marcelo

    -

    17/09/2013 às 18:26

    Reinaldo, pode ser um lapso de memória, mas você se recorda da decisão proferida pelo supremo ( isso inclui Celso de Mello), quando foi julgada a constitucionalidade do racionamento de energia no governo FHC?

  33. Joana Lima

    -

    17/09/2013 às 18:26

    As coisas estão ficando muito perigosas. Com o aparelhamento do Supremo tudo começa a tomar um rumo bastante perigoso! Quando estavam aparelhando sindicatos, UNEs, empresas estatais, agências reguladoras e até a OAB era uma coisa, mas agora com o Supremo estou bastante assustada! Sorte ainda termos uma imprensa livre!

  34. José Magalhaes

    -

    17/09/2013 às 18:19

    A respeito do meu comentario das 17:36 h leia-se Suditos e não discípulos.

  35. diana

    -

    17/09/2013 às 18:14

    Sintomática escancarada foi o arranjo para o empate. Ah, fala sério! Então, como foi possível o empate, tenho para mim que o resultado já está desenhado.

  36. josé reis barata

    -

    17/09/2013 às 18:12

    Li por aí:
    .
    “ESTOU DE EMBARGOS CHEIO”

    Digo eu: eu também.

  37. Augusto

    -

    17/09/2013 às 18:11

    Ministro Celso,
    .
    Vossa Excelência pode até pretender aceitar os embargos infringentes por apego à filigrana jurídica, à literalidade, em detrimento de todo o sistema processual, sem que pense necessariamente em reduzir as penas, mas sabe muito bem que a intenção deliberada da maioria do Tribunal é promover, custe o que custar – repita-se – custe o que custar – a redução de penas dos condenados para livrar “OS MARGINAIS DO PODER” da prisão.
    .
    Eu sei que “God” (Márcio Thomaz Bastos) precisa justificar os 20 milhões recebidos – segundo valor divulgado pela imprensa – para fazer a defesa do banqueiro, mas, Vossa Excelência não tem nada com isso.
    .
    Portanto, NÃO FAÇA COMO PILATOS, Ministro Celso!

  38. SHIRU

    -

    17/09/2013 às 18:09

    Ah! Os 130 compartilhamentos estão no Facebook, lógico… rsrs

  39. gerson

    -

    17/09/2013 às 18:08

    Os petistas e seus coligados viraram o Brasil do avesso …

  40. SHIRU

    -

    17/09/2013 às 18:08

    Olá, Tio Rei. Postei uma charge que fiz do min. Celso de Mello, na 6ª feira, no final da tarde e, hoje, já está com mais de 130 compartilhamentos. Queria postá-lo aqui, mas não tem como, né? Postei tb no Twitter se for para identificá-lo primeiro… (Não precisa postar este comentário).

  41. Fagundes

    -

    17/09/2013 às 17:58

    Prezados,
    Logo 4? qua…drilha.

    Quem viu a Ministra Rosa Weber votando, certamente percebeu que ela estava “angustiada”, parecendo uma refém enviando mensagem a mando dos sequestradores. Como se estivesse com arma apontada para ela. Talvez ela mude seu voto para ficar em paz consigo mesma.

    Julgar por interesses é complicado para pessoas que se dedicaram à Justiça. Trocar a honra para deixar mais herança não sei se compensa tanto assim. A saúde vai embora, a vergonha bate forte, depois da morte só ficam as lembranças das sujeiras cometidas.

    Sobre o voto do Sr. Ministro mais antigo, Celso de Mello, a impressão que ficará é que leiloou sua escolha, caso vote a favor. Fosse favorável desde a data da sessão de julgamento, já teria dito. Vergonha de ser a favor ou “valorizando” sua decisão?

    Pode ser que o Zava também cais na real, já está meio decadente e pode optar pelo caminho certo, muito difícil, mas não impossível.

    O que gostaria mesmo de ver era o Eminente Joaquim Barbosa dizer: “Essa casa não é mais digna de mim, sinto pelos colegas que aqui estão para lutar e zelar pela Justiça…”. Sonhar não paga imposto, kk!

  42. José Magalhaes

    -

    17/09/2013 às 17:36

    Placar empatado: amigos do rei x Discípulos da rainha

  43. Papai Sabetudo

    -

    17/09/2013 às 17:36

    É preciso que todos se deem conta de que o voto do ministro Celso de Melo só é decisivo por uma circunstância de todos conhecida, assim, não há que crucificá-lo se der voto favorável aos mensaleiros, embora os prejuízos daí decorrentes à imagem da justiça sejam irremediáveis. O ministro sabe de todos os riscos a que está submetido, daí não poderá haver voto mais consciente do que o que manifestará proximamente.
    Eu confio nele.

  44. Augusto

    -

    17/09/2013 às 17:35

    FORA DE TÓPICO:
    .
    PESQUISA NACIONAL DO “INSTITUTO PARANÁ PESQUISA” MOSTRA SERRA OU MARINA NO SEGUNDO TURNO!!!

  45. daniel

    -

    17/09/2013 às 17:35

    Celso de Mello nao nos entregue na mao destes bandidos.

  46. C_Sampaio

    -

    17/09/2013 às 17:28

    Alguém me explique existe embargos infringentes em alguma suprema corte de pais civilizado?

  47. Alberto de Araujo

    -

    17/09/2013 às 17:24

    O ministro Celso de Mello, recolhido em sua consciência individual, ignorando a consciência coletiva, estará cavando a própria crucificação.Susbstituirá o Barrabrás do STF, o ministro Lewandovsky.Desejo que se desligue do puritanismo político e não se filie à confraria soberba dos ministros petistas.Que a humildade prevaleça e se junte às pessoas de bem.”Ministro Celso de Mello não melle o mensalão”.

  48. sdfr

    -

    17/09/2013 às 17:21

    infelizmente parece que não tem mais jeito… o Min. Celsod e Mello vai votar a favor dos infringentes… em outras palavras, como bem lembrou o Gilmar, isso quer dizer que o STF é composto de moleques, que precisam julgar duas vezes para valer uma…

  49. Papai Sabetudo

    -

    17/09/2013 às 17:09

    O ministro Celso de Melo declarou na última sessão que o seu voto estava pronto e que não precisava mais do que cinco minutos para externá-lo. Isto, naturalmente para reafirmar que ignora pressão externa, e que o seu voto, segundo ele próprio, é de admissão dos embargos, ao remeter o repórter ao que ele ministro decidira a respeito no passado. Ele quis dizer, com isso, que o seu voto não é regido pelo resultado dos seus pares. Sem novidades.
    Mas, prefiro acreditar que sempre se pode fazer pequenas alterações numa obra (de arte) para melhorá-la.

  50. Marco Aurelio R. Guimaães

    -

    17/09/2013 às 17:07

    Qualquer que seja o voto de Celso de melo, a votação será de 6 a 5. Contra o a favor. Ora, se apenas 4 votos a favor dos réus possibilitam o acato dos embargos infringentes, então, com maior força deverá também ser revista a votação de 6 a 5!
    Os fatos e os réus não mudaram. A alteração ocorreu com os ministros. Por

  51. paulo carvalho

    -

    17/09/2013 às 16:59

    Caro Rei: É enxugar gelo, tá tudo dominado.

  52. Renato A. Azevedo

    -

    17/09/2013 às 16:59

    O Ministro Celso de Mello tem uma oportunidade única: mostrar que o Brasil pertence a gente honesta, ou a criminosos membros de uma quadrilha aos quais ele mesmo se referiu anteriormente. Uma escolha representa a esperança em um melhor futuro para o país, a outra precipitará o rumo do caos e do autoritarismo que estão tentando instalar no país desde 2003. Qual será a escolha, Ministro Celso de Mello?
    Grande abraço, caríssimo Reinaldo!

  53. Luiz Schuwinski

    -

    17/09/2013 às 16:55

    Nas horas aflitivas, desesperadas, pressionadas, se conhecem os verdadeiros homens.
    Celso de Mello tem oportunidade única de provar sua capacidade de avaliar as consequências futuras de sua decisão. Com uma simples frase ou canetada, muda-se a história.
    O destino da Nação está em jogo.
    O Supremo Tribunal Federal é o último alento de nossa trôpega democracia.
    Caso exale o suspiro final, nada nos livrará do retrógrado totalitarismo marxista.

  54. Lucas

    -

    17/09/2013 às 16:49

    Só digo o seguinte, dá vontade de vomitar …

    E se o Celso de Mello aceitar os embargos, vai colocar o STF e todo o judiciário no LIXO! Eu sou leigo no assunto, mas a minha opinião e a dos outros brasileiros devem contar alguma coisa não é?

    Se ele absolver (é isso que significa na prática) direi sobre o Celso de Mello “já vai tarde”. E que se dane a justiça, poderoso não vai preso nesse país e todos os juízes são comprados por quem está no poder. É isso que vamos pensar, infelizmente.

  55. Terere

    -

    17/09/2013 às 16:47

    O Congresso já formalizou um ladrão no Legislativo ..avacalhar com a Justiça não seria tao grave assim !!!

  56. Terere

    -

    17/09/2013 às 16:45

    Vocês sabem o que significa Supremo ??? 5 a 5 já diz tudo da nossa Justiça !!! Cheia de subterfúgios, interpretações variadas …se o nosso supra-sumo não tem maioria ..é porque nossa Justiça é uma merda só !!!!

  57. NÃOAOSINFRINGENTES

    -

    17/09/2013 às 16:44

    MINISTRO CELSO: ÀS FAVAS OS ESCRÚPULOS, ESQUEÇA O SEU PASSADO E CUIDE DO SEU FUTURO E O DO BRASIL HONESTO!!!! V.EXA. CONTINUARÁ A SER O GRANDE JURISTA QUE É, POIS CABE QUALQUER DECISÃO À QUESTÃO, COMO PROVA O EMPATE ATÉ AGORA.

  58. Augusto

    -

    17/09/2013 às 16:42

    O PT VENCEU!
    .
    ÂNGELA GUADAGNIN VENCEU!
    .
    PELO VISTO, ELA VAI TER MUITAS RAZÕES PARA DANÇAR!
    .
    GRAÇAS AO SUPREMO!
    .
    GRAÇAS A CELSO DE MELLO!
    .
    http://www.youtube.com/watch?v=eoplLlWnwBQ
    .
    OU NÃO???

  59. roby

    -

    17/09/2013 às 16:38

    Nunca se esquecendo, Tio Rei, de que tudo isso poderia ter sido evitado se, imediatamente após o depoimento de Duda Mendonça em 2005 — admitindo ter recebido dinheiro de campanha no exterior — as nossas “oposições” e o pouco que então restava de imprensa livre fizessem o seu trabalho colocando as rodas da Justiça e a opinião pública para funcionar. O apedeuta seria legalmente defenestrado o PT teria sua licença cassada. De lá para cá o aparelhamento das instituições só vem crescendo — e está hoje num nível praticamente bolivariano.
    Boa parte das desgraças que o País atravessa se deve à má fé desses “opositores” acovardados de 2005 — ou, conforme o lugar-comum, nunca tantos deveram tanto a tão poucos.
    Disse Martin Luther King Junior: “O que me assusta não são as ações e os gritos das pessoas más, mas a indiferença e o silêncio das pessoas boas”.
    Até logo, Tio Rei. Voltaremos a nos encontrar nas masmorras do lulopetismo.

  60. Burduna nelles !!!

    -

    17/09/2013 às 16:38

    o gato está no telhado…

  61. Augusto

    -

    17/09/2013 às 16:34

    O ministro Celso de Mello é um dos ministros da história do STF que mais se aproximou de Deus (Deus tomado no sentido de perfeição).
    .
    Penso que ele não tem o direito de manchar a própria história. Porque a história dele já não diz respeito exclusivamente a si, mas ao próprio país, naquilo que ainda temos de bom.
    .
    A decepção será INDESCRITÍVEL!
    .
    O PAÍS ENTRARÁ EM LUTO!

  62. Nelson

    -

    17/09/2013 às 16:29

    Li os comentarios pró e contra os embargos infringentes, sou militar reformado, posso dizer que tenho boa vivencia, vejo movimento dos ptralhas que estao se encastelando no poder, maioria dos eleitores assim quizeram, vejo o movimento da classe media massacrada que vem perdendo poder aquisito ao longo desses anos e que acordou, foi para as ruas e começou a gritar, vejo os verdadeiros militares quietinhos dentro dos quarteis. Com relacao ao voto minerva do juiz decano do STF, se der o sim a proposta dos mensaleiros petralhas, tenho certeza absoluta, a revolta pela populacao esclarecida será cada vez mais contundente e isso os ptralhas nao contavam e digo mais eles tem medo, haja visto reducao do tempo de exposicao deles ao publico no dia da Independencia do Brasil.

  63. Anônimo

    -

    17/09/2013 às 16:29

    Muda de lado, ministra Rosa.
    Ainda dá tempo.
    Uma mulher heroína do STF? Seria uma grata surpresa.
    Siga o voto técnico da parceira. Diga que estudou melhor, etc e tal.

  64. anônima

    -

    17/09/2013 às 16:27

    O bom que já foram condenados. Não são pessoas valorosas nem um pouco. Os irresponsáveis do supremo que deixaram chegar num absurdo 5 a 5 e colocaram um homem, realmente de de valor, em sério risco: JB. A desmoralização do STF para um homem feito esse é pior que a morte, acho. E acho que é assim para o ministro decano também. O destino tem que ser o lixão para esses pendulares pingentes chamados de embargos infringentes.

  65. Fernando

    -

    17/09/2013 às 16:26

    Os que são a favor dos Infringentes alegam que todo reu tem direito a dois julgamentos, pelo menos. Acontece que se esquecem que a grande maioria dos juris são feitos por UM SÖ juiz. Neste caso foram 11

  66. Trinity

    -

    17/09/2013 às 16:25

    Num processo onde se discutia a legalidade do domicílio eleitoral do ex presidente José Sarney o jurista Saulo Ramos, em seu livro Código da Vida, escreveu o seguinte:
    “…Veio o dia do julgamento do mérito pelo plenário. Sarney ganhou, mas o último a votar foi o Ministro Celso de Mello, que votou pela cassação da candidatura do Sarney. Deus do céu! O que deu no garoto? Estava preocupado com a distribuição do processo para a apreciação da liminar, afirmando que a concederia em favor da tese de Sarney, e, agora, no mérito, vota contra e fica vencido no plenário. O que aconteceu? Não teve sequer a gentileza, ou habilidade, de dar-se por impedido. Votou contra o Presidente que o nomeara, depois de ter demonstrado grande preocupação com a hipótese de Marco Aurélio ser o relator.
    Apressou-se ele próprio a me telefonar, explicando:
    - Doutor Saulo, o senhor deve ter estranhado o meu voto no caso do Presidente.
    - Claro! O que deu em você?
    - É que a Folha de S.Paulo, na véspera da votação, noticiou a afirmação de que o Presidente Sarney tinha os votos certos dos ministros que enumerou e citou meu nome como um deles. Quando chegou minha vez de votar, o Presidente já estava vitorioso pelo número de votos a seu favor. Não precisava mais do meu. Votei contra para desmentir a Folha de S. Paulo. Mas fique tranquilo. Se meu voto fosse decisivo, eu teria votado a favor do Presidente”. Saulo Ramos – Código da Vida (2007)- pag. 169 e 170
    É isso.
    Muita gente não faz nem ideia do que poderá acontecer.

  67. marcelo custodio pereira

    -

    17/09/2013 às 16:20

    DR. REINALDO, BOA TARDE. TENHO ADMIRAÇÃO PELO MINISTRO CELSO MELLO E NÃO ACREDITO QUE FARÁ TAL BURRICE. ESPERO QUE O EMINENTE JURISTA SAULO RAMOS EM SEU LIVRO *CÓDIGO DA VIDA¨ ESTIVESSE ERRADO, QUANDO EM UMA LIGAÇÃO TELEFÕNICA, COM SEU ENTÃO AMIGO CELSO MELLO, DELIGOU DIZENDO, APÓS UM DECISÃO ERRADA …

  68. Roberto

    -

    17/09/2013 às 16:17

    O stf se apequena cada vez mais. “nuncaantesnestepaiz” ocorreu tamanha vergonha como agora. Os ptralhas liderados pelo luladrão e seus 40 capangas tomando a única instituição que ainda acreditávamos. fora ptzada quadrilheira.

  69. Augusto

    -

    17/09/2013 às 16:15

    A RAIZ DO PROBLEMA BRASILEIRO CHAMA-SE FORO DE SÃO PAULO, QUE É A ENTIDADE SUPRANACIONAL* QUE BUSCA A HEGEMONIA* DOS PARTIDOS DE ESQUERDA NA AMÉRICA LATINA!
    .
    *ENTIDADE SUPRANACIONAL NÃO COMBINA COM SOBERANIA, NEM HEGEMONIA COMBINA COM DEMOCRACIA.
    .
    SEGUNDO A ÓTICA DO FORO, O ESTADO BRASILEIRO É UM MERO HOSPEDEIRO DO MOVIMENTO COMUNISTA!

  70. Quaker.

    -

    17/09/2013 às 16:15

    Perguntar nao ofende. Barroso o ( novato ) …?

  71. Luiz

    -

    17/09/2013 às 16:14

    Caro REI, o grande problema e que o Ministro e coleguinha do CHEFE DA QUADRILHA.

  72. João Alves

    -

    17/09/2013 às 16:13

    Desde o início do julgamento do mensalão se verificou a formação de um verdadeiro quarteto formado pelo Ricardo Lewandowiski, Dias Toffoli, Cármem Lúcia e Rosa Weber, cujos 4 votos é que agora estão a permitir essa aberração dos embargos infringentes. Por sorte, com a reviravolta ocorrida com o inesperado voto da Cármem Lúcia, os votos dos novatos Teori Zavascki e Roberto Barroso não colocaram de imediato a nossa justiça a pique. Resta agora a pergunda: Será que o decano Celso de Mello vai aposentar-se com justiça ???

  73. Joao Camargo Pagnozzi

    -

    17/09/2013 às 16:07

    Ótima literatura, arrojados comentários, mas diferente dos argumentos esquerdistas, que saem às ruas em defesa de sua cartilha; e assim estão assumindo espaços cada vez maiores. Como mudar tamanha distorção, sem ação superior e contraria?

  74. MARIZA TANNURE

    -

    17/09/2013 às 16:03

    O BARROSO E BOM NEGOCIANTE E OS OUTROS QUATRO TAMBEM,SAO DA MESMA LAIA

  75. Augusto

    -

    17/09/2013 às 15:59

    O nacionalismo precisa ser resgatado!
    .
    Só ele pode combater o marxismo cultural e a revolução gramsciniana levados a cabo pelo PT!

  76. JC

    -

    17/09/2013 às 15:56

    Eh so ver como viviam até 2002, e como vivem hoje, os novos donos do poder, o que comiam, o que vestiam, onde moravam, que carro dirigiam, que viagens faziam, é só olhar….a quantidade de dinheiro da corrupção criou milhares de novos milhonários, do PT, PCdB, PTB e por aí vai, enquanto gastam fortunas com suas frivolidades, as crianças continuam a morrer na porta dos hospitais, a infra estrutura brasileira foi pro espaço e a nossa educação na uti….estamos sendo assaltados covardemente pelo poder que se constituiu em 2002.

  77. cesar roberto

    -

    17/09/2013 às 15:55

    Amanhã saberemos se o termo “esta´ tudo dominado ” se concretiza neste governo.

  78. RitaB

    -

    17/09/2013 às 15:54

    Sr. Ministro por sua brilhante carreira e justica, pelo futuro do Brasil dos nossos filhos, netos…diga não aos pilantras que envergonham essa nação onde a grande maioria trabalha duro…

  79. Roberto

    -

    17/09/2013 às 15:51

    O emarxismo deve ser criminalizado e banido do país, assim como estão fazendo as ex-repúblicas da Europa Oriental. Socialismo é crime de lesa-humanidade.

  80. Rosinha sem espinhos

    -

    17/09/2013 às 15:50

    Well, como o boato existe, fiquei pensando, esperançosa:
    .
    e se a Min. Rosa Weber numa dessas viradas da vida, mudar seu voto antes do Celso de Melo abrir a boca??
    .
    .
    so posso garantir uma coisa: vou rir muito, e é de alívio. aí o douto ministro pode fazer os suspense que quiser, pode infingri seus infringentes, garantir os direitos aos mensaleiros, coitados, de se defenderem, porque a estrela será uma Rosa. Perdeu, playboy.

    … sonhar não custa nada.

  81. Daniel

    -

    17/09/2013 às 15:47

    Reinaldo, este é o título do artigo do paulo moreira leite de hj no terra:”Lei Dirceu e lei Fleury
    Exatamente quarenta anos depois da lei Fleury, o país está às voltas com outra lei personalizada, mas com um sinal invertido. Trata-se da lei José Dirceu”. Há uma semana que este senhor nao escreve sobre outra coisa além das injustiças cometidas contra o pobre sr. Dirceu. Nao merece um post? Araco

  82. Raissa Pedra

    -

    17/09/2013 às 15:43

    Reinaldo, boa tarde.
    Permita que transcreva o que disse PAULO DE ARRUDA SAMPAIO, QUE SEMPRE FOI COMUNISTA, sobre o comportamento do PT no processo do mensalão: “É IMPRESSIONANTE A CAMPANHA DOS PETISTAS CONTRA O STF, IMPRESSIONANTE, INJUSTA E DESONESTA”, as quais alio às suas para fazê-las minhas. Se Celso Mello se sucumbir a esta pressão, estará colaborando com a oficialização da corrupção e indiretamente com fim do STF pelo descredito que tal decisão acarretará livrando os mensaleiros da cadeia. Não precisa ser advinho, para saber que em novo julgamento a bancada petista no STF os absolverá, e a IMPUNIDADE CONTINUARÁ PARA OS PETISTAS PODEROSOS.

  83. Claudia Tavares

    -

    17/09/2013 às 15:42

    Eu sei que nao deviamos estar tao pessimistas assim, mas nao tem como nao estar!E tao triste ter na era do FHC, acreditado que o Brasil estava crescendo, cheguei a ter orgulho.Sinceridade, hoje em dia, tenho vergonha e nao sei pro outros, mas a mom, esta deixando deprimida o rumo do Brasil

  84. VALTER ROCHA

    -

    17/09/2013 às 15:41

    Sabido do largo conhecimento jurídico de pessoas escolhidas de índole libada, que tem argumento técnico para qualquer tendência, cabendo sua ética tender a aplicar de acordo convicção do seu convencimento, das exposições e Lei, não sendo a meu ver motivos de votar de acordo regimento interno por força da lei maior está no topo, nada se contrapõe, a mesma é superior. O regulamento interno, em particular, não tem essa força constitucional. Os critérios de indicações dos Ministros estão ultrapassados para nossa realidade, chega a ser supostamente tendenciosa, dado os interesses oriundos do próprio governo e partidos de sustentação, que sem duvida não há uma pressão declarada, mas ela existe, é oculta, sai em forma de parábolas. No Brasil existe uma corrupção impregnada, parece que todos que entram no poder, maior notoriedade o político, já levam a cartilha da subtração ilícita, salvo raras exceções, diante dessa travessa realidade cabe adotar critérios extremamente técnicos sem indicação, ou intervenção da parte interessada. Nesse julgamento não tenho duvida da independência do Ministro mais é um peso que pode naufragar na pressão, sob argumento do regimento interno, mais pela suposta e indireta pressão, mas, reiterado por estudiosos, também minha compreensão, não se aplica, mas é uma brecha polemica para uma saída honrada, de qualquer forma nula por força da pirâmide, estando a lei maior no ápice.

  85. João Gladstone de Oliveira

    -

    17/09/2013 às 15:39

    O homem quando corrompido só atenta para os seus propósitos; como aqueles que estão com ele, projetados nas milícias dos partidos em suas motivações sempre enganosas. O mentiroso, ao manifestar-se também por escrito continuará por mentiroso. Das motivações do corrupto está ele junto; onde se esconde debaixo do discurso febril.

  86. Marcus Meyer

    -

    17/09/2013 às 15:39

    “Todos os regimes autoritários latino-americanos só se instalaram para valer quando passaram a dominar suas respectivas cortes supremas”. Concordo, e é por isso que eu digo que amanhã será o marco do início da Ditadura Bolivariana Brasileira, porque as esperanças de que Celso de Mello honre as calças que veste são muito pequenas. É mais fácil acreditar que cederá às benesses do poder ou pelo menos não se indisporá com aqueles que podem transformar a sua vida em um inferno!

  87. Augusto

    -

    17/09/2013 às 15:39

    VEJA TINHA QUE FAZER UM DEBATE ESPECIAL DO MENSALÃO HOJE E OUTRO AMANHÃ!!!

  88. Augusto

    -

    17/09/2013 às 15:37

    O ministro Dias Toffoli já explicou aquele empréstimo, com juros de pai para filho, tomado no Banco BMG, cuja soma das parcelas dá praticamente todo o subsídio que ele ganha como ministro??? Já demonstrou de onde ele tira as outras rendas que alega ter???
    .
    E o NOVATO, já explicou a contratação de seu escritório de advocacia, SEM LICITAÇÃO, pela Eletronorte (empresa controlada pela União), no valor de 2 milhões e meio de reais, às vésperas do voto dele sobre a questão dos infringentes???
    .
    O POVO QUER SABER!

  89. Julio

    -

    17/09/2013 às 15:35

    O duro dessa argumentação é que verdadeira, estamos num daqueles momentos cruciais de uma democracia. Vamos ver o quanto vamos sofrer para consolidação da frágil democracia brasileira. Uma democracia que só vale para os donos do poder.

  90. Ebaggio

    -

    17/09/2013 às 15:32

    Olha aí, dá para se dizer que se o decano decidir pelo acolhimento dos infringentes, estará cedendo às pressões da sociedade, em especial, a alta sociedade petista, corrupta e
    totalmente desprovida de ética.

  91. Roberson

    -

    17/09/2013 às 15:28

    Muito bom o link

    http://www.jornaldaparaiba.com.br/coluna/paoecirco

    Carta ao Senhor Ministro

  92. Nélio Santana

    -

    17/09/2013 às 15:22

    Estes vândalos não estão nem nunca estiveram preocupados com a higidez das instituições; eles querem, se não absolver pelo menos reduzir as penas dos criminosos ao máximo. E, para isto, não precisa de tese jurídica sofisticada. Basta uma estória de cobertura, de preferência embalada por um gigantesco sofisma… Os operadores do Direito já perceberam que o STF foi aparelhado. Resta ao Ministro Celso de Melo devolver à Nação a esperança de que ainda há juízes em Berlim.

  93. AbuCarnib

    -

    17/09/2013 às 15:20

    Mui caro Jornalista:
    Seu artigo trás uma ponta de desânimo, na minha opinião, em relação ao desempate no STF.Como eu, você já viu o que jusitas, advogados, especialistas em leis e pessoas do Supremo dizem sobre o voto de Celso. Vai ser “um sermão da montanha”. Isso não é só exagero como até um sacrilégio.O Sermão da Montanha sintetiza toda a pregação de Jesus Cristo, nos indicando os caminhos para DEUS. “Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados” (Mat. 5,5-6). O povo do Brasil – exceto o pt -, precisa ser saciado de justiça. O voto de Celso aponta para o lado que não sacia, mas indigesta, que é a corrupção e a impunidade. O voto não pregará a verdade, mas favorecerá ao ímpio. No Sermão da Montanha Jesus apontou a verdade: “veritatem meditabitur guttur me detestabuntur impium”. Amanhã o Brasil pode se cobrir de opróbio. Será o “dies irae”, requiem. Os ministros que não concordaram serão transformados em sísifos, por Celso: seguiram subindo (julgando) e descendo eternamente. Digo, Grande jornalista, que tenho o coração amargo. “Tange o sino, tange, numa voz de choro/numa voz de choro … tão desconsolado” … (Vicente de Carvalho).

  94. edson gj

    -

    17/09/2013 às 15:20

    Sr. Celso de Mello o “futuro da Justica no Brasil esta em suas maos” quero dizer se fizermos Justica e mandarmos estes pilantras para a Cadeia ainda teremos esperancas que o sistema Judiciario Brasileiro tem homens de personalidade e principios para a manter o que foi decidido. Caso contratio precisamos investigar a idoneidade do STF tambem…

  95. Tulio Shibata

    -

    17/09/2013 às 15:11

    Se o PT teve a cara de pau de comprar votos de deputados e senadores, no caso mensalão, a revelia dos eleitores que os haviam guindado ao posto público para representá-los por que o Ministro Celso de Mello não pode ter um pouco de humildade e mudar de opinião com relação ao seu entendimento sobre a legalidade dos embargos infringentes? Não lhe faltam argumentos jurídicos legais para embasar sua mudança de opinião. Não se pode jogar o jogo dos criminosos sem ter a mesma cara de pau dos meliantes do poder. Se assim não o fizer não só estará fazendo papel de otário, mas também submetendo toda uma nação ao eterno ridículo da impunidade.
    Caro ministro Celso de Mello, a Justiça e os ministros não podem fazer papel de otários contra esta quadrilha dos mensaleiros que ainda usarão um seu possível acolhimento dos embargos infringentes para desqualificar ao Sr. próprio bem como a todo STF. Que o Sr. fique com a consciência livre para saber a quem deve servir, a quem quis destruir a nossa democracia e pisotear nossa constituição ou por todo o povo brasileiro que anseia desesperadamente por um pouquinho só de justiça nesta merda de país dominado por bandidos de toda espécie.

  96. Gustaf vascon jacob

    -

    17/09/2013 às 15:10

    Vem aí o filme de ficção da década:
    “1964- O ANO EM QUE JANGO ASSUMIU ” –
    Sinopse – conta a história de um Brasil após o governo de João Goulart, onde não houve a intervenção militar e os partidários da URSS assumiram o poder no país , instauraram o comunismo no país e as consequência deste acontecimento até os dias atuais.
    OBS: Por algum motivo desconhecido o ministério da cultura nega-se veementemente a financiar a película. kkkkkk
    Autor:??????????????????
    protagonista:???????????????????

  97. DARCY

    -

    17/09/2013 às 15:08

    .
    …PELOS COMENTÁRIOS EM TODOS OS CANTOS E BECOS DA INTERNET , DEDUZIDOS DOS INSIGNIFICANTES MERCENÁRIOS-VENAIS, SE POR ACASO OS INFRINGENTES FOREM ACATADOS , SEI NÃO , SEI LÁ , VAI TER GENTE SE-SUICIDANDO-SE , COMO ACONTECEU QUANDO O COLLOR CONFISCOU A POUPANÇA DOS BRASILEIROS-PATRIOTAS…
    .
    ( MAIS UMA NA CONTA DO PT-LULA-DIRCEU-DILMA E MINISTROS OUTROS )
    .
    …E ELES TÃO NEM AÍ PARA O POVO , NÉ RENAN E HENRIQUE ALVES…???
    .
    …E NÃO TENTEM CULPAR O CELSO DE MELLO NÃO , O ÚNICO RESPONSÁVEL SERÁ O LULA-PT-DIRCEU E SUA CORJA DE INSANOS.

  98. Lun_ático

    -

    17/09/2013 às 15:07

    QUOUSQUE TANDEM…
    Embora por vezes utilizadas como sinônimas as expressões eficiente e eficaz, nem sempre possuem significados convergentes.
    A eficiência pode ser conceituada como capacidade de realização perfeita de algo ou de uma tarefa sem erros e de boa qualidade. Seria o preciso preenchimento de determinados passos em todas as suas particularidades.
    Uma pessoa eficiente poder orgulhar-se de concluir um trabalho preestabelecido sem esquecer qualquer de seus pormenores.
    A eficácia, em apertada síntese, significa a capacidade de produzir o efeito desejado, ou aquilo que dá bom resultado.
    Às vezes uma ação é eficiente apenas em razão do pleno preenchimento de seus elementos constitutivos, independentemente de resultado bom ou mau. Nesse caso, o resultado reside apenas no preenchimento de suas etapas, prescindindo de qualquer outro.
    A eficácia, ao revés, sempre tem de apresentar bom resultado, sem o que deixa de preencher sua finalidade.
    Em nosso direito, certas atitudes formulares são tidas e havidas como eficientes, mas seus resultados tornam-se completamente inócuos e, portanto, INEFICAZES, pela morosidade excessiva da respectiva entrega da prestação jurisdicional.
    Não deixa de ter razão quem afirma que o ótimo é inimigo do bom.
    E para bom entendedor, meia palavra basta…

  99. Marília

    -

    17/09/2013 às 15:06

    E este boato de que a ministra Rosa estaria arrependida do seu voto pela aceitação e agora quer mudá-lo? alguém confirma???

  100. Marcos

    -

    17/09/2013 às 15:05

    Ainda confio no voto negativo do ministro Celso de Mello quanto aos embargos infringentes, mas também se ele votar a favor, que se dane tudo, afinal ele logo estará saindo de lá, e quem ficar que vá descascando o abacaxi, pois ele vai dar uma banana, para a instituição e para o povo brasileiro. Sorte teve o ex-ministro da Justiça, Saulo Ramos, que faleceu em abril deste ano, e que se vivo estivesse, e presenciasse o voto favorável deste ministro, iria dizer novamente: “Você continua sendo um ministro de m…a! Deus nos poupe!!!

  101. WALDIR

    -

    17/09/2013 às 15:05

    QUARTA FEIRA é o dia em que a onca vai beber agua e servida por um petista em bacia de ouro,se eles já contam com a vitoria que esperem sentados tenho a mais absoluta confianca neste digno ministro. LULA com certeza nesta noite terá insonia os que votaram a favor de um novo julgamento com certeza terão uma crise de conciencia e se perguntarão aonde foi que erraram? a vitoria se avizinha.

  102. Premeditando o Breque

    -

    17/09/2013 às 15:03

    Esperemos que sim, esperemos que sim. Eu só acredito vendo as chaves das jaulas sendo giradas em suas fechaduras e com os vigaristas atrás do lado certo das grades. Até que isso aconteça sou mais que cético, um incrédulo total.

  103. AbuCarnib

    -

    17/09/2013 às 14:58

    Mui caro Jornalista:
    Seu texto trás uma ponta de desalento em relação a desempate no STF. Parece estar mais para o “sim”, que nos mergulhará num mundo de sombras. Você com eu vimos opiniões sobre esse voto de Celso. Juristas, advogados, especialistas em leis, pessoas do próprio Supremo dizem que será “o sermão da montanha”. Acho que isso é até um sacrilégio … dizem que: quando justificar o “sim” ele deixará demonstrado

  104. Maria Jose Clopot

    -

    17/09/2013 às 14:58

    Será que os petralhas vão dar uma festança?
    Tema da festa roubamos, trapaceamos e nos safamos…

  105. tristeza não tem fim

    -

    17/09/2013 às 14:58

    Me deu esperança o depoimento do amigo de infância do ministro em uma reportagem q li aqui na veja. Mas ainda estou muito triste com a possibilidade de o ministro fazer gol contra tantos brasileiros que acreditam na justiça. Fico triste inclusive por ele.
    .
    .
    Hoje é dia de muitos boatos. Já li até q a Ministra Rosa vai mudar o voto. Com todo respeito, não acredito nisso. A face da Rosa é de quem não tem peito para peitar os chicaneiros, nem a dilma que a indicou e muito menos um partido black bloc no poder. Não podemos nem condená-la por isso. O sistema é bruto.
    .

  106. Augusto

    -

    17/09/2013 às 14:56

    FORA DE TÓPICO:
    .
    Associações LGBT criticam Feliciano por este ter mandado retirar as lésbicas que se beijaram no culto para afrontar e desrespeitar os religiosos.
    .
    http://oglobo.globo.com/pais/associacoes-criticam-detencao-de-duas-jovens-apos-beijo-em-sp-9996569
    ===
    UÉ, E QUANDO QUEBRARAM AS SANTAS CATÓLICAS, AS ASSOCIAÇÕES SE CALARAM, POR QUÊ???

  107. nena

    -

    17/09/2013 às 14:56

    States tremendo na base(de tanto alívio!): dilma cancelou a sua viagem, mas vai à ONU fazer o seu discurso dilmático e sorumbático sob a orientação do seu mentor lulático.

  108. J.B.CRUZ

    -

    17/09/2013 às 14:55

    O julgamento do MENSALÃO, que pode ver revistas as CONDENAÇÕES JÁ DECIDIDAS,parece ao que dizem as REDES SOCIAIS; a próxima bandeira de luta das ruas..É bom lembrar que as manifestações de junho visou os PODERES EXECUTIVO E LEGISLATIVO, ficando o JUDICIÁRIO de fora…Com a palavra o MERITÍSSIMO DR: JUIZ; CELSO MELLO…

  109. Brasilino Brasa

    -

    17/09/2013 às 14:50

    Qual a razão para desempates? Existiria sim um acordo de votos como o próprio Joaquim Barbosa disse e foi tão duramente criticado por seus pares? Infelizmente, as evidências se lançam para este. Se a lei é interpretada e não elucidada, não haveria razão para tantos “empates” neste caso. O fato é os embargos infringentes representa apenas a castração do STF, como único órgão capaz de julgar tais crimes cometidos. Diz apenas que só com a unanimidade ou quase ela é que poderá um réu, ser condenado nesta Casa. Ou isso ocorre ou os embargos arrastarão o processo por vários julgamentos até que se “descondene” o condenado ou que mude os votos à favor. Esta é mais uma deformidade que só aqui se poderia conceber. Gostaria de saber o que tem nas cabeças dos entes que formularam isso para seu país.

  110. Adriano

    -

    17/09/2013 às 14:49

    Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), redigiu mensagem sobre a morte de Luiz Gushiken, ex-ministro de Lula que foi incluído no mensalão e terminou absolvido. “É lamentável que, mesmo inocente, Gushiken tenha sido condenado antecipadamente por muitos e forçado a penar em uma ação que em si mesmo já é uma pena, como bem retratou o grande jurista italiano Francesco Carnelutti em ‘As Misérias do Processo Penal’.” http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2013/09/1342873-acusado-de-dar-calote-em-publicitarios-collor-tera-que-depor-na-justica.shtml

  111. Adilio Belmonte

    -

    17/09/2013 às 14:49

    Acredito que Celso de Melo é um homem digno e culto e o Direito lhe oferece todas as ferramentas para proferir um voto brilhante e fiel aos princípios do direito e às demais fontes da ciência jurídica. Certamente ele deve atuar como jurista e Juiz e não como um despreparado que rende homenagem a quem o indicou para a Suprema Corte, que aliás pode perder na concepção de muitos brasileiros essa designação, podendo passar a ser conhecida com a Corte Agradecida(pela nomeação da maioria de seus membros). Por fim, o Direito não se pode confundir com política e tampouco com politicalha. O Brasil confia em Celso de Melo e não em “Celso Pilatos”.

  112. ALERTA

    -

    17/09/2013 às 14:48

    PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTORIA DESTE PAIS, PELAS MÃOS DE UM ‘NEGRO’ PRESIDENTE DO SUPREMO, O POVO BRASILEIRO SENTIU UM ARZINHO DE ESPERANÇA, UM CORAÇÃO PULSANTE ACREDITANDO NA JUSTIÇA DESTE PAIS. ESPERAMOS QUE ESSE MINISTRO NÃO JOGUE POR TERRA TODA ESSA ESPERANÇA E MUITO MENOS O BELISSIMO TRABALHO DE JOAQUIM BARBOSA ONDE A IMPARCIALIDADE SE SOBREPOS A VERGONHA NACIONAL DE QUEM TEM PADRINHO NAO MORRE PAGÃO. ESTAMOS ESPERANDO O DESFECHO DESTA NOVELA CUCARACHA PARA AI SIM, OU O SUPREMO RESGATA A SUA IMAGEM DA CASA MAIOR DA JUSTIÇA DO PAIS OU FECHA AS PORTAS EM DEFINITIVO POIS NÃO TERA MAIS RAZAO PARA EXISTIR.

  113. Francisco Trindade

    -

    17/09/2013 às 14:46

    -até aqui tudo suportável, o problema é se ela for reeleita! a cobra vai ter que fumá!

  114. ancof

    -

    17/09/2013 às 14:46

    Eu só estou preocupado com uma coisa !… Oia, é porque eu sou muito curioso !… quanto custa uma toga de ministro do SUPOSTO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL !…
    Eu só tô perguntando porque…. é LINDA !…MAGNANIME !….

  115. Dyana Cascavel

    -

    17/09/2013 às 14:45

    Então a xeretagem foi só isso? Descobriram que ella ia comprar um apêzinho de 4.500.000,00. E é por isso apenas que ella não vai mais passear e jantar lá na Casa do tio do norte? Fofoca mixa e atrasada. Nós já sabemos que ella comprou um palacete de 5.000.000,00 em Porto Alegre. Pensando bem…Como ella conseguiu juntar essa grana toda?
    Ô tio do norte xereta mais um pouco, vai. Acho que tem gato nessa tuba.

    PS: Não deixemos para amanhã o riso que podemos rir hoje!Pode ser que o amanhã nos traga lagrimas…

  116. Silva Júnior

    -

    17/09/2013 às 14:45

    Lamentavelmente acho que Celso de Melo vai dizer sim aos infrigentes.

  117. Emily

    -

    17/09/2013 às 14:44

    O PT avança. Demoliram o Congresso, destruíram os partidos políticos (temos agora virtualmente um partido único) e, amanhã, se o Sr. Celso de Mello estiver inclinado a acabar com o Brasil, desmorona o poder judiciário. Depois de vinte e um anos de ditadura militar, ter de aguentar outra… O meu desejo era ter trinta anos menos – deixaria o Brasil amanhã mesmo, se fosse nefasto o resultado da sessão do STF.

  118. OSMAR PEDROSO

    -

    17/09/2013 às 14:42

    PREZADO REINALDO AZEVEDO;
    A RESPEITO DO JULGAMENTO DO MENSALÃO ( GOLPE NA DEMOCRACIA BRASILEIRA E NO SISTEMA FINANCEIRO) – ASSIM DISSERAM OS PROFETAS AS MULTIDÕES :
    ESTA ESCRITO;
    1- Pois quem faz in[justiça] receberá a paga da in[justiça] que fez; e não há acepção de pessoas.
    COLOSSENSE – 3:25;
    2-Para que sejam julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na in[justiça].
    II TESSALONISSENSES – 2:12
    3-Quem é injusto, faça in[justiça] ainda: e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça [justiça] ainda; e quem é santo, santifique-se ainda.
    APOCALIPSE – 22:11 / MALAQUIAS – 4:11
    4-Não farás in[justiça] no juízo; não farás acepção da pessoa do pobre, nem honrarás o poderoso; mas com [justiça] julgarás o teu próximo.
    LEVITICO – 19:15
    5- A [justiça], somente a [justiça] seguirás, para que vivas, e possuas em herança a terra que o Senhor teu Deus te dá.
    DEUTERONÔMIO – 16:20
    6-Para fazeres [justiça] ao órfão e ao oprimido, a fim de que o homem, que é da terra, não mais inspire terror.
    SALMOS – 10:18
    7-Abre a tua boca; julga retamente, e faze [justiça] aos pobres e aos necessitados.
    SÁBIO SALOMÃO / PROVERBIOS -31:9.
    OSMAR PEDROSO – TRABALHADOR HONESTO / A FAVOR DO BEM DO BRASIL E CONTRA TODOS OS MALFEITORES!!!

  119. Augusto

    -

    17/09/2013 às 14:42

    Reinaldo,
    .
    A vitória de Dirceu amanhã será a DERROTA DE DILMA EM 2014!
    .
    Afinal, foi quem mesmo que indicou os NOVATOS PARA FAZEREM O TRABALHO SUJO???
    .
    Pode apostar!
    .
    O povo vai engolir agora e regurgitar em 2014!!!
    .
    Oxalá!!!
    .
    Amém!!!

  120. Élvio

    -

    17/09/2013 às 14:41

    Reproduzo aqui, o que eu postei no meu FB:
    Só um pequena reflexão em relação à decisão de amanhã sobre os embargos infringentes no caso do “Mensalão”: acredito fortemente, que Celso de Melo dará voto FAVORÁVEL aos tais embargos. Existem argumentos técnicos fortes que embasam tanto uma decisão, quanto outra. Entretanto, acho que vai pesar bastante um fator subjetivo. Acredito que ele dará o voto favorável para mostrar à sociedade, que os tribunais, sobretudo os superiores, não podem e não devem ter suas decisões sujeitas às pressões populares. E acho que não devem mesmo. Entretanto, acredito que ele aproveitará a ocasião – muito emblemática, por sinal – para dar “o exemplo”, “a lição”. Portanto, não esperem pelo melhor. Não nutram muitas esperanças no final feliz.
    Sinto, mas isso não é pessimismo. É realismo.

  121. erico rocha de oliveira

    -

    17/09/2013 às 14:38

    Infelizmente, Reinaldo, não compartilho de sua esperança de que Celso de Melo vá fazer a coisa certa. Em nome de uma tecnicalidade, ele já deu indícios mais do que claros que votará pela admissão dos infringentes. O Supremo Tribunal Federal será transformado – logo, logo – em Comitê Jurídico Central do PT – CJCPT. As últimas nomeações, como disse Marco Antonio Villa, foram feitas mediante escolha “a dedo”. Acrescento, e tenho absoluta certeza, que a pré-condição para a nomeação foi o compromisso de facilitar as coisas para a canalha mensaleira.

  122. Julio

    -

    17/09/2013 às 14:38

    Recebi esse vídeo. Achei interessante:

    http://www.youtube.com/watch?v=yNkV2lEV6p8

  123. bpistelli

    -

    17/09/2013 às 14:38

    Propostas Ordinárias de Reformas COnstitucionais SÃO UMA OUTRA FORMA de colocar o acrônimo PORCO, é mais prático. Este é o porco que nem palmeirense gosta.kkk

  124. Reginaldo

    -

    17/09/2013 às 14:36

    O que me consola, é que “O CAMINHO DA MORTE É O MESMO PARA TODOS”, e, O GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO estará a espera de todos nós para o julgamento final.( Se RUI BARBOSA estivesse entre nós, se auto exilaria de vergonha.

  125. Jane

    -

    17/09/2013 às 14:34

    Depois que a notícia sobre o escritório Barroso veia a tona, nada me surpreende. issopara mim é conflito de interesse clro e ele nunca deveria de assumir uma cadeira no STF. Quem vai reclamar, quem bricar para afastá-lo do STF, quem vai denunciar isso enfim, NINGUÉM faz nada nesse pais para melhorar a ética.

  126. João Vitorino Jorge Filho

    -

    17/09/2013 às 14:31

    Foi sempre o que pressenti, um claro objetivo de aparelhamento da Suprema Corte. Como já ocorreu na Venezuela e, esta em fase final de implantação na Argentina. Uma enorme “republica bolivariana” ligando estes três países, sem fronteiras, do norte ao sul da América do Sul. Pobre continente…podem me chamar de louco se quiserem…quem viver verá.

  127. Cel Cesar Pinto - averdadedasmentiras-unknown

    -

    17/09/2013 às 14:29

    CARO JORNALISTA REINALDO
    VEJA COMO FUNCIONOU A GRANDE FARSA;

    TÍTULO – O TÉRMINO DA GRANDE FARSA

    PRA FRENTE BRASIL

    FALANDO A VERDADE

    VAMOS TENTAR ESCLARECER AO POVO INOCENTE ÚTIL COMO OCORREU A GRANDE FARSA, NO PROCESSO Nº 470 – MENSALÃO.

    No dia 2 de agosto de 2012, quando o STF começou a julgar a ação penal.
    Na ocasião, o plenário negou pedido do réu José Roberto Salgado, ex-presidente do Banco Rural, para que o processo fosse desmembrado para a primeira instância da Justiça. Na decisão, Celso de Mello avaliou que o Artigo 333 do Regimento Interno do Supremo “é plenamente compatível” com a Lei 8.038/1990, que trata dos recursos válidos nos tribunais superiores.

    A PARTIR DAÍ OS DIRIGENTES DO PT, SEUS ALIADOS, O SR. LULA, E OS RÉUS DO MENSALÃO, NÃO SE PREOCUPARAM MAIS COM O DESENROLAR DO PROCESSO Nº 470 – O MENSALÃO, POIS AS PALAVRAS DO MINISTRO DAVAM GARANTIAS DE QUE OS RECURSOS INFRINGENTES, PODERIAM SER USADOS CASO, OS SEUS OBJETIVOS NÃO FOSSEM ALCANÇADOS, ISTO É, ABSOLVER OS RÉUS DO MENSALÃO, TODOS PRINCIPALMENTE OS DEPUTADOS DO PARTIDO E SEUS ALIADOS.

    NO DIA 17/08/2012 PUBLICAMOS UMA POSTAGEM COM O TÍTULO -PROCESSO Nº 470 – A GRANDE FARSA
    MAS ATÉ AQUELE MOMENTO ERA SOMENTE UMA ESPECULAÇÃO DEVIDO AO ANDAMENTO DOS ACONTECIMENTO EM VIRTUDE DAS DIVERGÊNCIAS ENTRE O MINISTRO REVISOR RICARDO LEWANDOWSKI E O MINISTRO RELATOR JOAQUIM BARBOSA, QUE SEMPRE DISCORDAVA DAS POSIÇÕES TOMADAS PELO RELATOR, COM REFERÊNCIA AOS RÉUS.

    MAS AGORA PODEMOS AFIRMAR QUE OS MINISTROS NOMEADOS PELO PT E SEUS ALIADOS, COMANDADOS PELO MINISTRO RICARDO LEWANDOWSKI, SÃO ELES:
    “OITO MINISTROS INDICADOS PELO SR. LULA E QUATRO INDICADOS PELA PRESIDENTE DILMA;
    MINISTROS RICARDO LEWANDOWSKI (O MAIS ANTIGO), DIAS TOFFOLI, ROSA WEBER, TEORI ZAVASCKI E LUIZ ROBERTO BARROSO,MINISTROS CARMEN LUCIA, LUIZ FUX E JOAQUIM BARBOSA NOMEADOS PELO PT, MAS INDEPENDENTES, NAS SUAS DECISÕES”.
    TENTARAM DE TODAS AS MANEIRAS POSSÍVEIS DENTRO DAS 53 SEÇÕES OU MAIS, SENÃO ABSOLVER OS RÉUS, AO MENOS ABRANDAR AS PENAS APLICADAS. NAO CONSEGUIRAM.

    MAS NO DESENROLAR DESTES ACONTECIMENTOS OS DIRIGENTES DOS PARTIDOS POLÍTICOS E SEUS ALIADOS, JÁ TINHAM UM TRUNFO NAS MÃOS (OS RECURSOS INFRINGENTES), DEFENDIDO NO INICIO DO JULGAMENTO PELO MINISTRO DECANO CELSO DE MELO.

    LOGO, TERMINADO ANÁLISE DOS RECURSOS DECLARATÓRIOS, DETERMINARAM AOS SEUS MINISTROS ALINHADOS COM O PARTIDO( PT ), QUE ALERTASSEM OS ADVOGADOS DOS RÉUS, PARA ENTRAREM COM OS RECURSOS INFRINGENTES, O QUE FOI FEITO ANTECIPADAMENTE POR UM DOS ADVOGADOS.

    ESTÁ ANTECIPAÇÃO CAUSOU UM REBOLIÇO NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, PRECIPITANDO UMA ANÁLISE RÁPIDA DO RECURSO PELO MINISTRO RELATOR JOAQUIM BARBOSA (PRESIDENTE DA CÔRTE), QUE O NEGOU PRONTAMENTE PERANTE O PLENÁRIO.

    APANHADO DE SURPRESA OS MINISTROS RICARDO LEWANDOWSKI E TODOS AQUELE ALINHADOS COM O PT E COM ELE, PEDIRAM QUE ESTE(RECURSOS INFRIGENTES) FOSSE DECIDIDO PELA CÔRTE SUPREMA NO PLENÁRIO, PORQUE ELES JÁ SABIAM QUE O MINISTRO DECANO( ÚLTIMO A VOTAR) CELSO DE MELLO JÁ HAVIA SE PRONUNCIADO A FAVOR DOS MESMO.

    COM TUDO PLANEJADO E COMBINADO ANTECIPADAMENTE, PASSARAM A ANALISAR O RECURSO, VOTO POR VOTO. SABIAM DE ANTEMÃO QUE O VOTO DE MINERVA SE HOUVESSE SERIA DO MINISTRO MAIS ANTIGO CELSO DE MELLO.

    NÃO PODERIAM GANHAR O PLACAR ANTECIPADAMENTE, SENÃO ESTARIA PROVADA A GRANDE FARSA, DESMASCARANDO O PLANO EXECUTADO COM ÊXITO ATÉ O MOMENTO PELO PT E SEUS ALIADOS, QUE FOI O JULGAMENTO DESTE PROCESSO Nº 470 (MENSALÃO).

    PRECISAVAM DEIXAR A DECISÃO PARA O ÚLTIMO VOTANTE, QUE NADA MAIS ERA DO QUE O MINISTRO CELSO DE MELO, TINHAM MAIORIA, MAS ARMARAM PARA O MAIS ANTIGO DOS MINISTROS.

    VEJAM COMO FOI A VOTAÇÃO:
    O 1º VOTO CONSIDERADO FOI O DO MINISTRO JOAQUIM BARBOSA (PRESIDENTE DO SUPREMO), QUE DESCARTOU LOGO DE INICIO OS RECUROS INFRINGENTES;

    O 2º A VOTAR FOI O MINISTRO (PETISTA AGRADECIDO)) LUIZ ROBERTO BARROSO, QUE VOTOU A FAVOR;

    O 3º A VOTAR FOI O MINISTRO (PETISTA AGRADECIDO) TEORI ZAVASCKI, QUE VOTOU A FAVOR;

    O 4º A VOTAR FOI O MINISTRO (PETISTA CONVICTO E AGRADECIDO) DIAS TOFFOLI , QUE VOTOU A FAVOR;

    O 5º A VOTAR FOI O MINISTRO O MINISTRO LUIZ FUX ( PETISTA MAS INDEPENDENTE), QUE VOTOU CONTRA;

    O 6º A VOTAR FOI A MINISTRA (PETISTA AGRADECIDA) ROSA WEBER, QUE VOTOU A FAVOR;
    NESTA ALTURA DO CAMPEONATO O PLACAR MARCAVA ( PT 4X2 INDEPENDENTES ), E TODOS JÁ CONHECIAM O VOTO DO PRESIDENTE DO MINISTRO JOAQUIM BARBOSA ( PETISTA, MAS INDEPENDENTE), ASSIM COMO TODOS JÁ SABIAM QUAL ERA O VOTO DO REVISOR MINISTRO RICARDO LEWANDOWSKI.

    O 7º A VOTAR FOI A MINISTRA CARMEN LUCIA, (PETISTA CONVICTA E AGRADECIDA) QUE NO DECORRER DO PROCESSO, EM ALGUMAS VOTAÇÕES, VOTOU CONTRA O MINISTRO REVISOR(SEU CHEFE), ACOMPANHANDO O MINISTRO RELATOR JOAQUIM BARBOSA, EM SUMA, TUDO BEM ARMADO, ATÉ DURANTE O PROCESSO Nº 470, PARA NÃO DEIXAR DÚVIDA QUANTO A LISURA NO FINAL DO MENSALÃO. VOTOU COMO NÃO PODIA DEIXAR DE SER CONTRA (OS RECURSOS INFRINGENTES) PORQUE O VOTO SEGUINTE SERIA O DO MINISTRO REVISOR RICARDO LEWANDOWSKI ( PETISTA CONVICTO, CHEFE DOS MINISTROS PETISTAS E ORIENTADOR DOS ADVOGADOS DOS RÉUS);

    JOGANDO O PLACAR PARA (PT 4X3 “INDEPENDENTES”), POIS SE ASSIM NÃO FOSSE, O VOTO SEGUINTE DO MINISTRO LEWANDOWSKI, DARIA A VOTAÇÃO POR ENCERRADA COM UM PLACAR DE (PT 5X2 INDEPENDENTES)ENCERRARIA COM (PT 6X2 INDEPENDENTES).

    O 8º A VOTAR FOI O MINISTRO REVISOR RICARDO LEWANDOWSKI, QUE VOTOU A FAVOR; COLOCANDO O PLACAR EM (PT 5X3 “INDEPENDENTES”);

    O 9º A VOTAR FOI O MINISTRO GILMAR MENDES, (INDEPENDENTE), QUE VOTOU CONTRA (COLOCANDO O PLACAR EM (PT 5X4 “INDEPENDENTES”);
    O 10º A VOTAR FOI O MINISTRO MARCO AURÉLIO (INDEPENDENTE), QUE VOTOU CONTRA (COLOCANDO O PLACAR EM (PT 5X5 “INDEPENDENTES”), EMPATANDO A CONTENDA E DEIXANDO A DECISÃO PARA O MINISTRO MAIS ANTIGO (CELSO DE MELLO) DECIDIR COMO O PLANEJADO E COMBINADO PELOS DIRIGENTES DO PT, SEUS ALIADOS E OS MINISTROS PETISTA CONVICTOS OU AGRADECIDOS.

    CABE AGORA AO MINISTRO CELSO DE MELLO O VOTO DE MINERVA, SE ACEITA OU NÃO OS EMBARGOS INFRINGENTES.
    SE ACEITAR DESMORALIZA O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL E A JUSTIÇA BRASILEIRA E PODERÁ SER CONHECIDO COMO CONIVENTE COM O CRIME ORGANIZADO.

    SE NEGAR, DESMASCARA O PLANO MINUNCIOSO DOS DIRIGENTES DOS PARTIDOS POLÍTICOS E SEUS ALIADOS. PUNE OS RÉUS DO MENSALÃO QUE ROUBARAM DINHEIRO DO POVO INOCENTE ÚTIL E CONFIRMARÁ A CONCEITUAÇÃO E O RESPEITO QUE O POVO TEM DA SUA CÔRTE SUPREMA EM DETRIMENTO DAQUELES QUE QUEREM VÊ-LA DOMINADA PELOS POLÍTICOS CORRUPTOS BRASILEIROS.
    ?

    ?

    ?

  128. dantas

    -

    17/09/2013 às 14:28

    Se o placar ficar 6×5, a favor ou contra, teremos novos embargos infrigentes ? Porque não?? Assim essa nojeira ficará eternamente sendo embargado, até que os bandidos saiam livres por presquição das penas.rsrsrsrs

  129. Edson

    -

    17/09/2013 às 14:28

    Espero que tenhamos a partir de quarta-feira o sr ministro “Excelso” de Mello na corte..

  130. Geraldo de Freitas

    -

    17/09/2013 às 14:28

    “Todos os regimes autoritários latino-americanos só se instalaram para valer quando passaram a dominar suas respectivas cortes supremas. A nossa ainda resiste. Os petistas, no entanto, prometem que não será por muito tempo. O ataque aos ministros independentes agora é frontal, sem pudor”

  131. leonardo

    -

    17/09/2013 às 14:27

    Reinaldo peço a você e a todos que comentam seus artigos paciência e vejam o que disse esse Gal.
    Domingo, 1 de setembro de 2013
    PRONUNCIAMENTO DO EXCELENTÍSSIMO SENHOR GENERAL DE BRIGADA PAULO CHAGAS

    “Por Gen. Bda Paulo Chagas”

    A importância do posicionamento dos Altos Comandos das FA na crise que se aproxima.

    Caros amigos

    As análises e conjecturas sobre o futuro próximo do Brasil, em face da situação da economia que, segundo o Ministro Guido Mantega, enfrenta uma “mini crise” e da política, desorganizada e desmoralizada, permitem concluir, com larga margem de segurança, que a Nação se desloca em bloco, fora de forma, atabalhoadamente, ao arrepio da lógica, da razão e do interesse nacional, rumo a uma ditadura socialista no melhor estilo bolivariano.

    O governo, embora enfraquecido sob o ponto de vista da ética e da moral cristã, enfrenta frágil (ou quase nenhuma) resistência da oposição, composta por oportunistas imorais, por uma outra esquerda que dele só difere, talvez, por não estar integrada ao Foro de São Paulo, por alguns aloprados da ultra esquerda e por uma direita que tem vergonha de ser direita.

    Nesta conjuntura, em que o balanço lhe resulta ainda favorável, o governo aproveita para acelerar e efetivar a execução de planos e projetos que consolidam o enquadramento do seu objetivo final. Uma prova disto é a forma impositiva como o suspeitíssimo programa “mais médicos cubanos” está sendo implantado, apesar de toda a rejeição e dos protestos da sociedade.

    Sem dúvida, o PAC em vigor e na pauta não é de “aceleração do crescimento” mas de “aceleração do comunismo”, o que nos faz identificar no horizonte os indícios e as evidências de que, assim que possível ou necessário, o Partido dos Trabalhadores romperá suas tênues amarras com a estrutura legal e tentará um golpe institucional, visando a sua perpetuação no poder.

    Isto deverá ocorrer até o final do atual mandato presidencial, caso se configure nas pesquisas a impossibilidade de reeleição, ou durante o próximo, no caso da reeleição.

    O PT, seus aliados e a esquerda radical, bem como seus braços armados, homiziados no Brasil e além-fronteiras (MST, FARC, sindicatos de trabalhadores e do crime organizado e outros), encarregar-se-ão da criação do ambiente de terror, incerteza e insegurança que se caracterizará pela balbúrdia, por tumultos de toda ordem, pelo vandalismo, pela truculência, pelos saques e assaltos à propriedade privada e pública, tudo no melhor estilo das pré-revoluções comunistas.

    Neste ambiente de guerra civil, o PT e seus líderes apresentar-se-ão como a única força política capaz de restabelecer, pela FORÇA, a ordem pública!

    A submissão da sociedade e dos demais partidos políticos, desde já desmoralizados, justificará a imposição de uma ditadura bolivariana. Não será surpresa, se no próximo mandato, ocorra, “na lei ou na marra”, a reforma da constituição, com ou sem o aval do Judiciário, visando a prolongar o mandato e torná-lo único.

    A grande vulnerabilidade deste plano está justamente na composição de meios da FORÇA que irá impor a nova ordem e respaldar a implantação do novo sistema, porquanto, com certeza, dela não farão parte as Forças Armadas do Brasil, as quais manter-se-ão fiéis aos pressupostos básicos da concepção jurídica e política do país e, neste caso, exercerão o papel da oposição que, hoje, deveria estar empenhada em preservar a democracia e frustrar no nascedouro qualquer ambição totalitária do Partido dos Trabalhadores e de seus aliados!

    Sustentando a certeza de que, na crise que se aproxima, as FA estarão coesas e unidas em torno dos propósitos democráticos que lhes incumbe a Constituição Federal, cabe aqui lembrar o texto estruturado na experiência, na personalidade e no comprometimento do Gen. Ex Antônio Araújo de Medeiros, quando, há alguns anos, manifestou-se sob o título: “O que se espera do Alto Comando do Exército?”

    [Espera-se] “Que seja um colegiado composto pelos mais experimentados e competentes oficiais do Exército e que, como tal, pense o presente, projete e construa o futuro do Exército no contexto da Nação, realizando estas atividades inspirado nos Princípios Fundamentais estabelecidos pela Sociedade em sua Carta Magna, (…).

    Para tal, deve acompanhar, atento e permanentemente, a evolução política, econômica, social, científico-tecnológica e diplomática da Nação, de forma a poder projetar-lhe o futuro e confrontá-lo com os anseios da Sociedade, expressos nos princípios já citados, e posicionar-se, como referência, de forma transparente e sem comprometimento político ou ideológico, sempre que os rumos tomados venham a conflitar com aqueles princípios ou a interferir, de forma negativa, em seu dever constitucional.”

    A resposta do General Medeiros à sua própria pergunta serve ao Almirantado e ao Alto Comando da Aeronáutica!

    Gen. Bda Paulo Chagas

  132. André de sapato novo

    -

    17/09/2013 às 14:25

    Se os petralhas conseguirem mais um mandato presidencial e com a aposentadoria compulsória dos Ministros Celso e Marco Aurélio, eles terão a tão almejada “suprema maioria”.

  133. JR

    -

    17/09/2013 às 14:24

    Dos nomeados pelo Lula faltou ainda o Antonio Cesar Peluso, recentemente aposentado.

  134. Indignado

    -

    17/09/2013 às 14:22

    Celso de Mello vai amarelar? Tomara que não, mas eu acho que sim, e ja estou preparando as malas: vou embora desta pocilga.

  135. Rogério

    -

    17/09/2013 às 14:22

    Concordo, com todos ff e rr. E esse grito de gol vai ficar entalado na garganta, acabou-se a esperança, o Brasil não é o país do futuro e nunca será.

  136. JPS

    -

    17/09/2013 às 14:21

    QUERO ESTAR ENGANADO,TOMARA,MAS PELO VISTO O BRASIL VAI SER SEPULTADO PELOS BANDIDOS DE TOGA.MAS ATE AMANHA VOMOS PENSAR COMO BONS PATRIOTAS E MANTER A ESPERANÇA OU O BRASIL JA ERA.

  137. celio

    -

    17/09/2013 às 14:19

    sera´ que vai ter churrasco no prédio do Zé Dirceu?

    to sem esperanças o judiciário já era, imaginem depois de amanha eles nunca mais vão decidir nada, e ainda darão suporte ao executivo pra fazer o que quiser, ai fica tudo justificado o PT vai dizer que aqui é uma democracia….triste demais!!!
    estamos iguais a cuba
    iguais a bolivia
    iguais a Venezuela

    mas alguma ditadura disfarçada ai?

  138. Geraldo

    -

    17/09/2013 às 14:19

    Disse tudo Reynaldo como sempre o faz e com uma clareza que deixa seus leitores feliz como se fosse sues pensamentos e suas palavras. Entretanto não acredito que o Juiz Celso de Melo vá contra seus pensamentos em favor de deixar o STF com mais credibilidade.

  139. bpistelli

    -

    17/09/2013 às 14:17

    Rei, a PROPOSTA ORDINÁRIA DE REMENDO À CONSTITUIÇÃO ou PORCO , eu colocara as palavras erradas na definição do porco (constitucional) igual aconteceu com a emenda constitucional da reeleição, um porco do outro lado que os petralhas adotaram como seu.
    -
    Melhor será os deputados e senadores fazerem algumas emendas constitucionais ( PEC ) que instaurem o regime parlamentarista, maioridade penal aos 14 anos ( a idade em que os adolescentes podem conceder relações sexuais com quem quiser ), pois a menores de 14 anos é sempre estupro.
    Quem completou 14 anos tem que receber a maioridade penal e possibilidade da maioridade civil emancipação, motivada por casamento ou ser pai/mãe de uma criança.
    Ao emancipado o direito ao trabalho e votar normalmente.
    O menor civil ( **entre 14 e 21 anos ) ** eu defendo , não teriam obrigação de procurar trabalho, apenas estudar e o ensino universitário ser NA FORMA DA LEI CONSIDERADA TRABALHO e pagar INPS sobre o triplo do salário mínimo OU EM FUNDO DE PREVIDÊNCIA PRIVADA À ESCOLHA.
    -
    ABAIXO AS PORCO aprovadas de modo casuístico para alterar as regras do jogo logo antes do apito final.

    O Brasil não é uma federação, se querem um país totalmente centralizado os governadores teriam que ser gerentes do governo brasileiro que chefiam os síndicos municipais.
    -
    A única vantagem do país unitário é NÃO TER SENADO e nem governos estaduais, o gerente ( um ministro do governo federal em 26 ) não teria poder e os síndicos locais ou “prefeitos” só teriam a função de porta-voz e cobradores de impostos, a cidade de São Paulo teria muitos e não mais existiriam municípios, apenas povoados, arrabaldes, aldeiamentos e metrópoles ( todas sem governo local ) e os ministros federais com poder mínimo, a presidência da república teria 49,9% do poder e a Assembléia Nacional ficaria com outros 49,9% e os 0,2% com a corte eleitoral.
    -
    -
    UM SÓ GOVERNO, UMA ÚNICA CONSTITUIÇÃO e polícia, todos os gastos públicos concentrados na presidência da República pois a Assembléia Nacional estaria privada da competência de criar gastos ( aumentar com a inflação sim ).

    -
    -

    EU COLOQUEI A FÓRMULA DO GOVERNO PETRALHA, AS NOJENTAS MONSTRUOSIDADES ACIMA OCORRERÃO COM A MALTA PETRALHA FICANDO MAIS DOZE ANOS, TERÃO 100% DA BUROCRACIA ESTATAL E SERÃO PARTIDO ÚNICO E ELEIÇÕES SÓ SERIAM PARA VETO DE NOMES DE POSTULANTES A CARGO pela maioria do povo.

    ***** SISTEMA SEMELHANTE AO DA UNIÃO SOVIÉTICA.

  140. Hamilton

    -

    17/09/2013 às 14:16

    Três (3) alternativas para os ministros do supremo:
    1. Votar sem discussão a favor dos companheiros;
    2. Votar “sob ameaça” a favor dos companheiros;
    3. Reagir votando pela condenação dos companheiros e sofrer, juntamente com os familiares, as terríveis consequências da decisão.

  141. Alexandre

    -

    17/09/2013 às 14:15

    O tecnicismo do ministro Celso de Mello, o garantista, que poderá, em conseguência, aceitar os infringentes, será o decreto final da impunidade!!! Meus Deus!!!

  142. ilson

    -

    17/09/2013 às 14:10

    A lei está ao lado do Ministro. Pode ele dizer sim ou não.Só que vai ter que escolher entre o voto moral e o imoral.

  143. Leonardo Ribeiro

    -

    17/09/2013 às 14:09

    A potencial aceitação dos embargos infringentes poderá até afastar o crime de formação de quadrilhas, mas não a existência do maior escândalo de corrupção da história brasileira. Esse será um fantasma que atormentará perpetuamente o PT (Partido dos Trapaceiros).

  144. o fantasma de CELSO DANIEL

    -

    17/09/2013 às 14:09

    Êta votinho caro o do Barroso Garboso:
    http://contradita.wordpress.com/2013/09/13/escritorio-do-ministro-barroso-ganha-contrato-de-2-milhoes-de-reais-da-eletronorte-sem-licitacao/
    - Caro para o bolso dos brasileiros pagadores de impostos [exorbitantes!];
    - Caro para o futuro do Brasil, rumo ao bolivarianismo totalitário!

  145. jose carlos

    -

    17/09/2013 às 14:07

    Parabéns a todos que achavam que existia esquerda no Brasil!Eles na verdade, são os “socialistas” que discutem sobre os pobres bebendo e comendo em restaurantes caros das zona sul do Brasil. O golpe de esquerda no Brasil já foi dado agora é só fazer o rescaldo do que vier a sobrar da dignidade nacional.

  146. Sandra

    -

    17/09/2013 às 14:07

    O dia de amanhã está sendo esperado como a final da Copa do Mundo. Para quem pensava que brasileiro é alienado, a petralhada deve estar muito decepcionada. Afinal, o “zépovinho”, como elles nos chamam entre quatro paredes, está ligadíssimo no voto do Ministro. E, a partir desse voto, decidir o que vai acontecer na república das banânias. Talvez, a Primavera Brasileira se fará presente caso ele opte por abrir as portas da prisão dos assaltantes condenados.

  147. CCG

    -

    17/09/2013 às 14:05

    Está chegando a hora do Supremo Tribunal Federal e do Celso de Mello. Infelizmente, não há muito o que se iludir.
    Espera-se que o juiz Celso de Mello tenha lido um pouco do filósofo espanhol Ortega & Gasset e reflita bastante sobre o pensamento seguinte :

    - O homem é o homem, e a sua circunstância (citação aproximada).

    Um pouco mais de Ortega & Gasset à disposição do juiz para da leitura e reflexão:

    … ” O nosso mundo é a dimensão de fatalidade que integra a nossa vida.
    Mas esta fatalidade vital não se parece à mecânica.
    Não somos arremessados para a existência como a bala de um fuzil, cuja trajetória está absolutamente pré-determinada.”…..

    …” Viver é sentir-se fatalmente forçado a exercitar a liberdade, a decidir o que vamos ser neste mundo. Nem num só instante se deixa descansar a nossa atividade de decisão. Inclusive quando desesperados nos abandonamos ao que queira vir, decidimos não decidir. ” …

    Seria ótimo se o ministro Celso de Mello decidisse, não por tecnicismos, mas por justiça.

  148. Oto

    -

    17/09/2013 às 14:04

    Reinaldo, está fora do contexto, mas tem a notícia sobre Marcos Feliciano e a boa posição de Serra nas pesquisas.

  149. PALCOSCENICO

    -

    17/09/2013 às 14:04

    CELSO de MELLO, hoje se sente o homem mais importante do Planeta. Para sua vaidade é um refrigério divino. Ele está nas nuvens. Mas, amanhã se ROSA WEBER tomar coragem e pedir para revisar o voto, ele pode despencar lá de cima. Lamentável que tenha se acovardado e esquecido todos os seus discursos inflamados, contra a corja dos mensaleiros. Ou, algo, de fato, muito grave, passou-o a assustá-lo ou perdeu, mesmo, a vergonha na cara. A senilidade já chegou e ele não notou. NÃO SE FAZ ISSO COM O SOFRIDO POVO BRASILEIRO Doutor Mello. O seu mundo está bem mais acima, mas, a única coisa certa é que na morte, os bichos que comem o corpo ou o fogo que o incinera é exatamente igual. E quem incinera se livra dos cuidados futuros com sepulturas ou visitas monitoradas pela família.
    – Vejam esse cidadão, pego, sorridente, como quem quer fugir com “o voto do povo” embaixo do braço, na foto em: http://www.flickr.com/photos/pietro/mascagni

  150. M.Valvemark

    -

    17/09/2013 às 14:02

    Caro Reinaldo.
    Eu assisti todos os debates de Veja e apesar de ter 45 anos eu nunca me empolguei com a situação como os nobres jornalistas Augusto, Reinaldo e o historiador Villa. O problema está com o nosso POVO que vota em meliantes, nosso POVO que gosta da lei de Gerson. Os representantes que não legislam são colocados pelo POVO que não se importa com a ética e com a moral. Os Juízes votam com as Leis que temos, o culpado de toda esta história é o próprio POVO que não sabe votar. NA BANÂNIA NÃO HÁ ESPERANÇA!!

  151. Wagner Malheiros

    -

    17/09/2013 às 13:58

    Celso de Mello tem duas opções: uma é virar um herói, a outra é virar o coveiro último de nossa democracia.
    Vamos ver se ele julga para a história ou para sua vaidade.

  152. bertozo

    -

    17/09/2013 às 13:55

    Olha ditadura aí gente!!!! Será o grito amanhã, tipo ” Neguinho da Beija-flor”, que se ouvirá em Banânia, se o Celso de Mello confirmar o que os indicios apontam, ele desempatará a favor da quadrilha!!!
    Meses atrás, postei aqui que não chegaríamos livres na eleição do ano que vem, para meu desespero tudo indica que acertei, infelizmente !

  153. JOE BASH

    -

    17/09/2013 às 13:55

    Brasileiro adora uma novela….o voto do Celso de Mello vale tanto quanto qualquer um dos anteriores, apenas vai ser o ultimo a ser revelado.
    O que a imprensa nao divulga é que dos 11 ministros, a maioria foi indicada por Lula / Dilma e alguns como Toffoli, Barroso, Lewandovsky e ate Teori podem ser descritos nas fileiras de amigos “pessoais” de petistas.
    O peso para o Celso de Mello é apenas o emblematico, mas a responsabilidade e’ de todos os que votaram e o supremo está sim já infectado com o virus petista, a duvida nesse momento “novela” é se tem salvacao pelo que restou do passado pré lula.
    Pobre Brasil – nunca na historia deste mundo um povo foi tao “desgovernado” como agora….

  154. Luiz

    -

    17/09/2013 às 13:53

    Reinaldo,permita-me lembrar que os petistas estão defendendo a si próprios. A formação de quadrilha que deu alguns anos aos mensaleiros abarca a o presidente Lula, Dilma, Dulce, Pomar, Falcão, Gilberto Carvalho, Palocci e todos que fazem parte do comando da quadrilha,conforme disse Dirceu ao afirmar que nada fazia sem a autorização do Lula. O futuro será meio obscuro,caso Celso de Mello se entregue a essa gente.

  155. a verdade liberta...

    -

    17/09/2013 às 13:52

    prender ou não prender já não interessa, pois os condenados chafurdam na lama moral. Mas, porém, contudo, todavia a oposição está inerte e do jeito que as coisas vão o PT ficará eternamente no governo e como disse o Rei:com a corte suprema aos seus pés.

  156. jorge

    -

    17/09/2013 às 13:47

    “sim” ou “não”; “não” ou “sim” esse tribunal é o fim…

  157. Alex Wie

    -

    17/09/2013 às 13:46

    E depois, esta manobra Ptralha de mudança na composição do supremo para salvar os cumpanheilos, é o que tem de mais podre.

  158. Adriano

    -

    17/09/2013 às 13:43

  159. ELJ

    -

    17/09/2013 às 13:43

    O ministro Celso de Mello tem a oportunidade de dizer NÃO aos embargos infringentes e lavar a alma de todos os brasileiros que acreditam, sobretudo, na independência dos poderes, pilar maior do Estado Democrático de Direito. Dizer NÃO ao projeto de perpetuação no poder posto em prática pelo PT. Dizer NÃO a submissão do Poder Legislativo pela quadrilha montada dentro do Poder Executivo comandada pelo PT. Enfim dizer um sonoro NÃO ao PT, chega de enganação, mentiras, falcatruas….

  160. Alex Wie

    -

    17/09/2013 às 13:31

    Visto a grande sujeiro que se encontra o legislativo e o executivo, nos restava somente o judiciário, porem está 60% contaminado, nos apegamos aos 40% que nos restam, que seria na verdade a 0,1% de chance?

  161. Maria del Carmen Carballeda Adsuara

    -

    17/09/2013 às 13:28

    o PT esta desmoralizando e enfraquecendo as Instituições deste Pais, temo que estejamos passando por um processo de Venezuelizacao aqui no Brasil!

  162. Silva

    -

    17/09/2013 às 13:25

    Ao sr. Fernando – 11:19h- Os moradores e os comerciantes dos bairros de Laranjeiras, Flamengo e Botafogo ficaram com prejuízos enormes pela ação dos saqueadores e vândalos.Até os imóveis experimentaram desvalorização ( Jornal O Metrô -Rio de 17/09/13). Que tal o Caetano Veloso se desculpar agora.

  163. Augusto

    -

    17/09/2013 às 13:25

    Reinaldo,
    .
    O ministro Dias Toffoli já explicou aquele empréstimo, com juros de pai para filho, tomado no Banco BMG, cuja soma das parcelas dá praticamente todo o subsídio que ele ganha como ministro??? Já demonstrou de onde ele tira as outras rendas que alega ter???
    .
    E o NOVATO, já explicou a contratação de seu escritório de advocacia, SEM LICITAÇÃO, pela Eletronorte (empresa controlada pela União), no valor de 2 milhões e meio de reais, às vésperas do voto dele sobre a questão dos infringentes???
    .
    O POVO QUER SABER!

  164. Jorge

    -

    17/09/2013 às 13:24

    Fernando ( 10:53 horas ) não haverá outro Castelo Branco…nem Forças Armadas…
    Esse partido minou os ideais de sociedade do povo brasileiro…
    Minou as oposições…
    Comprou as ONGs, UNE, centrais sindicais, balaço bocks…..ninguém protesta…
    …como na cartilha Gramsciniana…
    Estamos de fato entrando nas trevas…
    Tudo irá piorar.
    …E se porventura a oposição ganhar as próximas eleições …não deixarão fácil o poder…
    Já estamos perdidos…o monstro cresceu!!!!

  165. washington P de Oliveira

    -

    17/09/2013 às 13:23

    ANTONIO CIRILLO MARTINEZ
    -

    17/09/2013 às 9:32

    ministro você vai chutar um pênalti no ultimo minuto de segundo tempo, ve se não erra

    manda esses quadrilheiros para cadeia
    contra infrigentes

    ANTONIO CIRILLO MARTINEZ
    -

    17/09/2013 às 9:32

    ministro você vai chutar um pênalti no ultimo minuto de segundo tempo, ve se não erra

    manda esses quadrilheiros para cadeia
    contra infrigentes
    ………………………………………………….Caro Antonio Cirillo Martinez, perfeito nota 10, com distinção e louvor.

  166. laércio s.

    -

    17/09/2013 às 13:15

    Sim e lembrando que o Anarfa (ou Apedeuta) também tentou ameaçar o ministro Gilmar Mendes,do que foi denunciado ‘informalmente’.

    E não contemos que esses novos nomeados tenham alguma espécie de crise de consciencia moral;ao contrário dos ministros nomeados anteriormente,esses já foram devidamente ‘alertados’ quando de sua colocação, sobre eventuais votos fora do interesse da chefia.

  167. Wilsonn

    -

    17/09/2013 às 13:13

    Reinaldo é o cúmulo dos acúmulos diastófoli, pau-mandado do pt, comprovadamente incapacitado e de moral muito suspeita, não ser impedido de votar nesta questão do mensalão, pelo seu passado servil aos mesmos bandidos. O Brasil, representado pelas instituições é uma piada !

  168. Guilherme Cuiabano

    -

    17/09/2013 às 13:07

    Data venia, Reinaldo, mas o Celso de Mello não tem “amparo legal” para tomar qualquer decisão. O que ele tem é o DEVER de seguir a Constituição! E todos sabemos qual a solução (constitucionalmente) correta do caso (o não recebimento dos embargos). Essa é a conduta que se espera de um juiz numa democracia, e não que siga “a própria consciência”, pura e simplesmente. Afirmando esse tipo de coisa, o senhor pode estar caindo num buraco cavado por si próprio. Abraços!

  169. Pedro

    -

    17/09/2013 às 13:07

    Ainda há uma porta para Celso de Mello ter uma solução salomônica. No STF,a revisão criminal tem como um de seus fundamentos que a decisão teha sido contrária “à evidência dos autos”.

  170. João Batista

    -

    17/09/2013 às 13:05

    Tenho mais respeito por um rato de esgoto do que por esse Rui Falcão e essa quadrilha do PT. Canalhas!!

  171. Maria Jose Clopot

    -

    17/09/2013 às 13:00

    Convenhamos, para fazer justiça aos companheiros, seria necessário ser aplicada a pena de ‘PRISÃO PERPÉTUA’. A todos eles.

  172. Ricardo Mello

    -

    17/09/2013 às 12:59

    Os caminhos para a preservação e o fortalecimento da democracia e da ética no Brasil podem se estreitar dramaticamente a partir de amanhã. Há uma clara escalada do totalitarismo em curso e talvez não se possa impedi-la com os bons modos tão cultuados por todos nós. Livrar Jose Dirceu e os outros criminosos das grades não é, em si, uma tragédia. A tragédia será permitir que, a partir de uma decisão técnica, voltem a exercer o poder. Celso de Mello pode se tornar, amanhã, o Kerensky brasileiro.

  173. LUG

    -

    17/09/2013 às 12:59

    O ministro Celso de Mello certamente votará pelo acolhimento dos embargos infringentes. Já deu indicações suficientes nesse sentido. Não acho que se possa ter ilusões. Vigem as ordenações manuelinas, mães dos embargos.
    As consequências serão imensas.
    Com o Jabor, o Brasil e eu diremos “OK, Dirceu, você venceu”.

  174. Ricardo Mello

    -

    17/09/2013 às 12:57

    Os caminhos para a preservação e o fortalecimento da democracia e da ética no Brasil podem se estreitar dramaticamente a partir de amanhã. Há uma clara escalada do totalitarismo em curso e talvez não se possa impedi-la com os bons modos tão cultuados por todos nós. Livrar Jose Dirceu e os outros criminosos das grades não é, em si, uma tragédia. A tragédia será permitir que, a partir de uma decisão técnica, voltem a exercer o poder. celso de Mello pode se tornar, amanhã, o Kerensky brasileiro.

  175. Humberto Pinto

    -

    17/09/2013 às 12:55

    Ilustre Jornalista e Pensador
    Reinaldo Azevedo

    Agora o Ministro Celso de Mello está nú…

    Leia: http://forodobrasil.info/fb/ha-40-anos-jose-dirceu-e-celso-de-mello-moravam-juntos

    São imprevisíveis as consequências do Sim para ajudar os mensaleiros, mas a máscara caiu. Sr. Celso de Mello e José Dirceu são “vinhos da mesma pipa”.

  176. Danilo

    -

    17/09/2013 às 12:51

    Reinaldo, o Peluso também foi nomeado por Lula. São, pois, 12 os nomeados pelo lulopetismo.

    Abraços

  177. Nelson Simas

    -

    17/09/2013 às 12:50

    O maior absurdo é Marcos Valério pegar 40 anos e os mandantes do crime, os mensaleiros do PT sairem livres, leves e soltos. Essa é a justiça brasileira sem pé nem cabeça.

  178. Antenado

    -

    17/09/2013 às 12:47

    Somente o fato de estar empatado já nos faz pensar em calamidade pública. O resultado teria que ser em margem extremamente mais larga em favor do Brasil e contra a impunidade. UMA VERGONHA MUNDIAL. O BRASIL COMEÇOU MAL O SÉCULO XXI. Lembram do “bug” do milênio? Chegou atrasado no Brasil. O PT está acabando com o país e o PMDB ajudando os mensaleiros quadrilheiros nisso… Desordem e regresso em pelo menos 50 anos. Herança maldita.

  179. Antonio Alex

    -

    17/09/2013 às 12:46

    Sinceramente, amanhã o Brasil vai ver que nada mudou. O ministro Celso de Mello não me parece que vai votar contra os embargos. Bom, mais uma vez o Brasil não tem um homem que seja verdadeiramente independente. Viva Joaquim Barbosa que fala o que pensa e não está nem aí para o governo. Não podemos esquecer da Dilma que manobrou para colocar no STF ministros vendidos ao seu partido como: Teoriza e Barroso. Como é que esses homens sogam no esgoto suas independências.

  180. MariaC

    -

    17/09/2013 às 12:42

    Essa angústia da espera, espera por uma má notícia, uma sentença de morte, de que o prazo se esgota. Fosse mais jovem ousaria acreditar em um final feliz, qual o que…

  181. Prof Helena

    -

    17/09/2013 às 12:38

    Eu ainda não entendi como pode um regulamento (interno, claro) valer mais que a Constituição. Em uma escola, a lei vale mais que o regulamento. Não é possível fazer o regulamento se sobrepor à lei. E aí, vem essa história no julgamento do mensalão.

  182. antonio leal

    -

    17/09/2013 às 12:36

    Os Ministro que votaram contra os embargos.deveriam renunciar e se candidatar a presidente.pois viria com moral.

  183. Mario Jorge de Assumpção

    -

    17/09/2013 às 12:35

    Celso de Mello tem duas escolhas, Pode sair do tribunal
    como herói ou como vilão.
    Será ovacionado pelo povo brasileiro se sair como herói
    não dando provimento aos EI.
    Jogará fora seu brilhante passado de mais de 24 anos no STF e sairá vaiado como vilão ,se der provimento aos EI.
    A escolha é dele . O povo quer tê-lo como herói.

  184. José Manoel

    -

    17/09/2013 às 12:33

  185. BRASILEIRO

    -

    17/09/2013 às 12:30

    É uma fronta a sociedade Brasileira.
    O povo não pode deixar tamanha responsabilidade somente nas maõs do Celso de Mello. O povo deveria se reunir em manifestação na frente da suprema corte, para mostrar que o “Gigante continua acordado”.

  186. Juris Imprudência

    -

    17/09/2013 às 12:29

    Tio Rei,
    .
    Esperemos que amanhã não tenhamos que inverter a lógica do Barão de Itararé:
    .
    De onde MAIS se espera, daí é que não sai nada mesmo!
    .

  187. Félix Maier

    -

    17/09/2013 às 12:28

    Caro Reinaldo,
    Enfim, descobriu-se o que vem a ser o tal “ponto fora da curva”, de Luis Roberto Barroso, o mais novo ministro do “STF do B” (os outros dois são Lewandowski e Toffoli): R$ 2 milhões.
    Cfr. em http://www.portali9.com.br/noticias/denuncia/bomba-no-stf-ministro-novato-recebeu-r-2-milhao-do-governo-federal

  188. Junior

    -

    17/09/2013 às 12:26

    Arnaldo Jabor fez um ótimo texto no Estadão. Ainda que no final fique com “gelo” no meu estômago em pensar que a “profecia” dele possa estar correta. Que Jabor seja uns dos profetas de Baal.

    http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,amanha-o-brasil-muda-,1075649,0.htm

  189. marcelo aranha de sousa pinto

    -

    17/09/2013 às 12:25

    Fundamentalistas antiutópico em qualquer sociedade realista x logística insustentável no país das “medidas provisórias” !

    1. ) As instituições precisam urgentemente se organizarem em uma “logística sustentável de país sem medidas provisórias”, extraindo do seu pluralismo político e cívico, a coexistência razoável da noção de que todos têm direitos iguais de exercer e intercalar o poder.

    2. ) Existe uma pratica no Partido dos Trabalhadores, de cunho utópico-semântico, em que o próprio PT, e “só ele”, representaria o futuro bipolar das elites no judiciário; só ele representaria o futuro em favor ou contra as elites nos fundos de pensão; só ele representaria o futuro bipolar das elites nos sindicatos; só ele representaria o futuro das elites nos partidos com perfis bipolar ditos progressistas; só ele representaria um futuro contra e à favor aos profissionais liberais; só ele representaria uma bipolaridade tributária contra os pagadores de impostos (pobres e remediados); só ele representaria um futuro contra e à favor das Ong’s; só ele representaria o futuro do passado reencarnando a opinião pública manipulável , ou seja, “só ele” representaria a realização da história da história da história de um Brasil “sem medidas provisórias”.

    3. ) Essa megalomania funcional se choca de frente com o “fundamento antiutópico da democracia”. Como assim pensam que pensam que pensam que o fazem, não chegarão a lugar algum … pois “não haverá leis” que possam e devam ser “respeitadas e obedecidas” por imposição ou corrupção à sociedade.

    4. ) Nenhum partido tem a verdadeira história. Partidos podem ter, no máximo, verdades circunstanciais de momento, maiorias políticas que revelem o que eles têm de “humanismo pragmático”: uma verdade temporária, efêmera, que vale enquanto consistente em credibilidade e enquanto não forem desmoralizados pela própria sociedade.

    5. ) A discrepância do PT colide com o concreto. Imaginou-se uma verdade transcendente, ou agora … uma verdade ultrapassada por suas circunstâncias. A coexistência com este perfil de partido – que já se fez conservador de suas próprias vaidades egocêntricas – NÃO mudará o sistema político brasileiro, NÃO mudará o rito jurídico-processual, NÃO mudará o infernal sistema penitenciário, portanto, NÃO há como colocar na cadeia 80 ou 90 ou 100 milhões de pessoas, assim: quer sonharam com esta disritmia operacional, NUNCA conseguirão encurralar e/ou “colocar na cadeia” uma sociedade pluralista.

  190. paulo souza

    -

    17/09/2013 às 12:24

    Caro Reinaldo,novamente otimo texto Na minha opinião mesmo que celso de mello vote contra os embargos,vai ficar nitido que nossa justiça esta longe de ser seria,Tal o numero de votos a favor. vendo a pouco um video sobre o caso do massagista que tirou um gol da equipe adversaria,chego a conclusão que qualquer decisão que faça a vontade da opinião publica sera vista de maneira estranha por defensores como BARROSO.É uma tristeza

  191. Marcondes Barrozo do Vale

    -

    17/09/2013 às 12:19

    OS EMBARGOS INFRINGENTES FORAM ADMITIDOS PELO STF.
    O DESCRÉDITO E O CAOS SE INSTALAM NO BRASIL.
    Quando a população ingenuamente pensava que ainda existia um órgão que saía das trevas da imoralidade e da conformação esdrúxula de compactuar com a ilegalidade, ex que todos são surpreendidos com a admissibilidade dos embargos infringentes.
    Agora, o caos se instalou de forma a não deixar nenhuma dúvida.
    Os votos dos Ministros do STF que se posicionaram a favor dos embargos infringentes consideraram status legal superior o Regimento Interno do STF em detrimento da Lei que havia revogado este tipo de embargo.
    Portanto, os que votaram a favor, o fizeram em função de raciocínios desvirtuados, de interpretações que nada tem a ver com a hermenêutica jurídica, mas, suas mentes impregnadas pelos ditames de um Poder deletério vilipendiaram o resto da moral subsistente em um Brasil já quase vencido pela corrupção e pela degradação moral e pela supressão dos princípios éticos.
    Assim, o que resta, possivelmente nada. Este golpe será fatal. Se isto acontecer, o Ministro Decano tomou a decisão de merdalizar o judiciário.
    Aos Ministros que votaram a favor da admissibilidade dos embargos infringentes, digo para este grupelho que não estão eles a enganar e engabelar todos, porque, todos, com exceção dos Petralhas estão contra o acolhimento deste embargo. E ainda, quem é versado no direito sabe que a decisão correta e técnica é rejeitar tais embargos.
    A interpretação distorcida e a verborragia de alguns Ministros não vão convencer ninguém que enseja que o STF faça o seu dever de casa.
    Portanto, se aguarda que o STF não tergiverse em cima da justiça, da expectativa e das certezas da população
    Enfim, é claro como a luz solar que os Ministros não vão enganar ninguém de bom senso e que tenha o mínimo de postura ética.
    Se os embargos infringentes forem admitidos, a desmoralização do STF será imediata e total.
    O povo deve ir as RUAS e se preciso for empregar também meios mais persuasivos para mudar o STF, o CONGRESSO NACIONAL e o PODER EXECUTIVO, pois estes poderes estão carcomidos e hão de ser tragados pela avalanche das manifestações, ou, de outra forma, permaneceremos merdalizados.

  192. Antonio Casca

    -

    17/09/2013 às 12:15

    VELHOS TEMPOS

    Salvo engano foi quando o Costa e Silva morreu e aprovaram uma lei para dar uma modesta pensão para as viúvas, não só do Costa e Silva, mas de todos os ex-presidentes da república falecidos.
    Aquilo foi um Deus nos acuda, e uma certa imprensa tentava fazer daquela modesta pensão a prova suprema e definitiva da politicalha e dos roubos aos cofres públicos!
    Pois bem, aí veio a constituição-cidadã (Deus me perdoe!) que deixava o Ulisses Guimarães em estado gozoso,…, e hoje quase todos os políticos tem aposentadoria (que escárnio!) depois de um simples mandato… e a corja que antes ladrava, hoje finge que não sabe de nada, pois afinal sobrou vagas de “aspones” para muitos deles mamarem também.
    Parece que os militares não tinham o costume de dar gorjetas…
    Isso tudo foi somando para avaliações na minha consciência e hoje sou o que sou, penso o que penso, tudo muito diferente daquela época.

  193. joanfuca

    -

    17/09/2013 às 12:13

    Tem momentos que fico meditando,se o caso MENSALAO do LULALAU fosse o contrário,ou seja, os ministros PETRALHAS teriam os mesmos argumentos pRa justificar seus votos.Com certeza os ministros PETRALHAS tem uma enorme “ideologia” que é do DINHEIRISMO(MORDOMIA MESMO) porque teffoli pega emprestimo especial em banco, barroso consegue sem licitação dinheiro de dilmANTA.Qual então o grande problema do nosso PAÍS??? EXTIRPAR esse “CANCER” que já está bastante ramificado em TODOS os setores da administração pública será de longo prazo. Como PARASITAS esquecem que matando a fonte de energia que os alimentao, eles também irão sucumbir.

  194. Paulo Rogério Caetano

    -

    17/09/2013 às 12:12

    Após quarta, se confirmado o sim aos embargos, eu desisto. Nunca vamos deixar de ser uma republiqueta latina que se acovarda até para vizinhos governados por figuras patéticas. O bolsa família, o bolsa não sei o quê, gente de tudo quanto é tipo mamando no estado e assim o partido vai se perpetuar no poder. Perdemos.

  195. Tânia SP

    -

    17/09/2013 às 12:11

    Eu ainda tenho um “tiquinho” só de esperanças, mas acho q ele vota c/ a bandidagem, já está sendo ameaçado ele, Fux e famílias………….esperar oq (li no site do Claudio Humberto).

  196. Sergio R.

    -

    17/09/2013 às 12:10

    Entre a aceitação e a negação haverá um longo discurso. Mas creio que ao final, haverá gente dormindo na Papuda. E fim de papo.

  197. DEMOCRATA

    -

    17/09/2013 às 12:07

    Bom dia a todos os brasileiros
    Infelizmente o nosso querido Brasil e a nossa Democracia, ainda no berço, estão sendo dominados e modificados aos poucos pelos partidos de esquerda, principalmente o PT o qual, como uma anaconda vai lentamente sufocando a vítima. O PT ainda vai engolir também os demais coligados e eles não se coçam. Agora, os partidos de oposição e algumas instituições tradicionalmente democráticas, já estão quase no estomago da besta e ainda não perceberam.

  198. M@theus

    -

    17/09/2013 às 12:01

    Bom dia Rei.
    Estou meio com o pé atras, acho que, infelizmente, ele vai aceitar. Sera a desmoralização total do STF.
    Rei, prepare o seu estoque de reinaldox, pq amanha e bem provável que haverá muitas baratas aqui.
    Boa Terça.

  199. antonio

    -

    17/09/2013 às 11:58

    O Delúbio falou com muita antecedência que seria uma piada de salão, e como toda piada o desfecho é postergado para ficar mais engraçado. Salve Tiririca, o único representante nacional,e como ele mesmo diria: “olha abestadjos” .Viva ao Dê Cano.

  200. MARIZA TANNURE

    -

    17/09/2013 às 11:52

    O CELSO DE MELLO DEVE ESTAR PRESSIONADO PELO PT POIS NAO HA LOGOCA SE ELE FOR A FAVOR DOS EMBARGOS INFRINGENTES UMA VEZ QUE ELE FEZ GRAVE ACUSACAO AOS MENSALEIROS.A NAO SER QUE ATUARA COMO VIRA FOLHA

  201. mario sergio pacheco de sousa

    -

    17/09/2013 às 11:49

    Reinaldo,queiramos ou não o Ministro já entrou para a
    história do Brasil.Resta saber se pela porta da FRENTE
    como aquele que permitiu a punição dos corruptos,ou se
    pela porta dos FUNDOS adiando por tempo indeterminado
    o julgamento dos criminosos.Pior ainda será a sua aposentadoria que,segundos amigos de infancia,ocorrerá
    no fim deste ano.Aí estará configurada a sua fraquesa já
    ressaltada pelo ex-ministro SAULO RAMOS após seu voto
    pela absolvição de collor.

  202. Augusto

    -

    17/09/2013 às 11:49

    A quadrilha eh maior do que se imagina!!!

  203. Caio

    -

    17/09/2013 às 11:48

    Ainda bem que você não esmorece Reinaldo ,eu estou tão cansado disso, você não imagina o tanto,esta visão completamente torta e avessa do PT,as maracutaias e bandidagem dos ditos ala aliada e como vimos na entrevista de Dirceu na fundação Abrano ele despreza o PMDB e fica com os alas esquerda desta gangue que domina o Brasil a Dez anos ,nem o PMDB tem vergonha e o manda Dirceu e seu partido a merda ,como a própria oposição PSDB acima não se aproveita disto ,cansa meu ,cansa muito, é desanimador ,quanto ao julgamento do mensalão espero um rasgo de esperança com Celso de Mello acabando com a festa .mas duvido ,enfim o Brasil vira um pouco mais bolivariano,azar nosso e do nosso povo .

  204. A Revolta de Atlas

    -

    17/09/2013 às 11:46

    Sou um admirador do ministro Celso mas caso ele vote amanhã a favor do acolhimento dos embargos infringentes para mim ele joga no lixo toda a história dele. Digo isso por que depois de ler o que Reinaldo sempre escreveu aqui no seu blog, mas principalmente depois de ouvir os votos de carmen, gilmar e marco aurélio, tenho plena convicção de que os infrigentes deixaram de existir, votar de maneira diferente ministro Celso é votar em nome da impunidade, isso sim. E não me venha dizer que o sr é um garantista defensor da ampla defesa, pois eu também o sou e parafraseando o apedeuta, nunca na história deste paiz réus tiveram assegurado tanto o direito a ampla defesa do que os réus do mensalão contando inclusive com advogados de defesa entre os ministros. E outra, votando sim ou não amanhã, o grande herói do julgamento do mensalão chama-se JOAQUIM BARBOSA, ele sim lutou desde o primeiro momento para que os mensaleiros não saíssem impunes. GRANDE JOAQUIM BARBOSA!

  205. Dúvida Cruel

    -

    17/09/2013 às 11:45

    Conveniência ou conivência. Duro constatar. Mas …

  206. Adriano

    -

    17/09/2013 às 11:40

    Enquanto houver essa promiscuidade de indicação de acordo com a ideologia política de ministros do STF estamos … infelizmente.

  207. Eduardo

    -

    17/09/2013 às 11:40

    Em correspondência que enviei à página do Ministro Celso de Mello no Facebook enfatizei que os ministros que acolheram a possibilidade dos embargos, foram nomeados para tal fim.Não se trata de opinião forjada na consciência e no saber jurídico mas sim na obediência a lula e ao pt, portanto o Ministro Celso de Mello estava livre para negar tal recurso e reabrir todo o processo.

  208. Regina Marins

    -

    17/09/2013 às 11:39

    Parabéns,Reinaldo .
    Como sempre seu tiro é certeiro.A lucidez de seu raciocínio,encanta.

  209. Boi de Piranha já foi servido

    -

    17/09/2013 às 11:38

    Há poucos dias. Seu nome era Donadon. Para o faz-de-conta que a imprensa e as instituições que as manteem a-do-ram. Agora é só aceitar os tais embargos, pois as piranhas já se alimentaram e o Delúbio e o Zé podem gargalhar no fim da mais infame comédia brasileira produzida, sem a lei Rouanet, mas com outros recursos. Os infringentes …

  210. Edilaine R.

    -

    17/09/2013 às 11:38

    Eu penso que no momento em que a corte começar o seu trabalho – todos os brasileiros, ou ao menos, aqueles que saíram as ruas para realizarem protestos de indignação – deveriam (sim, um dever!) de parar o que estiver fazendo e acompanhar. Assim, só para mostrar mesmo – que estão de fato atentos e não desejam uma Grande Pizza goela abaixo.

  211. Estevam

    -

    17/09/2013 às 11:37

    Acredito que um voto com o relator seja muito improvável. Ele já mencionou os embargos ano passado, tentou votar na semana passada, disse ontem que aceitar o recurso não absolve ninguém, ou seja, tudo indica para um novo julgamento.

  212. Lucy Felix

    -

    17/09/2013 às 11:34

    NÃO TEM PRA NINGUÉM!!! Durante todo o julgamento o Ministro deixou claro o lugar desta que denominaram com base na lei, de QUADRILHA!!! CADEIA, é o que terão!!!

    SERÁ PARA OS BRASILEIROS UM VOTO APOTEÓTICO!! Coisa nunca vista neste país. Teremos com ele a maior lição de justiça e democracia, um discurso que deverá passar para a história, entendida minuciosamente pelas nossas crianças, que hoje estão aprendendo com a classe política nacional que o crime compensa.

    EU CONFIO!!!!

  213. Marcos-PE

    -

    17/09/2013 às 11:33

    Só penso no que será “dessepaiz” com a aceitação dos EI e a inevitável sensação de impunidade que se abaterá sobre a nação. Estou tenso.

  214. arilson sartorato

    -

    17/09/2013 às 11:32

    Celso Mello, por favor o brasileiro não querem ouvir do Senhor um discurso de 02 horas,dizendo que é contra a impunidade, ,que em toda sua carreira,agiu de acordo com sua consciência, e blá blá bla´,querem verem rejeitados estes embargos,que não existem mais no regimento do STF, e verem os figurões do poder todos presos, como acontece em Países Civilizados, é tão dificíl,assim!!!! porque todo este dramalhão mexicano pela espera de seu voto????

  215. Marília

    -

    17/09/2013 às 11:28

    Não consigo pensar em outra coisa que não seja a decisão do ministro. Já escrevi inúmeros comentários e também enviei mensagens a ele, até pelo site do STF, que me honrou com respostas. Agora, é esperar e pensamento positivo, que ajuda muito, formando energia do bem!

  216. Sandoval Alecrim

    -

    17/09/2013 às 11:28

    Pelo visto, estamos frente a uma questão de cunho eminentemente de alta indagação jurídica, ou seja, decidir a questão do mensalão colocando na balança as gravidades dos atos praticados e, sobretudo os cargos e posições ocupadas pelos personagens integrantes da quadrilha que tomaram de assalto parcela significativa de dinheiro público, e as divergentes opiniões sobre a aplicação dos embargos infringentes nos julgamentos originários de crimes comuns e de responsabilidade de pessoas em exercício de cargo público e integrantes do poder judiciário inexistentes nos STJ, em detrimento do que se alega vigente no STF, tendo como supedâneo o que diz o Art. 333 do seu Regimento Interno. Ante a dúvida, tenho como valida a expressão de tal diferenciação não fechar o tema, uma vez observado o principio da isonomia, norma pétrea inscrita em nossa carta magna.

  217. Crioulo Doido

    -

    17/09/2013 às 11:27

    Saulo Ramos, grande conhecedor dos meandros judiciais e jurídicos, certamente está curtindo e rindo de mais esta disputa entre certas facções …

  218. Gustavo

    -

    17/09/2013 às 11:27

    Uma pessoa que é boazinha com você e não é com as outras NÃO É uma boa pessoa.
    Celso de Mello deve saber que gente que cospe na cara de seus colegas não é exatamente modelo de anjo, né?
    Ele que julgue como achar melhor. Pobre Brasil!

  219. A Revolta de Atlas

    -

    17/09/2013 às 11:27

    No rumo que as coisas vão indo tô quase desejando a volta do apedeuta ao poder. Vou me explicar Rei. Antes de me explicar digo a Caetano que se ele é de esquerda eu sou sim com muito orgulho de direita. Os valores que a direita defende são Deus, a família e a democracia. Não esqueçamos que um dos apelidos do diabo é canhoto. Voltando ao apedeuta ele é simplesmente isso um apedeuta populista, mas dilma, dirceu, padilha, fidel, lênin, etc são intelectuais. intelectuais do mal. são marxistas. leram marx e gostaram do que leram. marx trouxe o comunismo, o facismo, o nazismo, a revolução russa, a segunda guerra mundial, a guerra fria. Enquanto jesus cristo trouxe ao mundo a filosofia do amor e da paz. marx trouxe ao mundo a filosofia do ódio e da guerra. aos poucos os marxistas estão destruindo o mundo colocando em conflito pais x filhos, professores x alunos, homem x homem. minha ética é a ética cristã.

  220. Henricão

    -

    17/09/2013 às 11:26

    Eles conseguiram. Conseguiram terminar com um Estado regido por três poderes. O Legislativo já está eliminado. E agora, finalmente, o Judiciário deixa de ser um órgão de Estado e passa a ser um órgão de Partido.
    O pior é que mesmo o Executivo também está eliminado, posto que o mandatário de direito é um mero títere, que responde ao mandatário de fato.
    Alô Argentina! Estamos chegando.
    Logo logo saberemos qual o nome do Clarín brasileiro.
    Que coisa …

  221. Geraldo

    -

    17/09/2013 às 11:24

    Supremo, a um voto do descrédito.

  222. josé reis barata

    -

    17/09/2013 às 11:23

    NÃO HÁ JUSTIÇA, ONDE NÃO HAJA DEUS”
    .
    .
    É fascinante ler as opiniões dos internautas daqui e por aí. Há diversidade. Contudo, fosse caso de aposta e legalidade dela a admissão dos embargos pagaria pouco.

    .
    A opção do Ministro Celso de Mello – por mais que ele venha a se esforçar no voto dele para provar tecnicamente o contrário – não é, no mérito, jurídico. Ainda que esta proposição seja falsa é como se põe como verdade para a sociedade.
    A verdade é a real percepção que se tem dos fatos e não as versões que deles se faz. Jürgen Habermas formula assim:
    “À luz de uma noção epistêmica da verdade, “encaixar-se nos fatos” não é mesmo que corresponder aos fatos ”
    .
    Por tudo que já se escutou, leu e aprendeu, em fora o disse-que-disse ao longo de mais de uma década, todo tabaréu não mais duvida que a questão é moral; é de legitimidade e assim também política porquanto ética. Escolha entre o bem e o mal; entre o deus e o diabo que vive em todos nós.
    .
    Está posta uma dicotomia que divide a nação entre os interessados apoiados num considerável contingente silencioso típico de massas que substituiu a sociedade de classes, propensos à manutenção do status quo, o que significa necessariamente o Estado a serviço de um Partido Político, o PT; e os que, no mínimo, descreem da possibilidade de sucesso mantida essa via sabidamente imoral onde a lei é instrumento de poder e não de igualdade nela. É exatamente isto que está em jogo, ou seja, o futuro do Estado de Direito. É justamente nisto que se concentra o tão ansiosamente aguardado voto de minerva do Ministro Celso de Mello.
    .
    O passado do Ministro Celso de Mello aponta para – por mais que pareça que não – ser ele extremamente sensível à opinião pública.
    .
    O verdadeiro jurista julga com o Deus dele. Qual será o deus do Ministro Celso de Mello?
    That is of the question.
    .
    Jurisconsulto por excelência que o Ministro Celso indiscutivelmente o é, certamente não desconhece a opção ética que pesa sobre os ombros dele que está sob os atentos olhos da nação em ter que escolher em seus mais extremos termos, entre “la libertad individual y la seguridad social”; entre a pureza de um Direito sem Deus e um Direito, porventura impuro, mas com Deus:
    “Las opiniones de los hombres divergen em cuanto a los valores que han considerarse como evidentes y no es posibile realizar todos estos valores em el mismo orden social. Es necesario, entonces, elegir, entre la libertad individual y la seguridad social, com la consecuencia de que los partidários de la libertad juzgarán injusto um orden jurídico fundado sobre la seguridad, y vice-versa – Hans Kelsen em Teoria Pura del Dereceho”

  223. Adriano Magalhães

    -

    17/09/2013 às 11:22

    Revelação sobre negócio com apartamento de luxo é motivo da raiva de Dilma com espionagem dos EUA.

    MAIS AQUÍ: http://www.alertatotal.net/

  224. MAURICIO ANTONIO

    -

    17/09/2013 às 11:21

    ENQUANTO OS MINISTROS DO STF FORAM ESCOLHIDOS DE FORMA POLÍTICA(PELO GOVERNO) NUNCA TEREMOS UM PODER INDEPENDENTE.
    JÁ PASSOU DA HORA DE A JUSTIÇA ESCOLHER OS SEUS MEMBROS…
    CHEGA DE RABO PRESO!!!

  225. Fernando

    -

    17/09/2013 às 11:19

    Fora do contexto.
    Leio “Senado aprova reforma que limita fiscalização de contas de partido”.
    Como esperava, as recentes manifestações de pouco valeram: os únicos que as aproveitaram foram os saqueadores e os vándalos.

  226. Sísifo

    -

    17/09/2013 às 11:16

    Acabo de ler no Estadão um texto impecável de Arnaldo Jabor http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,amanha-o-brasil-muda-,1075649,0.htm

  227. Isa

    -

    17/09/2013 às 11:14

    Ainda temos chance!!!Meu amigo Rodrigo Netto.,disse que” Em tese, todos os ministros podem mudar o voto até o proferimento do resultado pelo Presidente da corte.”
    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=620851207936710&set=a.179431258745376.38955.100000355094734&type=1&theater

  228. Antonio

    -

    17/09/2013 às 11:11

    Dizem que o ministro esta preparando um voto longo e duro para esta quarta-feira,resta saber se será contra a impunidade ou a favor dos corruptos de colarinho branco. No Brasil a máxima de que só vão para a cadeia ladrão de galinha e margarina pode ser verdadeira.

  229. Castro

    -

    17/09/2013 às 11:11

    Para ser ministro do Supremo o sujeito precisa ter douto saber e reputçao ilibada. Douto saber nós já sabemos que eles nao têm porque as leis sao moldadas pelas conveniências. E reputaçao ilibada? Quem ali naquela Corte tem reputaçao ilibada? Nao sabemos porque nunca soubemos de nenhuma investigaçao que precedesse à nomeaçao do ministro para garantir que seria uma pessoa honesta. O Celso de Mello discursa bem mas o que importa é como ele vota. E esses caras do STF já soltaram o Ccciola, o Daniel Dantas, metade dos mensaleiros. Nao vejo motivo para esperar nada deles.

  230. Maria Dulce de Souza Almeida Prado

    -

    17/09/2013 às 11:11

    Ainda não perdi a esperança de ouvir um não aos infringentes vindo do ministro Celso de Mello.

  231. ivanor

    -

    17/09/2013 às 11:09

    Está em jogo a liberdade no País. Como diria o que está em dúvida; – SERÁ SIRIA?

  232. Juízes em Berlim

    -

    17/09/2013 às 11:07

    Tomara que sejam seis …
    Cinco é pouco. Sinal da tradição de impunidade para os bandidos do andar de cima.
    Antes era somente a prescriçao.(Sergio Sombra que o diga!)
    Agora são as leis que tanto valem para validar os embargos infringentes como para não validá-los.
    Questão de alinhar-se com a corrente do bem ou não …

  233. Ioca100

    -

    17/09/2013 às 11:04

    Reinaldox na cascuda !
    PAULO – 17/09/2013 às 10:27

    ReinaldoXXXXXXXX na cascuda!

  234. País já era

    -

    17/09/2013 às 11:02

    País virou um esgoto.

  235. arilson sartorato

    -

    17/09/2013 às 11:02

    Celso Mello vai acatar os embargos da vergonha,alegando que todos tem direito a duplo grau de jurisdição,e que é contra a impunidade e bla´bla´blá, ocorre que o STF é a mais alta corte, e os bandidos tiveram amplo direito de defesa,pagando advogados a peso de ouro, digo de dólares,agora estão desesperado por novo julgamento,pois infiltraram mais dois companheiros no STF disfarçados de Ministros,para engrossarem as fileiras com Lewandowisk,Toffolli, e as duas Ministras Rosa e Carmem Lucia,que são uma incógnita.

  236. Acorda Brasil

    -

    17/09/2013 às 10:59

    ESSE ARTIGO AQUI ESTÁ FANTÁSTICO:

    http://oglobo.globo.com/cultura/amanha-brasil-muda-9990273

    DEEM UMA LIDA…

  237. flavia

    -

    17/09/2013 às 10:58

    ReinaldoXXXXXXX na cascuda!

  238. Diego

    -

    17/09/2013 às 10:58

    Os infringentes serão aceitos, mas seria muita passividade da nação se aceitar que um dia da pena (já pequena) de cada mensaleiro seja reduzida após nova analise. Diego.

  239. Jotinha (ES)

    -

    17/09/2013 às 10:58

    “Quatro companheiros de maior valor…”; “faça valer o Estado de Direito, e não o Estado da direita…”. Esses deboches são apologia explícita ao banditismo. São loas ao neo-canalhismo. São discursos elogiosos enaltecendo lemas do petismo como “o crime compensa”, “quanto pior, melhor”, “educação não faz diferença”, “ajoelhou tem que rezar”, “todo mundo rouba”, “são os problemas, não as soluções, que geram votos”, “preto bom, prostituta boa e pobre bom são os que votam no PT”. São cânticos em louvor às ações delituosas contra o dinheiro do povo. São demonstrações calorosas de cumplicidade à vigarice. Estão apenas externando solidariedade aos comparsas pelo desconforto que conseguiram evitar escapando do processo do mensalão. Afinal, por fazerem parte do partido da quadrilha dos mensaleiros, estão inclusos indiretamente na próxima decisão do ministro Celso de Mello. A corriola petralha sabe perfeitamente que o lugar della é no banco dos réus, ao lado do José Dirceu.

  240. Maria Ziehlsdorff

    -

    17/09/2013 às 10:58

    Compete ao STF processar e julgar, originariamente, nas infrações penais comuns, seus próprios ministros, o presidente da República, o vice-presidente, os membros do Congresso Nacional e o procurador-geral da República; nas infrações penais comuns e nos crimes de responsabilidade os ministros de Estado, os comandantes de Exército, Marinha e Aeronáutica (ressalvado o disposto no art. 52, I), os membros dos Tribunais Superiores e os do Tribunal de Contas da União e os chefes de missão diplomática de caráter permanente (Constituição Federal, art.102). Por representar um tribunal de jurisdição nacional e por ser composto por apenas onze ministros, só devem ser apreciadas aquelas ações em que o interesse da nação esteja em jogo. Sua competência está descrita no art. 102 da atual constituição federal brasileira, formulada em 1988.

    E para nós o que resta? Informações estão enchendo nossas caixas de e-mail e nossas páginas sociais. Mas como já dizia a vovó… não acredite em tudo que se fala por aí… vale a pena buscar as fontes antes de divulgar, defender ou atacar.

    http://marizieh.blogspot.com.br/2013/09/stf-o-interesse-da-nacao-esta-em-jogo.html

  241. Anónimo

    -

    17/09/2013 às 10:54

    Quem te viu quem te vê…
    só falta o Caê e o Gil se manifestarem a favor também…

    do blog do Rodrigo Constantino
    Mensaleiro Condenado recebe APOIO de Chico Buarque DE PARIS

    Claro que não poderia faltar ele na lista de artistas e “intelectuais” que deram apoio ao mensaleiro condenado José Genoino. Trata-se de Chico Buarque, claro! Aquele que assumiu o primeiro lugar do ranking de ícone da esquerda caviar após a morte de Oscar Niemeyer. Vejam:
    O manifesto de apoio a José Genoino ganhou hoje (16) o endosso de Chico Buarque. O nome do compositor apareceu pela manhã na lista intitulada “Nós estamos aqui”, que recebe adesões pela internet. À tarde, Chico, que está em Paris, telefonou para o deputado e confirmou a adesão.

  242. Ary Magalhães

    -

    17/09/2013 às 10:54

    O “SIM” será como entregarmos de vez o país ao Partido Estado Petista. Não haverá sequer um poder que conte com a credibilidade do povo brasileiro. A barbárie estará instalada. Segue-se uma onda de desobediência civil jamais vista. A guerra civil será o próximo item do cardápio.

  243. Alex Wie

    -

    17/09/2013 às 10:54

    Bom, sempre ficou claro e não é de hoje que debatemos sobre o aparelhamento do supremo.
    Como todos sabem o STF na Bolivia e na Venezuela não existem, são apenas meras carrancas ou bibelôs de quaratos de bruxas.
    O Decano, muito embora nerd e técnico, talvez esteja cego pela sua certeza absoluta de interpretação das leis.
    Este será o seu maior erro.
    Ele será vítima dele mesmo!!
    Eu fico impressionado com a bizarrice que é o partido Ptralha. Mas o pior é sua militância apaixonada e burra.
    Ele podem cometer a pior das barbáries e os apaixonadinhos dizem que é mentira, ivencionices e coisas da elite.
    As maiores barbáries no mundo são cometidas extamente devido a paixões partidárias, a maria vai com as outras.
    Ja vimos isto acontecer a longo da historia, e o que vem por ae , não será bom.

  244. Fernando

    -

    17/09/2013 às 10:53

    Mesmo que o ministro Celso de Mello continue merecendo o respéito dos pensantes, uma coisa já é certa: os brasileiros não saberão a quem apelar pela justiça.
    O projeto de poder ditatorial do PT e corjas aliadas já está praticamente instalado.
    Saudades de um Castelo Branco.

  245. Dyana Cascavel

    -

    17/09/2013 às 10:51

    Rei
    Li no Alerta Total que surgiu um “boato brasílico” que a Min.Rosa estaria pensando em mudar o voto dela. Será que procede?! Pensando bem…Vai ver que a promessa de “um milhão na porta do salão” do plenário do STF está assustando as excelências.
    Independente da boataria eu quero, e espero, é que o Min.Celso rejeite os embargos infringentes. Primeiro, porque houve os crimes; segundo, porque “aquela gente” indecente foi devidamente processada na forma estabelecida pelas “leis jabuticabianas” vigentes em Banânia, paridas, é verdade, nas coxas da mãe joana, mas vigentes.

    PS: Ô platéia do “blogshow” do Rei: vamos bater o récord de acessos amanhã? Eu começarei logo que o sol da liberdade em raios fúlgidos brilhar no céu da Patria…(só espero que o Min.Celso, com suas mãos tão poderosas, não zombe dos nossos temores diante dos tentáculos comunistas que miram a nossa garganta).

  246. Contra a Ditadura do Politicamente Correto (facebook)

    -

    17/09/2013 às 10:49

    Que incrível ironia. No final das contas, a depender do voto de Celso de Mello amanhã, o resultado do julgamento do mensalão acabará por confirmar o golpe de Estado que este pretendeu julgar…

  247. Anónimo

    -

    17/09/2013 às 10:49

    trecho do blog alerta total, onda de boataria invade Brasília e convocação de protestos está sendo realizada.
    “…correu o boato de que a ministra Rosa Maria Weber, antes de Mello anunciar o voto de minerva, pode torná-lo inútil. Para terror da petralhada, Rosa pode mudar seu voto e recusar os embargos infringentes. A pressão popular, em uma estrondosa onda de protestos programada para esta quarta-feira, tem tudo para forçar o julgamento do Mensalão a terminar logo…”

  248. Rods

    -

    17/09/2013 às 10:44

    REI.
    PATÉTICO ESTE ESPETÁCULO, SOB TODOS OS ÂNGULOS EM QUE FOR ANALISADO, EM ESPECIAL, PELA OMISSÃO DE NÃO COLOCAR O VERDADEIRO RESPONSÁVEL PELA BARAFUNDA NO BANCO DOS RÉUS.
    MESMO ASSIM, POR MAIS INCRÍVEL QUE POSSA PARECER, O BRASIL REELEGEU O VERDADEIRO CHEFE E A SUA SUCESSORA, SOB O BENEPLÁCITO DAS URNAS ELETRÔNICAS OU DA IGNORÂNCIA CAVALAR DE SEU POVINHO.
    UMA TÍPICA NOVELA DE CAPA E ESPADA ESTA.
    Rods

  249. Marcia

    -

    17/09/2013 às 10:43

    O dia D se aproxima…Estou com o coração apertado.

  250. A Paraíba não é Chicago

    -

    17/09/2013 às 10:39

    “Preocupam-ME aqueles…”

  251. A Paraíba não é Chicago

    -

    17/09/2013 às 10:37

    Preocupam-me os magistrados que se acomodam em torres de marfim, julgando como se estivéssemos na Suíça. O que está em jogo, se alguém ainda não entendeu, é o futuro da democracia no nosso sofrido país. Os ideológicos da Corte (adivinhem os exemplos)tem plena consciência disso e agem em perfeita consonância com o projeto de perpetuação no poder ora em curso. Preocupam-se aqueles que julgam sem atentar para a realidade na qual estão inseridos. O Supremo não é um aquário…

  252. sidney

    -

    17/09/2013 às 10:37

    Reinaldo
    O – PONTO – eee um soooo : desonraram os seus cargus…..e ; definitivamente ROUBARAM a NACAO !!!!
    Discutir o que mais ??? precisam e tem que estarem fora ( todos ; absolutamente todos simmmm )e devolvendo com juros e quem sabe ate apropriacoes , os dinheirus… da Nacao e dos Brasileiros que ; TAO MAL REPRESENTARAM e botem etc etc etc ni$$o simmmm !!!
    O Brasil eeee MAIOR e MELHOR que e$$eS todos ai CORRUPTOS e CORRUPTORES.
    So nao enxerga quem nao quer ; O REI ESTA NU !!!!
    Da-lhes Sr Ministro Celso de Mello e os demais que compoem ETICA e PROFISSIONALMENTE sem ingerencias politicas INJUSTIFICAVEIS em um modelo chamado – DEMOCRACIA – !!!!
    Acorda Brasil
    Acordem Brasileiros
    Baita abraco

  253. Carlos Aurélio

    -

    17/09/2013 às 10:36

    Independentemente do voto do ministro Celso de Mello e do destino da camarilha do mensalão, uma coisa é certa: Petistas Corruptos já podem contar com um ambiente amigável no Supremo a partir de 2014.

  254. Ronn

    -

    17/09/2013 às 10:36

    Se ele usar e aplicar a lei brasileira, ninguem vai poder condenalo afinal nossas leis tem dois pesos e duas medidas,vai agradar a uma parte e desagradar a outra…

  255. Antonio Pereira

    -

    17/09/2013 às 10:35

    Ficou muito difícil agora. Como criticar o decano por ser coerente e honesto com suas convicções.

  256. Ricardo Conte

    -

    17/09/2013 às 10:34

    Prezado Reinaldo, um ato é julgado pela intenção ou pelas consequências ?

    A partir de que ponto, da grandeza do mal resultante, a intenção deixa de ser relevante ? A escolha de Celso de Mello parece ser entre emitir um julgamento tecnicamente bem fundado (em seu discernimento pessoal, que pode estar errado) e causar um malefício (que ele antevê) óbvio e enorme ao país e ao povo, contra emitir um julgamento não tão bem fundamentado (em seu discernimento) e salvar a crença do povo na justiça, fazer o país dar um passo à frente.

    Feliz ou infelizmente creio que o ato de Celso de Mello, bem como o STF, serão julgados pelas consequências de seu ato.

    Infelizmente, se aceitar os embargos o país mergulhará na descrença nas instituições, inclusive e principalmente no STF, o que deseja a neo-ditadura petista. Levará seus próprios colegas ao descrédito ou desprezo popular.

    Posará como juiz magistral, mas terá perdido todo seu brilho.

    Eu, pessoalmente, vou julgá-lo pelos resultados. Quarta feira a sorte será lançada.

  257. DON QUIJOTE DE LA MANCHA

    -

    17/09/2013 às 10:32

    REALMENTE EU NÃO HAVIA PENSADO NISSO E AGORA NÃO TENHO NENHUMA DÚVIDA;;; PREFIRO O ZÉ ET CATERVA FORA DA CADEIA E O PT ESCAFEDIDO DO PODER ….

  258. Observadordepirata

    -

    17/09/2013 às 10:31

    Sendo um colegiado , o STF sempre me surpreende, pois toda a vez que o processo é polêmico, está sempre dividido. Isso é a prova cabal que tem alguma coisa errada naquilo ali. Só os ingênuos não vêem.

  259. DON QUIJOTE DE LA MANCHA

    -

    17/09/2013 às 10:31

    REINALDO. NO PROGRAMA MANHATTAN CONNECTION NA GLOBO NEWS NO ÚLTIMO DOMINGO O RICARDO AMORIM FEZ UMA OBSERVAÇÃO INTELIGENTE E MUITO IMPORTANTE: “SE O NOBRE (POR ENQUANTO)MINISTRO CELSO DE MELLO DIZER SIM AOS INFRINGENTES O PROCESSO SE PROLONGARÁ AD PERPÉTUO E NO PRÓXIMO ANO TEM AS ELEIÇÕES PRA PRESIDENTE E DAÍ O PT …” …!!!!.

  260. Marcelo

    -

    17/09/2013 às 10:29

    Caro Reynaldo,

    Na quadra atual, que estamos todos angustiados com a possibilidade dos mensaleiros se livrarem da devida punição, todos nós lamentamos e maldizemos -com a mais absoluta razão- o aparelhamento do STF, criticamos o cinismo de alguns ministros, e o jogo sujo de parte da imprensa e dos conpanheiros petistas.

    Todavia, nesse contexto não acho justo deixar de lembrar de uma omissão INEXPLICÁVEL E IMPERDOAVEL do Ilustre Procurador Geral da República.

    A ele cabia arguir o impedimento/suspeição do ministro Toffoli pelas razões que até o ET de varginha conhecia.

    Na ocasião com a presença dos ministros Ayres Brito e Peluso, acho impossível que o plenário não acolhesse o pedido do PGR e hoje não teríamos os famigerados 4 votos a favor dos mensaleiros.

    Acho que as coisas devem ser chamadas pelo nome que elas tem e isso foi a mais lídima imcompetencia do PGR e ele merece ser lembrado disso.

  261. Pedro Rocha

    -

    17/09/2013 às 10:29

    Querem coisa mais escancarada? – Esse Barroso, é o advogado do assassino italiano, Cesare Battisti, acoitado no Brasil, graças à leniência e covardia do Legislativo e do Judiciário, e lógico do dedo imundo de Lulla, Tarso Genro e do resto da quadrilha petista.
    Ele deve saber quem lhe pagou, e a origem do dinheiro que recebeu pra defender o famigerado assassino.
    Simplesmente nojento.

  262. Silvia Savasse

    -

    17/09/2013 às 10:29

    Tudo indica que celso de mello vai votar a favor e jogará o país à sorte da Venezuela, Bolívia e outras tiranias….

  263. Silvia Savasse

    -

    17/09/2013 às 10:28

    Tudo indica que celso de mello vai votar a favor e jogará o país à sorte da Venezuela, Bolívia e outras tiranias….
    Joaquim Barbosa tem que vir como candidato à presidência e tem tudo para ganhar as eleições.

  264. PAULO

    -

    17/09/2013 às 10:27

    ReinaldoXXXXXXXX na cascuda!

  265. Antenado

    -

    17/09/2013 às 10:26

    O PT é ardiloso e os ministros petistas nomeados pela Pressidanta (pressão da anta, via lularapio da Rosemary), também. E o réu maior continua trabalhando com a Erenice Guerra em Brasília? Parece que tem escritório para dar as consultorias de fachadas (para roubar dinheiro público)? Não tem outra explicação. Ou tem?

  266. Bruno Sampaio

    -

    17/09/2013 às 10:25

    Esse ë um daqueles momentos em que um homem tem o poder de mostrar que ë homem.
    Aguardo ansiosamente seu voto, Celso de Mello.
    Por favor, seja Homem, com H maiusculo.
    Ou, em breve, medidas como o disque-traidor-do-regime que querem implantar (ou ja implantaram, nao lembro)na Venezuela serao imitadas por aqui.

    (desculpe a falta de acentos)

  267. Vidente

    -

    17/09/2013 às 10:25

    A globo sempre foi contra a democracia e os direitos individuais. No STF tem Ministro que fala que a verdade é uma quimera, relativiza direitos individuais e faz chacota sobre o direito de todo cidadão de reavaliação de seu julgamento através de recurso. Também o STF seguindo o norte autoritário desdenha da constituição, pois é de competência exclusiva do congresso retirar os embargos infringentes do ordenamento jurídico. O congresso já rejeitou proposta de retirada, devendo ser, pela democracia e respeito a instituição mantidos o seu processamento. Veja a matéria do estadão:
    Há 15 anos, Congresso rejeitou fim dos embargos infringentes
    Governo tentou acabar com este tipo de recurso, mas proposta foi rechaçada pelo Legislativo
    16 de setembro de 2013 | 22h 51
    Notícia
    Email Print A+ A-
    Assine a Newsletter
    Felipe Recondo e Eduardo Bresciani – O Estado de S. Paulo
    A extinção dos embargos infringentes em ações penais no Supremo Tribunal Federal foi expressamente rejeitada pela Câmara dos Deputados há 15 anos, durante uma tentativa de modificar a lei 8.038 de 1990. É essa lei que está no centro do debate sobre a existência ou não desse tipo de recurso, que poderá dar, se aceito, mais uma chance para parte dos condenados no julgamento do mensalão.

  268. Democracia Agonizante

    -

    17/09/2013 às 10:24

    Até tu, Celsus …. e não foi possível entender se havia ou não ponto de interrogação , exclamação ou final na frase balbuciada , pois já lhe faltavam forças para expressões mais claras. Será ainda mais vergonhoso do que todo o processo seu final, anunciado por ninguém menos do que “NOSSO DELUBIO” quando disse que era piada de salão.
    Piada para os bandidos beneficiários, desgraça para o país em que o crime definitivamente compensa. Num país que tem lei para o sim e para o não, dependendo das conveniências,
    q

  269. Interesses pessoais

    -

    17/09/2013 às 10:23

    Muita ousadia mesmo! Assaltam o dinheiro público e, ainda tem a coragem de falar mal dos Ministros que condenaram os Mensaleiros. Muito simples de entender. É porque, indiretamente, eles, também estão envolvidos no caso. A configuração de “Crime Hediondo” no nosso país avança celeremente, enquanto que a nossa justiça caminha de forma muito lenta e, o pior de tudo, com muita timidez na aplicação de penalidades. Entrementes, na presente Ação Penal 470, confio muito na decisão a ser proferida na próxima quarta feira pelo Ministro Celso de Mello para virar a página do processo que, já consumiu muito tempo com altíssimos custos financeiros em todos os sentidos. O Decano possui uma linda biografia. Graduou-se pela melhor Faculdade do país, passou em primeiro lugar no concurso para o Ministério Público, onde exerceu a função por aproximadamente vinte anos, ocasião em que no ano de 1989, foi indicado pelo Presidente José Sarney para ocupar a vaga do Supremo Tribunal Federal, permanecendo, até os dias de hoje na mais alta corte do judiciário. Na gestão do supremo, participou nos julgamentos de importantes processos, agindo sempre com a ética, moral e correta aplicação nos termos da lei. Caso julgue pelo acolhimento dos embargos infringentes, a nós, restará somente a profunda tristeza, jamais esperada. Se esse for o caminho, é necessário criar um outro órgão para sobrepor o STF. Seria Supremo do Supremo, ou melhor, MASTER SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL com novos magistrados indicados pelos juízes de carreira.

  270. Helio

    -

    17/09/2013 às 10:22

    Amanhã saberemos se o Dr. Saulo Ramos tinha razão … Ou se, ao contrário é um juiz coerente com os seus candentes discursos cntra os marginais do PT e de outros partidos da base de sustentação do governo.

  271. José

    -

    17/09/2013 às 10:21

    A divisão de votos no STF evidencia que aceitar ou não os embargos é uma escolha pessoal. Há argumentos em profusão para todos os gostos. E o gosto das cortes sempre foi a impunidade dos poderosos. Prevalecerá? Enquanto os doutos juízes se dizem dormir em paz com suas consciências, o povo continua sendo diuturnamente roubado. Amanhã é provável que o último juiz se conforme à banalidade de, em nome do Direito, impedir a aplicação do próprio Direito. Vaidade das vaidades, não há nada de novo sob o sol. As elaboradas sentenças condenatórias do ilustre ministro serão peças literárias a entupir os arquivos encardidos do tribunal. O STF não passa de um teatro de som e fúria. Findo o espetáculo, corre-se o chapéu.

  272. Ronaldo Benvenga

    -

    17/09/2013 às 10:20

    Como brasileiro honesto, Celso de Mello tem de votar contra os infringentes.O contrário,significa a vergonha total de um nação.

  273. BPI

    -

    17/09/2013 às 10:19

    O juiz que não deve ter lido as dezenas de milhares de páginas do processo do mensalão, ousa desqualificar os seus pares que PERDERAM MILHARES de HORAS analisando, estudando e comparando leis e pareceres correspondentes aos crimes em julgamento, É O REPONSÁVEL por toda essa trauma que vive a nação.
    Na ética da minha profissão, um profissional que não participou de um projeto deve abster de dar o seu voto e se criticar os votos dos seus pares será processado por INFRINGIR o Código de Ética da Profissão.
    Em 07/06/2013 o Dr. Barroso foi oficialmente nomeado Juiz do STF.
    Em 12/08/2013 o escritório que foi do advogado do novato FOI BRINDADO com um contrato de R$ 2,05 milhões sem concorrência pela Eletronorte por ser O ÚNICO ESCRITÓRIO de ADVOCACIA do Brasil a dispor de uma Especialista em Arbitragem.
    Essa desculpa de que o Dr. já não era mais sócio da empresa é uma desculpa esfarrapada:
    1º porque ele deve guardar uma quarentena (será que o juiz do STF não precisa guardar quarentena porque não consta de nenhum artigo da Constituição e ele julga de acordo com a Constituição EMANADA do POVO e não com o clamor do POVO?) e 2º porque o seu filho continua sendo sócio desse escritório.
    A Eletrobrás deve ter o seu departamento jurídico com centenas de advogados e a Eletronorte, a sua subsidiária idem, com quadro de dezenas de advogados especialistas em todos os tipos de processos.
    Se os seus advogados são TÃO INCOMPETENTES de não poderem defender a empresa em arbitramento é obrigação das estatais fechar os seus departamentos jurídicos.
    Quando precisar de QUAISQUER TIPOS de serviços de advocacia é só abrir concorrência que aparecerão centenas de empresas de advocacia concorrendo para prestar serviço a custo reduzido.
    A Eletronorte é subsidiária da Eletrobrás que mantém ações cotadas nas bolsas de São Paulo e Nova York (DJIA) de modo que a Eletrobrás é OBRIGADA A ENVIAR uma nota de UM FATO RELEVANTE notificando essas bolsas de que a sua subsidiária contratou um serviço de advocacia por R$2,05 milhões SEM LICITAÇÃO.
    Se não enviou esse FATO RELEVANTE a Eletrobrás será multada por essas 2 bolsas de modo que ESSE SERVIÇO ESPECIALIZADO irá custar ao bolso do CONTRIBUINTE BRASILEIRO MUITO MAIS DO QUE os R$2,05 milhões.
    A Eletrobrás é uma estatal cujo capital a MULTIDÃO ENTROU COM O DINHEIRO POR MEIO dos IMPOSTOS ESCORCHANTES que pagamos, essa mesma MULTIDÃO cuja voz NÃO INTERESSA ao NOVO JUIZ do STF cujo salário é pago pela MESMÍSSIMA MULTIDÃO.
    A Eletrobrás teve um prejuízo de R$6,8bilhões em 2012 (reflexo da redução da conta de luz que a PRESIDENTA nos presenteou para vencer as eleições cuja CONTA DOBRADA o mesmo eleitor irá pagar futuramente).

  274. Fellipe Dario Correia Lima

    -

    17/09/2013 às 10:19

    ReinaldoXXXXXXXX na cascuda!

  275. bereta

    -

    17/09/2013 às 10:17

    SR. FRANCISCO DA GAMA. Com a devida licença do blogueiro, pinço a sua confiança em Deus, lembrando que o Altíssimo, mesmo tendo eleito um povo para a divulgação e aplicação de suas leis, mandava os piores juízes e os piores reis quando esse mesmo povo escorregava e caia na prática da idolatria. Não somos o povo escolhido, embora digam que Deus é brasileiro. Talvez essa seja uma das grandes blasfêmias que se diz contra o Pai. Traze-lo para essa tribo é o fim. Nivela-lo como brasileiro, só mesmo cabeças iguais as nossas. Não faço pregação, mas apenas me aproveito de sua crença, pois está escrito que em Deus confia. Diante de tantos desmandos, de mais desmandos, todos aprovados pelo voto dito democrático dos brasileiros, não estaria Deus a nos enviar recados de que temos de sofrer muito mais ainda, até que o aprendizado seja completo? Como também está escrito na bíblia que a chuva cai no quintal do justo e do injusto, quem não concorda com esse estado de coisas sob o qual vivemos, acaba por sofrer as consequências dos atos de um mau governo. Tenho por hábito fazer essas comparações, embora não seja cristão. Acho muito difícil sê-lo. Mas entendo que o registro histórico, divino ou não, foi feito para mostrar a quem queira ver, que a repetição de atos insanos, atos inconsequentes sempre trará resultados funestos. E vivemos hoje o resultado funesto de uma má escolha. Havia o precedente do mensalão por ocasião da reeleição de Lula, mas fizemos ouvidos moucos. Havia a mesma mancha e elegemos Dilma. E tudo indica que será reeleita. Ontem li sobre o desejo de uma maranhense, que “tomara que o bolsa-família dure para sempre”. A força da propaganda foi tão grande que Lula permanecerá no ideário desses infelizes por gerações e gerações. As escolhas são coletivas, no caso. Nós, os descontentes, não temos para onde ir. Por isso que mencionei sobre essa tal democracia absoluta, onde o voto de apenas mais um, ou seja, cinquenta por cento dos votantes mais UM! define o destino do povo. E não adianta gritar. Amanhã, como se a história se repetisse, o Rubicão será transposto. Não temos um Cesar, mas temos um Celso de Mello, em cujas mãos estará o destino do país. Só Deus sabe o que acontecerá. Mas pode ser que a lição divina ainda precise de repetições. Somos como aquele aluno ruim em matemática, que não presta atenção na primeira explicação do mestre e interrompe a aula para pedir que o professor repita tudo outras e outras vezes. Até mesmo com os judeus, o Altíssimo perdeu a paciência. Há um registro onde ele convida seu povo:- ARRAZOEMOS. Só faltou falar que não aguentava mais tanta rebeldia. Abraços.

  276. Robes Mendes

    -

    17/09/2013 às 10:15

    Se Celso de Mello disser sim aos corruptos, eu direi não ao Brasil.

    Neste caso, pessoalmente entrego os pontos, desisto: o Brasil jamais deixará de ser esta quase continental república de bananas que é!

  277. LG

    -

    17/09/2013 às 10:14

    VOU REPETIR O QUE TENHO ESCRITO AQUI NAS CAIXAS DE COMENTÁRIOS HÁ UM TEMPÃO, MAS PARECE QUE NINGUÉM QUER VER (O BRASILEIRO NÃO LÁ UMA RELAÇÃO MUITO BOA COM A REALIDADE). ANOTEM AÍ: para além de se aplicar a pena assim ou assado aos mensaleiros, essa questão dos infringentes envolve um outro aspecto, muito mais grave e perigoso para todos nós. Refiro-me ao seguinte: O STF, ASSIM COMO AS DEMAIS INSTITUIÇÕES QUE DEVERIAM ENCARNAR A DEMOCRACIA, ESTÁ EMPURRANDO O PAÍS PARA UM BECO SEM SAÍDA. Sim, pois o brasileiro de bem, o brasileiro honesto, o brasileiro que não é estado-dependente e nem maracutaia-dependente, o brasileiro que trabalha e que paga esses impostos de agiotagem, já não podem mais contar com o Congresso Nacional, já não podem mais contar com as oposições, já não podem mais contar com a grande imprensa (vide a Rede Globo recentemente renegando 64. Que vergonha!), já não podem mais contar com a academia, já não podem nem mesmo contar com a cúpula da Igreja (na CNBB tem bispos mais comunistas que Lênin). Resta o Judiciário. Se a Corte Suprema confessar que a Justiça não tem força, nem poder e nem estôfo para dobrar a sanha totalitária do PT, então assistiremos ao inapelável fim do regime iniciado em 88, bem como teremos claro que os homens de terno e gravata não conseguem defender a democracia e muito menos a Nação. Será lídimo, a partir daí, que os brasileiros de bem voltem os olhos para os homens de farda, que passarão a constituir a única barreira entre o nosso filetinho de democracia e a venezuelização do país. Como os petistas sempre sonharam, estaremos de volta a 64. Por isso digo: se os infringentes forem aceitos, o país será empurrado para um beco sem saída. Espero, sinceramente, que o sr. Min. Celso de Mello esteja atendo a essa questão. A DEMOCRACIA AINDA PODE SER SALVA ATRAVÉS DOS CANAIS DA PRÓPRIA DEMOCRACIA. SE OS MENSALEIROS DOBRAREM O STF, A DEMOCRACIA INICIADA EM 88 ESTARÁ MORTA. RESTARÁ SOMENTE A DEFESA DA NAÇÃO, O QUE APENAS OS HOMENS DE FARDA PODERÃO REALIZAR. É UM FILME QUE EU JÁ ASSISTI E QUE POSSO DIZER COM CERTEZA: O FINAL NÃO É FELIZ…

  278. Observadordepirata

    -

    17/09/2013 às 10:14

    Lí o relato de uma mãe desesperada, por seu filho estar preso há 4 anos sem julgamento, mesmo sendo réu primário. O habeas corpus é sempre negado! Seu crime: furto. Já os super bandidos e mafiosos do mensalão, quase uma década depois aguardam a decisão final do julgamento, para ter , quem sabe, meses depois o decreto de prisão, no conforto de seus lares. Muitos ainda fugirão, com certeza. Que leis são essas? Realmente o Brasil tem cidadão de primeira e segunda classe. Isso é inegável! VERGONHOSO.

  279. marcelo aranha sousa pinto

    -

    17/09/2013 às 10:13

    Fundamentalistas antiutópico de qualquer sociedade realista x logística sustentável de país !

    1. ) As instituições precisam se organizar para uma “logística sustentável de país”, extraindo do seu pluralismo político, a existência razoável da noção de que todos os partidos têm direitos iguais de exercer o intercalar o poder.

    2. ) Existe uma pratica no Partido dos Trabalhadores, de cunho utópico-semântico, em que o próprio PT, e “só ele”, representaria o futuro bipolar nas elites do judiciário; só ele representaria o futuro em favor ou contra as elites dos fundos de pensão; só ele representaria o futuro bipolar nas elites dos sindicatos; só ele representaria o futuro nas elites dos partidos de perfis bipolar de esquerda; só ele representaria o futuro contra à favor dos profissionais liberais = classe média; só ele representaria a bipolaridade tributária contra os pagadores de impostos (pobres e ricos); só ele representaria um futuro em favor das elites das Ong’s; só ele representaria o futuro reencarnado da opinião pública manipulável , ou seja, “só ele” representaria a realização da história da história da história do Brasil.

    3. ) Essa megalomania funcional se choca de frente com o “fundamento antiutópico da democracia”. Se assim pensam que pensam que pensam que o fazem, não chegarão a lugar algum … pois “não haverá leis” que possam e devam ser “respeitadas e obedecidas” por imposição ou corrupção à sociedade.

    4. ) Nenhum partido tem a verdadeira história. Partidos podem ter, no máximo, verdades circunstanciais de momento, maiorias políticas que revelem o que eles têm de humanismo pragmático: uma verdade temporária, efêmera, que vale enquanto consistente em credibilidade e enquanto não for desmoralizada pela própria sociedade.

    5. ) A discrepância do PT colide com o concreto. Imaginou-se uma verdade transcendente, ou agora … uma verdade ultrapassada por suas circunstâncias. A coexistência com este perfil de partido – que já se fez conservador de suas vaidades – não mudará o sistema político brasileiro, não mudará o rito jurídico-processual, não mudará o infernal sistema penitenciário, portanto, não há como colocar na cadeia 80 ou 90 milhões de pessoas, assim: quer sonharam ou queriam, NUNCA conseguirão encurralar e/ou “colocar na cadeia” uma sociedade pluralista.

  280. The Wall

    -

    17/09/2013 às 10:12

    No voto de ministro Celso de Melo, não é animadora a expectativa, sem dúvida. A pressão pública do PT, com ameaças públicas veladas, não acontece apenas agora, mas ao longo do processo, embora no momento sejam, digamos, menos veladas. É o tipo de jogo de ditaduras de qualquer espécie usaram e usam antes de sua total instalação. O voto do ministro na decisão dos embargos infringentes será o grande divisor de águas, entre “estado de quadrilheiro” e o “Estado de Direito”. Ministro, então, diga ao povo a que veio e como ficará a sua biografia na história. A sua consciência cívica vale mais do que as ameaças. O povo, enganado por bolsas e ignorância de um Estado que não cumpre o seu papel de educá-lo sem viés político, não merece uma posição favorável aos indecentes embargos infringentes.

  281. alano

    -

    17/09/2013 às 10:09

    Bem Reinaldo, fato é que a “pizza” acredito, não vai ser servida das mãos do Ministro Celso Melo, brilhante decano do STF, de certo, vai preservar o prestígio da Suprema Corte perante os brasileiros.

  282. Deryck

    -

    17/09/2013 às 10:08

    Reinaldo, qual a sua opinião sobre isso?

    “LAMENTÁVEL
    Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), redigiu mensagem sobre a morte de Luiz Gushiken, ex-ministro de Lula que foi incluído no mensalão e terminou absolvido. “É lamentável que, mesmo inocente, Gushiken tenha sido condenado antecipadamente por muitos e forçado a penar em uma ação que em si mesmo já é uma pena, como bem retratou o grande jurista italiano Francesco Carnelutti em ‘As Misérias do Processo Penal’.”

  283. Silvio

    -

    17/09/2013 às 10:02

    Como se costuma inapropriadamente dizer-se, a grande midia já não tem mais dúvidas. O ministro Celso de Mello acatará e dirá sim ao embargos infringentes. Para essa gente o jogo já acabou antes mesmo do apito final do árbitro.Pode ser que estejam certos. Pessoalmente recuso-me a acreditar que o decano venha a decidir pelo sim. Primeiro pela sua estória cuja biografia lhe confere um alto padrão de honradez e culto pelos valores republicanos. Competente como é deve ainda ter somado aos seus argumentos a exposição da ministra Carmem Lúcia que não deixa margem para que se conceda tal benefício a marginais de carteirinha. Tenho certeza que amanhã o Brasil do que hoje.

  284. Alex

    -

    17/09/2013 às 10:02

    Celso de Mello decidirá se na suprema corte temos juízes ou palhaços que fazem um show de anos para não levar a nada ou para endossar a impunidade dos poderosos que podem dar-se ao luxo de infinitos recursos. O nome do grande poder é José Dirceu, já bandido, chefe de quadrilha e ainda poderoso, poder este que não pode ser comentado a céu aberto, fosse outro, nunca existiria tanta celeuma. O que é absurdo e não se fala? Primeiro é o fato de termos juízes ideológicos e partidários, na maior cara de pau! Toffoli é vassalo do PT, amigo pessoal do réu, e além de não se dizer impedido, outros participam da pantomima, fingindo que ele julga conforme a lei e não conforme a conveniência do amigo e antigo patrão e patrono, é um acinte! O papel de revisor de Lewandowsky foi patético, deixou claro que não defende uma tese mas um réu, independente do que diga a lei, os novos, Fux, Zavasky e Barroso foram colocados no cargo claramente para serem vassalos, mas Fux rebelou-se e foi lembrado publicamente que teve que fazer rapapés a José Dirceu para ser empossado no cargo… os outros não se rebelaram. O mensalão era a cooptação do legislativo de forma lateral, o que ocorre hoje no supremo? Existe analogia? É o mesmo chefe de quadrilha?
    Mais que decisão técnica, Celso de Mello tem um dever moral, mostrar a quem se verga o poder da corte, à lei como deve ser, ou aos poderosos. A nós cidadãos resta apenas a rebelião contra os demiurgos que se pretendem donos do estado, corrompendo a instituição.

  285. eremita

    -

    17/09/2013 às 10:01

    Min. Celso de Melo, há milhares de presos por faltas infinitamente menores. Não é uma jurisprudência a considerar?

  286. bruna

    -

    17/09/2013 às 10:01

    Precisamos levar esta onda de insatisfação é para nossas famílias, colegas de trabalho,vizinhos e a comunidade em geral, para que possamos alterar esta real situação através do voto no ano que vem em 2014, eu sei que vai ser difícil, pois é muita gente ganhando todo tipo de “BOLSA”. Eu leio os comentários das notícias de política de todos os sites, e noto que muita gente quer mudar seu voto, mas fica indeciso, pois as opções são de lascar. Ora,temos que dar uma basta e votarmos em outra opção, que seja o Aecio ou o Serra, se não der certo votaremos em outro.PRECISAMOS PARAR DE ACREDITAR EM SALVADORES DA PATRIA,PRECISAMOS PARAR COM A CULTURA DO IMEDIATISMO, PRECISAMOS ACREDITAR QUE TEMOS PODER DE MUDAR O AMANHÃ, ATRAVÉS DO VOTO, MESMO QUE ESTE AMANHÃ SEJA DE MEDIO A LONGO PRAZO PRAZO. DISPERDIÇAMOS TEMPO DEMAIS, CHEGA DE PT CHEGA DE SARNEYS, DE CALHEIROS, DE BARBALHOS E DE TANTOS OUTROS.

  287. Maria

    -

    17/09/2013 às 9:59

    Celso de Mello não tem família, bons amigos, não, pra aconselhá-lo numa hora dessa? Porque se eu sou a mulher desse cara eu já teria lhe cortado a sopinha, os remédinhos, o escalda pés, a poltrona preferida, os chameguinhos, escondido seus óculos, feito misérias.

  288. bereta

    -

    17/09/2013 às 9:58

    “TODOS OS REGIMES AUTORITÁRIOS LATINO-AMERICANOS SÓ SE INSTALARAM PARA VALER QUANDO PASSARAM A DOMINAR SUAS RESPECTIVAS CORTES SUPREMAS. A NOSSA AINDA RESISTE”.
    E o povão, estará ele preocupado com isso? Até o cachorro da fábula percebeu que o amigo da cidade exibia marca da coleira no pescoço. E nossos burros, perceberão que LIBERDADE não é o direito de tomar cerveja a qualquer hora? Entenderão que LIBERDADE é o bem mais precioso que existe e que merece cuidados especiais? Ou acredita que com a implantação desse regime espúrio todos ficarão ricos e todos os ricos ficarão pobres? Que cada um vai ter o direito de molhar suas mãos no petróleo do pré-sal? Idiotas.

  289. Regina

    -

    17/09/2013 às 9:58

    Fala bonita e mansa do Ministro, que nunca teve dó de classificar os membros do Mensalão dos adjetivos mais esdrúxulos, vai proferir um voto HISTÓRICO e para ficar na história o Ministro não vai fazer uma ESTÓRIA (segundo Michaelis).

  290. marcio moura

    -

    17/09/2013 às 9:58

    Reinaldo, não está 5 X 5, NA VERDADE ESTÁ 2 X 1.

    2 para bolivaristas.. (Dilma e congresso)
    1 para democracia…(judiciário)..

    O Volto do ministro Celso de Melo representará a manutenção ou não da democracia no país.

  291. Gaga

    -

    17/09/2013 às 9:56

    Está na hora de fazer valer a verdadeira democracia. A indicação de um ministro do Supremo por apenas uma pessoa (Presidente), para posterior aprovação do Senado, que na prática apenas chancela a indicação, não atende esse princípio democrático. No mínimo essa escolha deveria ser por representantes do meio jurídico (CNJ, OAB, etc), e o indicado passar por uma sabatina de verdade, sem salamaleques.

  292. Francisco da Gama

    -

    17/09/2013 às 9:55

    Ainda acredito (velhinho de Taubaté?) que Celso de Mello amanhã não vai acatar os infringentes apesar da declaração dele, se consideramos o conjunto de sua obra na AP470 (ele foi o mais contundente acusador dos crimes mensaleiros e o mais indignado) e o fato de que a situação agora é OUTRA daquela quando ele fez a declaração (em 2 de agosto?). O STF tá dividido (como bem disse Maro Aurélio)… e NÃO ESTAVA antes da entrada de mais dois agentes do PT. Acatar os embargos infrigentes é, na prática, votar com os “novatos” e libertar do xilindró os quadrilheiros. O resultado da votação do dia 18 muda a História do Brasil. E o Ministro Celso mostrou-se, ao longo detodo o julgamento, preocupado com a impunidade para os poderosos ….. In God we trust! Seja feita a vontade dEle!

  293. João

    -

    17/09/2013 às 9:50

    A resposta do Celso de Mello, embora relevante historicamente e do ponto de vista da justiça, é irrelevante para um fato: o PT está prestes a Itamaratizar completamente o STF. O que significa trocar juízes por militantes petistas. Assim que sair o próximo juiz e entrar o próximo militante, já era.

  294. Francisco Neto

    -

    17/09/2013 às 9:50

    MINISTRO CELSO VOS PEÇO OUTRA VÊS, NÃO DEIXE MEU PAÍS SEGUIR O CAMINHO DA VENEZUELA.

  295. Chacon

    -

    17/09/2013 às 9:49

    Ok. Os Petistas creem que o STF tem que levar em conta política? Ok. Então devo entender que o STF, e mais especificamente o Ministro Celso tem que levar em conta que o mensalão, que eu me lembre, foi o único grande delito do PT que foi a julgamento, e que por trás de toda a história dessa gente, há outrs crimes, sequestros, roubos, homicídios, que querem agora com a comissão da verdade dar caráter criminoso só para um lado. É esquecer que essa gente é ligada às FARC e que as FARC, sequestra, mata,m trafica, etc etc. Na miunha opinião, Zé Dirceu e Genoino representam tudo isso, se não representassem o PT não estaria tão preocupado. Eu não sei o que vai na mente deste Ministro, mas sei que se aceitar os embargos vai dizer sim ao crime, e não só do Mensalão. Abraço.

  296. Silvia

    -

    17/09/2013 às 9:47

    Bom, Celso de Melo apta por sua consciência “pelos infringentes que não constam da Constituição” e contra um povo abandonado pela justiça. Ou será que levará em conta o desejo de todo um povo? Vamos aguardar, nosso futuro está nas mãos deste Senhor.

  297. Adair G. Baccin

    -

    17/09/2013 às 9:47

    Pois é !!!! Muita expectativa. Confesso que não aposto nenhum centavo nem pelo SIM e tampouco pelo NÃO. MINHA OPINIÃO PESSOAL: O ministro Celso de Mello, vai iniciar o voto, baixando o pau (assim mesmo “baixando o pau”) nos quadrilheiros, vai desqualifica-los o quanto puder e coisa e tal, capaz até de dizer que a pena ´foi pequena, mas ao final vai dar provimento aos infringentes. Gostaria de estar errado, mas é assim que vejo a coisa.

  298. Francisco Neto

    -

    17/09/2013 às 9:47

    MINISTRO CELSO DE MELO VOS PEÇO, SALVE O MEU PAÍS!!!

  299. Chacon

    -

    17/09/2013 às 9:47

    Ok. Os Petistas creem que o STF tem que levar em conta política? Ok. Então devo entender que o STF, e mais especificamente o Ministro Celso tem que levar em conta que o mensalão, que eu me lembre, foi o único grande delito do PT que foi a julgamento, e que por trás de toda a história dessa gente, há outrs crimes, sequestros, roubos, homicídios, que querem agora com a comissão da verdade dar caráter criminoso só para um lado. é es

  300. EMS

    -

    17/09/2013 às 9:46

    é assim no Sindicato Brasil. Rezemos para que Celso de Mello não tenha se filiado e lhes apresente resposta condizente com o castigo que merecem.

  301. Fabio

    -

    17/09/2013 às 9:45

    Já era tio Rei. Celso de Mello vai votar pelos infringentes, ainda que o faça por convicção própria, não por ter sido comprado pela petezada.

  302. CDPLAY

    -

    17/09/2013 às 9:43

    A questão não está em saber o voto do Ministro de Celso de Mello. A justiça brasileira está desmoralizada em todos os níveis. O pessoal do mensalão não está nem aí. Todos já se conformaram, pela causa, pelo partido, em cumprir cadeia. Aliás, reformada na surdina, ou seja: mordomia para eles.
    Por outro lado, considerando os benefícios da lei, com bom comportamento, a pena fica reduzida para 1/6 do tempo. Salvo o Marcos Valério (o verdadeiro bode expiatório que vai servir para dignificar o STF kkkkkkk), a maioria não passa de 02 anos e voltam as suas vidas sem ser incomodados e se bobear, viram heróis nacionais. Para mim, os embargos não passam. Não para dignificar os brasileiros honestos. Apenas para que o assunto não seja explorado pela oposição. Caso contrário, ela terá munição farta para interpelar o PT, que indicou 08 dos 11 ministros, sobre a impunidade de seus integrantes mais importantes. Cadeia foi feita para os cidadãos comuns, simples assim.

  303. Marília

    -

    17/09/2013 às 9:42

    Minha intuição somada à fleuma dos votos do digníssimo ministro Celso de Mello diz o seguinte: ele vota contra os infringentes! Infringentes que infringem a dignidade, isto sim!!!

  304. Silva

    -

    17/09/2013 às 9:41

    “Quatro companheiros de maior valor estarão dependendo da decisão de um homem, que está sendo pressionado
    pela grande mídia para que não acolha os embargos infringentes, que darão a possibilidade de um novo julgamento para esses companheiros que foram condenados injustamente, linchados moralmente”, disse Falcão.
    Os outros candidatos seguiram na defesa dos condenados. O deputado Paulo Teixeira (PT-SP), secretário-geral do partido, disse esperar o provimento dos embargos, “para que possam ser revistas as condenações e possa se fazer justiça a todos aqueles companheiros”.
    Valter Pomar cobrou que a corte “faça valer o Estado de Direito, e não o Estado da direita, como parte dos
    ministros preferem”. Serge Goulart conclamou o partido a “iniciar combate nacional pela anulação da sentença”.
    COMENTO:
    1)Quando o Rui Falcão, Ladrão-Mor do PT, fala dos “quatros companheiros de maior valor”, ele afirma que são os quatro maiores ladrões do Brasil, os quais foram condenados pelo extinto Superior Tribunal Federal.
    2)Eles não foram linchados e sim tiveram suas defesas conforme a ex-Constituição Federal do Brasil, porém seus crimes foram aceitos.
    3)Esses vagabundos, mas vagabundos mesmos, ladrões, corruptos, trapaceiros e assassinos do PT mereciam serem todos fuzilados para servirem de exemplo com se exterminar um mau nocivo a uma população. Temos que formar milícias de começar a exterminar esses vermes, só assim teremos um Brasil mais desenvolvido.
    4) Vamos nesta quinta-feira dia 19 de setembro para a frente do extinto STF com exemplares da Constituição Brasileira para rasgá-las e depois vamos jogá-las, pois ela não serve para merda nenhuma. Senhor Ministro Celso de Mello, o senhor poderá mudar o destino do Brasil, póis não queremos ver o nosso grandioso país se tornar uma “VENEZUELA”, salve-nos.

  305. Marcionílio Sales

    -

    17/09/2013 às 9:41

    Sou fã do Celso de Mello, mas, qdo penso q ele votou contra Ficha Limpa e por absolvição de Collor, penso q, às vezes, ele se enrola e o seu discurso fica maior q a sua estatura de homem de bem. Espero q, para o bem do nosso querido Brasil, no voto q proferirá amanhã, ele seja coerente c o discurso q fez acerca do mensalão! Nossa pátria espera continuar admirando esse grande ministro!

  306. NETO DA BAHIA

    -

    17/09/2013 às 9:36

    A resposta que o Ministro Celso de Mello deve dar é a quer todo Brasil espera, Condenar impiedosamente esses impuros que queriam se apoderar de Brasília, e por extensão todo Brasil. Se o ministro assim fizer estará dizendo para todos políticos de todos os partidos que em nosso país existe mais espaço para a ladroagem X impunidade. FORÇA E CORAGEM MINISTRO CELSO.

  307. Antonio

    -

    17/09/2013 às 9:35

    Não entendo como o ministro Celso de Mello pode votar a favor de toda essa sujeira repugnante.Estamos a um passo da desmoralização total do judiciário brasileiro.Não lembraremos de Celso de Mello como o magistrado digno e justo, que sempre pareceu ser, mas aquele que deu o golpe fatal em nossa justiça e nossa democracia.

  308. Anónimo

    -

    17/09/2013 às 9:35

    REINALDO ontem foi aprovada como um raio uma PEC no senado em dois turnos no mesmo dia regulamentando a propaganda eleitoral, é extremamente draconiana com a oposição e LIBERA GERAL para o governo, extingue as penas de cadeia para quem faz boca-de-urna ( agora ficará uma multa ridícula ) e libera “pesquisas de boca-de-urna” e qualquer outra DENTRO DO DIA DA ELEIÇÃO e durante o pleito e até carros de som, passeatas, carreatas e normalmente para ajudar o candidato governamental ( se for oposição a lei do silêncio municipal pune barulhos ).
    MOVIMENTOS SOCIAIS ( petralhas ) terão total liberdade de abordar eleitores que vão votar para mudar seu voto e o último dia de propaganda eleitoral na TV, creio que seria propaganda eleitoral paga ou mensagem da presidência da república, ao PSDB só existirão as mensagens do governador ( SP MG ) e inserção do candidato ( eu creio que os canalhas do PT não colocarão ” O CANDIDATO À REELEIÇÃO PODERÁ FAZER DISCURSO EM REDE NACIONAL DE TV “).

  309. ANTONIO CIRILLO MARTINEZ

    -

    17/09/2013 às 9:32

    ministro você vai chutar um pênalti no ultimo minuto de segundo tempo, ve se não erra

    manda esses quadrilheiros para cadeia
    contra infrigentes

  310. marcos cezar

    -

    17/09/2013 às 9:31

    Em pleno julgamento do mensalão temos mais um desvio de 40.000.000,00 no ministerio do trabalho.Qual a menssagem que o ministro Celso de Melo vai dar aos L A D R O E S;:G U A R D E M U M A P A R T E D O R O U B O P A R A P A G A R O S A D V O G A D O S E O R E S T O N Ó I S G A R A N T E.

    SE ISSO ACONTECER JAMAIS ACOMPANHAREI QUALQUER JULGAMENTO DE QUALQUER TRIBUNAL DESTE NOSSO PAIS E PASSAREI A USAR A FRASE DE MINHA AVÓ “E T U D O F A R I N H A D O M E S MO S A C O”

  311. CDPLAY

    -

    17/09/2013 às 9:29

    Já disse em algumas oportunidades: que absolvam os réus para poupar o dinheiro do contribuinte. Mesmo condenados, o Teori, Dias Tófoli, entre outros vão forçar para barra para reduzir as penas.
    E, por favor, mais uma vez: desliguem as câmeras do STF e de qualquer outra coisa, pois é dinheiro público jogado fora. Já basta o dinheiro que gasto neste mensalão, a população não tem que arcar com outras despesas inócuas. na oportunidade de corrigir os rumos deste país, os juízes fazem justamente o contrário, é uma lástima.

  312. Lucia da Costa

    -

    17/09/2013 às 9:27

    Tem dias que dá um desânimo. Dois ministros impecáveis e com saúde foram aposentados Ayres Britto e Peluso e não puderam terminar o julgamento do mensalão. No lugar deles, Teori e Barroso – que queriam prestar serviço aos donos do poder e entraram para questionar o próprio julgamento. E se uniram aos companheiros Lewandoski e Toffoli. Os dois novatos se unem aos dois veteranos nas lides petistas e chegaram para profeir sentenças contra o processo de que não participaram. Ok, vocês venceram. Tudo não passou mesmo de uma piada de salão, não é mesmo Delúbio? Eles têm a força e a gritaria de quem se alimenta na boca do caixa. E tudo isso porque o Celso de Mello tem que ser fiel a uma opinião de “embargos infringentes” que vai servir para deixar a turma da lambança feliz da vida. ‘Os urubus passeiam sobre nós’…

  313. o fantasma de CELSO DANIEL

    -

    17/09/2013 às 9:25

    Quem é de DIREITA e quem é A ELITE hj no Brasil!??? Ora bolas, o PT e seus partidários… estão milionários, só andam de jatinhos e carros importados… só q são uma direita perniciosa e ParasiTa, pois vivem NÃO DO SUOR E DA LABUTA, mas DO SUOR E DA LABUTA dos OUTROS!!!!

  314. ricardo carvalho

    -

    17/09/2013 às 9:25

    Ministro Celso de Mello. No dia 16 de novembro de 2006, a
    empregada doméstica Angélica Aparecida de Souza, 19
    anos, foi pega roubando um pote de margarina ( 200 gramas )
    que custava R$3,10, para matar a fome de seu filho de 2 anos.
    Ficou 4 meses na cadeia. Angélica, uma mulher feia, negra e
    pobre. A Lei foi dura com ela, que roubou para matar a fome
    de uma criança. Graças a um advogado, que nada cobrou,
    ela foi solta, diante de uma Justiça implacável, dura e violenta.
    Angélica, não teve à seu favor, uma luxuosa banca de
    advogados, como os envolvidos no mensalão. Hoje, não se
    fala mais no Caso Angélica. Fala-se muito do mensalão, cujos
    acusados, ricos, bem vestidos e brancos, roubaram milhões
    de potes de margarina… e estão prestes a zombar da Justiça.
    Angélica não teve direito ao estudo, muito diferente dos
    mensaleiros : letrados e viajados. Faço esse paralelo, para
    mostrar que neste País do faz de conta, os amigos e ricos recebem
    os benefícios da Lei. Aos pobres cabe tão somente seus rigores.
    Amanhã, é o dia “D” da Justiça Brasileira. Ela estará ao lado da
    pobre Angélica, ou dos ladrões de gravata ? Quem merece mais
    respeito ? Zé Dirceu e quadrilha ou a pobre Angélica. Ela pegou
    um pote de margarina para matar a fome de uma criança, enquanto
    a quadrilha do PT matou de fome milhares de crianças. Ministro
    Celso de Mello, Pense nisso.

  315. luiz

    -

    17/09/2013 às 9:20

    Se entendi direito, a maioria dos ministros que ali estão ( STF ), não estão por competência, mas sim por favor. Só que os cinco que estão a favor dos embargos, não tem moral para ocuparem este cargo tão importante.
    PT, PARTIDO DA ÉTICA E DA MORAL.
    FORA LULA, FORA DILMA, FORA PT.

  316. Maria

    -

    17/09/2013 às 9:17

    Eu ainda não acredito, a esperança é a última que morre, que Celso de Mello irá se comportar como um velho turrão e teimoso. Tanta esperança, prá tudo acabar na quarta-feira.

  317. Lucaveira

    -

    17/09/2013 às 9:16

    Sempre tentei manter uma certa distância dos dos estados de espírito deletérios, pessimismo e otimismo sem limite nos tornam chatos e previsíveis. Desde o começo do julgamento do mensalão ouço todo tipo de comentário, o mais frequente era pessimista em relação a punição dos réus, como justificativa única, isto é Brasil meu chapa !
    Pois é, isto é Brasil meu caro Reinaldo.

  318. gilberto-rb

    -

    17/09/2013 às 9:16

    Reinaldo, na minha modesta opinião…se esses vagabundos tivessem roubado um pote de margarina já estariam presos a muito tempo.entenderam?

  319. cazoba

    -

    17/09/2013 às 9:12

    Que canalha esse rui falcão!Nem conseguir ler o texto todo de tanta raiva.Em toda lugar que vou,se rolar politica falo que esse PT é uma quadrilha.FORA BANDO DE LADROES!!!!

  320. Claudia Tavares

    -

    17/09/2013 às 9:09

    Mas ele ja mandou recado que vai acatar os embargos infrigentes.E diante dessa certeza que eles vem comemorando, que estao rindo.Rindo da nossa cara, rindo que transformaram sim o Brasil em Venezuela.Povinho frouxo!

  321. Marília

    -

    17/09/2013 às 9:08

    REVISAR digitação em: O ataque os ministros independentes…

  322. Anônimo Paulistano

    -

    17/09/2013 às 9:07

    A escolha é simples: ou o ministro Mello votará contra o estuprador de instituições ou votará a favor do estuprador de instituições, se a opção for a segunda seremos Nova Cuba, só que em proporção continental.

  323. Cristina Almeida

    -

    17/09/2013 às 9:05

    Dilma, a dona do poder, escolheu a dedo os ministros Roberto Barroso e Teori Zavaski. Eles se uniram a dupla ‘isenta’, no conceito de Janio de Freitas: Lewandoski e Toffoli. Um quarteto a serviço do PT. E eles estão com tudo: é a hora da virada. ok, vocês venceram.
    É preciso urgentemente mudar o processo de escolha dos miistros do Supremo que ficam atrelados aos donos do poder. Lula e Dilma nomearam toda a corte atual com exceção de Celso de Mello, Marco Aurélio e Gilmar Mendes, conforme vc destacou acima. E Lula e Dilma querem a gratidão como moeda pela indicação. Dai que o Lewandoski e o Toffoli já estão com a coluna curvada de tanto reverenciar à dupla de plantão do poder. Agora revezam com os novos companheiros: Teori e Barroso.
    Lula considera Barbosa e Fux traidores porque não fizeram o que seu ‘mestre’ mandava. Apesar do desânimo, um forte abraço para Joaquim Barbosa, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Carmem Lúcia e Luis Fux. E um saudoso à coragem de Ayres Britto. E também para Celso de Mello. Pena que sua tese dos infringentes vai deixar os infratores da lei à solta.

  324. -

    17/09/2013 às 9:03

    Será que ele, Celso de Melo já recebeu ordem do Sarney para aceitar os embargos, afinal foi o Sarney quem o colocou no STF.

  325. Alexandre Minas Gerais

    -

    17/09/2013 às 9:03

    Caso o povo reeleja a presidANTA, o Brasil caminhará para a “Venezuelização”, pois a PeTralhada terá o domínio dos 3 poderes da república. Acorda “oposição”!!

  326. Ferreira Pena

    -

    17/09/2013 às 9:00

    Reinaldo, antes você afirmava que os embargos infringentes não caberiam e inclusive já não eram aplicados nem no STJ, agora você afirma que o Celso de Mello “dispõe de amparo na lei para fazer uma coisa ou outra (sim ou não);”. A conclusão a que cheguei, é que nossas leis podem ser usadas a bel prazer, dependendo de quem está sendo julgado. De minha parte, nunca confiei nesse ministro, que foi muito contundente em suas apreciações durante o julgamento dos quadrilheiros. Mesmo assim, nunca consegui apreciá-lo, sempre tive dúvidas de suas atitudes e opiniões. Vamos ver em que vai dar. Se disser sim aos infringentes, ninguém vai reclamar por isso nem irá às ruas. Já estamos num regime de força, onde não existe nem povo nem oposição pública.

  327. Cris azevedo

    -

    17/09/2013 às 8:59

    O sinistro Gilbertinho já anda dizendo que “é só caixa 2″. Vai ver, aposta também na aceitação dos embargos e na “defesa”do MTB, com este argumento que é…crime.
    Francamente, não sei o que pensar. Li no Claudio Humberto (e só lá!) que os ministros foram ameaçados, bem como suas familias, e que a PF vai investigar isso. A PF? Hummmmmmmm… se investigarem como ainda investigam a Rose…
    Tudo depende de quantos e quais esqueletos Celso de Mello pode ter no seu armário. Espero que nao haja nenhum!
    Como lidamos com gângsters, bandidos, é possível mesmo que as ameaças sejam graves. Celso Daniel que o diga, né?

  328. pedrusko

    -

    17/09/2013 às 8:57

    A prepotência de um homem afundou o Titanic e a de outro, o Costa Concordia. O Brasileiro espera, em Celso de Mello, um exemplo de cidadão magnânimo.

  329. aNTONIO

    -

    17/09/2013 às 8:56

    Coragem Ministro Celso de Mello.

  330. Marcio de Pinho

    -

    17/09/2013 às 8:56

    O ministro Celso de Mello pode ter suas honestas convicções no acolhimento dos embargos infringentes. Afinal, é uma escolha técnica que possui argumentos lógicos tanto para o sim como o não. Porém, o detalhe subjacente que deve estar em jogo é a quantidade e, principalmente, a qualidade de votos divergentes na condenação dos atuais réus. O regimento interno estabelece quatro. A realidade crua é que o ministro Dias Toffoli não poderia jamais contar como quarto voto; embora fosse ex-advogado e subalterno do PT, sob comando de José Dirceu, ele participou do julgamento indevidamente, anti eticamente, e nenhum juiz levantou esta questão, esperando, em vão, maior dignidade por parte dele. Assim, o seu voto é sempre suspeito quanto à cúpula do PT. A participação deste ministro é tão parcial que apresentou, na discussão dos embargos declaratórios, uma dosimetria original de pena ao réu José Dirceu, que ele absolvera em seu voto, o que o tornou mais suspeito ainda, em claríssimo desrespeito ao trabalho pregresso do STF. Quando ele se pronunciou naquela ocasião, achei que se tratava de deboche ou ironia, mas me enganei; tratava-se de falta de decoro mesmo. Se muitos, como eu, percebem a verdade ululante, estes fatos não são de forma alguma despercebidos pelo ministro Celso de Mello e contando com sua experiência, convicção e hombridade creio que vai colocar os devidos pingos nos is e demonstrar que a justiça, na figura do STF, é o último poder onde o aparelhamento ideológico e corrupto ainda não aconteceu majoritariamente. Em um manifesto virtual, alcemos a placa “NÃO É PELOS EMBARGOS INFRINGENTES”.

  331. Tião bento,Rj

    -

    17/09/2013 às 8:56

    Arnaldo jabor acha( com quase certeza ) que Celso de Mello, dirá sim aos embargos. Eu também. Não tem nada ruím que não possa piorar. Mas amanhã, o brasil muda, afirma o cronista, eu também acho. Você num post abaixo deste fala de Jãnio de Freitas, que coisa, dá gosto ver como colunistas deste tipo baba naguilo do governante, conhecendo a pessoa eu leio ou não perco tempo lendo, não conhecendo leio parte da introdução que nomalmente procura dispersar, identificando isso, vou para a conclusão, e deleto, ou até leio, às vezes é só confusão mesmo e há algum conteúdo. seja como a agonia ainda não foi abolida pelos petistas, amanhã será o dia da maior de todas para os réus, que já sofreram bastante neste sete. Acaba para nós e para eles, de toda forma, vá com Deus mensalão, que nós vamos também.

  332. Flavio Dimas Franzoi

    -

    17/09/2013 às 8:56

  333. roberto

    -

    17/09/2013 às 8:54

    Se este partido tomar o Estado do Rio de Janeiro e o Estado de São Paulo nas próximas eleições vamos ver a verdadeira caras desse companheiros.

  334. Carlos Pommer

    -

    17/09/2013 às 8:54

    Reinaldo, esse julgamento nunca deveria ter começado. Só serviu para desmoralizar publicamente o STF. Você sinceramente acredita que José Direceu já não estaria em Cuba se corresse risco de ser preso? Ele sabe que nada acontecerá. Tudo favas contadas e muito dinheiro rolando nos bastidores.

  335. carioca comunizado pelo PT

    -

    17/09/2013 às 8:53

    O ILUSTRE JUIZ CELSO MELLO com certeza vai impedir essa agressão comunista-mensaleira contra a maior corte de JUSTIÇA do BRASIL, a Nação-Brasil que tem CONSTITUIÇÃO, BANDEIRA e HINO e, principalmente, brasileiros que clamam por JUSTIÇA. BILHÕES de R$ desviados dos cofres públicos para enriquecimento dos petralhas, dinheiro que faz muita falta na precária SAÚDE, falta de médicos, escolas decadentes e, VIOLÊNCIA URBANA grave e epidêmica como classifica a OMS. O mais importante é a Nação-Brasil, essa petralhada e as suas redes de esgoto(e, dutos de mensalão) vão se destruir ao longo dos anos pela IMORALIDADE.

  336. washington P de Oliveira

    -

    17/09/2013 às 8:46

    Caríssimo Reinaldo Azevedo, parabéns pelo excelente texto.

    Ministro não se pressiona, mas pedir, sim.

    Já passou da hora do petismo corrupto, citado por você, para com este deboche de acusar a imprensa e seus desafetos políticos, posto que a maioria avassaladora da sociedade está contra eles, mas quem fala por ela, nos fora as redes sociais, é a mídea.

    Qto ao voto do Ministro Celso de mello, amanhã, há duas alternativas; ou ele rejeita o nojento pedido de novo julgamento e vai para a nossa história como um de nossos primeiros vultos, ou aceita o novo julgamento, e irá para o limbo da mesma história, como o traidor da Pátria, Silvério dos Reis, da maior jornada patriótica de nosso país – A INCONFIDÊNCIA MINEIRA – em que Tiradentes, o maior vulto de nosso história, deu a vida por apenas 20% de impostos e taxas cobradas, pela coroa portuguesa.

    O momento é extra e capital gravidade, razão pela qual o povo deve encher a praça dos Três Podes, de modo ordeiro e pacífico, e relembras as grandes crises de nossa história, que esta esta do MENSALÃO PETISTA e demais partidos de araque, supera todas as anteriores, inclusive a supressão do Império e a Proclamação da República,e as Revoluções de 30 e 64.

    Não acredito que o Ministro Celso de Mello irá se dispersar da verdade real expostas com muita emoção, eloquência e retidão, pelos Ministros Barbosa, Luiz Fux, Gilmar Mendes, Carmem Lúcia e Marco Aurélio de Mello, principalmente, este e Gilmar Mendes e Fux, que que votaram com a razão, a alma e o coração.

  337. Manoel

    -

    17/09/2013 às 8:43

    Se Celso de Mello votar pelo sim estará colocando a Nação Brasileira de quatro e com isso estaremos regredindo à época do descobrimento do Brasil.

  338. gama

    -

    17/09/2013 às 8:43

    Como diria Gilmar, uma contradição do tamanho do mundo

    Merval aponta a incoerência de Barroso:

    “E, sobretudo, vai de encontro a textos dele mesmo, como o que se segue, de 2008, sobre “a opinião pública”. Escreveu Barroso:

    “O poder de juízes e tribunais, como todo poder político em um Estado democrático, é representativo. Vale dizer: é exercido em nome do povo e deve contas à sociedade. Embora tal assertiva seja razoavelmente óbvia, do ponto de vista da teoria democrática, a verdade é que a percepção concreta desse fenômeno é relativamente recente. O distanciamento em relação ao cidadão comum, à opinião pública e aos meios de comunicação fazia parte da autocompreensão do Judiciário e era tido como virtude. O quadro, hoje, é totalmente diverso”.
    “De fato, a legitimidade democrática do Judiciário, sobretudo quando interpreta a Constituição, está associada à sua capacidade de corresponder ao sentimento social. Cortes constitucionais, como os tribunais em geral, não podem prescindir do respeito, da adesão e da aceitação da sociedade. A autoridade para fazer valer a Constituição, como qualquer autoridade que não repouse na força, depende da confiança dos cidadãos. Se os tribunais interpretarem a Constituição em termos que divirjam significativamente do sentimento social, a sociedade encontrará mecanismos de transmitir suas objeções e, no limite, resistirá ao cumprimento da decisão”.
    “A relação entre órgãos judiciais e a opinião pública envolve complexidades e sutilezas. De um lado, a atuação dos tribunais, em geral – e no controle de constitucionalidade das leis, em particular –, é reconhecida, de longa data, como um mecanismo relevante de contenção das paixões passageiras da vontade popular. De outra parte, a ingerência do Judiciário, em linha oposta à das maiorias políticas, enfrenta, desde sempre, questionamentos quanto à sua legitimidade democrática”.
    “Nesse ambiente, é possível estabelecer uma correlação entre Judiciário e opinião pública e afirmar que, quando haja desencontro de posições, a tendência é no sentido de o Judiciário se alinhar ao sentimento social”(…)

  339. Bom senso

    -

    17/09/2013 às 8:41

    Por todos os lados que se olha, fede.
    O Sarney voltou… Vai até o Maranhão e veja a situação do povo que lá vive, senhor ministro Celso de Mello.
    E, o PT está querendo fazer igual ao Sarney. Mas, com o Brasil inteiro. É merda para todo o lado. O único lugar que está cheirando pizza é ai, em Brasília – DF.

  340. josé reis barata

    -

    17/09/2013 às 8:40

    “NÃO HÁ JUSTIÇA, ONDE NÃO HAJA DEUS”
    .
    foram as cinco derradeiras palavras de Rui Barbosa legadas, segundo ele próprio em ‘Oração aos Moços’ como “…a última, a melhor lição da minha experiência. De quanto no mundo tenho visto,…”
    .
    Rousseau: “…a estimada felicidade é menos negócio da razão que do sentimento…”
    .
    Bem mais recentemente o Papa Francisco:
    “…eu peço de coração aos idosos, não vacilem em ser a reserva cultural do nosso povo que transmite a justiça, que transmite a história, que transmite os valores, que transmite a memória do povo”
    .
    É fascinante ler as opiniões dos internautas daqui e por aí. Insisto que aqui também deveria existir um esgoto reservado para os que não querem o debate, querem o embate.
    Os que pensam diferente do Reinaldo em um ou outro parágrafo, embora não estimulados, gozam de considerável liberdade. Todavia, o fato de não se lidar com o outro lado – essa mesma liberdade vigiada e condicionada – impõe certa dose de dúvida.
    Muito poderá ser dito sobre a IMPOSSIBILIDADE de fixar limites para a opinião. É oportuno lembrar Stuart Mill: “…pois se o método é ofensa àqueles cujas opiniões são atacadas, acho que a experiência confirma que esta ofensa é dada sempre que o ataque é conhecido e poderoso, e que todo oponente que o instiga, E HÁ QUEM OS INSITGA DURAMENTE, e há quem ache difícil responder, lhes parecerá, se ele mostrar qualquer sentimento forte sobre o assunto, UM OPONENTE INTEMPERADO…A pior ofensa deste tipo que pode ser cometida por uma polêmica, é estigmatizar aqueles que têm opiniões contrárias como homens maus e imorais”
    Não se pode pretender viver num mundo nosso. Mundo onde nossa opinião é a prevalente sob pena de perdermos contato com a variedade de cores da realidade.
    Creio que é exatamente nestes termos a contraditória, mas sempre presente crítica de Reinado no sentido de que é pouco útil o método dialético quando a moral é que o valida e não a razão: os bons, então, somos nós; com os outros o erro, o mau.
    .
    Que a opção do Ministro Celso de Mello – por mais que ele venha a se esforçar no voto dele para provar tecnicamente o contrário – não é, no mérito, jurídico. Ainda que esta proposição seja falsa é como se põe como verdade para a sociedade. A verdade é a real percepção que se tem dos fatos e não as versões deles se faz. Jürgen Habermas formula assim: “À luz de uma noção epistêmica da verdade, “encaixar-se nos fatos” não é mesmo que corresponder aos fatos ”
    .
    Por tudo que já se escutou, leu e aprendeu, em fora o disse-que-disse ao longo de mais de uma década, todo tabaréu não mais duvida que a questão é moral; é de legitimidade e assim também política porquanto ética, escolha entre o bem e o mal; entre o deus e o diabo que vive em todos nós.
    .
    Está posta uma dicotomia que divide a nação entre os interessados apoiados num considerável contingente silencioso típico de massas que substituiu a sociedade de classes, propensos à manutenção do status quo, o que significa necessariamente o Estado a serviço de um Partido Político, o PT; e os que, no mínimo, descreem da possibilidade de sucesso mantida essa via sabidamente imoral onde a lei é instrumento de poder e não de igualdade nela. É exatamente isto que está em jogo, ou seja, o futuro do Estado de Direito. É justamente isto em que se concentra om tão ansiosamente aguardado voto de minerva do Ministro Celso de Mello.
    O passado do Ministro Celso de Mello aponta para – por mais que pareça que não – ser ele extremamente sensível à opinião pública. O verdadeiro jurista julga com o Deus dele.
    .
    Qual será o deus do Ministro Celso de Mello?
    “That is of the question”
    .
    Jurisconsulto por excelência que o Ministro Celso indiscutivelmente o é, certamente não desconhece a opção ética que pesa sobre os ombros dele que está sob os atentos olhos da nação em ter que escolher em seus mais extremos termos, entre “la libertad individual y la seguridad social”; entre a pureza de um Direito sem Deus e um Direito, porventura impuro, mas com Deus:
    .
    “Las opiniones de los hombres divergen em cuanto a los valores que han considerarse como evidentes y no es posibile realizar todos estos valores em el mismo orden social. Es necesario, entonces, elegir, entre la libertad individual y la seguridad social, com la consecuencia de que los partidários de la libertad juzgarán injusto um orden jurídico fundado sobre la seguridad, y vice-versa – Hans Kelsen em Teoria Pura del Dereceho”

  341. PALCOSCENICO

    -

    17/09/2013 às 8:37

    Muito estranho, mesmo. O que CELSO MELLO proclamou no final das condenações do MENSALÃO, EM ELOQUENTE DISCURSO, não daria espaço para que ele, agora, de uma de bonzinho com trapaceiros conhecidos da banca. ALGO DE ESTRANHO ACONTECEU COM CELSO DE MELLO (pelo lado político). Vejo ali um magistrado apequenado, tão insignificante e vulgar como BARROSO.
    – ESPALHEM SENHORES E SENHORAS, QUE O POSSAM FAZER PELA REDE, ESTA FOTO HISTÓRICA. Ela já se tornou famosa desde o momento em que o Ministro passou a brincar com a dignidade do povo; e sito está claro nesta foto, em: http://www.flickr.com/photos/pietro_mascagni

  342. Daniela

    -

    17/09/2013 às 8:36

    Reinaldo, é revoltante essa ideologia, onde o certo é errado e o errado é certo. Total inversão de valores, total. Essa gente só pode ter vindo do inferno. Mas vou corrigir a palavras de Rui Falcão. Quando ele disse “Quatro companheiros de maior valor”, para quem troca o certo pelo errado e o bem é visto como mal, certamente ele quis dizer “Quatro companheiros de maior valor” do ponto de vista da ruindade, certamente. Quando ele disse “que foram condenados injustamente, linchados moralmente”, ele quis dizer que a condenação deveria ser muito pior e o linchamento moral é nada diante das falcatruas que fizeram. QUE GENTE SAFADA MINHA GENTE!!!

  343. Mercedes

    -

    17/09/2013 às 8:36

    Teori Zavascki e Roberto Barroso foram escolhidos a dedo pela dupla Lula/Dilma para salvar os criminosos mensaleiros em caso de novo julgamento.
    O Brasil sente vergonha dos ministros “companheiros” iguais aos da Venezuela…

  344. Juiz de Direito

    -

    17/09/2013 às 8:35

    Correção: “melhorar”.

  345. Juiz de Direito

    -

    17/09/2013 às 8:33

    Bem que os juízes do Brasil tentaram melhor o sistema e evitar o aparelhamento do STF. Mas, ninguém nos ouve.
    A proposta é de 2010…
    “AMB propõe mudanças na indicação do STF
    Salvar • 0 comentários • Imprimir
    Publicado por Associação dos Magistrados Brasileiros (extraído pelo JusBrasil) – 3 anos atrás
    LEIAM 0 NÃO LEIAM
    O deputado federal Vieira da Cunha (PDT/RS) protocolou, na manhã de hoje, na Câmara dos Deputados, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), elaborada pela AMB, que propõe mudanças nos critérios de escolha dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A PEC cria regras objetivas para fundamentar a indicação do Executivo para a corte máxima do país e reduz o componente político da escolha. O Presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, encontrou-se com o deputado e com o presidente na AMB no Salão Verde da Câmara e garantiu que vai se empenhar para que a apreciação do projeto ocorra de forma célere na Casa.
    Segundo o deputado Vieira da Cunha, a proposta foi bem acolhida pelos parlamentares. “Todos saudaram a iniciativa de se discutir a questão”, afirmou. O deputado destacou que a proposta visa o aperfeiçoamento do Judiciário para a consolidação do regime democrático no País. “O texto visa garantir a efetividade dos princípios constitucionais que regem a independência entre os Poderes. Da forma como a escolha é feita atualmente, como podemos falar de independência do Judiciário se não há regras claras para a composição do STF?”, questionou o deputado.
    A proposta estabelece a idade mínima de 45 anos para os indicados a ministro e 20 anos de atividade jurídica. Eles comporão uma lista sêxtupla, elaborada pelos ministros do Tribunal, que será submetida à escolha do presidente da República. O nome eleito pelo chefe do Executivo terá, ainda, que ser aprovado por 3/5 dos votos do Senado Federal, tanto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) quanto no plenário. Atualmente, o indicado passa por sabatina no Senado, mas precisa ser aprovado por maioria simples.
    A PEC veda a participação na lista de quem, nos três anos anteriores, exerceu cargo eletivo, ministro de Estado, secretário estadual, procurador Geral da República, cargo de confiança no Executivo, Legislativo e Judiciário, tanto na esfera federal quanto estadual e municipal. Filiados a partidos políticos dentro do prazo de três anos também estariam impedidos. Além disso, a AMB defende que metade das vagas seja reservada aos magistrados.
    O presidente da AMB, Mozart Valadares, entregou a PEC para o deputado Vieira da Cunha na quarta-feira da semana passada. Em oito dias foram recolhidas mais de 200 assinaturas de parlamentares, o que garantiu a apresentação da proposta na Câmara dos Deputados. Depois de protocolada, a PEC será enviada para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Se for aprovada, passa para uma comissão especial que analisará o mérito da questão. Quando sair das comissões, segue para o plenário da Câmara, onde precisa de 308 votos favoráveis, e para o Senado Federal.
    O critério de indicação é uma preocupação antiga da AMB, tendo sido tema do seminário “A participação do Executivo da composição dos Tribunais”, realizado em maio de 2009. Com a apresentação da PEC, a AMB pretende contribuir para o aperfeiçoamento da credibilidade do Judiciário.”

  346. Daneila

    -

    17/09/2013 às 8:33

    Por favor desconsidere meu último post, está faltando a metade, já envio completo.

  347. Daneila

    -

    17/09/2013 às 8:32

    Reinaldo, é revoltante essa ideologia, onde o certo é errado e o errado é certo. Total inversão de valores, total. Essa gente só pode ter vindo do inferno. Mas vou corrigir a palavras de Rui Falcão. quando ele disse “Quatro companheiros de maior valor”, para que troca o certo pelo errado e o bem é visto como mal, certamente ele quis dizer do

  348. senador

    -

    17/09/2013 às 8:28

    Reinaldo olha a pérola que encontrei sobre o ministro novato, teve contrato dispensado da licitação no valor de R$ 2.050.000,00 em junho/2013 acesse o link
    http://www.portali9.com.br/noticias/denuncia/bomba-no-stf-ministro-novato-recebeu-r-2-milhao-do-governo-federal

  349. FM

    -

    17/09/2013 às 8:28

    Oremos. E que nossa oração sirva para iluminar a decisão do ministro Celso de Mello. Precisamos ter esperança por um Brasil melhor.

  350. Cel Cesar Pinto - averdadedasmentiras-unknown

    -

    17/09/2013 às 8:28

    ILUSTRÍSSIMO JORNALISTA REINALDO
    AGORA O POVO INOCENTE ÚTIL, DESCOBRIU A GRANDE FARSA DESENVOLVIDA PELOS DIRIGENTES DO PT E SEUS PARTIDOS ALIADOS,PELO SR.LULA E OUTROS CONIVENTES COM ELES.
    VEJAM;

    TÍTULO – OS PARTIDOS POLÍTICOS – SEUS DIRIGENTES NACIONAIS – O MENSALÃO – O CRIME ORGANIZADO – O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL – O POVO INOCENTE ÚTIL

    PRA FRENTE BRASIL

    FALANDO A VERDADE

    DIVIDIMOS O TÍTULO ACIMA EM 5 PONTOS FUNDAMENTAIS DA DEMOCRACIA BRASILEIRA.
    NO 1º PONTO ABORDAMOS – OS PARTIDOS POLÍTICOS – SEUS DIRIGENTES NACIONAIS. PUBLICADO EM 08/09/2013.
    NO 2º PONTO ABORDAMOS – O MENSALÃO. PUBLICADO EM 10/09/2013.
    NO 3º PONTO ABORDAMOS – O CRIME ORGANIZADO. PUBLICADO EM 11/09/2013.
    NO 4º PONTO ABORDAMOS – O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. PUBLICADO EM 13/09/2013.
    NO 5º PONTO ABORDAREMOS – O POVO INOCENTE ÚTIL.
    PUBLICADO EM 16/09/2013.

    O POVO INOCENTE ÚTIL

    NESTAS POSTAGENS ANTERIORES PROCURAMOS MOSTRAR AO POVO BRASILEIRO AVERDADEDASMENTIRAS, FALANDO A VERDADE.

    AGORA NÓS VAMOS NOS REPORTAR EXCLUSIVAMENTE A ESSE POVO INOCENTE ÚTIL, QUE A MUITOS ANOS VEM SENDO ENGANADO PELOS DIRIGENTES DOS PARTIDOS POLÍTICOS, ENCABEÇADOS PELO PT E SEUS PARTIDOS ALIADOS, EM Nº DE 20 ( PMDB, PSB, PCdoB, PDT, PP, PR, PTB, PRB, PHS, PTC, PTdoB, PMN, PV, PRP, PSL, PSDC, PPL, PRTB, PTN e PSC),

    QUE HOJE ESTÃO DOMINANDO O BRASIL, COM UM PLANO AUDACIOSO, BEM URDIDO E EXECUTADO COM PLENO ÊXITO ATÉ O APARECIMENTO DO MENSALÃO.

    DIVIDIRAM O BRASIL EM 39 MINISTÉRIOS SENDO, APROXIMADAMENTE 26 DO PT, 5 DO PMDB, 2 DO PSB, 1 DO PDT, 1 DO PP, 1 DO PCdoB, 1 PRB, 1 DO PR, 1 DO PSD, (SEM FALAR NOS SEUS ALIADOS, GOVERNADORES DE ESTADOS E PREFEITOS), COLOCANDO OS SEUS POLÍTICOS MAIS CONFIÁVEIS EM TODOS OS MINISTÉRIOS DE PREFERÊNCIA POLÍTICOS DETENTORES DE CARGOS ELETIVOS, PRA DAR VAGAS PARA OS SEUS SUPLENTES E ASSIM AUMENTAR AS SUAS BANCADAS NO CONGRESSO NACIONAL.

    TUDO FOI FEITO COM CONSENTIMENTO DO POVO INOCENTE ÚTIL, QUE ACREDITOU E VOTOU NELES, DEVIDO AS CAMPANHAS MILIONÁRIAS FEITAS COM DINHEIRO PÚBLICO, E NAS DISTRIBUIÇÕES DAS BOLSAS DE TODOS OS TIPOS, COM PROPAGANDAS PAGAS A PREÇO DE OURO TAMBÉM COM O DINHEIRO PÚBLICO.

    A POPULAÇÃO BRASILEIRA ESTÁ EM TORNO DE 198,7 milhões (2012) DE HABITANTES, COM UM COLÉGIO ELEITORAL DE (Eleitorado brasileiro cresce 6%, e supera os 138 milhões; mulheres são maioria).

    TODO ESSE POVO ELEITOR E NÃO ELEITOR ESTÃO APREENSIVO COM DESFECHO DO MENSALÃO, DURANTE 10 ANOS DE DOMÍNIO DO CRIME ORGANIZADO PELOS DIRIGENTES DOS PARTIDOS POLÍTICOS, CONSEGUIRAM COLOCAR NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, OITO MINISTROS INDICADOS PELO SR. LULA E QUATRO INDICADOS PELA PRESIDENTE DILMA;
    MINISTROS RICARDO LEWANDOWSKI (O MAIS ANTIGO), DIAS TOFFOLI, ROSA WEBER, TEORI ZAVASCKI E LUIZ ROBERTO BARROSO, DO OUTRO LADO OS MINISTROS INDEPENDENTES, (COM OPINIÃO PRÓPRIA), MINISTROS JOAQUIM BARBOSA CARMEN LUCIA, LUIZ FUX ( NOMEADOS PELO PT, MAS COM OPINIÃO PRÓPRIA), GILMAR MENDES (PSDB), MARCO AURÉLIO MELLO ( ANTIGO PRN – HOJE PTB) E FINALMENTE O MINISTRO MAIS ANTIGO DO SUPREMO CELSO DE MELLO (PMDB, COLIGADO AO PT, MAS TOTALMENTE INDEPENDENTE).

    CONSEGUIRAM DIVIDIR O SUPREMO EM DUAS CLASSES ” A CLASSE POLÍTICA E A NÃO POLÍTICA”. A PRIMEIRA, RECEBE ORDENS DIRETAMENTE, DOS DIRIGENTES DOS PARTIDOS POLÍTICOS PT E ALIADOS, A SEGUNDA SÃO OS INDEPENDENTES, QUE NÃO SOFREM PRESSÃO POLÍTICA DE PARTIDOS.

    FIZERAM DO SUPREMO UM JOGO DE LOTERIA, PARA ANALISAREM UM RECURSO ABSOLETO, PARA SALVAR AQUELES QUE ROUBARAM DESCARADAMENTE DINHEIRO DOS IMPOSTOS PAGOS AO GOVERNO, PELO POVO INOCENTE ÚTIL.

    NÃO HÁ DÚVIDA PARA 198 MILHÕES DE BRASILEIROS, NÃO FILIADOS E MILITANTES DESTES PARTIDOS QUE OS RECURSOS INFRINGENTES SÓ VÃO SER ACEITOS PARA SALVÁ-LOS DA PRISÃO IMEDIATA, COM CONIVÊNCIA NOSSA, DO POVO INOCENTE ÚTIL QUE OS ELEGEU.
    TUDO FOI ARMADO POR ELES PRÓPRIOS ( DIRIGENTES DOS PARTIDO E SEUS ALIADOS, SR. LULA, SRs. ADVOGADOS DOS RÉUS DO MENSALÃO), ORIENTADOS PELO MINISTRO RICARDO LEWANDOWSKI, QUE CONDUZIU O JULGAMENTO DESDE O INICIO E TERMINOU A PARTIDA TIRANDO O VOTO DE MINERVA DA MINISTRA CARMEN LUCIA CONTRA, POIS SE ELA TIVESSE VOTADO A FAVOR DOS EMBARGOS INFRINGENTES, ELES SERIAM DESMASCARADOS E FICARIA CLARO PARA O POVO INOCENTE ÚTIL, QUE OS DIRIGENTES DO PT E SEUS ALIADOS, ARMARAM DURANTE 10 ANOS, UMA SAÍDA COMBINADA(PLANEJADA), POIS O PLACAR FICARIA 6 X 4, DECIDINDO ELES MESMO, EM FAVOR DOS MENSALEIROS, TIRANDO DESSA MANEIRA A DECISÃO DO MINISTRO CELSO DE MELLO.

    MAS COMO NO INÍCIO DO JULGAMENTO ELE HAVIA SE PRONUNCIADO SOBRE A VALIDADE DOS RECURSOS INFRINGENTES, DEIXARAM PARA ELE O ÚLTIMO VOTO, O VOTO DE MINERVA.

    ARMARAM UMA ARAPUCA PARA O MINISTRO CELSO DE MELLO, DEIXANDO-O NUMA SINUCA DE BICO E MAIS UMA VEZ ENGANARAM O POVO INOCENTE ÚTIL.

    MAS COMO NÃO CONTAVAM NO SEU PLANEJAMENTO INICIAL COM O ADVENTO DO MENSALÃO, QUE ATRAPALHOU OS SEUS PLANOS, AGORA A LEI DO RETORNO NÃO PERMITIRÁ QUE O MINISTRO CELSO DE MELLO SEJA O VILÃO DA HISTORIA E O RESPONSÁVEL PELA DESMORALIZAÇÃO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL NO BRASIL E NO MUNDO.

    ESTE JULGAMENTO SE APROVADO OS RECURSOS INFRINGENTES PELO MINISTRO CELSO DE MELLO SERÁ A MAIOR FARSA DO MUNDO EM MATÉRIA DE JULGAMENTO NUMA CÔRTE SUPREMA DE UM PAÍS.

    POIS TUDO QUE JÁ FOI JULGADO NÃO VALEU PARA NADA E O POVO INOCENTE ÚTIL PERDEU UMA BOA OPORTUNIDADE DE SE DISTRAIR, INDO PASSEAR EM VEZ DE FICAR ASSISTINDO UM BANDO DE JUÍZES TOGADOS COM ALGUMAS EXCEÇÕES, ENGANANDO UMA POPULAÇÃO DE 198 MILHÕES DE BRASILEIROS.

  351. paulo carvalho

    -

    17/09/2013 às 8:26

    Caro Rei: Se o decano abster-se(não sei se está correto) de votar, der uma de Pilatos, quem desempata é o Min Joaquim Barbosa.

  352. Fernando

    -

    17/09/2013 às 8:24

    É isso mesmo, petralhas. Vamos fazer valer o Estado da esquerda… Corrupto, anacrônico, coronelista, patrimonialista, clientelista…
    A cereja do bolo? A Dilma on top of everything.

  353. nauseada

    -

    17/09/2013 às 8:24

  354. vanderlei

    -

    17/09/2013 às 8:22

    ELES QUE AGUARDEM OS COMPANHEIROS EM 2014………….SERAO RETIRADOS DA ESCADA DO PODER………NÃO SABEM MAS JA PERDERAM A OPORTUNIDADE DE MUDAR O PAIS ..AO QUAL CONSTA DEFENDERAM POR 30 ANOS……

  355. Fernando

    -

    17/09/2013 às 8:21

    Ninguém tem a menor dúvida de que esses quatro “companheiros” tem o maior valor para a quadrilha do PT. Roubam e deixam roubar…

  356. SILVIO

    -

    17/09/2013 às 8:21

    UOL ON LINE PUBLICA: “DECISIVO NO MENSALÃO, CELSO DE MELLO VOTOU CONTRA O FICHA LIMPA E NA ABSOLVIÇÃO DE COLLOR”. ESSA TURMA DOS ORGÂNICOS ANDA IMPOSSÍVEL !

  357. Cristina Almeida

    -

    17/09/2013 às 8:17

    O fato é que a Dilma, a dona do Brasil, escolheu a dedo os ministros Teori Zavascki e Roberto Barroso incubidos da missão de livrar os mensaleiros. E ok, eles venceram. Que falta faz a coragem de um Ayres Britto.
    O que precisa mudar também urgentemente é o processo de escolha dos ministros do Supremo — atrelados aos donos do poder de plantão. Toda a corte atual com exceção de Gilmar Mendes, Celso de Mello e Marco Aurélio Mello foi nomeada por Lula e Dilma, conforme vc destacou no post acima. E os três que foram nomeados por Lula e Dilma e que não se curvaram à dupla do poder, que não se mostraram ministros de confiança dos petistas, passaram e passam maus bocados: Ayres Britto, Joaquim Barbosa e Luiz Fux. A Justiça vale mesmo para os poderosos e seus defensores — aqueles que nunca se indignam de graça e são pagos regiamente pelas estatais e pelo governo federal. Apesar do desânimo, um forte abraço e coragem para Joaquim Barbosa, Luiz Fux, Gilmar Mendes, Marco Aurélio e Carmem Lucia. E também para o Celso de Mello… Pena que vai fazer valer os infringentes para aqueles que infringiram a lei…

  358. Velho Céptico

    -

    17/09/2013 às 8:14

    Prezado Reinaldo: – Não gosto de ministros do Supremo Tribunal. Os votos são longuíssimos, há uma fogueira de vaidades e o linguajar é ininteligível. O diálogo abaixo foi extraído do livro Código da Vida, do jurista Saulo Ramos (falecido), entre o autor e o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal – STF, que nunca se pronunciou a respeito desse assunto.

    “Apressou-se ele próprio a me telefonar, explicando:
    – Doutor Saulo, o senhor deve ter estranhado o meu voto no caso do Presidente.
    – Claro, o que deu em você?
    – É que a Folha de São Paulo, na véspera da votação, noticiou a afirmação de que o Presidente Sarney tinha os votos certos dos ministros que enumerou e citou meu nome como um deles. Quando chegou minha vez de votar, o Presidente já estava vitorioso pelo número de votos a seu favor. Não precisava mais do meu. Votei contra para desmentir a Folha de São Paulo. Mas fique tranquilo. Se meu voto fosse decisivo, eu teria votado a favor do Presidente.
    Não acreditei no que estava ouvindo. Recusei-me a engolir e perguntei:
    - Espere um pouco. Deixe-me ver se compreendi bem. Você votou contra o Sarney porque a Folha de São Paulo noticiou que você votaria a favor?
    - Sim.
    - E se o Sarney já não houvesse ganhado, quando chegou sua vez de votar, você, nesse caso, votaria a favor dele?
    - Exatamente. O senhor me entendeu?
    - Entendi. Entendi que você é um juiz de merda!
    Bati o telefone e nunca mais falei com ele”.

    OBS.: Celso de Mello, promotor de justiça do Estado de São Paulo, foi nomeado ministro do STF pelo presidente da República José Sarney, por indicação do advogado Saulo Ramos, então ministro da Justiça.
    Como se vê, estamos na mão de calango. Abraço do Velho Céptico.

  359. SANTANA

    -

    17/09/2013 às 8:13

    Traduzindo, poderá constituir_se, ou não, no homem sem visão da história brasileira, ao facilitar a extinção da democracia e da justiça, e a destruição da vida de gerações que saberão nele identificar a origem do fracasso de suas existências.
    No entanto, desde já, qualquer que seja o seu voto,depreende-se que a estarrecedora dúvida a ele suscitada permite visualizá-lo como detentor de antolhos capazes de igualá -lo à escória abjeta merecedora do repúdio da sociedade, de maioria ansiosa por ver por muito tempo na cadeia os quadrilheiros golpistas que tudo têm feito para destruir a democracia e o país, em benefício próprio, pelo prazer mórbido e doentio de dominar uma população indefesa e ignorante, por meios sórdidos e para fins excusos, com o apoio inimaginável de quem tem o poder de, ao negar suscintamente o recurso da bandidagem no poder,privar de gerações os males mortais intrínsecos ao comunismo.
    Inconcebível, inimaginável, estarrecedor, inacreditável, não importando qual seja a verborragia que o alinhará com a injustiça que o desqualificará ad eternum, ou não, pois não há a menor dúvida quanto à necessidade de punir severamente a catrevagem criminosa, minimamente penalizada.

  360. Saulo

    -

    17/09/2013 às 8:12

    Oremos para que Deus coloque sabedoria nessa decisão!
    Oremos por Celso de Mello.
    Oremos pelo Brasil.

  361. Dante.

    -

    17/09/2013 às 8:11

    A biografia dos personagens dos poderes constituintes de uma nação nunca são obras do acaso, e sim das suas escolhas, das suas ações. E, no futuro (como ocorre no presente) eles são (e serão) sempre citados como exemplos e paradigmas (para o bem ou para o mal) pelos seus notáveis saberes, pelas suas percepções do que aspira as pessoas que compõem as sociedades: o digno, o justo, o razoável, e pelos ditames das Leis. Na Ação 470, percebe-se nítida(?) divergência que divide os entendimentos; portanto, qualquer que seja a decisão do ministro CELSO DE MELLO, ela terá argumentos consistentes. Lembro, entretanto, que não se deve esquecer de considerar o espírito que rege as leis, não só quanto aos direitos dos réus mas também a da afronta ao pactuado por elas. O ministro CELSO DE MELLO é bem grandinho para saber fazer suas escolhas, diante de argumentos equivalentes. E, sabe tb que o voto por ele proferido será citado nas décadas (ou até séculos) vindouros. As pessoas passam, mas suas ações ficam; e por ela serão conhecidos. Boa sorte ao Ministro!

  362. gente rica

    -

    17/09/2013 às 8:11

    Esse tê efe, em breve, formado só por petralhas. Rumo a brazuelização e cubanização a todo vapor.

  363. André

    -

    17/09/2013 às 8:06

    Esse Rui Falcão é nojo , heim ! ele vem com discurso dramático e se fazendo de vitima. a velha mania de atacar a “mídia golpista“ . o petralha despeja seu ódio na mídia. isso mostra , que o petismo só elogia à midia quando lhe convém. o sonho da “cumpanheirada“ é uma mídia que seja serviçal do lulismo.

  364. DARCY

    -

    17/09/2013 às 7:59

    .
    É MUITO ENGRAÇADO NÉ…IMPRESSIONANTE…MUITO INTERESSANTE , ELES CONTINUAM ENCHERGANDO COM ” CH “…
    .
    - O PT ESTÁ … SITIANDO O STJ , STF E O TSE ; E ELES, NOVATO E SUB-NOVATO, CHEGARAM NA MACIOTA COMO QUEM NADA QUER , MAS QUERENDO POR QUERER , A ABSOLVIÇÃO DO CEO DA QUADRILHA E, SE POSSÍVEL, OS SEUS SOLDADINHOS NÃO MUITO RASOS – ELES SÃO FIEIS ÀS ORDENS SUPERIORES DO DITADOR MOR , O QUE LEVOU O VICE-NOVATO AGIR INTEMPESTIVAMENTE – EXTEMPORANEAMENTE – INFANTILMENTE COMO ESTIVESSE ACREDITANDO QUE LÁ CÉU TERIA UMAS 500 VIRGENS LHE ESPERANDO…( ATÉ HOJE TÊM UNS DOIDOS AÍ PELO MUNDO A FORA DO TIPO KAMIKAZE – TUDO POR UMA CAUSA NÉ…? )
    .
    - ( OU SERIA UMA LAVAGEM CEREBRAL…OU TOMALÁ-DAKÁ…??? )
    .
    - A IMPRENSA MERCENÁRIA NÃO ACHOU MUITA COINCIDÊNCIA NÃO – O FATO DA DUPLA DE DOIS CHEGAR-CHEGANDO E SE JUNTAR AO TRIO DE TRÊS , FORMANDO ASSIM UM QUINTETO DE CINCO…???
    .
    - EU NÃO LEMBRO DE TER LIDO ALGUMA COISINHA ESCREVINHADA PELA MÍDIA VENAL QUANDO O LEWANDOWSKI MODIFICOU OS SEUS PRÓPRIOS VOTOS EM FAVOR DO ZÉ DIRCEU E OUTROS BEATOS-PT…
    .
    - O TOFFOLI TB MUDOU VOTOS OUTROS E, MAIS GRAVE , REDUZIU A PENA DO DIRCEU DE 2A11M PARA 1A7M ONDE NÃO VOTARA…
    .
    - O SUB-NOVATO PENALIZOU ONDE NÃO TERIA VOTADO…
    .
    - AH…MAS ATÉ O ENCERRAMENTO DO JULGAMENTO DA MATÉRIA EM QUESTÃO OS DOUTOS MINISTROS DO PT PODEM MODIFICAR OS SEUS VOTOS…( QUER DIZER ENTÃO QUE : QUANDO FAVORECE OS PETISTAS E SANTIFICADOS OUTROS , OS MINISTROS SÃO NOBRES…???…AH…AGORA INTINDI COMO FUNCIONA O FINAL DE FEIRA-XEPA DOS ” JORNALISTAS – COMENTARISTAS E BLOGUEIROS OUTROS ” )
    .
    - SABEM QUAL É o GRANDE PROBLEMINHA DE VCS… – É QUE VCS NÃO ACREDITAM NO QUE ESCREVEM , E OS LEITORES SABEM DISSO , VCS NÃO ENGANAM MAIS NINGUÉM , NEM MESMO OS DOENTIOS RADICAIS FUNDAMENTALISTAS DE CARTEIRINHA…hehehe…kkk
    .
    - vcs querem saber o q as ruas pensam…é o seguinte – se os mensaleiros não forem presos amanhã…( ninguém mais vai respeitar porcaria nenhuma de lei nenhuma ) nem tanto quanto , admitido , mas é por aí que se começa o caos , se não houver exemplo dos que deveriam moralizar e penalizar os “malfeitos” , já era uma sociedade inteira…
    .
    ISTO POSTO , O NOBRE MINISTRO CELSO DE MELLO SABE DISSO E VAI METER O MALHETE NOS JÁ CONDENADOS LADRÕES E CORRUPTOS.

  365. Raimundo Cazé

    -

    17/09/2013 às 7:58

    Essa situação só chegou a esse ponto porque em outro tribunal, o Superior Eleitoral, não tramita nenhum processo (a menos que seja em segredo de justiça)contra qualquer partido político que se envolveu na crise do mensalão.
    Não entendo como partidos que se transformaram em organizações criminosas, sobretudo o PT, não tenham seus registros sob ameaça.
    Desde que se instalou o pluripartidarismo no Brasil, após o movimento militar de 1964, só têm aumentado as siglas, quase todas de aluguel. Uma simples dissidência leva um pequeno grupo descontente a sair de um partido para formar uma nova sigla.
    Toda essa base aliada do governo está assim constituída por interesse financeiro. Ideologia passa por longe na hora dos acordos.

  366. Marcos

    -

    17/09/2013 às 7:57

    Tenho comentado que somente aquela milenar, indesejável e surpreendente senhora fará justiça com essa súcia e o Alù babá: cheves e o gushinken já estão diante do Altíssimo como responsáveis por miséria, sofrimento e desespero. espero viver para ver o povo tirar a mascara do PT

  367. G.VIEIRA

    -

    17/09/2013 às 7:57

    Coerência e convicção. Creio que é o que Sr Celso de Mello terá em mente ao tomar a decisão sobre os embargos, na quarta feira. Convicto ele está da culpabilidade dos réus – como bem demonstram as palavras duras que utilizou durante o julgamento – então por coerência o seu voto só pode ser não aos embargos, pois estes somente fariam sentido se houvesse alguma dúvida sobre a culpa dos pleiteantes, o que não é o caso, conforme bem se viu no decorrer do julgamento, na performance do ministro.

  368. Julia

    -

    17/09/2013 às 7:55

    Claro e Cristalino.
    Estamos em vias de um GOLPE DE ESTADO!!
    Só não vê quem não quer ou que está $atisfeití$$imo com o PT!
    Simples assim!

  369. anonimo

    -

    17/09/2013 às 7:49

    LADINOS ESTES NAZIPETISTAS HEIN ?
    O JUIZ DECANO, QUE OCM SEU VOTO IPEDIRA QUE OS BANDDOS VAO PELO CANO, NA PRATICA OS SOLTARÁ !ENTAO PORQUE O ESPERNEIO ?
    VAO É GANHAR MAIS MEDO DE TODOS AO SE CONFIRMAR O VOTO PRO-EMBARGOS POIS OS COVARDES PENSARAO “UI!ELES ATEMORIZARAM O JUIZ !”MELHOR EU CONCORDAR COM ELES…’
    LADINOS !

  370. Silva

    -

    17/09/2013 às 7:49

    Fiquei impressionado com esse texto.É assustador não se ter um Supremo isento.

  371. Aquiles Pereira

    -

    17/09/2013 às 7:49

    Os paulistas criaram o pt pro Brasil, I AGORA????

  372. Sergio Gaúcho

    -

    17/09/2013 às 7:47

    Esse Janio podia imitar o outro Janio: renunciar.

  373. NélsonX

    -

    17/09/2013 às 7:43

    Continuo a afirmar, desde o início do julgamento do mensalão, essa quadrilha ficará livre leve e solta. Só os PPP, sem grana prá pagar bons advogados vão de cara prá prisão. Como aconteceu com um senhora, pobre e preta, num supermercado flagrada escondendo uma mamadeira de plástico na bolsa, tendo a filhinha no colo, o segurança do super levou-a até a delegacia e encontraram ela 8(oito) meses depois encarcerada ainda. O caso da ROSE DO LULLA que tem 40 advogados defendo-a é emblemático dos tempos em que vivemos.

  374. Fábio

    -

    17/09/2013 às 7:36

    Esses PTralhas são nojentos. Um câncer que ameaça apodrecer o país.

  375. CLAUDIUS

    -

    17/09/2013 às 7:31

    O Governo do PT é muito poderoso e usa de artifícios ardilosos para dominar completamente o STF e fechar o ciclo. Vão se eternizar no Poder.

  376. esther correa

    -

    17/09/2013 às 7:31

    Tio
    Que Deus o “alumie”…

  377. Marques

    -

    17/09/2013 às 7:29

    Celso de Melo vai fazer o que Lula manda e pronto. e os vagabundos sairão rindo da cara de todos os brasileiros que não roubam. Os Barrosos e Teoris e Rosas e Tófolis são PTistas de primeira extração, subservientes, medrosos e no caso de Teori e Barroso, de uma estupidez retórica de doer. Perderam o medo de mostrar o que verdadeiramente são.

  378. everton pereira

    -

    17/09/2013 às 7:28

    Já está bem visível essa ingerência do PT com os ministros por ele ali colocados e que hoje chega a quase 50% e com dois que não estão nem ai em mostrar a pra que vieram. Os condenados do PT não precisam nem gastar dinheiro com advogados por os tem na mais alta corte do brasil. …

  379. Nivaldo

    -

    17/09/2013 às 7:24

    Tenham certeza, antes uma ditadura era feita através de golpe de Estado, hoje inteligentemente, as leia proporcionam direitos até às corjas, e com isso até uma eleição instala uma ditadura. e com mais uma reeleição isso acontecerá, pois firmará dezesseis anos de muito deboche e ilusão ao povo, que gosta de se vender por mentiras.

  380. nihil

    -

    17/09/2013 às 7:24

    Que futuro tem um país onde os criminosos não temem a justiça?

  381. LUG

    -

    17/09/2013 às 7:22

    Cinco ministros deram razões para a rejeição dos embargos.
    Estes constituem a ferramenta que vai beneficiar os réus condenados em justo julgamento.
    Acolher os embargos constitui injustiça, com as mais terríveis consequências.
    Pense bem, ministro decano, antes de proferir seu voto.

  382. Enfrente!

    -

    17/09/2013 às 7:21

    HE HE HE REINALDO, O Jabor costuma dar um passinho pra frente… dois pra trás… Mas seu artigo no Estadão de hoje, até que vai bem dois passinhos pra frente e um pra trás, quando o final do seu texto, compreeendo eu, tras uma ironia, medrosa ou esperançosa… De vez em quando ele escreve bem, não achas?

    DE QUALQUER FORMA, ESTAMOS TODS NA TORCIDA PARA QUE O BRASIL DECENTE SOBREVIVA!

    Comecei a escrever este artigo e parei. Minhas mãos tremiam de medo diante da gravidade do assunto. Parei. Tomei um calmante e recomecei. Não posso me exacerbar em invectivas, em queixumes ou denúncias vazias. Tenho de manter a cabeça fria (se possível) para analisar os efeitos do resultado do julgamento do mensalão, que virá amanhã. “Tomorrow, and tomorrow, and tomorrow” (…) “o amanhã se infiltra dia a dia até o final dos tempos”, escreveu Shakespeare em Macbeth (ato 5 cena 5); pois o nosso amanhã pode nos jogar de volta ao passado, provando a nós cidadãos que “a vida é um conto narrado por um idiota, cheio de som e fúria, significando nada”. Ou que “a nossa vida será uma piada”, na tradução livre de Delúbio Soares.

    No Brasil nunca há “hoje”; só ontem e amanhã. Amanhã será amanhã ou será ontem. Depois de tanto tempo para se (des) organizar uma república democrática, o ministro Celso de Mello tem nas mãos o poder de decretar nosso futuro. Essa dependência do voto fatal de um homem só já é um despautério jurídico, um absurdo político. O “sagrado” regimento interno do STF está cuidadosamente elaborado por décadas de patrimonialismo para inviabilizar condenações. Eu me lembro do início do julgamento. Tudo parecia um atemorizante sacrilégio, como se todos estivessem cometendo o pecado de ousar cumprir a lei julgando poderosos. Vi o “frisson” nervoso nos ministros juízes que, depois de sete anos de lentidão, tiveram de correr para cumprir os prazos impostos pelas chicanas e retardos que a gangue de mensaleiros e petistas conseguiu criar. Suprema ironia: no país da justiça lenta, os ministros do Supremo foram obrigados a “andar logo”, “mandar brasa”, falar rápido, pois o Peluso tinha de votar, antes de sair em setembro. E só houve julgamento porque o ministro Ayres de Britto se empenhou pessoalmente em viabilizar prazos e datas. Se não, não haveria nada.

    Dois ministros impecáveis e com saúde foram aposentados com 70 anos. Poderiam ao menos terminar o julgamento; mas, o “regimento” impediu. Sumiram de um dia para o outro, para gáudio dos réus. E foram nomeados em seu lugar Teori e Barroso, naturalmente ávidos para não se submeter ao ritmo de nosso Joaquim Barbosa e valorizar sua chegada ao tribunal. Até compreendo a vaidade, mas entraram para questionar o próprio julgamento, como Barroso declarou.

    Amanhã, Celso de Mello estará nos julgando a todos; julgará o País e o próprio Supremo. Durante o processo, qualificou duramente o crime como “o mais vergonhoso da História do País, pois um grupo de delinquentes degradou a atividade política em ações criminosas”. E agora?

    Será que ele ficará fiel à sua opinião inicial? Ele fez um risonho suspense: “Será que evoluí?” – como se tudo fosse mais um doce embate jurídico. Não é.

    Se ele votar pelos embargos infringentes, estará acabando com o poder do STF, pois nem nos tribunais inferiores como o STJ há esses embargos.

    Nosso único foro seguro era (é?) o Supremo Tribunal. Precisamos de uma suprema instância, algum lugar que possa coibir a cascata suja de recursos que estimulam a impunidade e o cinismo. Já imaginaram a euforia dos criminosos condenados e as portas todas abertas para os que roubam e roubarão em todos os tempos? Vai ser uma festa da uva. A democracia e a República serão palavras risíveis.

    O ministro Celso de Mello provavelmente não lerá esse artigo, pois se recolhe num retiro proposital para consultar sua “consciência individual”.

    Mas, afinal de contas, o que é essa “consciência individual”, apartada de todos os outros homens vivos no País?

    O novato Barroso, considerado um homem “de talento robusto e sério”, como tantas personagens de Eça de Queiroz, já lançou a ideia e falou de sua “consciência individual” com orgulho e delícia: “Faço o que acho certo. Independentemente da repercussão. Não sou um juiz pautado sobre o que vai dizer o jornal no dia seguinte”. Mas, quem o pauta? A coruja de Minerva, o corvo de Poe, ou os urubus que sobrevoam nossa carniça nacional? Ele não é pautado por nada? A população que o envolve, não o comove? Ele nasceu por partenogênese, geração espontânea, já de capa preta e sapatos ou foi formado como todos nós pelo olhar alheio, pelos limites da vida social, pelas ideologias e hábitos que nos cercam? Que silêncio “fecundo” é esse que descobre essências do Ser na solidão? Ele é o quê? O Heidegger do “regimento”? Essa ideia “barrosiana” de integridade não passa de falta de humildade, de narcisismo esperando iluminação divina.

    E Celso de Mello aponta nessa mesma direção. Será? Será que ele terá a crueldade (esta é a palavra) de ignorar a vontade explícita da população pela violenta anulação de nove anos de suspense, por uma questiúncula em relação ao “regimento”? Por que não uma interpretação “sistemática” da lei, em vez da estrita análise literal? Transformará a “justiça suprema em suprema injúria” sobre todos nós?

    Os acontecimentos benéficos ao País sempre voltam atrás, depois de uma breve euforia. Assim foi o milagroso surgimento da opinião pública nas ruas, logo reprimida não pela polícia, mas pelos punks fascistas encapuzados que amedrontaram todos, para alegria do Executivo e Legislativo. Todos os escândalos inumeráveis voltam ao nada. Um amigo me chama de pessimista; respondo que o pessimista é um otimista bem informado.

    A verdade é que, desde o início, o desejo de ministros como o Lewandowski e o Toffoli era retardar o julgamento. Eu gelei quando vi a cara impassível do Lewandowski analisando o processo por seis meses e o Toffoli não se impedindo de votar, apesar de suas ligações anteriores com Dirceu. Depois, os dois novatos chegaram para proferir sentenças contra o processo de que não participaram.

    Em tudo isso há sim um forte desejo de ferrar o Joaquim Barbosa, por inveja da fama que conquistou.

    E afirmo (com arrogância de profeta) que amanhã o Celso de Mello, com sua impecável “consciência individual”, vai votar “sim” pelos embargos.

    Será a vitória para os bolcheviques e corruptos lobistas. Ok, Dirceu, você venceu.

  383. Marília

    -

    17/09/2013 às 7:15

    Mas o ilustríssimo ministro, com certeza, não vai ser incoerente com os votos indignados que ele pronunciou durante o julgamento e que emocionaram a maioria!

  384. Marcio Carneiro

    -

    17/09/2013 às 7:14

    O Ministro CELSO DE MELLO, prestes a se aposentar, poderá, com sua decisão, amargar pelo resto da vida (acatando os infringentes) ou ter os melhores dias de um idoso ao lado de seus filhos, netos, amigos…. Deus te ilumine!

  385. sombrero

    -

    17/09/2013 às 7:12

    Se a quadrilha livrar a cara quem ganha, Lula ou Dilma?

  386. Fabio Lobão

    -

    17/09/2013 às 7:06

    A independência do judiciário é uma das poucas situações que ainda nos dá esperança, apesar de infelizmente parecer já dar sinais de que não existirá em pouco tempo!

  387. Justiceira

    -

    17/09/2013 às 7:00

    Qual será a única saída para quem ainda acredita na Democracia? O aeroporto???

  388. P Faustini

    -

    17/09/2013 às 6:45

    Se ganharem o governo de S Paulo e acabarem de aparelhar o STF babau, podenos tratar de cair fora daqui.

  389. Ferrari Junior

    -

    17/09/2013 às 6:36

    O LEGISLATIVO ESTÁ DE QUATRO… E O JUDICIÁRIO? – Se o ministro Celso de Mello dobrar os joelhos ante os vermelhinhos, estará aberta a porta para a ditadura de esquerda se instalar oficialmente no país. O Legislativo já está de cócoras. Se o Judiciário também ficar de quatro, será o fim. Se isso ocorrer, não se assustem se gente decente como Joaquim Barbosa ocupar na cadeia o lugar que seria de Zé Dirceu e sua gang. Que Deus tenha piedade do Brasil.

  390. Lucidez

    -

    17/09/2013 às 6:25

    O jogo do PT sempre foi, é e será truculento. Pois somente a perpetuação no poder interessa a eles. É como costuma dizer a ministra Rosa: isso é claro como a luz solar.
    A aceitação dos embargos infringentes significa a impunidade vencendo. E esta claro como a luz solar que o fim disso será a prescrição e o José Dirceu (foco de tamanha truculência) não será punido e os demais políticos PETISTAS QUADRILHEIROS MENSALEIROS.
    Eles não gostam de serem chamados de quadrilheiros. Mas, tudo tem mostrado que são, sim. E a quadrilha é ainda maior – tem uma tropa de choque que faz parte dela. E essa tropa está agindo em diferentes frentes e de diversos modos, incluindo Lula e a Presidenta.
    Na globo já se tem um discurso de que o ministro Celso vai votar a favor dos infringentes – esses fragmentos de entrevistas que dá indícios de resultado desanimador para o povo brasileiro é que está me encucando. Será que esses jornalistas que tem esses fragmentos sabem antecipadamente o resultado?
    Outra coisa, a justiça vai deixar na mão os brasileiros, que em última análise, pedem danos materiais e morais aos petistas pelos crimes cometidos? Essa é a grande indagação. O ministro Celso de Mello terá força suficiente para enfrentar a tropa de choque petista, tal qual fez galhardamente os ministros Joaquim, Fux e Ayres Brito…
    O chefão fez sim pressão o tempo todo e ainda mais: foi debochado e ainda mais: se comportou com uma desenvoltura, fazendo festas, viajando, etc e tal – numa mordomia que nunca vimos antes.
    O Brasil está cheio de traíras. Mas, os traidores são o Lula, o Gilberto Carvalho, o Presidente e toda a cúpula desse partido que não para de roubar, a saber:
    Depois do mensalão, já se descobriu ou está sendo investigados:
    Operação Porto Seguro;
    Demissões na Fundação Banco do Brasil;
    Consultorias fajutas e fim da CPI Cachoeira , sem ser ouvido o Cavendish;
    Desvio de dinheiro do Ministério do Trabalho – até ONG onde ministro Gilberto Carvalho era lobista está no rolo;
    Obras superfaturadas da Copa e até hoje a transposição do Rio São Francisco aconteceu. Priorizou a copa?
    É só uma parte. Se procurar tem mais rolo.

    A impunidade e a morosidade da justiça é que permitiram e permitirá ou não que os roubos continuem.

    Será que esse ministro vai amarelar na reta final?
    Quando assito a Globo fico desanimada. Parece que sim. Veremos.

  391. Nuno Alves

    -

    17/09/2013 às 6:16

    Falta muito pouco para os petistas dominarem todas as instâncias institucionais da nação. Independente do resultado de amanhã, o Supremo já foi aparelhado. Para o sonho de poder dos companheiros do Mensalã estar completo, só falta vencer a eleição em Minas, Paraná e São Paulo. Aí acabou, o Brasil é deles.

  392. ana maria xavier de moraes

    -

    17/09/2013 às 6:10

    #Vamospróclima: Brasil!.
    Se joga; STF, JÁ:
    FUI!. O HEXA DA PAZ!.

  393. Netho

    -

    17/09/2013 às 6:04

    Celso de Mello indica nitidamente que vai manter o fio condutor da argumentação jurídica em linha com o que já manifestara anteriormente.
    E não vai alterar o seu entendimento; vale dizer, não fará uma pirueta de última hora, nem dará um salto triplo para sair da lógica da razão que disciplina o “duplo grau”.
    Nenhuma expectativa que vá além disso é natimorta.
    Como Mello já dissera, segundo o ESTADÃO, seu voto encontrava-se pronto para ser apresentado em 5(cinco) minutos.
    O que ser verá, por conta da situação de Minerva, será um voto alongado e encorpado, forjando a nova jurisprudência do STF sobre os embargos infringentes.
    Celso de Mello não deverá perder a oportunidade midiática de ter sobre si a “atenção nacional” para espraiar-se em citações e recados.

  394. Alex Morato

    -

    17/09/2013 às 5:42

    Temos que apear o PT logo do poder.

  395. Maria.

    -

    17/09/2013 às 5:36

    O alvo serão os católicos. Aguarde porque é o que virá.

  396. Flávio

    -

    17/09/2013 às 5:34

    Petista bom é petista preso.

  397. Maria.

    -

    17/09/2013 às 5:33

    Isto que está aí, não é golpe, é golpinho se comparado ao que virá e não é da parte do PT não. Quem criou o mensalão e outros esquemas para desviar verba pública tinha projeto para ocupar o poder (o PT já ocupava o poder) , e o projeto está a todo vapor. Não vê quem não quer ver. Usam o mesmo método que Hitler usou para assumir a Alemanha. Garanto que a diferença entre o regime de Hitler e o que vem se preparando , e vai dar o bote, tem pouca diferença, muito pouco mesmo.

  398. emeesse

    -

    17/09/2013 às 5:31

    Prezado Reinaldo,
    um dia, que grande e auspicioso dia será esse, um dia Jesus Cristo abrirá a sessão do STCD ( Supremo Tribunal do Cordeiro de Deus ) e vai julgar todos, vai ser no mínimo interessante olhar as expressões dos petistas, quando perceberem que estarão nus na frente de Deus e tudo o que tramaram às ocultas, na surdina, será declarado aos quatro ventos, todos saberão até seus pensamentos mais ocultos.
    Nada deixará de ser revelado. Não haverá advogados de defesa nesse tribunal , só o Promotor e o Juiz. Podem depois apelar para a Corte Internacional de Costa Rica e aguardar a resposta no Inferno.

  399. Maria.

    -

    17/09/2013 às 5:27

    Jogam com as palavras tentado criar uma imagem q não corresponde a do min. Celso de Mello. Saiba que o min. não vai decepcionar não, e a razão é bem simples: ele sempre votou para sair bem na foto, justo ou infusto, é assim que sempre se comportou e não será diferente agora. Penso que toda onda gravitando em torno dele é apenas pretexto para encobrir e proteger a quadrilha que desviou R$ TRES BILHÕES E NOVECENTOS MILHÕES do Ministério do Trabalho, não é? Isto sim é mensalão, o caso que está no STF virou mensalinho. Não se fala mais da ONG envolvida, tampouco nos nomes dos envolvidos. Pois é… o país caminha assim: aqueles roubam bilhões e trabalha ou cuida de interesses da bancada evangélica ficam impunes e comemora rindo muito da esperteza de ludibriar as autoridades usando a mídia para encobrir a ladroeira. Certamente estão comemorando mais uma vez por conseguirem calar a bõca de autoridades e da mídia. As ratazanas se dão muito bem, afinal, quem tem bilhões consegue fazer milagres, mesmo que o dinheiro seja produto de roubo.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados