Blogs e Colunistas

07/02/2011

às 15:38

Beira-Mar: ainda no comando de um negócio milionário. E agora é candidato a acadêmico também!

Prender bandido é garantia de que ele pare de molestar a sociedade? Não é, não! Também é preciso haver leis e procedimentos que o impeçam de continuar na atividade criminosa. A VEJA desta semana traz na capa, sobre a foto de Fernandinho Beira-Mar, as palavras: “Preso e ainda no comando”. Reportagem de Laura Dinis demonstra que Beira-Mar, chefão do Comando Vermelho, trancafiado há mais de 10 anos em presídio de segurança máxima, continua a ser o mais poderoso líder do tráfico de drogas no país. De sua cela, informa Laura, manda comprar e vender droga, seqüestrar e matar. Tudo isso com direito a Rivotril, para não ter insônia, creme de barbear especial e, claro!, visita íntima — ao menos até a mulher, Jaqueline, ser presa.

Está no presídio federal de Catanduvas, no Paraná. Brechas legais permitem que continue a traficar droga do Paraguai para o Brasil. Também ele, a exemplo de Marcola, do PCC, é candidato a bandido intelectual. Já leu mais do que alguns professores da USP, que não pegam num livro nem sob ameaça de Regime Disciplinar Diferenciado. Leiam um trecho da reportagem:

“Em Catanduvas, onde se encontra desde o ano passado, Beira-Mar, quando não está ocupado com os negócios nem ordenando quebra de cadeias (como fez em Bangu l, em 2002) ou ataques de vandalismo (como os que resultaram no incêndio de 96 carros no Rio em 2010), recebe advogados e visitas da irmã Alessandra. Também lê bastante. Entre novembro e dezembro, dedicou seu tempo a seis volumes: “Lições Preliminares de Direito, de Miguel Reale; “1822″, de Laurentino Gomes; “Uma Breve História do Século XX”, de Geoffrey Blainey; “História do Brasil – Uma Interpretação”, de Adriana Lopez e Carlos Guilherme Mota; “A Montanha e o Rio”, de Da Chen; e “Praticando o Poder do Agora”, de Eckhart Tolle. Neste ano, planeja voltar a estudar. Ele decidiu fazer um curso por correspondência sobre execução penal pela Faculdade Internacional de Cursos Livres e já está com o primeiro livro na cela.

O traficante sabe que, ao menos nos próximos vinte anos, continuará vendo o sol nascer quadrado. Diante do fato consumado, esforça-se para viver da melhor forma possível dentro da estrutura que montou – e que, além de casa, comida e roupa lavada, inclui poder e dinheiro. Nada mau para um bandido. Já para a sociedade, não seria exagero dizer que tanto faz Beira-Mar preso como Beira-Mar livre. O mal que ele produz, até agora, o estado foi incapaz de aprisionar.”

Leiam a íntegra da reportagem na VEJA desta semana. É impressionante!

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

35 Comentários

  1. leonardo

    -

    26/04/2011 às 11:46

    ESSE BEIRA_ MAR E O CARA MESMO,MESMO COM TANTA SEGURANÇA QUE SE DIS DOS PRESIDIOS BRASILEIROS O CARA AINDA CONSEGUE LUCRAR COM MILHOES ISSO E A PROVA QUE O GOVERNO E MUITO INCOMPETENTE MAIS TAMBEM NAUM PODEMOS DAR O MERITO SO PRA ELE NAUM PORQUE COM TODAS AS FASSANHAS QUE ESSE HOMEM APRONTA TEM AJUNDINHA DA NOSSA JUSTIÇA FIEL QUE SE DIZ … QUE VERGONHA LIGAR A TV E VER O NOTICIARIO COM ESSAS NOTICIAS COM TANTAS PESSOAS AI BUSCANDO UM LUGAR AO SOL UMA BEIRA-MAR DA VIDA LEVANDO UMA VIDA LINDA E CONFORTAVEL.. QUE DEUS NOS ABEÇOE .

  2. Luiza

    -

    10/03/2011 às 23:20

    De tempos em tempos, a mídia publica informações sobre a boa vida que Beira-Mar leva na prisão. Como se estivéssemos diante de fatos novos, nos impressionamos, mais uma vez. Mas o que me deixa boquiaberta, extremamente revoltada e triste, é que todos saibam disso e ninguém faça NADA! Como pode um criminoso desfrutar de todos esses benefícios? Como pode um cara ter tanto poder? Como pode a Justiça Brasileira permitir um absurdo desse? Muito triste!

  3. Edney Neri

    -

    24/02/2011 às 9:43

    Enquanto a parte séria da população, não tomar para sí a responsabilidade por tudo q está acontecendo a sua volta, e continuar deixando-se levar, por promessas ilusionistas, cala-bocas ocasionais, o velho “jeitinho” brasileiro e propagandas tendenciosas, estas feitas pelos melhores profissionais do mercado e divulgadas em veículos de grande aceitação da “massa”, não será surpresa nenhuma, termos um “CIDADÃO” como esse, legislando no STF ou presidindo o País.

  4. tony

    -

    08/02/2011 às 12:18

    Um país que se preocupa com a privacidade de um Fernandinho Beira-Mar não tem futuro.

  5. Guerra

    -

    08/02/2011 às 0:47

    É incrível como nossas autoridades conseguem ser ridículas! Antes da prisão, a brecha legal de onde o Beira Mar comandava o tráfico de drogas era o direito fundamental de ir e vir. Com a condenação, ela se fechou. Preso numa penitenciária de “segurança máxima” por conta da condenação, serve-se da brecha legal do banho de sol para continuar comandando o tráfico de drogas. Argumenta-se que essa brecha não pode ser fechada. Não há como dar-lhe banho de sol individual. Muito interessante: ele não pode traficar é longe da polícia, lá no morro. Só de dentro da penitenciária, bem pertinho do carcereiro, tapando a boca pra evitar leitura labial. Contem isso pra qualquer aborígene lá do oco da Austrália. Ele chora de rir e pede outra! Quando será que essa gente toda começará a sentir vergonha dessas ridicularias?

  6. carlos

    -

    07/02/2011 às 22:06

    Incompetêncial policial é geral. Aqui no Pará, é impressionante. São coisas “pequenas”, mas que mostram o nível da mentalidade de grande parte da população (pelo menos aqui em Belém).
    As pessoas furam sinal, a própria polícia inclusive. Cheguei a presenciar um absurdo; uma ambulância, de sirene ligada, parou o transito numa avenida e furou o sinal vermelho. Não, esse não é o problema. O problema é que 3 carros aproveitaram e furaram o sinal junto.
    Jogam lixo de qualquer janela, do carro ou de casa. Pote de iogurte, embalagens de biscoito…
    Repito; são coisas “pequenas”, mas que mostram o grande descaso por aqui. Isso na capital, teve uma cidade em que expulsaram o gerente de um banco a balas. Ninguém queria ir pra lá. Não sei se é a mesma cidade, mas tem uma com o glorioso apelido de “M

  7. Anselmo Carvalho

    -

    07/02/2011 às 21:25

    Fernandinho Beira-Mar desfruta da hospitalidade do Presídio Federal aqui em Mossoró (RN), desde sábado (05/02) a tarde.

  8. Guilherme Frederico

    -

    07/02/2011 às 21:07

    Exportação de bandidos
    A tranquila ocupação dos morros situados nos bairros de Santa Teresa, Rio Comprido, Catumbi e Estácio não surpreendeu os moradores, segundo relatos ouvidos pela reportagem da Folha. Desde o início da semana passada, os principais traficantes já haviam deixado essas comunidades, depois do aviso de que nessas áreas seriam instaladas novas UPPs (Unidade de Polícia Pacificadora).

    O tráfico de drogas nos morros do Fogueteiro e Escondidinho, por exemplo, passou a metade da última semana sem comando definido. Homens do 1º e 2º escalões do tráficos fugiram e deixaram para trás os traficantes menos perigosos.

    “Ficaram só os pés de chinelo. Tinha traficante que chorou, querendo sair da favela com os chefões, que não quiseram levá-los”, disse um morador do Fogueteiro que pediu para não ser identificado.

    Os principais traficantes da região teriam se dirigido para favelas da Baixada Fluminense e da região dos Lagos, relatou o mesmo morador.

    http://noticias.bol.uol.com.br/brasil/2011/02/06/traficantes-de-favelas-ocupadas-no-rio-chegaram-a-chorar-relatam-moradores.jhtm

  9. Annos Petralha

    -

    07/02/2011 às 19:46

    Não apenas Fernandinho Beira-Mar (CV) e Marcola (PCC), mas tem muitos vigaristas por aí empenhados em aprender como é que Lulla (PT) e sua corja (PMDB, PSB, PDT, MST, CUT e outros) conseguem praticar a delinquência sem o “incômodo” de terem que “trabalhar” atrás das grades. É por isso que sempre afirmo: CADEIA PARA ESSA GENTE É POUCO!

  10. Adriano da Ilha

    -

    07/02/2011 às 18:47

    Reinaldo, acompanho os dados que você divulga sobre segurança pública e de fato estou bastante satisfeito com o trabalho de nossas polícias estaduais (de SP é claro). Também concordo que qualquer redução nos índices vai ficar cada vez mais difícil. Então me questiono : será que, para que haja uma redução ainda maior na criminalidade, não deveria também haver uma mudança no código penal ? Ontem mesmo estive no hospital para levar meu filho e 3 horas após minha saída, o estacionamento fora assaltado tendo uma criança de 8 anos sido feita de refém. Os bandidos foram presos em flagrante pela polícia, ambos estavam sob condicional de diversos crimes, entre os quais, corrupção de menores. Já não passou da hora das pessoas perceberem que bandidos são presos não só para serem recuperados, mas para serem afastados da sociedade que eles molestam.

  11. Ruben

    -

    07/02/2011 às 18:44

    temos que colocar esse cara na presidencia ! vejam só a competência dele e a incompetência dos nossos politicos de merda.

  12. juana may

    -

    07/02/2011 às 18:34

    como está na segurança máxima e manda? como dá ordens, se está isolado?? Jesus!! as autoridades gostam de fazer chacota com nós brasileiros… é muito dinheiro comprando todo mundo!!! se realmente quisessem impedir o homi, lógico que impediriam, mas não é vantajoso.

  13. Odilon

    -

    07/02/2011 às 18:28

    Esqueçam o Beira-Mar e o Marcola.
    Quem comanda o tráfico no Brasil é as FARC, em parceria com o PT.
    Beira-Mar e Marcola são apenas os gerentes do negócio, instalados nos “Centros de Comando Tático”, ou seja, as prisões federais.
    Só pode traficar no Brasil quem tiver a autorização do PT e das FARC. Quem quiser negociar com os fornecedores colombianos, bolivianos e paraguaios sem o intermédio das FARC corre o risco de ser expulso do negócio.
    Sérgio Cabral, que não é bobo, já percebeu há muito tempo como funciona o negócio e por isso é o mais novo “melhor amigo do Lula”.
    Podem aguardar, nos próximos quatro anos veremos uma enxurrada de propostas para a legalização das drogas.
    Como diz o Cabral: “Estamos juntos…”

  14. RICARDO

    -

    07/02/2011 às 18:21

    Tio Rei,
    Daqui a pouco não faltarão os “Pedros Abramovay” na Casa Civil ou no Ministério da Justiça a propor indultos, anistias, reduções do cômputo das penas, enfim, tantas outras exdrúxulas proposições tendentes a atenuar o rigor expiatório desse anjo ou senhor(?)
    Estarrecedor!

  15. sidney

    -

    07/02/2011 às 18:18

    Reinaldo !!!!
    Isso eeee um – VERDADEIRO ATESTADO DE IMCOMPETENCIA – !!!
    Vergonha para o PAIS !!!
    Um ESTADO ; nao controlar o seu espaco e territorio ???? ; soooo aqui mesmo neeee !!!!
    A – VEJA – deveria mandar de graca varios exemplares la para os lados de Brasilia…… aonde se reunem – alguns – para discutirem o – OBVIO – ( qdo discutem neee ) e ; faze-los lerem nos Plenarios….. a esclarecedora reportagem.
    Um dia desses quem sabe , as coisas mudam !!!!
    Abracos

  16. Luiz Antonio Rodrigues

    -

    07/02/2011 às 18:00

    logo, logo, a tchurma da decriminalização do “pequenos, médios e grandes” traficantes, estará sugerindo a soltura o fernandinho!
    se mesmo preso ele continua “operando”, pra quê gastar dinheiro do povo sustentando o estrupício !

  17. Mario

    -

    07/02/2011 às 17:47

    Ora!!! Catanduvas não é a “prisão” do fascínora; é, acima de tudo, seu QG, onde pode se sentir seguro e nós, os idiotas, pagamos pela sua segurança.

  18. Tatiana

    -

    07/02/2011 às 17:47

    A reportagem diz que ele também envia comandos pelo correio, por meio de cartas, e que a violação da correspondência só ocorre com a devida autorização judicial. Céus! E nenhuma criatura até agora deu tal autorização?
    E se comunica com outros detentos durante o banho de sol? Faça-me o favor! Que vire uma imensurável teia de fungos. ´
    Beijinho, Rei.

  19. Mariva

    -

    07/02/2011 às 17:38

    E O JUCICIÁRIO PREOCUPADO COM CARGOS E SALÁRIOS E SENDO DOMINADOS PELA QUADRILHA QUE ESTÁ NO PODER.

  20. Sereno

    -

    07/02/2011 às 17:34

    Alguém pode me explicar se o diploma do Beira Mar vai valer tanto quanto o doutorado do irrevogável Mercadante?

  21. Proativo

    -

    07/02/2011 às 17:21

    Se esse tal de Beira Mar se comportar bem é ate possivel no futuro que ele venha a ser Presidente do Senado, bagagem ele já tem, precisa escrever algum livro e entrar no PMDB.

  22. ZÉ AMARELINHO

    -

    07/02/2011 às 17:20

    TOMEM cuidado BEIARA MAR esta lendo livros de verdadeiros intelectuais MIGUEL REALE já esta mostrando que não tem cabeça uspiana , que se cubram os juizes

  23. fátima

    -

    07/02/2011 às 16:57

    Fernandinho Beira-Mar é um dos nomes mais cotados para disputar a presidência em 2014! Desculpe a brincadeira infame, traficante não pode, só ex- guerrilheira…….

  24. Paultruc

    -

    07/02/2011 às 16:56

    Tudo isso porque ele está numa “penitenciária de segurança máxima”. Como é então numa penitenciária de segurança mínima? Definitivamente, este não é um país sério, a começar pelo seu Estado de Direito.

  25. beaujolais

    -

    07/02/2011 às 16:52

    Estamos cada vez mais cada vez para ser quinta potença!

  26. SANTANA

    -

    07/02/2011 às 16:44

    Sugiro que os “camaradas” se filiem ao PT, de acordo com o mesmo princípio apregoado pelo “jegue blindado” para as “FARC”, tornando-os factíveis eleitoralmente, com a anuência do Congresso e do Senado, e a usual votação maciça dos brasileiros que tanto admiram a bandidagem que instalaram no país. Que o “Tiririca”, Romário e catreva adotem como projeto parlamentar um plebiscito em que decidir-se-ia a composição da chapa presidencial com os facínoras, ou melhor, cidadãos, desde que, é claro, com aprovação prévia do PMDB, que finalmente capitularia, porque amplamente representada a sociedade brasileira.

  27. fred

    -

    07/02/2011 às 16:40

    Se o Arruda pode cursar curso superior, por que o Beira Mar não pode?

  28. Rere

    -

    07/02/2011 às 16:36

    Tiririca como deputado, Romário como deputado, Sarney de novo presidente do Congresso, Lobão ( que não entende lhufas de energia) como ministro, Ideli como ministra, etc etc, etc. o que de espanto com Fernandinho Beira Mar? Isso é Brasil, minha gente…

  29. Robinson

    -

    07/02/2011 às 16:14

    A pergunta que deve ser feita é: Por quê interessa aos nossos ilustres congressistas manter regalias para presos desse tipo?
    A sociedade não interessa tais privilégios.

  30. Jacob Samuelson

    -

    07/02/2011 às 16:09

    Capa da revista Veja:
    Preso e Anda no Comando.
    Como Fernandinho Beira-Mar, o bandido mais perigoso do país, continua a traficar, matar, sequestrar e controlar territórios de dentro de sua cela.
    Reinaldo, isso me lembra exatamente o seguinte:
    Ex e Ainda no Comando
    Como Lula da Silva, o político mais corrupto do país, continua a comandar, indicar, tramar e controlar o território brasileiro de dentro de sua cobertura.

  31. NaSala

    -

    07/02/2011 às 16:03

    Beira-mar, com o que já ganhou e continua, pode pagar mensalidade pra continuar a ter regalias dentro e fora da prisão.Daqui a pouco terá progressão da pena,quem sabe será condidato nas próximas eleiçães mesmo cumprindo pena dentro da prisão? A lei penal permite candidatura de ficha-suja para crimes cometidos após a Lei.Parece deboche,mas acreditamos que muito mais bandidos estão soltos no meio políticos.

  32. Anônimo

    -

    07/02/2011 às 16:02

    Todo e qualquer membro das FARC tem carta-branca no Brasil.

  33. João do Brasil

    -

    07/02/2011 às 16:01

    Nas entrelinhas da má-fé…
    -
    Bom dia Brasil: 07/02/2011
    Bandidos matam jogador William Moraes, 19 anos na saída de uma festa em Minas Gerais… a reportagem segue… Ao final da reportagem já emendando em outra vem a chamada “EM SÃO PAULO TAMBÉM HÁ CRIMES ASSIM…” Entra a reportagem “Criminosos fazem famílias reféns durante arrastão a prédio residencial”.
    -
    Não amenizando o crime de arrastão a prédio residencial, é notória a má-fé do tinto, leve e fresco Renato Machado o enófilo com pinta de enólogo quando associa um crime ao outro.
    -
    Não sei qual o maior codilho: Fogueira Santa de Israel ou o jornalismo da GLOBO.

  34. indignado

    -

    07/02/2011 às 15:51

    Essa é, foi, é e sempre será a realidade Brasileira, talvez daqui a mais 500 anos isso mude, e ainda tem gente que defende.

  35. Malur

    -

    07/02/2011 às 15:50

    A reportagem da Laura surtiu efeito. Ele foi “castigado”: parece que a partir de hoje ele terá que reestruturar suas empresas, agora com sede lá em Mossoró.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados