Blog Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

sobre

Reinaldo Azevedo, jornalista, escreve este blog desde 2006. É autor dos livros “Contra o Consenso” (Barracuda), “O País dos Petralhas I e II”, “Máximas de Um País Mínimo — os três pela Editora Record — e “Objeções de um Rottweiler Amoroso” (Três Estrelas).

BC errou quando anunciou aumento de juros e quando ensaiou um recuo

A elevação de juros é inócua, a esta altura, para corrigir a inflação. Mas o BC se meteu num buraco sem saída. Dilma quer permanecer no governo até 2018, não é mesmo? Talvez ela tenha alguma ideia sobre o que fazer... Por enquanto, ela e seu governo só vão provocando desastres

Por: Reinaldo Azevedo

 

O Banco Central precisa elevar os juros? Não sou economista. Respeito os que são. Mas sei ler e entendo um pouco de lógica. Respondo: não! O aumento agora só alavancaria a dívida pública, aprofundaria ainda mais a recessão e não teria efeito nenhum sobre a inflação. Seria um mero “saludo a la bandera”. Serviria apenas como um xixi no poste: “O governo não manda ninóis”. Grande coisa! O governo já não manda nem em si mesmo. Dito isso, vamos adiante.

O comando do BC estrelou uma comédia de erros em dois atos. Há duas semanas e agora. Isso demonstra que Alexandre Tombini, presidente, pode estar a precisar de férias permanentes do cargo. Em carta divulgada no dia 8 de janeiro tentando explicar os motivos do estouro da inflação, a instituição praticamente anunciou uma elevação dos juros ao afirmar que a “política monetária deve manter-se vigilante”. A mandou ver: a instituição adotará “as medidas necessárias de forma a assegurar o cumprimento dos objetivos do regime de metas”.

A carta já tinha um quê de surrealismo para os amantes da lógica. Ao explicar as razões do estouro da inflação, o BC apontou, a meu ver corretamente, os motivos: política fiscal do governo, “realinhamento dos preços administrados” e “realinhamento dos preços domésticos em relação aos internacionais”. Muito bem! E qual o efeito da elevação da Selic sobre ao menos um desses três fatores? Resposta: nenhum! E, no entanto, lá estava a ameaça.

O mercado passou a trabalhar com o que pareceu uma sinalização certa: os juros vão subir. E as apostas se concentram numa elevação de 0,5 ponto percentual, o que, sinceramente, me parece um delírio não da ortodoxia, mas da insanidade. Sou um liberal, sim. Não sou um fetichista. É preciso reconhecer quando o remédio certo não resolve o problema errado.

Nesta terça, o FMI soltou um relatório sobre a economia mundial. As previsões sobre o Brasil são devastadoras: o país pode ter encolhido pelo menos 3,8% no ano passado, deve encolher 3,5% neste e ter crescimento zero no ano que vem. Mais juros significa mais recessão, o que agrava o problema fiscal. Eis o círculo do capeta.

Sim, o BC estava prestes a fazer a besteira de elevar a taxa. Hoje saberemos. Em vez de Tombini ficar de bico calado, ele resolveu falar pela segunda vez. Emitiu uma nota, na véspera da decisão do Copom, dizendo que o comitê vai, sim, levar em conta as projeções do FMI. E gerou uma avalanche de críticas: a instituição que havia praticamente anunciado a elevação dos juros agora recuava.

Tombini, em suma, resolveu se meter num buraco sem saída. Querem ver por quê?
1: se não eleva a taxa — e não precisaria mesmo —, dará a entender que cedeu a pressões;
2: se a eleva em 0,25 ponto, sempre restará a suspeita de que, antes de o FMI se manifestar, a elevação seria 0,5 ponto;
3: se eleva em 0,5 ponto, vai parecer que está fazendo ouvidos moucos ao FMI e que vai adotar uma posição mais rígida justamente para deixar claro que não cede a pressões.

Dado o quadro, errou antes e errou agora. Nem deveria ter anunciado o aumento, ainda que de forma oblíqua, nem deveria ter emitido nota sobre as projeções do FMI — especialmente um dia antes da decisão do Copom.

Qualquer que seja ela agora, restará a suspeita de falta de independência: ou vai ficar parecendo que é sensível à gritaria ou vai parecer que resolveu dar uma de birrento. E, obviamente, nada disso era necessário.

Estamos diante de uma obviedade: também o BC não tem mais nada a fazer. O nó é fiscal. O ajuste pretendido por Joaquim Levy, ex-ministro da Fazenda, ficou no meio do caminho.

Bem, Dilma quer permanecer no governo até 2018, não é mesmo? Talvez ela tenha alguma ideia sobre o que fazer… Por enquanto, ela e seu governo só vão provocando desastres.

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

116 comentários
  1. Queeeeebra Brasil

    Se o proprio lula, ateu, já está apegando com Deus… Pula la lá… Pula dessa estrela… Pula lá lá

  2. ROSANA CABRERA

    Pau mandado, só isso.

  3. antonio cesar

    Já deveria ter tirado férias permanentes quando -obediente ao Planalto, reduziu a taxa de juros de forma abrupta no primeiro mandato da presidenta, com o país a pleno emprego , consumo elevado e inflação beirando o teto da meta. Não tem a mínima condição de permanecer no cargo. Vamos ver como se comporta o mercado amanhã e que decisão a sra. Dilma tomará em 02/03 próximo, data da nova reunião do Copom.

  4. Agnaldo Gomes

    Agora, no pós-estelionato da reeleição, a meta é tirar o pescoço da corda do impeachment. Se valeu fazer pacto com o diabo para ganhar a eleição, que mal que tem comprar um deputado aqui e ali; aumentar, só um pouquinho, o poder de consumo desse povo sofrido, que, ficando em casa, não vai pintar a cara na rua (puro retrocesso e falta do que fazer!). É isso aí…temos uma nova meretriz econômica, política e social.

  5. Luiz Domingos de Souza

    Reinaldo não sou economista, más uma medida seria reduzir o número de ministério. Principalmente estes que dona Dilma deu para ter foro privilegiado. Falasse em reduzir gastos, mas não se reduz o gasto público. Quando pensa em reduzir é em Saúde e Educação.

  6. o

    Será que aumentar os juros não teria o intuito de evitar fuga de capitais externos? Esses juros na estratosfera servem para remunerar e muito bem investidores estrangeiros. Ou não?

  7. joão carlos félix da silva

    Esse desgoverno é o samba do crioulo doido, o Tombini age como barata tonta no galinheiro. Não passam de um bando de medíocres, só tem competência para a corrupção institucionalizada e desenfreada, nisso eles são de uma eficácia que continua assolando o país, nos levando para a miséria, até quando vamos suportar esses mequetrefes? Até o desemprego chegar a 20%?

  8. Luis

    O BC manteve a taxa em 14,25% a Selic.
    Agora sim veremos o dolar subir nas alturas, veremos daqui há alguns dias o pãozinho subir, o leite, os produtos básicos de consumo e outros.
    E ainda se fala em meta de inflação: Balela.

  9. RedFox

    “O nó é fiscal”. Se o jornalista quis dizer que também é fiscal, acertou, mas faltou dizer o que é esse nó, além de ser fiscal. Para não ocupar espaço demais, vou direto ao ponto: o capitalismo, em sua face mais dinâmica, vive da atuação livre de formadores e de tomadores de preços. Nós, consumidores, tomamos preços que não fazemos (afinal, não produzimos aço, não controlamos os preços dos médicos nem vendemos hortifrútis na feira-livre). O empresariado nacional, assim como o multinacional aqui presente, junto com o governo e suas empresas, são, ao contrário de nós, formadores de preços (produzindo, distribuindo, vendendo, revendendo, alugando, recomprando parcial ou inteiramente matéria prima muito ou pouco transformada). A inflação se encontra em todas essas etapas do processo de produzir e consumir. Os desajustes fiscais que a intelligentsia petista produziu ao longo, especialmente, dos últimos sete anos, respondem grandemente pelas distorções de preços nas primeiras etapas desse processo de produção. No entanto, naquilo que tem de mais sensível ao consumidor tomador de preços, a inflação crescente se encontra na ponta da linha do consumo, refletindo inteiramente as distorções anteriores e multiplicando seus efeitos. Moral da história: sem ajuste fiscal, não se controla inflação. É inteiramente verdade, mas a verdade inteira não está aí. Essa é uma leitura conveniente demais a quem, secundariamente, ao tomar preços aumentados, aumenta-os ainda mais, com a desculpa da expectativa, da indexação, da manutenção da margem bruta de lucro, mesmo diante da diminuição dos números da venda – o que significa, sem muita retórica, dizer que a indústria, os atacadistas e os varejistas, na média, remarcam hoje para garantir a manutenção das margens de amanhã. Só estudantes de economia que nunca frequentaram as aulas sobre as dinâmicas dos mercados formadores de preços finais (algo que se deve ensinar até o terceiro ano da graduação, no mais tardar…) podem desconsiderar o efeito que a elevação das taxas de juros exerce sobre as “maquininhas” de remarcação do supermercado, como se dizia antes dos leitores dos códigos de barras. Em suma, é fácil enter as razões e antipatias dos que defendem a manutenção (ou mesmo o abaixamento) da Selic, afinal ela não agrada a ninguém, mas acho que eles deveriam pelo menos oferecer ao consumidor que paga mais caro todo dia (por qualquer produto) uma solução de curto prazo, já que aquela que pleiteiam resultará em algo útil daqui a um ano, no mínimo. Até lá, um aumento da Selic não salvaguardaria o valor do dinheiro de quem é obrigado a abrir a carteira para comprar ainda hoje…?
    (E, sim, só pra terminar: Tombini, o boneco de ventríloquo mais caro do mundo, errou muitas vezes. A primeira aconteceu em agosto de 2011. Dizendo amém a dona Dilma, ele detonou um processo de abaixamento forçado da Selic, iniciando então um processo de transferência de renda da poupança da classe média, via juros subinflacionários e, assim, consumo compulsório, para a massa salarial de curto prazo gerada por essa fantasia desenvolvimentista de galinha. O resultado, aos entusiastas dos juros baixos, é esse mesmo que agora está mandando a economia brasuca para a lona três anos consecutivos. A maquininha no supermercado nunca parou de funcionar. As finanças do Estado nunca estiveram tão desajustadas. Os grandes formadores de preços nunca enriqueceram tanto. Todos adoraram a Selic a 7,25% aa de dona Dilma, a desenvolvimentista que deu vida nova a uma galinha velha… que depois, quando caiu, quebrou o bico.)

  10. Daomao

    A verdade é que o BC nunca acertou a mão com a taxa de juros.
    Basta ver para onde foi – e vai – o estoque e o carregamento da dívida pública.
    Trata-se do BC mais caro do mundo; meia dúzia de garotos de recado do mercado financeiro, sob o pretexto de controlar a inflação.
    Deu no que deu.

  11. O BC NÃO APITA NADA!

    O CARA É UM
    PAPAGAIO
    DA OUTRA!

  12. Renato Souza

    Reinaldo

    No maluco sistema brasileiro, boa parte da inflação monetária é gerada por bancos públicos, em uma classe especial de empréstimos, lastreados em depósitos sem compulsório. A rigor, o governo não controla realmente os juros interbancários, controla os depósitos compulsórios, porque são eles que realmente enxugam parte da inflação monetária, isto é, do dinheiro criado do nada. O aumento dos juros interbancários é um efeito do aumento do compulsório, e digamos assim, uma medida um parâmetro de controle.
    Porque é importante saber isso? Bom, como eu disse, boa parte dos empréstimos dos bancos públicos vem de depósitos à vista livres de compulsório. Isto é, para essa classe de empréstimos (o valor total deles é imenso) a cada vez que a operação de empréstimo ocorre, dobra a quantidade de moeda desses depósitos à vista (ao mesmo tempo o dinheiro TODO está na conta do depositante e na conta do tomador). Hora, para compensar essa imensa inflação monetária gerada pelos bancos públicos, os depósitos compulsórios dos bancos privados são jogados lá nas alturas (e com um efeito modesto sobre a inflação). Num país em que o endividamento público chupa uma boa parte do dinheiro disponível, os juros ao consumidor vão pro espaço sideral.

    Até onde sei, é o único país do mundo em que há empréstimos de bancos públicos livres do compulsório.

  13. O GOVERNO ESTÁ PERDIDO!

    A ÚNICA COISA
    QUE ELES SABEM,
    É QUE NÃO QUEREM
    LARGAR O CAVIAR E
    NEM PERDER A
    BLINDAGEM!
    SABEM QUE VÃO
    PRESOS!

  14. Luciano

    Meus caros, na minha leitura a inflação não é por excesso de demanda ou de liquidez, a inflação hoje esta relacionada com a elevação dos custos de produção (custo de insumos, do dinheiro e desvalorização do real) tanto é verdade que o consumo foi fortemente afetado que a produção caiu e as empresas estão demitindo e algumas quebrando. O “desgoverno” para viabilizar o seu projeto de poder focado na eleição do ano passado, interferiu no preço da energia elétrica, gasolina, etc… mas ao corrigir os preços fomentou a inflação e a recessão. Na Argentina a austeridade já teve início, o presidente Macri esta viajando em avião comercial dando um exemplo de austeridade em momento de crise. É este comportamento que a sociedade espera de um governante comprometido com o país. Que sirva de lição para aqueles que querem e tem a capacidade de aprender.

  15. Desconfiado

    A situação econômica do país é bastante surreal. A inflação está alta e para diminuir o consumo tem que aumentar o juro. Aumentando o juro, o consumo cai, mas os produtos continuam aumentando por causa do juro alto. Seria engraçado se não fosse trágica.

  16. Kevin Lomax

    O IMPEACHMENT vai ser o começo da derrocada da Organização Criminosa.

    Depois do Impeachment, o TSE com certeza vai cassar a chapa Dilma/Temer e retirar os direitos políticos da criminosa. Convocando Novas Eleições. E nas eleições municipais o PT vai sofrer um GOLPE nas urnas da população.

    Mas para tudo isso acontecer, é necessário o estopim : a prisão do PAI da Organização Criminosa Luis Inácio Lula da Silva, vulgo NOVE DEDOS.

    Com ele fora do jogo, as mudanças irão acontecer gradativamente. E o BRASIL pode pelo menos tentar voltar aos trilhos.

    FORA DILMA, CUNHA e RENAN
    #TODOSPELOIMPEACHMENT

  17. matus-além

    Realmente, no Brasil, juro alto só serve para inflar os maiores lucros do sistema financeiro do planeta.
    A inflação brasileira não é de demanda, portanto, aumentar juro só aumenta a paquidérmica dívida pública, obrigando o governo a aumentar continuamente a carga tributária para amortizá-la.
    Se juro alto diminuísse inflação, o Brasil teria deflação continuamente, pois nesta terra brasílis, juro sempre foi escandaloso.
    Portanto, ao contrário do que apregoa nossa vã filosofia acadêmica, no Brasil, juro alto na verdade aumenta a inflação….

  18. Simone

    O Brasil não está em recessão, está em depressão. A diferença entre as duas coisas é profunda. Não se sai de depressão sem reformas de base, ponto. Porém dizer que a elevação dos juros é inócua é LOUCURA. Se APENAS aumentar juros não resolve (e não resolve mesmo), deixar de fazê-lo neste contexto é suicídio.

  19. Seta

    O Ministério da Saúde informa: o uso contínuo e prolongado de bebidas com alto teor etílico provoca alucinações generalizadas. (Nota à respeito da última declaração de idoneidade moral do Lulla).

  20. JC

    Será que errou mesmo ou foi proposital, devia ter os coleguinhas com posição comprada a 4 e o USD disparou para 4,12

  21. Seta

    Mas o que um simples marujo pode fazer se, no comando do PTitanic tem uma Bandilma?! Pedir instruções ao Lularápio?Tombini, deixa assim mesmo, porque se ficar o bicho come, se correr o bicho pega. Balanço trágico e real das realizações dessa quadrilha. Estamos à deriva, fazendo água por todos os lados. E viva o PT!!!

  22. Claudia

    ¨…talvez ela tenha alguma ideia sobre o que fazer¨… Mais perdida que , desculpe o óbvio e manjado, cego em tiroteio. Foi o que arranjei.

  23. clama

    Essa fala do lulla esta me cheirando que ele teve conversa com os juízes do STJ e saiu de la muito confiante……

  24. Lapidador

    Concordo com a frase dita pelo Lula, só com a modificação da palavra Honesto, lá deveríamos ler desonesto!

  25. Prof. Pinheiro

    De tanto mentir, a suposta presidente Dilma passou a acreditar em si mesma, em sua competência. Acha que sempre esteve certa. Errada está a realidade, teimosa, que não quer ceder. Por isso, contratou e demitiu Levy. Gosta mesmo é da dupla Barbosa-Tombini, alunos do Dr. honoris causam Lulla da Silva.
    Vai descendo a ladeira desgovernada e pisando mais no acelerador. A trombada é certa, mas ela não acredita nisso.
    Afinal, venceu a reeleição apesar de ‘maio de 2013′. Não sabia que estava mentindo. Dizia o que lhe mandavam Lula e Santana, a dupla caipira que ganhou a eleição pra ela, que vociferava seu fígado pra cima do pobrezinho do Aécio.

  26. roberta

    essa vai pro Ozalmar 1:03 pm Realmente Bolsonaro não faz mal a ninguém , ALIAS NUNCA FEZ NADA QUE PRESTE, qual projeto ele aprovou até hoje ???? cite apenas um com relevância , Na real quem faz mal ao país são os seus seguidores que querem uma ditadura militar , E SÓ ATRAPALHAM ,quer os militares ???? SE ALISTE nas Forças Armadas !!!!!

  27. Tiao barbaridade de Marcelino Ramos-RS

    Tche, Reinaldo!
    O VAGABUNDO, SAFADO LADRÃO, lulla declarou ele é mais honesto q 200 milhões de Brasileiros. Declarou q vai processar todos q estão lhe ofendendo. Quero q ele me processa tbm. por adjetivar ele de LADRÃO, SAFADO, VAGABUNDO…

  28. josé reis barata


    UÉ! “NTA” não pode mais? Foi proibido?

  29. Karlos

    Gente….
    Esta é maior piada do século…

    LULA disse hoje:
    “Se tem uma coisa que eu me orgulho, neste país, é que não tem uma viva alma mais honesta do que eu. Nem dentro da Polícia Federal, nem dentro do Ministério Público, nem dentro da igreja católica, nem dentro da igreja evangélica. Pode ter igual, mas eu duvido”

  30. Helio Fausto Narciso

    SE OS JUROS BAIXASSEM PARA 7%, O GOVERNO ECONOMIZARIA UNS R$ 250 BILHÕES DE REAIS COM OS PAGAMENTOS DOS SERVIÇOS DA DÍVIDA DO GOVERNO. PRA QUE R$ 250 BILHÕES DE REAIS? NÃO ESTÃO PRECISANDO MESMO.

  31. CLAUDIUS

    Não há equilíbrio e nem controle financeiro na União. Qualquer coisa é a mesma coisa. O Estado está vivendo da mão para a boca.

  32. Anticorrupto

    Sr. Reinaldo, não existe algum artigo na Constituição dizendo que presidente incapaz, marionete e medíocre, não pode governar um país, a ponto de quebrar uma nação inteira? Uma presidente “burra” pode continuar presidindo um país?

  33. josé reis barata


    PULO ESSA
    .
    Perdão, com dilmA…, discutir juros, economia e coisas do gênero, sérias, que dependem de credibilidade, é desperdício de tempo.

  34. Tragedia

    Saíram da incompetência entraram na tragédia!

  35. questions

    quando o JNacional anuncia o aumento dos combustíveis há sempre a divulgação de que tudo é consequência do aumento dos preços do barril de petróleo (o total do barril já atingiu a marca acima dos 100 dólares e agora ruma para 20 dólares o barril). PERGUNTA – PORQUE O PRECO DO LITRO DA GASOLINA NAO SEGUE O CAMINHO QUANDO A TENDENCIA É A DE PRECOS DESCENDENTES?

    quando tivemos o reajuste colossal do preços da energia elétrica a justificativa foi atribuída à seca e à urgente necessidade de fazer uso de óleo na termoelétricas (o preço do óleo reduziu drasticamente e as barragens estão transbordando com as chuvas de janeiro) PERGUNTA – PORQUE AGORA OS PRECOS DA ENERGIA ELETRICA NAO SAO REDUZIDOS UTILIZANDO-SE O ARGUMENTO QUE JUSTIFICOU OS AUMENTOS?

    sobre uma tal consultoria prestada por uma empresa de um dono só e prestada a uma empresa de somente um sócio (o filhão genial … orgulho … parou de ser questionado ?) (alguém checou as datas – de entrega do relatório, de recebimento dos honorários por tao notável trabalho de plágio, de inicio de digitação dos relatórios etc.) (qualquer técnico em informática saberá investigar a data de criação do arquivo ….) (o recebimento de 2 milhões não tem contrapartida em relação ao serviço ) PERGUNTA – PORQUE O FAMOSO REBENTO AINDA NAO FOI INDICIADO POR LAVAGEM DE DINHEIRO?

    PERGUNTA – SERÁ QUE CONSEGUIRIAMOS ENCONTRAR ALGUEM MAIS HONESTO DO QUE O CARA DE PAU QUE FOI DO SINDICATO À PRESIDENCIA ?

    pergunta ULTIMA – quem é esta aí PAPAI ?

  36. JOSÉ DE CPS.

    E aí Reinaldo, vc. não participou da entrevista do moluscão na UOL hoje de manhã lá no instituto do dito cujo, quando ele afirmou que não tem nínguem neste país corajoso para acusa-lo nos crimes investigados pela lava-jato. ainda teve a cara de pau de dizer que ele é o cara mais honesto deste país. Pesquisa aí e depois escreva alguma coisa sobre.

  37. MORAIS

    Prezado,

    Atente para os comentários de Paulo Roberto (10:01 am), Cactus(08:46 am) e Marcus Meyer (06:44 am). Aumenta-se os juros para tomar dinheiro emprestado. É uma grande mentira essa história de aumentar juros para combater inflação. A inflação se dá pela percepção de falta de lastro da nossa moeda, ou seja, a cada dia o real vale menos. Motivos? Gasto público fora da realidade. Outro? Aumento irresponsável do salário mínimo combinado com a baixa produtividade. Exemplozinho básico : temos US380 bi de reservas – US1 tri de dívida pública = US620 bi de déficit. ESTAMOS QUEBRADOS. Saída? Ajuda do FMI (EUA). Mas antes precisamos remover o câncer (PT, PC do B, PSOL, REDE, etc..).

  38. A SAÍDA PARA O BRASIL

    Reinaldo,
    Como observador econômico e financeiro, com experiência de 30 anos e admirador de sua coluna, quero com sua permissão, deixar um conselho GRÁTIS para o governo brasileiro!
    Primeiro, lugar de trabalhador é produzindo e recebendo seus direitos com moeda de valor fixo! Não adianta receber um salário de R$ 4.000,00 se o real perdeu 50% de seu valor ! Isso é enganar ao trabalhador, que já está sendo enganado por um modelo sindical arcaico e retrógrado!
    Um governo que faz arrecadação na moeda, desvalorizando-a, para cumprir agendas eleitoreiras não é um governo, é uma ditadura fascista!
    Segundo lugar, dinheiro é consequência, nunca causa, é só pode ser produzido através de trabalho, esse negócio de fazer dinheiro com títulos da dívida pública, quando o governo não trabalha para honra-los é POLITICAGEM BARATA!
    Terceiro lugar, existem fornecedores de dinheiro no mundo, com taxas muito mais CONVENIENTES do que a dos bancos nacionais, essa reserva de mercado que foi criada é IMORAL !
    Quer dizer, que a globalização vale para o preço do pão mas, não vale para o setor bancário? Que embuste é esse? O nome disso é BANDIDAGEM!
    Quarto lugar, parem de tratar os cidadãos deste país como trouxas! É muito feio esse comportamento institucional !
    E por fim, para o desespero de todos os esquerdopatas que estão pendurados na imensa boutique bolivariana da república federativa de Pindorama, seria muito melhor para o Brasil exportar sua dívida, os norte americanos fazem isso há muito tempo, por que nós não podemos?
    Vejamos, 5 trilhões com juros de 15% ao ano. é para fazer qualquer um chorar, comprar uma passagem e ir embora desse joça de país!
    SEJAMOS PATRIOTAS!
    Que tal baixar esse juros para 5% e investir esse ganho financeiro em ORDEM E PROGRESSO?
    Pois é !
    É uma questão de matemática patriótica!
    Os sócios do Brasil devem ser seu POVO!
    Paguem se os banqueiros nacionais!
    Sejam homens de bem e quebrem essa corrente demoníaca da escravidão financeira que foi implantada no Brasil !
    Quem não concordar com minha opinião, pode ir para CUBA, para China ou para aquela ponte que pariu, tanta inépcia, oportunismo e falta de caráter patriótico!
    Que bonitas são aquelas flores na porta do Palácio do Planalto, o povo sabe quanto elas custaram?
    Talvez esse seja o nosso maior problema, estão há muito tempo apertando a tecla EFE !
    O futuro?
    Não existirá futuro!

  39. maria odila reymond

    Boa tarde Rei !
    Gostaria de fazer 1 pedido : Se possivel, vc nos esclarecesse 2 coisas…..
    1 — A madame DILMA prometeu baixar o proprio ( salario ??? ) ela fez ??? sim ou não…
    2 –Prometeu diminuir os MInistérios….??? Continuam os 39 ???
    obrigada…

  40. Marta

    Ela fez o diabo para vencer as eleições, fará o diabo para permanecer e pouco se importa com o destino do país, essa que é a verdade. Tivesse alguma honestidade e patriotismo, renunciaria hoje.

  41. Lethicia

    Na veja.com:
    “OEA denuncia humilhação em revista íntima contra opositora venezuelana. ‘Completamente nua, me pediram para abrir as pernas várias vezes e me revistaram’, disse Lilian Tintori, que é casada com o político opositor preso Leopoldo López”
    =========================================================
    E o governo da primeira mulher (sic) presidente (sic) do Brasil vai deixar por isso mesmo?
    Vai ficar caladinha diante das barbaridades do lixo Maduro, santa?
    Em ação e/ou omissão, Dilma Rousseff envergonha não apenas as mulheres, mas a humanidade.

  42. Ex-petista

    Reinaldo,

    viu a polêmica sobre a ausência de ruivos nos indicados ao Oscar???

  43. Paulo cezzar

    A Dilma não tem planos, apenas … os já conhecidos objetivos.

  44. Rue des Sablons

    ” E qual o efeito da elevação da Selic sobre ao menos um desses três fatores? Nenhum!” (do seu artigo)
    Uma perguntinha de um carpinteiro: Quais fatores afetam o realinhamento do preço nacional ao internacional e a inflação? Vários, e bota vários nisso. A política fiscal, um deles, é importantíssima. Ora, se o governo irresponsável da dona Dilma não age, quer dizer que o BC deve permanecer de braços cruzados e não contribuir com o seu antídoto monetário?
    Lógica é importante na interpretação de sentenças, mas não garante nada mais do que é contido nas premissas. Por exemplo: se o homem foi feito por Deus, deveria ser perfeito. No entanto, veja o Lula!

  45. ricardo

    Até quando janot vai continuar com torcicolo ????Ele só consegue enxergar quem esta a sua direita ???? E o lado esquerdo ,não vai virar e enxergar nunca ????

  46. Rodrigues

    O Brasil tem se especializado em uma fabrica de jabuticaba, e quem prmomove essa zyca é a imprensa brasileira, especialista em criar craques e superdotados que só existe aqui e no seu mundo de fantasia, promove carnaval, cinema porno e fuebol como se fosse nossa unica espcialidade, assim como a desobediencia civil de supostos movimentos sociais e endossa frases mentirosas e absurdas de politicos oportunistas e populistas que tem endereço certo no coraçao dos incautos, como: “Não ha uma só alma vivente mais honesta do que eu” recuso ate dar nome aos bois, pois, resisto a acreditar que teha dito, mas não falta quem propaga.

  47. Douglas

    Os procuradores da força-tarefa da Lava Jato receberam ontem o prêmio anual da Global Investigations Review (GIR), na categoria “órgão de persecução criminal ou membro do Ministério Público do ano”, em Nova York.
    O trabalho do MP ficou à frente de entidades americanas, norueguesas e britânicas, entre elas o Departamento de Serviços Financeiros de Nova York e o gabinete do procurador do Distrito Leste de Nova York, que investigou a corrupção na Fifa.
    A força-tarefa foi representada pelos procuradores
    Carlos Fernando dos Santos Lima, Deltan Dallagnol e Roberson Pozzobon
    A IMPRENSA ‘LIVRE’ NADA PUBLICOU!
    Alegra-me a noticia deste prêmio, que lá no Primeiro Mundo revela ao mundo haver no Brasil brasileiros dignos da melhor consideração.
    Gente como essa merece da grande maioria do seu sofrido povo, vítima também dos ordinários que difamam a nação e quem a Lava Jato vem mordiscando as culpas e desesperando políticos que no país meteram pés e mãos.
    Será que você viu isto na imprensa?
    Você merece ver e divulgar.
    Competentes premiam competentes…

    DESTE PRÊMIO PODEMOS NOS ORGULHAR!
    E TEMOS OBRIGAÇÃO DE DIVULGÁ-LO!
    QUE OS BONS NÃO DESANIMEM!

  48. Ozalmar BellaFonte

    O mais incrivel nisso tudo é fingir que não se compreende a realidade do que está ocorrendo no Brasil. O comunismo veio para ficar, a crise é intencional, é resultado de uma agenda definida pela KGB, que conta com apoio das fundaçôes representantes dos METACAPITALISTAS, a plutocracia dos BANKSTER’S iluminados (patrões de FHC -Open Society de G. Soros – Interamerican Dialog), além do apoio da anti-igreja do Concilio Vaticano II do anti-papa Bergóglio e seu ecumenismo conjunto com o CMI-ONU e CNBB.
    O passo seguinte é a mão de ferro do ESTADO FORTE como já se viu tantas vezes em China, Coréia do Norte, Cuba, venezuela. Bolivia, Nicarágua, Equador, Colombia a caminho com Santos do ID, etc, etc…O resto é papo pra engana trouxa! Não é mesmo Reinaldoooo. ÔÔ Rinaldoooo! Falar de Bolsonaro é tirar o foco da verdade camuflada…êle não reresenta ameaça ao concervadorismo, alem do que, direita e esquerda são distorções genéricas para enganar teus bobajuladores. Já saquei a tua faz tempo garôto de Três Córregos. És da mesma turminha do bobão de São Carlos, o bobão Ávila da TV PSDB/PT. Me engana que eu gosto…

  49. Fabulário Fabuloso

    O velho, o burro e a criança…. Mas, no mundo real, alguém está ganhando muuuuiiiito com essa bagunça fabulosa.

  50. Marcello Castellani

    Realmente o BC nada pode fazer. A inflação que aí está não ocorre por pressão de demanda. De fato, a inflação atualmente se auto-alimenta em função das incertezas. Os fortes aumentos dos preços administrados pelo governo (energia, combustíveis, telefonia, água) fazem com que toda a cadeia produtiva tenha que realinhar seus preços. Devido a incertezas com um governo manco, serviços e produtos são reajustados na certeza de que haverá mais inflação. Tenho em mente que a inflação irá aumentar a tendência é contratar mais inflação para se proteger da inflação produzida no momento. Como a indexação de preços não foi extinta em 1994, temos que se o governo não cuidar de reduzir seus gastos fortemente, adequando-os ao que se arrecada a tendência é o aumento generalizado de preços com riscos de um descontrole inflacionário. Nunca é demais relembrar que Dilma quebrou uma loja de 1,99 em um momento em que isso era praticamente impossível. Imagine o que ela pode (e já está fazendo) fazer com o país até 2018.