Blogs e Colunistas

07/06/2011

às 22:30

Apesar da saída de Palocci, oposição vai insistir em CPI no Congresso

Por Robson Bonin, no Portal G1:

Com a saída de Antonio Palocci da chefia da Casa Civil nesta terça (7), os partidos de oposição no Congresso anunciaram que vão continuar insistindo na abertura de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar o enriquecimento do ex-ministro. RSegundo o jornal “Folha de S.Paulo”, Palocci ampliou seu patrimônio em 20 vezes, entre 2006 e 2010, período em que atuou no ramo de consultorias a partir de sua empresa, a Projeto.

Na Câmara, a convocação para que Palocci explicasse a evolução patrimonial na Comissão de Agricultura acabou perdendo efeito, uma vez que o agora ex-ministro não é mais servidor público e não pode ser convocado.

O líder do PSDB na Casa, deputado Duarte Nogueira (SP), afirmou que a oposição pretende agora apresentar um requerimento convidando o ex-ministro para falar aos parlamentares: “Vamos nos reservar o direito de buscar informações para os esclarecimentos que ao sociedade brasileira ainda não conheceu.”

Já o líder do DEM, deputado ACM Neto (BA), afirmou que o ex-ministro, agora distante do governo, ainda deve explicar ao Congresso como conseguiu ampliar em 20 vezes seu patrimônio: “Ele continuará a ter que dar explicações ao parlamento e principalmente ao Ministério Público.”

No Senado, os requerimentos que ainda constavam da pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) também estão prejudicados. “A convocação perde o sentido porque o ministro deixou de ser ministro, deixou de ser servidor público”, argumentou o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR).

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse que a bancada vai se reunir ainda na noite desta terça para analisar como a oposição vai conduzir o debate político a partir da saída de Palocci do governo.

O líder do DEM no Senado, Demóstenes Torres (GO), acredita que os senadores da base governista que assinaram o requerimento de CPI tendem a retirar a adesão após a demissão do ex-ministro. “Vamos insistir na CPI, mas sabemos que muitos senadores da base irão retirar o apoio. A oposição vai compreender porque eles disseram que retirariam a assinatura se o ministro saísse”, afirmou Torres.

O governo vai impedir qualquer forma de convite a Palocci ou de tentativa de abertura de CPI para investigar o ex-ministro porque teme que a comissão seja utilizada para investigar fatos relacionados aos recursos de campanha da presidente Dilma Rousseff.

Embora a maioria governista alegue que a CPI perdeu força, a senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS), disse que irá manter a assinatura no requerimento: “Ele [Palocci] caiu, mas não vou retirar minha assinatura da CPI. No meu entendimento, a demissão dele não esgota a decisão do Senado de investigar. Não podemos deixar que as coisas morram, as pessoas estão cansadas de impunidade”.

Já o senador Pedro Simon (PMDB-RS), que havia prometido assinar a CPI nesta quarta, disse que o caso está encerrado: “Acho que acabou a crise e a CPI perdeu a razão.”

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

53 Comentários

  1. marco

    -

    08/06/2011 às 19:12

    O senador Pedro Simon já foi motivo de orgulho para grande parte do RS, hoje é apenas mais um petralha, desde que ficou com medo do Collor, só vai definhando politicamente.

  2. Seavon

    -

    08/06/2011 às 15:48

    Agora, não é só eu que acredita que o “caso Palocci”, tem algo parecido com o principal esquema que derrubou Collor de Mello.
    Ou seja Paloccigate = PC Farias
    Tudo tem haver com dinheiro destinado aà campanha eleitoral, com sobra para compra de apto. R$6 mi mais algumas coisas…
    Por isso, seria bom, nem que seja para os eleitores da Dilma ficar sabendo como ela chegou ao poder, que dizem ser pela influência dos altos índices de popularidade do ex Lula da $ilva.
    Isso significa que os eleitores de bom censo que votaram em José Serra, não foram enganados somente por $ilva, mas com ajuda monumental de desvio do dinheiro de empreiteiras etc.
    Saber tudo direitinho, é uma questão de honra para o povo brasileiro que vive sendo sacaneados.
    Precisa dizer por quem? Ou por qual partido?

  3. ADEMIR GARCIA

    -

    08/06/2011 às 14:06

    PALOCI SERA DE AGORA BOMBA RELOGIO DENTRO DO PT SE ELE ABRIRIR A BOCA MORRE. FOI COM MUITA SEDE AO POTI VIU DINH. DEMAIS E SAIU A GASTAR VALERIODUTO AINDA VAI RENDER MUI.

  4. Help!

    -

    08/06/2011 às 13:58

    É como deixar de investigar e punir uma tentativa de assassinato porque a vítima sobreviveu. Apesar de o criminoso ser reincidente.
    Pedro Simon só faz de conta que é diferente. Na verdade, na hora H, ele sempre vota a favor e igual ao PT.

  5. Pior Não Fica?

    -

    08/06/2011 às 13:18

    Todo mundo “malufando” ou “paloccindo”. É evidente que esse “guvernu” vai impedir qualquer tentativa de abertura de CPI para investigar palloffi. É claro que esse “guvernu” teme que a comissão seja utilizada para investigar fatos relacionados aos recursos das campanhas eleitoreiras do PT. É óbvio que o senador Pedro Simon saiu por aí dizendo que o caso está encerrado. Haja rabo preso nessa história!

  6. Rodrigo

    -

    08/06/2011 às 12:54

    Esse Simon é um frouxo mesmo! Já o Gurgel só está de olho na boquinha do cargo de procurador-geral. CPI já! Esse congresso se supera a cada dia, sejam nas falcatruas, sejam nas demonstrações de fraqueza e submissão ao Executivo. Lástima!

  7. Curumim

    -

    08/06/2011 às 11:15

    Esse pedro simon é um grande babaca. Faz muita pose mas não engana mais ninguém. Todos sabem que elle morre de medo do collor.

  8. picolino

    -

    08/06/2011 às 11:05

    O senador Pedro Simon é o Suplicy do PMDB. Ridículo !

  9. indignado

    -

    08/06/2011 às 9:49

    É uma vergonha e o monte de dinheiro conseguido ilegalmente vai ficar como premio pelas ações criminosas desse elemento ? é esse o caminho que fica aberto para todos que ocuparem a mesma pasta ? é essa a lição que as pessoas de bem irão receber ? “ISSO É UMA VERGONHA”.

  10. Chacon

    -

    08/06/2011 às 9:36

    Sem dúvidas deve explicações. O site do Cludio Humberto contratou um empresa com equipamento Israelense de última geração para annalisar a entrevista do ex-ministro, resultado: ele mentiu em vários pontos, hj o mesmo site diz que o irmão do locador de Palocci é ligado ao PCC. Diga-me com quem tu andas, e te direi quem tu es. E eu que pensava que Zé Dirceu era super perigoso!!! Se Palo$$i é tudo isso imagine o Zé e o Lula!!! Será que a oposição vai usar essas informaçòes como se deve, na época de eleição, ou vão ver tudo ir para o PT novamente? abraço

  11. aparecido f.

    -

    08/06/2011 às 9:22

    O Simon, vulgo turco véio, sempre borrou as calças na hora H….. Assim foi também na hora de derrubar os militares….Se não fosse o Dr. Ulisses…. este sim é o politico que nos falta agora…O unico gaucho que honrou a bombacha foi o Dr. Paulo Brossard…..

  12. CALIGULA

    -

    08/06/2011 às 9:13

    SE A OPOSIÇÃO DEIXAR PASSAR EM BRANCO ESSA OPORTUNIDADE DE SE PASSAR A LIMPO A CORRUPÇÃO, O ENRIQUECIMENTO ILICITO, DESSES SALVADORES DA PATRIA QUE AI ESTAO, DEUS NOS ACUDA. O PALOCCI NA VERDADE E UM INOCENTE UTIL SE O COMPARARMOS A CORJA QUE SE ABASTECEU SEM PENA E SEM DO DO DINHEIRO E FAVORES DO ESTADO. SE ELE ABRISSE O BICO ACREDITO QUE ATE O PALACIO DA ALVORADA VIESSE ABAIXO. CPI NELLES, RETOMADA DO PATRIMONIO ROUBADO E CADEIA NELLES.

  13. roby

    -

    08/06/2011 às 9:11

    Um fato que parece ter sido totalmente esquecido — e ao qual Lucia Hippolito se referiu outro dia na CBN — é que logo após as eleições o atual ex-ministro (e então arrecadador da campanha governista) expediu correspondência para os possíveis colaboradores pedindo ajuda para saldar dívidas de campanha JUSTAMENTE NA ÉPOCA EM QUE O PATRIOTA EMBOLSOU DEZ MILHÕES DE REAIS.
    Será mais uma das “coincidências” que há de entrar para os anais (epa!) do jetinho lulopetista de administração dos “negócios”?

  14. Peotor

    -

    08/06/2011 às 9:11

    Simon é sempre assim. Teatral, até mesmo histriônico no púlpito, demonstra sempre tibieza no momento em que é necessária a coragem. Bastou o Collor levantar um pouco a voz e ele já baixou as orelhas e meteu o rabo entre as pernas. Não adianta ter coragem contra quem não reage.

  15. Luiz Fernando

    -

    08/06/2011 às 9:09

    Pedro Simon sempre foi um galhofeiro.Subia na tribuna para discursos bombásticos e soltava ua bombinha de S.João.Até que um dia Collor foi no pescoço e o senador sumiu.Senadores desse tipo avacalham o Senado.Tem que investigar tudo até o fim ou a saída do porquinho apaga seu brilhante e suspeito enriquecimento?

  16. Alerta

    -

    08/06/2011 às 8:57

    Caso Palocci é na realidade “Caso PC Farias” com mais gravidade e provas. PC praticava tráfico de influência e não era Ministro de Estado. Palocci era o principal ministro e coordenador da campanha da Presidente.
    Os abusos institucionais e a agenda destrutiva que está em franca execução precisam ser impedidas por todos os que têm consciência do que de fato está ocorrendo no país. Os financiamentos que o BNDES tem destinado à Venezuela que parecem ser da ordem de uns 300 bilhões de dólares evidenciam o desvio de recursos brasileiros para a organização internacional Foro de São Paulo.
    CPI do Palocci é PPI do PC de nosso tempo. Nuvens densas e escuras pairam sobre a nação como um sinal de alerta às liberdades institucionais, à família brasileira e ao próprio congresso nacional.

  17. Danilo

    -

    08/06/2011 às 8:21

    Em tempo:
    E as empresas que provavelmente se beneficiaram da influência do ministro-deputado-ministro? Precisam ser reveladas e saber se e quanto ganharam nessa brincadeirinha milionária.

  18. Danilo

    -

    08/06/2011 às 8:20

    Onde está a dona Receita Federal do Brasil,que em casos envolvendo simples mortais vai para cima como uma anaconda esfomeada?
    O próximo passo é mandá-lo para detrás das grades.

  19. DAMIÃO LEITE DEJANETO

    -

    08/06/2011 às 8:08

    Eu acho que só a saída do ministro milionário de apartamento suspeito,não termina a crise como disse o senador do partido governista que já teve um presidente da república sem ter voto,o Sr Pedro Simon. Eu acho que agora é que tem que ter uma investigação pesada porque esse Sr não pedio demissão só por essas que já sabemos por traz disso deve ter muita coisas que eles são capaz de sacrificar até a própria mãe para não ser descoberto.

  20. queiroz

    -

    08/06/2011 às 7:52

    antes eu parava para assistir seu discurso mas agora não da mais, virou avalista dos corrupto dos ALOPRADOS dos PT.

  21. Jorge Luiz

    -

    08/06/2011 às 7:48

    A CPI não perdeu a razão de ser – muito pelo contrário. Não é porque Palocci pediu demissão que ele não deve ser investigado pois, se ele o fez, foi temendo uma investigação maior. Ele está levando a certeza de que tendo pedido demissão não terá que explicar como conseguiu enriquecer em questão de meses. Se assim for, basta ocupar um cargo de peso, fazer tráfico de influência, enriquecer e pronto. Aliás, isso é bem da filosofia petista.

  22. Marcus Meyer

    -

    08/06/2011 às 5:28

    A investigação precisa continuar pois a sociedade merece saber como Palocci enriqueceu tão rápido, mesmo que já se possa fazer uma boa idéia dos motivos!

  23. Anônimo

    -

    08/06/2011 às 5:07

    Pois é, e tudo evidencia que a mudança veio por causa da queda de popularidade da rainha que não tem o poder. Agora, procurarão sumir com o Palocci e sua fortuna para que não fique provado o crime de concussão, de tráfego de influência, senão vai de roldão o chefe de verdade e a chefa de mentirinha dele.

  24. Seavon

    -

    08/06/2011 às 4:51

    Vamos pela ordem. Numa avaliação por alto, dá para comparar Antônio Palocci com PC Farias.
    Isso dá.
    Com algumas diferencas, porque um atuou por fora do governo.
    O outro ficou por dentro do governo o tempo todo!
    Tem certas pessoas, (não vou dizer político) que é igual carrapato.
    Palocci é, ou foi um desses (político), outro ou outros…
    Essa gente, leva tinta mas não denuncia ninguém!
    E, o medo.
    Ou, de medo.
    Do lado oposto, sabe-se disso, porque a turma da pesada pode jogar forte.
    Por essa condição, há respeito recíproco.
    Deveria ser ou ter é outra condição…
    Eu estou dizendo a verdade.
    Como pretendo daqui para frente dizer mais.
    Não só direta ou indiretamente a um partido exclusivo.
    Eu vi e ouvi Reinaldo no Roda Viva e ele questionou o senador Álvaro Dias com muita altivez e com palavras certas o objetivas.
    O senador ouvia atentamente e respondia, não sei se a contento do Rei.
    Eu acho em acredito que os brasileiros no geral devem ser e ter comportamnetos mais objetivos e diretos.
    Isso, porque existem certas passagens na vida e na política principalmente que em vez de ser um escorregão, um lápso, NÃO, são pesadelos mesmo.
    E as reincidências é que são elas!…
    Se é que, pretendemos que as coisas possam mudar da água para o vinho, temos que ter iniciativas.
    PS: este texto, (da madrugada) comparado aos últimos anteriores, (de conformismo) é uma mudança radical de comportamento verbal.
    Mas é assim mesmo.
    Mudar é preciso.
    Quem não muda de posição ou pensamento permanece estático.
    Tem certas horas que ficamos anestesiados pelos maus comportamentos e não encontramos forças para encarar tantas faltas de escrúpulos decorrentes.
    É isso aí.
    .

  25. naldig

    -

    08/06/2011 às 2:54

    A luta pela CPMI ê legitima e necessária. Este angu tem muito mais caroço do que supõe nossa filosofia. Um governo de um pais serio não pode temer investigações. Investigações só fragiliza governos frágeis e corruptos. Temos que passar o nosso pais a limpo!

  26. naldig

    -

    08/06/2011 às 2:47

    Pedro Simon amarelou. Alias, ele carrega nas cores das palavras e na gesticulação , mas tenho a impressão que ele sempre tem um olho no governo e outro na oposição .

  27. http://blogdomariofortes.blogspot.com/

    -

    08/06/2011 às 2:07

    Tem que haver CPI. Existem mil coisas por trás do caso Palocci, e não há um só Palocci no PT. São muitos.
    Quanto ao Pedro Simon, a cada dia, ele se esforça para parecer prescindível. E o é, sem dúvida!

  28. Roberto

    -

    08/06/2011 às 1:39

    A recusa do Palocci em entregar a lista de seus clientes está deveras parecida com a atitude de mesma espécie de duas outras “consultorias”: A da caftina e a do gigolô.

  29. celeraman+

    -

    08/06/2011 às 1:31

    Emails para o Senador Pedro Simon devem ser remetidos para o endereço eletrônico simon@senador.gov.br.
    – Assina, Senador!

  30. celio maia

    -

    08/06/2011 às 1:31

    Pois foi… O HOMEM QUE MULTIPLICAVA DEMAIS caiu.

  31. cezar

    -

    08/06/2011 às 1:28

    Sera que nunca saberemos de onde vieram e para que foram pagos os tais 20 milhoes ?? e a tal Plazza Brasil Consultoria Imobiliária Ltda? foi depois que esse nome “apareceu” no caso que a saida do ministro foi acelerada.

  32. carlos

    -

    08/06/2011 às 1:18

    O Pallocci é apenas a ponta do iceberg do pt, deveria haver uma devasa na vida dele por respeito a cidadania nem que tenha que ser feita por denuncia pública de milhões de brasileiros como na ficha limpa.Não pode ficar por isso mesmo, sai do governo e vai disfruta da vida de cara lavada pelo Gurgel, não da não

  33. marco

    -

    08/06/2011 às 1:03

    1-Meu conterrâneo Simon tá cada vez pior.
    2-Li agora há pouco q o patrimônio da Gleici é de 650 e poucos mil reais. Prá quem só ocupou cargos de indicação política, até ser eleita ao Senado, tá de bom tamanho. Errei de profissão: resovi ser só médico,sou especialista, tenho a mesma idade q ela e o q juntei não chega nem perto.

  34. jose eduardo silveira

    -

    08/06/2011 às 0:33

    Ok pessoal , menos , por favor menos ! A saida do “palofffi” da casa civil na moita pouco muda o “modus operandi” da ratada petralha , foi assim com o caso do propinoduto na coleta de lixo de Ribeirão Preto , repetiu-se no caso do caseiro Francenildo e fatalmente vai se repetir agora. A pizza tem a sequencia de sempre ou seja , em vista de mais este escandalo, tira-se o elemento do centro da Imprensa e deixa o cara numa geladeira do esquecimento por um ou 2 anos , depois volta em algum outro cargo publico por “indicação” dos cumpanheirus ratazanas iguais a ele , não muda nunca e não será desta vez.
    Como existem os incredulos de sempre , considero aberta a mesa de apostas para que se tente adivinhar “quando” o enroladinho de Ribeirão voltará para a ribalta por outra porta com a cara mais lavada do mundo. Eles jogam contra a falta de memoria e de vergonha do nosso povinho que elege esses vermes , o pior é que via de regra terminam se dando bem! paiszinho nojento esse nosso .

  35. FM

    -

    08/06/2011 às 0:31

    Para alguns políticos pode a queda do Ministro Palocci satisfazer. Para os cidadãos esclarecidos desse país sua queda apenas, não esclaresse a verdade sobre o enriquecimento rápido do ministro em sua super consultoria exercida por ele e apenas ele. Mais ainda que, tudo que o ministro falou até aqui, soa como uma grotesca mentira diante do esforço do governo em evitar a ida do ministro ao Congresso para dar as explicações devidas, o que seria mais que natural se nada tivesse a dever.

  36. paulo sergio

    -

    08/06/2011 às 0:14

    Como esse povo tem medo da verdade.Se bem que todos os partidos fariam o mesmo…contudo,nesse caso do palocci é tudo muito suspeito por demais e o passado do sujeito também não é digno de elogios.Sempre envolto em escândalos.

    CPI neles!

  37. Ney S. Monteiro

    -

    08/06/2011 às 0:07

    Pedro Simon já não é mais o mesmo.

  38. Moises santos

    -

    07/06/2011 às 23:56

    ME CAUSOU SURPRESA O FATO DO SEN PEDRO SIMOM NAO TER ASSINADO. NAO VI NINGUEM DIZER AINDA COM CONVICCAO QUE A BUSCA PELA VERDADE VAI CONTINUAR, NEM NA CLASSE POLITICA , NEM NA MIDIA.

  39. andré martins de andrade jr.

    -

    07/06/2011 às 23:52

    É triste assistir o ocaso de um bom político.O sen. Pedro Simon tem que abandonar o Senado,sua atuação, atualmente, é uma prova inconteste de que não tem mais nada a fazer alí.Vamos lá: FORA HADDAD! FORA SIMON!

  40. FERNANDA

    -

    07/06/2011 às 23:45

    Que isso Pedro Simon ,assina!

  41. José Mário Fontes

    -

    07/06/2011 às 23:33

    Enquanto não for esclarecido de quem ou de que firmas veio esta dinheirama, restará dúvidas se não se tratou de sobras de campanha ou tráfico de influência.
    A mistura de público com privado e o acobertamento de patranhas e golpes de membros do pt e da base do governo tem sido uma constante nos governos do ex-presidente Lula e agora da nova presidente.
    Abafam-se os escândalos, compram-se políticos e funcionários públicos. Os que são surpreendidos com a boca na botija são afastados de mentirinha, pois logo conseguem uma mamata em algum órgão governamental, e rapidamente são reintegrados ao partido, reaproximando-se dos palácios e ministérios.
    Escândalos e mais escândalos sem punição de culpados.
    A casa ainda cai, ou pensam que a paciência dos que são espoliados é ilimitada?

  42. Véio João

    -

    07/06/2011 às 23:29

    Lamentável ouvir meu Senador Simon dizer que a crise acabou e a CPI perdeu a razão.Já minha Senadora Ana Amélia segue me orgulhando com sua postura e atuação no Congresso.

  43. Rodolfo

    -

    07/06/2011 às 23:25

    Se deixarem o Aécio liderar isso(tentativa de criação de CPI), eu duvideodó que isso venha ocorrer!

  44. Antoniobrasil

    -

    07/06/2011 às 23:22

    Reinaldo, vi no Rodaviva quando você puxou a orelha do Senador Álvaro Dias,mas especificamento quando você perguntou para o mesmo, se ele tinha medo do povo e do PT ?! Pois os eleitores do PSDB,estão decepcionados com a política tímida e omissa dos que não fazem oposição como se espera. E ele não venha com aquela desculpa que só vai fazer oposição quando se aproximar as eleiçôes. Oposição sempre e em qualguer momento é o meu pensamento.OBS. Reinaldo,vc é um dos responsáveis pela queda do Palocci,parabens…

  45. José Geraldo Coelho

    -

    07/06/2011 às 23:17

    E a oposição deve insistir pois tráfico de influência é crime contra o tesouro.
    Tudo tem que ser passado a limpo.

  46. Berlatto

    -

    07/06/2011 às 23:12

    Reinaldo, que pena, Ronaldo quase fez…foram três oportunidades. Seja feliz… Ronaldo.
    Quanto a Gleise, ministra da Casa Civil? Como paranaense deveria estar feliz. Mas, infelismente, essa senhora não tem estofo para cargo tão importante. Vair ser uma decepção.
    É apenas uma carinha bonitinha…Abs.

  47. aparecido f.

    -

    07/06/2011 às 23:12

    Acho que a oposição tem que pedir assinatura nas ruas do Brasil para abrir a “CPI DOS LARANJAIS”… investigar todos os imensos laranjais petralhas, inclusive o laranja ( ou a laranja, não sei..) que ocupa o Planalto e o laranja do homi, o tal do Bunlai….É muita laranja…para pouca oposição…. A presidencia Dilma não tem vida propria sem o Lula, consulta-se ele o tempo todo…è ou NÃO É UMA PRESIDENTA LARANJA ????? OU UMA LARANJA PRESIDENTA ???? Isto ainda vai virar merda… estão abusando da inteligencia dos brasileiros…

  48. Juarez

    -

    07/06/2011 às 23:00

    Palocci vai continuar atuando na sombra, que nem os ‘cumpanhêro’ José Dirceu, Delúbio Soares & Cia. Falta mesmo é o eleitor tomar uma dose arretada de simancol e memoriaprazol para enxotar essa escumalha da política e da vida pública, pela porta dos fundos. Para sempre!

  49. Luiz Fernando

    -

    07/06/2011 às 22:52

    Veremos daqui para a frente uma nova lua de mel entre Dilma e o colunismo político alugado.Os que estavam fazendo biquinho pelas tramóias de Palocci vão sorrir novamente.Gentalha.

  50. ArpiArrepiA

    -

    07/06/2011 às 22:48

    O senador Pedro Simon é um Pizzaiolo com certeza, ou seja, o senador quer que tudo termine em pizza!!!

  51. luiz antonio - rj

    -

    07/06/2011 às 22:46

    O sen. Pedro Simon está uma decepção. Devia aposentar-se, não é mais de lutar. Uma pena.

  52. Ju

    -

    07/06/2011 às 22:42

    Rei, olha só o nome da mais nova laranja…não deixaram por menos, já contrataram uma árvore inteira. Do blog http://www.blogdosamico.com:
    (…)
    Pelo contrato, entregue ontem pela assessoria do ministro à imprensa, Palocci paga R$ 13,5 mil mensais pelo aluguel do imóvel à Morumbi. Quem assina o contrato como sócio proprietário da imobiliária é Henrique Garcia Santos, o mesmo que, na Junta Comercial do Estado de São Paulo, aparece como o primeiro dono da Lion Administração de Bens Ltda, empresa que se diz dona do imóvel.

    Henrique Santos teria aberto a Lion em sociedade com a empregada doméstica Rosailde Laranjeira da Silva, mais uma pessoa usada como laranja na intrincada história da propriedade do imóvel ocupado por Palocci. O endereço de Henrique Santos, informado à Junta Comercial, é o mesmo de Gesmo Siqueira dos Santos, proprietário original do apartamento onde Palocci e sua família moram desde 2007. No edifício, porém, a família Santos também já não mora há pelo menos um ano.

  53. Alexandre

    -

    07/06/2011 às 22:40

    O Pedro Simon perdeu a cabeça.O país perde tempo com a crise, e fala uma baboseira dessa.
    Ah, desse jeito não dá!!!!
    Haja paciência pra não falar outra.
    P.S.: Não consigo evitar
    Que bela m(Beeeppppppp)da!

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados