Blogs e Colunistas

01/11/2012

às 6:51

A Nextel, que pode ser beneficiada por novo marco regulatório da Anatel, compra empresa falida e endividada de marido de Erenice, que ajudou a desenhar o… marco regulatório! Mais uma fábula real do mundo petista!

Eita! Ainda paro de dar opinião e investigar advérbios e acabo virando repórter investigativo!

Quando Deus inventou a coincidência, os petistas entraram pelo menos 13 vezes na fila. Ô povo para dar sorte nesta vida, Santo Deus! Eu sempre penso como emblema dessas coisas aquele caso da venda do apartamento da ex-mulher de Dirceu. Ela estava a fim de vender. Precisava de um dinheiro adiantado, em espécie. Quem apareceu? Rogério Tolentino, advogado e sócio de Marcos Valério. Coincidência. Os três foram condenados pelo STF. Muito bem. Abaixo, vou lhes contar uma história que parece meio enrolada, mas que, creio, no fim, resulta compreensível. Remete, mais uma vez, ao universo petista e às… coincidências. A personagem do partido que aparece na história é Erenice Guerra, a ex-braço direito de Dilma Rousseff e ex-ministra da Casa Civil do governo Lula. Caiu, como todo mundo sabe, depois de uma série de reportagens de VEJA que só lhe atribuiu o que fez — e nada que não tenha feito. Vamos lá. Desta feita, quem está em pauta é o bilionário mercado da telefonia. Qual o busílis?

O Conselho Geral da Anatel vota hoje o Plano Geral de Metas de Competição (PGMC). E, mais uma vez, a coincidência mostra a sua cara. A que me refiro?

A mudança regulatória que o PGMC traz ao setor de telefonia ocorre exatamente no momento em que a Nextel entrou com um pedido na Anatel de compra da empresa Unicel do Brasil Telecomunicações Ltda. Unicel, Unicel, Unicel… Ah, lembrei! É aquela empresa que pertence ao… marido de Erenice Guerra, José Roberto Campos. Está entre os motivos que resultaram na sua queda. Prestem atenção!

A Unicel começou a operar quando Erenice era a todo-poderosa no Palácio do Planalto, no governo Lula. Era a segunda da superministra Dilma Rousseff. Em 25 de junho de 2007, a empresa recebeu autorização da Anatel para explorar a telefonia móvel na região mais cobiçada do país — a cidade de São Paulo e outros 63 municípios da região metropolitana. Apesar de o estatuto da Anatel dizer claramente que se trata de um órgão independente, em 30 de março de 2010, a então secretária executiva da Casa Civil da Presidência da República — Erenice!!! — houve por bem enviar um documento ao então presidente do Conselho da agência, Ronaldo Sardenberg, estipulando “ações regulatórias prioritárias”. Como não podia deixar de ser, o documento traz o carimbo “Confidencial”.

Nesse documento, Erenice tece uma série de regras que ela achava que deveriam valer para o setor de telecomunicações. Entre elas, a implementação do “Plano Geral de Metas de Competição”, incluindo um “regulamento de remuneração das redes do SMP” (Serviço Móvel Celular, sigla para o setor de telefonia celular).

Erenice não teve tempo de ver suas regras implementadas. Caiu seis meses depois, em setembro de 2010. Coincidência ou não, a Unicel fica mal das pernas na mesma época, com pedidos de falência e processos trabalhistas. Hoje, deve dinheiro até mesmo à Anatel em razão do não pagamento de licenças concedidas. Não percam o fio. Ainda voltarem à Unicel.

Dois anos depois
O tempo passa. Quase dois anos depois da queda de Erenice, a Anatel coloca em consulta pública o tal PGMC, provocando um tiroteio das empresas consolidadas no mercado. Quem já está no jogo não quer mais competição. Faz sentido, sim, a Anatel comprar essa briga. Mas eis que, no meio da briga, coisas estranhas começam a acontecer. Descobre-se um jabuti pesando algumas toneladas em cima de uma árvore.

No texto original da Anatel da consulta pública, não havia imposições de competição relacionadas à telefonia celular, ma sim à telefonia fixa. Eis que, no texto final, que será votado hoje, apareceu um tal “Bill and Keep” — um sistema que reduz as tarifas de interconexão entre as operadoras de celulares, com uma redução maior para novos competidores. Eu explico.

Tarifa o quê??? Grosso modo, diz-me um amigo da área, é o seguinte: se um celular Vivo liga para um da Claro, entra na rede da Claro, e esta empresa tem de ser remunerada; se o da Claro liga para o da Oi, idem. Se o da Oi para o da Tim, a mesma coisa. Isso se chama “Tarifa de Interconexão” (a sigla é VU-M). Muito bem. Em nome da competição, o que prevê o novo PGMC? Reproduzo trecho de um texto de um site especializado na área:
“Pela proposta, as pequenas empresas — CTBC, Sercomtel e Nextel, que começará no final do ano o serviço de celular — não precisarão mais pagar a VU-M para as grandes empresas. Elas só irão remunerar as quatro grandes quando o tráfego delas for muito maior do que o tráfego das outras, o que é uma possibilidade bem distante, tendo em vista que elas têm muito menos clientes gerando tráfego. Mas seus usuários continuam a pagar a VU-M embutida na tarifa final de público”.

Huuummm…

É claro que as quatro grandes não gostaram, e eu não sou lobista de nenhuma delas. Aliás, já andei enroscando aqui com os serviços da Vivo e da Claro, já peguei no pé da Oi (ex-Telemar) por causa do decreto de pai pra filho de Lula que lhe permitiu comprar a Brasil Telecom, e já cobrei da Tim que pare de usar o adjetivo “ilimitado” como se fosse advérbio em suas propagandas… Também nada tenho contra a competição, ora bolas, embora ache estranho esse critério que obriga as grandes a colaborar com as pequenas. Por quê? Se eu montar uma empresa de sorvete, devo exigir que a Kibon colabore comigo? Mas vá lá. Se for bom para o consumidor e não afrontar os fundamentos do livre de mercado, ok.

O jabuti gigante
Mas me ficou esta coisa: por que a Nextel, uma das empresas chamadas “entrantes”, que será fatalmente beneficiada pela eventual mudança das regras, protocolou justo agora a compra de uma empresa falida como a Unicel — aquela, do maridão de Erenice? Erenice? É a mesma que tinha ideias sobre competição na área, que acabaram prevalecendo. O pedido de compra deu entrada em 29 de outubro, quatro dias antes da votação pela Anatel das novas regras.

As dívidas da Unicel são estimadas pelo mercado em mais de R$ 100 milhões. A Nextel pagou R$ 1,21 bilhão para ela própria ter 11 lotes de 3G, que incluem coberturas em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Não há razão econômica ou mercadológica visível — até onde a vista convencional alcança ao menos — para a compra da empresa operada pelo marido de Erenice Guerra. Até porque, pelas regras atuais, a Nextel teria que devolver algumas das licenças da Unicel, pois uma empresa não pode operar com duas licenças iguais na mesma região — no caso, São Paulo.

Reitero: a única coisa que a Unicel tem além de uma dívida estimada em R$ 100 milhões são as licenças para operar — que a Nextel também tem! Pois parte desse único patrimônio positivo terá de ser devolvido.

Viva a competição! Viva o povo! Viva a Classe C! Telefones à mancheia! Mas por que a Nextel, uma das entrantes, está comprando a Unicel? Seria mais uma daquelas coincidências que beneficiam petistas, que entraram 13 vezes na fila???

Um breve histórico
Pois é… Não é a primeira vez que cuido do assunto, não! Num post de 18 de setembro de 2010, referindo-me a uma reportagem publicada, então, por VEJA, escrevi o seguinte:

Marido de Erenice está num negócio que pode render R$ 100 milhões saídos dos cofres públicos

A VEJA desta semana traz outra história edificante, desta vez envolvendo o atual marido de Erenice Guerra, José Roberto Camargo Campos (foto). Ele convenceu uns amigos, que tinham uma minúscula empresa, a disputar o mercado de telefonia móvel em São Paulo. Em 2005, a Unicel, tendo Camargo como diretor comercial, conseguiu uma concessão da Anatel para operar em São Paulo. Por decisão pessoal do então presidente da agência, Elifas Gurgel, a empresa ganhou o direito de entrar no mercado. A decisão foi contestada na Anatel, mas Erenice entrou na parada, e tudo foi resolvido. Os que eram contra mudaram de idéia e foram promovidos.

Sim, foi assim mesmo, leitor. A empresa está no vermelho e acumula dívidas de R$ 20 milhões. Desastre? Não! Leia a revista para saber como o Plano Nacional de Banda Larga — que apelidei aqui de “Bandalheira Larga” — pode render à Unicel a bolada de R$ 100 milhões. Quem cuidava do PNBL, para o qual se anunciou a dinheirama de R$ 14 bilhões? Erenice! Quem é o operador do programa? Gabriel Boavista Lainder. Quem é Lainder? Um ex-funcionário da Unicel. Quem o indicou para o cargo? O marido de Erenice. “O marido da Erenice é um cara que admirava meu trabalho. Ela me disse que precisava de alguém para coordenar o PNBL”. Qual é o endereço da Unicel? Um modestíssimo escritório onde também funciona uma empresa de mineração do… marido de Erenice. A revista traz ainda toda a ramificação da Família Erenice no governo e nas estatais. É  impressionante! Chegou a hora de Dilma repetir a declaração de Lula de 2005: “Fui traída”

Pois é, leitor…

Se você clicar aqui, encontra todos os textos sobre o par Unicel-Erenice no blog. Entre eles, há trecho de uma reportagem da Folha de 24 de março do ano passado. Reproduzo:
Na Folha:
A CGU (Controladoria-Geral da União) encerrou ontem as investigações de denúncias envolvendo a ex-ministra Erenice Guerra e familiares dela. Foram apontadas irregularidades “graves” em 3 dos 9 fatos investigados. Braço direito da presidente Dilma no governo Lula, Erenice deixou o ministério em setembro do ano passado, após a Folha revelar que ela tinha recebido um empresário que negociou contrato com firma de lobby de um filho dela. Não houve irregularidade nesse caso, segundo a CGU.

A controladoria considerou, porém, que a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) beneficiou a empresa de telefonia Unicel ao conceder a ela uma faixa de frequência em condições privilegiadas e recomendou que a agência suspenda imediatamente a outorga. A Unicel era dirigida à época pelo marido da então ministra Erenice. A CGU recomenda à Anatel que abra processo para investigar os responsáveis por terem beneficiado a empresa e não apontou culpados. A controladoria também apontou “irregularidade grave” num convênio entre o Ministério das Cidades e a Fundação Universidade de Brasília que causou prejuízo de R$ 2,1 milhões aos cofres públicos. Segundo a CGU, o trabalho não foi entregue. José Euricélio, irmão de Erenice, era coordenador-executivo de projetos na editora da UnB.

A CGU também apontou problemas graves na contratação pelos Correios da empresa aérea MTA Linhas Aéreas em contratos que somavam R$ 59,8 milhões.
Erenice não foi encontrada para comentar o caso.

Encerro
Erenice foi vista recentemente transitando livremente pelo TCU, cuidando de assuntos relacionados à área de transportes ou algo assim. Pelo visto, ela está de volta. Em grande estilo. A Nextel, que quer ser uma entrante no mercado de telefonia, decidiu dar uma forcinha ao maridão daquela que ajudou a desenhar o marco regulatório que lhe permite ser… uma entrante!

Uma coincidência que só acontece no mundo petista!

Texto publicado originalmente às 6h15
Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

114 Comentários

  • Anonima

    -

    16/11/2012 às 10:15 am

    Uma das formas de políticos criarem raízes no poder está na forma de eleições. Outro dia assisti um programa que informava a forma de políticos concorrerem à Presidência dos EUA. Fiquei pasmada, pois não sabia!!!Um presidente no caso Obama pode concorrer pq era um candidato vindo de vitória. Como assim? è que lá um candidato vindo de duas administrações e candidatos que perderam eleições não podem mais concorrer Eleições Presidenciais. Assim todos aqueles que concorreram e perderam não podem mais se candidatar e saibam mais….isto não é lei e sim um acordo de cavalheiros dos partidos. Se aqui nem lei “não pega” temos um Lula da vida que concorreu 04 vezes para ser eleito, se fosse lá nunca teríamos visto o que estamos vendo hoje e nosso país poderia ser bem melhor.

  • Vanderlei

    -

    16/11/2012 às 8:27 am

    Rei.. uma dúvida: se a empresa esta em dívida com a Anatel por não ter pago as licenças e por conta disso, deveriam ser devolvidas para a agência, correto? quer dizer o valor da empresa e menos ainda. Sabendo disso, que interesse a Nextel tem nesse negocio? Furar a fila e pegar um empresa falida, mas que ainda detem (ilegalmente) as licenças não pagas e cortar caminho para prestar o serviço? Parece que a Nextel está aprendendo com o Brasil funciona.

  • Francisco

    -

    15/11/2012 às 10:37 pm

    Enquanto parte da população eleger candidatos dessa sigla não acredito em nada. Trabalhei 16 anos no sistema telebras e a coisa era séria.

  • RONALDO

    -

    15/11/2012 às 9:57 pm

    está na hora do brasileiro explodir com essa gente que nos tira dinheiro, nos rouba descaradamente e nada podemos fazer. eles estão enfiados em todos os três poderes com poder de decisão em cada uma dessa células. às vezes dá vergonha de ser brasileiro. mas nós vamos mudar isso e nós podemos mudar isso.

  • valmir santos

    -

    15/11/2012 às 7:40 pm

    Pois é o pais do PT fica ca vez melhor,a pergunta que não pode calar é e DAÍ nada, mais infelismente nada muda nesse PAÍS dominado governado aceito pela maioria da imprensa sem OPOSIÇÃO sem futuro triste PAÍS…continuarei lendo o unico instrumento de LUZ neste PAIS DE QUINTA A VEJA E SEUS INIGUALAVEIS COLUNISTAS é só o que nos restas e aguardar os milhões de lixo deste PT como diria JOÃO UBALDO VIVA O POVO BRASILEIRO

  • Jorge Silva

    -

    11/11/2012 às 12:30 pm

    O PT, parece que, ao inves de ter feito algum curso com a Internacional Socialista ou Internacional Comunista, fez curso com a Cosa Nostra. Nunca vi falar em tanta roubalheira desde que o PT é governo. Será que ninguem nesse partido é sério para por a mão nisso?

  • Míriam

    -

    11/11/2012 às 12:16 pm

    Impressiona que são sempre os mesmos a se dar bem com o meu, o seu, o nosso dinheiro carreado mansa e mensalmente para os cofres públicos, como impostos…

  • cláudio

    -

    11/11/2012 às 10:27 am

    PREZADO REINALDO,
    JÁ QUE O TEMA É CORRUPÇÃO ME PERMITA UMA OBSERVAÇÃO, TENHO ACOMPANHADO OS DEBATES APÓS O JULGAMENTO E SEMPRE NOTEI UMA POSTURA DÚBIA DESSE ADVOGADO PODVAL. HOJE AO LER NA INTERNET CONSTATEI QUE ELE DEFENDE UM DOS CRIMINOSOS DO CASO CELSO DANIEL.
    COM TODO RESPEITO , ELE DEFENDE ALGUÉM DESSA QUADRILHA QUE AI ESTÁ…..VOCÊ NÃO ACHA QUE ISSO O INABILITA A PARTICIPAR DOS DEBATES DE “VEJA”. POR ISSO ELE PASSA MAIOR PARTE DO TEMPO DOURANDO A PÍLULA NA ZONA DO LIMBO.
    FICA NA PAZ………E PENSE SOBRE O ASSUNTO

  • Silvio

    -

    11/11/2012 às 9:40 am

    Ah! PeTralhas…

  • daniel

    -

    11/11/2012 às 7:39 am

    eu gostaria de entender o tal de comunista na china o cara esta dizendo a corrupçao e um grande problema la, aqui no Brasil os “comunista” que estao no poder estao desmoralizando o STF que esta condenando os corruptos

  • ernes@ig.com.br

    -

    11/11/2012 às 2:52 am

    ESSA MADAME É DO TIME DO LULA/DILMA. E por que seu processo já foi arquivado?

  • anonimo

    -

    10/11/2012 às 11:45 pm

    Aqui em Campo Grande MS, estamos vivenciando esses ptralhas agindo a Dilma deu posse a uma pessoa ficha suja como reitora da universidade federal de MS, a mulher responde a 22 processos e ja tres condenações, improbidade administrativa etc. Não adianta denunciar eles não querem saber,a dilma participou de um evento contra a corrupção mas da cargo a uma pessoa ficha suja. Vamos Brasil acabar com o PT nas proximas eleições, camos tirar esses bandidos do leme do brasil. São Paulo que vergonha votarem no Hadad achei que fossem mais inteligentes. Brasil vamos as ruas, chega de roubalheira,acorda povo. que nojo.

  • JOSE DE CPS.

    -

    10/11/2012 às 10:29 pm

    É A PETRALHADA METENDO A MÃO NO DINHEIRO PÚBLICO, A IMPRENSA ALIADA BATENDO BUMBO, E, O POVO CONTINUANDO A VOTAR NA CANALHADA TODA.

  • Manuel Lima

    -

    10/11/2012 às 9:43 pm

    Só nos resta, fazer com que essa tal de NEXTEL, pague pelo crime, já que o pessoal do PT é intocavel. Como consumidores temos a obrigação de nunca adquirir qualquer produta desta fatídica empresa

  • Roberto bh

    -

    10/11/2012 às 7:00 pm

    Cadê o MP que estava tão preocupado com as ações na cracolândia?
    Desculpem-me isso não é importante, né???

  • anônimo

    -

    10/11/2012 às 5:54 pm

    Segundo noticiou-se na mídia , dados dão conta que, 200 bilhoes foram para corrupçao no País. Ai ficamos sem investimentos em: Hospitais, escolas e segurança. Sem contar que, parte deste volume podia ser empregado em infraestrutura e agricultura.

  • Afrânio Roberto Fernandes Ribeiro

    -

    10/11/2012 às 4:58 pm

    Sr. Reinaldo, dizia O grande Nelson Rodrigues,”a fome é mansa e casta quem não come não ama nem odeia”-não é o caso do brasileiro atualmente.Como apiá esta gente do poder,se em 1964,com à anarquia imperando esta patota nos querendo impor o comunismo,foi preciso os Estados Unidos da América do Norte acordar nossas Forças Armadas,pra tragédia anunciada.

  • wilson

    -

    10/11/2012 às 4:40 pm

    Enquanto a população se comportar como avestruz os ptralhas vão continuar saqueando o país. Os velhos são cordatos, crias da repressão do governo militar, os jovens alienados e a mídia comprada. A ignorância grassa enquanto meia dúzia de inconformados tentam fazer barulho conversando entre si. Assim ficou muito fácil a essa corja de ladrões. Roubam descaradamente pois sabem que poucos ou muito poucos serão apanhados. A tática de roubar sempre leva o povo a se acostumar e acaba tudo sendo admitido com o tempo.

  • Afrânio Roberto Fernandes Ribeiro

    -

    10/11/2012 às 4:33 pm

    Sr. Reinaldo,na eleição do Collor votei no Afif,no segundo turno anulei. O Collor c/ estoria caçar marajá,os caras recorreram e voltaram ao maná.Jamais votarei no Lula-entre outros motivos descaso c/ educação.O Collor e sua turma fez muito mais barato pra estepaiz!!!

  • Leilah

    -

    10/11/2012 às 4:02 pm

    Meu Deus! Cada vez que vejo a Dilma na TV anunciando um novo projeto, uma nova obra, eu tremo nas bases… Pode ser na saúde, na educação , não importa. O que sempre me fico me perguntando é qual será o beneficiado da vez? Quanto “levarão” nessa? Esse povo nunca dá ponto sem nó!

  • Alexandre Minas Gerais

    -

    10/11/2012 às 2:05 pm

    Não há mensalão que iniba a corja PeTralha!! Depois reclamam da perseguição da mídia comprada.

  • Lisa Negri

    -

    10/11/2012 às 1:12 pm

    Meu Deus, atè qdo. vamos ter que aguentar essa roubalheira toda por parte desses ptralhas.? Serà que não existe nenhum orgão capaz de acabar com isso?,Vamos para as ruas povo adormecido para expulsar toda ptralhada do poder e do nosso Brasil.!!!!

  • Luiz Franceschin

    -

    10/11/2012 às 12:32 pm

    E a sorte dos PEtralhas tb. eh extensiva a seus familiares,nao nos esquessamos da sorte do LUlinha, que sai do ZOO de Sao Paulo,para socio de uma empresinha em Brasilia,e esta empresinha logo depois desperta o interesse de uma poderosa da area de telefonia.Eta bandidagem para ter sorte.

  • CLAUDIUS

    -

    10/11/2012 às 12:32 pm

    A Imprensa Livre e Golpista mostrou o quanto é fácil fazer alcance no Serviço Público. Na realidade o Governo do PT só tem candidatos para tomar de assalto o Serviço Público. O ” mensalão”, apelidado de AP 470 [ deve ser apartamento 470], foi montado para garantir o aprisionamento permanente de todos os Serviços. Erenice Guerra&Filho é exemplo clássico marchando para o ontológico. E que venha o Beto para o STF. Garoto bom de cabresto. Ele e o Ministro da Justiça, o Cardozo com ” zê”. Reinaldo, a coisa é tão escandalosa que há, na União, cerca de 1 200 funcionários concursados nas décadas 70/1980 coçando o sacco e recebendo o teto do Ministro do STF. Aguns ganham mais más aplica-se o ” abate-teto”. Pois bem, no novo Ministério das fabriquetas de fundo de quintal já contrataram, por permissão legal, 96 DAS-6. E tem os veículos, gasolina, cafezinho,[ há uma licitação para a compra de pó de café para o Ministério], carregadores de malas e souvenirs, lavadores dos veículos, motoristas, representações nos Estados e mais um aparato de talvez, duas mil almas. É muito dinheiro esbanjado.

  • anônimo

    -

    10/11/2012 às 12:17 pm

    Até quando teremos que aguentar tudo isso, mais existe leis e, elas sao boas para uma reprimenda exemplar, ainda mais , se tratando de políticos corruptos.

  • Francisco Sobrinho

    -

    10/11/2012 às 11:46 am

    Às vezes incômodo, até inconveniente, mas tenho procurado evitar qualquer negócio e/ou contrato de prestação de serviços com empresas que se envolvem nessas trapaças em coluio com petistas. Acha isso uma bobagem? Eu não. Por exemplo: Cancelei uma conta na TIM quando veio à tona aquela transação dela com o filho do Lula.

  • Francisco Sobrinho

    -

    10/11/2012 às 11:42 am

    Posso garantir que NUNCA serei um cliente Nextel.

  • João Leopold

    -

    10/11/2012 às 11:32 am

    Em breve livro O País dos petralhas III e assim por diante. A corrupção e a impunidade passa do inimaginável! A Erenice não é a amiga da Dilma e provavelmente a resposta será copiada – Ela não sabia de nada!
    Caro Reinaldo não foi possível ir a livraria em Curitiba, mas seu livro é o meu presente de natal para os amigos.

  • CLAUDIUS

    -

    10/11/2012 às 11:00 am

    No Governo do PT todo e qualquer crime compensa. Até a implantação do novo holocausto educacional. A GovernANTA e seu séquito não são mais intermediários dos investimos. O fazem diretamente com os companheiros!O empresariado que se cuide.São 2/3 de todos os investimentos direta e indiretamente realizados pelo Governo Federal. E tem os Governos Estaduais e Municipais.Organizações de fomento e mais um monte de parasitas com gavinhas no Estado sugando tudo.

  • Edgard

    -

    10/11/2012 às 10:50 am

    Vejam que perder o cargo não interrompe a corrupção. É mais encenação do que correção de rumo. O PT dá pão (bolsa familia) e circo (copa do mundo) e mete a mão grande adoidado.

  • carlos robertson

    -

    10/11/2012 às 9:48 am

    O cara amanhece com uma notícia dessa dar até para estragar todo o fim de semana e a semana seguinte, pq sabendo nós que nada vai ser feito pelo poder público.Todos estão juntos no mesmo objetivo de sacanear. Me revolta essas manobras.

  • Ana Raio

    -

    10/11/2012 às 9:24 am

    PelamordeDeus! Quando é que isto vai acabar?

  • Rodrigo

    -

    4/11/2012 às 2:55 am

    Achei bom saber que a Nextel, uma multinacional gigantesca, é tratada como “pequena” por aqui…

  • Luiz Franceschin

    -

    4/11/2012 às 2:32 am

    Um pouco mais de lama no mundo dos PTralhas,enquanto isso a ANATEL permite que as operadoras cobrem o tal de VU-M,encarecendo o custo para os usuarios,essa sem vergonhisse e mais os impostos,fazem o servico ficar caro como eh.

  • ruy

    -

    4/11/2012 às 1:50 am

    Isso eh que eh ajudar os desvalidos, o PT arrumou um maridao para a … Erenice Guerra e agora a sociedade toda paga a conta. Por esse dinheiro esse marido tem que beijar na boca a esposa todo santo dia. Ganhar sem fazer nada soh o pt.

  • Adilton

    -

    3/11/2012 às 11:17 pm

    E vai ficar tudo impune!? A família quadrilha instalada no poder está acima da Lei?

  • marcelo

    -

    3/11/2012 às 12:23 pm

    Esse Brasil avi explodir! Se eu tivesse grana, a hora é de comprar OURO!!!! Em instantes a casa cai! Mas, eu não tenho flicas. Torrei tudo que tinha. Ainda bem…

  • Elson

    -

    3/11/2012 às 11:23 am

    Andei consultando na net a NOViLINGUA DO PT, ela é uma das partes do MARXISMO CULTURAL, por sinal, muito interessante pelo fato de os dirigentes usarem os nossos termos, dando impressão que significam o que compreendemos a respeito, mas depois percebemos que esse modo de se dirigirem ao público não passou de uma cilada, pelo fato de não cumprirem nada do que falam.
    Por exemplo: COMISSÃO DE ÉTICA DO PT = Comissão do que o PT acha certo ou errado; DEMOCRACIA = o partido; em nome do povo = em nome dos membros do partido; ÉTICA = oportunismo e muitos mais.
    Quem eleger o PT arma uma arapuca para depois ser apanhado na mesma; eles não têem dó ou piedade de ninguém, são materialistas e ateus, seres humanos bestializados.

  • kannahoot

    -

    3/11/2012 às 12:23 am

    Quem e aquela pessoa que insiste em aparecer nos nossos sonhos???????

  • Bento15

    -

    2/11/2012 às 7:19 pm

    O tal do Suplicy, é mestre em criar CPI, acho bom ele mudar de partido! Eis que PTralhas só tem projetos para tirar dinheiro do contribuinte e encher seus próprios bolsos. O Lulão já está com sua conta-corrente recheada de dólares e seus cupinchas idem, agora a comadre Erenice já conseguiu vender lixo por milhões, na semana que vem estou viajando a Cuba, quero descobrir como é isso.

  • Andrade

    -

    2/11/2012 às 11:01 am

    KIMANANÉ “MARCO REGULATORIO”, SÔ!´’MARCO REGULATORIO’ É PRÁ NINGUÉM FALAR DAS TRETAS DO PT NA IMPRENSA, É ISSO.
    Os pestistas cada hora vêm com uma embromação: arranjam palavras no fundo do baú dando impressão duma coisa pro público mas vale outra coisa, como essa desse tal de “MARCO REGULATORIO DA IMPRENSA”. O que os caras querem é meter uma coleira no nosso pescoço e passar um fechoecler na boca e a gente ver as roubalheiras e tretas e fazer igual nas favelas: não sei de nada, não vi nada, eu cheguei agora.
    Se o pau que tomaram foi pouco, o lombo tá coçando aguardem que vem mais dobrado; aqui no Brasil desse jeito não passa não.

  • Pescador Curioso

    -

    2/11/2012 às 11:00 am

    .
    Caríssimo REINALDO AZEVEDO:
    .
    Eu só queria saber e entender…
    .
    As autoridades competentes não têm o dever de investigar e processar esses criminosos petralhas? A Erenice e comparsas petralhas já estão dando muito na vista, não?
    .

  • alberto santo andre

    -

    2/11/2012 às 12:05 am

    o banco gradual, ja comecou a dar dor de cabeca ao mantega ja mudou suas estimativas para o crescimento do pib brasileiro de 4% para 3,5% para 2013 e nem terminamos 2012,pelo visto eles vao ter muita dor de cabeca; alguns analistas ja admitem ate menos ,e estes sao aqueles, que desde o inicio davam como certo o crescimento deste ano em torno de 2% no maximo.

  • kannahoot

    -

    1/11/2012 às 11:13 pm

    Nao seria o nosso nobre o CHICO BUARQUE DE HOLANDA da DITA-MOLE.Quando a efervescencia da DITA-DURA acabou, ele ( O CHICO )ficou sem lenço e sem documento; Ele nasceu para falar daquilo e tao somente… e se….???ja pensou???? e de bom alvitre, dourar a pilula…se ja pensou se essa porra acabar??????

  • Marco Gaúcho

    -

    1/11/2012 às 11:04 pm

    Chê, o ex jogador Gerson, da seleção brasileira pagou os pecados por estar relacionado com a “lei de Gerson”, onde aparecia num comercial falando de “tirar vantagem em tudo…”.
    A mal falada lei de Gerson é piada perto da lei criada pela “turma”. Esses carinhas potencializaram a lei de Gerson ao infinito. A lei de Gerson dava vantagens ao malandro tradicional, aquele da literatura carioca, vantagens como filar um cigarro, viajar no onibus sem pagar, essas coisas.
    A “lei do ****” da turma, pressupõe levar alguns milhões de vantagem. No mínimo. Esses carinhas sim sabem levar vantagem. São profissionais. Conseguem polpudas pensões, polpudas propinas, polpudos mensalões, tiram dinheiro de pedra, ou melhor, tiram dinheiro do INSS, da Educação, da Segurança, das criancinhas….isso sim é que se chama LEVAR VANTAGEM EM TUDO…

  • Sidney

    -

    1/11/2012 às 10:38 pm

    Tô prá ver mulher mais asquerosa que essa tal de Erenice Guerra. Credo!

  • pedro couto

    -

    1/11/2012 às 10:13 pm

    O pessoal da facção PT. quando fica em silencio alguma coisa de grave está acontecendo, cuidado! Eles estão tramando nova estratégia para se beneficiar do dinheiro Publico. Deram uma trégua de pouco tempo e já colocaram novo plano em execução. Desta feita a tramoia é em cima da telefonia sendo o seu executor o marido da Senhora Erenice Guerra. E nada acontece, por que são todos pertencentes a mesma facção. É a verdadeira farra do boi.

  • Elson

    -

    1/11/2012 às 9:48 pm

    TENTAR CONTROLAR A MIDIA LHE DARÁ DESCONTROLE Sei dizer que se o PT quiser arranjar mais antipatia do povo contra ele que a existente é querer controlar a mídia prá não falar mal deles; se as urnas o esfriou e muito com as seguidas derrotas e desapoio do povo cada vez maior o desenlace final se dará quando iniciarem a campanha nesse sentido que prevêem para 2013, embora eu naõ creio que isso vá pra frente devido à pressão do Rei…
    As urnas em 2014 darão o devido troco: extinção definitiva do logro denominado PT.

  • joaodamata

    -

    1/11/2012 às 8:48 pm

    Valério sabe muito, mas o Garganta Profunda ( só para lembrar Nixon e Watergate) não é ele, mas, sim, José Dirceu. Este é o genérico nacional do original americano. Se Lula e o PT acharem que você e o Augusto Nunes equivalem aos dois repórteres do Washington Post que denunciaram Nixon… Sei não, desta gentalha eu espero tudo de ruim.

  • raimundo

    -

    1/11/2012 às 8:35 pm

    Reinaldo, cérebro privilegiado, o inferno dos PeTralhas é a VEJA e você é o BELZEBU, LÚCIFER, SATANÁS, O COISA RUIM.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados