Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Comissário da American briga com passageiro e é suspenso

"Me bata, vamos lá, mande ver!", provocou o comissário de bordo em vídeo que viralizou

Um comissário de bordo da American Airlines foi suspenso hoje após aparecer discutindo de forma agressiva com um passageiro em um vídeo publicado nas redes sociais.

No vídeo, ele briga com um cliente que reclamou do tratamento dispensado pela equipe da companhia a uma passageira com dois filhos pequenos que havia tentado embarcar com um carrinho de bebê. De acordo com o protocolo das companhias aéreas, os carrinhos de bebê devem ser despachados junto com as bagagens.

No vídeo publicado no YouTube por uma pessoa que estava no avião, a mulher, que estava em conexão com destino a Buenos Aires, chora e pede que devolvam seu carrinho de bebê. Então, outro passageiro entra na briga. Em resposta, o comissário aponta o dedo para o cliente e provoca “Me bata, vamos lá, mande ver!” Assista ao vídeo, republicado pela CBS This Morning:

“O que vimos nesse vídeo não reflete nossos valores ou como nós zelamos pelos nossos clientes”, disse a empresa, em nota nesta sexta (21) , algumas horas depois do incidente ganhar as redes sociais. “Nós nos desculpamos profundamente pela dor que causamos a este passageiro e a sua família”.

Viral

O conflito vem à tona menos de duas semanas depois de outro vídeo ter viralizado nas redes sociais em que um passageiro foi arrastado para fora de um avião da United Continental, evento que colocou a empresa no meio de uma crise.

 

A empresa se recusou a divulgar o nome do comissário ou há quanto tempo ele trabalha na empresa.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Paulo Santos

    De acordo com o protocolo das companhias aéreas, os carrinhos de bebê devem ser despachados junto com as bagagens. A passageira que vá de navio ou táxi. Não necessita defender a passageira porque ela está errada.

    Curtir

  2. Arildo França Amorim

    Esse comissário deveria processar a companhia e o passageiro Zé ruela que se meteu no caso.
    Afinal ele estava apenas tentando impedir a energúmina da passageira de levar o carrinho de bebe, pois “De acordo com o protocolo das companhias aéreas, os carrinhos de bebê devem ser despachados junto com as bagagens.”

    Curtir

  3. Angelo Nunes

    companhias aéreas são aberrações…..ESPERAMOS QUE TODAS AS EMPRESAS AÉREAS TENHAM SEUS AVIÕES ABATIDOS POR URUBUS ….SÓ COM A TRIPULAÇÃO, SEM OS PASSAGEIROS, É CLARO

    Curtir

  4. Certamente os comentários acima foram feitos por quem não entende uma vírgula de inglês… o texto não conta toda a história mas o vídeo sim. Carrinhos dobráveis podem ser embarcados junto com os passageiros, o funcionário nem era comissário, não passava de um despachante de balcão e se comportou em desacordo com as normas de conduta de qualquer companhia, sem contar a agressividade explícita com alguém de outra nacionalidade (e por isto foi confrontado pelo outro passageiro), algo bem comum entre os americanos mais ignorantes … mais ou menos parecido com o exibido pelos comentários acima… um cretino que escreve “zé ruela”, “energúmina” ou o que chama as companhias de “aberrações”… devem ser, além de completos ignorantes, candidatos à terapia … quanta gente burra!
    Outra coisa, na vida real estes (que provavelmente nunca saíram de seus bairros, se aventurando somente até o bar da esquina, para encher a cara) devem ser uns “cordeirinhos” de tão mansos… pois é muito fácil ser mal educado e colocar para fora todos os recalques, escondido atrás de um teclado.

    Curtir