Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Zona do euro cresce menos que o esperado no 2º trimestre

PIB do bloco avançou 0,3% entre abril e junho na comparação com o 1º trimestre, abaixo dos 0,4% projetados por analistas

A economia da zona do euro cresceu menos que o esperado no segundo trimestre. O Produto Interno Bruto (PIB) do bloco, que abrange 19 países, teve leve desaceleração no segundo trimestre, para 0,3%, contra 0,4% no primeiro, informou a agência europeia de estatísticas Eurostat em uma primeira estimativa. Na comparação anual, o PIB do bloco teve expansão de 1,2%.Economistas consultados pela Reuters esperavam crescimento trimestral de 0,4% e avanço de 1,3% na base anual.

“Olhando para frente, as pesquisas empresariais sugerem que a economia da zona do euro continuará a expandir, impulsionada pelo forte crescimento na Espanha e pela solidez da economia alemã. Mas elas oferecem pouca esperança de que a recuperação ganhará ritmo”, disse a Capital Economics em nota.

A Alemanha, tradicional motor do bloco, registrou crescimento de 0,4% no segundo trimestre em relação ao período anterior, segundo o Escritório Federal de Estatísticas (Destatis). O resultado foi impulsionado pela receita obtida com exportações, que aumentou devido à fraqueza do euro e da queda dos preços do petróleo.

Na França, a atividade econômica permaneceu estável no segundo trimestre, frustrando as expectativas do mercado de uma alta de 0,3%, segundo a estimativa preliminar. De acordo com estatísticas da zona do euro, a Espanha cresceu 1% no período e a Grécia 0,8%. A Itália avançou 0,2%.

Leia mais:

Ex-ministro grego quis invadir computador do Fisco

FMI descarta participar de resgate à Grécia se não houver perdão parcial da dívida

(Da redação)