Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Wall Street fecha em alta celebrando indicadores positivos nos EUA

A Bolsa de Nova York fechou em alta nesta quinta-feira, celebrando os dados positivos da economia americana: o Dow Jones avançou 0,44% e o Nasdaq, 0,51%.

Segundo dados de fechamento, o Dow Jones Industrial Average subiu 58,66 pontos, a 13.252,76 unidades, e o Nasdaq, predominantemente tecnológico, 15,64 pontos a 3.056,37 unidades.

O índice ampliado Standard & Poor’s 500 subiu 0,60% (8,32 pontos), a 1.402,60 unidades. É a primeira vez desde 5 de junho de 2008 que este índice, que reúne 500 grandes ações de Wall Street e que é observado de perto pelos mercados por sua diversidade fecha acima da barreira psicológica dos 1.400 pontos.

O principal índice encadeou pela primeira vez desde 9 de fevereiro de 2011 sete dias consecutivos de ganhos.

Após uma abertura hesitante, os principais índices de Wall Street avançaram claramente para território positivo, concluindo o dia acima de barreiras psicológicas importantes.

“O mercado não está sobreavaliado, mas o entusiasmo é evidente”, afirmou Mace Blicksilver, da Marblehead Asset Management.

“As novidades são boas, é evidente que a economia toma ritmo, isso se vê”, afirmou Peter Cardillo, da Rockwell Global Capital.

Confirmando uma recuperação do mercado de trabalho nos Estados Unidos, os novos pedidos de seguro-desemprego caíram a seu nível mínimo em quatro anos, com 351.000 novas petições entre 4 e em 10 de março, um dado inferior às espectativas.

Além disso, os investidores celebraram a aceleração mais forte que o previsto da atividade manufatureira da região de Nova York pelo quarto mês consecutivo, segundo o índice Empire State do mês de março, que avançou 0,7 unidade em relação a fevereiro, a 20,2 pontos, seu nível mais elevado desde junho de 2010.

“Estas informações constitutem uma prova de que a economia (americana) está no bom caminho”, afirmou Dick Green, do portal de análise financeiro Briefing.com.

O mercado de títulos fechou em queda. O rendimento dos títulos de 10 anos do Tesouro avançou para 2,281% contra 2,274% de quarta-feira, enquanto os papéis de 30 anos terminaram em 3,412% frente a 3,408%. O rendimento dos títulos evolui no sentido oposto a seu preço.