Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Wall Street fecha com perdas afetada por Grécia

A Bolsa de Nova York fechou em queda nesta sexta-feira, afetada por indicadores econômicos decepcionantes e pela incapacidade da Grécia de colocar em andamento as medidas de austeridade exigidas por seus credores: o Dow Jones perdeu 0,69% e o Nasdaq, 0,80%.

Segundo dados definitivos de fechamento, o Dow Jones Industrial Average cedeu 89,23 pontos, a 12.801,23, e o Nasdaq, dominado pelo setor tecnológico, 23,35 pontos, a 2.903,88.

O índice ampliado Standard & Poor’s500 caiu 0,69% (-9,3 pontos), a 1.342,64 pontos.

“Wall Street está com o moral um pouco baixo”, resumiu Hugues Johnson, da Hugues Johnson Advisors. A praça de Nova York “continua buscando uma direção quando há muita incerteza”, disse.

Em primeiro lugar, “os investidores querem que a crise na Grécia se resolva por fim”, disse, enquanto a crise política em Atenas aumentou com a demissão de vários ministros do governo que rejeitaram aprovar o novo plano de austeridade imposto pelos credores em troca de um empréstimo internacional de 130 bilhões de euros.

Por sua vez, a Zona Euro considerou insuficiente o acordo conseguido na quinta-feira entre a coalizão no governo de Atenas, pelo que atrasou a aprovação de uma nova parcela de ajuda crucial para a Grécia.

O déficit comercial nos Estados Unidos atingiu seu nível máximo em seis meses, enquanto o otimismo dos lares caiu em fevereiro, pela primeira vez em seis meses, segundo o índice da Universidade de Michigan.

O mercado de títulos fechou em alta. O rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos retrocedeu para 1,969% contra 2,047% na quinta-feira, e os papéis de 30 anos caíram para 3,122% frente a 3,189%.