Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Wall Street encerra em baixa após anúncio do Fed

Por SPENCER PLATT 21 set 2011, 18h45

A Bolsa de Nova York encerrou a quarta-feira em forte baixa, como investidores decepecionados em relação ao tão esperado anúncio do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) de estímulo ao crescimento.

O Dow Jones perdeu 2,52%, fechando a 11.121,63 pontos e o termômetro da tecnologia, Nasdaq, recuou 2,01%, a 2.538,19 no fechamento. Já o Standard and Poor’s 500, perdeu 2,94% (35,33 pontos), a 1.166,76.

A bolsa operou sem direção definida pela manhã, com investidores cautelosos à espera do anúncio do Fed, e recuou após a publicação de medidas de incetivo econômico pela autarquia.

“Todos esperavam que o Fed fizesse algo mais contundente”, resumiu o analista da Marblehead Asset Management, Mace Blicksilver.

Alguns especialistas, no entanto, dizem que os investidores não mediram corretamente o impacto das medidas.

Continua após a publicidade

O Fed anunciou que até o final de junho de 2012 venderá 400 bilhões de dólares em bônus do Tesouro para comprar um montante equivalente mas com vencimentos mais prolongados, como forma de fazer baixar as taxas de juros de longo prazo, uma alternativa que havia sido considerada por vários especialistas.

As taxas de juros poderiam seguir em seus níveis atuais até meados de 2013 caso seja preciso, disse o organismo.

A medida de venda e compra de bônus é uma reedição da “Operação Twist”, realizada pelo Fed em 1961, na qual o banco substitui operações de curto prazo por prazos mais longos para aliviar a pressão sobre os juros dessas obrigações.

Com isso, no mercado obrigatório, cujos rendimentos evoluem em sentido contrário aos preços, o bônus com vencimento a 10 anos caiu a 1,875%, contra 1,947% na terça-feira à noite. O índice chegou a cair ao mínimo histórico de 1,856% ao longo da sessão. Já o rendimento do bônus à 30 anos terminou à 3,039%, contra 3,211% na terça-feira, após cair a 3,031%, seu nível mais baixo desde janeiro de 2009.

Na América Latina, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encerrou em queda de 0,70%, a 55.981,00 pontos. A Bovespa acompanhou Wall Street e o dólar fechou em alta de 3,75%, a 1,8580 real, sua maior cotação desde novembro de 2008. Já a Bolsa do México caiu 0,93%, aos 34.019,22 pontos.

Continua após a publicidade
Publicidade