Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vendas do Tesouro Direto batem novo recorde em janeiro

Por Eduardo Cucolo

Brasília – A vendas de títulos públicos para pessoas físicas por meio do Tesouro Direto bateram novo recorde em janeiro. De acordo com o Tesouro Nacional, o valor de R$ 616 milhões supera o recorde anterior, de R$ 361 milhões de março de 2011. O Tesouro atribui o resultado, principalmente, à reaplicação de parte do volume expressivo de títulos que venceram em janeiro, de R$ 520 milhões.

Os investidores mantiveram a preferência por títulos corrigidos pela inflação (NTN-B e NTN-B Principal), que representaram 51,9% das vendas. Os prefixados (LTN e NTN-F) responderam por 40,7%. Já os títulos corrigidos pela taxa Selic (LFT) corresponderam a apenas 7,4% dos negócios.

Também foi registrado novo recorde no número de novos participantes que se cadastraram no Tesouro Direto, 6.404, acima do registrado em agosto de 2011 (6.239 cadastrados). Hoje há 282.777 investidores no sistema, aumento de 28,7% em 12 meses.

Hoje, R$ 7,5 bilhões em títulos vendidos pelo Tesouro Direto estão nas mãos de investidores pessoas físicas, aumento de 58,2% em relação a janeiro de 2011. Mais da metade se refere a títulos corrigidos pela inflação, e 13,5% a papéis indexados à taxa básica de juros.