Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vendas de materiais de construção sobem, mas Abramat reduz meta

Por Vivian Pereira

SÃO PAULO (Reuters) – As vendas internas de materiais de construção cresceram 3,9 por cento em novembro na comparação com o mesmo mês do ano passado, informou nesta quinta-feira a associação que representa o setor no país, Abramat, que reduziu pela quarta vez este ano a previsão de faturamento para 2011.

Em relação a outubro houve queda de 1,7 por cento, enquanto no acumulado dos 11 meses até novembro o setor registra aumento de 2,5 por cento, o que levou a entidade a revisar para 3 por cento a estimativa de crescimento das vendas do setor este ano.

No início de novembro, a Abramat previa aumento de 4 por cento ante 2010. A previsão no início do ano, no entanto, era de alta de 9 por cento para o faturamento do setor, diminuindo para 7 por cento e, depois, para 5 por cento.

Segundo o presidente da Abramat, Walter Cover, o fraco desempenho do setor em 2011 está relacionado à desaceleração das obras dos programas do governo, principalmente da segunda fase do “Minha Casa, Minha Vida”, que demorou para entrar efetivamente em operação.

“Nossa preocupação agora é com o próximo ano. Por isso estamos pleiteando uma maior desoneração fiscal, a execução mais intensa das obras dos programas de governo e ações de defesa comercial”, disse ele em nota, citando ainda a restrição do crédito e o aumento das importações.

Cover se reúne nesta quinta-feira com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, em São Paulo, para pleitear ações que favoreçam a produção e as vendas de materiais em 2012.

Em novembro, o número de empregos na indústria de materiais aumentou 5,1 por cento ante o mesmo período em 2010. Já na comparação com o mês anterior houve leve queda de 0,6 por cento.

(Por Vivian Pereira)