Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vendas da Nestlé sobem 5,4% no 1º trimestre

Receita da companhia somou US$ 23,5 bilhões nos três primeiros meses, menos do que esperavam analistas. Mercados da Europa e dos EUA ainda não se recuperaram

A companhia de alimentos suíça Nestlé teve aumento de 5,4% em suas vendas no primeiro trimestre do ano, ao somar 21,94 bilhões de francos suíços (23,54 bilhões de dólares), ante os 20,82 bilhões de francos suíços obtidos em igual período do ano passado. Contudo, o resultado ficou abaixo da previsão de analistas, qeu esperavam 22,62 bilhões de francos suíços. A continuidade da baixa confiança do consumidor na Europa e a desaceleração da demanda na América e em mercados emergentes influenciaram os resultados.

As vendas na Europa cresceram 1%, bem abaixo do aumento de 3,4% registrado primeiro trimestre do ano passado. Assim como outras empresas de alimentos, a Nestlé tem enfrentado uma desaceleração da demanda na Europa, onde consumidores têm sido afetados por programas de austeridade de governos e por altas taxas de desemprego.

Já a receita nas Américas subiu 5,1%, ante 6,8% nos três primeiros meses de 2012. O mercado da América do Norte, especialmente o dos Estados Unidos, se mostrou difícil, pois o crescimento lento dos salários e a continuidade do desemprego em alto patamar seguem restringindo as vendas.

A Nestlé disse que a unidade Ásia-África-Oceania registrou aumento de 6,1% nas vendas durante o primeiro trimestre, ante um incremento de 12,2% um ano antes, mas ainda tem forte potencial de crescimento. A companhia destacou que alguns mercados dessa região tinham se enfraquecido, enquanto eventos políticos no Oriente Médio haviam afetado a receita. A empresa chamou atenção para “um desempenho muito bom na China” e salientou que partes da África também tiveram boa performance.

Leia mais:

Nestlé faz recall de chocolate Kit Kat em oito países

Escândalo da carne de cavalo atinge Nestlé e JBS

Lucro da JBS dispara no 4º tri, mas fica abaixo do esperado