Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vale pagará 182 milhões de euros em impostos atrasados na Suíça

Mineradora chegou a acordo de pagamento depois de ter esgotado todas as possibilidades de recurso contra o reajuste fiscal

A mineradora brasileira Vale, que tem sua sede europeia em St-Prex, oeste da Suíça, aceitou pagar 212 milhões de francos suíços (182 milhões de euros) em impostos atrasados, após um acordo com as autoridades suíças. A empresa afirma em um comunicado que deseja resolver de “forma construtiva” o litígio fiscal, provocado por uma “divergência de interpretação”.

O pagamento acontecerá de maneira progressiva entre 2013 e 2015. O acordo foi anunciado depois da Vale International ter esgotado todas as possibilidades de recurso contra o reajuste fiscal.

A justiça suíça exigia que a Vale International, maior produtora mundial de ferro, pagasse 212 milhões de francos suíços por atrasos de impostos no período 2006-2009. O fisco suíço considerava que o grupo, instalado desde 2006 no cantão de Vaud – situado na parte ocidental da Suíça – só podia ser beneficiado por uma isenção de 60% do imposto federal direto, e não de 80%.

A empresa brasileira, que em 2011 registrou um lucro líquido recorde em alta de 32,6%, a 22,9 bilhões de dólares, transferiu há seis anos a sede europeia de Bruxelas para St-Prex, às margens do lago Leman. Desta cidade, administra suas operações no Oriente Médio, África e Europa.

A Vale tem 115.000 trabalhadores. A empresa é cotada nas Bolsas de São Paulo, Nova York, Paris e Madri.

Leia também:

‘Queremos recuperar mercado no Brasil’, diz Vale

Vale reduz investimentos para US$ 16,3 bi em 2013

Produção de minério de ferro da Vale cai 4,5%

Lucro da Vale cai 57,8% no 3º trimestre

(com Agence France-Presse)