Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trens para Machu Picchu são limitados diante de perigo de cheia de rio

Lima, 17 fev (EFE).- O serviço de trens para o santuário inca de Machu Picchu se encontra restringido nesta sexta-feira pelo aumento do leito do rio Urubamba, segundo informou a empresa concessionária Ferrovia Transandino S.A. (FTSA), em comunicado.

A empresa só autorizou a entrada de trens vazios em Machu Picchu para a coleta de passageiros, enquanto avalia a normalização do serviço.

A restrição foi executada ‘como medida de precaução frente ao aumento no leito do rio Urubamba, que já alcançou os 640 metros cúbicos por segundo, máxima habitual em época de chuvas’, e que corre paralelamente à ferrovia.

Na última terça-feira, o serviço de trens foi suspenso por algumas horas depois que a via foi afetada por um deslizamento de lodo e pedras, segundo informou a empresa concessionária da ferrovia.

O serviço se manteve paralisado até a quinta-feira diante da grande subida do rio Urubamba.

A cidadela de Machu Picchu é o principal atrativo turístico do Peru e atrai cerca de 2,5 mil visitantes ao dia. Para chegar a ela é preciso utilizar o trem ou fazer uma caminhada de vários dias pelo antigo caminho inca. EFE