Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Toyota é a maior montadora do mundo pelo segundo ano consecutivo

Companhia japonesa vendeu quase 10 milhões de unidades em 2013 e espera comercializar 340.000 a mais neste ano

Com 9,98 milhões de veículos vendidos, a Toyota manteve o posto de maior montadora do mundo em 2013. Neste ano, o grupo japonês espera vender 340.000 unidades a mais, tornando-se o primeiro fabricante do setor automotivo a ultrapassar a barreira de 10 milhões de unidades vendidas em um único ano.

As vendas globais da Toyota aumentaram 2% no ano passado na comparação com 2012. A segunda colocada, a americana General Motors, cresceu 4%, com a venda de 9,71 milhões de veículos. A Volkswagen, que deve ficar em terceiro lugar no ranking mundial, espera ter vendido entre 9,5 milhões e 9,7 milhões de unidades no ano passado. A companhia alemã só deve divulgar seus números oficiais em março.

Recorde – �”Se alguém tinha dúvidas de quem teria capacidade de atingir primeiro a marca de 10 milhões de carros vendidos, essa é a prova de nossa capacidade”�, disse o vice-presidente da Toyota Mercosul, Luiz Carlos Andrade, ao relembrar a crise que o grupo enfrentou em 2010 após uma série de recalls nos Estados Unidos e em outros mercados – incluindo o Brasil.

Ao todo, cerca de 14 milhões de veículos tiveram de voltar às concessionárias para reparos entre 2009 e 2010. O principal alvo das convocações por defeito de fabricação foi o sedã Corolla, modelo mais vendido da marca.

Um plano apresentado pela Toyota em 2007 previa ultrapassar a marca de 10 milhões de veículos vendidos em 2009. Ao que parece, a meta será atingida com cinco anos de atraso. Já a Volkswagen espera chegar ao número até 2018.

Akio Toyoda, neto do fundador e presidente do grupo desde 2009, disse recentemente à publicação especializada Automotive News que, atualmente, a companhia não está �em busca de volume de produção e vendas�. Segundo ele, �”uma atitude mais agressiva resulta na produção de carros ainda melhores, mudando a forma como produzimos carros”.�

Leia também:

Toyota fará recall de 33 mil veículos para consertar motores

Toyota estuda produzir veículo híbrido no Brasil

Toyota mantém liderança sobre GM e Volkswagen no ano

Rivalidade – A Toyota chegou à liderança do mercado mundial de veículos em 2008, desbancando um reinado de 77 anos da GM. Manteve-se no posto nos dois anos seguintes, mas perdeu a supremacia em 2011 devido a problemas de falta de componentes, após o terremoto seguido de tsunami que ocorreu no país no início daquele ano.

Em 2012, a companhia recuperou a coroa, com a venda de 9,75 milhões de veículos, e repetiu o feito em 2013. A diferença de vendas entre as duas marcas, contudo, diminuiu para 270.000, ante 451.000 unidades no ano passado, graças ao bom desempenho da fabricante americana na China e nos Estados Unidos.

Brasil – Do total de 9,98 milhões de veículos vendidos pela Toyota em 2013, 7,6 milhões, ou 76%, foram comercializados fora do Japão. A marca vendeu aproximadamente 2,24 milhões de automóveis nos Estados Unidos e 917.000 na China.

No Brasil, a companhia, sétima no ranking nacional, vendeu o volume recorde de 176.000 carros em 2013, o que representou um crescimento de 54,8% em relação ao ano anterior. Foi a segunda marca que mais cresceu no país, atrás da coreana Hyundai, cujo desempenho superou em 96% os números de 2012, somando 212,9 mil unidades. Para este ano, Andrade, da Toyota Mercosul, projeta um crescimento de 3% nas vendas brasileiras, para cerca de 182.000 unidades.

O campeão de vendas no país, com 62.000 unidades, foi o compacto Etios, que começou a ser produzido na nova fábrica da Toyota inaugurada em Sorocaba (SP) na segunda metade de 2012. O modelo marcou a entrada da fabricante japonesa no segmento de carros pequenos, que responde por mais de 70% das vendas locais. Já em março, a Toyota iniciará em Indaiatuba (SP) a produção do novo Corolla, que será similar à versão europeia, mais sofisticada que a americana, recém-lançada nos EUA.

Para o mercado total brasileiro, a previsão da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) é de alta de apenas 1,1% nas vendas este ano. Em 2013, foram vendidos 3,767 milhões de veículos, 0,9% a menos que no ano anterior. Foi a primeira queda registrada pelo setor em uma década.

(com Estadão Conteúdo)