Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

The Edge, guitarrista do U2, vira sócio do Descomplica

Maior rodada de investimentos de uma edtech na América Latina arrecada R$ 450 milhões para a instituição, que deve investir em faculdade 100% digital

Por Diego Gimenes Atualizado em 18 fev 2021, 21h56 - Publicado em 19 fev 2021, 07h00

A rodada de investimentos é um processo em que empresas e startups apresentam projetos de criação ou expansão de seus negócios para fundos e investidores, em busca de financiamento para colocar em prática os planos de seus administradores. Diferentemente de um empréstimo, a rodada de investimentos — como o próprio nome diz –, é uma operação em que o dinheiro não retorna diretamente aos cofres de quem investe, mas sim em forma participação nos negócios, ou seja, o investidor precisa acreditar no propósito e no futuro daquela empresa.

Além de bancos e fundos tradicionais, personalidades públicas também dão as caras em algumas ocasiões com o objetivo de aumentar seus ganhos. Foi o caso do guitarrista David Howell Evans, mais conhecido como The Edge, da banda irlandesa de rock U2. O músico participou da rodada de investimentos que arrecadou 450 milhões de reais para o Descomplica, startup brasileira de educação. A empresa, que é conhecida por atuar em cursos preparatórios para vestibulares, pretende expandir agressivamente sua operação no ensino superior, com a promessa de se transformar na maior faculdade do Brasil.

Além de The Edge, a rodada de investimentos foi co-liderada pelos fundos Invus Opportunities e SoftBank, com participação do fundo Valor Capital Group, da Península Participações, a Chan Zuckerberg Initiative (de Mark Zuckerberg e sua esposa, Priscilla Chan) e Amadeus Capital Partners. “Queremos construir a maior faculdade do Brasil, chegando rapidamente a um milhão de alunos no modelo 100% digital”, diz Marco Fisbhen, CEO do Descomplica. Fundada em 2011, a startup conta com 5 milhões de alunos por mês em todas as suas frentes educacionais e atua exclusivamente no ambiente on-line. Atualmente, possui quase 600 colaboradores e tem mais de 100 vagas abertas no momento.

A Faculdade Descomplica, principal alvo da mais recente rodada de investimentos, foi criada em 2020 e oferta cursos de graduação e pós-graduação. O ingresso nesse novo segmento acontece em meio à pandemia, momento em que a educação passa por transformações no país. Segundo o Sindicato das Entidades Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp), o número de matrículas na modalidade de Educação a Distância (EaD) cresceu 18,2% em São Paulo, no segundo semestre de 2020, na comparação com 2019. Enquanto isso, as matrículas na modalidade presencial despencaram 31,2% no período. “Nossa pedagogia digital é totalmente habilitada por tecnologia. Durante todas as aulas, nossos estudantes reagem em tempo real ao conteúdo e recebem materiais apropriados, de acordo com os seus sentimentos e nível de compreensão da matéria”, afirma Fisbhen. Recém-criada, a instituição já conta com 30 mil alunos matriculados.

Essa não é a primeira vez que The Edge se aventura no mundo dos negócios. Estima-se que o guitarrista e Bono Vox, vocalista da banda, ganharam mais dinheiro com a Elevation Partners, grupo de investimentos em que são sócios, do que com shows e a comercialização dos discos do U2. A dupla teria lucrado 1,5 bilhão de dólares em seis anos investindo apenas no Facebook. Além da aposta na rede fundada por Zuckerberg, eles investem na multinacional americana Yelp, na plataforma de armazenamento online Dropbox e no fundo irlandês VentureWave Capital, que aplica em empresas de tecnologia do país que tragam impacto social. Agora, para o público brasileiro acostumado a acompanhar as esporádicas turnês do U2 pelo país, The Edge é também o mais novo sócio de uma empresa local.

Continua após a publicidade

Publicidade